Blog do Eliomar

Últimos posts

Dnit não paga empreiteiras e obras de manutenção nas rodovias devem parar

A falta de pagamento em contratos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) com empreiteiras para manutenção, conservação e construção de rodovias federais, pode levar à paralisação das obras, de acordo com a Associação das Empresas de Obras Rodoviárias (ANEOR), que reúne mais de 200 empresas do ramos de construção de rodovias .

A ANEOR reclama que todas as empreiteiras estão há mais de 120 dias sem receber pelos pelos contratos e cobra uma dívida de R$ 1,8 bilhão com o governo. Segundo a Aneor, de 475 contratos de empresas para a realização de obras nas rodovias federais, houve uma redução de 40% no ritmo de trabalho nos canteiros em 252 contratos, e que várias delas estudam paralisar as obras em razão da demora nos pagamentos.

De acordo com o presidente da ANEOR, José Alberto Pereira Ribeiro os pagamentos das medições das obras geralmente ocorria a cada 30 dias após a sua execução, mas a situação começou a mudar em setembro do ano passado, quando os pagamentos passaram a atrasar.

(Com Agências)

NO CEARÁ, a reclamação é geral no que diz respeito ao quadro de buraqueira em vários pontos de rodovias. Por aqui, o Dnit diz estra fazendo licitações. Demoradas, por sinal.

Centro de Fortaleza esvaziou quando perdeu sede de poderes. Hoje, só o Paço Municipal

213fb-dsc00205

Só o Paço Municipal resiste no Centro.

“O Centro de Fortaleza não foi só o motor econômico e cultural da Cidade de Fortaleza durante anos. De lá, emanava o poder político que se irradiava pelo Estado. Lá, onde hoje está apenas a sede da Prefeitura, no Paço Municipal. também já estiveram a Assembleia Legislativa, a sede do Governo Estadual e a própria Câmara Municipal.

Para Romeu Duarte Júnior, chefe do Departamento de Arquitetura da Universidade Federal do Ceará, a decisão foi fatal para o bairro. “Com isso, houve um esvaziamento terrível do Centro”, diz. De acordo com o professor, não é por acaso que os novos endereços das instituições se tornaram algumas das áreas mais nobres da cidade. Ao Centro, restou o comércio voltado para as classes mais baixas, que, inevitavelmente, cessa por volta das 19 horas. E o bairro fica deserto.

De acordo com Romeu Duarte, o esvaziamento não ocorreu por acaso. Os governos militares dispersaram o que ele chama de “símbolos de poder” para evitar manifestações populares e, consequentemente, despolitizar o bairro. “Foi um reflexo urbanístico do que acontecia no plano político”, declara o arquiteto.

Revitalização

Na opinião do professor, a estratégia da atual administração municipal de tentar trazer as instâncias administrativas de volta para o Centro – como o retorno da Prefeitura ao Paço Municipal – é acertada. Segundo ele, o poder público acaba funcionando como atrator para iniciativa privada. “É uma iniciativa importante para que a gente possa consertar o Centro”, declara. Ele também elogia a iniciativa do presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (Pros), de tentar levar o Legislativo municipal de volta para o bairro.

O presidente adianta que o projeto deve retornar com mais energia depois do recesso da Casa. Após conquistar simpatia dos colegas vereadores à ideia, ele vai buscar apoio junto às entidades representativas da comunidade do Centro, como o Sindicato dos Comerciários e a Câmara dos Dirigentes Lojistas. De acordo com o vereador, em conversas informais todos têm se mostrado entusiasmados com a proposta. A expectativa é de que a transferência de fato sirva como um impulso para a revitalização do bairro.

Apesar disso, ele não tem esperanças de conseguir realizar a transferência antes do fim de seu mandato. Segundo Salmito – que concorda com a tese de que o esvaziamento político do Centro foi para afastar os governantes da população -, tudo está sendo feito com cautela para que a transferência seja “irreversível”.

(O POVO – Por Renato Souza))

UVA terá concurso para professor efetivo

O governador Camilo Santana (PT) autorizou a realização de concurso público para provimento de 39 vagas para o cargo de professor efetivo da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). A medida atende a um compromisso assumido pelo governador logo no início da gestão. Os novos professores efetivos, das classes assistente e adjunto, irão suprir uma demanda identificada a partir de reuniões realizadas entre o Governo e a Universidade.

O quadro de vagas prevê a seleção de docentes com mestrado e doutorado que assumirão disciplinas em 16 cursos de 6 áreas de ensino. São eles: Administração (1 vaga para mestre), Ciências Contábeis (1 vaga para mestre), Biologia (1 vaga para doutor), Zootecnia (2 vagas para doutor), Matemática (6 vagas para mestre), Física (2 vagas para mestre e 1 para doutor), Química (1 vaga para mestre e 2 para doutor), Ciência da Computação (2 vagas para mestre), Filosofia (1 vaga para doutor), Letras – Inglês (1 vaga para doutor), Pedagogia (1 vaga para doutor), Geografia (2 vagas para doutor), História (1 vaga para mestre e 1 para doutor), Ciências Sociais (3 vagas para mestre e 2 para doutor), Enfermagem (2 vagas para mestre e 1 para doutor) e Educação Física (5 vagas para mestre).

(Site do Governo)

Ministério do Planejamento divulga nesta quarta-feira atualização sobre cortes orçamentários

“O Ministério do Planejamento divulga hoje (22) o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas. Lançado a cada dois meses, o documento atualiza os parâmetros oficiais da economia e as previsões de arrecadação, de gastos e de cortes no Orçamento. O relatório pode trazer revisões da meta de superávit primário – economia de recursos para pagar os juros da dívida pública.

Com base no documento, o governo edita um decreto de programação orçamentária, com novos limites de gastos para cada ministério ou órgão federal. Na última versão, divulgada no fim de maio, a equipe econômica tinha projetado queda de 1,2% para o Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país) e inflação oficial de 8,26% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

No relatório passado, o governo contingenciou (bloqueou) R$ 69,9 bilhões do Orçamento Geral da União deste ano. O corte foi necessário para cumprir a meta de superávit primário de 1,1% do PIB (R$ 66,3 bilhões). Por causa da frustração de receitas, o governo pode diminuir a meta de esforço fiscal para este ano, mas a alteração precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional, que terá de alterar a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2015.”

(Agência Brasil)

Heitor Férrer – Saúde ficou com rombo de R$ 400 milhões

heitor-ferrer

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

As contas da saúde pública do Ceará estão desequilibradas. Pós-euforia com a construção de hospitais regionais, UPAs e policlínicas, o setor encontra-se na UTI financeira e amarga um déficit considerável. Dados apresentados pelo secretário interino da Saúde, Henrique Javi, para um grupo de deputados, representantes da sociedade civil e do Sindicato dos Médicos atestaram que há um rombo de R$ 400 milhões/ano no orçamento, o que tem comprometido o custeio da máquina e a prestação dos serviços à sociedade.

Para o deputado Heitor Férrer (PDT), que estava nessa reunião, na sede da Sesa, está comprovada “a falta de planejamento do Governo Cid Gomes no que se refere ao funcionamento do sistema, e a pasta enfrenta enormes dificuldades pela falta de controle das informações”.

Segundo Heitor, é preciso “urgente reordenamento do setor para que a população possa ser efetivamente atendida com serviço de qualidade, pois da forma que se encontra, não pode permanecer.”

Espaço Cultural Correios apresenta personagens no entorno da agência do Centro

foto fotografia exposição correios

O Espaço Cultural Correios Fortaleza, na Agência Central, é palco, até o dia 12 de setembro, de uma exposição de 22 fotografias – além de vídeos documentais, em comemoração aos seus 10 anos de instalação. A exposição “Afetos Urbanos”, dos artistas e fotógrafos Marília Oliveira e Régis Amora, retrata a memória afetiva de personagens que habitam os espaços no entorno da Agência Central dos Correios de Fortaleza.

A exposição “Afetos Urbanos” conta ainda com intervenção em grafite e estêncil do grupo Acidum Project, vídeos documentais com as entrevistas desses personagens do Centro, além de oficinas, palestras e exibição de curtas.

SERVIÇO

* A visitação pode ser feita de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados das 8 às 12 horas.

(Foto – Divulgação)

Governo decide hoje redução da meta de superávit fiscal, diz Jucá

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) espera receber até esta quarta-feira (22) retorno do governo sobre a emenda apresentada por ele para mudar a meta de superávit fiscal (economia para pagamento dos juros da dívida) na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015. A meta em vigor para este ano é de economizar R$ 66,3 bilhões, equivalentes a 1,13% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país), mas o senador apresentou emenda à LDO de 2016, propondo modificação da lei de 2015 e sugerindo redução da meta para 0,4%, considerada por ele mais realista, diante da dificuldade do governo em economizar.

Segundo o próprio senador, o governo está fazendo estudos em relação à sua proposta, mas deve considerá-la a mais adequada. “Não está definido ainda, o governo está fazendo estudos e amanhã (hoje) deve me dar um retorno. Mas a tendência é de eles convergirem na direção da minha meta, reduzindo a meta deles”, disse.

No ano passado, o governo não conseguiu economizar para reduzir a dívida pública. Ao contrário, registrou déficit de 0,63% do PIB (R$ 32,53 bilhões). Jucá explicou que economizar mais do que a meta não gera problemas legais, mas se o governo não conseguir alcançar o percentual previsto na lei, será preciso novo projeto no Congresso, revisando a meta, para evitar que seja configurado crime de responsabilidade.

(Agência Brasil)

Fortaleza é sede da Mostra Brasileira de Teatro Transcendental em agosto

foto teatro transcendental

De 19 a 23 de agosto, Fortaleza será sede da 13ª Mostra Brasileira de Teatro Transcendental, no Teatro do Via Sul. O tema este ano será “Ética e cidadania: vamos usar todo dia!”. Nessa terça-feira (21), no Lar Santa Mônica, ocorreu o lançamento oficial da Mostra, que busca conquistar o público jovem.

A programação da 13ª Mostra Brasileira de Teatro Transcendental traz as peças La Nonna (MG), O Fantasma da Minha Sogra (SP), O Velório de Mamãe (CE), Cândido: uma poética espiritual (SP), PatÉticos (RJ), As Irmãs Buonanotte, além do infantil Inconto Marcado (CE), da atriz Danielle Rodrigues, que fez a Narizinho do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

Os interessados em assistir aos espetáculos poderão adquirir seus ingressos a partir desta quarta-feira (22), nos postos de troca localizados nos shoppings Benfica, Via Sul, Aldeota e North Shopping, bem como nas sedes dos GEPES da Piedade e Água Fria. Os ingressos podem ser adquiridos por meio da troca de 2kg de alimentos não perecíveis que serão doados para sete instituições beneficentes.

(Foto – Divulgação)

STF confirma veto de Dilma ao reajuste dos servidores do Judiciário

O Supremo Tribunal Federal (STF) foi informado, nessa terça-feira (21), pelo Ministério do Planejamento que a presidente Dilma Rousseff vetou o projeto de lei que reajusta os salários dos servidores do Judiciário. Caso a proposta fosse aprovada, o aumento da categoria poderia variar entre 53% e 78,56%, dependendo da classe e do padrão do servidor. O veto deve ser publicado nesta quarta-feira (22) no Diário Oficial da União.

O reajuste foi aprovado no mês passado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. O governo afirma que não há recursos para pagar a recomposição. Segundo estimativas do Ministério do Planejamento, o reajuste acarretaria impacto superior a R$ 25 bilhões em quatro anos, nas contas públicas.

Os servidores do Judiciário prometem pressionar os parlamentares para que o veto da presidente Dilma Rousseff ao reajuste da categoria seja derrubado pelo Congresso Nacional. No início da noite, os servidores iniciaram uma vigília em frente ao Planalto. Eles acenderam velas e cantaram o Hino Nacional. Segundo o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Distrito Federal (Sindijus), José Rodrigues Costa, mais de 300 deputados e 50 senadores já assinaram um documento com o compromisso de derrubar o veto.

(Agência Brasil)

Temer diz que não apaga ‘incêndio com gasolina’

O vice-presidente e articulador político do governo Michel Temer disse, nesta terça-feira (21), que os partidos de oposição não devem ser contrários ao governo apenas porque perderam a eleição. “[Os partidos] devem opor-se com uma questão de mérito, não é se opor simplesmente porque perdeu a eleição. No Brasil sempre foi assim. Quem perdeu a eleição acha que tem que contestar. O sistema jurídico impõe que a oposição fiscalize, observe, contrarie. Os que são oposição hoje foram situação no passado e poderão vir a ser situação no futuro”, destacou.

Em seu segundo dia de palestras em Nova York, Temer falou na American Bar Association, seção da Ordem dos Advogados, sobre os desafios institucionais e a coordenação política no Brasil. O vice-presidente lembrou ter assumido a articulação política em um momento “um pouco complicado” da economia brasileira. “A coordenação política requer construir as condições para a governabilidade e implica diálogo com o objetivo de ouvir demandas, acomodar interesses e somar contribuições. Não me peçam para apagar incêndio com gasolina. Eu apago incêndio com água”, afirmou Temer.

Após a palestra, perguntado sobre a crise política no país depois do anúncio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de rompimento com o governo, Temer reafirmou que a divergência do parlamentar é de natureza pessoal e não representa a posição atual do partido. Temer é presidente do PMDB.

“Não significa uma crise institucional. Pode ocorrer que o PMDB resolva deixar o governo especialmente se, em 2018, pretender ter uma candidatura presidencial. Mas vai fazê-lo singelamente, suavemente, como uma questão política e não uma questão de atrito pessoal”, afirmou.

(Congresso em Foco)

Jaguaruana pede a Camilo a construção de estrada pelos 150 anos do município

foto camilo com josé airton 150721

A prefeita Ana Teresa Barbosa de Carvalho (PT) pediu nesta terça-feira (21) a construção da estrada que liga Jaguaruana a Icapuí, como presente pelos 150 anos de emancipação do município do Baixo Jaguaribe, a 183 quilômetros de Fortaleza. O pedido ocorreu durante reunião com o governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição, que contou ainda com a presença do coordenador da bancada do Ceará na Câmara Federal, deputado José Airton Cirilo (PT).

O aniversário de Jaguaruana ocorrerá no dia 4 de setembro, que terá o apoio logístico do Governo do Estado, conforme antecipou Camilo Santana. “A construção da estrada é um sonho não somente da população de Jaguaruana, assim também de Icapuí”, comentou José Airton, que já foi prefeito da cidade do Litoral Leste do Ceará.

A reunião da prefeita Ana Teresa com Camilo Santana, nesta terça-feira, fez parte da marca dos 100 prefeitos atendidos este ano no Palácio da Abolição. A 100ª reunião foi registrada no encontro com o prefeito de Caucaia, Washington Gois.

“Este é um governo de diálogo. Assim como fizemos com deputados federais, estaduais e movimentos sociais, faço questão de receber os prefeitos para entender as principais necessidades de cada município. Só assim conseguiremos ter um Ceará ainda mais forte”, comentou Camilo Santana.

Cunha pede ao STF decisão rápida sobre citação de delator da Lava Jato

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se reuniu nesta terça-feira (21) com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, para tratar do pedido para suspender a ação penal em que ele foi citado por Júlio Camargo, um dos delatores do esquema de corrupção investigado na Operação Lava Jato.

Cunha e seu advogado, o ex-procurador-geral da República Antônio Fernando de Souza, reuniram-se com Lewandowski, por cerca de uma hora, para pedir agilidade na decisão. De acordo com Souza, o caso é urgente e merece uma decisão rápida, antes mesmo da manifestação do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Mais cedo, o presidente do Supremo  pediu informações ao juiz sobre os depoimentos da Operação Lava Jato. Após receber as informações prestadas por Moro sobre o andamento do processo, o presidente deverá julgar a reclamação de Cunha.

“A reclamação diz respeito exclusivamente à autuação do juiz Moro. No que se refere à inquirição, quanto a fatos que dizem respeito ao deputado, já há um inquérito no Supremo, e esse inquérito é o local adequado para qualquer atividade instrutória própria”, argumentou Souza.

Na semana passada, Camargo – ex-consultor da empresa Toyo Setal – disse em depoimento ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, que Eduardo Cunha pediu US$ 5 milhões de propina para que um contrato de navios-sonda da Petrobras fosse viabilizado. Durante a oitiva, Camargo comprometeu-se a falar a verdade por ter assinado acordo de delação premiada. Após a divulgação do depoimento, Cunha voltou a negar que tenha recebido propina de Júlio Camargo.

(Agência Brasil)

Carro oficial de desembargador do Tribunal de Justiça é alvejado por tiros

O carro a serviço do desembargador Francisco Pedrosa Teixeira, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), foi alvejado por disparos de arma de fogo, no último dia 10 de julho. O órgão de Justiça confirmou nesta terça-feira (21) a veracidade do caso.

Segundo o TJCE, um Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado no 30º Distrito Policial, Conjunto São Cristovão, no último dia 13 de julho. A presidência do órgão foi comunicada do fato e autorizou a abertura de processo administrativo no mesmo dia.

O TJ informou ao O POVO Online que foi encaminhado expediente ao Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira, requerendo a realização de perícia técnica no veículo utilizado pelo desembargador. “A Presidência do Tribunal de Justiça, em continuidade a apuração administrativa dos fatos, abriu o prazo de cinco dias para a manifestação do Des. Francisco Pedrosa Teixeira”, disse o órgão.

Conforme o Tribunal, a investigação está sendo realizada pelo 19º Distrito Policial, Conjunto Esperança. A reportagem entrou em contato com a SSPDS, que informou que o caso “tramita em sigilo”.

(O POVO Online)

Levy diz que ajuste fiscal continua, mesmo se meta de superávit for reduzida

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta terça-feira (21) que o governo “tomará todas as medidas necessárias para fazer um ajuste [fiscal] com vigor e realismo”. Ele ressaltou que uma eventual redução da meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) para este ano, fixada em 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) não representa o fim do ajuste.

“O governo tem plena consciência de que mudar a meta não significa o fim do ajuste. Vai continuar fazendo ajuste”, afirmou Levy. As declarações de Levy ocorrem na véspera da divulgação do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas. Elaborado a cada dois meses, o documento traz reestimativas de arrecadação, metas e projeções sobre o comportamento da economia. Caso haja redução da meta de superávit primário, deve ser informada no relatório.

Levy sinalizou que não descarta medidas de contingenciamento, além das já anunciadas pelo governo. “O relatório [de receitas e despesas] vai refletir a realidade. Tem que fazer um trabalhinho de contingenciamento. Talvez tenha que cortar um pouquinho de despesa.” Em maio, o governo já anunciou contingenciamento de R$ 69,9 bilhões.

Este ano, o governo realiza corte de gastos para conseguir fazer superávit e recuperar a confiança na economia brasileira. No entanto, tem havido dificuldades no ajuste, em função da arrecadação menor que a esperada. Além disso, algumas medidas para reduzir os gastos e aumentar a arrecadação ainda dependem de aprovação do Congresso Nacional. No ano passado, o país fechou as contas com déficit primário de R$ 32,53 bilhões no setor público consolidado.

(Agência Brasil)

Petroleiros da Lubnor e Transpetro entrarão em greve no Ceará

Petroleiros de todo o Brasil farão uma greve de 24 horas na próxima sexta-feira. O objetivo é pressionar por mudanças no novo plano de gestão e negócios aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras, que prevê cortes de US$ 89 bilhões nos investimentos e despesas da estatal, além de venda de ativos que poderá reduzir em US$ 57 bilhões o patrimônio da empresa.

Segundo o presidente do Sindicato dos Petroleiros do Ceará e Piauí, Oriá Fernandes, os petroleiros se manifestarão contra os desinvestimentos e propõem ações para que a estatal continue sendo como uma empresa integrada de energia.

“Isso significará o desmantelamento do Sistema Petrobrás, colocando em risco empregos, direitos e conquistas sociais. A BR Distribuidora, transportadora subsidiária do sistema Petrobras, já está em processo de abertura de capital e outros ativos estratégicos serão entregues ao mercado se os trabalhadores não barrarem esse ataque”, explica Oriá Fernandes.

NO CEARÁ, os trabalhadores concentrarão o movimento grevista em duas localidades: Lubnor, no bairro Mucuripe, e na Transpetro, em Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza). A concentração terá início às 8 horas com atos de protesto.

 

Casa José de Alencar oferecerá oficina sobre prática e teoria do chorinho

Começa no próximo sábado (25) e segue até dezembro, na Casa de José de Alencar, da UFC, o projeto de extensão Oficina de Choro, que consiste no desenvolvimento da prática de tocar choro em grupos, abrindo espaço para maior integração entre músicos e professores da cena local e regional.

O projeto tem como principal objetivo formar pessoas que dispõem de pouca base teórica e prática na execução do choro, mas que têm interesse em ampliar seus conhecimentos no assunto. As inscrições serão feitas no local, a partir das 8h. Após isso, será feita uma seleção dos participantes que continuarão no projeto.

A oficina da aula inaugural será ministrada pelo Prof. Jorge Cardoso, instrumentista e diretor do projeto. O mais recomendado, segundo ele, é que os interessados tenham ao menos conhecimentos básicos acerca da história e da prática do choro. A coordenação é do Prof. Luis Botelho, da Faculdade de Educação da UFC.

SERVIÇO

* O projeto é gratuito e aberto à comunidade. As aulas ocorrem todos os sábados, das 8 às 12 horas, na sala 2 do Centro de Treinamento da CJA, que está localizada na Avenida Washington Soares, 6055, Messejana.

* Professor Jorge Cardoso, diretor do projeto Oficina de Choro – (85) 99754 2717.

(Site da UFC)

 

“Homem Formiga” lidera bilheteria no Brasil

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=DG4WPHaY9xU[/youtube]

Depois de três semanas liderando as bilheterias brasileiras, Minions foi superado pelo estreante Homem Formiga neste fim de semana. O herói da Marvel atraiu 721 071 espectadores entre quinta-feira e ontem, com média de público de 846 por cinema e faturamento de 12,5 milhões de reais, segundo a Rentrak.

Minions foi o segundo mais visto, com 593 650 ingressos vendidos no fim de semana, média de 689 por cinema. Há um mês em cartaz, a animação da Illumination chegou a exatos 6 982 560 espectadores e deve superar a marca dos sete milhões nos próximos dias. O recordista em 2015 é Os Vingadores 2, assistido por mais de dez milhões de brasileiros.

O terceiro colocado na lista da Rentrak é Cidades de Papel. O longa de Jake Schreier baseado no livro de John Green foi visto por 246 730 pessoas em seu segundo fim de semana em cartaz. Apesar da média de público de apenas 435 espectadores por cinema, Cidades de Papel chegou à marca de 1,1 milhão ingressos vendidos no Brasil.

(Veja Online)

Instituto Terramar forma jovens da Zona Costeira na área da comunicação

Comunicação, juventude e turismo comunitário são as palavras-chave do projeto Rede Tucum – Tecendo Comunicação Solidária, realizado na Zona Costeira do Ceará pelo Instituto Terramar com apoio do Instituto Oi Futuro, através do Programa Oi Novos Brasis. O projeto tem como objetivo principal qualificar a participação da juventude para fortalecer a estratégia de comunicação e gestão do turismo comunitário.

São 15 grupos de turismo comunitário em 11 municípios da zona costeira do estado que terão formação em tecnologias de comunicação e informação e produzirão peças direcionadas aos públicos interno e externo.

O Tecendo Comunicação Solidária está previsto para acontecer até o final de 2016 e ainda propõe a estruturação da comunicação da Rede a partir da realização de outras formações, com oficinas temáticas sobre comunicação popular e tecnologias de informação e comunicação, produção de notícias e articulação, implementação de rádios móveis nos núcleos da Rede Tucum das comunidades de Tatajuba, no município de Camocim, Caetanos de Cima, em Amontada e Assentamento Maceió, em Itapipoca.

As atividades beneficiarão diretamente as famílias que atuam no turismo comunitário, pescadores/as artesanais, produtores/as rurais da agricultura camponesa, artesãos e artesãs, estudantes adultos e jovens participantes de associações comunitárias, totalizando 150 pessoas. Por sua vez, trabalhadores e organizações de pequenos pescadores artesanais, agricultores da agricultura familiar e produtores de algas marinhas, associações e grupos de mulheres e jovens artesãos, professores e estudantes de escolas da região totalizam 12.200 beneficiários indiretos.