Blog do Eliomar

Últimos posts

PIB do Ceará registrou queda de 5,54% no terceiro trimestre de 2015

Flavio Ataliba Diretor Geral IPECE

Sem coletiva e sem festa, o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgou, nesta quarta-feira, os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado relativo ao terceiro trimestre de 2015. Pelos números, a economia cearense apresentou um decréscimo de 5,54%.

O resultado foi calculado a partir de uma base de crescimento alto (5,61%), que foi o terceiro trimestre de 2014. Esse resultado foi decorrente principalmente do evento da Copa do Mundo que aqueceu o turismo, alavancando assim o setor de Serviços, o qual representa a maior parte do Valor Agregado do Ceará, com participação de 73,8% no produto estadual.

“Portanto, pode-se concluir que a queda do PIB do Ceará, no terceiro trimestre de 2015, foi intensificada pelo efeito da alta base de comparação”, explica o presidente do Ipece, Flávio Ataliba. Diante do comparativo com o evento esportivo realizado no mesmo período do ano passado, Ataliba destaca: “O impacto é muito grande neste setor. A expectativa é de que em períodos de alta estação, por exemplo, esses índices tendem a apresentar uma recuperação”, pondera ele, acrescentando que esse comparativo é sempre realizado em períodos equivalentes.

O diretor do Ipece acrescenta que esse resultado reflete ainda o atual contexto de crise macroeconômica nacional, que vem afetando as economias de vários estados brasileiros. No caso do Ceará, outro setor que foi afetado por condições adversas, foi a agropecuária. “Estamos no quarto ano seguido de seca. Isso afeta o setor agropecuário, que sofreu decréscimo de 27,75%”.

Do ponto de vista setorial, a indústria cearense tem sido afetada, pois já vinha apresentando queda em 2014, que se acentuou a partir do segundo trimestre de 2015, a qual, associada à queda do consumo das famílias, afetou a atividade do comércio, que representa 16% da atividade econômica do Ceará. “Tanto a queda na indústria quanto a queda no comércio, estão ligadas à queda de confiança dos empresários e das famílias devido ao atual cenário macroeconômico. Portanto é necessário que essa crise política seja solucionada rapidamente para que o ajuste fiscal seja votado e aprovado na sua plenitude, de forma que a confiança possa ser retomada para que se inicie um novo ciclo de crescimento”, acentua Ataliba.

Ataliba destaca ainda que mesmo com a queda na atividade econômica em todo o Brasil, o Estado do Ceará vem mantendo as contas públicas equilibradas. Além disso, apesar das limitações de acesso ao crédito, o Estado está convergindo para terminar o ano de 2015 entre os quatro maiores Estados do Brasil em nível de Investimento Público.

(Com Site da Seplag)

Delegados pedem mais apoio para a Polícia Federal

“A Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) enviou ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, uma carta na qual pede mais apoio financeiro ao trabalho da PF. Entre outras coisas, os delegados se queixam do corte de R$ 133 milhões no “já limitado” orçamento da instituição, conforme previsão da Lei Orçamentária Anual.

A entidade aponta ainda que alguns projetos estratégicos da Polícia Federal, como o do Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) e o do Centro Integrado de Inteligência Policial e Análises Estratégicas (Cintepol) estão “em franco processo de descontinuidade, por absoluta falta de recursos”. Os delegados acusam o ministro de não atuar “no sentido de denunciar e enfrentar esse claro desmonte do órgão”.

“Caso vossa excelência reconheça a sua impossibilidade política em defender a Polícia Federal, os delegados exigem, então, que apoie e se engaje, ao lado da instituição, na busca pela autonomia orçamentária e financeira da Polícia Federal, por meio de gestões para a aprovação da PEC [Proposta de Emenda à Constituição] 412/2009, que tramita no Congresso Nacional, a qual garantirá a desvinculação da Polícia Federal do manto do Ministério da Justiça e que permitirá à instituição Polícia Federal se defender por seus próprios meios contra o processo de desmonte que a ela está sendo imposto”, conclui a carta assinada pelos diretores da associação.

O Ministério da Justiça respondeu com uma nota à imprensa, na qual refuta “de forma dura aquilo que considerou equívocos injustos e absurdos” da carta enviada pelos delegados federais. Segundo a nota divulgada pela assessoria de imprensa do ministério, os dados apontam para um fortalecimento da PF nos últimos anos e não para cortes orçamentários.

“Desde 2003, o orçamento total da instituição, considerando valores atualizados, aumentou em mais de 43%. De 2011 a 2015, o valor total empenhado para gastos com a Polícia Federal cresceu mais de 25%. Desconsiderando o gasto com pessoal, esse crescimento foi de mais de 32%. E, no próximo ano, o orçamento da instituição será maior do que o de 2015”, diz o texto.

O ministério desmente ainda que os projetos estratégicos da PF estejam paralisados e alega que mesmo com todas as restrições orçamentárias impostas pelas dificuldades econômicas em 2015, “a Polícia Federal manteve um orçamento praticamente idêntico ao de 2014”.

(Agência Brasil)

Sai nomeação de mais seis professores para a Uece

O governador Camilo Santana (PT) nomeou, nesta quarta-feira, seis professores efetivos para a Universidade Estadual do Ceará, aprovados no I Concurso de Provas e Títulos anunciado por meio de Edital nº 10-FUNECE, de 08/08/2012, publicado no DOE de 25/09/2012. A nomeação será validada a partir da data de publicação no Diário Oficial do Estado do Ceará.

Os novos professores irão compor o quadro docente da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos – FAFIDAM, em Limoeiro do Norte, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Iguatu – FECLI e para a unidade de Quixadá, no cargo de Professor Assistente, em regime de dedicação exclusiva com carga horária de 40h.

Confira a lista dos aprovados:

Mestre Wanderley de Oliveira Pereira – FAFIDAM
Doutora Lídia Noemia Silva dos Santos – FECLESC
Mestre Vilarin Barbosa Barros – FECLESC
Mestre Elisgardênia de Oliveira Chaves – FAFIDAM
Mestre Leonardo Tavares de Oliveira – FECLI
Mestre Larissa Elfisia de Lima Santana – FECEDI

Camilo cobra repasses no Ministério da Saúde e discute empréstimos com Fazenda

camino2

O governador Camilo Santana e o secretário da Fazenda, Mauro Filho, foram recebidos, nesta quarta-feira, em Brasília, por dois ministros. As audiências foram solicitadas pelo líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT).

Camilo e Guimarães estiveram inicialmente com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, onde houve pedido por recursos para garantir a abertura do Hospital Regional de Quixeramobim. Castro garantiu 50% do custeio, no que a unidade deverá ser aberta até o primeiro trimestre de 2016.

O hospital chegou a ser inaugurada pelo ex-governador Cid Gomes (PDT), mas não teve condições financeiras nem de estrutura para operar.

caminooo

Camilo, Guimarães e o secretário Mauro Filho também mantiveram contato com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, em torno de pleitos e empréstimos financeiros que foram acertados com o então ministro Joaquim Levy.

(Fotos – Divulgação)

Radialista de Nova Olinda diz estar sendo ameaçado

O radialista, advogado e estudante de jornalismo Ranilson Silva registrou nesta quarta-feira, 30, boletim de ocorrência na Delegacia Regional do Crato, a 550 quilômetros de Fortaleza, por ter sofrido ameaça de morte. Ranilson apresenta o programa FM Notícia na Rádio Nova Olinda FM, cidade de mesmo nome vizinha a Crato, no Cariri Cearense.

Ele disse ter sido abordado por quatro homens em duas motos, na noite de terça-feira, 29, quando chegava em casa, em Nova Olinda. Os homens desceram das motos, agrediram fisicamente o radialista e disseram, segundo Ranilson: “Deixe de falar besteira no rádio”.

Ranilson também é assessor de comunicação do prefeito de Nova Olinda, Ronaldo Sampaio, eleito pelo PSD, além de diretor, apresentador e repórter da Nova Olinda FM. De segunda a sexta-feira, Ranilson apresenta o programa FM Notícia.

A ameaça foi registrada no mesmo dia em que duas entidades internacionais divulgaram relatórios sobre a violência contra profissionais de imprensa pelo mundo. De acordo com o Comitê para a Proteção de Jornalistas (CPJ), o Brasil teve em 2015 o maior número de profissionais assassinados em função dessa atividade em um ano: foram seis casos entre janeiro e 23 de dezembro.

Um desses homicídios ocorreu no Ceará, em 6 de agosto. O também radialista Gleydson Carvalho foi morto dentro da Rádio Liberdade FM, de Camocim, a 379 quilômetros de Fortaleza. Duas pessoas invadiram a emissora e executaram o profissional com três disparos de revólver.

A polícia prendeu em Metropolitana de Goiânia (GO), em 25 de setembro passado, dois suspeitos de terem participado do crime. Um deles, Thiago Lemos da Silva, confessor que participou da execução e que recebeu R$ 2 mil. No depoimento, disse que Gleydson foi morto “porque falava demais”.

ESTADÃO conteúdo

Camilo vai inaugurar adutora em Independência

O governador Camilo Santana (PT) vai inaugurar, nesta quinta-feira, a Adutora de Montagem Rápida (AMR) que garantirá o abastecimento de água da sede urbana de Independência (Sertões de Crateús).

A obra faz parte do pacote de quatro adutoras contratadas por meio de leilão reverso presidido pelo próprio governador em meados deste ano. Também receberão abastecimento com AMRs os municípios de Ibicuitinga, Arneiroz e Quixeramobim.

Destas, a primeira já está em fase de testes e as duas últimas têm conclusão prevista para fins do próximo mês de janeiro. A solenidade de inauguração em Independência está prevista para as 9h30.

São 27,6 quilômetros de tubos que levam água do Açude Jaburu II para as torneiras das residências dos quase 20 mil moradores de Independência. O equipamento já está funcionando em operação assistida. O investimento total da obra foi de R$ 7,4 milhões (recursos do Ministério da Integração Nacional, repassados por meio de convênio com a Defesa Civil do Estado).

Prazo de entrega da Rais 2015 começa no dia 19 de janeiro

“O prazo de entrega da declaração da Relação Anual de Informações Sociais (Rais 2015) começa no dia 19 de janeiro e termina em 18 de março de 2016. A regra foi fixada por meio de portaria do Ministério do Trabalho e Previdência Social publicada hoje (30) no Diário Oficial da União.

De acordo com o texto, estão obrigados a declarar a RAIS: empregadores urbanos e rurais; filiais, agências, sucursais, representações ou quaisquer outras formas de entidades vinculadas à pessoa jurídica domiciliada no exterior; autônomos ou profissionais liberais que tenham mantido empregados no ano-base; órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional dos governos federal, estadual, e municipal; conselhos profissionais, criados por lei, com atribuições de fiscalização do exercício profissional, e as entidades paraestatais; condomínios e sociedades civis; e cartórios extrajudiciais e consórcios de empresas.

A portaria estabelece ainda que o empregador que não entregar a RAIS no prazo previsto, que omitir informações ou que prestar declaração falsa ou inexata, ficará sujeito a uma multa prevista no art. 25 da Lei nº7.998, de 11 de janeiro de 1990.”

(Agência Brasil)

Governo regulamenta refinanciamento das dívidas de Estados e Municípios

“O Governo Federal regulamentou as condições nos contratos de refinanciamento de dívidas dos estados e municípios com a União. O decreto foi publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União de ontem (29) e regulamenta a Lei Complementar 148/2014, que alterou os critérios de indexação aplicáveis aos contratos.

A regulamentação da lei foi uma das reivindicações apresentadas por um grupo de governadores ao ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, na última segunda-feira. Segundo o Ministério da Fazenda, a aplicação da lei impactará mais de 200 contratos de refinanciamento de dívidas celebrados entre estados e municípios com a União. Deverá permitir aos devedores a redução em seus pagamentos futuros para a União. O ministério ressalta que a lei não provoca impactos para a dívida pública e não afeta o resultado primário da União e de estados e municípios.

Em junho deste ano, o Congresso Nacional aprovou a prorrogação para 31 de janeiro de 2016 da aplicação do novo indexador para as dívidas de estados e municípios, mas o texto precisava de regulamentação. O texto determina que a partir dessa data, o governo deverá corrigir os débitos pela taxa Selic ou pelo IPCA – o que for menor – mais 4% ao ano. A lei concede desconto sobre os saldos devedores dos contratos de refinanciamento de dívidas dos estados e dos municípios.”

(Agência Brasil)

Eleições 2016 – Raimundão pode não disputar a reeleição

raimundoa

O prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo (PMDB), pode não disputar a reeleição ano que vem. É o que ele admite, observando os cenários da economia e, principalmente, o quadro financeiro de uma gestão de queda de arrecadação e repasses do FPM.

Raimundão, como é conhecido, reclama que perdeu mais de R$ 22 milhões neste ano, o que dificultou a realização de uma série de projetos.

Mas ele não diz que sua popularidade anda em baixa e que chegou a ser afastado da Prefeitura, em junho deste ano, acusado pelo Ministério Público de improbidade administrativa

Voto será impresso a partir de 2018

Nas próximas eleições para presidente, governadores, senadores e deputados, em 2018, a votação continuará sendo eletrônica, mas os votos serão impressos. Essa modalidade de comprovação da votação foi aprovada duas vezes pelo Congresso Nacional — uma quando da reforma Política e outra quando derrubou o veto da presidente Dilma Rousseff.

Ao chegar da Câmara dos Deputados ao Senado em julho, o PLC 75/2015, que deu origem à Lei 13.165/2015, já previa a obrigatoriedade de impressão do voto. No entanto, a Comissão da Reforma Política atendeu a uma recomendação do Tribunal Superior Eleitoral, acabando com essa exigência. Os técnicos do TSE argumentaram que imprimir votos é muito caro.

O veto foi derrubado em dezembro com os votos de 368 deputados e de 56 senadores. Assim, segundo a Lei 13.165/2015, no processo de votação eletrônica, a urna imprimirá o registro de cada voto, que será depositado em local lacrado, sem contato manual do eleitor. Ainda de acordo com a legislação, essa regra deve valer nas próximas eleições gerais – em 2018.

(Com TSE)

Eleições 2016 – Tomás Figueiredo está no páreo em Santa Quitéria

figuieiedo

Em Santa Quitéria (Zona Norte), o PMDB vai ter candidato a prefeito em 2016. O nome: Tomás Figueiredo, que já foi prefeito desse município. Ele trocou o PSDB pelo PMDB do senador Eunício Oliveira e vem costurando uma composição política com o DEM.

“Estamos pré-candidatos para fazer nossa cidade voltar a se desenvolver. Santa Quitéria parou!”, reclama Figueiredo, lamentando que o atual prefeito, Fabiano Lobo, que deixou o PMDB, mesmo jovem, não incrementou a gestão.

Prefeitura de Fortaleza convoca 43 aprovados em concurso na área médica

“A Prefeitura de Fortaleza está convocando os 43 candidatos aprovados no concurso público realizado em setembro desse ano para os cargos efetivos, conforme edital Nº 045/201. Os médicos devem assumir nos hospitais distritais Evandro Ayres de Moura (Frotinha de Antônio Bezerra), Maria José Barroso de Oliveira (Frotinha de Parangaba) e Edmilson Barros de Oliveira (Frotinha de Messejana).

Os aprovados devem seguir dois passos. Primeiro, comparecer, no período de 11 a 13 de janeiro de 2016, à junta médica do Instituto de Previdência do Município (IPM), portando os exames: hemograma completo, VDRL, sumário de urina, raios X do tórax (PA) com laudo, laudo psiquiátrico, avaliação oftalmológica e ECG com laudo. Em seguida, os candidatos devem entregar sua documentação no dia 19 de janeiro de 2016, na Secretaria Municipal da Saúde. Os documentos estão presentes no Diário Oficial do Município, Nº 15.673, publicado em 21 de dezembro de 2015.

As especialidades selecionadas pelo concurso foram traumatortopedia, pediatria, anestesiologia, cirurgia geral, clínica médica e medicina intensiva.”

(POVO Online)

Centro de Fortaleza e uma revitalização prometida a cada Ano Novo

70 1

Com o título “Feliz Ano Novo para o Centro”, eis artigo do geógrafo e professor emérito da UFC, José Borzacchiello, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Ele volta a cobrar revitalização do Centro de Fortaleza, promessa antiga e sempre repetida, a cada ano, pelo prefeito de plantão. Confira:

E lá se vai mais um ano e o Centro continua abandonado. Reuniões e mais reuniões, propostas e projetos acontecem e o Centro da Cidade se ressente ainda pela falta de ações compatíveis com sua dinâmica e significado. A gestão pública, entretanto, tem sido frágil e incapaz de empreender ações, consoante o papel exercido pelo Centro.

A Cidade cresceu muito, surgiram novos bairros com muitas oportunidades de comércio e de serviços. Aldeota, Montese, Guararapes Parangaba e Messejana são territórios em processo de transformação. O Centro prosseguiu em sua saga dinâmica, ampliou seu raio de ação, integrou novas áreas, virou centro expandido se refuncionalizou e assumiu o papel de grande centro da periferia metropolitana. Qualquer tentativa de trazer o antigo centro de volta será frustrada.

O Centro tem que ser pensado e planejado com o potencial de seus novos sujeitos sociais, integrantes da cena urbana mais expressiva da Cidade. Tem e devem ser assumidos pelos gestores, pois são eles que dinamizam a área central e apontam suas demandas e necessidades para seu ordenamento e organização. A tentativa oficial de retomada de antigas funções deve ser bem pensada. O Centro de Fortaleza é dinâmico porque mantém o comércio de rua vivo e movimentado.

Na Cidade, todos os caminhos levam ao Centro e é nele que todos se encontram. Polo cultural por excelência e excepcional entreposto comercial de trocas e de serviços, em suas ruas uma multidão se movimenta em todas as direções. Comerciantes, empresários, estudantes, camelôs, artistas de rua animam e fazem do Centro um lugar alegre e concorrido. Políticas de segurança e limpeza públicas eficientes garantiriam tranquilidade e exerceriam forte impacto sobre os usuários do Centro da Cidade.

É uma área carente de políticas públicas capazes de gerar um novo ordenamento urbano que melhore as condições de vida, sem descaracterizá-la.

Na condição de espaço múltiplo e único da Cidade, pensar o Centro pressupõe atender antigas demandas da sociedade contemporânea preocupada em preservar o patrimônio do passado sem abandonar o conforto e as facilidades decorrentes das novas tecnologias. Restringir o trânsito na área central exige alternativas de mobilidade urbana que facilite a acessibilidade.

A retirada do automóvel só pode ser pensada com a construção de bolsões de estacionamentos em áreas periféricas ao Centro, garantindo acesso aos usuários. O alargamento e a melhoria das calçadas são urgentes. Atrair novos moradores para a região central é uma estratégia positiva para dinamizar e democratizar diferentes territórios, especialmente, no período noturno. 

Que o ano de 2016 seja mais generoso com nosso querido Centro. Que possamos frequentar seu comércio tranquilamente, assistir mais espetáculos no Theatro José de Alencar e no Cineteatro São Luiz, assistir missas e cultos em suas igrejas e templos, passear em suas praças, se divertir ao entardecer e nos fins de semana. Que o 

Centro seja mais nosso!

*José Borzacchiello da Silva

borza@secrel.com.br

Geógrafo e professor emérito da UFC.

Servidores da Seduc ampliam carga horária, mas o salário ó!..

Pouco mais de mil servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Seduc) decidiram há quatro anos ampliar a carga horária de seis para oito horas diárias, inseridos no Grupo Ocupacional de Apoio da Educação (ADO). Desde então, seus salários não acompanharam o acréscimo da carga horária e os vencimentos continuam parados no tempo.

A reclamação é da presidente da Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Asseec), Rita de Cássia Gomes, ao cobrar a promessa do governador Camilo Santana, em reunião em maio, no Palácio da Abolição.

“São 1.087 servidores da Educação que não tiveram a remuneração atualizada. Creio que falta vontade política para reparar esse erro. Não adianta só conversar, o Governo precisa resolver”, afirmou a sindicalista.

Segundo Rita de Cássia Gomes, a situação este ano ainda bateu à porta do secretário de Educação, Maurício Holanda; da assessoria jurídica da própria Seduc; da Procuradoria Geral do Estado; da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag); além de gabinetes de deputados na Assembleia Legislativa.

Anvisa suspende fabricação e propaganda irregular de produto emagrecedor

“Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (30) no Diário Oficial da União determina a suspensão da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e do uso do medicamento Natu Diet com a seguinte composição: sene, gelatina, cáscara sagrada, espirulino, cavalinha, espinheira santa, fucus e carquejo doce.

De acordo com o texto, foi constatada a existência de propaganda irregular do medicamento veiculada no endereço eletrônico: www.natu.diet e www.comprenatudiet.com.br, com as seguintes alegações terapêuticas: reduz apetite, acelera o metabolismo, elimina gordura localizada e diurético.

Ainda segundo a Anvisa, foi comprovada também a inexistência de registro do produto como medicamento e a ausência de identificação do fabricante no rótulo. A agência determinou a apreensão e inutilização de todas unidades do produto encontradas no mercado.”

(Agência Brasil)

Professores e pessoal da saúde de Caucaia reclamam de atraso no pagamento

salalssd

Os professores da Prefeitura de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) vão passar o Ano Novo sem dinheiro no bolso. O pagamento do mês de dezembro, segundo calendário oficial, previa desembolso para esta quarta-feira (30). Houve, no entanto, o adiamento para o dia 5 próximo.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a mudança ocorreu porque atrasou o repasse do Fundef, que atende aos professores.

A Assessoria de Imprensa de Caucaia adianta também que o desembolso de dezembro do pessoal da Saúde, complementado com verbas do Ministério da Saúde, só será liquidado no dia 10. Também o MS atrasou o repasse.

Brasil fecha 2015 com alta no desemprego

“Tomando por base a média dos três primeiros trimestres deste ano, a taxa de desemprego prévia do Brasil em 2015 seria de 8,4%, superando as taxas médias registradas no mesmo período de 2014 (6,9%), 2013 (7,4%) e 2012 (7,5%). “Porque tem mais pessoas procurando trabalho”, ressaltou, em entrevista à Agência Brasil, o coordenador de Trabalho e Rendimento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estatístico Cimar Azeredo.

Os dados consideram os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua). Isso significa, segundo ele, que em termos da taxa de desocupação, o Brasil fecha o ano com mais pessoas procurando emprego do que havia no ano passado.

Assim, a taxa se mostra mais alta. “Então, você tem mais pessoas na fila de desocupação do que em anos anteriores. A desocupação está crescendo em função de mudanças que ocorrem na estrutura do mercado de trabalho”.

Azeredo destacou que, no último trimestre de 2015, houve uma queda expressiva no número de pessoas trabalhando com carteira assinada. Foram 1,273 milhão de pessoas a menos em relação a 2014. Essas pessoas, que estavam sob uma rede de proteção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do seguro-desemprego, usaram esses recursos e acabaram aumentando o contingente da população trabalhando por conta própria ou como pequenos empregadores, que montaram o próprio negócio.

“Houve uma queda do emprego, mas a queda da população ocupada não existiu”, assegurou. Essa mudança no mercado de trabalho traz uma perda de estabilidade dentro do domicílio e força filhos que estão no ensino médio ou superior e mesmo pessoas mais idosas a procurar emprego para tentar manter o nível de vida que foi perdido.

Esse processo fez a taxa de desocupação aumentar, indicou Azeredo. “Não houve redução do número de ocupados. Houve redução do número de empregados (formais), que começaram a trabalhar por conta própria. A mudança na estrutura desse mercado leva a uma quebra na estabilidade no domicílio e essa perda de estabilidade faz aumentar a fila da desocupação”, reiterou.

A análise do momento atual mostra que a população ocupada está estável, mas a fila de desocupação cresceu por conta da mudança na estrutura do mercado. Cimar Azeredo salientou, inclusive, que a força de trabalho no Brasil aumentou em 2015. O país tinha no terceiro trimestre 2 milhões a mais de pessoas na força de trabalho, que envolve a população ocupada mais a população desocupada, que está pressionando o mercado para entrar.”

(Agência Brasil)

Saudade da toga e dos seus privilégios

Joaquim_Barbosa

Joaquim Barbosa se aposentou antes da “expulsória”, mas não abriu mão de todas as vantagens da toga.

O ex-presidente do STF pediu um favor ao sucessor e desafeto, Ricardo Lewandowski: que mandasse um ofício ao Itamaraty solicitando a renovação de seu passaporte diplomático. Barbosa justificou que havia perdido o documento.

Como ex-ministro do Supremo, ele não tem mais direito ao passaporte especial — que garante fila especial em aeroportos e dispensa de visto para alguns países, mas há ex-ceções mediante autorização do ministro de Relações Exteriores, a quem Lewandowski enviou o ofício.”

(Coluna Radar, da Veja Online)