Blog do Eliomar

Últimos posts

Renan Calheiros marca votação do reajuste do STF para o dia 6 de setembro

foto renan calheiros e lewandowski

“A votação do reajuste dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no plenário do Senado será no dia 6 de setembro, semana seguinte à conclusão do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. A informação foi dada hoje (24) pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), que disse que, junto com o presidente da República interino, Michel Temer, firmou esse compromisso com o Judiciário.

Perguntado se o momento atual da economia brasileira permite um reajuste com um efeito cascata tão grande na União e nos estados, Renan minimizou o impacto. “A repercussão é pequena, não afeta o equilíbrio fiscal. O Brasil está funcionando, as instituições estão funcionando, os Poderes têm uma relação harmônica, mas independente, mas não significa dizer que nós vamos compartilhar o entendimento de que problema fiscal do Brasil é em função do reajuste do Poder Judiciário. Isso é uma pequenez, que restringe muito a discussão e não dá para concordar com ela”, disse. Segundo Renan, em 2016, o impacto será de R$ 200 milhões.

O presidente do Senado também reconheceu que o tema enfrenta resistências e divide parlamentares de siglas como PMDB, PSDB e DEM, que apoiam o governo Temer. Tucanos e democratas não concordam com o reajuste. “Há uma resistência, ela é natural. Eu lamento que essa resistência não tenha acontecido quando o Congresso aprovou o reajuste do Judiciário como um todo e de outras carreiras”, criticou.

Tramitação

O projeto que reajusta os vencimentos de ministros do STF ainda está na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Para agilizar a votação, há um requerimento de urgência, com assinaturas coletadas pelo PMDB, que pode levar o tema direto ao plenário. Para evitar mais desgastes na base governista, Renan disse que não colocará o requerimento em votação antes do impeachment. Na CAE, a discussão da proposta foi interrompida ontem (23) por um pedido de vista coletivo (mais tempo para analisar a proposta), encabeçado pelo senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO).”

(Agência Brasil)

Debate encerra com alfinetadas de Heitor e Luizianne

142 1

debatee

Num bloco de direito de resposta, a petista Luizianne Lins garantiu que não é novidade escola de tempo integral em Fortaleza. Quis dar uma resposta ao prefeito Roberto Cláudio, no que o prefeito voltou a afirmar: Fortaleza não tinha tempo integral.

Já o Capitão Wagner disse que quer trocar as obras grandes por grandes obras e cuidar das pessoas e que ali não estava para acusar nem ser acusado, observando ser uma pessoa ilibada. Referiu-se a partidos de sua base envolvidos em investigações da Lava Jato.

Nas considerações finais, última etapa do debate da TV Cidade, Tin prometeu escola de tempo integral. Já o Capitão Wagner convidou para a inauguração, nesta noite de quarta-feira, do seu comitê central.

Já Heitor disse não ter campanha milionário, nem chefe e nem padrinhos. Garantiu que vai acabar com a indústria da multa, pavimentar a cidade onde tiver terra e promover um grande programa de saúde. Ronaldo Martins assegurou uma gestão voltada para as pessoas.

Roberto Cláudio, em sua vez, agradeceu ao povo de Fortaleza, observando que implantou muitas obras e ações, mas que é preciso fazer mais.

Luizianne Lins agradeceu o carinho que vem recebendo. Aproveitou para lembrar algumas de suas obras no plano da drenagem e ações como Reveillon e o Pré-Carnaval.

A polêmica sobre armar a Guarda Municipal

captiaowaggnndeb

Ainda no campo do debate da TV Cidade, o candidato Heitor Ferrer prometeu “acabar com a farra de se contratar empresas de terceirização”. Disse que vai priorizar o concurso público.

Heitor, indagando Capitão Wagner sobre armar a Guarda Municipal, acentua que isso não resolve, no que o candidato do PR defende essa tese “porque o guarda municipal coloca sua vida em risco”. Ele explica que é a favor de treinamento e equipamentos adequados do guarda municipal para que ele seja parceiro da Polícia.

Sobre violência, o Capitão Wagner lembrou de novo que é professor e, como tal, defende a educação como arma contra a violência.

“Indústria da multa” – Heitor chama fotossensores de “ladrões” e promete tirar 50% deles

188 2

heitdebate

O candidato Heitor Férrer indagou de Roberto Cláudio sobre saúde. Citou o Datafolha expondo índice de 55% de falta de atendimento, no que o prefeito afirmou que ele olhou a pesquisa errada. Citou que a grande maioria aprovou os postos e destacou que a pergunta na pesquisa era se utilizou ou não postos de saúde. Prometeu reduzir as filas.

Para Heitor, os números da pesquisa Datafolha são irrefutáveis. Prometeu o programa “Saúde em Casa”. O prefeito disse que insistia que o socialista não leu a pesquisa corretamente. Mudando de assunto, informou que os atendimentos aumentaram e que luta para ajustar a oferta de medicamento.

O socialista chegou a observar que a queixa maior da atual administração é de que ela não olha para a periferia, no que indagou o que Tin Gomes faria para mudar esse quadro. Tin prometeu uma cidade mais humana e mais justa. Garantiu que os serviços vão chegar a todos.

Heitor anunciou ter o projeto Nosso Chão, que aproveita material da construção civil, fazer laje e pavimentar a cidade. Também falou sobre outro projeto: Sua Casa. Tin aproveitou para assegurar que vai garantir calçamento, asfalto e arborização.

Para Luizianne Lins, o socialista disse: “Temos a obrigação de prender um ladrão solto na cidade que é o fotossensor”, no que a petista destacou que fotossensor tinha que ser sinalizado e com objetivo de reduzir acidentes e sem pegadinha. “Fortaleza está passando de todos os limites da indústria da multa”, alfinetou. Heitor, por sua vez, prometeu tirar 50% dos fotossensores que “são ladrões” e enchem os bolsos da Prefeitura e o pior: não há campanha de educação.

Roberto Cláudio promete ampliar mobilidade e Luizianne diz que pintar o chão não é ciclofaixa

robertoodeb

Roberto Cláudio prometeu expandir ônibus com ar condicionado e concluir a reforma de terminais. Heitor Férrer, indagado pelo prefeito, prometeu investimento em mobilidade. O prefeito aproveitou para expor o que vem fazendo em áreas como educação. Disse que aposta em educação de tempo integral, lembrando que não havia nenhuma. informou que já implantou 17 unidades nessa área.

Ronaldo Martins aproveitou para lamentar que não há escola de tempo integral suficiente para todas as crianças. Chegou a comparar ao Ronda do Quarteirão, que era uma policia diferenciada de outra que andava em carro quebrado e sem ar condicionado.

rronaldo

O prefeito continuou expondo o que vem fazendo na educação e, principalmente, na periferia. Considerou irreversível para a cidade apostar em escola de tempo integral. Já Ronaldo prometeu criar o passe livre escolar.

Tin Gomes, sobre mobilidade urbana, afirmou ser necessário colocar ciclovias sem que isso prejudique também a circulação de carros. O prefeito aproveitou para informar que, quando o VLT estiver operando, haverá ampliação do Bilhete Único. O candidato Tin Gomes observou que isso é bom, mas não é tudo e disse que a avenida Bezerra de Menezes precisa ser revista, pois gera congestionamento no atual modelo.

luizannedebate

O prefeito indagou de Luizianne Lins sobre ciclofaixas, no que ela deixou claro que era projeto seu. Luizianne indagou qual o índice de acidentes nessas ciclofaixas. Roberto Cláudio disse que parte foi lançada em governos anteriores, mas que a atual gestão implantou. Prometeu ampliar mais 150 km de ciclofaixa, no que Luizianne ironizou: nada de pintar o chão dizendo que é ciclofaixa.

Acrescentou a candidata petista que, em sua época, fez o projeto “Pedala Fortaleza.

Educação e emprego entram na pauta do debate

tingomedebate

No campo do emprego, Luizianne Lins disse que, em sua gestão, criou o maior número de empregos formais e até apoiou jovens através do Cred-Jovem. O Capitão Wagner prometeu crédito para empreendedores que queiram, por exemplo, carrinho de pipoca ou outro tipo de atividade.

Tin Gomes, nesse aspecto, informou que educação é o fator de investimento para melhorar a qualidade do emprego. Aproveitou para dizer não acreditar na tese atual do tempo integral.

O Capitão Wagner, referindo-se para uma professora da periferia, que vai reforçar o trabalho da Secretaria Municipal da Educação e que escola tem que está aberta de domingo a domingo à disposição da comunidade.

Heitor promete reforçar postos de saúde e criar o “Saúde em Casa”

heitdebate

Dentro do debate da TV Cidade, num pedido de direito de resposta, Luizianne Lins assume o Vila do Mar como obra sua, enquanto o prefeito, que fez 400 metros, diz que o projeto é seu.

Já o Capitão Wagner disse, no debate, que sua mãe sofre com chikungunya, no que indagou de Heitor Férrer ainda no plano da saúde e assistência aos mais carentes. O socialista reiterou que postos de saúde vão funcionar. A atual administração não tem tido zelo para cuidar das pessoas. Prometeu criar o “Saúde em Casa”, levando atendimento a quem precisa em sua casa.

O Capitão Wagner indagou de Roberto Cláudio sobre quadro em que Fortaleza vive epidemia de dengue e de chikungunya, com lama na porta dos moradores da periferia. Prometeu o candidato instalar sete usinas de reciclagem e lixo par gerar riqueza, no que o prefeito lembrou estar implantando ecopontos e que vai tirar mais de 60 comunidades do lixo com recursos fechados com o BID.

captiaowaggnndeb

Capitão Wagner indagou de Ronaldo Martins sobre como enfrentar a violência de Fortaleza, lamentando que “o bandido está solto e o cidadão está preso”, no que o candidato do PRB informou que colocará a Guarda Municipal treinada e armada. “Quem está sendo assaltado, levando coronhada e tiro é o povo”, acentuou.

O candidato Capitão Wagner, sempre citando moradores de algum bairro, prometeu ocupar praças e montar uma Guarda Municipal treinada e com monitoramento nas praças. Já Ronaldo revelou que vai iluminar toda a cidade e não só em ano de eleição.

Prefeito diz que precisaria de um programa para responder informações falsas de Luizianne

robertoodeb

“Eu precisaria de um programa inteiro para responder as informações falsas da deputada”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio, rebatendo colocações de Luizianne Lins. Sobre obras, disse que não eram só dela e que ela não teve competência para fazer, em oito anos, os projetos. Luizianne indagou dele que cite um só projeto licitado. Reiterou que tudo foi dela e disse que RC tem mania de colocar placa em obra que não é sua.

Luizianne aproveita indagação a Ronaldo Martins para criticar a gestão municipal, diz que criou uma secretaria de Juventude. Citou que fez três Cucas e o prefeito não fez nenhum, quando prometeu ampliar essa rede.

luizannedebate

Luizianne promete tarifa social também aos sábados

luizannedebate

A candidata Luizianne Lins lamentou o “sucateamento” dos laboratórios de informática e bibliotecas feito no primeiro ano da atual gestão. Nesse item, Capitão Wagner disse que como professor e, vereador na época, lamentou e prometeu resgate na área. Luizianne também bateu na área da educação e na baixa qualidade da merenda e creches que só funcionam até o meio-dia.

A petista criticou a saúde. Disse que contratou mais de 6 mil profissionais. Disse também que era prometido remédio em casa e não existe. “A situação é muito grave!”, lamentou.  Nesse mote, Heitor reiterou que vai priorizar os postos de saúde.

Luizianne indagou Tin Gomes que foi seu vice-prefeito na primeira gestão dela. Lembrou da tarifa social, mais de 10 mil gratuidades para deficiente físico e perguntou sobre propostas dele para essa área. Tin reconhece que houve avanços nesse segmento,mas lamenta que há ônibus com ar condicionado e outros não tem esse benefício, citou vias pavimentadas e outras abandonadas e sem arborização.

Luizianne disse que a tarifa social aos domingos deu certo e, por isso, propõe igual tarifa aos sábados. Tivemos três aumento de passagem em oito anos e agora foram três só na atual gestão.

Capitão Wagner promete armar a Guarda Municipal

captiaowaggnndeb

A petista Luizianne Lins voltou a lamentar que o Hospital da Mulher, obra sua, está totalmente descaraterizado. Equipamentos sem uso, fugiu da sua finalidade e é comandado até por um pediatra. Ela prometeu resgatar esse estabelecimento, ao ser indagado pelo candidato Ronaldo Martins no debate da TV Cidade.

Capitão Wagner (PR), indagado sobre segurança pública, destacou propostas como melhoria da iluminação pública, ocupação de espaços públicos com atividades culturais e de lazer e instalação de câmeras de videomonitoramento. prometeu equipar a Guarda Municipal com arma, inclusive.

Num direito de resposta, o prefeito disse que reduziu 7 mil cargos comissionados. Disse também que tem média de 45% de gastos médio com pessoal.

Ronaldo e Heitor falam de máquina cheia de comissionado e até “funcionário fantasma”

rronaldo

O candidato Ronaldo Martins (PRB) bateu duro na política de trânsito e, em especial, os fotossensores. Chamou de caixa-preta, porque fatura mais de R$ 60 milhões. Não falou período. Jogou para o prefeito Roberto Cláudio essa situação.

O prefeito lamentou esse discurso fácil e informou que o que se fatura de multas não dá para o custeio da AMC. Prometeu continuar “salvando vidas”, adiantando que 57% de mortes de ciclistas foram evitadas com redução da velocidade, conforme orientação de uma consultoria internacional.

heitdebate

Mais de R$ 3 bi são destinados para pagamento de pessoal, segundo o candidato Ronaldo Martins. Indagou de Heitor o que fazer com esse quadro? Heitor prometeu reduzir os 4 mil cargos comissionados. Disse que reduzir e enxugar a máquina será a ordem para outras prioridades como saúde, moradia, etc.  Disse respeitar terceirizados, mas observou que há muitos para atender a pedidos políticos.

Ronaldo Martins insistiu no inchaço da máquina e afirmou que sobra pouco. Vamos reduzir em 30% esses cargos comissionados e terceirizados”, acentuou o postulante. O socialista até citou funcionários fantasmas na máquina municipal, o que gerou pedido de resposta por parte de Roberto Cláudio.

Saúde predomina no começo dos debates. O prefeito quer investir nessa área

robertocl

Em sua vez, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio afirmou que quer a reeleição para continuar tocando uma série de obras e, principalmente, investir na saúde. Ele adiantou, ainda no campo da saúde, que quer melhorar filas de exames e oferta de remédios. São 23 milhões de remédios distribuídos hoje na Capital.

Heitor Férrer, indagado por Tin Gomes, dentro, do modelo onde candidato indaga aos demais, respondeu sobre saúde. O socialista disse logo que com o orçamento que a cidade tem não dá para resolver os problemas.

Citou R$ 267 milhões para investimentos, um valor “muito, pequeno”. Para ele, otimizar os recursos para cuidar das pessoas é a ordem. Considerou a saúde prioritária e prometeu cuidar desse setor se eleito.

Heitor prometeu investir nos postos de saúde, porque 80% do fortalezense usa esse serviço.

TV Cidade – Começa o debate e Luizianne assume obras tocadas por Roberto Cláudio

207 1

debatee

A TV Cidade de Fortaleza realiza, nesta quarta-feira, debate com seis dos oito candidatos a prefeito. João Alfredo (Psol) e Gonzaga (PSTU) não foram convidados, porque seus partidos não tem representação minima de nove parlamentares na Câmara.

O debate, mediado pelo jornalista Alexandre Medeiros, da emissora, seguirá modelo em que os candidatos indagarão ao candidato. Tin Gomes (PHS) abriu a série de perguntas com Capitão Wagner abordando educação.

Já Ronaldo Martins (PRB) foi indagado sobre as Regionais por Tin Gomes e reafirmou que vai extinguir esses organismos e implantar coordenadorias, porque custam caro (R$ 205 milhões). Tin discordou da extinção e indagou dessa vez a candidata Luizianne Lins (PT), que aproveitou para reiterar que todas as obras em execução foram planejadas em sua gestão. Destacou que o Transfor I e II e algumas obras da Copa saíram da sua administração. Lembrou também que criou a tarifa social e congelou a passagem de ônibus por quatro anos.

Tin Gomes, por sua vez, afirmou que o fundamental é levar os serviços para a periferia da Capital. Já Luizianne voltou a informar obra suas. Disse que fez mais de 100 km de ciclovia e citou a avenida Bezerra de Menezes, hoje, segundo ela, destruída. Até denominou a via de “avenida da morte”.

PT devolverá R$ 223 mil ao erário por uso irregular do fundo partidário

174 1

“O Partido dos Trabalhadores (PT) terá de devolver R$ 223 mil aos cofres públicos por uso indevido de valores vindos do Fundo Partidário. A decisão foi tomada, por unanimidade, pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, que desaprovou as contas de 2011 do diretório estadual do PT.

A relatora do processo, desembargadora Marli Ferreira, julgou que as contas apresentaram vícios que não foram sanados, apesar de o partido ter sido intimado a corrigi-los.

Na ação foram constatadas irregularidades como a ausência de extratos bancários, o recebimento de recursos sem a identificação dos doadores e a aplicação de recursos do Fundo Partidário durante a suspensão do repasse, entre outras, que foram apontadas como razões para a desaprovação.

Do valor a ser devolvido, R$ 70 mil será destinado ao Fundo Partidário, e os outros R$ 153 mil serão devolvidos ao erário. Além das multas, o diretório estadual não poderá receber novas cotas do Fundo Partidário pelos próximos seis meses. Ainda cabe recurso da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

(Site do TRE/SP)

Você conhece a lei do direito de greve no serviço público?

Com o título “Direito de greve no serviço público”, eis artigo do advogado Francisco Artur Munhoz, que procura alertar aos sindicalistas da necessidade de se conhecer a lei que rege esse instrumento de pressão, muitas vezes usado bem antes do esgotamento das negociações. Confira:

A imprensa vem noticiando inúmeras deflagrações de greves no serviço público. O interesse pelo tema decorre do fato de que tais paralisações afetam toda a sociedade, trazendo resultados imprevisíveis, como o recente movimento dos agentes penitenciários, que ocasionou motins e a morte de 14 detentos.

A greve no serviço público está prevista no art. 37, VII da CF/88 e deve servir como canal de diálogo entre os servidores e a Administração Pública, na defesa dos interesses da categoria. Como o legislador não promoveu sua regulamentação, o Supremo Tribunal Federal se viu obrigado a resolver o problema, decidindo por aplicar no que couber, a Lei nº 7.783/89 que regulamenta a greve no setor privado.

Infelizmente, uma pesquisa no site do Tribunal de Justiça do Ceará bem demonstra que, na sua maioria, os movimentos vêm sendo declarados ilegais com base em erros primários dos sindicatos.

Atitudes simples devem ser observadas, como: 1) aprovação pela categoria em assembleia geral, de uma pauta de reivindicações a ser entregue à Administração; 2) deve haver um processo de negociação, sendo imprescindível que, antes de iniciada a greve, esgotem-se todas as tentativas de acordo; e 3) o início da greve deve ser comunicado à Administração e à sociedade com antecedência mínima de 72 horas e com a proposta para a manutenção dos serviços de, no mínimo, 30% do total da categoria.

Denota-se que os requisitos exigidos buscam tão somente resguardar a vontade da categoria, valorizar a abertura das negociações e o seu prévio esgotamento. Nem poderia ser diferente, já que o que está em jogo é o interesse da sociedade.

Daí porque, antes de ser iniciada a proposta de paralisação, a constituição de assessoria jurídica especializada em negociações e mediações é fundamental, posto que os requisitos a serem preenchidos devem ser observados muito antes da deflagração em si.

O que está faltando é uma mudança de concepção. O sentimento bélico deve ser superado pela busca do consenso. A sociedade tem de entender que o exercício do direito de greve não é um fim em si, mas o meio a ser utilizado em última instância, para que a Administração e seus servidores cheguem a um denominador comum no que diz respeito aos interesses envolvidos. Só assim construiremos colunas de uma sociedade livre, justa e solidária.

*Francisco Artur Munhoz

farturmunhoz@hotmail.com

Advogado

Após terremoto, embaixada em Roma oferece ajuda a brasileiros

“A Embaixada do Brasil na Itália ainda não recebeu informações de brasileiros que possam estar entre as vítimas do terremoto de 6 graus que atingiu o país nesta quarta-feira (24). As informações são da Agência Ansa.

Em declarações à agência, representantes da embaixada disseram que, até o momento, não houve notícias de brasileiros entre mortos ou feridos. “Mas estamos acompanhando, porque a situação está evoluindo”, disseram. O telefone da embaixada do Brasil em Roma é +39 06.683981 e o e-mail de contato, brasemb.roma@itamaraty.gov.br.

O tremor de terra atingiu as regiões do Lazio e de Marcas, ambas no centro da Itália. O balanço oficial de mortos não foi confirmado ainda, mas os relatos indicam mais de 38 vítimas. Dezenas de pessoas estão desaparecidas entre os escombros.”

(Agência Brasil)

Postos de Gasolina de Fortaleza sob a mira da fiscalização

O Procon Fortaleza, em parceria com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Secretaria da Fazenda dão continuidade, nesta quarta e quinta-feira, à segunda fase da Operação Gasolina Pura nos postos de combustíveis de Fortaleza.

A operação, que teve seu segundo momento iniciado ontem (23/08), realiza fiscalizações, após receber denúncias de irregularidades nos serviços prestados pelos postos de gasolina. A ação verifica o cumprimento, ou não da legislação nestes estabelecimentos.

De acordo com Cláudia Santos, diretora do Procon Fortaleza, a ação se faz necessária para o cumprimento do Código de Defesa do Consumidor.

Os estabelecimentos irregulares serão autuados e responderão a processos administrativos, além de terem suas bombas lacradas pela ANP, no caso de combustível adulterado. Entre os itens a serem fiscalizados pelo Procon Fortaleza estão aqueles relacionados ao pagamento indevido, venda diferenciada no cartão de crédito, ausência do Código de Defesa do Consumidor, ausência de tabelas de preços e irregularidades nos serviços e produtos prestados nas lojas de conveniência, como produtos com prazo de validade vencida.s em três equipes, que atuam ao mesmo tempo em postos de combustíveis em diversos bairros da capital.

Num dos postos, uma bomba de combustível foi interditada por estar fora dos padrões estabelecidos pela ANP e em outro por apresentar equipamentos com defeito, oferecendo risco aos clientes. Já houve 11 autuações.

Tempo esquenta na Assembleia e sessão chega a ser suspensa

248 10

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=ZYjNguTZXIc[/embedyt]

O tempo esquentou, nesta manhã de quarta-feira, durante a sessão da Assembleia Legislativa. Os deputados Agenor Neto (PMDB) e Osmar Baquit (PSD) bateram boca e houve troca de insultos e empurrões no plenário da Casa.

Tudo começou quando Agenor Neto, em pronunciamento, lamentou que o governador Camilo Santana (PT) não soube ser democrata para ouvir queixas de um grupo de moradores de Iguatu, no último fim de semana, quando ali instalava o Batalhão do RAIO. Houve até spray de pimenta lançado contra populares. Osmar pediu apartes para defender Camilo, mas não foram concedidos.

Em seguida, Renato Roseno (Psol) ocupou a tribuna da Casa para abordar a questão dos agrotóxicos, no que Osmar pediu um aparte e usou espaço para defender Camilo Santana. Osmar chegou a dizer que o protesto contra o governador teria sido organizado por um tio e vereadores ligados a Agenor.

Em seguida, Agenor Neto e Tomas Holanda (PMDB), este último chamado de “ventríloquo” por Baquit, acabaram indo ao encontro de Osmar, que estava em sua bancada. Houve empurra-empurra e bate-boca, no que a mesa diretora suspendeu a sessão, até que os nervos se acalmassem e a turma do “deixa disso” – nela o líder do Governo na Casa, Evandro Leitão, resolvesse a situação.

A sessão foi encerrada.

Osmar Baquit informou que estava pedindo à mesa diretora que tomasse providências, pois fora agredido. Pediu, inclusive, imagens da TV Assembleia sobre o conflito em plenário. Já Agenor Neto avisou que se houvesse alguma represália contra ele, a culpa seria do governador.

Luizianne Lins prepara ofensiva para debate na TV

167 1

foto luizianne e elmano

Luizianne e seu candidato a vice, Elmano.

A candidata à Prefeitura de Fortaleza pelo PT, deputada federal Luizianne Lins, já está na cidade. Na agenda dela, participação no primeiro debate que reunirá seis dos oito postulantes ao Paço Municipal.

Luizianne passa esta manhã em reuniões com sua equipe de campanha.

Nas pesquisas Datafolha/O POVO e Ibope/TV Verdes Mares, a petista aparece empatada tecnicamente com o candidato do PR, o deputado estadual capitão Wagner.

Ela obteve 17% na primeira e 18% na segunda pesquisa, enquanto Wagner marcou 21% no Ibope e 20% no Datafolha.

Terremoto na Itália – Sobe para 38 o número de mortos

183 1

“Subiu para 38 o número de mortos no terremoto desta quarta-feira (24) na Itália. Do total, 28 se dividem entre as cidades de Amatrice e Accumoli, no Lazio, e 10 são de Arquata del Tronto, em Marcas. As informações são da Agência Ansa.

Vinte solicitantes de refúgio abrigados em uma estrutura em Monteprandone, na região de Marcas, partiram para trabalhar como voluntários em Amandola, uma das cidades da Itália atingidas pelo terremoto.

“Foram eles que pediram para dar uma mão neste momento trágico para a região que os abriga”, afirmou Paolo Bernabucci, dirigente do Grupo de Solidariedade Humana, órgão criado para atender milhares de pessoas que pedem refúgio quando entram no país todos os anos.

A Itália é um dos principais focos da crise migratória que afeta a Europa, resgatando todos os dias dezenas de pessoas de embarcações superlotadas no Mar Mediterrâneo. Os imigrantes que se disponibilizaram para ajudar em Amandola são todos do norte da África.

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, afirmou que o país passa por um “momento de dor e de apelo à responsabilidade comum”. “O meu primeiro pensamento vai às vítimas desse devastador sismo que atingiu parte do território nacional”, disse ele.”

(Agência Ansa)