Blog do Eliomar

Últimos posts

Reforma Ministerial – “Temos que reunificar o PMDB”, diz Eliseu Padilha

146 1

ministro-da-aviacao_Eliseu-Padilha01

“O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, defendeu nesta sexta-feira (2) uma unidade dentro do PMDB.“Temos que reunificar o partido. Essa divisão não interessa a ninguém. Não interessa ao PMDB, não interessa aos peemedebistas e a meu juízo é prejudicial ao governo”, afirmou.

“O governo fez a sua parte, atendeu à Câmara dos Deputados – um segmento importante no partido – tratou e correspondeu às expectativas com dois grandes ministérios [ Saúde e Ciência e Tecnologia], então há que se esperar que a Câmara dos Deputados dê a resposta correspondente. O presidente Michel Temer vai trabalhar para que o PMDB tenha um comando só, uma voz só”, acrescentou.

Segundo Padilha, a ampliação do espaço do PMDB na Esplanada dos Ministérios deve pacificar os ânimos entre os parlamentares da sigla na Câmara, que resistiam a propostas consideradas fundamentais pelo governo para o ajuste fiscal.

“Penso que o governo fez a sua parte. A presidenta Dilma foi ao limite extremo, dando o Ministério da Saúde e o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação para a Câmara dos Deputados. Penso que o governo fez o gesto, agora há que se esperar correspondente reação da parte de quem foi tão beneficiado”, disse.”

(Agência Brasil)

Ariosto Holanda assumirá vaga de André Figueiredo

79 2

ariosto

Com a nomeação de André Figueiredo (PDT) para ministro das Comunicações, abriu-se uma vaga na bancada federal cearense.

Nesta sexta-feira, André já manteve reunião com o suplente Ariosto Holanda (Pros) e ficou acertado que, na terça-feira,  Ariosto assumirá a vaga.

Nesta mesma terça-feira, André assumirá a pasta em solenidade conjunta com demais ministros do Governo Dilma Rousseff.

Ariosto deixará o comando do Conselho de Altos Estudos do Poder Legislativo, onde desenvolvia trabalhos no campo do semiárido e na área de ações voltados para a educação e trabalho.

Reforma Ministerial – Eunício se diz “satisfeito”, embora não tenha sido aproveitado nas mudanças

Eunicio

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, disse hoje, no Palácio do Planalto, que, com a nova composição do ministério, a presidente Dilma Rousseff “criou um novo momento da vida política do país”, mas que agora “precisamos fazer o movimento econômico”. O peemedebista se disse “satisfeito” com a reforma ministerial que concedeu dois novos ministérios ao partido.

“O ministro [Joaquim] Levy [da Fazenda] está conversando muito conosco sobre isso e estou certo de que o movimento político já foi feito, agora precisamos fazer um movimento econômico para que a inflação e o desemprego cedam e o crescimento volte no Brasil”, afirmou. ”

O senador também negou que tenha discordado da nomeação do deputado André Figueiredo (PDT), também cearense, para o cargo de ministro das Comunicações. “A bancada do PMDB do Senado, e eu disse isso à presidente Dilma, não fez nenhuma indicação, então não entendo de onde surgiu essa especulação de que eu fui contra o nome do André”, completou.

(Valor Online)

Expectativa do consumo caiu 2,6% em setembro no País

“Depois de duas altas consecutivas, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) caiu 2,6% em setembro, na comparação com agosto, informou hoje (2) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em setembro, o índice recuou para 96,3 pontos e está 12,2% menor do que o registrado em setembro de 2014.

Segundo a CNI, a queda é resultado do aumento do pessimismo dos brasileiros, especialmente em relação à renda, ao endividamento e à situação financeira. Mas os consumidores também estão preocupados com a inflação e o desemprego.

O indicador de expectativa sobre a renda pessoal caiu 6,4%. Isso significa que aumentou número de pessoas que esperam a queda da renda pessoal nos próximos seis meses. O índice de expectativa sobre a situação financeira recuou 3,7% e o de endividamento diminuiu 1,8% em setembro, na comparação com agosto.

O indicador de expectativas de compra de maior valor recuou 0,3% em setembro em relação a agosto. No mesmo período, a expectativa sobre a inflação caiu 2,8% e as perspectivas sobre o desemprego recuaram 2,1%. Quanto menor o índice, maior é o número de pessoas que esperam o aumento da inflação e do desemprego.

O Inec é feito pela CNI em parceria com o Ibope Inteligência. Esta edição da pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre 18 e 21 de setembro.”

(Agência Brasil)

PT estadual promove encontro já admitindo candidatura própria em Fortaleza

73 2

francisco_de_assis_diniz

O diretório estadual do PT faz encontro, a partir das 14 horas desta sexta-feira, no Hotel Amuarama. Hora de avaliar cenários e eleições 2016.

Segundo o presidente estadual da legenda, Francisco de Assis Diniz, a uma tendência “muito forte” para que o PT apresente um candidato próprio em Fortaleza.

De acordo com De Assis, a direção nacional orienta para que a legenda tenha candidatura própria nas Capitais e o apoio à reeleição do prefeito Roberto Cláudio não é consenso. Há várias correntes que querem nome próprio, afirmando que o prefeito traz consigo uma alta rejeição.

“Sobre o nome para a disputa em 2016 na Capital, são outros quinhentos!” avisou para o Blog o presidente estadual do PT. Essa definição terá que vir de amplo debate e também baseado em pesquisas.

A regularização de edificação construida sem licenciamento

Com o título “É agora ou nunca”, eis artigo do advogado Thiago Félix abordando a lei municipal que trata da regularização de edificação construída sem o devido licenciamento. Confira:

Publicada no Diário Oficial do Município do dia 9 de abril de 2015, a Lei Municipal n.º10.334/2015 concede aos empreendedores da construção civil, seja pessoa jurídica ou física, a possibilidade de regularizar edificação erguida sem obediência ao devido processo licenciatório. Com esta iniciativa, a Prefeitura de Fortaleza segue o caminho adotado por outras capitais brasileiras, dentre elas, São Paulo, Aracaju e Vitória e diversos outros municípios de Numa visão superficial, pode-se ter a impressão de um verdadeiro “libera geral”, ideia que cai por terra quando se faz uma análise mais atenta ao texto legislativo.

A lei estabelece critérios objetivos que inviabilizam a regularização, dentre eles estão imóveis construídos em logradouros ou terrenos públicos, que avancem sobre faixas de alargamento previstos em lei; estejam em faixa não edificável junto a recursos hídricos ou em áreas ambientalmente sensíveis, além de critérios aeroportuários e de distância mínima relativa a postos de gasolina, conforme diretrizes estabelecidas em lei específica.

Indispensável, ainda, a observância de aspectos relativos a segurança, higiene, habitabilidade e salubridade, o que será checado in loco através de vistorias oficiais. Tudo isso – além de todos os aspectos técnicos envolvidos, será avaliado por uma Comissão Especial formada por cinco servidores municipais e vinculada à Secretaria de Urbanismo e Meio.

Destarte, não se trata de um “libera geral”, sendo, na verdade, uma oportunidade, talvez única, dada pela municipalidade que, em vez de simplesmente punir, oferece a chance de remediar um dano, algo que será benéfico a todos os envolvidos e, principalmente, à cidade, sem trazer à tona os motivos pelos quais se edificou irregularmente, o que muitas vezes acontece por mero desconhecimento legal ou erros de execução.

Sem adentrar nos pormenores da lei, é indiscutível que a municipalidade abriu um precedente inédito na capital cearense e que deverá ter sua eficácia criteriosamente observada, sob pena de não cumprir sua missão.

*Thiago Félix,

Advogado.

Enem 2015 – Inep vai divulgar locais das provas

“O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibiliza hoje (2), a partir das 14 horas, o cartão de confirmação de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano, ele não será enviado pelos Correios e o estudante deverá acessá-lo pela internet, na página do participante no site do Enem.

O presidente do Inep, Francisco Soares, informou que uma das motivações para a mudança é o custo de produção gráfica e distribuição dos cartões. Segundo ele, serão economizados R$ 16,5 milhões. “Outra motivação é uma mudança no perfil dos candidatos que estão muito mais familiarizados com a internet, com o uso da máquina, portanto não prejudica ninguém. Juntou-se, então, a necessidade financeira à oportunidade de mudança de perfil dos candidatos”, disse.

SERVIÇO

Para acessar o cartão, o participante deverá informar o número do CPF e a senha. É a mesma senha criada no momento da inscrição, mas, caso tenha esquecido, ela poderá ser recuperada por e-mail ou por mensagem SMS no celular.

(Agência Brasil)

Produção industrial brasileira caiu 1,2% em agosto

“A produção industrial brasileira caiu 1,2% em agosto, em comparação a julho, terceiro resultado negativo consecutivo. O parque fabril do país fechou os primeiros oito meses do ano com queda acumulada de 6,9%. A taxa anualizada (últimos doze meses) teve queda de 5,7%. Os dados relativos à Pesquisa Industrial Mensal foram divulgados, hoje (2), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A queda da produção industrial reflete retração em 14 dos 24 ramos investigados pela pesquisa do IBGE e em três das quatros categorias econômicas. Entre os setores, a principal influência negativa foi registrada por veículos automotores, reboques e carrocerias, que recuou 9,4%. Também houve influência significativa no resultado a queda das atividades de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,6%), produtos de metal (-3%), metalurgia (-1,3%), artefatos de couro, artigos para viagem e calçados (-3,6%) e máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-2,5%).

Em contrapartida, entre os nove ramos que ampliaram a produção nesse mês, o desempenho de maior importância para a média global foi assinalado por produtos alimentícios, que avançou 2,4%. Também houve impactos positivos importantes fos setores de bebidas (4,3%), de indústrias extrativas (0,6%) e de produtos de madeira (5,1%).

Já entre as grandes categorias econômicas, ainda na comparação com o mês imediatamente anterior, as reduções mais acentuadas foram registradas em bens de capital, com recuo de 7,6%; e bens de consumo duráveis, com queda de 4%. No primeiro caso, a principal influencia veio da menor produção de caminhões; e, no segundo caso, de automóveis e eletrodomésticos, ainda afetadas pela concessão de férias coletivas em várias unidades produtivas.”

(Agência Brasil)

Reforma Ministerial – Para José Guimarães, um “recomeço de muito brilho e muita disposição”

foto guimarães pt

O líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT), avaliou a reforma ministerial anunciada pela presidente Dilma Rousseff como “um grande passo” para recompor a base do governo. Em coletiva em Brasília agora há pouco, ele observou, no entanto, que ainda haverá muito dialogo a partir de agora.

José Guimarães elogiou os nomes escolhidos. Disse que prevaleceu critério também técnico e que a presidente, com a reforma ministerial, deu “um grande passo” na redução dos gastos.

“Um  duríssimo corte de gastos”, acentuou o parlamentar, ao comentar fusões de pastas e corte de 10% no salário de ministros, bem como corte de 3 mil cargos comissionados.

“Um recomeço de muito brilho e de muita disposição”, qualificou José Guimarães, prevendo um cenário, a partir de agora, de maior estabilidade política.

Fortaleza precisa de um esquema “Tolerância Zero”

44 1

Com o título “A Fortaleza que mata (e que não vemos)”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda o caso de Fortaleza em primeiro no ranking da violência do Anuário Brasileiro da Segurança Pública, lamenta que as causas continuam sem combate e até simpatiza com esquema Tolerância Zero” para a cidade. Confira: 

Em meados da década de 1980 fui sequestrado com mais dois primos aqui mesmo em Fortaleza. Fomos soltos no meio do Pirambu, à época um território absolutamente violento por conta da fragilidade das intervenções do Estado na área, o que gerava uma alta vulnerabilidade social naquela comunidade. Mesmo assim, tal coisa era bem mais rara por aqui. Naquele tempo, o comum era comentarmos assustados como a população do Rio de Janeiro e de São Paulo conseguiam viver dentro da rotina de crimes que víamos pela TV.

O tempo passou e Fortaleza superou as duas maiores cidades brasileiras neste quesito. Segundo dados do Mapa da Violência, no período compreendido entre os anos de 1980 e 2012 a população nacional teve um crescimento em torno de 61% e as mortes por arma de fogo cresceram 387%, sendo que entre os jovens esse percentual foi superior a 460%. No conjunto da população a taxa de mortes por armas de fogo, que em 1980 era de 7,3 por 100 mil habitantes passa para 21,9 em 2012, crescimento de 198,8%. Mas entre os jovens, o crescimento foi bem maior: 272,6%. O Ceará tem a terceira maior taxa de assassinatos por armas de fogo no país, com um índice de 36,7 mortes para cada 100 mil habitantes.

A violência na minha cidade também ganhou a TV. Mas é possível partilhar dela ao vivo, a partir das experiências de conhecidos, parentes, amigos. Cada um tem uma história (triste), mas conta (alegre) como sobreviveu. Uma coisa, porém, não mudou nestes 30 anos: os piores índices de criminalidade continuam concentrados em regiões pobres e periféricas. Os melhores bairros de Fortaleza abrigam verdadeiros refugiados, que cercam suas residências com vigias, grades, cachorros e câmeras. Ao invés de atacarem as causas da violência, eles agem como se fosse possível criar um mundo próprio, isolado da realidade. Quando há intersecção destas esferas sociais tão apartadas, o choque do real sacode a todos com notícias monstruosas.

Não tenho solução pra isso. Não sou especialista no tema. Confesso que ficaria feliz com um esquema “tolerância zero”, para todos que cometem infrações. Mas fica claro que é necessário intervir nestas áreas críticas da cidade com ações que possam ir além da repressão. É preciso parar de fingir que elas não existem. É preciso olhar para elas. O Estado precisa fazer mediar este diálogo e investir dando alternativas a quem não possui nenhuma. Porque, afinal, quem não tem nada, nada tem a perder.

*Demétrio Andrade
Jornalista e sociólogo.

Dilma Rousseff corta 8 ministérios e anuncia redução de 10% no salário dos ministros

78 2

978308-02102015-dsc_8782

“A presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou oficialmente nesta sexta-feira (2) a reforma ministerial vista como uma resposta à crise política e fiscal do governo. Além de confirmar o corte de oito pastas, a presidente anunciou a redução de 10% no salário dos ministros. A reforma ampliou o espaço do PMDB, de seis para sete ministérios, e contemplou ainda o PDT com o Ministério das Comunicações tendo o cearense André Figueiredo como novo titular. O objetivo é assegurar apoio ao governo no Congresso em meio à discussão sobre um eventual impeachment da presidente e à votação do ajuste fiscal.

Foram cortadas dez pastas e criadas outras duas, a partir da fusão de pastas e secretarias com status de ministério. Assim, o Brasil terá agora 31 pastas com status de ministério. Antes eram 39. A redução de ministérios sinaliza o esforço do governo em reduzir gastos, embora especialistas apontem que a economia conseguida não será significativa. O cálculo do governo é que a reestruturação das pastas vai gerar uma economia de R$ 200 milhões por ano. O ajuste proposto para 2016 envolve um esforço fiscal de R$ 64,9 bilhões, entre corte de gastos e aumento de arrecadação. Ontem, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou que o principal impacto da reforma será a melhoria da gestão.

Em agosto, Barbosa havia anunciado a intenção de cortar dez pastas, mas pressões dos partidos por espaço no governo, principalmente de PT e PMDB, levaram à atual configuração da reforma. “O Estado brasileiro, em especial o Executivo, deve estar preparado para assumir uma dupla função. De um lado, ser o parceiro da iniciativa privada. E de outro assegurar igualdade de oportunidades a todos os cidadãos e cidadãs brasileira. Por isso, melhorar a gestão publica federal é um desafio constante”, disse Dilma ao anunciar as mudanças.

“A fusão de alguns ministérios tem um objetivo claro: fortalecer e dar maior eficiência e maior foco às políticas públicas”

Ministérios extintos ou fundidos

Ministérios da Previdência Social será fundido ao Ministério do Trabalho
Ministério da Pesca e Aquicultura será extinto e absorvido pela Agricultura
Secretaria de Política para as Mulheres, Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e Secretaria de Direitos Humanos foram extintas e fundidas para criar o Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos
Secretaria Geral da Presidência e a Secretaria de Relações Institucionais: fundidas na Secretaria de Governo
Gabinete de Segurança Institucional, responsável pela segurança da presidente, perderá o status de ministério e será transformado em gabinete militar
Secretaria de Assuntos Estratégicos foi extinta. Ela era comandada pelo ministro Mangabeira Unger e formulou o programa Pátria Educadora, mote da atual gestão
Secretaria da Micro e Pequena Empresa será absorvida pela Secretaria de Governo
Novas medidas de redução de gastos
Além da redução de ministérios, Dilma anunciou novas medidas de redução de gastos no governo. A principal delas é o corte no salário dos ministros, cuja remuneração atual é de R$ 30,9 mil.

Criação da comissão permanente de reforma do Estado
Corte de 30 secretarias nacionais em ministérios
Redução em 20% com gastos de custeio e contratação de serviços
Limite de gastos com telefone, passagens e diária
Metas de eficiência no uso de energia elétrica e água
Corte de 10% na remuneração dos ministros
Revisão de todos os contratos de aluguel, segurança e administrativos
Venda de imóveis da União não utilizados para políticas públicas
Corte de 3.000 cargos em comissão
Pastas já existentes sob nova direção
Por fim, Dilma anunciou mudanças no comando em pastas já existentes.

Novos ministros

Ministério da Saúde: sai Arthur Chioro (PT-SP), entra o deputado federal Marcelo Castro (PMDB-PI)
Ministério da Ciência e Tecnologia: sai Aldo Rebelo (PC do B-SP) e entra o deputado federal Celso Pansera (PMDB-RJ)
Secretaria de Portos: sai Edinho Araújo (PMDB-SP) e entra Helder Barbalho (PMDB-PA). Barbalho era titular da Pesca, que será extinta
Ministério da Defesa: sai Jaques Wagner (PT-BA) e entra Ricardo Berzoini (PT-SP)
Ministério da Educação: sai Renato Janine e entra Aloizio Mercadante (PT-SP), atualmente na Casa Civil.

(Portal Uol)

Prêmio Itaú-Unicef anunciará vencedores regionais na próxima segunda-feira

A 11ª edição do Prêmio Itaú-Unicef, com o tema “Educação Integral: aprendizagem que transforma”, finalizou a seleção dos quatro projetos vencedores do Nordeste. O anúncio dos ganhadores ocorrerá na próxima segunda-feira, durante evento no JCPM Trade Center, no Recife (PE). As iniciativas, desenvolvidas em parceria entre ONGs e escolas públicas, irão agora concorrer com projetos de todo o Brasil. Em novembro, a premiação revelará os vencedores nacionais.

Cada escola e organização social responsáveis pelos projetos vencedores regionais, segundo a comissão do prêmio, recebem R$ 25 mil e passam a concorrer na etapa nacional, quando concorrem a mais R$ 100 mil. Os recursos devem ser investidos no projeto premiado e em ações de Educação Integral.

O Prêmio Itaú-Unicef é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). O objetivo é reconhecer, estimular e dar visibilidade ao trabalho em parceria entre organizações da sociedade civil e escolas públicas para a educação integral de crianças e adolescentes.

Eduardo Cunha na presidência da Câmara torna-se “insustentável”, avisa Leônidas Cristino

97 1

vai-lc3a1-em-salvador-me-ver-rapaz

O deputado federal Leônidas Cristino (Pros) afirmou, nesta sexta-feira, que, dessa vez o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), vai cair. A situação ficou insustentável, segundo o parlamentar, depois que o Ministério Público da Suíça enviou ao Ministério Público brasileiro os autos da investigação que relatam contas bancárias em nome de Cunha e de seus familiares em bancos daquele país, cujos valores foram bloqueados.

A suspeita que está sendo investigada adquire agora maior gravidade por implicações nos desvios de conduta apurados na chamada Operação Lava Jato, observa Leônidas Cristino. Eduardo Cunha já havia sido denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que solicitou a colaboração das autoridades internacionais.

Por essas razões, Leônidas diz, mais uma vez, que Eduardo Cunha deve afastar-se da presidência até que todo o caso seja plenamente esclarecido, evitando a suspeição de uso do cargo em sua defesa.

“Isso não significa, antecipadamente, uma condenação. Ele terá direito à ampla defesa. Terá de responder judicialmente aos fatos pelos quais está sendo responsabilizado, mas fora do cargo”, acentuou Cristino.

Heitor Férrer filia-se ao PSB sob olhares do também pré-candidato Capitão Wagner

heoroero

Capitão Wagner, Danilo e Heitor em clima de filiação. Ou chapa pronta?

Sob o comando do deputado federal Danilo Forte (PSB), o deputado estadual Heitor Férrer filia-se, neste momento, ao PSB em cerimônia que o partido realiza no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa.

Entre as presenças, o também deputado estadual Capitão Wagner, que, assim como Heitor, é pré-candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza.

Entre as presenças, o presidente estadual do Pros, Leandro Vasques; Geovana Cartaxo, que disputou o Senado; o prefeito Zé Mota, de Irauçuba; Leonardo Bayma; o vice-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Avelino Forte; e caravanas de Canindé, Baturité, Lavras da Mangabeira e dos bairros do Mucuripe e Messejana.

Além de ganhar novos filiados, o PSB ganhará também nova sede. Segundo o presidente Danilo Forte,  às 17 horas do próximo dia 23, num imóvel situado na Praça Argentina Castelo Branco, no bairro de Fátima.

(Foto – Cláudio Barata)

Acrísio Sena divulga balanço dos 100 dias como assessor de Acolhimento aos Movimentos Sociais

acrisiossna

O assessor de Acolhimento aos Movimentos Sociais do Governo do Estado, vereador licenciado Acrísio Sena (PT), manda nota para o Blog. Ele faz uma avaliação dos 100 dias à frente dessa pasta criada na atual administração. Confira:

No dia 27 de setembro, cheguei aos 100 dias participando do Governo do Estado como articulador junto aos movimentos sociais. Assumi essa missão para ratificar o compromisso do governador Camilo Santana (PT) de manter o diálogo com os mais diversos segmentos da sociedade civil que buscam no poder público apoio para as demandas das suas lutas.

Nesse período, recebemos movimentos sociais ligados à luta pela terra, mulheres, atingidos por barragens, agricultura familiar, economia solidária, moradia, pessoas com deficiência, juventude, pesca artesanal e etnias indígenas.

Já na luta dos trabalhadores e trabalhadoras estabelecemos diálogo com sindicatos ligados à educação, saúde, transporte complementar e segurança pública. Ainda nesse período, mesmo licenciado do mandato de vereador, conseguimos ter duas leis de nosso mandato regulamentadas pelo Prefeito de Fortaleza. São elas: Inspeção Predial e o Serviço de Vallet.

* Acrísio Sena,

Assessor de Acolhimento aos Movimentos Sociais.

Eleições 2016 – José Airton diz que Caucaia padece por não ter um planejamento estratégico

58 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Dfup6x14n5M[/youtube]

O deputado federal José Airton (PT) confirma que quer mesmo entrar na disputa pela Prefeitura de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza).

O parlamentar já transferiu seu domicílio eleitoral e afirma que quer provocar o debate sobre uma cidade que tem todas as condições de se tornar o maior em termos de desenvolvimento no Estado.

José Airton lamenta que Caucaia continua “pedecendo” com gestões limitadas, que não pensam a cidade para o futuro e não elaboram nem mesmo um planejamento estratrégico

VIII Evangelizar é Preciso abre inscrições para cadeirantes

86 2

1606CD0201

O VIII Evangelizar é Preciso Fortaleza abrirá, a partir de segunda-feira, as inscrições para a participação de cadeirantes em área reservada no Front Stage do evento, que ocorrerá dia 17 próximo, no aterro da Praia de Iracema. O cadastro poderá ser efetivado até sexta-feira, na Avenida Antonio Sales, 2811, Dionísio Torres. O interessado precisa ir ao local em horário comercial, apresentar laudo médico e documento de identificação com foto. Cada cadeirante terá direito a um acompanhante.

O VIII Evangelizar é Preciso terá como atração o Padre Reginaldo Manzotti e, neste ano terá como tema “Libertos em Cristo”e o lema “Vim salvar o que estava perdido” citação extraída do Livro de Mateus, capítulo 18, versículo 11.

SERVIÇO

*Mais informações – (85)3466.2035.

Operação Lava Jato – Defesa de José Dirceu rechaça acusações do MP baseadas em “ilações”

josé-dirceu2

“A defesa do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, encaminhou nesta quinta-feira ao juiz Sergio Moro a primeira resposta contra a acusação de que o petista teria cometido crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa no esquema desvendado pela Operação Lava Jato. No documento enviado ao juiz, os advogados desqualificam a peça de acusação do Ministério Público, alegam que não existem provas do envolvimento do petista com o escândalo do petrolão, rejeitam a tese de que o ex-diretor da Petrobras Renato Duque tenha sido seu elo político na estatal e dizem que “José Dirceu está sendo acusado nesta ação porque, como se diz popularmente, ‘alguém ouviu o galo cantar não se sabe onde’ e foi o quanto bastou”.

“O peticionário é acusado nessa ação, não porque pesam contra si indícios de crime, mas porque parece conveniente, neste momento, colocá-lo a qualquer custo, na condição de réu. José Dirceu está sendo acusado por ser José Dirceu”, resume o criminalista Roberto Podval. Em sua defesa, o ex-ministro do governo Lula lista testemunhas que devem ser ouvidas, entre as quais o empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, o ex-presidente do Peru Alan García e o multibilionário mexicano Carlos Slim, do grupo Telmex.

No início de setembro, o ex-ministro da Casa Civil foi denunciado como um dos mais importantes personagens a atuar no escândalo do petrolão, esquema bilionário que sangrou os cofres da Petrobras e avançou de maneira semelhante sobre obras do setor elétrico. De acordo com o Ministério Público, enquanto José Dirceu fazia uma “vaquinha” para pagar cerca de 970.000 reais de multa imposta no julgamento do mensalão, ele amealhou 39 milhões de reais com um trabalho de consultoria que a acusação diz ser majoritariamente lavagem de dinheiro. Entre 2009 e 2014, período em que Dirceu foi julgado, condenado e em que começou a cumprir a pena do mensalão, a JD Consultoria movimentou mais de 34 milhões de reais mas, segundo a acusação, “nenhum estudo ou projeto fora efetivamente apresentado ou demonstrada a real prestação do serviço”. Para o MP, o caixa do ex-ministro mensaleiro foi generosamente abastecido por meio de contratos simulados de consultoria com empreiteiras que atuavam na Petrobras, em especial a Engevix, OAS, UTC, Odebrecht, Galvão Engenharia e Camargo Correa.

Na manifestação ao juiz Sergio Moro, porém, a defesa do petista afirma que a denúncia do Ministério Público contra o ex-ministro foi formulada com base em “ilações” e em declarações falsas do lobista Milton Pascowitch, que fechou um acordo de delação premiada com o Ministério Público e aceitou colaborar com as investigações. Embora não ataquem o instituto da delação em si – prática adotada recorrentemente por outras defesas de investigados na Lava Jato – os advogados de Dirceu questionam a credibilidade de Pascowitch como delator. “Não é preciso ser muito inteligente para prever que certos delatores se aproveitariam do fato de terem tido relacionamentos comerciais lícitos (e naturalmente documentados) com a empresa do peticionário, para, escudados neste fato, lançarem o nome de Dirceu aos leões”, argumenta a defesa do ex-chefe da Casa Civil.”

(Veja Online)