Blog do Eliomar

Últimos posts

Buraco na rua Barão do Rio Branco e o risco de acidentes

Este buraco não surgiu por causa das últimas chuvas. Reina, há várias semanas na rua Barão do Rio Branco, no bairro Joaquim Távora, nas proximidades da avenida Domingos Olímpio.

Comerciantes da área colocaram essa sinalização improvisada com medo de acidentes. Eles dizem que esse buraco seria consequência de um esgoto da Cagece.

(Foto – Leitor do Blog)

Crise na Venezuela será discutida na Colômbia por representantes de 15 países

Sob tensão e em clima de guerra, presidentes, vice-presidentes e chanceleres de 14 países, entre eles o Brasil, e mais os Estados Unidos se reúnem hoje (25), em Bogotá, na Colômbia. O presidente da Colômbia, Iván Duque, coordena o encontro com o Grupo de Lima e o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, para discutir o acirramento da crise na Venezuela.

Na reunião, Pence deve propor a imposição de novas sanções contra o governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro. Para o governo brasileiro, é fundamental que mais países reconheçam o governo interino de Juan Guaidó como legítimo, de acordo com nota divulgada ontem (24) pelo Itamaraty.

Pelo Twitter, na sua conta pessoal, Pence afirmou que o esforço, durante a reunião em Bogotá, será para garantir liberdade e democracia para os venezuelanos. “Expressar solidariedade com os líderes regionais pela liberdade e contra Maduro. Encontro com o presidente colombiano Ivan Duque e o único presidente legítimo da Venezuela, Juan Guaidó. É hora de uma Venezuela livre e democrática.”

Brasileiros

Na reunião, o Brasil será representado pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Ambos viajaram ontem e, nos últimos dias, Araújo esteve em Pacaraima (RR) e na fronteira da Colômbia. Em nota, o governo brasileiro repudiou os atos de violência tanto nas áreas próximas ao Brasil quanto na colombiana.

Araújo se reuniu com Guaidó e os presidentes da Colômbia, do Chile, Sebastián Piñera, e do Paraguai, Mario Abdo, na fronteira com a Venezuela. Eles acompanharam a organização da ajuda humanitária internacional para a população venezuelana.

Especial

O presidente interino, Juan Guaidó, também participará da reunião em Bogotá. Ele chegou ontem (24) à capital colombiana. Será a primeira vez, na história recente, que um integrante venezuelano participará de reunião com o Grupo de Lima, segundo o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia.

De acordo com a chancelaria colombiana, entre os objetivos da reunião está a aprovação de uma declaração conjunta que contribuirá para continuar criando as “condições para a liberdade e a democracia na Venezuela”.

Solidariedade

Há dois dias, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, participou de um evento público em que defendeu a legitimidade de Guaidó, criticou a gestão de Maduro e demonstrou preocupação com a grave crise humanitária e o esforço internacional para conter as dificuldades da população venezuelana.

Ontem (24), pelo segundo dia consecutivo, houve registros de violência nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e a Bolívia. Também há informações de vítimas e deserções de militares, antes aliados a Maduro.

(Agência Brasil)

Estado terá tropa de choque contra a sonegação

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta segunda-feira:

Vem aí o Centro Interinstitucional de Recuperação de Ativos do Estado do Ceará (CIRA). Segundo o procurador-geral do Estado, Juvêncio Vasconcelos Viana, o organismo unirá a PGE, Ministério Público Estadual, Secretaria da Fazenda e Tribunal de Justiça (Vara de Crimes contra a Ordem Tributária) contra a sonegação e outros crimes do gênero.

Trata-se de um mecanismo que vem ganhando espaço em outros estados e, por aqui, entrou em processo final de discussões para que o governador Camilo Santana (PT) encaminhe mensagem ao legislativo estadual. O CIRA terá a missão de sugerir ou adotar medidas técnicas, legais e administrativas visando a recuperação de ativos decorrentes de ilícitos penais, fiscais e administrativos.

O procurador-geral do Estado só não soube, ou não quis, adiantar como está o nível da sonegação fiscal.

Editorial do O POVO – “A diplomacia brasileira e a crise na Venezuela”

186 1

Com o título “A diplomacia brasileira e a crise na Venezuela”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira:

Dois dias depois do fracasso no envio de ajuda humanitária à população venezuelana, o Brasil participa de nova tentativa de resolução do conflito entre as tropas fiéis ao ditador Nicolás Maduro e o opositor Juan Guaidó, reconhecido por 50 países como mandatário interino da Venezuela.

Vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão representa o Planalto no Grupo de Lima, do qual fazem parte chanceleres de outros 13 países. O encontra está agendado para hoje, em Bogotá, na Colômbia.

Por enquanto, o Brasil se limita estritamente a ações de menor impacto na fronteira com a Venezuela. Nas últimas 48 horas, porém, o cenário se degenerou, o risco de confronto armado cresceu.

Por sua liderança na América do Sul, o país não pode lavar as mãos. Sua participação na busca por uma saída negociada não deve estar, todavia, integralmente alinhada aos interesses dos Estados Unidos no continente, historicamente tratado como “quintal” pela potência do norte. A posição do Planalto precisa levar em conta principalmente os interesses do Brasil na região – os políticos, mas também os econômicos.

A missão do Planalto é atuar para reduzir a tensão entre os vizinhos, o que inclui a Colômbia. Esse é o melhor caminho para fazer valer sua influência, seja para forçar a comunidade internacional ao reconhecimento de Guaidó como líder provisório e a uma pressão maior sobre Maduro, seja para conduzir as nações americanas a uma concertação em cujo centro estão o povo venezuelano e a sua soberania para resolver esse impasse.

Sob qualquer ângulo, uma eventual escalada no conflito na Venezuela seria desastrosa para o Brasil, que teria de arbitrar uma disputa militar custosa sem qualquer perspectiva de desfecho num curto prazo.

Ressalte-se ainda que, por ora, os movimentos do governo brasileiro parecem se guiar pela sensatez, à exceção de uma ou outra declaração irrefletida do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, cujos pronunciamentos se aproximam daquilo que ele costuma criticar em gestões passadas do Itamaraty: o excesso de ideologização.

Não há dúvida de que Maduro entrincheirou-se em seu país como estratégia para resistir às investidas internacionais. Cabe ao Brasil seguir o melhor exemplo de sua diplomacia, colaborando para um entendimento gradual entre todas as partes implicadas nessa crise, evitando a todo custo uma intervenção das forças de segurança. n

(Editorial do O POVO)

Chanceler da Venezuela acusa Pompeo de “fabricar pretexto para guerra”

O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, acusou o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, de estar “desesperado para fabricar um pretexto para a guerra”. Em mensagem publicada no Twitter, nesse domingo (24), o venezuelano disse que a “falsa operação” para levar ajuda humanitária ao país “se saiu mal”.

“Se quer encontrar aqueles que queimaram o caminhão com falsa ajuda humanitária, que busquem entre seus assalariados”, disse Arreaza a Pompeo.

Ele acusou ainda o secretário norte-americano de “especialista da CIA em operações de alarme falso”. “Crê que engana o mundo com um caminhão queimado na Colômbia por seus próprios agentes”, disse.

No sábado (23), Pompeo usou as redes sociais para dizer que os Estados Unidos “condenam os ataques contra civis na Venezuela perpetrados por Maduro”. O secretário de Estado também acusou o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, de ter recusado a chegada da ajuda humanitária.

“Que tipo de tirando doente impede a comida de chegar às pessoas com fome?”, perguntou Pompeo, no Twitter.

Foram registrados conflitos na fronteira entre Venezuela e Colômbia nesse fim de semana. Ajudas humanitárias internacionais foram barradas na fronteira.

(Agência Brasil)

Nem só de presidir o time do Ceará vive Robinson de Castro

194 1

Para quem pensa que Robinson de Castro é apenas o presidente do Ceará Sporting Club, um dado: ele também preside o Conselho Regional de Contabilidade e, nessa condição, recebeu, na última semana, em Fortaleza, o presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Zulmir Breda.

O dirigente do CFC manteve reuniões sobre a situação do Conselho no Estado, mas também aproveitou para conhecer empresas do setor como a Controller, que tem Robinson de Castro como dirigente.

A Controller investiu em modernização e ampliou seus serviços como divulga Robinson em suas redes sociais.

Oscar 2019 – “Green Book, “Roma” e “Bohemian Rhapsody” são os grandes vencedores desta edição

Cuarón levou prêmios de Fotografia, Filme Estrangeiro e Diretor.

Veja a lista de premiados do Oscar 2019:

Melhor Filme
“Green Book: O guia”
“Bohemian Rhapsody”
“Infiltrado na Klan”
“A favorita”
“Pantera Negra”
“Roma”
“Nasce uma estrela”
“Vice”

Ator
Rami Malek (Boemian Rhapsody”)

Christian Bale (“Vice”)
Bradley Cooper (“Nasce Uma Estrela”)
Willem Dafoe (“No Portal da Eternidade”)
Viggo Mortensen (“Green Book”)
Rami Malek leva Oscar de Melhor Ator por “Bohemian Rhapsody”

Atriz
Olivia Colman (“A Favorita”)
Lady Gaga (“Nasce Uma Estrela”)
Glenn Close (“A Esposa”)
Yalitza Aparicio (“Roma”)
Melissa McCarthy (“Poderia Me Perdoar?”)

Diretor
Alfonso Cuarón (“Roma”)
Spike Lee (“Infiltrado na Klan”)
Yorgos Lanthimos (“A Favorita”)
Adam McKay (“Vice”)
Pawel Pawlikowski (“Guerra fria”)

Atriz coadjuvante
Regina King – “Se a rua Beale falasse”
Amy Adams – “Vice”
Emma Stone – “A favorita”
Rachel Weisz – “A favorita”
Marina de Tavira – “Roma”

Trilha sonora original
“Pantera Negra”
“Se a rua Beale falasse”
“O retorno de Mary Poppins”
“Infiltrado na Klan”
“Ilha dos cachorros”

Ator coadjuvante
Mahershala Ali – “Green Book – O guia”
Adam Driver – “Infiltrado na Klan”
Richard E. Grant – “Poderia me perdoar?”
Sam Elliott – “Nasce uma estrela”
Sam Rockwell – “Vice”

Roteiro adaptado
“Infiltrado na Klan”
“A balada de Buster Scruggs”
“Poderia me perdoar?”
“Se a rua Beale falasse”
“Nasce uma estrela”

Roteiro original
“Green Book – O guia”
“A favorita”
“No coração da escuridão”
“Roma”
“Vice”

Edição
“Bohemian Rhapsody”
“Infiltrado na Klan”
“A favorita”
“Green Book – o guia”
“Vice”

Fotografia
“Roma”
“Guerra fria”
“A favorita”
“Never Look Away”
“Nasce uma estrela”

Filme de língua estrangeira
“Roma”
“Cafarnaum”
“Guerra fria”
“Never Look Away”
“Assunto de família”

Melhor animação
“Homem-Aranha no Aranhaverso”
“Os Incríveis 2”
“Ilha dos Cachorros”
“Mirai”
“WiFi Ralph – Quebrando a Internet”

Canção original
“Shallow”, “Nasce uma estrela”
“All The Stars”, “Pantera Negra”
“I’ll Fight”, “RBG”
“The Place Where Lost Things Go”, “O retorno de Mary Poppins”
“When A Cowboy Trades His Spurs for Wings”, “A balada de Buster Scruggs”

Figurino
“Pantera Negra”
“A balada de Buster Scruggs”
“A favorita”
“O retorno de Mary Poppins”
“Duas rainhas”

Curta-metragem
“Skin”
“Detainment”
“Fauve”
“Marguerite”
“Mother”

Edição de som
“Bohemian Rhapsody”
“Pantera Negra”
“O primeiro homem”
“Um lugar silencioso”
“Roma”

Mixagem de som
“Bohemian Rhapsody”
“Pantera Negra”
“O primeiro homem”
“Roma”
“Nasce uma estrela”

Curta de animação
“Animal Behavior”
“Bao”
“Late Afternoon”
“One Small Step”
“Weekends”

Direção de arte
“Pantera Negra”
“A favorita”
“O primeiro homem”
“O retorno de Mary Poppins”
“Roma”

Efeitos visuais
“Vingadores: Guerra infinita”
“Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível ”
“O primeiro homem”
“Ready Player One”
“Solo: Uma história Star Wars”

Maquiagem e penteado
“Vice”
“Duas rainhas”
“Border”

Documentário
“Free Solo”
“Hale County”
“Minding the Gap”
“Of Fathers and Sons”
“RBG”

Documentário curta-metragem
“Absorvendo o tabu”
“Black Sheep”
“End Game”
“Lifeboat”
“A Night at the Garden”

(Com Agências)

Copa do Nordeste – Fortaleza empata no final e assume liderança do Grupo A

Com um gol aos 45 minutos do segundo tempo, o Fortaleza empatou com o Bahia, na noite deste domingo (24), em 2 a 2, no Castelão, no fechamento da quarta rodada da Copa do Nordeste, e assumiu a liderança do Grupo A.

O Leão abriu o placar, aos 43 minutos do primeiro tempo, com Junior Santos, mas permitiu a virada baiana, na segunda etapa, com Ramires e Gilberto. Quintero, no último minuto de partida, empatou para o Fortaleza.

O resultado não melhorou o desempenho das equipes que compõem o Grupo A. Em 32 partidas, Salgueiro, Santa Cruz, Fortaleza, Vitória, CRB, Altos, Sampaio Corrêa e Sergipe somam apenas três vitórias, enquanto Ceará, CSA, Botafogo da Paraíba, Confiança, Moto Clube, Bahia, Náutico e ABC somam juntos 12 vitórias.

(Foto: Reprodução)

Vozão empata e perde desempenho de 100% no Estadual

No confronto entre o líder e o lanterna na segunda fase do Campeonato Estadual, na tarde deste domingo (24), no estádio Domingão, Ceará e Barbalha empataram em 1 a 1, com gols de Bruno Paraíba (B), aos 38 minutos do primeiro tempo, e Ricardo Bueno (C), aos 40 minutos da segunda etapa. No outro jogo da rodada, o Floresta surpreendeu o Guarany de Sobral, em pleno Junco, na vitória por 1 a 0.

Com o complemento da quarta rodada da competição, o Ceará segue líder com 10 pontos, seguido por Ferroviário, Fortaleza e Atlético, todos com 7 pontos, além de Floresta (6), Guarany (3), Horizonte (3) e Barbalha (2). Os quatro primeiros colocados disputarão as semifinais do Estadual.

(Foto: Reprodução)

Reforma da Previdência – Cid Gomes sinaliza diálogo com aliados de Bolsonaro

“Se o PT quiser se somar nessa posição, seremos aliados. Mas se insinuar que ela é compatível com a da base, vai provocar nossa repulsa”.

O recado é do senador cearense Cid Gomes (PDT), em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, publicada neste domingo (24), sobre a posição do seu partido em sinalizar diálogo com aliados do presidente Jair Bolsonaro (PSL), como forma de “conter danos” no que se refere à reforma da Previdência.

“Não queremos só jogar pedra”, ressaltou Cid, diante da postura que chamou de “atitude mais propositiva”, ao destacar que a participação do PT seria bem-vinda, desde que o partido não confunda a iniciativa do PDT como interesse da base do governo.

(Com Agências)

Deputado cearense cobra respeito à soberania da Venezuela

532 9

Por meio das redes sociais, o deputado estadual Acrísio Sena cobrou neste domingo (24) que o “Brasil precisa respeitar a soberania do povo venezuelano”.

“Por trás da ‘ajuda humanitária’ encontra-se a estratégia de abrir caminhos para intervenção militar dos EUA. Os olhares econômicos se voltam para o país que detém a maior jazida petrolífera do mundo com a participação de 17,5% da produção mundial (298 bilhões de barris)”, comentou Acrísio, que também é historiador.

“Vamos respeitar o direito de o povo da Venezuela decidir seus caminhos sem interferência externa. A paz e a democracia continuam sendo o melhor caminho para evitar o derramamento de sangue”, ressaltou.

(Foto: Arquivo)

Falando um pouco sobre o Mercado Acionário

Em artigo sobre economia, o consultor financeiro Fabiano Mapurunga, Mestre em Administração com ênfase em Finanças e MBA em Gestão Financeira e Controladoria, ressalta um investimento que, cada vez mais, demonstra que é possível se ganhar muito dinheiro com ações, mas que para isso, se faz necessário conhecimento e dedicação. Confira:

O brasileiro, ainda de uma forma tímida, vem apostando no mercado de ações, em busca de alternativas para aumentar seu capital. Porém, o desconhecimento ainda se configura como o principal entrave para que muitos resolvam trilhar esse caminho.

Vamos começar hoje, a trazer informações sobre esse mercado, que vem atraindo a proliferação de muitas novas corretoras de investimentos e que, cada vez mais, demonstra que é possível se ganhar muito dinheiro com ações, mas que para isso, se faz necessário conhecimento e dedicação.

Dando o ponta pé inicial, vamos falar um pouco, sobre Mercado Primário e Mercado Secundário.

O Mercado Primário é o ambiente onde ocorre o direcionamento das reservas monetárias superavitárias, que estão à disposição dos poupadores, para o financiamento direto das empresas, por intermédio da compra de ações das mesmas. É dentro deste ambiente onde as empresas recorrem, de forma mais efetiva, aos recursos que objetivarão a consecução do seu crescimento. Tais recursos captados pelas empresas, irão então, implementar seus projetos de investimentos, tendo por consequência, o desenvolvimento e crescimento da riqueza nacional.

Para compor as ações disponíveis no mercado primário, as empresas precisam abrir seu capital, para tanto, elas devem possuir um plano de investimentos com o objetivo de demonstrar o destino dos novos recursos que serão captados. Tal projeto deve detalhar a decisão de tomar recursos no mercado de ações, pela promessa de um retorno que seja atraente, o qual atenda, no mínimo, as expectativas de ganhos dos propensos investidores, e que também atenda a uma geração de caixa compatível com os fluxos de pagamentos previstos.

Presenciamos atualmente, um bom número de empresas brasileiras que resolveram abrir seu capital e fazer capitação de recursos no mercado de capitais, o que se concretiza como uma grande oportunidade tanto para as empresas de grande porte quanto para as empresas de menor porte. As mesmas precisam apenas, conseguir se demonstrar capazes de atrair investidores para subscreverem as novas ações emitidas.

Podemos observar também, que a popularização da abertura de capital, tem provocado a entrada de novos setores empresariais, fugindo mais do mercado tradicional, formado principalmente por empresas como Banco do Brasil, Petrobras e Vale do Rio Doce. Hoje já podemos dispor de uma variedade bem maior de setores, como exploração de rodovias (AutoBan), televisão por assinatura (Net), educação (Anhanguera), aluguel de carros (Localiza), comércio eletrônico (Submarino), etc.

Enxergamos algumas razões que para que as empresas abram capital:

* Não há obrigação contratual que obrigue a empresa a devolver o dinheiro captado;

* O prazo de reembolso do capital investido pelos acionistas é indeterminado;

* Não há uma previsão sobre qualquer remuneração fixa do capital;

* Capital próprio reduz o risco financeiro da empresa;

* Há um ganho fático sobre a imagem institucional perante os fornecedores, cientes, funcionários, investidores e todo o ambiente social.

O Mercado Secundário, é o ambiente onde ocorrem as renegociações entre os poupadores das ações adquiridas no mercado primário. Objetivamente, a existência de uma mercado primário ativo só é possível mediante algumas condições expressas de liquidez para as ações emitidas, sendo estas verificadas nas Bolsas de Valores (mercado secundário). Logo, é dentro da Bolsa de Valores onde uma ação, que representa determinado empreendimento, tem o seu desempenho mensurado pela base de investidores, tendo então, maior demanda e, na sequência, maior liquidez.

Fabiano Mapurunga

Consultor em Finanças e Negócios. Mestre em Administração com ênfase em Finanças.
MBA em Gestão de Negócios. MBA em Gestão Financeira e Controladoria. Professor
Universitário

Copa do Nordeste tem disparidade entre os dois grupos

Quatro jogos, cinco pontos conquistados, uma vitória, dois empates, uma derrota, três gols marcados e três gols sofridos.

Não, o desempenho não é do Salgueiro, líder do Grupo A da Copa do Nordeste, mas, sim, do ABC, lanterna do Grupo B, que possui exatamente a mesma performance.

A disparidade entre as duas chaves tem favorecido as equipes do Grupo A, na qual integra o Fortaleza, quando os times que integram o G4 sequer superam o oitavo e último colocado do Grupo B, o ABC.

Em 31 partidas disputadas por Salgueiro, Santa Cruz, Fortaleza, Vitória, CRB, Altos, Sampaio Corrêa e Sergipe há somente três vitórias, enquanto Ceará, CSA, Botafogo da Paraíba, Confiança, Moto Clube, Bahia, Náutico e ABC somam juntos 12 vitórias. Todas as equipes do Grupo B já venceram na competição, enquanto no Grupo A apenas Salgueiro, Santa Cruz e Fortaleza, os três primeiros colocados, venceram uma partida, cada. Pelo regulamento, um grupo enfrenta o outro.

Neste domingo (24), a partir das 19 horas, Fortaleza e Bahia encerram a quarta rodada, quando a fase classificatória chegará à metade de seus jogos.

Em caso de vitória ou empate, o Fortaleza assumirá a liderança do Grupo A. Já o Bahia somente entrará no G4 do Grupo B se vencer.

(Foto: Reprodução)

Número de presos aprovados em curso superior chega a 30 no Ceará

O número de internos aprovados do sistema penitenciário cearense para cursos do ensino superior chega a 30. A informação é da assessoria de imprensa da Secretaria da Administração Penitenciária. O resultado foi registrado na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni), que garante vagas em instituições particulares.

A oportunidade, que alcançou onze novos participantes, foi possível através das notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL). O resultado é três vezes maior que o registrado no ano anterior, quando apenas oito internos alcançaram vaga no ensino superior.

Após a aprovação, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) auxilia a família com a documentação necessária para a matrícula. A decisão se os internos poderão ou não assistir às aulas é do Poder Judiciário.

Cursos

As últimas aprovações, com alunos de unidades da Região Metropolitana e do Interior, foram nos cursos seguintes cursos: Ciências Contábeis, Radiologia, Gestão de Tecnologia da Informação, Gestão Comercial, Gestão de Recursos Humanos e Administração.

Além dos onze aprovados na segunda chamada do Prouni, 14 foram aprovados na primeira chamada e cinco passaram pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), garantindo vaga em instituições públicas de ensino.

Os aprovados são das cadeias públicas de Aratuba, Crato, Pacoti, Aracati e Boa Viagem. Da Região Metropolitana, as unidades com internos aprovados são Cepis, Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, CTOC, CPPL I e UP Caucaia.

(Foto – Divulgação)

Presidente do Flamengo diz que quer negociar em separado com famílias

158 1

Um incêndio no centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, deixou dez mortos.

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landin, disse que o clube quer negociar em separado com cada família o valor das indenizações pela morte dos dez atletas no incêndio no Centro de Treinamento George Helal, o Ninho do Urubu, no último dia 8.

“ A gente entende que deve conversar em separado com cada família. A gente não abre mão disto”, disse Landin em entrevista coletiva no início da tarde de hoje (24), na sede do clube na Gávea, zona sul do Rio.

Landin informou que, na última sexta-feira, iniciou conversas em separado com as famílias dos jovens e que tem outras marcadas para esta semana.

“Não posso garantir que todas vão seguir este caminho. Esta é a nossa vontade”, disse, referindo-se aos acordos.

Alegando questões de segurança para as próprias famílias e sigilo de Justiça, Landin não revelou os valores oferecidos pelo clube, mas afirmou que não são de R$ 300 mil a 400 mil, mais um salário mínimo por mês, por dez anos, para cada família.

(Agência Brasil)

José Sarto imprime na Assembleia Legislativa a lição “do tempo pra tudo”

182 1

A poucos dias de completar o primeiro mês na presidência da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT) já começa a imprimir algumas marcas que devem dar o tom da condução dos trabalhos na Casa. Durante as conversas para a formatação das 18 comissões permanentes, uma dessas marcas ficou bastante evidente: respeito ao tempo alheio.

O novo presidente chega à Assembleia antes das 8 horas, registra a presença no plenário e segue para despachar com equipe e participar de reuniões. As agendas entram pela noite. Sarto atende colegas de parlamento com hora marcada. Tem dito que, assim, com pontualidade, o dia de todos rende muito mais, inclusive o dele.

Entre um compromisso e outro, ainda encontra espaço para visitar os setores da Casa e conversar com servidores, e vai dando mostras do seu estilo de gerir. Como toda prática nova, encontra um pouco de resistência. Porém, com tempo, todos se adaptam.

(Foto – ALCE)