Blog do Eliomar

Últimos posts

Dilma se reúne com ministros para discutir reforma administrativa

A presidente Dilma Rousseff se reuniu nesse sábado (19) com ministros, no Palácio da Alvorada, para discutir a reforma administrativa, que deverá cortar dez dos 39 ministérios. A redução do número de pastas deve ser anunciada pela presidente na quarta-feira (23).

O encontro não estava previsto nas agendas oficiais de Dilma e dos ministros. No sábado (12), a presidente também passou o dia reunida com ministros de diversas pastas, a fim de tratar do corte de gastos e da reforma administrativa.

A reforma também inclui cortes em estruturas internas de órgãos, ministérios e autarquias – com a redução de secretarias, por exemplo -, a diminuição de cargos comissionados no governo, os chamados DAS, o aperfeiçoamento de contratos da União com prestadoras de serviços, entre eles de limpeza e transporte, e a venda de imóveis da União e a regularização de terrenos.

(Agência Brasil)

Ceará leva gol nos minutos finais e ‘fantasma do rebaixamento’ volta a assombrar

foto ceará série b 150919 1x2 santa

Derrota nos minutos finais da partida, segunda pior defesa da competição, briga nas arquibancadas, terceiro pior desempenho nos três últimos jogos entre as 20 equipes da Série B e o fantasma do rebaixamento que volta a assombrar.

Tudo isso marcou a derrota do Ceará para o Santa Cruz, por 2 a 1, no início da noite deste sábado (19), na Arena Pernambuco, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série B. Todos os gols foram marcados na segunda etapa. Grafiti, de pênalti, aos 9 minutos, abriu o placar para o Santa Cruz; Ricardinho, aos 22 minutos, empatou com um chute de longe; e Vítor, ais 44 minutos garantiu a vitória pernambucana.

Com o resultado, o Ceará se mantém na 17ª colocação, mas, neste momento, com cinco pontos atrás do Macaé, que a partir das 21 horas enfrenta o CRB, no interior do Rio de Janeiro.

Inscrição para revalidar diploma de medicina pode ser feita até segunda

65 1

Terminam na segunda-feira (21), às 23h59, as inscrições para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida) de 2015. O exame é feito por quem se formou em medicina no exterior e quer exercer a profissão no Brasil. A inscrição pode ser feita no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

O teste será feito em duas etapas. A primeira, programada para o dia 18 de outubro, será composta por prova objetiva de 110 questões e prova discursiva com cinco intens. O participante pode fazer estas provas em Rio Branco (AC), Manaus (AM), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Brasília (DF) e Campo Grande (MS). O valor da taxa de inscrição para a primeira etapa é R$ 100.

Na segunda etapa, os aprovados na fase anterior serão avaliados quanto a habilidades clínicas em situações reais de atendimento médico. A prova está prevista para os dias 28 e 29 de novembro, e ainda não tem local definido. A taxa de inscrição custará R$ 300. O edital do exame foi publicado no dia 8 de setembro no Diário Oficial da União.

Para fazer o Revalida, o médico deve ser brasileiro ou estrangeiro em situação legal no Brasil, deve ter o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), aprovação no exame de Certificação de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) e diploma médico autenticado por autoridade consular brasileira e expedido por instituição de educação superior estrangeira reconhecida no país de origem.

(Agência Brasil)

Morre radialista Beto Fernandes

betofernan

A imprensa da Região do Cariri está de luto.  Morreu neste sábado (19), o radialista e mestre de cerimônia Beto Fernandes (52).  Beto caminhava pelo Centro de Juazeiro do Norte, quando sofreu um infarto fulminante no cruzamento das ruas Santa Luzia com São Pedro.  Uma ambulância do Samu ainda foi acionada, mas os socorristas não conseguiram reanimá-lo.

Beto nasceu em Acopiara (Centro-Sul), onde iniciou carreira no radiojornalismo. De la seguiu para Iguatu e, depois, para Campos Sales, de onde veio trabalhar e morar em Juazeiro do Norte no início dos anos de 1990.

Trabalhou na assessoria de imprensa do ex-prefeito Manoel Santana (2008  a 2012) e atualmente exercia o cargo de assessor de imprensa do prefeito Tardinni Pinheiro (Missão Velha) e da prefeita Analeda Luz (Jardim). Também era repórter do site Miseria, de Juazeiro do Norte.

A família informou que o o velório acontece na Central de Velório Anjo da Guarda, em Juazeiro do Norte, e, neste domingo (20), pela manhã, o corpo segue para Iguatu, onde haverá o sepultamento.

(Blog do FlavioPIntoNews)

Ampliação do Simples Nacional aumentou queda na arrecadação, informa Receita

Além da contração da economia, a queda real (descontada a inflação) de 3,68% na arrecadação federal em 2015 teve a influência de uma decisão do governo que favoreceu as pequenas empresas. A inclusão de empresas de 140 atividades no Simples Nacional – regime simplificado de pagamento de tributos – prejudicou a arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), tributos que lideram a queda das receitas do governo neste ano.

Segundo o chefe do Centro de Estudos Tributários da Receita Federal, Claudemir Malaquias, a ampliação do Simples Nacional permitiu que cerca de 300 mil empresas que, até o ano passado, pagavam IRPJ e CSLL pelo lucro presumido migrassem para o Simples Nacional, pagando menos tributos.

“Existe um primeiro impacto para a queda das receitas do IRPJ e da CSLL pelo lucro presumido, que é a redução do consumo. É fato que as empresas que vendem menos pagam menos tributos, mas também observados um efeito provocado pela migração para o Simples Nacional das empresas dos setores beneficiados pela ampliação do regime”, afirmou Malaquias.

A ampliação do Simples Nacional fez o governo deixar de arrecadar R$ 2,758 bilhões de janeiro a agosto em relação ao mesmo período do ano passado. Entre os incentivos fiscais do governo, o Simples Nacional representa a segunda maior perda de arrecadação federal em 2015, sendo superada apenas pela desoneração da folha de pagamentos, que fez o governo deixar de arrecadar R$ 3,225 bilhões nos oito primeiros meses do ano também em relação a 2014.

Regime simplificado de pagamento de impostos, o Simples Nacional recolhe tributos federais, estaduais e municipais em um único pagamento. O programa está em vigor desde julho de 2007 e beneficia empresas com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões.

Atualmente, cerca de 5 milhões de empresas fazem parte do regime especial.

(Agência Brasil)

Aulas preparatórias para o Enem no Sesc

Neste mês de setembro, o Sesc realiza mais uma edição do projeto “LiterARTE – Quando a arte dialoga com o Enem”, que promove aulas preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os encontros são gratuitos e acontecem a partir da segunda-feira (21) até o dia 28, das 18h às 20h, na Unidade Centro do Sesc (rua 24 de Maio, 692 – Centro).

Alunos do ensino médio e pré-vestibulandos que realizarão a prova podem participar das aulas. As inscrições devem ser feitas previamente no local ou por meio do telefone (85) 3455.2115.

Nesta edição, os participantes vão receber dicas e “bizus” sobre “Ciências Humanas” e “Ciências Naturais”. Os alunos serão orientados por professores universitários do Ceará e de outros estados.

(Sesc)

Alemanha e Áustria pedem ajuda de 5 bilhões de euros para atender refugiados

A Alemanha e a Áustria pediram neste sábado (19) um pacote imediato de ajuda humanitária, no valor de 5 bilhões de euros, para melhorar a situação nos campos de refugiados no Oriente Médio.

O chanceler austríaco, Werner Faymann, e o vice-chanceler alemão, Sigmar Gabriel, disseram, depois de uma reunião em Viena, que esse dinheiro deveria vir da União Europeia, dos Estados Unidos e dos países ricos do Golfo Pérsico.

“Devemos ajudar os países onde a miséria é tão grande que as pessoas decidem sair. Se as pessoas não têm o que comer e beber, que mais podem fazer que não seja fugir?”, disse Sigmar Gabriel, em entrevista.

Os países vizinhos da Síria, sobretudo a Turquia, o Líbano e a Jordânia, onde a guerra civil se prolonga há cinco anos, acolheram milhões de sírios.

O vice-chanceler alemão afirmou que a União Europeia, os Estados Unidos e os países árabes deveriam dar mais ajuda e lembrou que o programa de alimentação da Organização das Nações Unidas teve de reduzir a ajuda mensal aos refugiados de US$ 27 para US$ 13 por falta de fundos.

Werner Faymann, por sua vez, criticou os muros que a Hungria está construindo nas fronteiras com a Sérvia, Croácia e Romênia.

(Agência Brasil)

Alexandre Pereira ganha homenagem da Base Aérea

encontro_pdt_e_pps_-_alexandre_pereira_-_stille_57

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Alexandre Pereira, está entre os homenageados da Base Aérea de Fortaleza, que fará ato segunda-feira, às 16h30min, comemorando seu 79º aniversário de criação.

Alexandre receberá na ocasião o título de “Membro Honorário da Força Aérea Brasileira” por “serviços prestados” à Corporação.

Ele também é também titular da Coordenadoria de Parceiras Público-Privadas da Prefeitura de Fortaleza e ainda preside o PPS do Ceará.

OAB-CE para que te quero!

95 48

Em artigo enviado ao Blog, o advogado Frederico Cortez afirma que “nos que últimos 10 anos (a OAB-CE) vem se mantendo numa postura mansa e política”. Confira:

É chegada a hora dos advogados e advogadas do Ceará irem às urnas, brevemente, para o preenchimento de uma das vagas mais importantes e cobiçadas pelos membros da Ordem dos Advogados do Ceará, qual seja: presidente da Ordem dos Advogados do Ceará.

Salutar e transparente deve ser o pleito eleitoral, como prova de uma classe que avoca o dever de fiscalizar não só o exercício da Advocacia, mas, também, de defender a sociedade civil contra todo o mal e podridão que venham a ameaçá-la.

Quando, então ainda presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ayres Brito fez a seguinte declaração: “A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é porta-voz da sociedade civil brasileira”.

Nesse sentido, o que espera-se de um órgão dotado de tanto prestígio e respeito, pelos poderes ímpares, é um trabalho independente, austero, destemido e comprometido com o bem estar da sociedade civil e de seus membros, advogados e advogadas.

Também é cediço, por todos, que a Ordem dos Advogados do Brasil, secção Ceará, tem a competência para ajuizar Ações Civis Públicas sem restrições de temas, como bem assim asseverou o ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça, ver nota no sito da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL – FEDERAL (http://www.oab.org.br/noticia/26403/oab-pode-ingressar-em-acao-civil-publica-sem-restricao-de-temas ).

O respeitável ministro do STJ vai além e destaca a posição de categoria especial em que a OAB, uma vez que o Supremo Tribunal Federal (STF) elegeu a  Ordem dos Advogados do Brasil à Categoria Jurídica Especial, “compatível com sua importância e peculiaridade no mundo jurídico”.

Trazendo o tema para nossas cercanias, vejo que a Ordem dos Advogados do Ceará, nos últimos 10 anos vem se mantendo numa postura mansa e política, posto que, caso não esteja equivocado, nessa espacialidade, não lembro de nenhuma Ação Civil Pública contra o Poder Executivo e/o Poder Legislativo.

Bem, será que nosso Estado não existe nenhum problema para que a OAB-CE se mantivesse silente? Será que está tudo a mil maravilhas?

Creio que não! Todavia, o que nota-se de fácil modo é voos políticos de ex- dirigentes da OAB-CE, alçando carreiras políticas tanto na esfera legislativa como na executiva, como objeto de projeto pessoal.

Recentemente, saiu nas colunas políticas desse Ceará que passei a amar, posto que sou de São Paulo, que o atual presidente da OAB-CE, Dr. Valdetário Monteiro, estava cotado para o posto de presidente do partido político PROS!

Bem, posso ser um solitário otimista, mas uma coisa é certa: eu não quero uma OAB para que sirva de trampolim político. A OAB-CE é dos advogados, advogadas e da sociedade civil.

Deputado diz que custas processuais inviabilizam justiça para pessoas carentes

AUDIC

A balança da Justiça emperrada pelos altos custos de um processo judicial. Para o deputado Audic Mota (PMDB), os altos valores impedem o efetivo acesso à justiça, sendo um dos grandes obstáculos que o cidadão encontra quando necessita buscar seus direitos.

Para equilibrar a balança entre aqueles que podem custear um processo judicial e aqueles de segmentos mais carentes, o parlamentar protocolou projeto de Lei que visa facilitar o pagamento desses gastos, ao acrescentar dispositivo ao artigo 7º da lei 12.381, que institui o “Regimento de Custas no Estado do Ceará”, determinando que o pagamento possa ser feito ao final do processo, desde que comprovada a impossibilidade financeira.

Conforme o projeto, a falta de recursos pode ser comprovada de maneira simples, apenas com declaração assinada pelo requerente, garantindo o fácil acesso do cidadão.

“O que se observa é a justiça ameaçada em razão de barreiras econômicas. O projeto é de extrema importância, pois visa fazer cumprir o que determina a Constituição quando assegura o acesso à justiça de forma igualitária como garantia fundamental”, justificou o deputado.

O estado garante a assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem hipossuficiência de recursos financeiros. Entretanto, a legislação não prevê que existem cidadãos que não se enquadram como beneficiários da referida gratuidade no acesso à Justiça. Por exemplo, aqueles que passam por uma carência econômica momentânea, tendo, obrigatoriamente, que arcar com os valores para as ações terem consequência.

Ceará atinge meta de vacinação contra a paralisia infantil

O Estado do Ceará vacinou, durante a Campanha Nacional contra a Poliomielite, mais de 554,9 mil crianças, o que corresponde a 97,2% do público-alvo. A mobilização foi realizada, em todo o país, de 15 a 31 de agosto. Balanço do Ministério da Saúde indica que 15 estados atingiram a meta estabelecida, que é de vacinar 95% das crianças entre seis meses e cinco anos incompletos. Em 12 estados a meta não foi alcançada.

Em todo o país, foram vacinadas mais de 12 milhões de crianças. A cobertura nacional foi de 94,4% do público alvo, formado por 12,7 milhões de crianças. A recomendação aos estados que não atingiram a meta é continuar com a vacinação de rotina, oferecida durante todo o ano nos 36 mil postos de espalhados pelo país.

Para ter o esquema vacinal completo é preciso que as crianças sejam imunizadas com quatro doses, administradas aos dois e quatro e seis meses de idade e mais dois reforços, aos 15 meses e aos quatro anos. Depois disso, a criança deve comparecer aos postos de saúde para tomar a dose de campanha anualmente, até completar cinco anos de idade.

Doze estados não conseguiram vacinar 95% do público-alvo: Rio Grande do Sul (94,7%); Rio Grande do Norte (93,4%); Goiás (93,3%); Pará (92,5%); Tocantins (91,4%); Bahia (91,2%); São Paulo (90,2%); Mato Grosso (89,4%); Acre (89,4%); Mato Grosso do Sul (88,8%); Piauí (88,2%); e o Distrito Federal (82,5%).

A meta foi atingida em 15 estados. São eles: Rondônia (101%); Rio de Janeiro (100,1%); Pernambuco (99,9%); Maranhão (99,3%); Sergipe (99,2%); Espírito Santo (99,1%); Paraíba (98%); Amapá (98%); Roraima (97,7%); Ceará (97,3%); Alagoas (96,7%); Paraná (96,7%); Amazonas (96,1%); Minas Gerais (95,5%) e Santa Catarina (95,5%).

(Agência Saúde)

O Acordo de Leniência

Em artigo no O POVO deste sábado (19), o advogado Eugênio Vasques, mestre em Direito e professor da Universidade de Fortaleza (Unifor), comenta da ferramenta “delação premiada” no combate à corrupção. Confira:

Estamos enfrentando, sem dúvida, uma das maiores crises morais da história do País, em que a epidemia da corrupção das instituições e a estrutura de poder contaminaram o setor público especialmente nas formas de contratação, culminando com os diversos escândalos divulgados nas fases da Operação Lava Jato.

Uma situação em particular chamou a atenção de todos, no tocante à formalização por parte da Controladoria-Geral da União (CGU) de acordos com algumas empresas envolvidas na sobredita operação policial, com a finalidade de ser formalizada uma espécie de “delação premiada”, diferentemente do que se via até então, já que tal instituto era utilizado somente pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), no denominado programa de leniência.

Com o advento da lei Anticorrupção (12.846/13), regulamentada pelo decreto 8420, os órgãos da administração pública foram autorizados a realizar acordos de leniência com pessoas jurídicas interessadas em cooperar com a apuração de atos lesivos aos cofres públicos, englobando diversas questões em seus diferentes órgãos internos.

Entretanto, para que seja possível a formatação do acordo, a pessoa jurídica tem que cessar imediatamente com seu envolvimento no ato ilegal e admitir sua participação, cooperando efetivamente com as investigações, fornecendo dados, documentos, identificando os envolvidos enfim, tudo que se faça necessário para atender o interesse da Administração Pública.

Os benefícios do acordo vão desde a isenção ou atenuação de punições restritivas ao direito de licitar e contratar com o poder público, como, por exemplo, a redução do valor de eventual multa. É importante frisar que a obrigação de reparação integral do dano causado ao Erário permanece, não havendo o que falar sobre eventual prejuízo.

Já é observada uma manifesta legião de personagens contrários à sua utilização, decorrente, em especial, do entendimento de que tais acordos não necessitam passar, efetivamente, pelo aval do MP. A nosso ver, o legislador incorporou uma importante ferramenta, de efetividade inegável e que nos reporta a uma nova forma de combate à corrupção.

Camilo e a arte do equilibrismo

foto camilo PT

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (19), pelo jornalista Érico Firmo:

A presença de Camilo Santana (PT) na filiação de Ciro Gomes ao PDT, com status de pré-candidato, já causou ciumeira entre os petistas. O governador não se limitou a comparecer ao ato de quarta-feira, gesto que, por si, já estaria carregado de simbologia. Também não se restringiu a elogiar o novo pedetista. Camilo se referiu a ele como “nosso grande líder no Ceará e com certeza nosso grande líder no Brasil para comandar aí os rumos desse País”. O governador é filiado a um partido há 13 anos no poder federal, que tem a atual presidente da República e um ícone com a força do ex-presidente Lula. Ao apontar Ciro como “grande líder para comandar os rumos do País”, relega a própria legenda a segundo plano, em favor do aliado local.

Desde agora, o governador precisará exercitar o equilibrismo entre o próprio partido, que está no poder federal, e o principal aliado, que pretende chegar lá. Deverá ser mais exigido com o tempo, à medida que essa intenção do PDT se confrontar mais diretamente com o projeto petista. Não é algo propriamente inédito. Desde a posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2003, até a campanha de reeleição de Cid, em 2010, Ciro Gomes manteve, simultaneamente, aliança federal com o PT e parceria estadual com Tasso Jereissati (PSDB). E Cid Gomes, em seu primeiro mandato, teve PT e PSDB juntos em sua base. O próprio PT, hoje, é aliado do grupo dos Ferreira Gomes e, ao menos oficialmente, faz oposição ao prefeito Roberto Cláudio.

Essas composições, porém, sempre tiveram como pano de fundo o interesse maior do projeto de poder nacional dos grupos. Na hora de conflito, esse fator sempre prevaleceu. Por isso, o PSDB local foi descartado em 2010, em favor do PT. E por isso, a tarefa de Camilo ao se equilibrar é mais complexa.

Sem exportações, alta do dólar é prejudicial ao Nordeste, diz avicultor

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=fEoSY8gP7IM[/youtube]

O presidente da Associação Cearense de Avicultura (Aceav), João Jorge Reis, disse que a Região Nordeste é a mais afetada com a alta do dólar, por não possuir como base da economia a exportação. De acordo com o dirigente, o setor aviário do Ceará já contabiliza uma perda de 5%.

PT Ceará apresenta pré-candidatos para as eleições de 2016

foto De Assis PT Ceará

O diretório estadual do PT promoverá, na noite da próxima sexta-feira, no Hotel Praia Centro (Praia de Iracema), a Plenária Estadual preparatória para as eleições municipais de 2016. Na oportunidade, serão apresentados os pré-candidatos a prefeito de diversos municípios cearenses, além das filiações das novas lideranças partidárias.

“No contexto atual, uma das nossas maiores prioridades é a reeleição do PT no município de Itapipoca”, comentou o presidente do PT Ceará, Francisco de Assis Diniz. Ele explica que hoje Sobral é o maior município do Ceará que tem o PT na administração municipal, mas que a “cidade dos três climas” tem a possibilidade de reeleição. “E o PT fará de tudo para concretizar a reeleição em Itapipoca”, enfatizou.

“Além disso, em 2014, Itapipoca destacou-se na eleição garantindo uma votação maciça para o governador Camilo Santana, bem como para a legenda e seus candidatos a deputados estadual e federal, como foi o caso de José Guimarães”, completa De Assis.

Francisco: visita a Cuba e EUA

foto papa francisco cuba

Editorial do O POVO deste sábado (19) avalia a visita do papa Francisco a Cuba. Confira:

Hoje, o papa Francisco chega a Cuba, dando início a mais longa viagem de seu pontificado, uma vez que se estenderá também aos Estados Unidos, onde desembarcará na terça-feira, 22, unindo no mesmo périplo dois países emblemáticos para os povos do Continente.

A visita ocorre quando acabam de ser reatados os laços diplomáticos entre ambos os Estados, após 50 anos de ruptura – desfecho vitorioso para o qual concorreu a mediação discreta do primeiro papa latino-americano.

Cuba foi uma das poucas nações a terem o privilégio de serem visitadas pelos três últimos papas (João Paulo, em 1998; Bento XVI, em 2012, e, agora, Francisco). Todos deixaram clara sua solidariedade à ilha na questão do injusto bloqueio americano, e incentivaram iniciativas do regime para se abrir a horizontes mais largos, bem como animaram a população cubana a encontrar novos espaços de expressão para suas legítimas aspirações.

Francisco tem defendido a busca de modelos de sociedade centrados em valores que dignifiquem a existência humana, como: solidariedade, justiça social, liberdade, fraternidade e paz. E lamentado o fato de estar ocorrendo no mundo exatamente o contrário: a prevalência de um sistema socioeconômico e cultural fundado no individualismo crasso, no desrespeito aos direitos humanos, na “cultura do descarte” (inclusive dos seres humanos), na violência e na guerra.

Nos EUA, o pontífice vai fazer dois chamamentos particularmente importantes cujo ponto central seria a imigração: no Congresso Nacional e na Organização das Nações Unidas (ONU). No âmbito interno americano, a situação desconfortável da comunidade hispânica. Na ONU, a grave crise humanitária resultante da migração em massa das populações de países convulsionados do Oriente Médio.

Esse é o desafio cuja resposta poderia revelar até que ponto a humanidade terá compreendido que a aventura humana, neste planeta, terá ou não o desfecho que dela esperam os que acreditam nas reservas de generosidade que estariam encobertas pelo acúmulo de desconfianças seculares entre Ocidente e Oriente, geradas pela ignorância mútua dos referenciais valorativos pelos quais cada lado se orienta na avaliação do que é melhor para a humanidade.

Gonzaguinha de Messejana capacita pessoas para acompanhamento de partos

foto eron moreira gonzaguinha messejana

Primeiro hospital a oficializar e sistematizar o acesso das “doulas” em Fortaleza, o Gonzaguinha de Messejana inaugurou esta semana o projeto “Doulas que se doam”, que capacita pessoas – da área de saúde ou não – para acompanhamento de partos.

Com origem na Grécia e pronúncia em português “dúla”, as doulas não podem realizar partos ou participar ativamente das cirurgias, mas são fundamentais no apoio emocional à paciente em procedimento de parto.

Segundo o diretor do hospital, o oftalmologista Eron Moreira, as doulas também são importantes no pré-natal, quando reforçam o vínculo da futura mãe com o bebê, além de manter a grávida informada de todos os procedimentos do parto, inclusive no incentivo ao parto normal, sem a necessidade da cesária.

“É o Gonzaguinha de Messejana avançando ainda mais no parto humanizado”, comentou Eron Moreira.