Blog do Eliomar

Últimos posts

DNOCS – Uma morte anunciada

Com o título “DNOCS: um ancião esquecido”, eis artigo de Edilton Saldanha, jornalista e servidor da autarquia. Ele bate na tecla de que o governo federal quer mesmo extinguir o órgão. 

Já falaram muito de mim. De bem e de mau, e até chegaram a anunciar minha morte, em 2000. Sou um velhinho com 106 anos. Sou o DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas). Quando em nasci em 1909, eu era o centro das atenções na construção de estradas, ferrovias, rede elétrica, açudes, perfuração de poços, e por último implantei 36 perímetros irrigados – isso tudo com abrangência em todo o Nordeste.

Eu possuía um quadro de técnicos de alto nível, sendo muitos de origem estrangeira. O meu equipamento de execução de obras era bastante pesado e de qualidade. As minhas oficinas de manutenção detinham as melhores tecnologias da época. O meu quadro de servidores ultrapassava os 20 mil servidores.

A minha frota de veículos, formada por Jeep, Rural, Pick-Up e outros utilitários, possuía até aviões, cujos mesmo eram pilotados pelos próprios servidores – capacitados para tanto.

A minha trajetória foi marcante em benefícios, em prol do homem do semiárido, ao longo de várias décadas. Com as mudanças de governo para governo, muitos deixaram de cuidar da minha saúde, retirando recursos e com eles as minhas atividades, o que me deixou a cada dia mais doente.

Hoje, estou esquecido, como um jumento que tanto prestou serviços a uma família. Encontro-me jogado,  perdido numa administração que não me vê como um contribuinte para o desenvolvimento do Nordeste. Estou totalmente desestruturado e não tenho forças para trabalhar. Penso até que o governo Dilma quer me matar.

Se isso acontecer, fiquem todos sabendo que hoje não faço grandes obras. Não porque não queira, mas porque não tenho mais o devido apoio dos governantes. Estou sendo lembrado em audiências na Câmara dos Deputados, em Brasília, mas não espero grandes resultados capazes de me tirar do corredor da morte.

*Edilton Saldanha

Jornalista /servidor do DNOCS.

STJ nega habeas corpus para Bumlai

“O ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou hoje (2) um pedido de habeas corpus ao empresário e pecuarista José Carlos Bumlai. O pedido foi protocolado segunda-feira (30) e negado na manhã desta quarta-feira.

Bumlai foi preso no dia 24, em Brasília, durante a Operação Passe Livre, 21ª fase da Operação Lava Jato. Nesse mesmo dia, Bumlai se apresentaria para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES. Ele é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de usar contratos firmados com a Petrobras para quitar um empréstimo com o Banco Schahin.

O argumento da defesa de Bumlai no pedido do habeas corpus negado pelo STJ é que o pecuarista se colocou à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos e que não haveria risco de obstrução à coleta de provas.”

(Agência Brasil)

Processo contra Cunha é adiado pela quarta vez. Ficou agora para o próximo dia 8

“O presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), adiou, pela quarta vez, a votação do parecer preliminar do deputado Fausto Pinato (PRB-SP), relator da representação contra o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Araújo tentou marcar uma nova sessão para amanhã (3), mas alguns parlamentares alegaram compromissos em outras comissões e em seus estados, e a votação ficou para a próxima terça-feira (8). Amanhã, os parlamentares do colegiado voltam a se reunir para tentar votar outras representações – contra deputados Alberto Fraga (DEM-DF) e Chico Alencar (PSOL-RJ).

Os 21 deputados que integram o Conselho de Ética da Câmara tinham um acordo para apreciar o parecer hoje, depois que a tentativa feita na terça-feira (1º) acabou frustrada. Os parlamentares discutiram, por quase seis horas, sobre ritos e processos do colegiado, fazendo com que a reunião se arrastasse por mais tempo. A sessão do Congresso, que estava marcada para as 19h, para deliberar sobre vetos, foi aberta, suspendendo as atividades do Conselho.

Pinato recomendou, em seu parecer, a continuidade das investigações das denúncias contra Cunha. Segundo ele, se os fatos denunciados na representação apresentada pelo PSOL e pela Rede se confirmarem, fica estabelecida a quebra de decoro parlamentar. O relator afirmou que o fato de Cunha ser alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) e a confirmação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, da existência de contas mantidas pelo peemedebista na Suíça, são suficientes para o início da investigação.

A defesa de Cunha apresentou ontem argumentos para tentar reverter a orientação. O advogado Marcelo Nobre afirmou que as denúncias não provam qualquer crime e pediu o arquivamento do processo.”

(Agência Brasil)

Orçamento 2016 – Joaquim Levy afirma que a aprovação do relatório é bom sinal

Joaquim-Levy-ministro-da-fazenda-27-02-15-567x340

“O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou hoje (2) que foi uma boa sinalização do Congresso Nacional a aprovação do relatório da receita orçamentária para o ano que vem, com a inclusão de recursos provenientes da arrecadação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O texto foi aprovado ontem (1º) pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional.

“É uma sinalização importante para 2016, junto com a visão bem clara da qualidade do gasto público e as prioridades de médio prazo, inclusive com a discussão sobre o tema da [reforma] Previdência, que a presidenta [Dilma Rousseff] está sinalizando. Dão um sinal do que pode ser 2016 para a gente superar a fase atual e realmente começar a ter uma recuperação econômica”, disse o ministro.

Levy continua defendendo que o importante é avançar no projeto fiscal do governo para trazer a tranquilidade de que pessoas precisam para a retomada do crescimento econômico.

Sobre o desempenho da economia no terceiro trimestre, que apresentou queda de 1,7%, Levy destacou que a inflação tem afetado a capacidade de consumo e que todos os esforços têm que ser para reduzir a pressão sobre os preços. Ontem, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que houve uma retração real de 1,7% no terceiro trimestre. Com o resultado, o Ministério da Fazenda admitiu que as incertezas continuam impactando no crescimento e que o índice veio abaixo do esperado pela Secretaria de Política Econômica da pasta, que estimava queda de 1,1%.

Joaquim Levy encontrou-se nesta quarta-feira com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. À saída, Levy disse que ainda não há uma resposta definitiva sobre a entrada de recursos do leilão de hidrelétricas, realizada na semana passada. Para ele, o governo ainda está verificando se os recursos entrarão no caixa da União neste ano ou em 2016.

“Depende de uma série de etapas. Estou acompanhando mas não tenho uma informação definitiva. Estamos olhando 2016, que acho que tem perspectivas boas de leilões. Brevemente teremos leilões de energias alternativas, como eólicas. Também teremos, agora em dezembro, o leilão de micro e minigeração distribuída, inclusive da solar. A maior parte não tem custo fiscal e sinaliza para a expansão da energia, e dentro da agenda de crescimento é bastante relevante”, afirmou o ministro da Fazenda, ao fim do encontro.”

(Agência Brasil)

PT decide votar contra Eduardo Cunha no Conselho de Ética

EDUARDO CUNHA/ENTREVISTA

Após uma longa reunião, a bancada do PT decidiu há pouco votar favoravelmente ao parecer do deputado Fausto Pinato (PRB-SP), que pede a continuidade do processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no Conselho de Ética por suposta quebra de decoro parlamentar.

Com a decisão da bancada, os três deputados petistas que integram o colegiado – Zé Geraldo (PA), Leo de Brito (AC ) e Valmir Prascidelli (SP) – votarão com o relator. Os três votos são considerados decisivos para definição do processo contra Cunha no conselho,  que se reúne ainda hoje para votar o parecer de Fausto Pinato.

(Agência Brasil)

Praia de Iracema – Linhas no entorno serão alteradas a partir do próximo dia 12

A partir do próximo dia 12, um total de 20 linhas que passam pela Avenida Historiador Raimundo Girão e pela Avenida Monsenhor Tabosa passarão por alterações. Isso em consequência da implantação do binário da Praia de Iracema, informa a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

Com a implantação de semáforo no cruzamento da Avenida Rui Barbosa com Avenida Monsenhor Tabosa, as linhas que seguiam pela Avenida Historiador Raimundo Girão e entravam na Avenida Barão de Studart pelo sentido leste-oeste, seguem até a Avenida Rui Barbosa, retornando à Avenida Barão de Studart. São elas 077- Parangaba/Mucuripe, 078 -Siqueira/Mucuripe, 099 – Siqueira/Mucuripe, 752 – Caça e Pesca e 903 – Varjota.

Com a alteração de sentido de circulação na avenida Beira-Mar, as linhas que passam pela Avenida Historiador Raimundo Girão, no sentido oeste-leste, devem seguir pela rua Idelfonso Albano e em seguida pela Avenida Monsenhor Tabosa. Já a linha 909 – Praia do Futuro / Caça e Pesca / Beira Mar segue pela Monsenhor Tabosa em direção à Barão de Studart, deixando de passar pela João Cordeiro e Historiador Raimundo Girão.

Linhas a serem alteradas

012 – Circular II
016 – Cuca Barra/Papicu
052 – Grande Circular II
054 -Praia do Futuro/Caça e Pesca (Corujão)
056 – Grande Circular II (Corujão)
071 – Antônio Bezerra/Mucuripe
073 – Siqueira/Praia de Iracema
077 – Parangaba/Mucuripe
078 – Siqueira/Mucuripe
092 – Antônio Bezerra/Papicu/Praia de Iracema
099 – Siqueira/Mucuripe/Br. de Studart
120 – Vila do Mar/Náutico/Antônio Bezerra I
130 – Vila do Mar/Náutico/Antônio Bezerra II
752 – Caça e Pesca/Centro
903 – Varjota
905 – Meireles/Centro
906 – Caça e Pesca/Serviluz/Centro
907 – Castelo Encantado/Centro
909 – Praia do Futuro/Caça e Pesca/Beira Mar

MP do Ceará quer reforma da Cadeia Pública de Redenção

“O Ministério Público do Ceará, através do promotor de justiça da comarca de Redenção, Felipe Moreira Seabra, ajuizou uma ação civil pública requerendo a reforma da Cadeia Pública desse município ou a construção de um novo estabelecimento prisional que atenda aos requisitos legais. Além disso, a ação requer que a Cadeia Pública de Redenção não receba presos além de sua capacidade atual, que é de 24 detentos.

A medida judicial foi adotada após a tramitação de inquérito civil público na Promotoria de Justiça de Redenção, que apurou irregularidades no funcionamento da Cadeia Pública local. O MPCE verificou que há fragilidade na segurança do estabelecimento, sendo recorrente a fuga de detentos, o que põe em risco a incolumidade dos agentes penitenciários e dos moradores do entorno do local.

Constatou-se também a precariedade higiênico-sanitária da unidade prisional, atestada por meio de laudo da Vigilância Sanitária, que registrou as condições degradantes de insalubridade a que são submetidos os detentos do estabelecimento, que sofrem também com a superlotação carcerária, tornando o ambiente propício à contração e transmissão de doenças.

A situação da Cadeia Pública de Redenção tem ensejado uma série de ocorrências, como a ocorrida em julho deste ano, quando houve um princípio de rebelião no local e a tentativa de linchamento de dois detentos. Alguns presos atearam fogo em colchões e três detentos e quatro policiais ficaram feridos.”

(Site do MP-CE)

Comunidade Shalom ganhará mais quatro sacerdotes

ressss

Quatro diáconos da Comunidade Católica Shalom serão ordenados sacerdotes no início do Ano Jubilar Extraordinário da Misericórdia. A celebração eucarística para ordenação presbiteral terá à frente o arcebispo de Fortaleza, dom José Aparecido Tosi Marques e ocorrerá no próximo dia 22, às 18h30min na Catedral.

A partir do Natal do Senhor, dia 25 de dezembro, os neo sacerdotes celebrarão suas primeiras missas no Centro de Evangelização Shalom da Paz (Av. Maria Tomásia, 72). O diácono Cristiano Pinheiro celebrará no dia 25 às 18 horas, seguindo por Edie Bethlem no dia 26 às 19 horas. Hintz Dagoberto presidirá sua primeira missa no dia 27 às 18 horas e Gustavo José no dia 28 de dezembro às 19 horas.

Com os quatro novos presbíteros, o número de sacerdotes da Comunidade Shalom chegará a 32.

(Foto – Arquidiocese de Fortaleza)

Fortaleza será a capital do hip hop nordestino a partir desta sexta-feira

Fortaleza será sede, de sexta a domingo, no Anfiteatro do Dragão do Mar, do V Festival Cearense de Hip Hop (FCH2). O evento da dança urbana é considerado o maior do Nordeste e é uma realização do Instituto de Dança, Arte, Cultura e Educação (Idance), com apoio do Governo do Estado. Vai reunir grandes nomes nacionais e internacionais.

O objetivo do festival é valorizar as danças urbanas, através das mostras Competitivas e Livres. Haverá ainda workshops e showcases, informa a organização do evento.

Além do Anfiteatro do Dragão, haverá apresentações também em alguns palcos secundários chamados de “palcos das intervenções urbanas”, em pontos turísticos considerados cartões postais da cidade. Uma dessas apresentações será em frente à estátua da Iracema Guardiã, na Praia de Iracema.

Programação

SEXTA (04/DEZ):
19 h – Abertura – Anfiteatro Dragão Do Mar
20h – Mostra Livre – Anfiteatro Dragão Do Mar

21h – Freestyle Avançado – Anfiteatro Dragão Do Mar

*** 16h30min às 18h – Apresentações na Ponte da Barra do Ceará

SÁBADO (05/DEZ):
15h – Eliminatória Breaking – Cineteatro Cuca Barra

18h – Mostra Livre – Cineteatro Cuca Barra

19h – Eliminatória Popping – Cineteatro Cuca Barra

DOMINGO (06/DEZ):
19h – Mostra Livre – Anfiteatro Dragão Do Mar

20h – Freestyle Sênior – Anfiteatro Dragão Do Mar

21h – Final de Popping – Anfiteatro Dragão Do Mar

22h – Final Breaking – Anfiteatro Dragão Do Mar

*** 16h30 às 18h – Apresentações também na Estátua Iracema Guardiã.

STJ condena Carta Capital a indenizar faculdade com R$ 90 mil por reportagem

“Os direitos da personalidade são extensíveis a pessoas jurídicas, e por isso o uso de expressões ofensivas que extrapole o direito de manifestação deve ser indenizado. Com esse entendimento, a 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça condenou a revista Carta Capital e o jornalista Leandro Fortes a indenizar em R$ 90 mil o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). A decisão é desta terça-feira (1º/12).

Em 2008, a revista publicou uma reportagem afirmando que o IDP mantinha contratos com órgãos públicos assinados por meio de dispensa de licitação. De acordo com a publicação, esses contratos foram conseguidos por meio do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, sócio da escola, e por outros professores por meio de tráfico de influência.

A 4ª Turma seguiu à unanimidade o voto do ministro Luis Felipe Salomão, relator. “Salta aos olhos que não se trata de simples manifestação do pensamento e exercício de seu legítimo direito de crítica, como pretendem demonstrar os recorridos. Ao reverso, verifica-se deliberada intenção de ofender a honra e imagem da instituição de ensino e de seu sócio”, disse nesta terça.

O recurso foi interposto pelo IDP contra decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo que negou a indenização. Para a faculdade, representada pelo escritório Mudrovitsch Advogados, a revista atacou o IDP e o ministro Gilmar ao afirmar que ela se valeu de práticas criminosas para se beneficiar de contratos que teriam o valor de R$ 2,4 milhões.”

(Site Consultor Jurídico)

As aventuras do Papai Noel nas ciclofaixas de Fortaleza

Com o título “Papai Noel na ciclofaixa”, eis artigo de José Borzacchiello, geógrafo e professor emérito da UFC, que pode ser conferido também no O POVO desta quarta-feira. Ele aborda como o bom velhinho distribuiria seus presentes usando as ciclofaixas de Fortaleza. Confira: 

Papai Noel está passando por sérios problemas em Fortaleza depois que resolveu recolher os pedidos de presentes e visitar crianças pedalando bicicleta. Acostumado a atrair multidões em vários shoppings desembarcando de helicópteros, a brilhar na festa da Praça do Ferreira, o bom velhinho se animou com a ideia de pedalar. Ficou um pouco temeroso de perder seu gorro ou de ficar com a visão prejudicada com sua barba solta e revolta pelo vento. Papai Noel descobriu como é difícil sobreviver em nossa cidade. Logo ele, com seus trajes vermelhos adornados de branco, visível à longa distância.

De saída, ainda cambaleante após as primeiras pedaladas, levou uma fechada de uma moto que avançou sobre a faixa. Ao dobrar uma esquina, não pôde prosseguir, pois um caminhão que descarregava material de construção ocupava a faixa, impedindo a passagem segura. Papel Noel é insistente, é comprometido com a coleta dos pedidos. O saco estava razoavelmente cheio, quando um ônibus ocupou parcialmente a faixa e passou de raspão derrubando-o. Um rasgo pequeno não impediu que algumas cartas se espalhassem pelo chão. 

Assustado, encostou a bicicleta no muro e agradeceu aos transeuntes que o saudavam e lamentavam o acontecido e, ao mesmo tempo, ajudaram-no a catar tudo. Uma alma caridosa dona de uma loja juntou as partes rasgadas do saco de correspondências de Papai Noel e, usando um grampeador, fez um remendo o que permitiu a continuação da coleta.

De bicicleta, a vida de Papai Noel em nossa cidade não foi fácil. Com as vestes amarrotadas, suado e temendo pela própria vida, quase desistiu. Prosseguiu pelas ruas do Meireles, Aldeota, Bairro de Fátima. Às vezes voltava ao passado. Pensava em seu trenó deslizando suavemente tendo à frente renas dóceis e rápidas. Teve saudade dos helicópteros. Via Fortaleza de cima e achava tudo tão bonito. Estava disposto a explorar a Cidade, queria construir uma intimidade maior com seu povo, percorrer suas ruas, bater às portas, sentir o calor humano neste período natalino.

A pergunta que não queria calar saía de vez em quando: “Que loucura é essa? Como essa gente consegue sobreviver em tanto caos?” Angustiado, pensava o que faria montado em sua bicicleta para alcançar os bairros mais pobres e distantes da Cidade. Aqueles sem ciclovias, ciclofaixas, sem pavimentação, carentes de tudo. O velhinho quase se arrependeu da aventura sobre duas rodas. 

Reduziu o ritmo da coleta e saiu com muito medo e muito cuidado. Esquivava-se aqui, derrapava ali, o saco cada vez mais cheio de cartinhas atrapalhava seu equilíbrio. Promessa é dívida. Ele prometeu e teve que cumprir. Claro que se arrependeu, e muito.

Já próximo do Natal, mais magro, com as vestes gastas e desbotadas pelo sol, já não ostentava o vigor e a alegria das primeiras voltas feitas nas imediações da avenida Beira Mar. Estava exausto.

Não cansava de se perguntar como aqueles pobres trabalhadores das áreas periféricas resistiam em suas magrelas pobres e mal conservadas, sobrevivendo a cada dia da guerra que é o trânsito de Fortaleza.

José Borzacchiello da Silva

borza@secrel.com.br

Geógrafo e professor emérito da UFC.

TCE do Ceará vai fiscalizar repasses e verbas de convênios federais

Politica

O Tribunal de Contas do Ceará foi incluído entre os 12 TCs, de um total de 34, que já assinaram o Acordo de Cooperação Técnica feito com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, a Controladoria-Geral da União (CGU), a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e Instituto Rui Barbosa (IRB). A adesão ao acordo foi feita, nesta semana, pelo presidente do TCE, Valdomiro Júnior, durante a abertura do XXVIII Congresso Nacional dos Tribunais de Contas, no Cabo de Santo Agostinho (PE).

O TCE, assim como os tribunais de contas já listados,fará o acompanhamento do cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) pelos Estados e Municípios. Em caso de não cumprimento, os próprios tribunais irão cadastrar essa informação no Siconv, uma rede lançada em abril deste ano com o objetivo de realizar capacitação continuada e monitorar os resultados obtidos pelos entes da federação. A intenção é que a iniciativa melhore a execução dos projetos e amplie a captação de recursos.

Na prática, os órgãos federais receberão um alerta quando tentarem celebrar um convênio com esses gestores. O acordo visa promover o aumento da transparência na execução de recursos recebidos por intermédio de transferências voluntárias da União.

André Esteves passa controle societário do BTG Pactual para sete sócios

“O banqueiro André Esteves deixou o controle societário do banco BTG Pactual e da BTG Pactual Participations. De acordo com comunicado ao mercado (fato relevante), divulgado hoje (2), na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), foi feita uma troca de ações entre André Esteves e os chamados Top Seven Partners, grupo composto por Marcelo Kalim, Roberto Balls Sallouti, Persio Arida, Antonio Carlos Canto Porto Filho, James Marcos de Oliveira, Renato Monteiro dos Santos e Guilherme da Costa Paes, sócios e administradores do Grupo BTG Pactual.

Com essa permuta de ações, houve a alteração no controle societária das companhias, que passa a ser exercido pelo grupo. A alteração de controle societário está sujeita a aprovação do Banco Central.

No último final de semana, Esteves renunciou aos cargos de diretor-presidente e de presidente do Conselho de Administração do BTG Pactual e de companhia ligada ao banco. De acordo com comunicado ao mercado, Persio Arida, que estava no cargo de presidente interino, assumiu a presidência do Conselho de Administração das instituições. Foram eleitos Kalim e Sallouti para o cargo e exercício conjunto, por ambos, das funções de diretor-presidente do Banco BTG Pactual e da BTG Pactual Participations.

Investigados pela Operação Lava Jato, Esteves e o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) foram presos na última quarta-feira (25), acusados de atuarem para obstruir a investigação e tentar fazer o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró desistir do acordo de delação premiada.”

(Agência Brasil)

Motoneta usada na campanha de RC reaparece na sede do PSB

e897c9a9-84ad-4152-b42d-f6ce32130d6a

O presidente estadual do PSB, deputado federal Danilo Forte, fez uma auditoria nas contas do partido e chegou a detectar a falta da motoneta que, na campanha eleitoral de 2012, o ex-governador Cid Gomes usava para divulgar o seu então candidato a prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Danilo até reclamou em setores da mídia a falta dela.

Eis que, nesta semana, de repente, não mais que de repente, a motoneta reapareceu no estacionamento da sede estadual do PSB. Ninguém sabe quem a devolveu. Também não se sabe onde ela estava guardada.

Mistério.

(Foto – PSB)

Lei de Acesso à Informação no Judiciário é regulamentada

lewandowski

“O texto que regulamenta a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011) em todos os órgãos do Judiciário brasileiro foi aprovado pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça por maioria de votos. Os tribunais e conselhos terão 120 dias, a partir da publicação da resolução, para colocar as novas normas em vigor.

A votação do tema foi retomada depois de cinco meses, com a apresentação do voto-vista do conselheiro Bruno Ronchetti, que sucedeu a conselheira Deborah Ciocci, responsável pela suspensão da análise em junho de 2015. Ronchetti se manifestou favorável ao voto do então relator, Gilberto Valente, propondo algumas alterações ao texto.

As proposituras foram acolhidas pelo atual relator, conselheiro Arnaldo Hossepian, sucessor de Valente. A resolução tem efeitos sobre dados, processados ou não, que podem ser usados para produção e transmissão de conhecimento, contidos em qualquer meio, suporte ou formato.

“Com essa aprovação, demos um grande passo na garantia da transparência e da publicidade da gestão pública”, comemorou o presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski.”

(Site Consultor Jurídico)

Queremos Deus 2016 – Dom José Aparecido priesidirá a missa

domjoeantonioo

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio de Aparecido Tosi, comandará ato litúrgico que encerrará o Queremos Deus 2016. O evento já está com data marcada para 31 de janeiro, informa o coordenador-geral Paulo Mindello.

O evento católico ocorrerá no Estádio Presidente Vargas e a expectativa é de atrair cerca de 18 mil fieis. O tema do Queremos Deus 2016 está em discussão.

Agência de risco Moody’s rebaixa nota do Banco BTG Pactual para grau especulativo

“A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou a nota do banco BTG Pactual de grau de investimento para especulativo. A nota (rating) de crédito do banco caiu dois degraus: passou de Baa3, última nota de grau de investimento, para Ba2, segunda nota do grau especulativo. A agência colocou o BTG em revisão para rebaixamento no último dia 25 e informou hoje que mantém o banco em análise. Segundo a agência, o rebaixamento incorpora as dificuldades do banco em conservar a liquidez (recursos disponíveis), após a prisão do presidente do banco, André Esteves.

A Moody’s diz que a gestão do banco adotou medidas como venda de ativos e parada na concessão de empréstimos. “Embora as medidas se destinem a restaurar a confiança nos seus clientes e as contrapartes, o banco permanece exposto a pressões de liquidez”. A agência acrescenta que o BTG irá enfrentar um custo mais elevado de financiamento, o que vai pressionar sua habilidade de gerar alta rentabilidade, que tem sido importante para construir o seu capital. Mas a agência diz ainda que a diversidade de negócios do banco pode mitigar a incerteza que envolve a performance futura do banco.

Investigados pela Operação Lava Jato, André Esteves e o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) foram presos na última quarta-feira (25), acusados de atuarem para obstruir a investigação e tentar fazer o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró desistir do acordo de delação premiada.

No último final de semana, Esteves renunciou aos cargos de diretor-presidente e de presidente do Conselho de Administração do BTG Pactual e de companhia ligada ao banco. De acordo com comunicado ao mercado, Persio Arida, que estava no cargo interino, assume a presidência do Conselho de Administração das instituições.”

(Agência Brasil)