Blog do Eliomar

Últimos posts

Internet, o reino das fake news

Em artigo no O POVO deste sábado (15), a jornalista Letícia Alves aponta que Jair Bolsonaro (PSL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) são os líderes de boatos nas redes sociais envolvendo seus nomes. Confira:

Elas são criadas, compartilhadas em contas falsas nas redes sociais, espalhadas em grupos do WhatsApp, publicadas em páginas de apoio ou de repúdio a candidatos e repostadas em sites sem compromisso com a verdade até chegarem aos perfis online de eleitores e à boca do povo nas ruas, nos ônibus, nos almoços de família.

O trajeto que as “fake news” fazem, porém, nem sempre é previsível assim. Às vezes, elas surgem na boca de um candidato, outras vezes até mesmo da imprensa tradicional. Mas não há dúvidas de que a Internet é o terreno mais fértil para o nascimento de informações falsas, sobretudo aquelas que são criadas deliberadamente para prejudicar ou para beneficiar uma candidatura.

É neste terreno que trabalha o Projeto Comprova, que reúne repórteres de 24 veículos de mídia, incluindo O POVO. O grupo estreou no dia 6 de agosto e verifica apenas boatos que estejam viralizando e que envolvam o nome de presidenciáveis. Até a tarde de ontem, 54 verificações já haviam sido publicadas no site do Comprova.

Como uma das repórteres do grupo, tem sido meu papel diário acompanhar a profusão de mentiras algumas absurdas ou ridículas, mas outras bastante engenhosas e sofisticadas que circulam pelas redes. Ter o boato como matéria-prima de trabalho não deixa de ser sintomático nesses tempos de extrema polarização política.

Esse cenário, aliás, é perceptível nas publicações do Comprova. O candidato Jair Bolsonaro (PSL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) são os líderes de boatos envolvendo seus nomes, seja para prejudicá-los ou beneficiá-los. Bolsonaro é o protagonista de 18, das 54 verificações publicadas.

Lula, por sua vez, é o principal nome exposto em 16 matérias. Fernando Haddad (PT), que assumiu a candidatura no lugar de Lula, aparece em uma verificação e Manuela D’Ávila (PCdoB), sua vice, em mais uma. A candidatura petista, portanto, empata nas menções com Bolsonaro.

Geraldo Alckmin (PSDB) fica em terceiro lugar com quatro aparições. Ciro Gomes (PDT), João Amoêdo (Novo), Marina Silva (Rede) e Cabo Daciolo (Patriota) empatam com duas publicações. Uma verificação envolve Guilherme Boulos (Psol) e o restante trata de assuntos que envolvem as eleições em geral. Na Internet, reino das “fake news”, a disputa também é acirrada, principalmente sobre quem prejudica mais quem.

Letícia Alves, jornalista do O POVO

Beto Richa deixa prisão no Paraná

369 2

O senador e ex-governador do Paraná, Beto Richa, deixou a prisão no início da madrugada de hoje (15). Ele foi preso na manhã de terça-feira (13) no âmbito da Operação Rádio Patrulha, que investiga o suposto direcionamento de licitação para beneficiar empresários e o pagamento de propina a agentes públicos no Paraná.

Na noite de ontem (14), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, decidiu soltar a família e mais 14 acusados que foram presos.

Na saída da carceragem, Richa disse à imprensa que está “de cabeça erguida” e que continua respondendo todas as acusações “sem a menor dificuldade”. “O que fizeram comigo é uma crueldade enorme. Não merecia o que aconteceu. […] Foram dias de extremo sofrimento para mim a toda a minha família”, disse, questionando a credibilidade do delator da operação, “cujo histórico de vida não demonstra nenhuma credibilidade”. “E aí eu pergunto, vale a palavra dele ou vale a minha palavra?”.

O ex-governador disse que quer voltar à vida normal e à sua campanha ao Senado.

(Agência Brasil)

Bolsonaro e Haddad são adversários dos sonhos um do outro

354 1

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (15), pelo jornalista Érico Firmo:

O maior erro que se comete ao observar pesquisa de intenção de voto é acreditar se tratar de reflexo fiel da realidade. Elas podem errar e erram muito. O segundo maior é observá-la como realidade estática. Não funciona assim. Mais importante que o número estático é o movimento. E o movimento da pesquisa Datafolha, divulgada na noite de ontem, mostra o seguinte:

1) Jair Bolsonaro (PSL) segue em alta.

2) Fernando Haddad (PT) cresce.

3) Ciro Gomes (PDT) estabilizou.

4) Geraldo Alckmin (PSDB) oscila para baixo.

5) Marina Silva (Rede) cai muito.

Ciro e Haddad estão empatados em números, mas em trajetórias diferentes. A vantagem está com o petista. Tem mais tempo no horário eleitoral, estrutura, partido forte. Foi confirmado candidato só esta semana. Só ontem entrou nas séries de entrevistas com candidatos, ao ir ao Jornal Nacional. Agora entrará nos debates. A margem para crescer é de Haddad. Hoje, o mais provável segundo turno é Bolsonaro contra Haddad.

É, também, o cenário dos sonhos tanto para um como para o outro.

Ao apontar Haddad como mais provável adversário de Bolsonaro no segundo turno, não digo que Ciro esteja fora do páreo. A candidatura até aqui é sólida. Mas a situação está difícil. Cada vez mais, votos que eram de Lula tendem a ir para o petista. E o voto útil, que pendia para Ciro, agora não desequilibra contra Haddad.

Carlos Windson deverá reassumir Prefeitura de Tauá na próxima semana

Afastado do cargo pela Câmara Municipal de Tauá, na última quarta-feira (12), por improbidade administrativa, após descumprir acordo com o Ministério Público para pagamento de dívidas, incluindo salário de servidores, o prefeito e médico Carlos Windson deverá reassumir a gestão municipal na próxima semana, após beneficiado na noite dessa sexta-feira (14) por liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em seu despacho, o ministro do STF determinou o retorno de Windson até o julgamento final da reclamação.

(Foto: Arquivo)

R$ 13,5 milhões – Quina tem prêmio maior que a Mega-Sena neste sábado

O concurso 4777 da Quina deverá pagar neste sábado (15) um prêmio de R$ 13,5 milhões, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. Na noite dessa sexta-feira (14), ninguém acertrou os números 08 – 23 – 37 – 60 e 61, sorteados em Serra Negra/SP. As apostas podem ser feitas até as 19 horas, em qualquer agência lotérica, ao preço mínimo de R$ 1,50.

Já a Mega-Sena deverá pagar R$ 2,5 milhões para quem acertar os seis números. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Lia Gomes tem candidatura rejeitada pelo TRE-CE

365 2

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), por unanimidade, rejeitou ontem o pedido de registro da candidatura de Lia Gomes (PDT) ao cargo de deputada estadual. A irmã de Ciro Gomes (PDT), candidato à Presidência, e Cid Gomes (PDT), concorrente a uma das vagas ao Senado Federal, não compareceu ao processo de revisão biométrica.

A pedetista não fez o recadastramento biométrico obrigatório para Caucaia, domicílio eleitoral de Lia. Ela conta que perdera o título de eleitor e não regularizou a situação antes do dia 9 de maio, prazo final para o recadastramento.

Ao O POVO, Lia Gomes afirmou que tomou conhecimento da decisão e que o departamento jurídico de sua campanha está em ação para recorrer junto ao TRE-CE e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em agosto, Lia afirmou estar “otimista” sobre a situação e basearia a sua defesa em exemplos de candidatos do Maranhão e do Rio Grande do Norte, que com o título cancelado, não puderam votar, porém, tiveram suas candidaturas validadas pelo TRE.

(O POVO)

IJF-2 Terá primeiro andar entregue até fim de setembro

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (15):

Com 69 leitos, o primeiro andar do IJF-2 será entregue até o fim deste mês, com o segundo andar contando com 80 leitos liberado até o começo de dezembro próximo. É o que informa o prefeito Roberto Cláudio (PDT), adiantando que, na próxima semana, deverá convocar concursados para o trabalho nessa unidade e mais um reforço para o antigo IJF, num total de 582 profissionais como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e outros do gênero.

Ele garante que essa medida deverá aliviar as filas por consulta que perduram no sistema de saúde da Capital e que atinge não só a rede municipal mas, também, a rede estadual.

O prefeito evita comentar se a medida chega como um ingrediente a mais neste clima de campanha eleitoral. Garante que as obras do IJF-2 estão obedecendo ao cronograma previsto. Esse empreendimento, destacou, é em parceria com o Governo do Estado.

Geração de energia eólica já cresceu 17,8% em 2018

Nos sete primeiros meses de 2018, a geração de energia elétrica proveniente de geração eólica cresceu 17,8%, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Segundo boletim da CCEE, as usinas que utilizam os ventos como insumo para a produção de eletricidade somaram 4.470 megawatts (MW) médios entregues entre janeiro e julho, frente aos 3.793,9 MW médios gerados no mesmo período de 2017.

“A representatividade eólica em relação a toda energia gerada no período pelas usinas do Sistema alcançou 7% em 2018. Já a fonte hidráulica foi responsável por 74,5% do total e as usinas térmicas responderam por 18,1%”, diz o boletim.

Segundo a Câmara, atualmente 520 usinas eólicas estão em operação comercial no país. Até o final de julho, a capacidade instalada dessas usinas somou 13.240,10 MW, incremento de 17% frente aos 11.313,50 MW de capacidade das 446 unidades geradoras existentes em julho de 2017.

A Região Nordeste domina a produção de energia movida por ventos. Dos dez maiores produtores, oito estão no Nordeste. O Rio Grande do Norte se mantém como maior produtor de energia eólica no Brasil, com 1.244,8 MW médios de energia entregues nos primeiros sete meses de 2018. Na sequência, aparecem a Bahia com 1.094,8 MW médios produzidos, o Piauí com 576,9 MW médios, o Rio Grande do Sul com 569,9 MW médios, o Ceará, com 553,4 MW médios.

Os dados consolidados da Câmara ainda confirmam o estado do Rio Grande do Norte com a maior capacidade instalada, somando 3.592,25 MW, Em seguida aparecem Bahia, com 2.907,64 MW, Ceará com 2.249,06 MW, Rio Grande do Sul com 1.777,87 MW e Piauí, com 1.443,10 MW de capacidade”, segundo a CCEE.

(Agência Brasil)

Fortaleza volta a sentir o peso do acesso, perde pênalti e perde jogo para o lanterna

372 1

Em uma partida de baixo nível técnico, o Fortaleza foi derrotado pelo então lanterna Sampaio Corrêa, por 1 a 0, na noite dessa sexta-feira (14), em São Luís, gol de Bruno Duarte, aos 43 minutos do primeiro tempo. Antes, Bruno Melo desperdiçou uma cobrança de pênalti.

Mais uma vez, o Fortaleza não soube transformar em vitória a maior posse de bola, além do maior número de chutes a gol. A 11 rodadas para o término da competição, o Fortaleza corre o risco de encerrar a próxima rodada na quarta colocação.

Na próxima sexta-feira (21), o Fortaleza enfrenta o Vila Nova, no Castelão.

(Foto: Reprodução)

Haddad nega envolvimento do PT em corrupção e cita Tasso por insucesso de Dilma

458 2

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, negou nesta sexta-feira (14), durante entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo, que o PT tenha envolvimento em corrupção. Ao ser questionado pelos jornalistas William Bonner e Renata Vasconcellos sobre as condenações e investigações contra petistas, Haddad disse que a Globo também é investigada e que a Polícia Federal reconhece que o Partido dos Trabalhadores incentivou as investigações. O petista reclamou que a Globo costuma condenar pessoas, quando muitas vezes essas são depois absolvidas das acusações.

Haddad acredita que o envolvimento de seu nome em denúncias de corrupção passiva e formação de quadrilha, segundo o Ministério Público, é estranho a 30 dias das eleições.

Haddad disse que foi indicado por Lula à Prefeitura de São Paulo porque foi o melhor ministro do ex-presidente, que perdeu à reeleição, diante de um ano atípico contra o PT. Lembrou que Tasso Jereissati reconhece agora o erro de o PSDB ter aprovado pautas bombas contra o governo Dilma.

Bonner pergunta qual a dificuldade do PT em fazer uma autocrítica e reconhecer os erros. Lembra do estelionato eleitoral na campanha à releição de Dilma. Haddad aponta que houve sabotagem contra o governo do PT.

(Foto: Reprodução)

Correios terão que pagar indenização por expor carteiros à insegurança

Os Correios foram condenados pela Justiça do Trabalho a pagar uma indenização de R$ 500 mil por danos morais coletivos por expor carteiros a situação de insegurança. A sentença da 10ª Vara do Trabalho de Campinas confirma a liminar de dezembro de 2013 que determinava a suspensão de todas as entregas e encomendas em 73 áreas de risco de assaltos nas cidades de Campinas, Jundiaí e Sumaré. A ação foi movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Cabe recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

A decisão da juíza Rita de Cássia Scagliusi do Carmo estabelece ainda que seja feita a imediata e irrestrita prestação de assistência médica e/ou psicológica para os trabalhadores que foram vítimas de assaltos, constrangimento ou violência no exercício do trabalho. Segundo o MPT, a multa em caso de descumprimento desta medida é de R$ 50 mil por trabalhador ou família não assistido.

As multas serão designadas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) ou outra destinação indicada pelo Ministério Público no encerramento da ação. A indenização por danos morais coletivos, por sua vez, será encaminhada para projetos e instituições ou órgãos públicos que atuem na defesa dos trabalhadores na área de atuação do tribunal trabalhista da 15ª região, também a ser indicada pela procuradoria.

A Ação Civil Pública foi movida pelo MPT, sob responsabilidade da procuradora Alvamari Tebet, e pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Correios em dezembro de 2013, com base em inquérito que comprovou os assaltos sucessivos que os trabalhadores estavam sofrendo nas três cidades apontadas. Segundo o sindicato, foram 187 ocorrências naquele ano, sem que os carteiros recebessem assistência médica ou psicológica da empresa.

De acordo com o MPT, durante a audiência de instrução os Correios disseram ter contratado uma empresa especializada para fazer a escolta dos trabalhadores, mas o contrato incluía 16 áreas de risco, enquanto o sindicato indicava 73 localidades. A procuradora propôs que os Correios apresentassem um cronograma com medidas de segurança a partir de dezembro e que houvesse aumento da abrangência do contrato para atender todas as áreas de risco.

Além disso, foi proposto um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) em que os Correios se comprometiam a fornecer a assistência médica e psicológica. Como a empresa não assinou o TAC e também não se comprometeram com a escolta, deu-se início ao processo judicial, no qual foi conseguida uma liminar para suspender as entregas nas zonas de perigo.

(Agência Brasil)

Coligação de Eunício entra com representação contra Eduardo Girão; O candidato contesta em nota

 

ATUALIZAÇÃO – 6h02min)

A coligação majoritária “A Força do Povo” (MDB/PHS/AVANTE/SD/PSD/PSC/PODEMOS/PRB) entrou com representação nesta sexta-feira (14) contra o candidato do Pros ao Senado, Eduardo Girão, por fraude eleitoral.

Segundo a denúncia, Girão teria divulgado hoje, no Facebook e no Instagram, uma falsa pesquisa em que aparece em segundo lugar nas intenções de voto, com 17%, enquanto Eunício Oliveira (MDB) teria apenas 2%. A representação é assinada pelo advogado Anderson Queiroz Costa.

O Tribunal Superior Eleitoral prevê multa entre R$ 53.2 mil a R$ 106,4 mil, em caso de divulgação de pesquisa sem registro ou fraudulenta, além de detenção de seis messes e um ano, em caso de fraude.

Outro lado

A campanha do candidato o Senado Eduardo Girão (PROS) esclarece que não divulgou pesquisa eleitoral em suas redes sociais. O gráfico público, elaborado pela Google Trends, indica o interesse dos usuários pelo nome dos candidatos, sem qualquer conotação de pesquisa eleitoral. Há indicação da fonte na imagem veiculada em redes sociais, ao lado direito da arte.

Diz ainda que com a credibilidade e seriedade que marca sua ativação, o Jornal O POVO publicou ainda os dados do gráfico público da Google Trends, que indica o interesse de internautas divulgados na imagem veiculada em redes sociais, na coluna “Nas Redes”, do repórter Daniel Herculano, desta quinta-feira (14), conforme imagens anexas, e no portal digital do veículo (link: https://www.opovo.com.br/jornal/politica/2018/09/google-trends-aponta-interesse-dos-eleitores.html).

(Foto: Reprodução)

Datafolha: Bolsonaro tem 26%; Haddad e Ciro têm 13% cada um

Nova pesquisa do instituto Datafolha mostra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) com 26% das intenções de voto na disputa presidencial. Fernando Haddad (PT) atingiu 13% e está empatado com Ciro Gomes, que tem o mesmo percentual. Geraldo Alckmin (PSDB) obteve 9% dos votos e Marina Silva (Rede) é a candidata de 8% dos entrevistados.

Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) marcam cada um 3% das intenções de voto. Também estão empatados Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU), com 1%. João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram.

Treze por cento dos entrevistados declaram votar em branco ou nulo; e 6% não sabem ou não responderam.

O levantamento foi feito ontem (13) e nesta sexta-feira (14) junto a 2.820 eleitores em 187 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de São Paulo e pela Rede Globo.

Na comparação com a pesquisa realizada na última segunda-feira (10), Jair Bolsonaro oscilou dois pontos percentuais, Fernando Haddad cresceu quatro pontos percentuais e Ciro Gomes manteve-se estável. O ex-governador paulista Geraldo Alckmin perdeu um ponto percentual e a ex-senadora Marina Silva desceu três pontos.

Não oscilaram os percentuais de intenção de voto os candidatos Alvaro Dias, Henrique Meirelles, João Amoêdo, Cabo Daciolo, Guilherme Boulos, Vera Lúcia, João Goulart Filho e Eymael.

A proporção que declara votar nulo ou em branco reduziu em dois pontos percentuais e o número de indecisos e não respondentes oscilou em um ponto.

(Agência Brasil)

Latam lança promoção para Fortaleza de voos nacionais e internacionais; confira preços

A companhia aérea Latam lançou promoção de voos nacionais e internacionais com origem em diversas capitais. Em Fortaleza, voos para Natal são vendidos a partir de R$ 99 o trecho com taxas inclusas. A informação é do site Mercado e Eventos.

Já da Capital para Miami e Orlando, nos Estados Unidos, os preços ficam em R$ 1.534 e R$ 2.028. Neste caso, o valor corresponde a ida e a volta e as taxas estão inclusas.

Preços de outros voos com saída de Fortaleza podem ser consultados no site da Latam.

(O POVO Online)

É gente boa, mas… “País não pode ser governado por procuração”, diz Cid sobre Haddad

296 1

O ex-governador do Ceará, Cid Gomes, candidato ao Senado pelo PDT, disse nesta sexta-feira (14), em Itapajé, que “o Haddad (candidato do PT ao Palácio do Planalto) é gente boa, mas o país não pode ser governado por procuração”.

A fala de Cid foi em defesa do irmão Ciro Gomes, candidato à Presidência da República pelo PDT. “É o caminho para o país entrar nos trilhos, nos eixos, principalmente para melhorar a vida dos mais pobres”, apontou.

O ex-governador disse estar confiante na eleição de Ciro. “Anotem aí: se ele chegar ao segundo turno, ele vai ser o presidente da República”, previu.

(Foto: Divulgação)

Recurso de Lula vai a plenário após pedido de vista de Lewandowski

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski pediu hoje (14) vista do julgamento virtual de mais um recurso com o objetivo de garantir liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com a decisão, o caso deverá ser julgado presencialmente, mas a data ainda não foi definida.

O placar do julgamento está em 7 a 1, formando maioria contra Lula, sendo realizado em ambiente virtual, quando os ministros do STF podem decidir remotamente sobre uma questão que trate de temas com jurisprudência já consolidada.

Segundo assessores de Lewandowski, o pedido de vista foi feito diante da divergência apresentada pelo ministro Marco Aurélio, que votou pela soltura de Lula. Após liberar o caso para julgamento, caberá ao presidente da Corte, Dias Toffoli, marcar a data de apreciação do recurso.

O recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é contra a decisão do plenário da Corte que negou um habeas corpus antes de ele ser preso, em abril.

Já votaram sobre a questão os ministros Edson Fachin, relator; Alexandre de Moraes; Dias Toffoli; Luís Roberto Barroso; Gilmar Mendes e Rosa Weber.

Lula está preso desde 7 de abril na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex no Guarujá, em São Paulo.

(aGÊNCIA bRASIL)