Blog do Eliomar

Últimos posts

Nutec oferece 30 vagas para estudantes do ensino superior

O Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec) abre, nesta sexta-feira, 24, período de inscrições do Processo Seletivo de Estagiários. Vai ofertar 30 vagas nas áreas de Administração de Empresas, Direito, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Design, Tecnologia da Informação, Geologia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Engenharia Química, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Mecânica, Engenharia Materiais/Metalúrgica e Arquitetura.

Podem se candidatar estudantes matriculados regularmente no ensino superior da área solicitada, possuindo, no mínimo, 50% dos créditos requeridos, ter 70% das médias finais das disciplinas cursadas, com notas iguais ou superiores a 7 (sete), variando numa escala de 0 (zero) a 10 (dez) ou correspondente. Os estágios terão duração de 12 meses, podendo ser prorrogados até 24 meses. O valor de bolsa-estágio é de R$ 671,95 (seiscentos e setenta e um reais e noventa e cinco centavos), com jornada semanal de 20 (vinte) horas.

Os interessados devem se inscrever até o dia 3 de junho, das 8 às 12 horas e das 14 às 16h30min, na Gerência de Gestão de Pessoas (Gespe), no Nutec, sito a rua Professor Rômulo Proença, s/nº- Campus do Pici.

Documentação

• Cópia do CPF e Carteira de Identidade;

• Comprovante de matrícula no 1º semestre de 2019;

• Histórico Escolar do curso superior requerido, atualizado no 2º semestre de 2018;

• Curriculum Vitae com identificação de escolha do Estágio.

Quantidade de bolsas

03 bolsas – Administração de Empresas

02 bolsas – Direito

02 bolsas – Ciências Contábeis

01 bolsa – Comunicação Social

01 bolsa– Design

01 bolsa – Tecnologia da Informação

02 bolsas – Geologia

03 bolsas – Engenharia de Alimentos

02 bolsas – Engenharia Civil

02 bolsas – Engenharia Elétrica

02 bolsas – Engenharia de Produção

02 bolsas – Engenharia Química

02 bolsas – Engenharia Mecatrônica

02 bolsas – Engenharia Mecânica

02 bolsas – Engenharia Materiais/Metalúrgica

01 bolsa – Arquitetura

Paulo Guedes diz que é preciso simplificar para a economia crescer

Ao participar hoje (29), de seminário sobre produtividade e crescimento econômico, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é possível ampliar a produtividade de um país e o crescimento da economia destravando e simplificando medidas.

“É possível colocar uma economia para crescer 5,6% ao ano, três, cinco, sete anos seguidos simplesmente destravando tudo. Desregulamenta aqui, simplifica ali, reduz impostos”, disse o ministro, ao destacar que exemplos da iniciativa privada e de outros países também podem contribuir para o crescimento econômico: “Pega um método que já é usado em gestão no setor privado e adota no setor público também. Pega um método que já é usado numa empresa norte-americana e traz para o Brasil. Esse uso do conhecimento tácito, quando você desregulamenta, destrava, simplifica, isso permite ao país dar uma arrancada que nem os agentes convencionais conseguem explicar direito”, disse.

Após participar do seminário, Guedes respondeu a perguntas de jornalistas sobre o projeto de crédito suplementar enviado pelo Executivo ao Congresso Nacional no valor de R$ 248,9 bilhões. Segundo Guedes, o fato de ontem (28) a equipe técnica do ministério ter sugerido um valor menor, de R$ 146,7 bilhões “desorienta um pouco” e causou “embananamento”. O pedido de crédito suplementar é analisado pela Comissão Mista de Orçamento.

“A equipe técnica, quando resolveu mandar, viu que ela já tem origem para algo em torno de cento e poucos bilhões, então, em vez de pedir os R$ 250 bilhões poderia pedir menos. Então o embananamento é esse. Tá todo mundo preparado para aprovar uma coisa, ai chega uma outra coisa. Ai dizem vem cá, vocês querem esse ou aquele, qual vocês querem?”, disse Guedes.

O crédito suplementar corresponde ao valor que o governo precisará captar no mercado, a partir da emissão de títulos, para saldar todas as despesas do ano. Nesse caso é preciso a aprovação do Congresso, por maioria absoluta de votos, porque o governo precisa do aval dos parlamentares para fazer operações de créditos que extrapolem o limite estabelecido pela chamada regra de ouro, prevista na Constituição.

(Agência Brasil)

Uma bela metáfora – “À beira mar”

Com o título”Á beira mar”, eis artigo do jornalista e escritor Osvaldo Luiz Silva, da Canção Nova. Um texto para inspirar e indagar: já contemplou o nosso belo litoral hoje? Confira:

Meu impulso ao chegar no litoral é sempre arrancar o calçado e caminhar ao longo de toda praia, até o seu final, normalmente de pedras, muitas pedras. Andar ali, bem no limite, no encontro da água com a areia. Onde o mar encontra o continente.

É, para mim, uma explosão de sentidos e sentimentos. Primeiro visual: o mar azul contracenando com a areia branca, os rochedos e, do outro lado, a serra verde de mata nativa. Depois, o sentido tátil: o vento envolvendo todo o corpo e a água alcançando os pés, ora mais, ora menos. E tem sabor, quando uma leve gota da maresia chega até a boca… Doce sal do mar! Por fim, o bem estar leva a um profundo aspirar…respirar. E aí, o cheiro do mar nos envolve. Uma sensação incrível de liberdade, paz!

Uma paz sobre conflitos, sobre limites, onde há avanços e recuos. O movimento incessante das águas, por dias, meses e anos: marés altas e baixas. Praias que diminuem, para depois crescerem. Será que existe um vencedor nesta disputa por espaço? Dizem que o mar está subindo. E ele não desiste mesmo!

Essa imagem magnífica, que também traz tensões, pode ser associada aos relacionamentos humanos. Aprendi faz tempo e com o tempo: é “uma tentativa em comum”. Movimento, eterno ir e vir, ajustando nossos limites: até onde ir sem ferir, até onde ceder, sem deixar de ser. Nada fácil: naturezas, personalidades, e experiências diversas. Encontrando-se e revelando-se.

É tanta força de ambos os lados que, não raro, pode gerar admiração, afeto, paixão, amor. Tudo começa, se ampara no respeito. Ter a sensibilidade para reconhecer o “incontrolável” do outro, “como faz o velho pescador quando sabe que é a vez do mar”. Se não, é o caos! Vem a tempestade e arrasta tudo, faz novo curso, destrói e mata o belo sentimento que um dia existiu.

Também para uma boa convivência é indispensável respeitar as diferenças. Seja na vida real ou por meio de um aparelhinho que se carrega no bolso. Como disse o Papa Francisco, “a mística do respeito contra a cultura do insulto”. As redes sociais são novas fronteiras, beira mar. Estamos aprendendo ainda os seus limites. Mas já podemos avistar e saber que sem humildade, bondade e respeito, restarão só extremos: deserto ou mar revolto.

*Osvaldo Luiz Silva,

Jornalista, autor dos livros “Ternura de Deus” e “A vida é caminhar”, pela Editora Canção Nova, editor da Revista Canção Nova e presidente da Academia Cachoeirense de Letras e Artes (ACLA), em Cachoeira Paulista (SP).

Porto do Mucuripe registra queda no movimento de cargas no primeiro quadrimestre do ano

No primeiro quadrimestre deste ano, o Porto do Mucuripe registrou uma queda de 8% em seu movimento de cargas.

A informação é do diretor comercial da Companhia Docas do Ceará, Mário Jorge Moreira, creditando essa redução à saída de um grande armador de cabotagem que se transferiu para o Porto do Pecém, que agora tem parceria com o Porto de Roterdã.

Sobre o leilão do Terminal Marítimo, ele informou que continua aguardando uma sinalização de Brasília.

(Foto – Arquivo)

Fortaleza terá marcha contra o tabagismo no próximo sábado

191 1

A Sociedade Brasileira de Cardiologia, regional do Ceará, vai promover, no próximo sábado, uma caminhada na Avenida Beira Mar. O objetivo é chamar a atenção da população contra os problemas de saúde causados pelo tabagismo.

O ato marcará o Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado em 31 de maio. A saída da caminhada ocorrerá a partir das 6h30min, na altura do Boteco Bar, e deverá percorrer ao todo 6 km.

“O nosso intuito com essa ação é chamar a atenção da sociedade para a relevância da prevenção das doenças que o tabagismo causa, uma vez que ele é um dos principais fatores de risco das doenças cardiovasculares e diversos tipos de cânceres. É importante que as pessoas atentem para uma real mudança no estilo de vida para evitar adquirir essas patologias, não esquecendo também de fazer um check-up de forma periódica”, recomenda a presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia no Ceará, Maria Tereza Sá Leitão.

Mortes

No Brasil, 428 pessoas morrem por dia em razão da dependência à nicotina. O país gasta um total de R$ 56,9 bilhões por ano com despesas médicas e perda de produtividade. Ao todo, 156.216 mortes anuais poderiam ser evitadas sem o tabagismo. Os dados são do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e foram divulgados em outubro de 2018.

(Foto – Divulgação)

Carta do Papa a Lula ultrapassa 230 mil menções no Twitter

319 4

O Twitter registra no início da tarde desta quarta (29) 230 mil menções à carta enviada por Papa Francisco ao ex-presidente Lula. É, de longe, o assunto mais comentado do dia na plataforma. A informação é da Veja Online.

A mensagem do Pontífice foi divulgada hoje de manhã pelo perfil do Instituto Lula (veja o documento abaixo).

Francisco lamenta as perdas familiares do ex-presidente, e pede coragem para que ele “não desanime”.

O Papa Francisco enviou uma carta de solidariedade a Lula. Na mensagem, o pontífice pede que o ex-presidente não desanime e nem perca a fé em Deus. Francisco ainda lembra que, ao final, “o bem vencerá o mal, a verdade vencerá a mentira e a Salvação vencerá a condenação”. pic.twitter.com/sIDpeOc88R

— Instituto Lula (@inst_lula) May 29, 2019.

(Foto – Vaticano)

Municípios cearenses terão atos pela educação e contra a Nova Previdência

Vários  municípios cearenses se engajarão, nesta quinta-feira, na mobilização nacional pela educação e contra a reforma da Previdência. Os atos são organizados pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal no Estado do Ceará (Fetamce) em parceria com os 141 sindicatos filiados à organização sindical.

Haverá passeatas apoiadas também pelas entidades estudantis, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES).

Também são parceiros dos protestos a Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE) e outras entidades do setor educacional, como a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam).

Marchas Regionais Contra a Destruição da Previdência – Greve Nacional da Educação

· Regional Metropolitana – Fortaleza – às 14h, na Praça da Gentilândia

· Regional Maciço de Baturité – Acarape – às 14h, na Praça da Igreja Matriz;

· Regional Itapipoca – Amontada – às 8h, no GInásio Poliesportivo Abilhão;

· Regional Cariri – Barbalha – às 8h, no Parque da Cidade;

· Regional Iguatu – Iguatu – às 8h, na Praça da Caixa Econômica Federal;

· Regional Sertão Central – Quixadá – às 8h, na Rua José de Queiroz Pessoa, 2554, Planalto Universal;

· Regional Sobral – Sobral – às 18h30, no IFCE Campus, na Av. Dr. Guarani, 317, Derby Clube.

Greve Nacional da Educação

· Itapipoca – às 8h, na Praça do Cafita;

· Itarema – às 8h, na Sede do Sindicato de Servidores da cidade;

· Limoeiro do Norte – às 7h30, no campus do IFCE.

(Foto – Arquivo)

Confiança do empresário de serviços cai 3,1 pontos em maio

O Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 3,1 pontos de abril para maio. Essa foi a quarta queda consecutiva do indicador, que acumula perdas de 9,2 pontos. Com isso, o índice chegou a 89 pontos, em uma escala de zero a 200.

A queda da confiança do empresário foi observada em 12 das 13 atividades pesquisadas pela FGV. O Índice de Expectativas, que registra a confiança dos empresários no futuro, recuou 5,1 pontos, para 92 pontos.

O Índice da Situação Atual, que mede a confiança no momento presente, também caiu, mas de forma mais moderada (0,9 ponto), recuando para 86,3 pontos.

Segundo o pesquisador da FGV Rodolpho Tobler, os empresários de serviços estão desconfortáveis com a situação do setor e se tornam cada vez menos otimista com a evolução dos negócios nos próximos meses.

(Agência Brasil)

Delfim Neto defende investimentos no saneamento básico e crítica “a esquerda infantil”

Com o título “Saneamento = igualdade”, eis artigo do ex-ministro da Fazenda, Defim Netto, que saiu na Folha de S. Paulo desta quarta-feira. Ele apoia a proposta em tramitação no Congresso que define novos investimentos em saneamento básico no País. Delfim ainda afirma: “É inconcebível ver  esquerda infantil apoiar a corporação que é a favor da continuidade da redução da capacidade cognitiva dos extratos mais pobres da nossa sociedade”. Confira: 

A Constituição de 1988, com os magníficos princípios e direitos fundamentais, contidos nos primeiros 11 (4,4%) dos seus longos 250 artigos, sugere a construção de instituições que, consolidadas, produzirão uma sociedade civilizada.

Na sua construção havia, obviamente, diferenças ideológicas, mas o “espírito do tempo” que comandava a Assembleia exigia a contenção absoluta do poder do Estado. Foi isso que construiu os 11 artigos referidos acima, que são o primeiro vetor do tripé sobre o qual se apoia nossa sociedade civilizada.

O segundo vetor é a construção de uma substantiva “igualdade de oportunidades”, que se revela nos dispositivos constitucionais: educação e saúde básicas para todos, financiadas por todos.

Essa igualdade envolve, também, o direito de toda gestante (independentemente do seu estrato social, cor ou credo) de ter acompanhamento no parto e, ao nascituro, de ter a atenção da sociedade até seus primeiros 7 ou 8 anos de vida, quando se formará a sua capacidade cognitiva, independentemente da história de seus genitores.

A “justiça social” se fará, assim, na partida da corrida para a vida, não na chegada.

O terceiro vetor é uma organização das relações produtivas que garantam a subsistência material do cidadão de forma eficiente, e o homem até hoje não encontrou mecanismo mais eficiente do que os mercados competitivos.

O pior arranjo produtivo é entregar o monopólio a agentes públicos que gozam da estabilidade e inamovibilidade no emprego e de aposentadorias privilegiadas, o que os leva a recusar qualquer inovação produtiva que possa ameaçar sua tranquilidade, como é visível na reação corporativista que se une contra a competição, como agora no saneamento.

É lamentável observar as dificuldades de aprovação na Câmara da medida provisória que regulará o saneamento. São produto do poder das corporações que sempre controlaram o setor sem controle para cumprir seus objetivos. Nos últimos 40 anos, não levaram a sério o gravíssimo problema, como é comum às tecnoburocracias cujo único objetivo é uma rica e precoce aposentadoria.

Para conquistar a “igualdade de oportunidades”, a prioridade é imprimir, na maior velocidade, a provisão de água e esgoto tratado para todos, o que potencializará o efeito da saúde e da educação.

A distribuição de água e esgoto tratados dentro da população reproduz e reforça fielmente as diferenças das capacidades cognitivas dos cidadãos marginalizados.

É inconcebível ver a esquerda “infantil” apoiar a corporação que é a favor da continuidade da redução da capacidade cognitiva dos estratos mais pobres da nossa sociedade.

*Delfim Netto,

Ex-ministro da Fazenda.

(Foto – Arquivo)

Empresário aborda caso de emenda que quer o fim dos sacos e canudos de plásticos em Fortaleza

Do leitor Arcelino Calado, recebemos a seguinte nota:

Chamo-me Arcelino Calado, sou advogado e empresário e gostaria de contribuir com o recente tema publicado em sua coluna/blog, que diz respeito a uma emenda ao Código da Cidade para proibir a fabricação e comercialização de sacolas e canudos, ressalvado a fabricação de produtos Biodegradáveis.

Sou sócio da ABE Industria de Plastico localizada no Eusébio e somos a única Indústria certificada para a produção de sacolas biodegradáveis, certificação esta emitida por uma laboratório no México.

Em análise de biodegradação feita no laboratório Mexicano Plásticos y Derivados Country S. de R.L. de C.V. para que você possa ter uma ideia do avanço no que diz respeito a biodegradação dos nossos produtos:

Sacola: Vida útil de 1 ano e 8 meses e o tempo de total biodegradação de 3 anos e 9 meses.

Saco de Lixo: Vida útil de 2 anos e 2 meses e o tempo de total biodegradação de 5 anos e 6 meses.

Ressalto que estes produtos em um processo normal, chegam há mais de 100 anos para que ocorram a biodegradação.

Vale ressaltar que nossos produtos terão, no final do processo de decomposição, somente água, CO2 e biomassa ( húmus ).

Desta forma, nossa industria está fazendo a parte dela e hoje todos os nossos produtos são fabricados atendendo a sustentabilidade de nosso planeta.

Fico a disposição para maiores esclarecimentos.

*Arcelino Calado.

Preços sobem 1,27% na saída das fábricas em abril

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a inflação de produtos na porta de saída das fábricas brasileiras, registrou alta de preços de 1,27% em abril deste ano. A inflação é, no entanto, inferior às taxas registradas em março deste ano (1,59%) e em abril do ano passado (1,58%).

De acordo com dados divulgados hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPP acumula taxas de 2,57% no ano e de 8,61% em 12 meses.

Em abril, 22 das 24 atividades industriais pesquisadas registraram inflação em seus produtos, com destaque para refino de petróleo e produtos de álcool (3,18%), indústrias extrativas (3,02%) e metalurgia (2,29%).

Por outro lado, as quedas de preços dos produtos têxteis (-0,21%) e da madeira (-0,71%) evitaram uma inflação maior do IPP em abril.

Entre as quatro grandes categorias de uso, a maior taxa de inflação foi observada nos bens de consumo semi e não duráveis (1,81%), seguidos pelos bens intermediários, isto é, os insumos industrializados usados no setor produtivo (1,06%). Os bens de consumo duráveis registraram alta de preços de 1,02% e os bens de capital – as máquinas e equipamentos -, uma taxa de 0,79%.

(Agência Brasil)

Um novo modelo para a Segurança Pública

Com o título “Um novo modelo para a Segurança Pública”, eis artigo de Irapuan Aguiar, advogado e professor. Ele aborda certas inadequações envolvendo o aparelho policial e a velha falta de integração entre os que formam o conjunto da segurança. Confira:

O Brasil transformou-se nos últimos anos num verdadeiro laboratório de experiências na construção de um novo modelo de segurança pública. Aqui e ali, algumas iniciativas governamentais apresentam resultados, se bem que muito aquém do que seria minimamente desejável pela população. Os equívocos de diagnóstico e avaliação do setor respondem pelo fracasso das reformulações procedidas, com algumas ilhas de eficiência, ainda assim, resultantes do idealismo e resistência de alguns poucos profissionais que não se deixam cair na desesperança. Dos inúmeros congressos já realizados para debater a questão da violência e criminalidade, com a participação de juristas, policiais, parlamentares, juízes, promotores de justiça e outros estudiosos do assunto, a reformulação da estrutura da segurança pública sempre consta da pauta das discussões. As conclusões, no entanto, são sempre no sentido de propor a unificação das polícias, a integração de suas atividades ou suas subordinações ao Ministério Público que passaria a dirigir a investigação criminal.

Uma simples leitura dessas indicações, contudo, é suficiente para constatar suas inadequações à atual realidade das polícias, porquanto não alcançam a raiz dos verdadeiros problemas. Ora, é inviável unificar-se uma organização militar com outra civil e vice-versa. Entre as funções civis e militares há diferenças profundas e radicais de essência, substância e natureza. Impossível seria, por conseguinte, agrupar, fundir ou condensar num estatuto único regimes jurídicos que a diversidade de objeto impõe. Quanto à integração, é consenso de que deve ser estimulada a partir dos bancos escolares, quando da realização do curso de formação dos policiais – civis e militares – numa mesma Academia como hoje já ocorre no Ceará. Os frutos, porém, dos vínculos de amizade construídos nessa fase, só serão colhidos numa outra geração de profissionais. Não se promove integração por decreto nem é dado desconhecer dos óbices insuperáveis no atual cenário, onde a disputa do espaço de poder por policiais das duas corporações é visível. Daí, os pífios resultados até agora obtidos.

No que diz respeito à direção da investigação criminal pelo Ministério Público é ela desaconselhável, seja porque seus membros não foram preparados para tal mister, seja para preservar sua atuação como domini litis, seja, enfim, pelo acúmulo de atribuições de que já é detentor, alargadas com os novos encargos que lhe conferiu a CF/88. Esta inclusive, foi uma das razões pelas quais fui favorável a PEC 37/2012.

Frente a tais fatos advogo, hoje, a tese do reencontro da Polícia Civil com suas origens, assumindo, por inteiro, a face jurídica de sua atuação. O exercício da atribuição de polícia judiciária, antes concedida apenas aos delegados de polícia, por delegação do Código de Processo Penal, passou a ser, com a vigência da Carta Constitucional de 88, de toda a organização policial civil. Assim, deveria a instituição compor a estrutura do Poder Judiciário, desvinculando-se, dessa forma, do Poder Executivo. Com a medida, delegados, escrivães, legistas, peritos criminais e demais profissionais da polícia judiciária desenvolveriam suas atividades como membros de outro Poder, distantes das pressões político-partidárias. O Executivo, por seu turno, passaria a dispor de uma só polícia – ostensivo-preventiva -, no caso a Polícia Militar, responsável pela manutenção da ordem e segurança pública.

Com a implementação da providência, desapareciam os conflitos entre as duas polícias, evitar-se-ia a repetição, no âmbito da Justiça, dos atos praticados no inquérito policial, contribuindo para uma maior celeridade processual, dentre outros. Nunca é demais lembrar que o exercício da polícia judiciária é uma função de Estado e não de governo.

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado e professor.

Mega-Sena sorteará nesta quarta-feira prêmio de R$ 48 milhões

A Mega-Sena nesta quarta-feira (29) prêmio acumulado de R$ 48 milhões. As seis dezenas do concurso 2.155 serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias da Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo; e é aberto ao público.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, poderia render mais de R$ 178 mil por mês. Também é suficiente para comprar 16 apartamentos de luxo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer loja lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

(Agência Brasil)

Saiu Eunício Oliveira, entrou Mansueto Almeida

243 1

Se na gestão passada, o governador Camilo Santana (PT) e o prefeito Roberto Cláudio contavam com o ex-senador Eunício Oliveira (MDB) para destravar empréstimos em Brasília, eis que, nesta Era Bolsonaro, quem dá uma forcinha agora é o titular da Secretaria do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, por sinal, cearense.

Nesta semana, saiu aval do Ministério da Economia para o empréstimo no valor de 73,3 milhões do Banco Mundial para o Programa Fortaleza Cidade Sustentável.

Nada como um amigo na praça. Ou melhor, em Brasília.

(Foto – Paço Municipal)

Ministro Marcos Pontes participa das comemorações dos 100 anos do eclipse de Sobral

237 1

Marcos Pontes, o astronauta ministro, falou sobre planos da pasta.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, participar, nesta manhã de quarta-feira, em Sobral (Zona Norte), das comemorações do centenário do eclipse que levou Einstein a comprovar sua Teoria da Relatividade. O evento ocorre no Centro de Convenções e reúne várias autoridades ciceroneadas pelo prefeito Ivo Gomes (PDT).

O governador Camilo Santana, a vice-governadora Izolda Cela, o presidente do Poder Legislativo, José Sarto, o secretário Inácio Arruda (Secitece), o deputado federal Leônidas Cristino e pesquisadores participam do evento, que teve a fala não só do ministro mas, também, do ex-ministro Ciro Gomes.

Em sua fala, Ciro exaltou o feito de Eisntein e destacou que só a educação e a tecnologia poderão melhorar a condição da vida humana. Ele não disparou, nessa ocasião, críticas contra o governo Bolsonaro.

Ainda dentro da programação festiva, o Museu do Eclise será reinaugurado nesta noite de quarta-feira, após passar por reforma.

(Fotos – Blog do Veríssimo)

Na constelação camiliana, uma estrela brilha como supersecretário

Ao assumir como titular da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado e lançar o Observatório Federativo, o economista e deputado federal pedetista Mauro Filho ganhou ares, segundo lideranças políticas, de supersecretário na órbita da gestão do petista Camilo Santana.

Com peso e influência na área administrativo-financeira estadual. E causando certa ciumeira entre petistas, pois Mauro Filho é ligadíssimo aos Ferreira Gomes.

E as eleições 2020, que são municipais, com certeza, interessam aos partidos que povoam a constelação camiliana. Delas sairão as bases para 2022

(Foto – Fco Fontenele)

DEM fará convenção nacional para reafirmar compromissos. Com as reformas

O DEM, partido dos presidentes da Câmara e do Senado, realizará sua convenção nacional nesta quinta-feira, em Brasília. Segundo a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quarta-feira, a legenda deverá emitir uma série de recados internos.

Sob o mote “O Brasil não pode parar”, o partido, comandado pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, reafirmará compromissos com as reformas “independentemente do governo”.

A direção nacional do DEM quer deixar claro que a legenda não é nem linha auxiliar do bolsonarismo nem de grupos fisiológicos. A ideia é rechaçar o patrulhamento das hordas governistas e também o carimbo dos que vendem dificuldade para ter facilidade.

(Foto – Arquivo)

Camilo entrega títulos de terra e participa da festa do centenário do eclipse em Sobral

O governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela cumprem agenda em Sobral (Zona Norte), nesta quarta-feira. Ali, Camilo, ao lado do prefeito Ivo Gomes (PDT) e do secretário do Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, vai entregar, na Praça da Coluna da Hora, 967 títulos de propriedades rurais às famílias sobralenses.

Outro compromisso de Camilo e Izolda é a festa do centenário do eclipse que fez Albert Einstein comprovara sua Teoria da Relatividade.

Haverá, entre alguns compromissos, reinauguração de museu, conferências, homenagens, além da exposição Pelo Céu de Sobral, que pode ser vista, na Casa de Cultura, até o dia 29 de junho.

(Foto – Arquivo)

No ato do Mais Infância, um climinha Mais Política

Nem em eventos onde não está como protagonista, o governador Camilo Santana (PT) fica sem ser assediado por parlamentares de sua base política.

A cena ocorreu nessa noite de terça-feira, na Residência Oficial, momentos após a primeira-dama do Estado, Onélia Leite, lançar o livro “Mais Infância” em clima bem concorrido.

Camilo conversou bastante com os deputados Evandro Leitão (PDT) e Walter Cavalcante (PP). Sob olhares afastados do presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT).

Não se sabe se isso ainda foi efeito do encontro dele com os aliados, na segunda-feira, no Abolição, onde avisou que a turma da base teria que se acostumar com alguns cortes em emendas e pleitos para as prefeituras.

(Foto – Paulo MOska)