Blog do Eliomar

Últimos posts

Marun nega participação em supostas fraudes no Ministério do Trabalho

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, negou que tenha participado de supostas fraudes no Ministério do Trabalho para beneficiar sindicatos em Mato Grosso do Sul, seu reduto eleitoral. A informação de que o nome de Marun estaria envolvido foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, com base em um relatório obtido junto à Polícia Federal (PF), que apura irregularidades na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.

Por meio de nota, o ministro afirmou não haver interesse político, uma vez que declarou, ao aceitar ser ministro, que não disputaria as eleições. “Na verdade, estão usando o fato de eu me predispor a atender com atenção os pleitos que me chegam de MS para tentar retaliar e enfraquecer o ministro que questiona abertamente os abusos de autoridade praticados, especialmente no inquérito dos Portos”, diz a nota.

A Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal, foi deflagrada há um ano, a partir de denúncia sobre concessão de falsos registros sindicais. Segundo a PF, foi descoberto um “amplo esquema de corrupção dentro da Secretaria de Relações de Trabalho do Ministério do Trabalho, com suspeita de envolvimento de servidores públicos, lobistas, advogados, dirigentes de centrais sindicais e parlamentares”.

No início deste mês, a terceira fase da operação levou ao afastamento do então ministro do Trabalho Helton Yomura, que pediu demissão do cargo. O novo ministro Caio Vieira de Mello, ao assumir o comando da pasta, suspendeu por 90 dias todos os procedimentos de análise e publicações relativas ao registro sindical, em portaria publicada na edição do Diário Oficial da União da última quinta-feira (11).

(Agência Brasil)

Praça do Pajeú será adotada nesta segunda-feira pela CDL-Fortaleza

344 1

O prefeito, Roberto Cláudio assina, nesta segunda-feira (16), às 08h, a primeira renovação de convênio do Programa Municipal de Adoção de Praças e Áreas Verdes de Fortaleza. Ele estará acompanhado da secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz.

O equipamento público beneficiado com a continuidade da parceria, que tem validade de cinco anos, será a Praça do Pajeú, adotada oficialmente em 2013, pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL). Há cinco anos, a instituição se tornou colaboradora no trabalho de manutenção do espaço de lazer no Centro da cidade.

A Praça do Pajeú fica localizada entre a Avenida Dom Manuel e a Rua 25 de Março, área da Regional Centro. O equipamento, que é cortado pelo Riacho Pajeú, possui 15 mil metros quadrados e conta com mobiliário urbano, iluminação branca, paisagismo, lixeiras e ampla área de convivência.

“É gratificante vermos a continuidade de parcerias, entre o poder público e a iniciativa privada, que visam exclusivamente qualificar a cidade e transformá-la em um local melhor para seus moradores. Que parcerias como essa, com a CDL, aplicada na Praça Pajeú, sirva de exemplo e possa fomentar o voluntariado e o sentimento de pertença nos diversos segmentos da sociedade civil”, afirma o prefeito Roberto Cláudio.

A assinatura do convênio de renovação da adoção da Praça Pajeú ocorrerá durante a realização do Fórum do Centro, que visa elaborar um plano de ação para o bairro Centro, com o objetivo de assegurar a revitalização da área, com execução de curto prazo e norteada pelos eixos de Habitação, Ordenamento do comércio informal e Segurança, Turismo e Cultura, Infraestrutura e Mobilidade, Política de apoio a moradores de rua e Fiscalização.

Para a secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz, “essa ação conjugada em defesa do interesse coletivo soma os esforços do poder público e da sociedade, como sempre defende o prefeito Roberto Cláudio, é decisivo para o sucesso de nossas políticas públicas. Aqui em Fortaleza, Prefeitura e sociedade estão engajados e comprometidos, garantindo ganhos efetivos para a cidade com o programa de adoção de praças e áreas verdes”, afirma a secretária Águeda Muniz.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Fortaleza)

Mega-Sena volta a acumular e prêmio da quarta-feira é de R$ 56 milhões

Nenhum apostador acertou os seis números do concurso 2.059 da Mega-Sena, sorteados na noite desse sábado (14) em São Miguel do Oeste, no interior catarinense. Segundo a Caixa Econômica Federal, o prêmio da quarta-feira (18) deverá chegar a R$ 56 milhões.

Os números sorteados nesse sábado foram: 0405364044 e 56.

Ninguém também acertou os cinco números do concurso 4.724 da Quina. O prêmio desta segunda-feira (16) deverá ser de R$ 1,2 milhão, de acordo ainda com a Caixa. Os números sorteados nesse sábado foram: 14 – 17 – 30 – 48 e 58.

França e Croácia disputam a final da Copa do Mundo

França e Croácia se enfrentam neste domingo, às 12 horas (de Brasília), no Estádio Luzhnikí, em Moscou, na Rússia, na grande decisão da Copa do Mundo. Os franceses eliminaram a Bélgica nas semifinais, ganhando por 1 a 0. Já os croatas, de virada, fizeram 2 a 1 na Inglaterra, precisando de mais uma prorrogação, a terceira do time no torneio. Por conta dos tempos extras, a Croácia vai ter jogado praticamente oito partidas nesta edição.

Trata-se de um reencontro vinte anos depois. Ambos duelaram nas semifinais da Copa do Mundo de 1998 e os franceses ganharam por 2 a 1, arrancando para um título inédito, que ainda falta para os croatas.

Didier Deschamps, treinador da França, tem a chance de repetir o feito de Zagallo e do alemão Franz Beckenbauer, sendo campeão mundial como jogador e treinador. Ele integrou o time de 1998. O comandante se mostra otimista.

“Nós fizemos tudo o que tinha que ser feito até este momento e agora chegou a hora de ir a campo e tentar escrever uma história bonita. Estamos preparados desde muito antes de a competição começar e fomos ganhando força com ela, crescendo e superando os obstáculos. Portanto, estou otimista e a minha expectativa é a do título, mesmo sabendo que do outro lado do gramado estará um grande oponente”, disse Didier Deschamps.

O desgaste físico realmente é a maior preocupação do técnico Zlatko Dalic. Mas até diante deste cenário ele procura buscar motivação. Nas oitavas os croatas eliminaram a Dinamarca nos pênaltis, enredo que se repetiu nas quartas contra a anfitriã Rússia. Nas semifinais, as penalidades não foram necessárias, porém, a vaga diante dos ingleses veio mesmo na prorrogação.

“Nós escolhemos o caminho mais complicado e difícil. Enfrentamos uma maratona de jogos, atuaremos um jogo a mais que a França e por isso mesmo sabemos que as dificuldade serão enormes. Mas como o que não mata fortalece, vamos buscar força justamente neste nosso poder de testar nossos limites. Falta mais um capítulo nesta história e queremos que o final seja feliz, pois a Croácia melhora”, disse Zlatko Dalic.

As duas equipes não confirmaram as escalações, mas como superação é a palavra de ordem, a base das semifinais deverá ser mantida. Na França a aposta está no equilíbrio de Paul Pogba no meio e na força ofensiva do trio: Kylian Mbappé, Antoine Griezmann e Olivier Giroud.

Pelo lado croata a estrela da companhia é o maestro Luka Modric, candidato a craque da Copa. Mas não se pode desprezar o oportunismo do perigoso artilheiro Mario Mandzukic, autor do segundo gol contra a Inglaterra.

Caso a decisão deste domingo termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis. Isso aconteceu apenas duas vezes na história da Copa do Mundo. Em 1994 a Seleção Brasileira derrotou a Itália nos pênaltis, após 0 a 0. Já em 2006 os franceses, que ficaram no 1 a 1 com a Itália, perderam o caneco nos pênaltis.

(Gazeta Esportiva)

Apesar de trégua, Israel bombardeia Gaza em resposta a ataque

Israel atacou nesse sábado (14) uma plataforma de lançamento de morteiros que estava disparando contra o território do país a partir da Faixa de Gaza, uma ação que ocorreu pouco depois do anúncio de um cessar-fogo.

“Dois morteiros foram lançados desde a Faixa de Gaza contra o território israelense. Em resposta, o Exército atacou a plataforma que estava no sul da região”, disse o governo de Israel em nota.

Os movimentos islamitas Hamas e Jihad Islâmica tinham anunciado pouco antes do novo incidente um acordo para conter a escalada de violência das últimas horas.

Dois jovens palestinos morreram em bombardeios de represália de Israel contra alvos militares em Gaza. Ontem, as milícias palestinas chegaram a disparar mais de 200 foguetes e morteiros contra o território israelense. Três pessoas ficaram feridas.

O jornal Haaretz afirmou que Israel aceitou o cessar-fogo, mas um oficial de segurança disse, pedindo anonimato, que só os “fatos no terreno” determinarão como o país agirá na região.

(Agência EFE)

Direitos Humanos devem ser respeitados na Internet, diz ONU

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou resolução defendendo o respeito, a promoção e o exercício dos direitos humanos na internet. As resoluções não tem força de lei, mas são orientações importantes para guiar governos e a sociedade.

O documento afirma que os mesmos direitos garantidos no mundo offline devem ser proporcionados também no ambiente online. Entre eles a liberdade de expressão, que deve ser respeitada e viabilizada independentemente de plataformas e de fronteiras.

No texto, o conselho chama os governos dos países-membro a fortalecerem a cooperação de modo a desenvolver programas de facilitação do acesso e do uso de meios de comunicação e tecnologias. Esses recursos são vistos como instrumentos fundamentais para o exercício dos demais direitos humanos pelas pessoas.

Este esforço inclui também a busca pela diminuição das desigualdade digitais entre cidadãos, especialmente na perspectiva de gênero, e a garantia de um ambiente online seguro e sem discriminação. A disseminação e a apropriação das tecnologias, recomenda, deve ser realizada orientada pelos direitos humanos.

Essa abordagem envolveria, por exemplo, a acessibilidade nesses equipamentos, de modo a permitir que elas sejam plenamente aproveitadas por pessoas com deficiência. Entre recursos para este público estão a audiodescrição e medidas de facilitação de leitura (como variações de contraste em sites e aplicativos).

Ao mesmo tempo, a resolução indica aos governos a importância de desenvolverem “remédios” para quando violações de direitos humanos ocorrem na rede.

A resolução elenca a privacidade e a segurança como dois valores orientadores importantes. Neste sentido, recomenda aos governos a aprovação de leis ou normas semelhantes que assegurem a proteção de dados dos cidadãos. Nesta semana, o Congresso Nacional aprovou a primeira lei geral de proteção de dados, mas a matéria ainda precisa da sanção do presidente Michel Temer e levará um ano e meio para entrar em vigor.

Além disso, o documento salienta a responsabilidade também do setor privado. “Empresas devem trabalhar para viabilizar soluções técnicas que deem segurança e protejam a confidencialidade das comunicações digitais”, acrescenta, citando como recursos técnicos o uso de anonimização (quando os dados não podem mais ser relacionados a um indivíduo) e criptografia (uma ferramenta para dificultar a leitura de uma informação transmitida).

(Agência Brasil)

Palestina e Israel acertam cessar-fogo em Gaza com mediação do Egito

Os movimentos Hamas e Jihad Islâmica anunciaram neste sábado (14) um acordo de cessar-fogo com Israel na Faixa de Gaza para conter as tensões das últimas horas.

Os porta-vozes do Hamas, Fawzi Barhoum, e da Jihad Islâmica, Dawood Shihab, usaram as redes sociais para elogiar os esforços do Egito para promover a paz e deter a escalada de violência na região.

“As mediações e as intervenções das partes regionais e internacionais resultaram em um acordo que encerra a atual escalada de tensões entre as facções militares em Gaza e os militares da ocupação israelense”, afirmou o site de notícias Safa.

Segundo a imprensa local, diplomatas egípcios trabalharam com o enviado especial para o processo de paz da ONU, Nicolai Mladinov, para por fim às hostilidades, as mais graves desde 2014.

O jornal Haaretz afirmou que Israel aceitou o cessar-fogo, mas um oficial de segurança disse, pedindo anonimato, que só os “fatos no terreno” determinarão como o país agirá na região.

A escalada de violência na Faixa de Gaza começou na noite de ontem, quando as milícias palestinas lançaram cerca de 200 foguetes e morteiros contra o território de Israel, que anunciou que responderia aos ataques com bombardeios contra alvos do Hamas.

Dois jovens palestinos, de 15 e 16 anos, morreram nas ações de Israel, de acordo com o Ministério da Saúde da Palestina, que informou que outras 25 pessoas ficaram feridas.

Em Israel, três pessoas sofreram ferimentos leves após um projétil palestino atingir uma casa em Sderot, cidade perto de Gaza.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, tinha anunciado que aumentaria a intensidade dos ataques se fosse necessário. O jornal Times of Israel publicou uma declaração na qual o premiê diz que manteria a campanha de represália ao Hamas até que o movimento islamita “entendesse a mensagem”.

(Agência Brasil com Agência EFE)

Dirigentes alertam: Sem aceitar vale-transporte, metrô de Fortaleza pode entrar em colapso

Dirigentes do Metrofor reclamam a perda da maior fatia de usuários do transporte público, no trajeto Fortaleza/Maracanaú, que corresponde à Linha Sul do sistema metroviário.

O motivo é a recusa do sistema em receber PassCard, o vale-transporte eletrônico. Segundo os dirigentes, em contato com o Blog, o PassCard deveria estar operando há um ano. “Mas, até hoje, o Metrofor só aceita passagens pagas em dinheiro vivo”, afirmam.

“Se isso mudar, a receita aumenta. Por enquanto, quem continua no lucro são os empresários de ônibus”, apontam.

(Foto: Arquivo)

Fortaleza volta a perder em casa e recebe as primeiras vaias nesta temporada

229 2

Acabou a zona de conforto do Fortaleza, na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado (14), diante da segunda derrota consecutiva da equipe cearense na competição, dessa vez para o Atlético Goianiense, em pleno Castelão. O único gol da partida ocorreu aos 20 minutos do primeiro tempo, após o volante Pedro Bambu aproveitar bola da direita, dentro da área. O time goiano jogou toda a segunda etapa com um atleta a menos, quando o meio-campista João Paulo foi expulso no final do primeiro tempo. O Leão volta a campo na sexta-feira (20), em Maceió, contra o CSA, quando deixará a liderança, em caso de mais uma derrota.

O anúncio do fim da zona de conforto foi anunciado pela própria torcida tricolor, diante das vaias ao final da partida.

Apesar da vitória, o Atlético Goianiense chutou somente duas vezes contra o gol do Fortaleza. Já o time cearense chegou seis vezes com perigo, mas não fez valer o maior número de ataques, a vantagem numérica em campo, além da maior posse de bola (75%).

O Fortaleza segue líder com 29 pontos, à frente do CSA (28), Vila Nova (26), Avaí (25) e pelo Atlético Goianiense (25).

(Foto: Reprodução)

Conexão Terceiro Setor 2018 tem inscrições em setembro

As inscrições do Conexão Terceiro Setor 2018 serão abertas em setembro, com divulgada na página facebook.com/seccontabilprogramação. O evento será realizado nos dias 28, 29 e 30 de novembro, na Unifor. A parceria foi fechada em reunião dos organizadores com a vice-reitoria de administração da Universidade.

O evento, que acontece anualmente, tem o propósito de fortalecer o segmento do Terceiro Setor no Ceará, reunindo Organizações da Sociedade Civil (OSC), poder público e setor empresarial em um grande seminário com palestras, exposições e debates. A iniciativa é da S&C Assessoria Contábil, em parceria com a Fundação Raimundo Fagner, Unifor e apoiadores.

Em sua segunda edição, o Conexão Terceiro Setor debaterá temas como Captação de recursos e incentivos fiscais; Investimento privado nas causas sociais; Transparência e contabilidade; e A participação do Terceiro Setor no desenvolvimento de políticas e programas sociais nas áreas da infância, juventude, segurança e meio ambiente.

(Foto: Divulgação)

Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias em 1,75%

A Petrobras reduziu hoje (14) novamente o preço da gasolina nas refinarias em 1,75%. O valor caiu de R$ 2,032 para R$ 1,997. Não houve alteração no preço do diesel, que está em R$ 2,031 e passou a ter outra política de reajuste após a greve nacional dos caminhoneiros.

A diminuição do preço da gasolina nas refinarias foi a quinta mudança nesta semana. Em julho, já foram 10 reajustes. No início do mês, dia 3, o preço às distribuidoras estava em R$ 1,985. Foi sendo alterado até chegar a R$ 2,032 ontem (13), quando foi reduzido para os patamares anunciados hoje.

Contudo, a redução dos preços nas refinarias não significa impacto direto nas bombas. Isso porque o preço é definido pelos proprietários dos postos a partir de vários elementos que fazem parte da composição dos preços do combustível.

O preço dos combustíveis na bomba é formado por uma série de fatores. Postos compram de refinarias, como as da Petrobras, agregam impostos e contribuições (como a Cide, a Pis/Cofins e o ICMS) e incluem custos e margens de lucro. Além disso, entre a refinaria e a bomba há adição de etanol à gasolina e de biodiesel ao diesel.

A Petrobras justifica os reajustes pelo fato dos preços estarem vinculados ao mercado internacional. “A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos (como volatilidade do câmbio e dos preços)”, justifica a empresa em informe institucional.

(Agência Brasil)

Taxistas recorrem ao Blog para pedir presença da AMC na rodoviária de Messejana

Quase todos os dias, taxistas se indispõem com motoristas de veículos de passeio e também de transporte irregular de passageiros, em frente à rodoviária de Messejana, na rua Granja Castelo, nas proximidades do terminal de Messejana, na avenida Jornalista Tomaz Coelho.

Segundo os taxistas, os motoristas costumam estacionar paralelamente ao ponto das vagas de táxis, o que algumas vezes impede a saída deles com passageiros.

Segundo ainda os taxistas, não são raros os casos em que os passageiros desistem de corridas, diante da pressa em chegar ao destino, e acabam pegando os táxis que não estão na vez de realizarem a viagem.

Há relatos entre os taxistas de agressões verbais entre motoristas de transporte irregular de passageiros com pessoas no interior dos táxis, apressadas em chegar logo a seus destinos.

Os taxistas pedem uma maior presença da AMC, no local, principalmente no horário noturno, quando as irregularidades ocorrem com mais frequência.

(Foto: Leitor do Blog)

STF dá mais 30 dias para conclusão de investigação sobre Aécio Neves

A ministra Carmén Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu mais 30 dias para a conclusão das investigações sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no inquérito que apura repasses irregulares da Odebrecht à campanha presidencial de 2014. Inicialmente, a Procuradoria-Geral da República (PGR) havia pedido mais 60 dias para concluir a investigação. Na decisão, proferida ontem (13), Cármen concedeu mais 30 dias e afirmou que o objetivo é “evitar dilações processuais indevidas”.

O ministro Edson Fachin é o relator dos processos da Operação Lava Jato no STF, mas a ministra Cármen Lúcia decidiu pelo prazo de prorrogação por ser a ministra de plantão no tribunal.

O nome do senador foi citado por ex-executivos da empreiteira Odebrecht, que teriam repassado vantagens indevidas em 2014 para campanha do senador à Presidência da República. Em depoimentos de delação premiada, o ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht e outros executivos do grupo disseram que o senador recebeu propina para atuar favoravelmente aos interesses da empresa. O objetivo, segundo os delatores, seria obter apoio parlamentar para a construção das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira, em Rondônia.

Aécio prestou depoimento sobre esse inquérito na sede da Polícia Federal em Brasília, em abril deste ano. Na ocasião, seu advogado Alberto Zacharias Toron disse que os “próprios delatores” afirmaram nos depoimentos que as contribuições financeiras feitas pela Odebrecht às campanhas do PSDB “nunca estiveram vinculadas a qualquer contrapartida”. As investigações contra Aécio Neves foram autorizadas pelo STF após a abertura de 76 inquéritos no ano passado pelo ministro Edson Fachin, com base nos depoimentos de colaboração premiada de ex-executivos da empresa.

(Agência Brasil)

Irmãos gêmeos, mãe e tio são as vítimas da chacina de Quiterianópolis

Quatro pessoas da mesma família foram executadas na manhã deste sábado, 14, na zona rural de Quiterianópolis, município distante 410 km de Fortaleza. De acordo com informações da Polícia Civil de Tauá, responsável pelas investigações, as vítimas foram dois irmãos gêmeos, a mãe e o tio deles.

Os três homens morreram no local mas a mãe foi levada em estado grave à Santa Casa de Misericórdia de Sobral e não resistiu. Por volta das 14 horas, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou a morte da mulher.

O POVO Online apurou com uma moradora da cidade que as vítimas estariam ordenhando leite em curral, quando foram atacadas a tiros. Ela afirmou ainda que o crime ocorreu em estrada entre os distritos de Monteiro e São Francisco.

Segundo nota da SSPDS, homens armados invadiram a residência das vítimas efetuando disparos com armas de fogo, deixando três mortos no local e a quarta pessoa ferida. A pasta ainda não informou a identificação das vítimas e ainda não há a confirmação de prisão de suspeitos.

“O que a gente sabe é que nessa Vila de São Francisco tem muita rivalidade familiar. As vezes as famílias brigam e outra pessoa vem para acerto de contas”, afirmou uma fonte ouvida pelo O POVO Online, a qual preferiu não ser identificada.

O crime se configura como a sétima chacina no estado do Ceará só neste ano e a segunda em menos de 48 horas.

Na madrugada desta sexta, 13, em Palmácia (a 73 km de Fortaleza), cinco homens foram assassinados a tiros e golpes de foice. Os corpos de Antônio Barbosa Sousa (56 anos), Paulo Sérgio dos Santos da Silva (30), Francisco Antônio Pereira de Abreu (43), José Roniely Costa Pereira (25) e José Edson Ferreira dos Santos (sem idade identificada) estavam amarrados em meio à mata, quando foram encontrados. No mesmo dia, a SSPDS informou que a Polícia prendeu três suspeitos, mas não divulgou detalhes.

(O POVO Online / Repórter Eduarda Talicy)

Bélgica vence Inglaterra, fica com o 3º lugar

A Bélgica encerrou sua campanha na Copa do Mundo de 2018 de forma honrosa neste sábado (14), em São Petersburgo. Enfrentando a Inglaterra pelo terceiro lugar da competição, os Red Devils foram cirúrgicos logo no início da partida, assim como já haviam sido contra o Brasil, nas quartas de final, e acabaram vencendo os adversários por 2 a 0, graças aos gols de Meunier, aos três minutos de jogo, e Hazard, já no final do segundo tempo.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Roberto Martínez entrou para a história do futebol belga. Nenhuma geração do país chegou tão longe quanto essa de 2018 em uma Copa do Mundo. Em 1986, a Bélgica também foi eliminada na semifinal, porém, na disputa pelo terceiro lugar acabou derrotada pela França.

A Inglaterra, por sua vez, perdeu a grande oportunidade de fazer sua melhor campanha em Mundiais desde o título em 1966, quando sediou o torneio. Neste sábado o técnico Gareth Southgate levou a campo uma equipe sem quatro titulares e, embora tenha assegurado o comprometimento de seus jogadores no confronto com os belgas, não se esforçou muito para superar a campanha de 1990, quando os ingleses disputaram o terceiro lugar e acabaram derrotados pela Itália.

A Bélgica iniciou a partida de maneira avassaladora. Sem dar espaços à Inglaterra, o time do técnico Roberto Martínez foi cirúrgico em sua primeira oportunidade, logo aos três minutos, e desta maneira acabou abrindo o placar. Em contra-ataque fulminante, Chadli recebeu ótima enfiada de bola de Lukaku e cruzou na medida para Meunier, que se antecipou ao zagueiro para chegar finalizando de primeira dentro da área, sem chances para o goleiro Pickford.

No segundo tempo, aos 36 minutos, De Bruyne arrancou pelo meio e acionou Eden Hazard na esquerda. O atacante do Chelsea invadiu a área e tocou na saída do goleiro, estufando as redes e assegurando o histórico terceiro lugar da ótima geração belga.

(Gazeta Esportiva)

Prêmio Direitos Humanos prorroga inscrições até quarta-feira

As inscrições para o Prêmio Direitos Humanos, edição 2018, foram prorrogadas até a próxima quarta-feira (18). O prêmio é uma iniciativa do governo federal, por meio do Ministério dos Direitos Humanos, e reconhece o trabalho de indivíduos e organizações com atuação destacada em diversas áreas relacionadas a conquistas e promoção da dignidade humana.

A inscrição envolve a indicação de uma pessoa ou associação para concorrer a uma das categorias por outra associação. O edital com as regras está disponível na página dp ministério, bem como o formulário eletrônico para efetivar a inscriação.

A comissão julgadora vai levar em consideração o histórico da pessoa ou organização indicada, a atuação desta no período entre 2016 e 2018, a adoção de práticas inovadoras na área, a qualidade do trabalho e a diversidade dos temas, de modo a evitar a concentração de premiações em um determinado segmento.

As indicações devem ser localizadas dentro das categorias do prêmio, que são: promoção e defesa dos direitos humanos; educação em direitos humanos; crianças, adolescentes e jovens; pessoas idosas; mulheres; pessoas com deficiência; igualdade étnica e racial; indígenas e povos tradicionais; diversidade sexual e de gênero (LGBTI); terra e conflitos agrários; moradia e conflitos urbanos; polícia, segurança pública e sistema penitenciário; migrantes e refugiados; liberdade religiosa; e outras ações diretamente relacionadas aos direitos humanos de pessoas ou grupos vulneráveis.

Os vencedores serão divulgados em cerimônia no dia 10 de dezembro, data escolhida como Dia Internacional dos Direitos Humanos. Neste ano, a ocasião será aproveitada para marcar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

(Agência Brasil)

Um pouco mais de responsabilidade

Editorial do O POVO deste sábado (14) avalia a pressão dos governantes para atender a reivindicações de parlamentares, por vezes absurdas, com o olho nos votos que isso poderá render. Confira:

As chamadas “pautas-bomba”, com as quais foi acuada a ex-presidente Dilma Rousseff, no período que antecedeu seu impeachment, voltam agora a assombrar o governo, tendo como vítima o presidente Michel Temer. Essa prática condenável normalmente é levada à frente contra governos frágeis, às vésperas de eleições. O exercício consiste em conceder benesses aos mais diversos grupos de pressão – aumentando gastos e provocando queda de arrecadação -, sem que os deputados se preocupem com o quanto isso pesará no Orçamento da União.

O objetivo maior dos parlamentares é atender a reivindicações, por vezes absurdas, com o olho nos votos que isso poderá render. Deputados da própria base de Temer, antes tão sólida, vêm votando contra o presidente, pois este nada mais têm a lhes oferecer. Pelo contrário, mostrar-se, agora, aliado do governo pode ser fatal para quem pretende a reeleição.

Nos últimos três meses as pautas aprovadas ou ainda em debate no Congresso Nacional poderão representar impacto entre R$ 70 bilhões e R$ 100 bilhões anualmente nas contas públicas, segundo técnicos que estudam o assunto. São 13 medidas desse tipo tramitando no Congresso Nacional. Entre as aprovadas ou em discussão, estão a anistia às multas aplicadas às transportadoras, devido à greve dos caminhoneiros (R$ 715 milhões); volta de benefícios para fabricantes de refrigerantes (R$ 2 bilhões); dívidas do setor rural poderão ter desconto até 100% nas multas, depois que foi derrubado o veto de Temer ao projeto (R$ 13 bilhões); proposta para obrigar a União a compensar estados e Distrito Federal por perdas com a desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (R$ 39 bilhões), entre outras.

Integrantes da área econômica apelidaram essas votações de “farra fiscal”, e o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, faz apelos aos presidentes da Câmara e do Senado para segurar as votações, de modo a que possa haver negociações durante o período eleitoral. Ao mesmo tempo, o governo tenta fazer a compensação com medidas que aumentam a receita e reduzem gastos, mas as propostas são desfiguradas quando chegam ao Congresso.

Pode-se até argumentar que algumas dessas medidas sejam mesmo necessárias. Mas o fato é que a discussão em torno do assunto, feita às pressas, está contaminada pela proximidade das eleições e pelas vantagens que o Congresso quer tirar de um governo fraco e impopular, com o agravante de que ficará um rombo para o próximo mandatário, seja quem for.

Portanto, não seria demais pedir que o Congresso agisse com um pouco mais responsabilidade, em momento tão delicado da vida nacional.