Blog do Eliomar

Últimos posts

MEC divulga hoje resultado da primeira chamada do ProUni

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta segunda-feira (22) o resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) referente ao segundo semestre deste ano. As informações estarão disponíveis na página do programa na internet.

O candidato selecionado deverá comparecer à instituição de ensino na qual foi pré-selecionado, levando os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Ele deve verificar o horário e o local em que deve comparecer. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 29.

Caso perca a data, o candidato é automaticamente retirado do processo.

Entre os documentos a serem apresentados estão o de identificação, comprovante de residência, comprovante de rendimento e comprovante de conclusão do ensino médio. A lista completa está na página do ProUni .

No dia 6 de julho será divulgado o resultado da segunda chamada. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera nos dias 17 e 20 de julho.

O ProUni oferece bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É dirigido a estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou que tenham vindo da rede particular na condição de bolsistas integrais.

(Agência Brasil)

CBF não vai recorrer e Neymar deixa delegação nesta segunda-feira

“A CBF desistiu de recorrer da punição de quatro jogos dada ao atacante Neymar após a expulsão no jogo contra a Colômbia. A decisão foi tomada em uma reunião entre o jogador e a comissão técnica na noite deste domingo. Com a punição confirmada, o camisa 10 da seleção está oficialmente fora da Copa América e vai deixar a delegação já nesta segunda-feira. Caso recorresse, a CBF poderia tentar reduzir a suspensão para três jogos, o que liberaria Neymar para uma eventual final.

Em nota oficial divulgada no início da madrugada desta segunda-feira, a entidade comunica que vai acatar a decisão do tribunal – mas não explica os motivos da desistência do recurso. O comunicado pede que “o mesmo rigor” usado na punição a Neymar seja adotado em todas as competições da Conmebol.”

(Agência Brasil)

‘Todos pelo HUB’ reúne lideranças na política e na economia

foto tasso e camilo

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (22):

O lançamento da mobilização “Todos pelo HUB” deverá se transformar num encontro das maiores lideranças políticas e empresariais do Estado. Parlamentares e representantes do setor produtivo confirmaram presença no evento, que ocorrerá nesta segunda-feira (22), a partir das 9 horas, no Palácio da Abolição.

Em comum, o pensamento voltado para uma estratégia integrada das instâncias pública e privada pela conquista do HUB (ponte de conexões internacionais) da TAM. Fortaleza disputa com Natal (RN) e Recife (PE).

Governador por três vezes, o senador Tasso Jereissati tem conversado com Camilo Santana (PT) e confirmou presença no ato. Foi nos seus governos que o Ceará assegurou projetos estruturantes como Porto do Pecém, Castanhão, Aeroporto, Linhões de Energia, duplicações e construção de novas rodovias.

Tasso tem defendido um novo projeto de desenvolvimento para o Estado e aponta o HUB como fundamental nesta nova estratégia. O tucano, porém, mantém suas duras críticas ao não cumprimento da promessa da refinaria por parte da União.

Além de Tasso, que irá pela primeira vez ao reformado Palácio da Abolição – ele governou o Estado no Cambeba -, confirmaram presença no ato pró-HUB os ex-governadores Adauto Bezerra, Lúcio Alcântara, Ciro Gomes, Cid Gomes, Francisco Aguiar e um familiar de Beni Veras. O presidente da Fiec, Beto Studart, e Ivens Dias Branco também.

Projeto proíbe entrevista de preso sem autorização da Justiça

A bancada do Psol na Câmara dos Deputados protocolou projeto de lei que obriga veículos de comunicação a requisitar autorização judicial para entrevistar presos. Para o partido, muitos programas de TV exibem de forma “sensacionalista e vexatória” a condição dos presidiários brasileiros. “Nesses casos, a liberdade de informação esbarra no princípio maior, que é o da dignidade humana”, afirma a bancada.

O PL 2021/2015 exige a prévia autorização judicial não só na realização de entrevistas, mas na captação de imagens dos presos. A proposta especifica que esses devem estar sob custódia do estado no interior de delegacias ou estabelecimentos prisionais.

A iniciativa dos deputados Chico Alencar (RJ), Ivan Valente (SP), Jean Wyllys (RJ) e Edmilson Rodrigues (PA) cita um caso protagonizado pela Bandeirantes. A 11ª Vara Federal de Salvador condenou a emissora a pagar R$ 60 mil por dano moral coletivo. A jornalista, na ocasião, debochou do desconhecimento da língua portuguesa do réu. A Justiça interpretou que o programa “Brasil Urgente Bahia” violou direitos humanos dos presos expostos na reportagem.

O Ministério Público apontou que “não somente o preso foi atingido, mas toda a sociedade baiana exposta, no horário de exibição do programa (12h) a toda sorte de baixarias, que contribuem para a má formação moral, educacional e cultural de crianças e adolescentes”.

Na opinião da bancada do Psol, “atitudes como estas por parte dos meios de comunicação ferem garantias constitucionais”.

(Congresso em Foco)

MP que altera tabela do IR tranca a pauta do Plenário

A pauta do Senado da terça-feira (23) está trancada pelo Projeto de Lei de Conversão (PLV) 7/2015, decorrente da Medida Provisória (MP) 670/2015. A medida foi lida na quinta-feira (18) e perde a vigência no dia 8 de julho.

A MP 670/2015 promove um reajuste escalonado, por faixas, das tabelas do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF). A variação é de 6,5% a 4,5%. Os reajustes valem desde abril de 2015 e são fruto de negociações do governo com o Congresso para manter o veto ao reajuste linear de 6,5% para toda a tabela.

Todos os contribuintes são beneficiados, uma vez que o Imposto de Renda incide sobre as faixas salariais. Dessa forma, um cidadão que ganha R$ 5 mil é isento na primeira faixa e depois sofre a incidência das quatro alíquotas da tabela de acordo com cada faixa.

(Agência Senado)

EUA: manifestantes querem que bandeira com símbolo racista seja recolhida

Dias após um jovem branco entrar em uma Igreja Metodista na cidade de Charleston, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, e matar, a tiros, nove pessoas, milhares de manifestantes se reuniram na capital do estado, Columbia, para pedir que a Assembleia Legislativa local recolha a bandeira dos Estados Confederados da América.

Considerada um símbolo da guerra civil norte-americana, a bandeira é tida por muitos como uma representação do racismo sulista. Protegida por uma lei que estabelece que ela não pode ser removida sem a aprovação da Assembleia Legislativa, a bandeira que estampa a “cruz sulista” permanece hasteada diante do edifício público, apesar das bandeiras dos Estados Unidos e da Carolina do Sul terem sido baixadas, em sinal de luto pelas vítimas do ataque de Dylann Roof.

Portando faixas e cartazes e entoando canções e palavras de ordem, a multidão exigia a imediata retirada do estandarte. “Já não podemos mais nos dar ao luxo de deixar esta bandeira aqui como um farol para aqueles que preservam más opiniões”, disse uma das oradoras durante o protesto.

A expectativa dos organizadores é que o ato sirva como um “aquecimento” para o 4 de julho, Dia da Independência dos Estados Unidos, quando esperam um protesto ainda maior. De com eles, mais de 370 mil pessoas já assinaram uma petição online para que a bandeira seja retirada da frente da assembleia.

(Agência Brasil)

Médico brasileiro desenvolve teste simples para diagnosticar caquexia

De difícil diagnóstico, a caquexia é uma síndrome associada a doenças como câncer, aids e insuficiência cardíaca. Ela provoca perda de peso e atrofia muscular. Embora não haja dados sobre quantas pessoas sofrem com essa síndrome no país, a caquexia pode atingir 85% das pessoas com câncer de pulmão e até 30% das pessoas com insuficiência cardíaca.

“A caquexia é uma síndrome que acelera o metabolismo do corpo e leva à perda de peso, perda de músculo e diminuição do desempenho. É diferente de desnutrição. Tem pessoas que são magras e desnutridas, mas que continuam a fazer suas atividades. A caquexia leva a uma aceleração do metabolismo, independentemente da quantidade de comida que ela consuma”, explicou o pesquisador e médico geriatra do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, André Filipe Junqueira dos Santos, em entrevista à Agência Brasil.

Para facilitar o diagnóstico da doença no futuro, o médico usou um aparelho para avaliar a atividade física diária e o instalou em idosos que desenvolveram ou não a síndrome. Ele observou que atividades simples, por exemplo, como ficar em pé ou caminhar, tornam-se mais difíceis para as pessoas que desenvolvem a síndrome.

O aparelho, segundo o médico, é uma espécie de sensor que avalia atividades cotidianas e foi desenvolvido na Escócia. O equipamento custa em média R$ 1,5 mil e pode ser usado diversas vezes. Na pesquisa, o aparelho foi colocado na coxa de 45 idosos (22 deles saudáveis e 23 portadores de caquexia e com câncer em estágio avançado) pelo período de uma semana. O resultado demonstrou diferenças na atividade física praticada por idosos com ou sem caquexia.

“O homem idoso saudável caminha, em média, 7 mil passos. Um idoso com caquexia andava, em média, em torno de 3 mil ou quatro mil passos. E uma mulher saudável que andava 8 mil passos, passou a andar 5 mil passos. O tempo em pé, de uma mulher saudável, que no dia a dia é em torno de cinco horas, caía para pouco mais de uma hora e meia [no caso em que ela tinha caquexia]”, informou o pesquisador.

(Agência Brasil)

O político e o cargo que deve ser respeitado

168 1

Em artigo enviado ao Blog, o brasileiro João da Silva relata o que se pode avaliar na relação de autoridades de um cerimonial. Confira:

Dizem que o povo não entende muito de política e que é responsável por tudo de ruim que os políticos fazem na economia, na saúde, na educação e em várias outras áreas. Mas não é bem assim. Muitas vezes, o povo se finge de besta para melhor passar. Outras vezes, os políticos subestimam a gente em atos nas entrelinhas.

Um caso como esse último ocorreu na sexta-feira passada, no Palácio da Abolição, quando o cerimonial do governador Camilo Santana chamou o deputado José Nobre Guimarães para compor a mesa das autoridades, no evento que anunciou os investimentos do Ministério da Integração Nacional para o Ceará, dentro do Plano Estadual de Convivência com a Seca.

Até aí, tudo bem. O doutor Guimarães é o líder do governo Dilma na Câmara dos Deputados. O problema é que o homem foi anunciado como representante da bancada do Ceará na mesma Casa.

Vixe… O que as câmeras de televisão não mostraram e o que os jornais não escreveram foi melhor do que a notícia do tal investimento. Vocês precisavam ver a cara de constrangimento do deputado Raimundo Gomes de Matos, sendo representado naquele momento pelo líder da Dilma. Outros deputados também disseram não estar representados. Pior mesmo foi a situação do deputado José Airton Cirilo, o Zé, nada menos que o coordenador da bancada.

Foi o próprio Camilo que tentou consertar a gafe do cerimonial e chamou o coordenador da bancada para compor a mesa. Pois é, nem para a mesa o homem ia. De longe, Cirilo pediu para ficar no meio da galera, mas o governador insistiu e o pessoal do lado deu uma força. Eu mesmo dei um empurrãozinho: “Vai, homem. Tu é o coordenador”!

O problema é que ninguém leu nos olhos do Zé que já havia um representante da bancada na mesa. Digo, o representante. De acordo com o cerimonial.

E não é que o Zé estava certo em não querer ir? A cerimonialista logo o avisou que já estava certo o doutor Guimarães falaria em nome da bancada. Se os olhares de centenas de pessoas não estivessem voltados para ele, naquele momento, o Zé voltava dali mesmo.

Entre os deputados que ficaram na galera a conversa era que o doutor Guimarães usurparia outros cargos, dentro de uma estratégia do Palácio da Abolição. Todos de orelhas em pé.

Nesta segunda-feira, o governador fez uma convocação geral para o movimento “Todos pelo Hub da TAM”. Tem deputado com receio de ir ao evento pelo constrangimento da tal “representação”. O Zé já sinalizou em não querer ir. O Raimundo prometeu reação em caso de nova gafe do cerimonial. O certo é que a conversa se espalhou entre os federais e lideranças. Parece besteira, mas o incômodo está nas entrelinhas.

STF vai decidir sobre absolvição para quem volta a cometer crimes leves

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir na quarta-feira (24) se o princípio da insignificância pode ser aplicado em casos de reincidência. Os ministros vão analisar três habeas corpus de acusados que foram condenados pelo furto de dois sabonetes, um par de sandálias e 15 bombons.

A questão começou a ser julgada no ano passado na Primeira Turma da Corte. Na ocasião, o ministro relator dos processos, Luiz Roberto Barroso, entendeu que a absolvição de acusados de furto deve ocorrer mesmo em casos de reincidência. Para o ministro, isso evita o aumento da superlotação dos presídios.

Apesar do entendimento do ministro, a jurisprudência do Supremo define que o princípio não pode ser aplicado nos casos de reincidência e furto qualificado. Diante do impasse, o tema foi remetido para o plenário do STF.

Na doutrina jurídica, o princípio da insignificância tem o sentido de absolver acusados que tenham cometido crimes de baixo poder ofensivo e lesão material. Para aplicar o princípio, o juiz deve levar em conta a falta de periculosidade da ação, o baixo grau de reprovação e valor do objeto furtado.

Motoristas desrespeitam trânsito na Monsenhor Tabosa

132 4

foto trânsito 150620 mtabosa

O trânsito na avenida Monsenhor Tabosa ficou congestionado em alguns intervalos, na manhã desse sábado (20), na Praia de Iracema.

O que irritou motoristas teve como causa outros motoristas, que insistem no estacionamento paralelo, algumas vezes nos dois lados da via.

O Blog abordou uma motorista que chegava com uma sacolinha de compra. Ao ser questionada sobre o estacionamento paralelo, a mulher alegou que deixou o pisca-alerta ligado, o que justificaria a infração.

Flanelinhas afirmaram que orientam motoristas a não estacionarem no paralelo. Mas um foi flagrado assegurando a um condutor que não havia fiscalização.

Pelo visto, o aumento no índice de multas por agentes de trânsito não passou pela Monsenhor Tabosa.

Papa critica exclusão dos pobres e dos doentes

Papa-Francisco-3-692x360

O papa Francisco criticou neste domingo (21) a exclusão dos pobres e dos doentes da sociedade, um fenômeno que se deve, em sua opinião, a uma “crise antropológica” para a qual é preciso desenvolver anticorpos.

“A exclusão dos pobres e a dificuldade dos indigentes para receber assistência e medicamentos necessários é uma situação que, lamentavelmente, ainda está presente nos dias de hoje”, afirmou o pontífice.

Para o papa, houve grandes avanços na medicina e na assistência social, mas houve também a disseminação de uma cultura de desprendimento, resultado de uma crise antropológica que não coloca o homem no centro das prioridades, mas sim o consumo e os interesses econômicos.

As declarações do papa foram dadas durante visita à Igreja da Pequena Casa da Divina Providência de Turim, no norte da Itália, que presta assistência a pessoas pobres e doentes.

(Agência Brasil)

Pare agora, senhor juiz

Da Coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (21), pelo jornalista Plínio Bortolotti:

Comentei neste espaço, no mês de março, o livro de Claudia Wallim, Um país sem excelências e mordomias, no qual a jornalista mostra a vida espartana dos políticos da Suécia, muito distante do festival de mordomias que gozam os “homens públicos” brasileiros, em todos os níveis e poderes da República.

O livro também revela como se comportam os integrantes do Judiciário sueco. Os juízes da Suprema Corte têm salário equivalente a R$ 22 mil, sem nenhum tipo de “auxílio” (observe que a vida na Suécia deve ser mais cara que no Brasil). Não têm cargo de “ministro” e nem dispõem de carro oficial.

Os juízes também recusam qualquer tipo de presente, mesmo de pequeno valor, nem aceitam pagamento de viagens e hotéis para participarem de “palestras”. Nunca se registrou nenhum tipo de corrupção entre juízes suecos.

Devido à nova Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman), em debate no Supremo Tribunal Federal (STF), e que deve ir à votação do Congresso Nacional, Claudia Wallin voltou a abordar o assunto, e pretende fazer uma série de matérias para publicação na página “Diário do Centro do Mundo”, na Internet.

Pela nova Loman, vão se perpetuar algumas das permissividades pecuniárias que já desfrutam os magistrados (todos eles) e serão criadas outras, do berço ao túmulo, além do salário, em torno de R$ 30 mil.

A minuta da Loman estabelece ou mantêm os seguintes auxílios: a) creche ou educação para filhos até 24 anos; b) transporte; c) alimentação; d) moradia, R$ 4.377 por mês, já em vigor; e) funeral, extensivo a quem já está aposentado.

Além disso a minuta prevê o pagamento de 17 salários anuais, preserva os 60 dias de férias (ninguém é de ferro), e autoriza passaporte diplomático quando sua excelência viajar a trabalho.

Assim, o Brasil se confirmará como o primeiro país em desenvolvimento do mundo a garantir o “estado de bem-estar social”, pelo menos à casta privilegiada do Judiciário, justamente o poder encarregado de fazer justiça.

Claudia Wallin falou com alguns magistrados suecos sobre os benefícios usufruídos pelos juízes brasileiros: um deles não pôde conter o riso, quando a ouviu relatar os privilégios da toga de seus colegas desta Terra de Santa Cruz.

A jornalista conversou com Göran Lambertz, juiz da Suprema Corte sueca – que vai de bicicleta até uma estação e toma um trem para o trabalho – e lhe perguntou o que achava das “novidades da corte brasileira”. A resposta:

“Em minha opinião, é absolutamente inacreditável que juízes tenham o descaramento e a audácia de serem tão egocêntricos e egoístas a ponto de buscar benefícios como auxílio-alimentação e auxílio-escola para seus filhos. Nunca ouvi falar de nenhum outro país onde juízes tenham feito uso de sua posição a este nível para beneficiar a si próprios e enriquecer”. (Bufo!)

Depois a jornalista ligou para o sindicato dos magistrados (na Suécia juízes são sindicalizados) e falou com o juiz Carsten Helland, representante da categoria. “Para a minha surpresa” – relata Claudia – “o magistrado sueco dedica os segundos iniciais da sua resposta a uma sessão de risos de incredulidade”. Depois de conter o riso, ele responde:

“Juízes não podem agir em nome dos próprios interesses, particularmente em tamanho grau, com tal ganância e egoísmo, e esperar que os cidadãos obedeçam à lei”.

(Esse é um tipo raro de sindicalista – pelo menos no Brasil -, pois ele põe o interesse público acima do interesse corporativo.)

Queda de Dilma faz Aécio disparar na preferência do eleitorado

aecioone

Se as eleições para a Presidência da República fossem hoje, o tucano Aécio Neves e o ex-presidente Lula disputariam o segundo turno. É o que revela a pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (21), pelo jornal Folha de S.Paulo, que traz Aécio Neves com 35% das intenções de voto, contra 25% do ex-presidente Lula.

A pesquisa mostra ainda Marina Silva, com 18%, seguida por Luciana Genro (PSOL), pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), e Eduardo Jorge (PV), todos com 2%.

Se o candidato tucano fosse o governador Gerado Alckmin, o segundo turno seria disputado entre Lula e Marina, empatados com 25% das intenções de voto. Alckmin ficaria com 20%.

A reprovação de Dilma Rousseff, por 65% dos brasileiros, faz com que Aécio, que disputou o segundo turno na última eleição, se destaque na corrida presidencial.

O Datafolha ouviu 2.840 eleitores, na quarta-feira (17) e quinta-feira (18).

(com agências)

Salmito é homenageado nos 40 anos do Rotary Fortaleza-Barra

foto salmito rotary barra 150620

Maior comenda do Rotary Club de Fortaleza-Barra, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PROS), foi homenageado na noite desse sábado (20), no Marina Park, com a medalha Jáder de Figueiredo Correia (ex-presidente que faleceu no exercício do mandato), durante as comemorações dos 40 anos da entidade.

A homenagem é concedida a personalidades do Ceará que são exemplos nas áreas da educação, da saúde, da política, da economia, do empreendedorismo, da cultura, do turismo, entre outras atividades.

foto salmito rotary barra 150620 homenagem

Segundo o presidente do Rotary Fortaleza-Barra, Sérgio Luís Lima, Salmito Filho foi escolhido por seu exemplo de ética na política. Também foram homenageados em anos anteriores Silas Munguba, Yolanda Queiroz, Pio Rodrigues, Jaime Aquino, Adísia Sá, Cid Carvalho e Beto Studart, entre outras personalidades cearenses.

MST volta a ocupar fazenda do senador Eunício Oliveira

Trabalhadores sem-terra voltaram a ocupar, na madrugada deste domingo (21), uma fazenda do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Localizada entre as cidades de Corumbá de Goiás e Alexânia (GO), cidades próximas de Brasília, a propriedade de cerca de 20 mil hectares pertence ao grupo Agropecuária Santa Mônica, do senador, e já tinha sido ocupada em agosto de 2014. O 2º Pelotão da Polícia Militar (PM) de Goiás confirmou que foi acionada e que equipes foram enviadas ao local.

Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a ação é uma resposta ao descumprimento, por parte do governo federal, de acordos firmados durante o cumprimento da ordem judicial de reintegração de posse, em março deste ano.

Um dos compromissos acertados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário foi, segundo o MST, o assentamento de cerca de 1,1 mil famílias em até 60 dias após os sem-terra deixarem a fazenda. Outro é a produção de um estudo sobre a legalidade da propriedade pelo senador Eunício Oliveira. O movimento sustenta que a fazenda foi declarada improdutiva e que há “grande volume de informações na região sobre a grilagem da área”.

A assessoria do senador garantiu que a propriedade é produtiva e opera há mais de 25 anos “em uma região livre de conflitos agrários”. Assegurou também que a Fazenda Santa Mônica cumpre todas as normas da legislação tributária, trabalhista e ambiental.

(Agência Brasil)

O Estado animador do futuro

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (21):

No período de sete dias desde que o governador Camilo Santana tornou pública a decisão de criar um programa de concessões no Ceará, a contribuição mais proeminente oferecida pela política foi um debate rastaquera acerca de uma questão menor, de cunho meramente ideológico e semântico. Trata-se da suposta oposição entre concessão e privatização. Ou seja, o nada.

Certamente, esse debate é o que menos importa. Porém, até os próceres do Governo se embrenharam nessa discussão infrutífera ao, sempre que lhes colocaram um microfone à frente, sustentar que o projeto do governador é conceder e não privatizar. Conceder não é vender patrimônio público. Privatizar é vender. Na prática da realidade, as diferenças são mínimas.

Mas, por qual motivo essa discussão ganhou tanta importância no Brasil? É o fruto de uma armadilha preparada pela esquerda na época em que o Governo Fernando Henrique Cardoso colocou em prática um amplo plano de concessões e privatizações. Os dois termos, principalmente “privatização”, viraram sinônimo de prática nefasta. Hoje, a esquerda se vê presa a essa armadilha.

Há muito tempo que o Brasil convive com operações de concessão. As mais notórias e antigas se dão na área de transportes coletivos. A Constituição diz que transporte é obrigação do Estado, que, de forma sábia, concede a operação desse serviço à iniciativa privada. O setor público é o regulador. Quando regula bem, a coisa funciona. Do contrário, o serviço é ruim. Porém, em qualquer das circunstâncias, quando o Estado operou diretamente, o serviço foi sempre de péssima qualidade.

Na década de 90, novas concessões passaram a compor o cotidiano dos brasileiros. É o caso da telefonia. É o caso do serviço de oferta de energia elétrica. O Sudeste já convive há algum tempo com a concessão de estradas. Essa área ainda não é explorada no Ceará e no Nordeste por um simples motivo: ainda não há interesse privado nessas operações.

No caso do Ceará, quando o debate semântico e ideológico se sobrepõe, a política deixa de tratar do que mais importa. A saber: o quanto pode ser melhor para o Estado se o Governo se desfizer de algumas responsabilidades para assim dar a máxima atenção às suas obrigações mais importantes, como saúde e educação? Esta é a pergunta crucial a ser feita.

O Estado precisa cuidar do Castelão, do Presidente Vargas? O Estado precisa ser dono de uma companhia de gás encanado, de um porto? É fundamental que um Centro de Feiras seja gerido pelo Estado? E os pequenos e grandes aeroportos além de uma boa quantidade de outras estruturas que poderiam estar nas mãos do setor privado?

Quanto custa para os nossos bolsos manter esses equipamentos? O quanto investimos mensalmente em recursos que poderiam estar ajudando a manter hospitais e escolas? São as perguntas que deveriam ser feitas. São as repostas a serem concedidas pelo Governo.

Não há governo grátis. Quanto mais enxuta for sua estrutura, menos corrupto será. Quanto menor, mais forte. Em vez de um dinossauro, um tigre. Busca-se um novo modelo de Estado que coloque as ideologias no seu devido lugar e firme o equilíbrio entre indução pública e empreendedorismo privado.

MEC divulga resultado do Prouni nesta segunda-feira

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta segunda-feira (22) o resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) referente ao segundo semestre deste ano. As informações estarão disponíveis na página do programa na internet.

Também a partir desta segunda-feira, o candidato selecionado deverá comparecer à instituição de ensino para a qual foi pré-selecionado, levando os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição.

O candidato deve verificar o horário e o local no qual tem de comparecer para a apresentação das informações. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 29. Caso perca a data, o candidato é automaticamente retirado do processo.

Entre os documentos a serem apresentados estão a carteira de identidade, o comprovante de residência, o comprovante de rendimento e o de conclusão do ensino médio. A lista completa pode ser conferida na página do ProUni.

No dia 6 de julho será divulgado o resultado da segunda chamada. Aqueles que não forem selecionados poderão se inscrever na lista de espera nos dias 17 e 20 de julho.

O ProUni oferece bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O programa é dirigido a estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou que tenham vindo da rede particular na condição de bolsistas integrais.

(Agência Brasil)