Blog do Eliomar

Últimos posts

Ciro dará palestra para empresários do Porto do Pecém

622 3

Ciro Gomes, pré-candidato a presidente da República pelo PDT, dará palestra nesta sexta-feira, às 9 horas, no IFCE – Campus do Pecém, para membros da Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP).

O evento é gratuito e faz parte das ações realizadas pela associação com o intuito de atrair novos olhares sobre os desafios e as oportunidades para o mercado cearense, informa a entidade.

Com o evento, a AECIPP busca fortalecer e desenvolver as atividades empresariais, industriais e de serviços na área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Integram a associação 28 empresas.

SERVIÇO

*IFCE Campus do Pecém (Rodovia CE 155 – KM 04)

*Evento gratuito

*Inscrições limitadas.

CNJ abre investigação preliminar contra Favreto, Sergio Moro e Gebran Neto

O corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, decidiu hoje (10) abrir os 10 pedidos preliminares de investigação que chegaram ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e o juiz federal Sérgio Moro.

As reclamações disciplinares foram protocoladas ontem (9) após as decisões conflitantes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no último fim de semana, sobre a concessão de liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o CNJ, as oito reclamações que chegaram contra Favreto e duas contra Moro serão apensadas uma investigação mais ampla sobre o caso. O trabalho de apuração terá início imediato, segundo o conselho. Da análise dos processos, pode ser aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os magistrados, que, por sua vez, pode culminar em punição, desde advertência até aposentadoria compulsória.

Entenda

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex em Guarujá (SP). A prisão foi executada com base na decisão do STF que autorizou prisões após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.

No domingo (8), o desembargador Rogerio Favreto atendeu a um pedido de liberdade feito por deputados do PT em favor de Lula. Em seguida, o juiz Sergio Moro e o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região Gebran Neto, ambos relatores dos processos da Operação Lava Jato, derrubaram a decisão de Favreto por entenderam que o magistrado não tinha competência para decidir a questão. No mesmo dia, o entendimento foi confirmado pelo presidente do TRF, Thompson Flores.

(Agência Brasil/Imagens Infomoney)

Prefeitura de Caucaia paga primeira parcela do 13º nesta sexta-feira

O prefeito Naumi Amorim anunciou, nesta terça-feira (10), o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos municipais de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) para esta sexta-feira. Com isso, a gestão mantém em dia o desembolso do salário do funcionalismo. A informação é da assessoria de imprensa desse município.

“A gente sabe que as pessoas têm compromissos a honrar. E nós empreendemos todos os esforços possíveis na gestão para que os salários continuem em dias. Na nossa gestão, o dinheiro público é tratado com seriedade”, acentua o prefeito Naumi Amorim.

Ao quitar a primeira parcela do 13º, o prefeito diz continuar com a política fiscal de não atrasar pagamentos. Desde o começo da administração, em janeiro de 2017, nenhum salário atrasou até agora.

(Foto – Divulgação)

Presidente do STJ nega pedido de liberdade ao ex-presidente Lula

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, decidiu há pouco negar um habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pedido de liberdade não foi feito pela defesa de Lula e é um dos 146 que chegaram ao tribunal após as recentes decisões conflitantes que determinaram a soltura e a manutenção da prisão de Lula.

Na decisão, a ministra entendeu que a decisão do juiz plantonista Rogério Favreto, que estava no plantão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no último fim de semana, desrespeitou a decisões anteriores que mantiveram a prisão do ex-presidente.

“Causa perplexidade e intolerável insegurança jurídica decisão tomada de inopino, por autoridade manifestamente incompetente, em situação precária de Plantão judiciário, forçando a reabertura de discussão encerrada em instâncias superiores, por meio de insustentável premissa”, decidiu ministra.

Para a ministra, o argumento de que Lula é pré-candidato à Presidência da República não é fato jurídico para justificar a concessão de liberdade pelo desembargador Favreto. A questão foi levantada por deputados do PT que recorreram ao plantão judicial.

“Em face do, repito, inusitado cenário jurídico-processual criado, as medidas impugnadas no presente habeas corpus – conflito de competência suscitado nos próprios autos e a decisão do Presidente do TRF da 4.ª Região resolvendo o imbróglio – não constituíram nulidade, ao contrário, foram absolutamente necessárias para chamar o feito à ordem, impedindo que Juízo manifestamente incompetente (o Plantonista) decidisse sobre questão já levada ao STJ e ao STF”, argumentou Laurita.

Entenda

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex em Guarujá (SP). A prisão foi executada com base na decisão do STF que autorizou prisões após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.

No domingo (8), o desembargador Rogerio Favreto atendeu a um pedido de liberdade feito por deputados do PT em favor de Lula. Em seguida, o juiz Sergio Moro e o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região Gebran Neto, ambos relatores dos processos da Operação Lava Jato, derrubaram a decisão de Favreto por entenderam que o magistrado não tinha competência para decidir a questão. No mesmo dia, o entendimento foi confirmado pelo presidente do TRF, Thompson Flores.

(Agência Brasil/Foto – Sergio Amaral)

Associação Nossa Casa promove o “Desapego Solidário”

 

A Associação Nossa Casa, que tem sede no bairro Álvaro Weyne, em Fortaleza, vai promover nesta quinta-feira, 12, a partir das 8 horas a quarta edição do seu “Desapego Solidário”. O evento acontecerá na sede da identidade.

Trata-se de um bazar que tem por objetivo arrecadar recursos e garantir a continuidade dos projetos de apoio a pacientes acometidos pelo câncer.

Em oferta, produtos de moda feminina, infantil, masculina, de praia e acessórios. Os produtos estão disponíveis à venda em dinheiro ou cartão.

SERVIÇO

Associação Nossa Casa – Rua Francisco Calaça, bairro Álvaro Weyne.

Mais Informações – (85) 3521.1538

Facebook: /associacaonossacasa

Instagram: @associacaonossacasa

(Foto – Divulgação)

Fortaleza recebe a visita de monja budista

Fortaleza receberá a Monja Coen Roshi, presidente do Conselho Religioso da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil e do ViaZen/VilaZen do Rio Grande do Sul, no mês de agosto.

Aqui, ela dará palestras: a primeira, dia 23, no Theatro Via Sul, às 20 horas; e a segunda, no Hotel Vila Galé, na Praia do Futuro, dia 24.

Atualmente a Monja Coen reside no templo Tenzui Zenji, em São Paulo.

SERVIÇO

*Venda dos ingressos no site www.ingressorapido.com.br, para a primeira palestra; e no site www.symla.com.br para a outra palestra.

(Foto – Divulgação)

BNDES reduz demanda de recursos por causa das eleições

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) trabalha com a perspectiva de que haverá redução da demanda por recursos da instituição neste segundo semestre do ano em razão das eleições. A declaração é do presidente do banco, Dyogo Oliveira, em visita hoje (10) ao Museu de Arte do Rio (Mar), acompanhado do ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

Para ele “é evidente” que, com a proximidade do período eleitoral, “se espere que haja uma retração por parte das empresas, uma vez que essas decisões de investimentos dependem do cenário político do país, e com a proximidade [das eleições] nós esperamos que haja uma retração das empresas na apresentação de novas propostas [demandando crédito] junto ao Banco”.

“De todo modo, nós estamos acelerando fortemente o processo interno no BNDES [para a aprovação de novas linhas de crédito] e isto vai desaguar em um volume de aprovações e de contratações que nós esperamos que possa ser positivo no ano”.

Dyogo Oliveira informou que, até junho, a instituição registrou um crescimento de cerca de 5% nas consultas e enquadramentos, “que são a porta de entrada para as demandas [por crédito] junto ao banco, em comparação ao primeiro semestre do ano passado”.

A avaliação do presidente do BNDES é que a desaceleração do crescimento é também um importante fator que impacta a demanda por recursos junto ao banco, “até porque em um cenário de menor atividade [econômica] as empresas acabam também retraindo os seus investimentos”. Para Dyogo Oliveira o cenário “deve perdurar até o final do ano”.

(Agência Brasil)

Lula e Moro no País do “faz de doido”

237 1

Com o título “Lula e Moro no país do “faz de doido”, eis artigo do jornalista Carlos Mazza, que pode ser conferido no O POVO. Ele aborda eese imbróglio que girou em torno prisão, soltura e prisão do ex-presidente petista. Confira:

Certa vez, um amigo compartilhou comigo um dos mais antigos ensinamentos que recebeu da avó. “Quando nada mais der certo, se faça de doido”, dizia ela, dessas grandes matriarcas de família forjadas na faculdade da vida e de sabedoria inquestionável. A pérola –assegurava o colega – era de eficácia comprovada e servia para tudo, desde a prevenção de assaltos até na “desamarração” de paqueras mal resolvidas.

Nos últimos anos, a erudição de dona fulana parece ter saído dos círculos internos da família e tomado o Brasil de assalto. E no mais recente episódio da novela da prisão do ex-presidente Lula, quando um desembargador de plantão resolveu desembargar cárcere do petista, chegamos ao (até agora) ápice de uma sucessão de “faz de doidos” que vem se arrastando há anos e ditando os rumos do País – e das discussões de mesa de bar.

Um desembargador assina solitário decisão que, na prática, passa por cima de um colegiado? Tudo isso em um plantão, horas após entrada do pedido, sobre o que é provavelmente o caso mais delicado daquela Corte? Ué, qual o problema? Nada demais, dizem simpáticos ao petista. Um juiz de 1ª instância, de férias, surge em tempo recorde para desautorizar decisão superior? Tudo normal também, dizem críticos de Lula.

“Alto lá”, apontam adversários do petista, destacando ainda a longa e profícua relação entre o desembargador e o PT. Filiado por quase vinte anos, indicado de governos, selfies ao lado do ex-presidente. Tudo verdade. Tudo tão verídico, diga-se de passagem, quanto a relação de Alexandre de Moraes – ministro do STF que deu voto determinante para a prisão de Lula em 2ª instância – com o PSDB. Filiação, cargos, selfies e tudo.

O troca-troca de inconsistências vai longe. E assim, um “faz de doido” de cada vez, o Brasil ultrapolarizado vai se tornando uma arena onde a verdade vai ficando cada vez menos importante diante do embate entre polos opostos. É tudo uma questão de afinidades prévias e interpretação. Poderia até concluir o texto em um tom otimista, destacando a oportunidade das eleições de outubro devolverem alguma nesga de serenidade ao País. Me recordo, no entanto, da chance bastante real de coroarmos nas urnas o rei (ou rainha) dos doidos.

*Carlos Mazza

carlosmazza@opovo.com.br

Repórter do O POVO.

Fortaleza terá Semana do Rock

Fortaleza terá a Semana do Rock. O evento ocupará espaços no Centro Cultural Banco do Nordeste de quinta a sábado deste mês, com entrada gratuita. As atividades serão coordenadas pelo músico e arte-educador Carlinhos Perdigão.

PROGRAMAÇÃO NO DIA 12

10h30min – EXIBIÇÃO DO FILME HAIR
A película conta a história de um jovem do interior dos Estados Unidos convocado para a Guerra do Vietnã, que chega a Nova York para apresentar-se ao exército e se torna amigo de um grupo de hippies da cidade, adeptos do pacifismo e contrários à guerra. Direção: Milos Forman. Elenco: John Savage, Treat Williams e Beverly D´Angelo, 120 min.

12h30min – MUSICAL ACÚSTICO
Em seu acústico, Marcelo Justa (guitarrista, violonista, cantor e compositor cearense) fala um pouco de estilo e da história de alguns ícones do rock mundial. Marcelo é autor de jingles, além de atuações ao lado de artistas como Beto Guedes e Overtrio. Atualmente, se apresenta com o trio instrumental Caixa de Som).

14 horas – VIVÊNCIA TEATRAL – Como o Rock lhe toca?
Uma vivência teatral com José Roberto Michelazzo e João Alfredo Boni de Meirelles – psicólogo, psicoterapeuta clínico com formação em Psicodrama, Sociodrama, Gestalt Terapia, Terapia Familiar e Comunitária.
A tarefa dos “sociodramatistas” é a observação e análise apurada da abordagem dos autores, diretores e atores na criação de cenas de um cotidiano comum aquelas pessoas pertencentes a qualquer grupo social ou público. Desta maneira busca diminuir a distância entre palco e plateia, entre especialistas e leigos, provocando no evento novas formas de contato, interação, reflexão e aprendizagem.
Os exercícios dramáticos possibilitam cenas por onde podem ser discutidas identificações, comportamentos noções de posturas, definições de funções e papéis dentro de equipes grupos, noções de dinâmicas relacionais entre vários outros aspectos. Importante também mostrar um relacionamento humanizado e lúdico, valorizando a formação de vínculos em suas diversas formas e funções.

16h15min – DEBATE – O Rock e os seus significados sociais/culturais
Debate com Cleyton Monte – Doutor em Sociologia (UFC) e professor da Faculdade Cearense. Mediação: Carlinhos Perdigão (arte-educador, autor do livro Fragmentos: poemas e ensaios e do disco Palavra).

17h30min – WORKSHOP
“O Rock´n´Roll e o Contrabaixo”, com Alan Kardec (multi-instrumentista, um dos nomes mais destacados da música cearense, na atualidade.

19 horas – GERARD PRESLEY e Banda – SHOW MUSICAL / COVER
Nasceu musicalmente dentro do FAN CLUB de ELVIS PRESLEY em Fortaleza chamado GANG CEARÁ. Esse fan club foi fundado em 1962 sendo portanto o mais antigo no estado.
Gerard Presley está pronto para animar qualquer evento e em qualquer lugar do Brasil.

PROGRAMAÇÃO NO DIA 13

10h30min – VIVÊNCIA TEATRAL – Como o Rock lhe toca?
Uma vivência teatral com José Roberto Michelazzo e João Alfredo Boni de Meirelles – psicólogo, psicoterapeuta clínico com formação em Psicodrama, Sociodrama, Gestalt Terapia, Terapia Familiar e Comunitária.

12h30min – MUSICAL ACÚSTICO
Músico autodidata, Cláudio Oliveira integra a Casa do Blues,entidade que congrega bandas e artistas dedicados ao blues em Fortaleza. Fez parte da banda Puro Malte, entre 2006 e 2015, e participações em importantes festivais , tais como, Festival Jazz & Blues, Festival Canoa Blues, Rock Cordel, Blues do Nordeste, Festival Oi Blues By Night e Mostra Petrúcio Maia.

13h45min – WORKSHOP – “A Voz no Rock”
Englobando músicas além do Classic Rock, Fets Dômino trabalhou com vários clássicos oitentistas, temas de filmes e uma pitada de pop internacional para agitar a noite. Com 20 anos de atividade artística, Fets foi vocalista de bandas como: Espinhos, ZZBottom, Veredicto, Vulcani, Fetsband, Chopis Centis, Bluesnake, Odyssey, Sollitude.

15 horas – WORKSHOP – “A Guitarra no Rock”
Abraham Paiva é guitarrista, músico profissional há mais de 20 anos, atuou em diversas bandas do cenário local como a Zero85, a Zeppelin-Blues, além de atuar nos mais diversos shows com artistas do peso de Paulo Façanha, David Duarte e outros.

16h15min – DEBATE – O Rock e a Moda
Debate com Graça Cabral, sócia-fundadora e atualmente diretora de comunicação do São Paulo Fashion Week. Foi vice-presidente do INMOD – Instituto Nacional de Moda e Design. Atua também como consultora e mentora em projetos de aceleração de micros e pequenas empresas em todo o Brasil.
Mediação: Diego Gregório – assessor de comunicação, stylist e editor do blog de moda Homem Etc do jornal O Povo, e Carlinhos Perdigão – músico e arte-educador.

16h15min – DEBATE – Os percursos do Rock no Brasil
Debate com Renato Ângelo – Mestre em Políticas Públicas (UECE) e professor da Faculdade Cearense.
Mediação: Katiusha de Moraes – produtora cultural, especialista em Teorias da Comunicação, mestra e doutoranda em Linguística Computacional (UFC).

18h45min – O VERBO – SHOW MUSICAL
O VERBO vem se apresentando em eventos de portes variados. Bares, restaurantes, eventos corporativos, grandes festivais… Enfim, em todo lugar onde é permitido obter aplausos da plateia. A banda sempre teve a preocupação de agitar, interagir e, graças a essa iniciativa, consegue arregimentar um público fiel que sempre a acompanha. O VERBO já dividiu o palco com grandes artistas como O Rappa, Nando Reis, Skank, Kid Abelha, Lulu Santos, Nenhum de Nós, Engenheiros do Hawaii, dentre outros.

PROGRAMAÇÃO NO DIA 14

12h30min – EXIBIÇÃO DE FILME – “show da cantora Cássia Eller no Festival Rock in Rio,
em janeiro de 2001. Um filme apaixonante e fiel à mulher que foi Cassia Eller, ícone do rock nacional e que até hoje inspira as novas gerações.

13h45min – EXIBIÇÃO DE FILME – “Quase Famosos”
O longa, baseado na vida pessoal do diretor, versa sobre um rapaz de 15 anos, aspirante a jornalista, e que consegue trabalho na revista Rolling Stone. Ele terá que acompanhar o grupo fictício Stillwater em sua primeira excursão nos Estados Unidos., de 2001. Direção: Cameron Crowe. Elenco: Patrick Fugit, Billy Cruddup, Kate Hudson e Frances McDormand.

16h15min – DEBATE – A economia criativa, o mercado e a estética no Rock
Debate com Graça Cabral – sócia-fundadora e diretora de comunicação do São Paulo Fashion Week, e com Sérgio Costa – sociólogo (UFC) e publicitário (Fanor), é guitarrista da Lowelldive e trabalha na agência Being Marketing.
Mediação: Carlinhos Perdigão – músico e arte-educador.

17h45min – WORKSHOP – “O Rock´n´Roll e a Bateria “
Aristides Cavalcante é diplomado pela American Institute of Music de Viena, é professor licenciado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) e especialista em Arte -Educação pela Universidade do Vale do Acaraú (UVA). e instrumentista com experiência internacional, tendo tocado nos EUA e na Europa).

19 horas – RUBBER SOUL – SHOW MUSICAL
“Como músicos e artistas, temos o dom de criar, portanto, a música vai mudando a cada apresentação; não queremos apenas copiar os discos dos Beatles, afinal eles mesmos davam uma dinâmica diferente às músicas quando as tocavam ao vivo”.
Depois do sucesso da Festa do Frequência Beatles, a Rubber Soul retomou suas atividades em 2018. Prestigie o seu blog! Compartilhe os novos eventos. Compareça ao show! Não deixe a chama das “Beatlemania” se apagar!

20 horas – RENEGADOS – SHOW MUSICAL
A banda tem 23 anos de estrada. Segundo Marcelo Renegado, fazer rock no Ceará era muito difícil. Atualmente nem tanto, pois o público interessado nesse ritmo e grupos que tocam rock cresceram no estado. Mas quando eles começaram, nos anos 90, disse que a própria banda, para divulgar o trabalho deles, tinha que criar eventos, ir atrás de lugares, equipamentos e fazer toda a estrutura para um show acontecer.

José Pimentel defende suspensão de novas regras de coparticipação para planos de saúde

O senador José Pimentel (PT) apresentou, nesta terça-feira, à Comissão de Constituição e Justiça, relatório favorável à suspensão dos efeitos da resolução nº 433/2018, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que regulamentou normas para planos de saúde com coparticipação ou franquia (PDS 81/2018). Na avaliação do petista, a medida da ANS representa, na prática, aumento nas despesas das famílias com planos de saúde. O projeto relatado por Pimentel é de autoria dos senadores petistas Humberto Costa (PE) e Lindbergh Farias (RJ).

Pela resolução, os usuários dos planos de saúde, na modalidade de coparticipação, poderão pagar até 40% do valor dos procedimentos. Desde 2009, uma orientação da ANS sugeria o repasse de 30% como um máximo aceitável. Já nos planos de saúde com franquia, o consumidor manterá o direito a alguns procedimentos básicos, mas, se precisar de outras consultas, exames ou cirurgias, terá de pagar do próprio bolso até o valor máximo previsto em contrato. Os limites mensais e anuais estipulados pela resolução para a cobrança de coparticipação ou franquia permitem às operadoras cobrar até o valor de uma mensalidade a mais, por mês, tendo como teto anual o valor equivalente a 12 mensalidades.

Para agravar ainda mais a situação, a resolução permite ainda que, por meio de convenção coletiva ou acordo de trabalho, a operadora possa cobrar até o valor de uma mensalidade e meia por mês. Por exemplo, um cidadão que paga R$ 1.000,00 de mensalidade, poderá pagar, por mês, até R$ 2.500,00 (R$ 1.000,00 de mensalidade e mais R$ 1.500,00 de coparticipação ou franquia). O valor mensal varia conforme os procedimentos realizados. As novas regras entrarão em vigor em 180 dias.

Para Pimentel, “a situação tem potencial para afetar diretamente um universo de 47,3 milhões de beneficiários de planos de saúde, cobertos por 757 operadoras ativas, em mais de 18 mil planos”. Ele ressalta que “a capacidade regulatória da ANS não pode legitimar práticas abusivas que coloquem o consumidor em desvantagem. Ao permitir a elevada coparticipação e franquia, a medida impedirá o acesso do usuário aos serviços de saúde, colocando-os em situação de vulnerabilidade”.

Devido à ausência de mecanismos claros de transparência, o senador alerta que “o consumidor terá enorme dificuldade em aferir a correção de valores que lhe sejam cobrados e os abusos que fatalmente decorrerão das prerrogativas atribuídas às operadoras em sua busca pela lucratividade máxima”. Outra ponderação do senador é que “para reduzir os riscos de cobranças além de suas capacidades, os usuários serão levados a fazer escolhas que poderão trazer prejuízos à sua saúde, reduzindo cuidados necessários, ou ainda, sobrecarregando o Sistema Único de Saúde”.

Em seu relatório, Pimentel adverte que o consumidor brasileiro já viveu experiência parecida quando a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) permitiu que as empresas aéreas passassem a cobrar pelo despacho de bagagens, sob o argumento de que a medida resultaria na redução dos preços das passagens. “Desde a adoção da medida, nenhum ganho na redução dos preços das passagens áreas beneficiou os passageiros. O mesmo se vislumbra no caso presente. O segurando será onerado e nenhum ganho advirá, necessariamente, da resolução da ANS”, ressaltou.

De acordo com a Resolução, o consumidor só terá direito a quatro consultas por ano sem cobrança. Caso o paciente necessite de outras consultas, terá de pagar até 40% do valor.

Em relação à mamografia, por exemplo, só poderá ser realizada sem coparticipação caso o exame seja feito a cada dois anos para mulheres de 40 a 69 anos. Já em caso de exame de lipidograma, em homens acima de 35 anos e mulheres acima de 45 anos, só poderá ser realizado um por ano sem cobrança. A resolução permite ainda que, para atendimentos de pronto-socorro, poderá ser cobrado até 50% do valor da mensalidade.

Apenas em casos de tratamentos crônicos, a resolução determina que não haverá limites para hemodiálise, radioterapia, quimioterapia (intravenosa e oral), hemoterapia crônica e exames imunobiológicos para doenças definidas nas Diretrizes de Utilização (DUTs).

Judicialização

Segundo dados do Observatório da Judicialização da Saúde Suplementar do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP, em 2017, foram julgadas mais de 30 mil ações contra planos de saúde somente no estado de São Paulo. De acordo com o levantamento, o volume de decisões é o maior já registrado na história, com um aumento de 329%, desde 2011.

O Observatório apurou também que, entre 2011 e 2017, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) julgou, em segunda instância, mais causas envolvendo planos de saúde (70.666 decisões) do que demandas relacionadas ao Sistema Único de Saúde (53.553 decisões).

A maioria das reclamações se refere à exclusão de coberturas ou negativas de atendimentos (40% das decisões). O segundo motivo (24% das decisões) envolve reclamações sobre reajustes de mensalidades.

(Com Agência Senado)

Ex-vereador é assassinado em Caucaia

O ex-vereador Erivaldo Rodrigues, 55, também advogado, foi assassinado, na manhã desta terça-feira, em seu escritório de trabalho no bairro Novo Pabussu, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). O crime aconteceu por volta das 10 horas. Policias foram deslocados para o local.

De acordo com um amigo da vítima, Rodrigues estava sentado na recepção do estabelecimento quando homens desceram de um carro de cor preta e efetuaram três disparos contra Erivaldo. A Ordem dos Advogados do Brasil Secção Ceará (OAB) divulgou nota de repúdio em seu site oficial nesta manhã.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estão no local para realizar diligências. Segundo a pasta, Erivaldo Rodrigues tinha passagem por estelionato e porte ilegal de arma de fogo.

A SSPDS reforça que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que ajudem no caso. Denúncias anônimas podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria.

(O POVO Online – Repórter Matheus Facundo)

 

Advogado de Marcos Valério prevê para agosto no STF a homologação de delação premiada

O publicitário Marcos Valério está perto de conseguir homologar seu acordo de delação no Supremo Tribunal Federal. Acusado de ser o operador do mensalão — tanto o tucano quanto o petista —, ele espera obter o sinal verde nos dez primeiros dias do mês de agosto. A previsão foi feita pelo seu advogado Fábio Genésio Vieira, em entrevista ao jornal Hoje em Dia. A delação já foi fechada entre o publicitário e a Polícia Federal.

Na quinta-feira passada (5/7), Genésio foi à sede da PF em Belo Horizonte e anexou uma resposta à manifestação da Procuradoria-Geral da República, que é contra os acordos de delação firmados com a polícia. Marcos Valério tentou fechar acordos com o Ministério Público e a PGR, mas os dois órgãos se recusaram a seguir em frente com o processo.

“Estamos reiterando em manifestação ao ministro Celso de Mello os pontos colocados no acordo e a probabilidade de se efetivarem. É uma manifestação curta, de praxe, uma vez que ele vai julgar a validade do acordo”, disse o advogado ao jornal.

Marcos Valério foi condenado a 37 anos, 5 meses e 6 dias de prisão em regime fechado pelos crimes de peculato, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e fraude contra o sistema financeiro. No acordo, propõe detalhar como usava suas agências de publicidade para desviar verba em contratos assinados com administrações públicas

(Foto – Reprodução)

General Theophilo quer uma mulher como vice

O General Theophilo, pré-candidato a governador pelo PSDB, abre o jogo quando o tema é nome para a vice. Ele tem o desejo de ter uma mulher nessa posição, mas avisa que a direção partidária e o senador Tasso Jereissati saberão escolher, com sua opinião, um nome leve e que também seja expressão de renovação política.

No momento, os tucanos discutem que nome apontar para o Senado, pois o outro candidato já com aval do PSDB é o empresário Luís Eduardo Girão, do Pros.

Há dois nomes em discussão: Luiz Pontes, que já foi senador, e a ex-presidente do Sindicato dos Médicos do Estado, Mayra Pinheiro.

(Foto – Alex Gomes)

Ceará pode ter a melhor safra de caju dos últimos 10 anos

Da Coluna O POVO Economia, de Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

Produtores de caju do Ceará estão otimistas com a safra deste ano.

Com as últimas chuvas, já há floração nos cajueiros, um ótimo indicativo para a recuperação do setor. O engenheiro Paulo de Tarso Meyer destaca que os principais polos produtores do Estado apresentam boas estimativas de colheita. Segundo ele, a previsão é de que essa seja a melhor safra dos últimos 10 anos.

A única preocupação do segmento é com relação aos preços. Paulo de Tarso destaca que o setor quer repetir a parceria fechada com a indústria há 20 anos para garantir estímulos à produção, com a efetivação dos tratos necessários.

Se houver uma aliança com os industriais e os preços forem mantidos, o engenheiro aposta na recuperação da atividade. O último preço de venda da safra estava em R$ 4,50 o quilo da castanha “in natura”.

IBGE estima redução de 5,3% na safra de grãos deste ano

A safra de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2018 com uma redução de 5,3% na comparação com a produção do ano passado. Segundo estimativa de junho do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), devem ser produzidos 227,9 milhões de toneladas de grãos no país este ano, 0,1% ou 230 mil toneladas abaixo do estimado em maio.

Das três principais lavouras de grãos do país, apenas a soja deverá ter alta em relação a 2017, de 1,2%. As outras duas devem sofrer queda, de acordo com o IBGE: arroz, 7,2%, e milho, 15,9%.

Assim como a soja, os demais cereais, leguminosas e oleaginosas pesquisados deverão ter alta na produção deste ano: caroço de algodão (23%), amendoim 1a safra (2%), amendoim 2a safra (14%), feijão 1a safra (3,1%), feijão 2a safra (3,2%), feijão 3a safra (1,8%), mamona (108,1%), aveia (23,7%), centeio (11,4%), cevada (49,2%), girassol (39,8%), trigo (33,6%) e triticale (9,6%).

Outros produtos
O levantamento também estima a produção de outras lavouras importantes do país, como a cana-de-açúcar, que de deverá ter alta de 0,5% em relação a 2017; o café, com crescimento previsto de 23,8% no período, e o tomate, com alta estimada de 3,5%.

Há produtos relevantes para a agricultura nacional que deverão ter queda, assim como o arroz e o milho, no entanto. É o caso da batata-inglesa (-11%), banana (-5%), laranja (-8,4%) e uva (-17,5%).

(Agência Brasil)

O Brasil empreendedor

Com o título “O Brasil empreendedor”, eis artigo de Martonio Mont’Alverne, professor titular da Universidade de Fortaleza. Ele expõe contradições de um País que não pensa o futuro, a partir do empreendedorismo. Confira:

Em 16 de julho, Putin e Trump terão um encontro histórico na Finlândia, em seguida à reunião da OTAN, onde Trump cobrará dos parceiros europeus mais dinheiro para manter a maior aliança militar mundial. Parece razoável: os interesses comerciais e econômicos dos europeus e dos EUA não podem ser somente sustentados pela força militar às custas dos últimos.

O encontro tem sido criticado pela maior parte da imprensa dos EUA, fortemente “russofóbica”, como muitos cientistas políticos e economistas da Rússia definem a imprensa ocidental: imagem negativa da Rússia, de seu presidente, das posições russas sobre Coreia do Norte, Crimeia, Irã. Em meio a uma possível guerra comercial entre China e EUA, o encontro realizar-se-á.

Um dos comentários mais contundentes dos EUA veio do ex-militar Ralph Peters: Trump fora “devorado” por Putin. O que se observa é cada um dos lados – chineses, EUA, europeus e russos – recorrendo à geopolítica para a defesa de seus interesses, de sua tecnologia e da influência mundial, e de suas empresas. Em outras palavras: organizam-se para a defesa de sua soberania econômica e política. Possuem elites nacionais com capacidade de compreender o complexo xadrez internacional, a ponto de terem posições definidas.

Se formos observar a recente venda da Embraer para a Boeing, chega-se à conclusão oposta quanto ao empresariado nacional. O pueril argumento de que Embraer não teria condições de concorrer após uma união entre Bombardier e Airbus, a atrasada preocupação em diminuir direitos trabalhistas por meio de uma reforma, como se isso realmente fosse ameaça, não passam de uma razão subalterna, reveladora da indigência econômica e política de empresários incapazes de enxergarem além do próprio nariz.

Um país como o Brasil merecia mais respeito dos ditos empreendedores brasileiros, o que se daria com forte incentivo à pesquisa tecnológica, como diz o art. 219 da Constituição. Ao invés, estes empreendedores apoiam um governo que se encarrega de destruir suas universidades. Uma tragédia a exigir pelo menos 50 anos para sua reversão.

*Martonio Mont’Alverne Barreto Lima

barreto@unifor.br

Professor titular da Universidade de Fortaleza (Unifor).

Senado abre licitação para comprar equipamentos de segurança. Entre os itens, um drone

O senador Eunício Oliveira (MDB), segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online, sabe como pode ser embaraçoso ter uma multidão enraivecida na frente do Congresso, como ocorre de tempos em tempos desde sempre.

Em breve, pelo menos, ele poderá ver a massa de cima. O Senado abriu uma licitação de até R$ 25.000 para comprar uma série de itens de segurança, entre eles um drone de R$ 7.600,00.

O edital informa somente que o item é “para investigação”.

Observatório de Fortaleza é sede de exposição sobre os 59 anos da Guarda Municipal

O Observatório de Fortaleza recebe até esta quarta-feira, 11, exposição em comemoração aos 59 anos da Guarda Municipal de Fortaleza. A mostra tem como objetivo levar ao público um recorte histórico dos quase 60 anos de serviços prestados à cidade pela Corporação.

No espaço cheio de painéis e telões do Observatório de Fortaleza, localizado no Centro da Cidade, estão expostas fotografias históricas de antigas sedes, de ex-diretores, minecrafts das inspetorias, imagens atuais, versão digital da “Revista Guarda Municipal de Fortaleza – Protetora e Cidadã”, além de equipamentos, fardamentos e materiais utilizados no dia a dia dos guardas municipais.

Evento

A programação de aniversário da Guarda Municipal contou, nesta manhã de terça-feira – data de fundação da entidade, com a Formatura Oficial, no Ginásio Paulo Sarasate. No Sesi da Parangaba, a GMF reúne servidores e familiares em clima de lazer e atividades esportivas.

SERVIÇO

*Observatório de Fortaleza – Rua Major Facundo, 584 – Centro – Praça do Ferreira.

(Foto – Divulgação)