Blog do Eliomar

Últimos posts

O que o leitor quer: notícias boas ou ruins?

209 1

Da Coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (11), pelo jornalista Plínio Bortolotti:

Pergunte, ou faça uma pesquisa, e um número significativo de leitores, senão a maioria, dirá que não aguenta mais ver “más notícias” ou tragédias e mortes nos jornais, afirmando buscar “boas notícias” nos meios que escolhem para ler. Chegou ao ponto de alguns veículos criarem a seção “boa notícia” para atender a esse público supostamente majoritário. Além disso, surgiram algumas agências especializadas em notícias positivas, sem nenhum tipo de informação sobre violência em seus boletins.

Qualquer pesquisa também vai mostrar que as “notícias policiais” estão entre os últimos conteúdos citados quando se pergunta o tipo de matérias que o leitor busca para se informar. Normalmente, aparecem nos primeiros lugares “notícias locais”, “notícias nacionais”. Até os temas “economia” e “política” costumam ficar à frente da cobertura policial.

Porém, confrontemos com a realidade. Buscando “notícias mais lidas” no Google cheguei aleatoriamente a um grande portal na internet, com as notícias mais lidas, em 1º/10/2015:

1. Polícia investiga vazamento de fotos de jovem encontrada morta em hotel.

2. Cantor posta fotos e é multado por apologia a abate de bichos silvestres.

3. Nasa e ESA detalham missão para tentar desviar rota de asteroide.

4. “Me senti estuprada”, diz mulher de Stênio Garcia sobre fotos vazadas.

5. “Tentamos 4 vezes e ainda não temos o carro de R$ 30 mil”, diz Chevrolet.

Fui ao portal O POVO Online, semana de 26/9 a 2/10/2015:

1. “Nudes” de Stênio Garcia e mulher rendem “memes” no Twitter.

2. Homem é executado em cruzamento da Via Expressa.

3. Quarteto envolvido em crimes no Ceará grava vídeo ostentando armas pesadas.

4. PM e motociclista morrem em acidente na BR-116.

5. Eclipse e superlua: entenda os fenômenos que tomam o céu.

Ou seja, prevalece a violência entre as mais lidas, juntamente com o chamado (pelos teóricos da comunicação) fait divers, expressão francesa que designa “fatos diversos”: casos pitorescos, notícias sobre “personalidades”, entre outras banalidades. Fato é que a amostra é muito pequena, porém, não creio que haveria grande mudança se o recorte fosse ampliado. Além disso, é preciso considerar a audiência brutal dos “programas policiais” que medram nas rádios e TVs.

A respeito do último tiroteio ocorrido em uma escola nos Estados Unidos, no estado do Oregon, que deixou pelo menos nove mortos, o jornalista americano Barry Petchesky escreveu:

“O público pode dizer que não quer os detalhes sórdidos; os números de audiência dirão que o público está mentindo. (…) o amplo e voraz consumo de breaking news [últimas notícias, que interrompem transmissão normal] e a tendência de que esse tipo de notícia se espalhe rapidamente apontam para o contrário. O público, certamente, irá ligar na CNN enquanto a notícia estiver em desenvolvimento, e então falará mal de repórteres que especulam o que pode ter acontecido, porque os fatos ainda não são claros, e em seguida trocará de canal para ver se outra emissora está noticiando algum fato novo”.

O mesmo pode ser dito no Brasil, quando um criminoso mantém um refém em cárcere privado e a TV acompanha o caso ao vivo, como se fosse uma novela. Ou em outros crimes bárbaros, nos quais a curiosidade mórbida do público é atendida pelos noticiosos nos mínimos detalhes.

São os meios de comunicação que impõem essa pauta ou ela é resultado da exigência do público?

Se o público gosta de ler, ver e ouvir notícias sobre violência, porque as pesquisas não captam essa tendência? As pessoas teriam vergonha de dizer que são capturadas ou têm preferência por esse tipo de informação?

É legítimo que os meios de comunicação estimulem a propagação da violência somente com o objetivo de obter audiência? Porém, reconhecendo que é obrigação dos jornais publicarem também esse tipo de notícia, como fazê-lo de modo ético?

Crédito

O trecho do artigo do jornalista Barry Petchesky, reproduzido acima, pesquei de texto de Moreno Osório, no Farol do Jornalismo: http://migre.me/rHLZi.

Comércio prevê queda de vendas e de contratações no Natal

O Natal deste ano deverá ser pior que o do ano passado para o comércio brasileiro, de acordo com estimativas de entidades e especialistas do setor. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), por exemplo, prevê que as vendas nesse período caiam 4,1%. Segundo a CNC, será primeira queda desde o início da série histórica sobre vendas de comércio, em 2004.

A retração será acompanhada de queda de 2,3% no número de vagas para contratação temporária, acrescenta a CNC. “O emprego temporário é uma aposta que o comerciante faz no Natal. Quanto maior o crescimento das vendas, maior o aumento das contratações”, explicou o economista da CNC Fábio Bentes. As contratações para o Natal costumam começar em setembro e se estendem até novembro.

De acordo com a CNC, um dos segmentos mais afetados é o de móveis e eletrodomésticos, em razão da desvalorização cambial, da alta da inflação e, em especial, do encarecimento do crédito. A retração projetada este ano para as vendas do segmento atinge 16,3%. “A situação não deve melhorar até o Natal”, afirmou Bentes. Como a taxa básica de juros (Selic) não deve cair até o fim do ano, Bentes disse que isso consolida a taxa de juros recorde atual, o que afeta de forma negativa as vendas e, indiretamente, o emprego temporário no setor.

(Agência Brasil)

Candidatos terão que usar criatividade em 2016, em campanhas sem doações de empresas

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (11):

A modalidade de financiamento de campanhas sem doações de empresas vai obrigar os candidatos a exercerem, digamos, a criatividade ao extremo.

Vejam o caso de 2012 em Fortaleza. Juntos, Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (então PSB) gastaram R$ 30,2 milhões. O prefeito eleito apresentou o maior montante de despesas. Ao todo, R$ 18,55 milhões. Desse total, R$ 10,7 milhões oriundos da direção estadual do partido. Do petista, R$ 6,98 milhões foram repassados pela direção nacional do PT.

Naquela eleição, os candidatos não precisavam declarar a origem dos recursos doados pelos partidos. Em 2014, já precisavam. Porém, sabe-se que do fundo partidário não eram.

O fato é que em 2016 não haverá dinheiro de empresas. E de onde virá? Doações pessoais são extremamente limitadas.

Cunha diz que espera abertura do processo de cassação, mas assegura que não renunciará

EDUARDO CUNHA/ENTREVISTA

O presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesse sábado (10), em entrevista à GloboNews, que espera a abertura de um processo de cassação de seu mandato, mas que não renunciará. “Pode pressionar, eu não renuncio. Sem a menor chance. Podem retirar apoio, fazer o que quiserem. Tenho amplo direito de defesa. Não podem me tirar”, assegurou.

Líderes de partidos tentam convencer Cunha a renunciar ao mandato ainda neste feriado. Alguns líderes, no entanto, admitem a renúncia da presidência da Casa, mas a manutenção do mandato. O presidente da Câmara Federal é alvo de denúncias de conta bancária milionária na Suíça.

(com agências)

Papa lembra vítimas de atentado em Ancara e reza pela Turquia

O papa Francisco disse, neste domingo (11), que recebeu com muita dor a notícia do atentado desse sábado (10) em Ancara, na Turquia, que matou 95 pessoas. O religioso adiantou ainda que vai rezar pelo país.

“Ontem, recebemos com grande dor a notícia do terrível massacre em Ancara, na Turquia. Dor pelos numerosos mortos. Dor pelos feridos”, disse o sumo pontífice aos fiéis reunidos na Praça de São Pedro após a habitual oração do Angelus.

O papa lembrou que os autores do atentado atacaram pessoas indefesas, que se manifestavam pela paz na região. “Por causa disso, rezo por aquele querido país, peço ao Senhor que acuda as almas dos mortos e conforte os que sofrem e seus familiares”, acrescentou.

Francisco esteve na capital turca em novembro do ano passado, quando visitou o país. Ao concluir a referência ao atentado, o papa pediu aos presentes que rezassem em silêncio durante alguns segundos.

O atentado

O duplo atentado suicida provocou pelo menos 95 mortos, de acordo com balanço divulgado início da noite desse sábado (10) pelo gabinete do primeiro-ministro Ahmet Davutoglu. O número de feridos é de 246, dos quais 48 estão sob cuidados intensivos no hospital de Ancara. As bombas explodiram durante uma manifestação a favor da paz, organizada por sindicatos e partidos políticos de esquerda

(Agência Brasil)

Feira em Fortaleza expõe a cultura de 12 países

foto feira arte 151010

Para quem decidiu ficar em Fortaleza neste feriado, um bom passeio é a Feira Internacional de Artesanato, Moda e Decoração, que ocorre no Centro de Eventos até esta segunda-feira (12). Mais de 10 mil itens da arte e da cultura de 12 países estão expostos a partir das 15 horas, no Centro de Eventos, com entrada a R$ 10 (meia de R$ 5 e gratuito para crianças com idades até 10 anos).

O público também poderá conferir comidas típicas e danças do Brasil, Índia, Turquia, Paquistão, Egito, China, Japão, Emirados Árabes, Síria, Líbano, Polinésia Francesa, Chile, Rússia, França, Austrália, Peru, Equador, República Tcheca, Indonésia, Bali, Tunísia, Quênia, Coréia, Tailândia, África do Sul e Senegal.

(Foto: Ana Aranha)

Número de celular ganha nono dígito neste domingo em mais três estados

A partir deste domingo (11) os telefones celulares dos estados de Minas Gerais, da Bahia e de Sergipe passam a ter mais um dígito. Quem fizer ligações de qualquer lugar do país, seja de telefone fixo ou móvel, para celulares desses estados terá de discar o 9 antes do número do telefone. A mudança vale também para o envio de mensagens de texto.

Para que a rede e os usuários se adaptem à mudança, as chamadas feitas com os antigos oito dígitos serão completadas normalmente até o dia 20 deste mês. Do dia 21 até 18 de janeiro de 2016, se o número 9 não for incluído, a ligação feita para o celular não será completada e o usuário escutará uma mensagem de aviso sobre a mudança.

Depois do dia 18 de janeiro, as ligações feitas com oito números não serão completadas. Para as mensagens de texto, o envio sem o nono algarismo será permitido até o dia 19 de novembro.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o objetivo da mudança é atender à crescente demanda por celulares no país. A alteração já foi feita no Amazonas, em Roraima, no Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, na Paraíba, em Pernambuco, Alagoas, no Espírito Santo, Rio de Janeiro e em São Paulo.

Até 31 de dezembro do ano que vem, todo o país terá o nono dígito implantado para telefones celulares.

(Agência Brasil)

Manhã feliz para quem não sabe o amanhã

Em artigo enviado ao Blog, o empresário e escritor João Soares Neto, Imortal da Academia Cearense de Letras, incentiva empresas a projetos voltados para crianças carentes. Confira:

Um projeto que ajuda a crianças amparadas por escolas, asilos, hospitais e instituições. As crianças se situam na linha de pobreza e em situações de risco. O fazemos por consciência, por prazer e por termos a convicção de que esta cidade ainda vive uma apartação social e precisa de iniciativas particulares sérias para dar um pouco de conforto, bem estar e alegria a pessoas que nunca foram a um cinema, também não brincaram em um parque de diversões, sequer sabem do “Dia da Criança” e não foram aquinhoadas com presentes por seus pais ou responsáveis, quando os têm.

Esse é o projeto “Manhã Feliz” (Shopping Benfica), que requer estratégia especial, desde a escolha das instituições – devidamente identificadas, checadas e credenciadas – até a quantificação exata para serem distribuídas em quatro salas de cinemas, com direito a pipocas e refrigerantes, bem como os manter em filas para, em seguida, conhecerem e usarem, livremente, brinquedos mecânicos, eletrônicos e se embevecerem com o acolhimento.

Neste ano de 2015 cerca de duas mil crianças foram contempladas. Por essa razão, o evento teve dois dias. É preciso deixar claro que o fazemos por nossa conta e risco, sem nenhuma ajuda pública e sem a utilização de incentivos ou renúncias fiscais. Fazemo-lo por querer, não para bradar aos céus e receber palmas.

Sou filho de uma família de classe média que teve a ventura de estudar em escolas particulares, mas nos foi ensinado que nunca devemos desperdiçar quaisquer oportunidades de ajudar o próximo. Na nossa casa as roupas iam passando dos mais velhos para os mais novos e esse aprendizado me fez consciente de que devo sempre olhar o mundo além da porta da nossa casa.

O “Manhã Feliz”, com palhaços, brincantes e todas as diversões já enumeradas, culmina com a entrega de presentes ou mimos a cada uma das crianças. Vocês não podem imaginar a alegria de cada uma ao receber uma simples boneca, uma bola de futebol ou um carrinho. Mas, o que nos move é o carinho de todos os nossos colaboradores envolvidos nesse projeto que, embora simples, requer meses de preparação e uma logística adequada para evitar atropelos.

Não pretendemos benesses, tampouco reconhecimento, mas estamos procurando disseminar essa sinergia e animar outras empresas privadas a seguir a mesma trilha que palmilhamos desde 2001. Para as crianças é brincadeira. Para nós é coisa séria. Deixo claro que é trabalhoso, exige envolvimento pessoal e sentimento.

‘Pedalada’ garantiu que as pessoas pobres não fossem prejudicadas

230 9

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (11):

A reprovação das contas do governo da presidente Dilma Rousseff, no ano de 2014, pelo Tribunal de Contas da União – TCU aconteceu como se previa, numa instância dominada por adversários do governo. O TCU é um órgão político/partidário: suas decisões refletem a correlação de forças partidárias no seu interior (mesmo quando eventualmente sigam os padrões formais da lei) e não o desfecho lógico de uma apreciação técnica como seria de se esperar de um instrumento dessa natureza. A isenção – que deveria ser o fundamento de uma instância desse tipo – cede lugar aos acordos de compadrios entre as forças partidárias que apadrinham cada um de seus componentes.

O argumento para condenar o governo baseou-se nas chamadas “pedaladas fiscais”. O que vem a ser isso? Uma forma de roubo? Não, apenas um recurso contábil para atender a uma necessidade de justificar o uso momentâneo de dinheiro destinado a um setor para cobrir outro, em uma emergência, mas sem deixar de restituí-lo logo em seguida. No caso das contas de Dilma, o governo precisava pagar programas da maior importância social (como o Bolsa Família) e, como no dia do pagamento não tinha esse dinheiro, usou momentaneamente repasses destinados a bancos públicos para garantir que as pessoas pobres não fossem prejudicadas.

Qual deveria ter sido a posição do TCU (se o seu interesse fosse realmente disciplinador)? Como tinha sido relapso com os governos anteriores, que sempre fizeram uso das “pedaladas”, aplicaria uma multa ou qualquer outra sanção disciplinar ao governo e determinaria o fim, de uma vez por todas, desse tipo de prática (para a qual sempre fechara os olhos) daqui para frente.

Além do TCU, outras manobras estão em andamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os que as estão alimentando serão coveiros da democracia – como demonstra a experiência histórica. Poderão até ter sucesso na defenestração de Dilma (inclusive através da convocação imoral de uma nova eleição), mas, a legitimidade estará atingida, irremediavelmente. Cedo ou tarde, a convulsão se espalhará. Sobretudo, porque os neoliberais não terão respostas para as demandas da maior parte da população brasileira. Seu programa será de arrocho ainda mais radical: extinção de programas sociais, precarização das relações de trabalho e dos direitos trabalhistas, terceirização, tanto no Estado (fins de concursos públicos), como na área privada, desvalorização do salário mínimo e das aposentadorias.

Líderes da oposição pedem afastamento de Cunha da presidência da Câmara

Líderes da oposição divulgaram nesse sábado (10) nota em que pedem o afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O texto, publicado no site do PPS, diz que o pedido se deve às denúncias veiculadas recentemente pela imprensa.

“Sobre as denúncias contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, noticiadas pela imprensa, os líderes Carlos Sampaio, Arthur Maia, Fernando Bezerra Filho, Mendonça Filho, Rubens Bueno e Bruno Araújo, respectivamente do PSDB, Solidariedade, PSB, DEM, PPS e Minoria, entendem que ele deve se afastar do cargo, até mesmo para que ele possa exercer, de forma adequada, o seu direito constitucional à ampla defesa”, diz a nota.

A assessoria de imprensa da presidência da Câmara também divulgou hoje nota, em que aborda nove pontos sobre notícias publicadas a respeito das supostas movimentações financeiras atribuídas a Cunha. No texto, o presidente da Casa volta a afirmar que não pretende renunciar.

“Em relação a qualquer pedido de afastamento ou de renúncia por parte do presidente da Câmara, ele informa que foi eleito pela maioria absoluta dos deputados, em primeiro turno, para cumprir um mandato de dois anos e irá cumpri-lo, respeitando a posição de qualquer um que pense diferente, mas afirmando categoricamente que não tem intenção de se afastar nem de renunciar.”

A nota diz ainda que a Constituição Federal garante o direito de defesa e que Cunha pede que esse direito seja respeitado. “O presidente pede que seja respeitado, como qualquer cidadão, esse direito. Não se pode cobrar explicação sobre supostos fatos aos quais não lhe é dado o acesso para uma digna contestação.”

A nota da presidência da Câmara diz também que Eduardo Cunha não recebeu vantagens de qualquer natureza, nem da “Petrobras ou de qualquer outra empresa, órgão público ou algo do gênero”. O texto informa que, na terça-feira (13), os advogados do deputado “ingressarão com petição ao Supremo Tribunal Federal pedindo o imediato acesso aos documentos que existam no Ministério Público Federal, para que eles possam dar a resposta precisa aos fatos que porventura existam”.

(Agência Brasil)

Ipea lança livro sobre as megatendências mundiais

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) lança na próxima quarta-feira (14), em Brasília, o livro “Megatendências Mundiais 2030: o que as entidades e personalidades internacionais pensam sobre o futuro do mundo?”.

A publicação visa contribuir para um debate de longo prazo sobre o Brasil, quando apresenta 26 megatendências que devem moldar o contexto mundial até 2030, nas áreas de população e sociedade, geopolítica, ciência e tecnologia, economia e meio ambiente, segundo a perspectiva de entidades e personalidades de prestígio internacional.

A obra é o produto inicial de um projeto com duração de sete anos, que apresentará cenários para o Brasil contemplando os horizontes temporais de 2035, 2050 e 2100, com o intuito de identificar as possibilidade de futuro existente para o Brasil e indicar escolhas estratégicas.

Até o fim de 2015, será lançada a Plataforma Brasil 2100 – um espaço de diálogo permanente entre a sociedade civil e estado, para a construção de cenários.

(Ipea)

Novo Estatuto autoriza compra de armas de fogo para maiores de 21 anos

A Comissão Especial que analisa mudanças no Estatuto do Desarmamento (PL 3722/12 e apensados) poderá votar, no próximo dia 20, o substitutivo do relator da matéria, deputado Laudivio Carvalho (PMDB-MG).

Renomeado como Estatuto de Controle de Armas de Fogo, a proposta reduz de 25 para 21 anos a idade mínima para a compra de armas no País; estende o porte para outras autoridades, como deputados e senadores; e assegura a todos os cidadãos que cumprirem os requisitos mínimos exigidos em lei o direito de possuir e portar armas de fogo para legítima defesa ou proteção do próprio patrimônio.

O relator argumenta que a proposta atende à vontade da maioria dos brasileiros, que, segundo ele, teve os direitos sequestrados com a edição do Estatuto do Desarmamento, em 2003. Para ele, os crimes no País se tornaram mais intensos e cruéis diante de uma sociedade desarmada e refém dos delinquentes.

“Não pode o Estado se sobrepor à vontade do cidadão, individual e coletivamente, tornando-se o grande tutor. Na verdade, um tirano”, diz Carvalho no parecer. “É como se sucessivos governos, incapazes de prover a segurança pessoal e patrimonial dos homens de bem, tivessem feito um pacto com a criminalidade para tirar dos cidadãos o último recurso para sua defesa pessoal e patrimonial, a arma de fogo”, completa Carvalho.

(Agência Câmara Notícias)

Fortaleza encontra hostilidade em Pelotas

143 1

O Fortaleza encontrou hostilidade em Pelotas, no sudeste do Rio Grande do Sul, a 257 quilômetros de Porto Alegre, onde neste momento enfrenta o Brasil de Pelotas, no ‘mata-mata’ da Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol.

Após a torcida adversária não deixar os atletas da equipe cearense descansarem durante a noite e a madrugada – quando fogos de artifício foram detonados a cada hora, um dos gandulas do estádio Bento Freitas foi expulso de campo. Ele derrubou um atleta tricolor.

A partida segue com a vitória parcial do Brasil de Pelotas, por 1 a 0, gol aos 41 minutos do primeiro tempo.

Dilma reúne ministros para discutir conjuntura política

A presidente Dilma Rousseff convocou neste sábado (10) os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, e da Casa Civil, Jaques Wagner, para uma reunião no Palácio da Alvorada com o objetivo de discutir a atual conjuntura política do país. O encontro, que não estava previsto na agenda presidencial, teve início por volta das 11h. Os ministros deixaram o local por volta das 13h.

Essa é a primeira vez que a presidente se reúne com os seus interlocutores mais próximos após a reforma administrativa. O encontro ocorre depois de o governo enfrentar uma série de dificuldades políticas ao longo da semana. Na quarta-feira (7), por unanimidade, o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou ao Congresso a rejeição das contas do governo em 2014.

Nessa sexta-feira (9), o parecer do TCU foi entregue à Secretaria Legislativa do Congresso Nacional. Na véspera, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), havia informado que encaminharia o parecer à Comissão Mista de Orçamento (CMO) logo que o texto chegasse ao Legislativo.

(Agência Brasil)

Há 104 dias sem vencer fora de casa, Fortaleza inicia ‘mata-mata’ em Pelotas

O Fortaleza inicia na tarde deste sábado (10), a partir das 16 horas, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, no sudeste do Rio Grande do Sul, a 257 quilômetros de Porto Alegre, o primeiro jogo do “mata-mata” contra o Brasil de Pelotas, que definirá uma das quatro vagas para a Série B do próximo ano. A partida da volta será no sábado (17), na Arena Castelão.

Após um começo “arrasador”, quando venceu as três primeiras partidas fora de casa, o Fortaleza não vence fora de casa há 104 jogos, após acumular quatro empates e duas derrotas. A atuação discreta do time cearense, quando não joga em casa, é a principal chance do Brasil de Pelotas para tentar uma vantagem na partida de volta.

Apesar de ter terminado a fase de classificação para o “mata-mata”, em quarto lugar no Grupo B, o Brasil de Pelotas possui a melhor campanha no confronto direto entre os classificados Londrina, Portuguesa e Tupi.

Já o Fortaleza, primeiro colocado do Grupo A, possui a terceira melhor campanha entre os classificados ASA, Vila Nova e Confiança. A equipe cearense foi melhor apenas que o Vila Nova, quando venceu na Arena Castelão e empatou no Serra Dourada.

Pré-candidato à OAB-CE recebe apoio para movimento ‘Juntos pela Ordem’

191 1

foto oabce júlio ponte

O advogado Júlio Ponte recebeu nessa sexta-feira (9) o apoio oficial dos advogados Renan Viana e Armando Costa Júnior para a sua pré-candidatura à Ordem dos Advogados do Brasil, secção Ceará (OAB-CE).

Ao agradecer o apoio, Júlio Ponte ressaltou a necessidade do resgate da dignidade da OAB-CE e da advocacia, por meio do movimento “Juntos pela Ordem”. A eleição ocorre no dia 20 de novembro.