Blog do Eliomar

Últimos posts

Obra no Cocó configura melhoria ambiental, diz Prefeitura

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quarta-feira (1º):

Da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), recebemos nota sobre poluição na galeria do Parque do Cocó:

“Caro Eliomar, informamos que a estrutura citada trata-se, na verdade, da boca de saída de uma galeria pluvial. Com as obras do viaduto, foi implantado pela Prefeitura uma estrutura de concreto chamada “bacia de retenção”, com o objetivo de reter sólidos e lixo que porventura penetram nas bocas de lobo e são drenados juntamente com a água das chuvas. Com essa obra, evita-se que esse material se espalhe pela área do parque, facilitando a sua remoção futura pela equipe de manutenção do local. A estrutura citada, portanto, se configura como uma melhoria ambiental. A sua implantação não suprimiu nenhuma árvore. Conforme pode ser observado no local, existe muito espaço vazio entre as árvores, sobretudo no local onde foi implantada a obra, tanto é que a Prefeitura já realizou o plantio de 80 mudas de árvores semi-adultas na área. Se existirem infiltrações de esgoto ou ligações na rede de águas pluviais, essas são ligações clandestinas. Com relação a esse fato, está sendo feito um trabalho que resultará na diminuição dessas ocorrências”.

Vamos aguardar.

Greve dos bancários fecha mais de 6,5 mil agências, diz Contraf

A greve nacional dos bancários, iniciada nessa terça-feira (30), parou as atividades em 6.572 agências no país, de acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). A paralisação foi aprovada em assembleias ocorridas nos dias 25 e 29 de setembro. Segundo a entidade, bancários de todos os estados e do Distrito Federal participam do movimento.

“Mais uma vez os bancários dão uma grande demonstração de unidade nacional e a força de sua mobilização, fazendo uma greve ainda maior que no ano passado. É um recado inequívoco aos bancos de que queremos mais do que os 7,35% de reajuste e que não fecharemos acordo sem que nossas reivindicações econômicas e sociais sejam atendidas”, disse o presidente da Contraf, em nota divulgada no site da entidade.

Entre outras reivindicações, a categoria pede reajuste salarial de 12,5%, sendo 5,8% de aumento real. Eles também querem Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários, além de uma parcela adicional de R$ 6.247 e piso de R$ 2.979,25. No sábado (27), os bancos propuseram elevar o índice de reajuste de 7% para 7,35% e o piso de 7,5% para 8%.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) não definiu se fará nova proposta aos bancários, mas disse que na última proposta feita, tanto do reajuste como do piso salarial, “está assegurada novo aumento real (acima da inflação)”.

(Agência Brasil)

Pesquisa O POVO/Datafolha: Tasso lidera com 58%; Mauro tem 21%

273 5

eleições 2014 datafolha 1001 senado

Tasso Jereissati (PSDB) segue na frente na disputa pela vaga no Senado. Ele obteve 58% das intenções de voto na resposta estimulada, mantendo o índice da pesquisa O POVO/Datafolha anterior. Mauro Filho (Pros), que tinha 19%, agora tem 21%. As outras duas candidatas, Geovana Cartaxo (PSB) e Raquel Dias (PSTU), permanecem com 1% cada. Votos brancos e nulos somam 7%, e 12% dos eleitores se disseram indecisos.

Considerando apenas os votos válidos, Tasso obtém 72% e Mauro, 26%. Raquel Dias tem 2% e Geovana Cartaxo, 1%. Os votos válidos excluem os votos em branco e nulos e os eleitores indecisos. É o cálculo usado para divulgar o resultado oficial da eleição.

Tasso lidera em todos os segmentos de sexo, idade, escolaridade e renda. No recorte por idade, Mauro alcança seus melhores números entre os eleitores mais jovens, com 16 a 24 anos (25%). Tasso se sai pior nesse segmento e entre os eleitores com 25 a 34 anos (54% em ambos). Já a maior vantagem do tucano é entre eleitores com 45 a 59 anos (64% a 19% do candidato do Pros).

No quesito escolaridade, Tasso se sai melhor entre quem tem ensino fundamental (63%) e pior entre eleitores com nível superior (51%). O desempenho de Mauro é igual em ambos: 19%.

Cenário estável

Desde a primeira rodada da pesquisa O POVO/Datafolha, realizada entre os dias 11 e 13 de agosto, o quadro do Senado tem se mantido relativamente estável. Tasso começou com 53% das intenções de voto, passou para 54% (na sondagem feita nos dias 1° e 2 de setembro), subiu para 58% (18 e 19 de setembro) e estacionou. Mauro tinha 18% no primeiro levantamento, foi para 20%, passou para 19% e subiu para 21%.

Raquel Dias e Geovana Cartaxo registravam respectivamente 5% e 3%, passaram para 2%, caíram para 1% e permanecem com esse índice.

(O POVO)

Pesquisa O POVO/Datafolha: Eunício e Camilo tecnicamente empatados

89 3

eleições 2014 datafolha 1001 governo

Eunício Oliveira (PMDB) e Camilo Santana (PT) estão tecnicamente empatados a cinco dias do primeiro turno da eleição para governador do Ceará, segundo a quarta rodada da pesquisa O POVO/Datafolha. Eunício está numericamente à frente, com 39% das intenções de voto. Camilo tem 37%. Com a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, Eunício pode ter entre 36 e 42%, enquanto Camilo pode ficar entre 34 e 40%. Eliane Novais (PSB) e Ailton Lopes (Psol) têm 1% cada.

Os indecisos somam 14% na consulta estimulada, votos que podem definir a eleição. Na espontânea, quando eleitores declaram em quem pretendem votar sem ver a lista com o nome dos candidatos, o percentual de indecisos é de 37%.

Considerando os votos válidos, que excluem branco e nulos e indecisos, Eunício tem 50% contra 47% de Camilo. Eliane e Ailton registram 2% cada. O cálculo de votos válidos é o usado para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no 1º turno, o candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um. Eunício, considerada a margem de erro, pode ter entre 47% e 53%. Camilo pode ficar entre 44% e 50%.

Na comparação com a pesquisa O POVO/Datafolha anterior, em 18 e 19 de setembro, o peemedebista oscilou dois pontos percentuais para baixo (tinha 41%), ao passo que o petista oscilou três pontos para cima (tinha 34%). Brancos e nulos somam 7%, e os indecisos são 14% dos entrevistados.

Na consulta espontânea, quando o eleitor diz em que pretende votar sem ver a lista de candidatos, Eunício tem 27%, contra 23% de Camilo.

Segundo turno

Devido ao empate técnico entre Eunício e Camilo, não é possível afirmar se haverá ou não segundo turno. Mas o Datafolha propôs este cenário aos entrevistados. O peemedebista teria 45% das intenções de voto, contra 38% do petista.

A pesquisa foi contratada pelo O POVO em parceria com Folha de S. Paulo. Foram ouvidos 1.280 eleitores em 29 e 30 de setembro. A pesquisa está registrada com os números CE-00025/2014 e BR-00905/2014.

(O POVO)

Aílton e Eunício debatem sobre segurança pública

Aílton pergunta a Eunício se o interesse em segurança pública, como ampliação do Raio, teria algo a ver com a segurança privada. Eunício diz que o interesse é motivado pelo caos nas ruas. Lembra que 58 mil mandados de prisão não foram cumpridos no Ceará. Diz que se tivesse interesse em ganhar com a segurança privada estaria apoiando o governo, não na oposição.