Blog do Eliomar

Últimos posts

Ebola – Controle requer ações diferentes em cada um dos países atingidos

“Neutralizar o atual surto de ebola no Oeste da África requer ações diferentes que dependem da intensidade de contaminação e da infraestrutura de cada um dos países atingidos. Essa é a visão da médica brasileira Denise Cardo, diretora da Divisão de Controle de Infecção Hospitalar do Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. Em entrevista exclusiva à Agência Brasil, ela informou que não há registro de transmissão de ebola fora da África, mas defendeu que a comunicação deve ser fortalecida, devido ao trânsito entre os continentes Americano e Africano.

“A informação é crucial para evitar o contágio de ebola, porque sabemos que o vírus só é transmitido quando há sintomas, principalmente febre, diarreia e vômitos”, explicou. Denise conta que nos Estados Unidos, por exemplo, os profissionais de saúde estão orientados a investigar se um paciente viajou para a África, em caso de atenção por febre ou outros sintomas.

Quanto ao risco de transmissão da doença, a médica reforça a atual situação de “controle”. No Continente Americano, só nos Estados Unidos houve registro de pessoas que contraíram a doença na África, e, uma vez isolados, foram encaminhados a hospitais do país. Os dois primeiros foram tratados e curados no Emory Hospital, em Atlanta, mesma cidade em que a médica brasileira reside e sede do CDC.

Denise Cardo explica que o surto atual – considerado o maior desde a descoberta do vírus em 1976 – atingiu nível de descontrole em alguns países, especialmente em Serra Leoa e na Líberia, por causa da má condição de infraestrutura.”

(Agência Brasil)

Hospital de Messejana agora é referência em corações artificiais

foto médico juan mejia

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (8):

O Ministério da Saúde acaba de oficializar o Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes como Centro Nacional de Tutoria em Transplantes Cardíacos e Coração Artificial. A boa-nova foi repassada ao coordenador dessa área, médico Juan Mejia, na última semana, quando ele esteve em Brasília.

Mejia recebeu, inclusive, orientações de como deverá proceder na prática para a efetivação dessa certificação. O HM passará assim a contar com apoio financeiro e logístico para oferecer capacitação em sua área para hospitais de todo o País.

Na prática, será um polo de difusão de estudos, pesquisas e experiências no campo do transplante cardíaco e coração artificial. Um tento a mais para uma Instituição já reconhecida nacionalmente no plano dos transplantes.

Adesivos anti-Eunício circulam em Fortaleza

265 10

eleições 2014 pt pros 0907 adesivo contra eunício

Não basta divulgar a candidatura a qual alguns eleitores apoiam. Eles têm também que atacar adversários. É o que o fortalezense pode conferir em alguns veículos que já circulam pela cidade, quando adesivos anti-Eunício estão ao lado de adesivos pró-Camilo.

A menos de um mês das eleições, é a primeira publicidade contra uma candidatura este ano no Ceará.

(Foto – Leitor do Blog)

Receita libera consulta ao 4º lote de restituição do IR

A Receita Federal libera nesta segunda-feira (8), a partir das 9h, a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física  2014. Ao todo, serão contemplados 2.020.902 contribuintes, totalizando mais de R$ 2,2 bilhões.  No lote estão também incluídos contribuintes que caíram na malha fina entre 2008 e 2013.

O crédito bancário para 2.056.114 contribuintes será feito no dia 15 de setembro, totalizando R$ 2,4 bilhões. Desse total, R$ 168.078.903,86 são destinados a contribuintes idosos. Têm prioridade ainda as pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

(Agência Brasil)

Salmito expõe na CDL projeto do Centro

foto salmito fortaleza

O secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, expõe nesta segunda-feira (8), a partir do meio-dia, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o projeto de requalificação do Centro.

Salmito irá falar das obras do quadrilátero entre a avenida do Imperador/avenida Dom Manuel e a avenida Duque de Caxias/rua João Moreira, como calçadas padronizadas, drenagem, pavimentação, fiação embutida, iluminação e restauração de prédios históricos.

Eliane diz que população indígena terá apoio do Estado

eleições 2014 psb 0907 gravação

“Esta população sofre cotidianamente com diversas violações devido a ausência do Estado. Além da degradação ambiental e constante assédio das terras, as comunidades indígenas sofrem com falta d’água, energia e infraestrutura de saúde”.

A declaração é da candidata do PSB ao governo do Ceará, Eliane Novais, que neste domingo (7) participou da Marcha das Comunidades Indígenas, no município de Itarema. A socialista escutou reivindicações das lideranças indígenas e firmou o compromisso de aproximar o Estado da população indígena no Ceará, caso eleita.

(Foto: divulgação)

Dilma defende apuração de denúncias envolvendo a Petrobras

66 1

A presidente Dilma Rousseff, candidata à Presidência da República, disse neste domingo (7), no Palácio da Alvorada, que tomará medidas sobre as denúncias envolvendo a Petrobras, após ter informações oficiais sobre o caso.

“Não posso tomar nenhuma providência enquanto não tiver todos os dados oficialmente entregues. Ao ter os dados tomarei todas as medidas, inclusive se tiver que tomar medidas mais fortes”.

Perguntada por jornalistas sobre a situação do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que teria o nome citado no depoimento de delação premiada do ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, Dilma respondeu que sequer é possível saber em que contexto o nome do ministro aparece no depoimento. Ela acrescentou que não falou Lobão nos últimos dias. Costa listou, segundo reportagem da revista Veja divulgada nesse sábado (6), uma série de nomes de políticos ligados a esquemas de corrupção dentro da estatal.

(Agência Brasil)

Tasso lamenta queda na qualidade do Ensino Médio na rede estadual

eleições 2014 psdb 0906 tasso comício

Nenhum governo tem o direito de ameaçar o futuro de jovens carentes, por causa de maus investimentos em Educação ou de projetos duvidosos. A crítica é do candidato do PSDB ao Senado, Tasso Jereissati, na noite desse sábado (6), em Camocim, durante comício para cerca de 5 mil pessoas. Para Tasso, o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), em que a nota do Ceará ficou abaixo da meta estabelecida pelo Ministério da Educação no Ensino Médio, mostra o que na prática o mercado de trabalho já apontava: a queda na qualidade do Ensino Médio na rede estadual nos últimos anos.

“É lamentável essa situação. Mais uma notícia triste no Ceará e os mais prejudicados são os jovens, a nossa futura geração, que se continuar assim não vai ter condições de competir para empregos de boa qualidade”, lamentou o candidato tucano, que participou ainda de uma caminhada pela cidade, ao lado do ex-prefeito Chico Vau Lino.

O Ideb mede a qualidade da educação, na escala de zero a 10.  Segundo o MEC, em 2011 a média do Ceará foi de 3,4. Neste ano, o Ministério apontou que a nota da educação cearense ficou com a média de 3,3. A média estabelecida era de 3,9.

eleições 2014 psdb 0906 tasso camocim

Emprego

Mais cedo, Tasso esteve em Cascavel, onde ouviu queixas da população nas áreas da segurança pública, saúde e emprego. “Uma das maiores necessidades de Cascavel é emprego de qualidade, e isso é consequência da falta de atração de novas indústrias para o município”, comentou, ao lembrar que a ultima indústria atraída para o município foi em sua gestão, há cerca de 15 anos.

(Fotos: divulgação)

Prefeitura abre seleção para clínicos e dentistas

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) abre inscrições para seleção pública na área de saúde, a partir da terça-feira (9).

Os candidatos a 12 vagas para clínico e 12 para cirurgião dentista deverão estar voltados à Atenção Primária nos postos de saúde. Uma vaga em cada categoria é destinada a candidato com necessidades especiais. A carga horária será de 40 horas semanais e a seleção vale por um ano, prorrogável por mais um.

As inscrições seguem até o dia 15 deste mês.

Obama anuncia na quarta-feira plano para derrotar Estado Islâmico

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse neste domingo (7) que vai anunciar na quarta-feira (10) o seu plano para enfrentar e derrotar o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), mas avisou que não irá travar outra guerra terrestre no Iraque.

“Estou preparando o país para lidarmos com a ameaça daquele grupo”, disse Obama. “Na quarta-feira vou fazer um discurso e descrever qual será o nosso plano daqui para frente”, acrescentou.

Dois dias depois de voltar da Cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que ocorreu no País de Gales, Obama disse estar confiante de que será capaz de construir uma coligação internacional para derrubar o Estado Islâmico.

“Mas não vai ser anúncio sobre tropas terrestres norte-americanas”, disse Obama. “Isto não é o equivalente à guerra do Iraque. É semelhante às campanhas de combate ao terrorismo que temos desenvolvido de forma consistente ao longo dos últimos cinco, seis, sete anos.”

(Agência Brasil)

Mauro Filho apresenta propostas ao Ciclo de Debates

eleições 2014 debate tv op senado 0831 mauro

O candidato do Pros ao Senado, Mauro Filho, é o convidado desta segunda-feira (8), a partir das 18h30min, no Centro Industrial do Ceará (CIC), do Ciclo de Debates, que expõe projetos e propostas das candidaturas ao governo do Estado e ao Senado.

Mauro Filho falará ao setor empresarial sobre a sua decisão de se candidatar ao Senado e as propostas da campanha. O presidente do CIC, José Dias de Vasconcelos, lembra que é tradição da entidade em realizar esse tipo de encontro político como forma de contribuir para a discussão de planos de governo e ações políticas.

Uma guerra nada santa contra Marina

109 1

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (7):

Entende-se por guerra total a mobilização bélica radical cujo objetivo não é apenas derrotar o adversário, mais sim levá-lo ao extermínio. Em política, este tipo de guerra busca, além da vitória, o extermínio moral e psicológico do adversário. Não se faz distinções éticas e morais para se atingir a meta estabelecida. Há evidentes sinais de que a guerra total foi decretada para eliminar Marina Silva.

Um das mais claras sinalizações é a tentativa de pregar na ex-senadora e ex-ministra do PT a pecha de “homofóbica”. Isso, mesmo que não haja um reles fato que sustente a condenação e mesmo que seu programa de Governo diga exatamente o oposto. Quem acompanha de perto a política, sabe bem como este tipo de movimento se evidencia. Hoje, o campo de batalha se dá na guerrilha suja dos soldados “fakes” que se postam nas redes sociais.

Nessa mesma guerrilha, cobra-se da candidata uma posição sobre o matrimônio gay, mesmo que já seja fato pacificado por decisão do Supremo. Curiosamente, essa cobrança não é dirigida nem à Dilma Rousseff e nem ao Aécio Neves. O objetivo é impor à Marina uma agenda para colocá-la em confronto com um setor influente do eleitorado.

O mesmo movimento de ataque ocorre em várias outras frentes. Ler a Bíblia, ora vejam, passou a ser apontado como um problema. Como se, uma vez presidente, Marina fosse buscar no livro a resposta para a compra ou não de, por exemplo, aviões de guerra. Além do preconceito religioso, aí há uma esperteza: passar a ideia de que a candidata é uma fanática obscurantista.

Agora, acabar de surgir uma mobilização sindical, obviamente relacionada ao PT, que programa fazer manifestações a favor do pré-sal. Algo tipo “o pré-sal é nosso”. Como o programa de Marina dedicou poucas palavras a essa fonte de petróleo, a ideia é martelar que Marina é contra o pré-sal, mesmo que não seja. Percebem?

Não importa a verdade. O que importa é fazer desmoronar a concorrência. Novas ondas serão criadas artificialmente. A guerra será longa. O segundo turno já começou. A oponente de Dilma não tem estrutura partidária, não tem tempo de TV e não tem militância ativa para se contrapor com desenvoltura aos duros ataques que estão sendo e serão desferidos.

Desejo de mudança

77 2

Desde as manifestações de junho do ano passado, entrou em pauta o debate sobre um difuso “desejo de mudança” que tomou conta de uma grande parcela de brasileiros, especialmente os jovens e das pessoas oriundas da chamada “nova classe média”.

O instituto de pesquisas Data Popular, especializado em levantar dados sobre as classes C, D e E, identificou um grande contingente de pessoas que ascendeu socialmente nos anos mais recentes. Porém, essa classe emergente atribui ao seu próprio esforço a melhoria de suas condições de vida, e que, portanto, são eleitores que votarão pela perspectiva de futuro e não pelo “legado” de governos, sejam eles do PT ou do PSDB.

A pesquisa O POVO/Datafolha (edição de 5/9/2014), sobre as eleições presidenciais no Ceará, aponta na mesma direção. Mesmo mostrando expressiva maioria (57%) para Dilma Rousseff (PT), candidata a reeleição, 70% dos eleitores têm a expectativa de que o próximo presidente tenha ações “diferentes” das atuais. O mesmo anseio se expressa com relação ao próximo governador, com 76% aspirando a atividades diferentes do próximo chefe do Executivo estadual. Quando se trata de pedir ações diferentes dos deputados estaduais, o percentual vai a 77%. É de se observar que, mesmo avaliando bem os governos – da presidente Dilma Rousseff e do governador Cid Gomes -, os eleitores cearenses pedem mudanças.

Outro recado importante, advindo dessa insatisfação generalizada, é que o eleitor aprendeu a ler o velho discurso dos políticos, baseado em promessas, que se repetem a cada ciclo, para depois serem esquecidas. Assim, não restam muitas dúvidas de que a forma de fazer política, herdada do século passado, em que o governante costumava manter uma atitude olimpiana com os cidadãos, como se fossem apenas depositários passivos da política, a serem visitados a cada quatro anos, chegou ao seu limite.

E esse cidadão cada vez mais exigente surgiu devido ao aprendizado propiciado pelo período democrático que o Brasil desfruta desde 1985, o mais longo da história do país. Sendo a democracia um regime que pode regenerar seus próprios erros, a esperança é que os anseios da população sensibilizem os políticos, de modo que o país avance cada vez mais na consolidação da democracia e na superação de seus problemas socais e econômicos.

(O POVO / Editorial)

Mercado está cada vez mais aberto para pessoas com deficiência, diz Senai

O mercado está se abrindo cada vez mais para as pessoas com deficiência, segundo a coordenadora do Programa de Ações Inclusivas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Adriana Barufaldi. As contratações, em alguns casos, chegam a ultrapassar o percentual estipulado em lei. “A gente percebe que, em algumas situações, a empresa começa [a contratar] para atender a lei e depois que desenvolve a cultura inclusiva, dispõe-se a abrir postos de trabalho para essas pessoas”, diz.

O Senai ainda não tem dados oficiais dessa procura, mas relata que cada vez mais empresários têm buscado a entidade para adequar o ambiente de trabalho à inclusão. Pela Lei 8.213/1991, de 2% a 5% dos cargos de empresas com 100 ou mais empregados devem ser ocupados por pessoas com deficiência.

Desde 2007, cerca de 80 mil pessoas com algum tipo de deficiência passaram pelo programa do Senai. Só no ano passado, foram 30 mil.

(Agência Brasil)

Centenário da Assembleia de Deus em clima eleitoral

171 3

eleições 2014 pt pros 0906 assembleia de deus castelão

A convite dos organizadores do evento, os candidatos da coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo Santana (governo do Estado) e Mauro Filho (Senado) acompanharam na noite desse sábado (6) a Festa do Centenário da Assembleia de Deus no Ceará, na Arena Castelão. O governador Cid Gomes e o prefeito Roberto Cláudio também prestigiaram o evento.

“Precisamos valorizar as instituições religiosas e compreender o seu papel na estruturação da família e na educação dos jovens”, disse Camilo.

Mauro Filho ressaltou o seu empenho como deputado estadual para a aprovação da Proposta de Emenda a Constituição Estadual (PEC), em tramitação na Casa, que considera o direito constitucional da liberdade de culto.

“Pela minha proposta é vedado ao Estado e aos municípios dificultar o funcionamento de templos religiosos, ficando os mesmos dispensados de alvará de funcionamento e livres de fiscalização de ruídos sonoros nos horários entre 8 da manhã e 10 da noite”, explica Mauro Filho.

Comitê Central sofre ‘abuso de poder’ em fiscalização, denuncia Eunício

277 16

eleições 2014 pmdb 0907 fiscalização comitê

O candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, se diz constrangido com a fiscalização de agentes da AMC, Seuma, TRE e policiais militares, na manhã deste domingo (7), no comitê central de campanha, na avenida Barão de Studart, na Aldeota.

Segundo o candidato, que afirma ser a favor de uma rigorosa fiscalização para todas as candidaturas, os fiscais extrapolaram na ação e cometeram “abuso de poder”, diante de uma clara ação de desmobilização do evento que ocorria com a militância. O cerimonislista, segundo o candidato, chegou a ser intimidado de perda do microfone.

“Nem a ditadura me calou. Essa eleição é do povo e não dos poderosos de plantão. A esperança vai vencer a prepotência”, comentou Eunício, ao cobrar o mesmo rigor para outras candidaturas.

Boff diz que Marina possui “orgulho inconsciente” de receituário neoliberal

75 5

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (7):

Depois das declarações de Caetano Veloso favoráveis à Marina – que esta semana recebeu também apoio do Clube Militar – foi a vez do teólogo Leonardo Boff discordar.

“Marina acolheu plenamente o receituário neoliberal. Ela o diz com certo orgulho inconsciente, sem dar-se conta do que isso realmente significa: mercado livre, redução dos gastos públicos (menos médicos, menos professores, menos agentes sociais etc.), flutuação do dólar e contenção da inflação com a eventual alta de juros”, alerta. “Como consequência, arrocho salarial, desemprego, fome nas famílias pobres, mortes evitáveis. É o pior que nos poderia acontecer. Tudo isso vem sob o nome genérico de ‘austeridade fiscal’ que está afundando as economias da zona do Euro”.