Blog do Eliomar

Últimos posts

Presidente da Fecomércio critica ajuste fiscal do Governo Dilma

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=CyH-3N0Ig54[/youtube]

O presidente da Federação do Comércio do Ceará, Luiz Gastão, não esconde seu descontentamento com a política econômica adotada pelo Governo Dilma. Ele lamenta que o governo queira fazer ajuste fiscal, mas não tenha enxugado a máquina federal.

Mesmo assim, indagado sobre perspectivas de vendas durante o período da Páscoa, o dirigente da Fecomércio afirmou estrar na torcendo por bons resultados.

Operação Lava Jato – Padre Zé contrata banca de Cândido Albuquerque

306 1

candidoalbuquerque

Entrou mais uma banca de advocacia cearense na defesa de envolvidos na Operação Lava Jato, aquele que fez eclodir o escândalo do propinoduto na Petrobras.

O presidente regional do Partido Progressista, ex-deputado federal e padre Zé Linhares, acaba de contratar o escritório do ex-presidente da OAB/CE e atualmente diretor da Faculdade de Direito da UFC, Cândido Albuquerque.

Prefeito inclui multa em projeto para quem sujar a cidade

163 3

rcccccv

Da Coluna Vertical, do O POVO nesta quinta-feira:

“O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), comparecerá, às 9 horas de amanhã, na Câmara Municipal. Acompanhado do secretário João Pupo (Conservação e Serviços Públicos) e de todos os titulares das Secretarias Executivas Regionais, ele apresentará o Programa Municipal de Resíduos Sólidos.

Roberto Cláudio quer começar a implantar esse programa que, entre várias ações, objetiva dividir a conta da área com médios e grandes produtores do lixo, ainda neste semestre. Nos últimos dez anos, de acordo com estatísticas do Paço, o volume do lixo da cidade aumentou mais de 800% e, em consequência, as despesas também cresceram fortemente.

O programa de RC prevê uma série de ações como campanhas educativas, reestruturação da rede de coleta seletiva e reciclagem e endurecimento da legislação. Ou seja, virá multa.

Uma quebra de paradigmas

cadelinbhaha

De Lúcia Estrela, jornalista e leitora do Blog, recebemos a seguinte nota:

Caro Eliomar de lima,

Quero registrar no seu Blog uma atitude inédita  e de demonstração  de amor aos animais.  Nesta,  quarta feira (11), o Supermercado Carnaúba,  situado na Avenida  Edílson Brasil Soares (Bairro Edson Queiroz),  permitiu a entrada da cadela Carlota  no estabelecimento com sua proprietária,  uma estudante de Enfermagem.

As duas estavam do lado de fora esperando o esposo da proprietária da cadelinha fazer as compras do casal. A atitude da direção  do Supermercado  Carnaúba quebra paradigmas e até  preconceitos. Quero registrar o fato como atitude a ser imitada por outros estabelecimentos. 

Parabéns pelo gesto carinhoso,  Carnaúba!  Civilidade pura….

Sem  mais,

Lucia Estrela
Jornalista.

Congresso mantém veto ao reajuste de 6,5% da tabela do Imposto de Renda

“O Congresso Nacional manteve, nesta quarta-feira à noite, todos os vetos presidenciais, ao apreciar dispositivos vetados pela presidenta Dilma Rousseff em diversos projetos de lei. Deputados e senadores não conseguiram derrubar nenhum dos vetos presidenciais colocados na pauta e apreciados durante todo o dia e parte da noite.

O mais polêmico de todos, o que trata do reajuste de 6,5% na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), foi mantido na votação da Câmara. Foram 239 votos contra o veto e 208 a favor. Com esse resultado, o veto não foi levado à apreciação do Senado. Para derrubar um veto são necessários os votos favoráveis de, no mínimo, 257 deputados e 41 de senadores.

Como já estava tarde, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), acertou com as lideranças partidárias concluir a votação dos vetos e transferir para terça-feira (17) da próxima semana a votação da proposta orçamentária para este ano.

Durante as várias votações dos vetos presidenciais, os deputados conseguiram derrubar o veto do Executivo a 11 dispositivos relacionados ao setor de energia elétrica. Foram 310 votos de deputados a favor da derrubada do veto contra 154. Com isso, a matéria foi levada à votação no Senado, mas apenas 39 senadores votaram pela queda do veto. Eram necessários, no mínimo, 41 votos pela rejeição do dispositivo.”

(Agência Brasil)

Tasso quer saber se Governo do Ceará foi vítima ou “omisso” no caso da refinaria

160 3

eleições 2014 psdb tasso com aécio

Em comentário no Facebook, o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB) diz que Lula, Dilma e a Petrobras mentiram para os cearenses, com relação à instalação da refinaria no Estado. Confira:

A declaração da diretora geral da Agência Nacional do Petróleo, Magda Chambiard, de que a ANP nunca recebeu nenhum pedido de autorização para a construção da Refinaria no Ceará, é mais uma prova de que o Governo Federal jamais teve a real intenção de construí-la. Aos poucos, vão se revelando novos capítulos da grandiosa fraude de que todo o povo do Ceará foi vítima.

Que a refinaria não passava de uma farsa, está cada vez mais evidente. Até agora, está claro que Lula, Dilma e a própria Petrobras, mentiram para os cearenses. Resta saber se o próprio Governo do Ceará foi vítima ou omisso nesta fraude.

Para ANP, refinarias nunca existiram

200 1

refinaria_premium_2

“A implantação das refinarias Premium II, no Ceará, e Premium I, no Maranhão, nunca foi submetida à autorização da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A afirmação foi dada pela diretora-geral da ANP, Magda Chambiard, durante audiência pública que analisa o cancelamento dos empreendimentos, ontem, na Comissão Externa da Câmara dos Deputados. “Do nosso ponto de vista, elas não existiam”, complementou.

Ela ainda alegou que a ausência de autorização não impede providências preliminares, como demarcação da área, contratação de pessoal e obras de terraplanagem do terreno. Questionada por que nunca interveio quando soube que havia investimentos para as refinarias sem projeto apresentado, já que qualquer empreendimento desses tem que ser autorizado, a ANP disse, em nota, que “não tem a atribuição legal de obrigar uma empresa a realizar investimentos dos quais ela (a empresa – Petrobras) tenha desistido”.

“Nós não entramos no negócio. Isso é inerente às empresas”, afirmou a diretora-geral. Segundo ela, o papel da agência é apenas o de autorizar a construção e a operação das refinarias.

Apesar de não existir autorização, as refinarias foram anunciadas em 2010 no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), constavam no Plano de Negócios e Gestão 2014-2018 da Petrobras e no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, com previsão de início das obras no ano passado.

Porém, em janeiro de 2015, a estatal anunciou que estava abandonando a construção das refinarias, alegando aumento da capacidade nos empreendimentos já em operação, falta de parceiros e de atratividade econômica, o que acarretou perdas na ordem de R$ 2,7 bilhões.

Para o Governo do Ceará, que investiu em infraestrutura para a instalação da Premium II de 2009 a 2014, o projeto custou R$ 657 milhões. Segundo o promotor de Defesa do Patrimônio Público do Ceará e assessor da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública, Ricardo Rocha, em sendo dinheiro público, o Estado tem a obrigação de processar a Petrobras para reaver o que foi perdido.

Já o Ministério Público Federal (MPF-CE) diz que “ainda vai analisar os fatos para avaliar se cabe alguma medida”. No Maranhão as obras estão paradas há três anos e o governador, Flávio Dino, tenta articular a retomada do projeto, assim como o Ceará. Ele considera, inclusive, a construção de uma refinaria de menor porte. O montante estimado de cada refinaria era de R$ 20 bilhões. Na próxima quarta-feira, a Comissão Externa receberá a diretoria da Petrobras para esclarecimentos.

Estão previstas ainda audiências com a participação do Ministério de Minas e Energia e de lideranças sindicais. Também foi aprovado requerimento para ouvir o Governo Federal, depois ir ao Maranhão e ao Ceará. O POVO entrou em contato com o governador Camilo Santana (PT), o líder do Governo na Câmara, José Guimarães (PT), e a Petrobras, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição. “

(O POVO)

Táxis – Bandeirada pode subir 6,23% em abril

“A tarifa dos táxis de Fortaleza vai ser reajustada em abril. O percentual de aumento poderá ser de 6,23%, correspondente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano de 2014. O prefeito Roberto Cláudio disse aos taxistas que foram cobrar a aplicação da lei 10.247, de 22 de julho de 2014, , na última terça-feira, que vai regulamentar a lei da data-base para o “gatilho do INPC passar a valer a partir de abril”.

Com a regulamentação da lei, o aumento da tarifa de taxi ocorrerá anualmente todo dia 15 de janeiro. O presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditaxi), Vicente de Paulo Oliveira, que participou da reunião com o prefeito, confirmou a decisão.

Segundo ele, com o reajuste, a bandeirada passa de R$ 4 para R$ 4,25. Vicente de Paulo destaca que, com a regulamentação da lei, não será mais necessária a autorização anual da prefeitura.

De acordo com Roberto Cláudio, a partir da regulamentação, todo ano a tarifa dos taxis será reajustada pela inflação.”Então não há mais risco de aumento abusivo ou de passar dois, três anos sem aumento”, comentou.”

(O POVO)

Pesquisa mostra insatisfação do brasileiro com Governo Dilma

O MeSeems, empresa de pesquisa web-mobile, com sede em São Paulo, realizou um levantamento com 1.924 respondentes da sua base, em todas as regiões do País, sobre o atual momento do governo. Para 72% dos entrevistados, a atuação é ruim/péssima, enquanto somente 3% consideram a atuação boa/ótima. Entretanto, somente 28% dos respondentes afirmaram que mudariam o voto de outubro passado.

Quando perguntados sobre a presença em alguma ação a favor de um possível processo de impeachment, apenas 18% dos entrevistados disseram já terem participado. Em relação ao conhecimento sobre o ato de protesto marcado para o próximo domingo, dia 15 de março, 79% declaram estar cientes e 21% desconhecem o movimento.

A pesquisa aponta que os respondentes estão divididos em relação ao movimento: 44% não pretendem participar do ato, 29% afirmaram que sim e 27% ainda não sabem.

Os usuários do MeSeems também responderam três perguntas específicas:

– O ano de 2015 vai ser um bom ano para a economia brasileira?

83% discordaram, 6% concordaram e 11% se mostraram indiferentes.

– As medidas econômicas tomadas pela equipe da Dilma Rousseff são suficientes para fazer com que a economia do Brasil volte a crescer?

76% discordaram, 11% concordaram e 13% são indiferentes.

– A corrupção está presente em todas as áreas da esfera política?

91% concordam, 6% discordam e apenas 1% se mostrou indiferente.

A pesquisa foi aplicada entre os dias 6 e 10 de março. Do total de respondentes, 90% têm idade entre 18 e 40 anos, sendo homens e mulheres, das classes sociais A, B e C, em todo o Brasil.

Sobre o MeSeems

O MeSeems é uma empresa de tecnologia focada na geração de informações de valor para seus clientes, por meio de pesquisas de mercado de qualidade, realizadas em poucos dias, com um grande número de respostas e a um preço bastante competitivo.

Dólar fecha em alta nesta quarta-feira

FightDolarReal

“Em dia de volatilidade, com variação da cotação do dólar comercial de R$ 3,08 a R$ 3,14, a moeda norte-americana fechou em alta de 0,77% e encerrou as operações de hoje (11) valendo R$ 3,127. Na mínima do dia, o dólar registrou queda de 0,67% no início da tarde, mas voltou a subir, como já tinha acontecido no início da operação.

A alta acumulada no ano chegou a 17,64%. Somente no mês de março, o dólar valorizou 9,52%. Ontem (10), após uma sequência de altas, a moeda norte-americana caiu 0,82%, cotado a R$ 3,104. Foi a primeira queda do dólar frente ao real desde 27 de fevereiro.”

(Agência Brasil)

PGJ institui grupo especial para acompanhar atos de protesto do próximo domingo no Ceará

212 1

foto ricardo machado mpce

O procurador-geral de justiça, Ricardo Machado, baixou portaria, nesta quarta-feira, determinando que o Grupo Especial de Gerenciamento de Crises Sociais acompanhe a manifestação do próximo dia 15. Nessa data, haverá uma série de atos contra o Governo Dilma Rousseff. A ordem é unificar o planejamento, a coordenação e a execução da atuação do Ministério Público referente aos eventos políticos e manifestações sociais de grande impacto.

A coordenação do grupo ficará com o promotor de justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, da Execução Criminal e do Controle Externo da Atividade Policial (Caocrim), Humberto Ibiapina. Também integram o grupo os representantes da Secretaria Executiva das Promotorias de Justiça Criminais, Nelson Gesteira, Domingos Sávio Amorim, Rinaldo Janja, Marcos William Leite e Joseana França; o representante do Centro de Apoio da Infância e da Juventude, Luciano Tonet; e o promotor de Justiça Militar, Joathan de Castro Machado.

A prioridade, segundo o procurador-geral de justiça Ricardo Machado, é prevenir e solucionar conflitos surgidos em decorrência das manifestações populares e propor medidas que evitem quaisquer episódios de violação de direitos.

Sinduscon promove aula magna da Universidade Corporativa

A Universidade Corporativa do Sinduscon-CE (Uniconstruir) entra em uma nova fase em 2015, segundo sua diretoria. Virão cursos para o setor da construção civil atualizados com o mercado atual e antenados com suas necessidades.

Para marcar essa novidade, o sindicato promoverá nesta sexta-feira, às 17 horas, no Gran Marquise Hotel, aula magna com o tema “Inovação e Desenvolvimento Tecnológico na Construção Civil – Desafios e Oportunidades”, ministrada pelo conselheiro do Green Building Council – Brasil (GBC) e presidente e sócio-fundador da empresa Método Engenharia S/A, Hugo Rosa.

Com a mudança na grade de cursos, a Unicontruir passa a ter o foco agora em três temas: excelência – técnicas e inovações; aperfeiçoamento – atualização e reciclagem; e trainee – conhecimento estrutural.

Dedé Teixeira discute programas Cisternas e de Aquisição de Alimentos em Brasília

dede

O secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Dedé Teixeira, vai se reunir, nesta quinta-feira, às 15 horas, em Brasília, com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Arnoldo de Campos.

Na ocasião, serão discutidas as metas do Estado em relação aos programas Cisternas e de Aquisição de Alimentos (PAA), além de ações de inclusão produtiva rural e a adesão ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan).

Aécio Neves anuncia apoio às manifestações contra o Governo Dilma

aeciooo

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, anunciou, nesta quarta-feira, em Brasília, que o partido apoia as manifestações marcadas para o próximo dia 15 contra o Governo Dilma Rousseff. Ele disse, no entanto, que o partido não terá uma atuação institucional nos protestos.

A executiva nacional do PSDB decidiu em reunião, nesta manhã, prestar apoio informal aos movimentos organizados em todo o País, por entender que as manifestações são uma iniciativa espontânea da população.

Cardozo acha protestos democráticos, mas não vê razões jurídicas para impeachment

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta quarta-feira (11) ser próprio dos regimes democráticos as pessoas se manifestarem, mas acrescentou que não há “quaisquer razões jurídicas” para falar em impeachment, ao comentar os protestos contra o governo programados para o próximo domingo (15). Ele defendeu a liberdade de expressão, mas ponderou que os protestos devem ocorrer “dentro da lei, da ordem, do respeito às autoridades constituídas e afastando-se quaisquer posturas golpistas”.

“O governo prega a tolerância. Ser tolerante com as pessoas que não pensam como nós é uma virtude democrática, e o governo tem essa tolerância com essas pessoas que o criticam. Gostaríamos que as pessoas que criticam o governo não fizessem uma ação de ódio ou de raiva. Que expressem suas ideias democraticamente e, dentro do possível, busquem convergências. Essa é a postura que uma pessoa democrática deve ter”, argumentou Cardozo após cerimônia no Ministério da Justiça.

Perguntado sobre os pedidos de impeachment, Cardozo afirmou que não há motivação legal para o afastamento da presidenta Dilma Rousseff. “Tivemos uma eleição legitimamente feita. A democracia existe no país. Não existem quaisquer razões jurídicas para que se mude o quadro que está posto. Portanto, diria para que as pessoas expressem aquilo que devem expressar. Quem concorda [com o governo], que se manifeste, e quem discorda, manifeste-se dentro da ordem e da lei e dentro dos princípios democráticos. Isso é que é realmente algo importante.”

Para o ministro, no país não pode existir uma “ação de ódio”, em que pessoas sejam estigmatizadas pela forma como pensam ou por suas identificações partidárias. “Posso viver muito bem com as pessoas que não pensam como penso, até porque ninguém é dono da verdade. O que não podemos ter, jamais, é uma ação de ódio, em que pessoas são, efetivamente, atacadas pelo simples fato de pensarem de acordo com linhas ideológicas e políticas.”

(Agência Brasil)

Secretário Artur Bruno vai à FIEC expor planos

bruno

O secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, Artur Bruno, dará palestra para membros da diretoria da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC) nesta quinta-feira, às 15 horas, no auditório do quinto andar da entidade. Ele vai expor seus planos e ouvir sugestões do empresariado.

A reunião é uma iniciativa do Conselho Temático de Meio Ambiente (COTEMA) da federação, que tem como presidente Marcos Albuquerque e na gerência do Núcleo de Meio Ambiente da FIEC, Renato Aragão.

Cid Gomes teve quadro de sinusite, traqueobronquite aguda e pneumopatia

O ministro da Educação, Cid Gomes (Pros), enfrenta problema de sinusite, traqueobronquite aguda e pneumopatia. É o que informa boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde se internou nessa noite de terça-feira.

Cid Gomes deu entrada no hospital, após apresentar febre associada a dor muscular, cefaleia intensa, tosse e calafrios. Ele foi medicado com antibióticos por via venosa e oral, corticosteroides e medidas fisioterápicas.

Assina o boletim os David Uip e Roberto Kalil Filho, coordenadores da equipe médica.