Blog do Eliomar

Últimos posts

Israel cria equipe para evitar acusações de crimes de guerra

O exército israelense criou neste domingo (3) uma equipe para reunir informações e provas sobre a ofensiva que mantém contra o grupo islâmico Hamas, na Faixa de Gaza, para evitar eventuais acusações de crimes de guerra. Segundo o jornal diário Haaretz, a equipe é liderada pelo chefe do gabinete de Planejamento do exército, Nimrod Sheffer.

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) criou, em 23 de julho, uma comissão internacional para investigar possíveis violações cometidas durante a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em 8 de julho, depois de aludir que Israel pode ter cometido crimes de guerra. Em resposta, Israel acusa o Hamas de cometer crimes de guerra, por atacar civis indiscriminadamente.

A equipe ora formada pelo exército israelense vai reunir informação que comprove o uso de civis como escudos humanos, por facções armadas palestinas, incluindo vídeos e documentação em posse da força aérea de Israel.

(Agência Brasil)

Mauro Filho é constrangido em palanque de Camilo

250 18

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=zjwb4sOD7kM#t=12[/youtube]

O candidato ao Senado pelo PROS, Mauro Filho, foi surpreendido na manhã deste domingo (3), em Limoeiro do Norte, durante discurso do prefeito Paulo Duarte, que lançou a candidatura do filho Davi Duarte à Assembleia Legislativa, durante declaração de apoio à candidatura Camilo Santana (PT) ao governo do Ceará.

Em discurso, o prefeito elogiou a qualificação profissional de Mauro Filho, mas disse que seu candidato a senador é Tasso Jereissati. A declaração recebeu aplausos do público presente.

Delegado aposentado da Polícia Federal, Paulo Duarte foi subsecretário no segundo governo Tasso Jereissati.

Nem só de tricolores conta Leonelzinho

foto leonelzinho 140802 benfica

Conhecido como um dos torcedores símbolos do Fortaleza Esporte Clube, o Leão do Pici, o candidato a deputado federal pelo PTdoB, Leonelzinho Alencar, tem postado fotos em sua página no Facebook um grande número de torcedores do Ceará Sporting, maior rival do tricolor.

Durante adesivagem neste domingo (3), em Messejana, principal reduto eleitoral do candidato, Leonelzinho justificou a adesão de alvinegros à sua campanha pelo trabalho desenvolvido em prol do futebol cearense.

“Sou Leão, vibro com o Leão, sofro com o Leão, mas o Fortaleza não sobrevive sem o Ceará e vice-versa”, justificou Leonelzinho.

(Foto: Divulgação)

UTI Neo Natal de Alto Risco é inaugurada no Hospital da Mulher

Nesta segunda-feira (4), a partir das 8 horas, será inaugurada a UTI Neo Natal de Alto Risco do Hospital da Mulher de Fortaleza. O hospital, que também neste mês completa dois anos de existência, já tinha o projeto em pauta desde o início do seu funcionamento e acaba de ter mais esta ala finalizada em parceria com o Governo do Estado do Ceará e o Hospital Geral Dr. César Cals.

Atualmente, o Hospital da Mulher realiza em média 200 partos por mês, e com a criação da UTI Neo Natal de Alto Risco, este número deverá ter um acréscimo de 50%. Serão 10 leitos que têm como principal objetivo dar uma melhor assistência aos recém-nascidos e aliviar a lotação nas maternidades de Fortaleza.

(Prefeitura de Fortaleza)

Eunício consegue mais adesões neste fim de semana

274 4

eleições 2014 pmdb 0802 eunício e tasso

Prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças de 22 municípios do Vale do Jaguaribe, Cariri e Região Metropolitana aderiram neste fim de semana às candidaturas Eunício Oliveira, ao governo do Ceará, e Tasso Jereissati, ao Senado. “Para mim, esses homens que estão aqui são os mais preparados para levar o Ceará a um novo tempo”, ressaltou o prefeito de Horizonte, Manoel Gomes de Farias Neto, o Nezinho. “É momento de se fazer justiça e eleger o candidato do PSDB ao Senado. Podemos ter novamente um bom senador, que representa bem o povo do nosso Estado, podemos ter um orgulho nacional, o orgulho de ser representado por Tasso Jereissati”, completou o prefeito.

Além de Nezinho, também aderiram às candidaturas de Eunício e Tasso o prefeito de Potiretama, Chico Adelmo; o prefeito de Milhã, Otacílio Mecedo; o prefeito de Frecheirinha, Carleone Júnior; o prefeito de Morada Nova, Glauber Castro; o prefeito de Ibicuitinga, José Edmilson; como também o ex-prefeito de Amontada, Edvaldo Assis de Jesus, do PT.

“Nossa intenção é governar para o povo. É dessa forma que definiremos prioridades em nossa gestão. Se os investimentos forem feitos com seriedade, conseguiremos melhorar índices em áreas prioritárias, como educação e saúde”, agradeceu Eunício.

Tasso também agradeceu o apoio à sua candidatura ao Senado, reconhecendo que “o Vale do Jaguaribe é uma das regiões de maior potencial do Nordeste brasileiro, mas não está sendo trabalhada e raramente é vista como prioridade pelos governantes. Por essa e outras razões é que estamos nos unindo com todas as lideranças aqui presentes”.

(Foto: Divulgação)

Governos regionais querem mostrar versatilidade dos estádios da Copa

A Copa do Mundo no Brasil terminou há quase um mês, e é chegado o momento de algumas arenas mostrarem sua versatilidade. O Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, é um dos que lutará contra o estigma de “elefante branco”. Ou seja: uma obra grandiosa, que não dá retorno, além de ter manutenção muito cara.

O governo do Distrito Federal tem trabalhado para afastar esse estigma dos portões do estádio que pagou para erguer. Como trunfo após a Copa, conta com outro grande evento: os Jogos Olímpicos de 2016. Apesar de o evento ser predominantemente sediado no Rio de Janeiro, algumas cidades prestarão serviços adicionais, e o Mané Garrincha será palco de partidas de futebol feminino e masculino.

Além dele, o Mineirão, em Belo Horizonte; a Arena Fonte Nova, em Salvador; a Arena Corinthians, em São Paulo; e, é claro, o Maracanã, no Rio de Janeiro; vão ter bola rolando durante os jogos olímpicos.

(Agência Brasil)

Prefeito de Iguatu comenta rompimento com vice

39 1

Em nota enviada ao Blog, por meio da assessoria, o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, diz que vice Ednaldo Lavor sempre teve participação na gestão. Confira:

O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, esclarece que na sua administração não há interferência como quer colocar o vice-prefeito Ednaldo Lavor. Aderilo afirma que quando foi presidente da Câmara de Vereadores, na primeira gestão do prefeito Agenor Neto, de 2004 a 2008, ele, como presidente do Legislativo, sempre teve uma participação muito forte na gestão do então prefeito Agenor, opinando e sugerindo nas ações da prefeitura.

Após deixar a presidência da Câmara, já no segundo mandato do então prefeito Agenor Neto, de 2009 a 2012, Aderilo Alcântara assumiu a função de líder do governo na Câmara e continuou sendo um grande parceiro quando o prefeito sempre pediu suas opiniões da sua gestão e esses atos nunca foram tratados como interferência administrativa, mas sim, uma gestão participativa, nessa troca de ideias e experiências.

A mesma coisa está acontecendo agora na gestão do prefeito Aderilo Alcântara onde ele tem sempre recorrido ao ex-prefeito Agenor Neto, pela experiência exitosa das duas gestões servindo como parâmetro da atual administração onde Agenor Neto é muitas vezes convidado a sugerir, opinar, dar ideias para muitas ações da prefeitura pela experiência adquirida nas gestões anteriores e, com isso, Aderilo nunca encarou como interferências que jamais iria atrapalhar o seu governo. Essas “interferências”, Aderilo chama de gestão participativa onde a experiência se alia à vontade de fazer mais pelos que mais precisam.

Ordem é desgastar a imagem de Eunício

67 10

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (3):

Há uma questão subjacente ao fétido esgoto que escorreu a céu aberto na campanha eleitoral do Ceará. O ponto é o seguinte: Eunício Oliveira (PMDB) lidera com folga as pesquisas de opinião e mantém baixo índice de rejeição. Portanto, como manda a nossa tradição política, precisa ser duramente atacado em pleno vôo.

Como já dito aqui, os ataques dirigidos ao senador respondem a uma estratégia de marketing. Não foi á toa que Cid Gomes (Pros) saiu em defesa do, digamos, modo Ciro de fazer campanha. O governador disse o seguinte: “Às vezes, o que se considera baixar o nível é dizer verdades. E verdades têm que ser ditas”.

Portanto, novos petardos e mísseis serão disparados em direção ao candidato do PMDB. A ordem é desgastar a imagem do senador. A voz de comando é colar em Eunício as mais desgastantes das nódoas para um candidato a cargo executivo. Quanto mais verossímeis as pechas, maiores as chances de vingarem.

Expostos exclusivamente nas páginas do O POVO, os entreveros verbais estabeleceram as redes sociais como campo de batalha complementar. É lá, na esgotosfera, que a troca de amabilidades ganha maior dimensão. É lá que pitbulls sentem-se confortáveis para agir.

As pesquisas de opinião, aquelas feitas pelos comitês eleitorais, e as encomendadas pelos meios de comunicação, serão termômetros da campanha. O volume menor ou maior dos ataques é a consequência direta dos resultados apurados. Sempre foi assim. E, acreditem!, se não respondidos ou mal respondidos, os ataques têm, sim, efeito sobre o humor dos eleitores.

Para lembrar, tomemos como exemplo a última disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Na reta final, houve inversão de posições na liderança. A mudança pode ter sido desencadeada pelos ataques pessoais de Cid Gomes contra a então prefeita Luizianne Lins, que patrocinava a candidatura de Elmano de Freitas.

E os russos?

25 5

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (3):

A última edição do programa “Roda Viva” da TV Cultura de São Paulo entrevistou o empresário, jornalista e publicitário João Dória Jr, presidente do Lide – Grupo de Líderes Empresariais – uma organização de caráter privado, que reúne empresários em 12 países e quatro continentes. O entrevistado aproveitou para transmitir o recado do mercado em relação à disputa presidencial: é preciso substituir a atual governante por um presidente da República “confiável ao mercado” – afirmou ele peremptoriamente. Dória só não esclareceu se o mercado combinou isso com os “russos” (eleitores).

O banco Santander bem que tentou seguir o script: mas, flagrado quando enviava uma mensagem a seus clientes com esse teor, negou a responsabilidade e pediu desculpas, atribuindo o texto a uma analista não autorizada. Foi o que bastou para que o sistema reagisse e acusasse o governo de “chavismo”. Este, por sua vez, considera haver em curso uma campanha de “pessimismo dirigido” (ou “terrorismo econômico”, como preferem dizer algumas vozes).

João Dória afirmou ainda que o segmento econômico exige um tratamento de choque para economia, mesmo reconhecendo que isso significaria recessão (“passageira”, segundo ele) na atividade produtiva e desemprego. Um remédio amargo, mas, “indispensável” – frisou ele –, justificando que o desemprego ocorreria de qualquer maneira com a continuação do atual modelo (o que é negado pelos não monetaristas). As agruras a serem provocadas pelo arrocho salarial e fiscal seriam compensadas num futuro indeterminado.

Pelo visto, o desafio será convencer as gerações mais velhas. Estas já experimentaram no lombo a tal receita, no passado, e suam frio só de lembrar o que passaram.

Fundação Demócrito Rocha faz exposição de fotos no Shopping Parangaba

A exposição Linha do Tempo – Fotojornalismo O POVO 1928-2013, da Fundação Demócrito Rocha, poderá ser conferida a partir desta segunda-feira (4), no Shopping Parangaba (em frente ao terminal de ônibus), com um acervo de 60 fotos, que relembram fatos marcantes para Fortaleza, para o Ceará e para o Brasil.

As fotos ficarão expostas até o dia 15, quando seguirão para o Colégio Farias Brito (de 18 a 29 de agosto), com encerramento da exposição no Shopping Pátio Dom Luís (1º a 10 de setembro). A programação teve início no dia 25 último, no Colégio da Polícia Militar, quando o acervo ficou até a sexta-feira (1º).

Pimentel se pronuncia nesta segunda-feira sobre denúncia da Veja

258 5

foto revista veja capa 140802

O relator da CPI da Petrobras, senador José Pimentel (PT-CE), deverá se pronunciar nesta segunda-feira (4) sobre a denúncia da revista Veja, edição deste fim de semana, que afirma em reportagem que os depoentes na comissão já sabiam das perguntas dos senadores e treinaram as respostas, diante da posse do “gabarito”. A informação é da liderança do PT no Senado, que nega as denúncias, além da participação de um assessor especial do Palácio do Planalto na suposta armação.

A reportagem causou uma imediata reação na oposição, que agora cobra a anulação dos depoimentos prestados à CPI da Petrobras no Senado, como também uma investigação por parte da Procuradoria-Geral da República da suposta fraude. PSDB, PPS e DEM também sinalizaram que deverão acionar o Conselho de Ética contra os senadores José Pimentel e Delcídio Amaral (PT-MS), por quebra de decoro. A oposição pede ainda a imediata destituição dos dois senadores na CPI.

foto revista veja petrobras rede record

Em gravações obtidas por VEJA, o chefe do escritório da Petrobras em Brasília, José Eduardo Sobral Barrocas, revela que um gabarito foi distribuído aos depoentes mais ilustres para que não houvesse contradições em nenhuma das oitivas. Paulo Argenta, assessor especial da Secretaria de Relações Institucionais; Marcos Rogério de Souza, assessor da liderança do governo no Senado; e Carlos Hetzel, secretário parlamentar do PT na Casa, formularam as perguntas que acabariam sendo apresentadas ao ex-diretor Nestor Cerveró, apontado como o autor do “parecer falho” que levou a estatal do petróleo a aprovar a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, um negócio que impôs prejuízo de quase 1 bilhão milhões de dólares à empresa.

(com informações da Veja e do Jornal da Record)

Camilo diz que sua candidatura faz parte de “um projeto de Brasil”

77 26

eleições 2014 pt 0802

“Quero andar todo esse Ceará, gastar muita sola de sapato, para dizer que o que está em jogo é um projeto de Brasil, onde vamos reeleger a presidenta Dilma. E esse projeto está em curso no Ceará, liderado pelo governador Cid (…) Para senador, o Mauro Filho é o único senador que tem o apoio da Dilma”.

A declaração é do candidato do PT ao governo do Ceará, Camilo Santana, nesse sábado (2), durante caminhada pelas ruas de Juazeiro do Norte, na Região do Cariri. “Já sobre a Izolda, minha vice, é uma honra pra mim, tê-la na chapa, porque ela fez a revolução da educação em sete anos e meio, elevando a educação do Ceará do décimo primeiro para o primeiro lugar no Norte/Nordeste”, concluiu.

Natural do município do Crato, também no Cariri, Camilo disse que “depois de 35 anos, vocês terão um governador filho da Região, filho do Cariri”, ao se referir ao coronel Adauto Bezerra, indicado governador em 1974, pelo presidente Ernesto Geisel, com mandato iniciado em 1975, há 39 anos.

(Foto: Divulgação)

Eunício promete tirar Ceará da pauta policial para o bom desempenho na economia

66 1

eleições 2014 pmdb 0802

“Quero entrar para a história como o governador que ouviu os anseios de cada município, que levou a água e construiu a estrada que a população queria”, disse o candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, neste sábado (2), em Alto Santo, durante encontro do peemedebista com lideranças de 19 municípios do Vale do Jaguaribe. Para Eunício, o desafio é pautar o Ceará na economia, ao invés da violência.

“Mães não conseguem atendimento de saúde para os filhos, as pessoas não conseguem sequer andar pelas ruas por falta de segurança e estão com a autoestima embaixo da terra. Propomos um novo momento de ruptura, que tire o Ceará das páginas policiais e o devolva às páginas de economia dos jornais”, idealizou Eunício.

Já o candidato do PSDB ao Senado, Tasso Jereissati, ressaltou que há duas virtudes que caracterizam o bom homem público, que são o amor por sua terra e por sua gente e o espírito público. “O Vale do Jaguaribe é uma das regiões mais promissoras do Ceará. Aqui temos sol e água em abundância, mas não têm sido bem trabalhados pelo governo. Por isso, eu e o Eunício estamos aqui e uma reunião como essas só nos enche de mais coragem”, destacou.

O prefeito de Potiretama, Chico Adelmo, e o ex-prefeito de Alto Santo, Adelmo Aquino, concordaram com Tasso em relação ao abandono do VAle do Jaguaribe por parte do governo do Estado.

“Só agora, o governo corre para fazer algo emergencial por conta das eleições. Não aguentamos mais viver de carro-pipa”, criticou Chico Adelmo. “Esse vale agoniza pela falta de apoio do governo. Queremos projetos de irrigação para a caatinga grande, para integrar a região ao projeto São Francisco. E só aqui teremos isso, pois Eunício, Tasso e Roberto estão ao lado do povo”, completou Adelmo Aquino.

(Foto: Divulgação)

Ofensiva de Israel vai continuar quanto tempo for necessário, diz Netanyahu

55 1

A ofensiva de Israel irá continuar na Faixa de Gaza e nem recuar até que o país se sinta seguro em relação ao Hamas, informou o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

“Prometemos, desde o início, o regresso à calma para os cidadãos de Israel, e continuaremos a agir até que tenhamos atingido esse objetivo. Isso levará tanto tempo quanto necessário e utilizaremos toda a força exigida”, declarou Netanyahu à imprensa em Telaviv.

Neste sábado (2), o Exército israelense anunciou a retirada de soldados das cidades de Beit Lahiya, no Norte da região. Com essa medida, veículos internacionais de comunicação chegaram a noticiar que a operação israelense estaria chegando ao fim.

A operação israelense, que começou 8 de julho, causou mais de 1,6 mil mortos do lado palestino, entre eles 296 crianças e adolescentes, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Do lado israelense, foram mortas 63 pessoas.

(Agência Brasil)

Cid Gomes vistoria adutoras neste fim de semana

foto cid gomes adutoras

O governador Cid Gomes visita neste fim de semana alguns trechos de adutoras que estão sendo implantadas no Estado. Formado em Engenharia Civil, o governador tem agendado trechos em Canindé, Caridade, Irauçuba, Miraíma, Varjota, Nova Russas, Crateús e Alcântaras.

As adutoras possuem engate rápido e foram difundidas no Ceará. Ao todo, são 417 quilômetros de tubulação, que deverá beneficiar 286 mil habitantes.

Desembargadora Iracema do Vale será homenageada pelo TCM

45 1

foto iracema do vale desembargadora

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargadora Iracema do Vale, será homenageada pelo Tribunal de Contas do Município (TCM) com a Medalha do Mérito Municipal Governador Raul Barbosa, em sessão solene a ser realizada na segunda-feira (4), a partir das 9 horas, no Centro de Eventos do Ceará.

Na mesma Sessão Solene de 60 anos do TCM/CE, ocorrerá a abertura do IV Encontro dos Tribunais de Contas do Brasil e XIII Encontro do Colégio dos Corregedores e Ouvidores dos Tribunais de Contas, no período de 4 a 6 de agosto.

(TRE-CE)

Trabalhadora jovem tem medo de perder o emprego em Fortaleza, segundo pesquisa

A trabalhadora com ensino médio concluído, com idade entre 18 a 24 anos e com ganho salarial menor que cinco salários mínimos é o perfil no mercado de trabalho que mais se preocupa em perder o emprego, segundo pesquisa realizada em Fortaleza, com abrangência na Região Metropolitana, pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC) da Fecomércio/CE.

Os dados são válidos para o mês de agosto e representam um aumento de 3,4% com relação a igual período do ano passado. Mesmo assim, a pesquisa considera como moderado o Índice de Medo do Desemprego.

O homem de nível superior, com idade acima dos 35 anos e com renda entre 5 a 10 salários mínimos é o profissional com menor índice de medo da perda do emprego, de acordo com a pesquisa, que teve à frente o estatístico Francisco Estevam Martins de Oliveira, com Roberto Guerra na coordenação de campo.

Liderança de Cid Gomes em xeque

119 19

Em artigo em sua página no Facebook, o advogado Reno Ximenes avalia a liderança política do governador Cid Gomes, diante da interferência do irmão Ciro Gomes. Confira:

A mentira e a incoerência na política são devastadoras para um líder. Os jogadores podem até perdoar em barganhas, mas a platéia é implacável. A proclamação e arroubos de éticas na política é suicídio, a política não é religião, e por não ser religião, não há ética única e nem analgesia social. Estou vendo a liderança do Cid Gomes em xeque, um gênio inquieto, disciplinado e intelectual desde a infância, medalhista em todas as matérias no Colégio, aprovado em diversos e mais concorridos vestibulares na UFC.

Com o retorno do Ciro ao Ceará, a gestão política do grupo passou a sofrer descontrole, incoerência e instabilidade. O ritmo passou a adquirir contornos de arrogância, destempero e ausência de respeito à liderança do Governador. De tanto prejuízo, acredito que chegou a hora do Ciro e o Ivo tirarem umas férias durante a campanha eleitoral, em homenagem a independência do seu irmão.

Nesse diapasão, talvez assistirei ao filme rebobinado em várias eleições em Sobral. O Dr. José Euclides Ferreira Gomes, pai deles, reconhecido, indubitavelmente, como o melhor Prefeito da história de Sobral, não conseguiu a transferência de sua legitimidade ao seu candidato a sua sucessão, o qual mesmo honrado, ficou em último lugar na eleição. Tudo por consequência de algumas falas inconvenientes, manipuladas pelos marqueteiros adversários e transformadas em munição, contra esse e outros sucessivos candidatos. Em outras eleições os episódios se repetiram, inclusive, até quando o Ciro foi Governador, não conseguindo eleger o seu candidato e primo a Prefeito de Sobral.

Uma pena para uma gestão brilhante, que pode ir à bancarrota política por imprudência e prepotência, através de blefes, desencontros de números e retóricas rebuscadas, exaradas pelo mimo ou pela síndrome de pai.

O Ciro precisa se encontrar e perseguir o retorno ao seu espaço nacional, em face de sua histórica e inexorável genialidade, talento e coragem, sob pena de transformar as suas frustrações em ódios e ser soterrado em areias movediças, ambiente fatal, onde o movimento irracional e o desespero, colaborará em favor de sua submersão definitiva.

Minhas palavras não têm metas nem objetivos pejorativos, orientados ou bancados, por nenhum grupo político na disputa. Minha vida política foi dos 16 aos 27 anos de filiado ao PT, com inarredável oposição ao grupo que pertencia ao Cid Gomes, mantendo a amizade, mas desde criança nunca votei nele por várias vezes. A aproximação foi profissional quando fui contratado para advogar em um processo de cassação de um Prefeito eleito de Sobral, vitorioso contra a candidatura de seu primo, Pimentel Gomes. O primeiro voto veio com a primeira coligação da história do PT aos Ferreira Gomes, mediada por mim, Edilson Aragão e Veveu, resultando no apoio à primeira candidatura do Cid em Sobral, apesar de termos uma convivência há anos, quase diária.

Sei que a política é paranóica, e, qualquer opinião sempre é vista como uma retórica carregada de sorrateiras maldades. Minhas palavras não são, apenas motivadas pelo respeito a um projeto que exagerou pela ganância e absolutismo.

Tal totalitarismo tem o seu alicerce numa quantidade incontável de bajuladores, tolos, bobos e despolitizados, subjugados ao medo e à incapacidade de criticar, discordar ou alertar os seus “líderes” dos seus exageros, megalomanias e narcisismos.

Preferem viver como batedores de vaquejadas, dividindo sobras ou retalhos, conformando-se com a alienação de cargos estéreis de qualquer poder significativo, como eternos garçons do pódio e do triunfo, exclusivos, à família e aos seus recorrentes parentes, nomeados em cargos vitalícios ou eleitos com prioridades em mandatos proporcionais ou majoritários.

A democracia não considera suficiente uma gestão primorosa, edificante e realizadora, se o poder não for efetivamente distribuído e partilhado, numa sincronizada e coerente lealdade, gratidão e reciprocidade.

Com o veto familiar aos nomes dos incontestáveis líderes municipalistas, Domingos Filho e Zezinho Albuquerque, como candidatos do grupo à sucessão, os Prefeitos, Vereadores e lideranças, ficaram no orfanato político, em todos os municípios do litoral, serras e sertão do Ceará.

Formar uma chapa científica e tecnológica é um sonho coletivo, talvez para uma Reitoria de uma Universidade. O mundo político é um mercado de prestígios, favores, soluções e reconhecimentos, não uma academia que objetive formar novos valores, através de axiologias sociológicas pautadas nas aristocracias intelectuais, sob o pretexto de um pretenso e conveniente conhecimento útil ao poder.

O tradicional embuste de utilizar o maniqueísmo como sofisma, para indicar que o mal sempre pertence aos insurgentes e desgarrados dos seus ditames; e o bem a todos que os submetam – mesmo os maiores dejetos do nocivo museu político – é subestimar a inteligência de um povo.

Nesse ziguezague mirabolante o convencimento é sempre feito com o chapéu alheio: o poder público.

Aguardaremos os fatos políticos, e, a iminente rebeldia sadia, advinda do latente silêncio coletivo dos cearenses.

Quando o medo é o único argumento de imposição e eixo de estabilidade de um poder, verifica-se, inequivocamente, que a escória silente, já está cavando o seu túnel de fuga, como também os libertários já pulsam nas ruas a verve de mudanças, palavra de ordem atual em todos os cantos do Brasil.

O silêncio é o único som conveniente para um bom jogador político.