Blog do Eliomar

Últimos posts

Pague Menos – Filial comemora dois meses operando em clima de meia porta

semporta

Haja aumento na refrigeração e insegurança.

Virou piada o caso da porta de entrada da filial de Farmácias Pague Menos situada na avenida Jovita Feitosa, 1277, no bairro Parquelândia. Completou dois meses que só tem uma banda. A outra quebrou e o conserto, que chegou a ser reclamado até ao setor de Ouvidoria do grupo, não saiu da promessa.

Para um grupo que se vangloria de ser a maior rede do setor no Brasil, é querer se engasgar com mosquito.

(Foto – Cliente)

CNI – Atividade industrial registrou queda em agosto

“A atividade industrial voltou a cair em agosto, informou hoje (1º) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). As horas trabalhadas na produção e no emprego caíram 0,8% em agosto ante julho, de acordo com dados captados sem influência sazonal. A utilização da capacidade instalada registrou também queda: ficou em 80,5% no período. Em julho, conforme relatório divulgado pela CNI, a capacidade instalada era de 81%, período em que a atividade do setor mostrava sinais de alento, depois de ter registrado quatro meses de retração.

Em setembro ante a julho houve crescimento de 1,1% no faturamento real do setor, de 1,1%. A massa salarial, por sua vez, mostrou vigor moderado, tendo registrado acréscimo de 0,3%. O rendimento médio real, na mesma comparação, obteve crescimento também de 0,4%.

No entanto, para os analistas da CNI, os indicadores de agosto reforçam a “trajetória de queda na atividade industrial, que teve um crescimento atípico em julho, após quatro meses consecutivos de queda”. Na visão desses técnicos a alta ocorreu por causa do número menor de dias úteis, afetados pela Copa do Mundo, em comparação a junho.”

(Agência Brasil)

FHC – O precursor do mensalão

169 5

fhccc

Com o título “A fala do “precursor” do mensalão”, eis artigo de José Nilton Mariano Saraiva, economista da UFC e aposentado do Banco do Nordeste. Ele fala sobre a passagem do ex-presidente FHC por Fortaleza, na última segunda-feira, em ritmo de conferencista sobre o cenário nacional. Confira:

No Congresso Nacional, o “baixo clero” representa aquela parcela significativa de parlamentares que, sem poder de influência e/ou brilho próprio, se dispõem a “negociar” o voto a fim de aprovar medidas de interesse dos parlamentares “graduados”.

O exemplo emblemático de tal situação deu-se na gestão Fernando Henrique Cardoso (FHC), quando os parlamentares corruptos integrantes do “baixo clero” foram acionados para aprovar uma emenda à Constituição Federal instituindo a reeleição para a Presidência da República (espécie de precursor do “mensalão”, só que pluripartidário). O preço pago foi de R$ 200 mil per capita, conforme depoimento dos deputados acreanos Ronivon Santiago e João Maia, dois dos felizardos agraciados.

Ainda à época de FHC, comprovado restou terem as empreiteiras e os grandes bancos exercido papel decisivo no apoio financeiro ao seu projeto de manter-se mais quatro anos no poder, através de doações vultosas àquele projeto.

A reflexão acima tem a ver com a recente passagem de FHC por nossa capital, a fim de participar de um evento político, quando, fiando-se na famosa “memória curta” do povo brasileiro, afirmou sem qualquer constrangimento: a) que eleição no país hoje é “compra de voto”; b) que no financiamento da campanha “quem dá para um, não pode dar para outro”; c) que “a democracia hoje é financiada por empreiteiras, pelos bancos e por quatro ou cinco empresas”. Ou seja, exatamente o que houvera praticado lá atrás (pena que a nossa mídia não o tenha inquirido sobre o ocorrido em seu governo); d) de sobra, afirmou que a presidenta Dilma Rousseff “merece um Nobel por arrebentar o setor de petróleo, do etanol e da energia” (esqueceu de que no seu (dês)governo a “Petrobras” quase vira “Petrobrax”, a fim de tornar-se palatável aos ouvidos gringos.

Agora, o mais incrível nisso tudo é que ainda exista alguém que se disponha a “pagar” caro para ouvir uma figura reconhecidamente corrupta, já que além da compra de votos para a reeleição, entregou a “preço de banana em fim de feira” a determinados grupos, boa parte do patrimônio nacional (Daniel Dantas está aí mesmo pra comprovar isso), sem que se saiba até hoje onde foi parar a grana arrecadada.
Lamentável é tomar conhecimento de que “a fala de FHC contra Dilma foi bastante aplaudida pela platéia” (conforme depoimento de quem esteve presente ao citado evento).

José Nilton Mariano Saraiva,

Economista da UFC e aposentado do Banco do Nordeste.

Outubro Rosa – ICC abre campanha de prevenção ao câncer de mama

outurro

O Instituto do Câncer do Ceará abrirá, a partir das 18h30min desta quarta-feira, a campanha de conscientização e prevenção ao câncer de mama – Outubro Rosa. A abertura da campanha será marcada pela iluminação na cor rosa que será projetada no prédio do Hospital Haroldo Juaçaba (HHJ).

Durante o ato, será lançada a logomarca da campanha assinada pela Duo Design, que estará presente em materiais informativos, adesivos, camisetas e outros souvenirs que serão comercializados durante todo o mês.

Outro detalhe: todas as doações recebidas durante o mês de outubro serão destinadas às obras da nova sede da Casa Vida, casa de apoio que abriga pacientes e seus acompanhantes vindos do Interior do Estado e de outras cidades para realizar tratamento no hospital.

Reservatórios que geram energia entram outubro com cotas em baixa

“Assim como na Cantareira, cuja seca já causa falta de água em São Paulo, os reservatórios usados para gerar energia terão um outubro de baixa.

A informação é do próprio governo federal. A previsão é de chuvas abaixo da média histórica para todas as regiões, exceto o Sul.  O cenário hidrológico aponta para chuvas abaixo da média histórica dos últimos 84 anos

Ontem, os níveis dos reservatórios, em comparação com o mesmo dia de 2001, o ano do racionamento, eram os seguintes:

* Sudeste/Centro-Oeste: 25,3%; 4,7% acima do nível de 2001;

* Sul: 75,5%; 1,5% abaixo do nível observado em 2001;

* Nordeste: 21,9%; 9,4% acima do nível de 2001;

* Norte: 42,7%; 4,4% acima do nível de 2001.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Funasa promoverá oficina de saúde ambiental no Interior

122 1

reginopinhoo

A Funada, por meio de seu Departamento de Saúde Ambiental, vai promover uma oficina de educação nessa área nos distritos de Conceição dos Caetanos e Águas Pretas, situados em Tururu. As atividades, segundo o superintendente estadual do órgão, Regino Pinho, ocorrerá no período de 6 a 16 deste mês.

Por falar em Regino, ele participará, a partir das 16 horas desta quinta-feira, da solenidade de entrega de Relatório de Titulação da Comunidade Quilombola Boqueirão do Arara, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), elaborado pelo INCRA.

Índice de Preços ao Consumidor fechou o mês de setembro com alta de 0,49%

inflacao (1)

“A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) fechou setembro com taxa de 0,49%. O índice é 0,06 ponto percentual superior ao registrado na terceira semana do mês, que havia sido 0,43%, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV). O IPC-S acumula taxas de 4,93% no ano e 6,97% nos últimos 12 meses.

O aumento da taxa foi provocado por altas em cinco das oito classes de despesa. O principal impacto veio do grupo de transportes, cuja taxa passou de 0,29% na terceira semana para 0,51% na última semana de setembro. A tarifa de ônibus urbano passou de uma deflação (queda de preços) de 0,31% para uma inflação de 0,28% no período.

Outras classes de despesa que registraram alta da taxa foram alimentação (de 0,47% na terceira semana para 0,55% na última semana), comunicação (de 0,45% para 0,67%), vestuário (de -0,02% para 0,02%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,47% para 0,50%).

Duas classes de despesa tiveram recuo na taxa entre a terceira e a última semanas de setembro: habitação (de 0,51% para 0,48%) e despesas diversas (de 0,19% para 0,11%). Já o grupo de despesas educação, leitura e recreação manteve a mesma taxa nas duas semanas (0,64%).”

(Agência Brasil)

Casa do Cidadão manda nota para Blog

Sobre postagem deste Blog, que reproduziu nota da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira, recebemos resposta da Casa do Cidadão, do Poder Legislativo. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

A Casa do Cidadão da Assembleia Legislativa esclarece que o prazo normal para entrega de documentos é de 30 dias úteis.

O atraso está acontecendo apenas porque o órgão responsável pela emissão das carteiras – o Instituto de Identificação, está com uma demanda muito alta de emissão de documentos.

O atendimento deve ser normalizado ainda este mês.

Sem mais,

Casa do Cidadão.

O que tem Romário que lembra Tasso?

romariodeputado

O candidato ao Senado pelo PSB do Rio, Romário, está surfando em matéria de preferência do eleitorado. Na pesquisa Datafolha, ele aparece com 49% das intenções de voto, vindo em segundo o ex-prefeito Cesar Maia (DEM), com 21%. Em terceiro, aparece Eduardo Serra (PCB), com 3%.

Na sequência estão Carlos Lupi (PDT), com 2%, Liliam Sá (PROS) com 2%, Pedro Rosa (PSOL) e Diplomata Sebastião Neves aparecem empatados com 1%.  O candidato pelo PSTU, Heitor Fernandes, aparece na pesquisa com 0% das intenções de voto.

eleições 2014 psdb 0903 tasso

DETALHE – No Ceará, Tasso Jereissati, pelo Datafolha, registra 58% contra Mauro Filho (Pros), que aparece com 21 %.

Na arrancada final da campanha, a briga entre os caciques

170 1

Com o título “O real duelo da política cearense: Tasso Jereissati X Cid Gomes”, eis artigo de Luiz Cláudio Ferreira Barbosa, sociólogo e consultor político. Ele avalia o cenário eleitoral nessa arrancada e comenta uma peleja de caciques e seus candidatos ao Governo. Confira:

O final do primeiro turno do pleito eleitoral do Ceará, já definiu o duelo entre o ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) e o governador Cid Gomes (PROS), para decidir quem vai eleger o seu candidato a governador. Eunício Oliveira (PMDB) e Camilo Santana (PT) os dois principais concorrentes ao Governo estadual são reféns da transferência de votos de seus principais cabos eleitorais.

A pesquisa DataFolha-O Povo trouxe um cenário de equilíbrio entre os dois principais postulantes à sucessão estadual, com o candidato peemedebista, o senador Eunício Oliveira,obtendo na pesquisa estimulada índice de 39% dos votos válidos, e o seu principal concorrente, o candidato petista, Camilo Santana, com índice de 37% de preferencia eleitoral. O ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) tem índice de 58% dos votos válidos na pesquisa estimulada, em relação aos seus adversários, com enorme margem de poder de transferência de capital político- eleitoral para o seu companheiro de chapa majoritária (Eunício Oliveira). Nesta fase o principal papel do governador Cid Gomes (PROS) será o de tentar trazer parte do eleitorado tassista para o seu candidato ao Governo do Estado do Ceará.

O ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) praticamente tornou esta eleição para uma única vaga do Senado, numa espécie de plebiscito informal. Tasso Jereissati não esperava a rápida consolidação do seu capital político-eleitoral, em todos os segmentos sociais do eleitorado cearense. O voto tassista é responsável pela manutenção da liderança do governamentável peemedebista Eunício Oliveira nas últimas pesquisas de opinião pública: Ibope e DataFolha.

O governador Cid Gomes (PROS) não esperava o fracasso de parte da campanha eleitoral da sua chapa majoritária, com Camilo Santana (PT) para Governador e Mauro Filho (PROS) para Senador. A candidatura Camilo Santana respondeu bem a campanha política-eleitoral na televisão e rádio, com reflexo positivo nas redes sociais. A candidatura Mauro Filho não respondeu no mesmo nível de seu companheiro de chapa, com isso se tornou inviável na reta final do primeiro turno.

O ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) pode ser o principal cabo eleitoral do governamentável Eunício Oliveira (PMDB) nos próximos dias, com possiblidade de temos um novo governador sob a égide do tassismo na política cearense. O governador Cid Gomes (PROS) tentará eleger o primeiro chefe do executivo sem ligação nenhuma com a corrente política do ex-governador Tasso Jereissati, para consolidação do cidismo-cirista, como a principal força política– administrativa do Ceará.

* Luiz Cláudio Ferreira Barbosa,

Sociólogo e consultor político.

Sindjustiça cobra convocação de aprovados e menos terceirizações nas Comarcas

143 4

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará (Sindjustiça) realizará nesta sexta-feira, a partir das 10h30min, em sua sede, uma reunião com os aprovados no último concurso promovido pelo Tribunal de Justiça. O objetivo é cobrar da gestão do TJ-CE agilidade na convocação desse contingente e discutir ainda a substituição dos funcionários cedidos ou requisitados de outros órgãos, por funcionários concursados, constante do atual cadastro de reserva do certame.

O coordenador-geral do Sindjustiça, Roberto Eudes, lembra que o Artigo 35, da Lei 14786/10, parágrafo único, é clara quanto à permanência de, no máximo, vinte por cento do total de funcionários requisitados e cedidos por outros órgãos, trabalhando no Poder Judiciário. A Resolução 88, do CNJ, também determina essa substituição. Apesar de a porcentagem ser estabelecida por lei desde 2010, atualmente, a realidade no Ceará é bem diferente. O Sindjustiça pretende encaminhar aos magistrados das comarcas do Interior ofício para informar o teor da lei 14786/10(art. 35) e solicitar o empenho de cada um para o cumprimento dessa norma.

Quadro

Em Tauá, por exemplo, a soma de todas as varas totaliza 27 funcionários. Desse total, 14 são efetivos pelo TJCE e 13 são remanejados da Prefeitura para o Fórum. Já em Barbalha, dos 29 funcionários trabalhando na unidade, 19 são indicados pela gestão municipal e apenas 10 são concursados. Na cidade de Iguatu, dos 43 funcionários, 21 são terceirizados ou cedidos pela prefeitura e 22 são do TJCE. As três cidades acima foram escolhidas, aleatoriamente, para ilustrar essa situação crítica que extrapola a margem de 20%. O levantamento, realizado nas respectivas cidades, não considerou estagiários. O concurso, que ofertou 238 vagas e formação de cadastro reserva, proporcionava lotação em Fortaleza e cidades do interior do Ceará.

SERVIÇO

* Sindjustiça – Rua Francisco Segundo da Costa, 97, bairro Edson Queiroz.

Mário Feitoza quer fim da limitação de gastos com educação na declaração do Imposto de Renda

feitozza

O deputado federal Mário Feitoza, que postula reeleição pelo PMDB, é autor do Projeto de Lei 6766/2013 que altera a legislação do Imposto de Renda das pessoas físicas, tornando ilimitados os gastos com educação.

A proposta foi apresentada pelo parlamentar com o objetivo de atender “o clamor da população brasileira” no tocante à limitação dos gastos realizados com educação dos filhos na declaração anual de imposto de renda.

Segundo Mário, o fim da limitação dos valores gastos com educação formal representa um inequívoco benefício social, além de um ajuste às realidades da base de cálculo do Imposto de Renda.

(Foto – Agência Câmara)

Procuradoria Regional Eleitoral fecha detalhes do plano de segurança das eleições

“A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) realiza, nesta manhã de quarta-feira, encontro com representantes das polícias Civil, Militar, Federal e rodoviárias Federal e Estadual. Na pauta, o plano de segurança elaborado para execução no próximo domingo, o dia da eleição. De acordo com o procurador regional eleitoral Rômulo Conrado, hora de definir as regiões consideradas “mais críticas” em períodos eleitorais e que exigirão maior esforço e efetivo policial para garantir a ordem no dia da votação.

Durante a reunião, com a participação do coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias Eleitorais, Raimundo Nogueira Filho, a atuação do MP estadual no interior do Ceará.

Governo amplia “Minha Casa, Minha Vida”

“O Diário Oficial da União publicou portaria que prevê a ampliação do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida em mais 350 mil unidades, até 31 de julho de 2015. A portaria é assinada pelos ministros Miriam Belchior, do Planejamento,Orçamento e Gestão; Aloizio Mercadante, da Casa Civil; e Gilberto Magalhães Occhi, das Cidades.

O governo, de acordo com a portaria, tomou a decisão porque o objetivo de promover a produção, aquisição, requalificação e reforma de 2 milhões de unidades habitacionais era prevista até 2014. A ampliação do Minha Casa, Minha Vida foi anunciada no último dia 17 pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega; pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior; e pelo presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins.

Mantega destacou que a medida mais importante é a manutenção das regras da segunda fase do Minha Casa, Minha Vida, que acaba no fim do ano, para a terceira fase do programa, que começa em 2015 e vai até 2018. Segundo o ministro, a manutenção das regras permitirá que a contratação de financiamentos não seja interrompida de um ano para outro.”

(Agência Brasil)

Caso Propinoduto – Qual o teor mesmo da delação premiada do ex-diretor da Petrobras?

“Não são apenas Dilma Rousseff e os parlamentares que andam loucos para conhecer integralmente a delação premiada de Paulo Roberto Costa. Alberto Youssef e seus colegas também.

Homologado o acordo da delação de PRC, os advogados do doleiro e dos demais envolvidos na Operação Lava-Jato irão à Justiça Federal do Paraná pedir acesso ao documento.

Além do conteúdo bombástico, no caso dos suspeitos, a turma quer saber o que PRC conseguiu barganhar com o Ministério Público para topar contar o que sabe.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Eleições 2014 – O que pode e o que não pode

“Com a proximidade do primeiro turno das eleições no domingo (5), a Justiça Eleitoral tem algumas regras que não podem ser esquecidas por candidatos, partidos políticos e coligações.

Segundo a Lei Eleitoral, amanhã (2) é o último dia para a exibição da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. É também o prazo final para os candidatos fazerem reuniões públicas de campanha, comícios e para a utilização de aparelhagem de som fixa, entre as 8h e a meia-noite.

Quinta-feira também é a data limite para a realização de debates políticos na televisão ou no rádio. Debates iniciados no dia 2 podem se estender, no máximo, até as 7h do dia 3 de outubro. Também até amanhã, partidos políticos e coligações terão que indicar à Justiça Eleitoral o nome das pessoas autorizadas a expedir as credenciais dos fiscais e delegados de partido que estarão habilitados a acmpanhar os trabalhos de votação.

Sexta-feira (3) será a data limite para que se faça a divulgação paga, na imprensa escrita, a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral. Ainda nesta sexta-feira, os presidentes de mesa que não tiverem recebido o material destinado à votação deverão comunicar a falha ao juiz eleitoral.

No sábado (4), termina a propaganda eleitoral com uso de alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8h e as 22h. Carreatas, caminhadas, passeatas e a distribuição de material gráfico também só poderão ser feitos até as 22h deste sábado.

Desde terça-feira (30), até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou ainda por desrespeito a salvo-conduto. A proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 20. No entanto, quem concorre a cargo eletivo pode ser detido ou preso em caso de flagrante delito.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a competência para proibir a venda de bebidas alcoólicas no dia da votação é da Secretaria de Segurança Pública de cada estado, município ou do Distrito Federal.”

(Agência Brasil)

O debutante projeto Metrofor

cid dilma metrofor

Dilma, ao lado de Cid, veio entregar a primeira etapa da obra.

Da Coluna Política de Érico Firmo, no O POVO desta quarta-feira:

Hoje é o começo do fim de uma longa e, até agora, triste história para a população do Ceará. Daqui para frente, tem tudo para ser feliz. A primeira linha do metrô de Fortaleza começa a operar de verdade, após 15 anos desde o início das obras, 12 anos após a previsão inicial de conclusão. E depois de dois anos e três meses de uma inexplicavelmente longa fase de testes. Hoje, pela primeira vez, trabalhadores poderão ir trabalhar e voltar para casa de metrô. O horário de funcionamento começa às 6h30min e vai até 19 horas. Ainda cedo para muitos trabalhadores. O início também é tarde para alguns. Mas já é muito, muito melhor que o quase inútil horário que era mantido desde 2012, das 8 horas ao meio-dia.

O trecho ainda é muito restrito. Pouco irá contribuir para tirar carros das ruas, mas terá função ainda mais importante. Atenderá o circuito entre Fortaleza e Maracanaú, talvez o principal corredor de fluxo de trabalhadores da Região Metropolitana de Fortaleza.

Além disso, será mais um passo na diversificação de modais de transporte, num cenário ainda bastante limitado a dois sistemas estrangulados – carros e ônibus. Com o VLT Parangaba-Mucuripe – com obras paradas há meses – e o projeto de linha leste, há a esperança de ampliação considerável. Com a torcida para não demorar tanto.

Uma pena, apenas, que acontecimento tão aguardado ocorra na semana que antecede o primeiro turno mais disputado da história recente do Ceará. A mistura é inconveniente.