Blog do Eliomar

Últimos posts

Cagece e Sindiagua definem acordo coletivo

foto sindiagua

Após cinco rodadas de negociação, os trabalhadores da Cagece aprovaram por ampla maioria, a proposta do Acordo Coletivo 2014/2015. Com a decisão, os trabalhadores encerraram a campanha salarial deste ano.

A direção do Sindiagua está cobrando o envio da minuta da redação do ACT pela Cagece para que seja feita uma revisão final. O Sindicato lembra que os pagamentos de todos os benefícios serão retroativos a 1º de maio.

Entre as propostas aprovadas no acordo estão o reajuste salarial pelo IPCA de 6,28%, (substituindo o INPC, de 5,82%); vale-alimentação no valor de R$ 34,00 (um reajuste de 11,5%); inclusão da nova cláusula da gratificação natalina que garante, ao final do ano, que cada trabalhador tenha direito a mais oito vales-alimentação. Com isso, no mês de dezembro, a categoria receberá um total de 30 vales-alimentação (o que corresponde a R$ 1.020,00); implantação do vale-cultura; aumento de 10 para 14 anos na idade dos filhos de trabalhadores que têm direito ao auxílio-creche educação; prorrogação do prazo de validade do concurso público da Cagece; gratificação motorista; auxílio-moradia ao funcionário e dependente portador de necessidades especiais; indenização pela utilização de veículos.

(Sindiagua)

Queda de pressão causou desmaio de Cid Gomes

158 2

foto pdt convenção cid

Uma queda de pressão provocou o desmaio do governador Cid Gomes, na manhã deste domingo (22), no ginásio do Náutico, no bairro Meireles, quando o governador participava da convenção estadual do PDT.

Segundo assessores do Palácio da Abolição, Cid Gomes quis retornar para a sua residência, logo após ser medicado no Hospital Geral de Fortaleza (HGF), no bairro Papicu.

Cid Gomes desmaia em convenção do PDT

543 1

foto cid desmaio

Durante discurso na convenção estadual do PDT, na manhã deste domingo (22), no Náutico, o governador Cid Gomes desmaiou, após apresentar tontura e vomitar. Ele foi levado às pressas ao Hospital Geral de Fortaleza (HGF), no Papicu.

Cid Gomes estava ao lado do prefeito Roberto Cláudio; dos pré-candidatos do PROS, Zezinho Albuquerque, Domingos Filho e Mauro Filho; do presidente estadual do PDT, André Figueiredo; do senador Inácio Arruda e do ministro do Trabalho, Manuel Dias.

(com informações do O POVO Online)

Sem Brizola, sem blizolismo

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (22):

E lá se foram dez anos da morte de Leonel Brizola. No Ceará, a única lembrança da data foi uma missa (marcada para a tarde de sábado, 21, na Igreja do Carmo).

O brizolismo não sobreviveu enquanto força política. Com a morte do líder, o PDT virou apenas mais um partido político (entre muitos) sem uma cara, sem uma linha reconhecida pelo distinto público.

Abrigados à sobra do petismo federal, os líderes da sigla nem sequer utilizam os lenços vermelhos em volta do pescoço, um dos símbolos do trabalhismo defendido pelo caudilho.

Barbosa não consegue impedir revisão de seus atos

128 1

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (22):

O ministro Joaquim Barbosa, mesmo tendo anunciado sua saída do STF para o fim do mês, depois de perceber que seria impossível reverter o processo de revisão de seus atos (altamente contestados pelo mundo jurídico), viu-se mais uma vez frente a um manifesto assinado por centenas de intelectuais, artistas e juristas denunciando sua forma truculenta de atuar.

Diante das evidências de que seria derrotado pelo plenário do STF renunciou ao cargo de relator dos processos de execução das penas do mensalão. A renúncia foi comentada num artigo de grande repercussão pelo jornalista Luis Nassif (http://goo.gl/R9YQkg).

O ministro Luís Roberto Barroso foi escolhido por sorteio para substituí-lo e passa agora a ser alvo de pressão (http://goo.gl/G608yp). Nos meios políticos e jurídicos há o convencimento de que foi removido um dos focos de tensão mais virulentos da cena política brasileira.

Guimarães diz que “momento de grande instabilidade política” deve acabar quinta-feira

72 1

foto guimarães rádio

Para o pré-candidato do PT ao Senado, José Guimarães, a situação da candidatura do PROS deverá ser resolvida até a próxima quinta-feira (26), quando os partidos aliados em torno do governador Cid Gomes deverão receber uma sinalização do nome ao Palácio da Abolição nas eleições de outubro. Em entrevista na manhã deste domingo (22), ao jornalista Evandro Nogueira, da Verdinha 810, Guimarães reconheceu o “momento de grande instabilidade no Ceará”.

O pré-candidato afirmou que conversou com a presidente Dilma da situação política no Ceará, nesse sábado (21), em Brasília, mas não revelou o conteúdo da conversa. Disse apenas que a presidente Dilma e o ex-presidente Lula estão atentos ao cenário político no Estado, que possui uma disputa entre os aliados da aliança nacional Cid Gomes e Eunício Oliveira.

Guimarães confirmou saber “o caminho que o governador (Cid Gomes) deverá tomar”, mas que não daria informações por uma questão ética.

Projeto acaba com feriado da proclamação da República

69 1

Proposta em tramitação na Câmara dos Deputados acaba com o feriado de 15 de Novembro, instituído em comemoração ao dia da Proclamação da República. A proposta altera a Lei 662/49, que definiu os feriados nacionais.

O deputado Newton Cardoso (PMDB-MG), autor do Projeto de Lei 6757/13, argumenta que, ao contrário do feriado de 7 de Setembro, que marca a independência do Brasil, a proclamação não teve participação popular e, portanto, não gerou na sociedade o sentimento cívico que há em outras celebrações.

O deputado destaca ainda que algumas celebrações regionais, como o 2 de julho na Bahia (que marca a luta do estado pela independência do Brasil) e o 20 de setembro no Rio Grande do Sul (que celebra o início da Revolução Farroupilha), têm mais apelo popular do que o feriado nacional de 15 de Novembro.

(Agência Câmara Notícias)

Copa 2014 – ONG cobra mais ações sociais da Fifa

foto agência brasil copa

A organização não governamental (ONG) Rio de Paz fez nesse sábado (21) um protesto na Praia de Copacabana em que deu “cartões vermelhos” para a Fifa, cobrando maior contrapartida social na Copa do Mundo. A ONG critica isenções de impostos dadas à entidade que representa o futebol internacional e afirma que o valor desses impostos não pagos chega a R$ 1 bilhão.

“Queremos que ela pegue o dinheiro que pagaria de impostos e invista em quadras esportivas em escolas públicas, por exemplo, ou nas favelas brasileiras. Seria uma forma de dar um retorno ‘padrão Fifa’. A Fifa está manchando sua imagem perante o mundo inteiro”, disse o fundador da ONG, Antônio Carlos Costa.

Doze cartões vermelhos com 2 metros de altura foram posicionados na areia da praia, em frente ao Hotel Copacabana Palace, e cerca de 30 pessoas mostravam cartões menores no ato, que, segundo Costa, não é contra a Copa, mas contra o modo como ela foi realizada, com muitos gastos públicos. No protesto, cartazes comparavam os custos dos estádios e das estruturas com hospitais, escolas e o combate à miséria.

O Departamento de Imprensa da Fifa respondeu que a entidade depende da renda de uma Copa do Mundo para manter seus projetos de desenvolvimento do futebol ao longo dos quatro anos entre uma Copa e outra e que muitas federações nacionais não conseguiriam se manter sem ajuda financeira. A Fifa também afirma que criou um fundo para o desenvolvimento do futebol no Brasil que terá o valor divulgado depois da Copa do Mundo, mas que, inicialmente, tem a aprovação de 20 milhões de dólares. Entre os 108 programas de desenvolvimento do futebol que apoia em todo o mundo, a Fifa informa que há 26 entidades brasileiras.

(Agência Brasil)

Vladimir Putin coloca tropas do centro da Rússia em alerta máximo

O presidente Vladimir Putin colocou em alerta máximo as tropas localizadas no centro da Rússia, disse neste sábado (21) o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, um dia depois de o Kremlin ter confirmado o reforço da presença militar na fronteira com a Ucrânia.

As tropas foram colocadas em alerta depois de Vladimir Putin ter ordenado exercícios militares não programados entre este sábado e 28 de junho, disse Shoigu.

O chefe de Estado-Maior do Exército russo, Valeri Gerasimov, disse que mais de 65 mil soldados, cerca de 180 aviões, quase 60 helicópteros e 5 mil unidades de equipamento militar participarão dos exercícios.

A decisão de Vladimir Putin surge um dia depois de o presidente da Ucrânia Petro Porochenko ter decretado um cessar-fogo de uma semana para a região Leste do país, cenário de combates entre forças ucranianas e separatistas pró-russos, que já provocaram centenas de mortos.

Guardas fronteiriços ucranianos disseram que o cessar-fogo está sendo ignorado pelos separatistas pró-russos, que continuam a atacar as forças governamentais no Leste do país.

(Agência Brasil)

Pátria plural

61 1

Em artigo no O POVO deste sábado (21), o médico, antropólogo e professor universitário Antonio Mourão Cavalcante avalia o espírito da Copa e a pluralidade cultural. Confira:

A Copa do Mundo tem trazido uma grande quantidade de turistas para o nosso país, sobretudo para as capitais que sediam jogos desse campeonato. Estes torcedores não apenas assistem o desempenho de suas equipes, mas visitam as cidades, conhecem as pessoas e os costumes dos brasileiros… Enfim, o dia a dia de nosso país. O campeonato ainda está em pleno andamento. A competição nem chegou ao ápice. Os comentários, entretanto, começam a ser emitidos e avaliados.

Somos um país plural. Pleno de contradições. E, por conta disso, as opiniões emitidas podem divergir e até mesmo serem antagônicas. De que Brasil você está falando? Brasil do Norte, amazônico, misterioso, envolvente? Ou do Brasil Nordeste? Pleno de cultura, folclore, belas praias e belezas naturais. Do Sudeste? Sul? O gaúcho de bombachas, churrasco e chimarrão? A diversidade é grande. Mesmo no plano social as diferenças são acentuadas. Encontramos famílias extremamente ricas vivendo ao lado de favelas. Miséria e riqueza no desafio da distribuição. Cidades metrópoles onde os gestores públicos parecem não entender a dinâmica das coisas.

Convenhamos, e nem é preciso entender muito de política para imaginar que essa história de “não haverá Copa” não iria prosperar. Esqueceram que o Brasil é o país do futebol? Nem muito menos aconteceriam manifestações nas ruas com milhares de participantes, na mesma hora em que a seleção disputava partida nos campos de futebol… Só sendo muito ridículo e desconectado da alma brasileira. Vaiar a presidente? Pode! Mas, tinham que escolher os termos. Aqui, rapidamente se transforma vítima em herói. Penso que Dilma ganhou politicamente com estes insultos.

Essa parte raivosa/enfezada da sociedade fica falando no vazio. A população entende outra coisa e tem medo desses vândalos. O tiro da estratégia saiu pela culatra. As evidencias mostram que não dá para misturar – propositadamente – política com futebol. Faltam mais conhecimentos de antropologia no saber desses agitadores oportunistas. De dentro dos estádios, não mais que de repente, o Brasil vira um grande canto à capela. O Hino Nacional soa nas mentes e corações. E tudo é esquecido. Salve a pátria de chuteiras…

PT oficializa candidatura Dilma e quer polarizar com Aécio

foto dilma convenção

O PT nacional homologou a candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff, na tarde deste sábado (21), em Brasília, já visando o segundo turno das eleições de outubro.

Além de tentar vitimizar Dilma Rousseff, no caso das vaias no jogo da Copa, o partido também sinalizou que deverá ignorar as investidas de Eduardo Campos, em uma tentativa de polarizar com o PSDB.

O ex-presidente Lula compareceu ao ato, assim como o governador do Ceará, Cid Gomes.

(com agências)

Copa 2014 – Jogo do Brasil em Fortaleza movimenta aeroportos pelo país

93 1

Na primeira semana da Copa do Mundo, 3,7 milhões de passageiros se deslocaram de avião nos 20 principais aeroportos do país que atendem às cidades-sede e representam 90% do fluxo de passageiros. Os dados são da Secretaria de Aviação Civil (SAC), divulgados nessa sexta-feira (20). O Brasil deve receber 600 mil turistas brasileiros e outros 3,1 milhões de estrangeiros durante o torneio, segundo o Ministério do Turismo.

O dia mais movimentado foi a véspera do segundo jogo no Brasil, na segunda-feira (16), com 501,2 mil circulando pelos aeroportos. A média diária tem sido de 471 mil. No dia seguinte, o Brasil enfrentou o México, na Arena Castelão, em Fortaleza.

O avião é o principal meio de transporte dos brasileiros, revela pesquisa do Ministério do Turismo. Ele corresponde a 60,2% dos entrevistados que manifestaram intenção positiva de viajar pelos próximos seis meses. Entre as capitais monitoradas o destaque é Brasília, com 78,8% dos moradores declarando a intenção de viajar de avião. Na sequência estão as cidades de Belo Horizonte (72,3%), Recife (65,7%) Salvador (62,5%), Porto Alegre (60,2%), Rio de Janeiro (28,3%) e São Paulo (57,3%).

(Ministério do Turismo)

PMDB faz convenção no mesmo dia do PROS

O PMDB agendou para a manhã do domingo (29) a convenção estadual do partido, no Ginásio Aécio de Borba, na Gentilândia, quando o nome de Eunício Oliveira deverá ser homologado como candidato ao Governo do Ceará. A data é a mesma agendada pelo PROS, do governador Cid Gomes, que espera polarizar a eleição com o peemedebista.

A convenção do PMDB também irá definir os nomes aos cargos de deputado estadual, deputado federal, senador, vice-governador, além de anunciar as coligações nos campos majoritário e proporcional.

Os rumos dos protestos

Em artigo no O POVO deste sábado (21), o jornalista Luiz Henrique Campos avalia o esvaziamento dos protestos aguardados na Copa. Confira:

O Brasil é mesmo surpreendente. No ano passado, mais ou menos por esse período, vivíamos quase uma ebulição social em vista dos protestos que tomaram conta das principais cidades do país. Na época, uma sensação de perplexidade dominava o noticiário da imprensa, sem que analistas que sabem de tudo, conseguissem explicar o que estava acontecendo. Para alguns, o povo despertara da letargia que o dominou por muito tempo. Para outros, era a classe média mal agradecida com o governo por ter promovido a ascensão da classe baixa, lhe tirando os privilégios.

O fato é que ninguém, ao certo, sabia explicar os rumos de um movimento surgido muitas vezes nas redes sociais, mas que carecia de elaboração clara. O resultado foi que em pouco tempo se perdeu o rumo dos protestos, a partir da utilização desses movimentos por grupos interessados em confrontar o estado insuflando à violência. Não faltaram os defensores desses grupos, jogando para as forças policiais a responsabilidade pelos atos desmedidos de força, sem levar em conta que o que interessava mesmo às supostas vítimas era desgastar o estado através da imagem policial como instrumento de repressão.

É claro que em muitos casos a polícia agiu além de suas prerrogativas, mas a provocação levada a cabo por alguns manifestantes tinha o objetivo claro de desestabilizar. Mas se para muitos formadores de opinião os atos de força partiam somente da polícia, ignorando a tática dos grupos violentos de provocar por provocar, não era difícil identificar no cidadão comum a repulsa a esse tipo de joguete ideológico.

Após uma semana de Copa, o que se vê é que os protestos previstos para o período têm sido um fiasco, tanto de público, como de crítica. Aquele mesmo povo que se animou no ano passado e usou as manifestações como catarse, compreendeu o seu papel e não mais aceita a manipulação, nem a farsa da violência pela violência.

Tasso continua no páreo para vice de Aécio Neves

95 2

foto tasso entrevista

A nove dias para a definição do vice na chapa do candidato a presidente pelo PSDB, Aécio Neves, o ex-senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) continua entre os cotados. A indicação de Tasso, afirmam seus defensores, ajudaria Aécio a conseguir votos no Nordeste, onde a presidente Dilma Rousseff tem eleitorado mais numeroso.

Segundo o líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Antônio Imbassahy (BA), “a bancada tem admiração e respeito pela história do Tasso e pela grande contribuição que ele vem oferecendo nesses momentos decisivos. Ele teve grande expressão na definição da candidatura do Aécio”.

Na quinta-feira (19), Aécio recebeu Tasso em seu apartamento no Rio. Aécio publicou em sua página no Facebook uma foto com Tasso na ocasião, gerando centenas de comentários de internautas em defesa da chapa com o cearense.

Além de Tasso, são elencados como possíveis parceiros de Aécio na chapa o senador tucano Aloysio Nunes Ferreira (SP) e o ex-presidente do Banco Central no governo Lula, Henrique Meirelles, do PSD.

De acordo com o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, vice-presidente do PSDB do Ceará, Tasso é o nome preferido da bancada do partido na Câmara. Mas a cúpula da legenda veria mais vantagens em Meirelles.

“A cúpula tem preferência pelo Meirelles, também para trazer o PSD para a coligação, puxar o grupo do Gilberto Kassab (presidente nacional do PSD e ex-prefeito de São Paulo). O Meirelles tem peso, tem a confiança dos investidores. Se ele sinalizasse para ser vice, o próprio Tasso concordaria”, disse Matos.

Tasso e Eunício

Tasso e o senador e pré-candidato ao governo Eunício Oliveira (PMDB-CE) se reuniram em Fortaleza, na última quarta. Eunício não informou o teor da conversa. Disse apenas que não descarta aliança com tucanos, mesmo apoiando a reeleição de Dilma.

Mas o presidente do PSDB-CE, Luiz Pontes, salientou que o interesse prioritário dos tucanos no Estado é fazer palanque para Aécio. “O Eunício tem que apoiar o Aécio”.

(O POVO)