Blog do Eliomar

Últimos posts

Ministério do Trabalho embarga obra do maior aquário da América Latina… no Rio

126 1

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) embargou, pela terceira vez, as obras do Aquário Marinho (AquaRio), na zona portuária do Rio. Depois de concluído, o aquário será o maior da América Latina, com quase 28 mil metros quadrados.

A interdição dos trabalhos sobre andaimes e locais com risco de queda ocorreu no início da semana, após auditores fiscais da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro (SRTE) constatarem risco grave e iminente à integridade física dos trabalhadores do empreendimento. Somente as obras do térreo estão liberadas. Os embargos anteriores ocorreram em 2013 e 2014.

Os fiscais encontraram escadas de uso coletivo (circulação de pessoas e materiais) sem corrimão e rodapé e aberturas no piso de fechamento provisório, entre outras irregularidades. Os auditores também identificaram condições insatisfatórias nas áreas de convivência, como falta de papel higiênico e copos para beber água.

Responsável pela obra, a empresa Kreimer Engenharia terá de sanear pelo menos 25 irregularidades para que a obra seja liberada. Todas as proteções deverão ter projeto detalhando materiais empregados em sua elaboração e fixação.

O Ministério esclareceu que, durante a paralisação, os empregados devem receber normalmente e que a fiscalização continuará em outras empresas terceirizadas para a verificação de possíveis irregularidades, como excesso de jornada e acidentes de trabalho.

A assessoria de comunicação da Kreimer Engenharia informou que todas as medidas corretivas já foram tomadas e a que empresa aguarda a liberação da obra. Entretanto, a sessão de segurança da SRTE/RJ afirmou que ainda não recebeu qualquer pedido da empresa solicitando nova vistoria para o desembargo da obra.

A expectativa é que o aquário seja inaugurado em dezembro deste ano. O empreendimento terá oito mil animais de 400 espécies diferentes.

(Agência Brasil)

Luciano Cavalcante Imóveis e uma Páscoa diferente

pascoa

Neste sábado, a Luciano Cavalcante Imóveis – na nova sede no LC Corporate (Avenida Barão de Studart, 300), está promovendo uma Páscoa diferente.

Distribui ovos de Páscoa para quem se cadastrar nas redes sociais ou simplesmente comparecendo ao local, onde há show da Peppa Pig e da Coelhinha Rebecca para as crianças. Também mostra de coelhos vivos e brincadeiras que vão até as 13 horas.

A ação de ativação está sendo feita pelas mídias sociais, onde os convidados se cadastram e recebem um voucher para receber os ovos de Páscoa.

Prefeito divulga nota lamentando morte do educador Edgard Linhares

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), manda nota para o Blog. Ele lamenta a morte do educador Edgard Linhares, ex-presidente do Conselho de Educação do Ceará. Confira:

“A história de vida do professor Edgar Linhares incorpora o sentido mais amplo do termo educador.

O seu legado para a educação é tão essencial como a percepção de que o futuro de nossa gente e de nossa nação passa, essencialmente, pelo que fizermos de revolucionário no campo do formal e do não formal para garantir esse direito à nossa população.

O professor Edgar é, efetivamente, uma referência para cada um daqueles que atuam na educação.

Morre educador Edgard Linhares

aeddd

Morreu o educador Edgard Linhares(86), ex-presidente do Conselho Estadual da Educação. Foi nessa noite de sábado, no Hospital Regional Unimed, em Fortaleza. Ele era um dos maiores educadores do Estado e pai do diretor do Centro Dragão do Mar, Paulo Linhares.

A família informou que o corpo está sendo velado na Funerária Ethernus. O enterro ocorrerá às 17h30min, no Parque da Paz. Antes, às 15h30min, haverá missa de corpo presente.

Prefeitura estuda ceder terminais de ônibus à iniciativa privada

177 1

Inaugurados na década de 1990, os sete terminais de integração de ônibus de Fortaleza acompanharam as mudanças da demanda e a intensificação do trânsito da Capital. Com o tempo, os equipamentos mostram sinais claros de saturação. Atualmente geridos pela Prefeitura, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), há uma proposta em avaliação para que os terminais tenham a administração concedida para a iniciativa privada. A informação foi antecipada pela coluna Vertical, na última quarta-feira, 25.

Segundo nota da Prefeitura, um grupo de trabalho será formado. A previsão é de que até o final de junho os estudos estejam concluídos e, a depender dos resultados, um edital seja lançado. A gestão argumenta que a parceria permitiria ganhos de eficiência e qualidade nos serviços, além de melhorias das instalações. Outro ponto ressaltado é a possibilidade de realizar obras de ampliação e modernização. As concessionárias poderiam explorar atividades como serviços e comércios.

Com exceção dos terminais da Lagoa e do Conjunto Ceará – que têm menores demandas – e do Antônio Bezerra – já reformado – os outros quatro equipamentos precisam de ampliações para absorver a quantidade de linhas, que cresceu nos últimos anos, diz Raimundo Rodrigues, chefe de Operações da Etufor. A empresa administra a limpeza e manutenção, assim como o aluguel das lojas dos espaços. A segurança é realizada por meio da parceria com a Guarda Municipal e a Polícia Militar.

(O POVO)

Flagrantes de crimes deverão ter legalidade julgada em até 24 horas no Ceará

148 2

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (28):

O Tribunal de Justiça, em parceria com o Ministério Público, Defensoria Pública e Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado, estuda a implementação de projeto que promete garantir que presos em flagrante sejam apresentados a um juiz num prazo máximo de 24 horas. É o projeto “Audiência de Custódia”.

A iniciativa consiste na criação de estrutura viabilizada pelo TJCE para receber presos em flagrante para a realização de uma primeira audiência, em até 24 horas após a prisão, numa sessão onde estarão presentes um juiz, promotor e defensor público ou advogado. O juiz decidirá sobre a legalidade, a necessidade de manutenção ou não dessa prisão ou a imposição de medidas cautelares.

Um esboço do projeto a ser implementado no Estado será apresentado no dia 7 de abril, quando membros do CNJ virão acertar a implementação oficial dessa iniciativa. A meta é reduzir, principalmente, a superlotação dos presídios. O que, sem dúvida, precisa. E que haja juízes para atender a essa nova demanda.

Levy diz que economia dá sinais de recuperação pelas exportações

155 2

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nessa sexta-feira (27) que a economia brasileira já dá sinais de recuperação, por meio do crescimento das exportações. Ele pontuou que o resultado fraco do Produto Interno Bruto (PIB) do ano passado reflete um momento de transição do país, que teve, em 2014, atividade econômica abaixo da expectativa.

“O resultado do PIB mostrou que a gente está em uma transição. Começa a haver recuperação das exportações. No ano passado, a contribuição das exportações e importações foi neutra, uma compensou a outra. Neste ano, esperamos que haja recuperação das exportações e que o setor externo possa ajudar o crescimento da economia. Nos últimos anos não foi assim, então esta pode ser uma mudança positiva”, disse.

Ele também creditou o fraco desempenho do PIB, em 2014, à participação negativa da economia durante a Copa do Mundo. Para ele, não tem grandes surpresas o resultado do PIB.

(Agência Brasil)

Filósofo Renato Janine será o novo ministro da Educação

A Presidência da República anunciou que o filósofo e professor Renato Janine Ribeiro será o novo ministro da Educação. Ribeiro ocupará a vaga deixada por Cid Gomes na semana passada.

O novo ministro da Educação é professor titular de ética e filosofia política da Universidade de São Paulo (USP) e especialista na obra do filósofo inglês Thomas Hobbes, sobre quem focou suas pesquisas de mestrado e doutorado. Sobre o filósofo, Ribeiro publicou os livros A Marca do Leviatã e Ao Leitor Sem Medo.

(Agência Brasil)

Homens armados e encapuzados acabam com invasão do MTST no Ceará

159 1

Pelo menos 150 famílias que ocupavam um terreno em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza, foram forçadas a sair do local por homens armados e encapuzados, de acordo com relato do coordenador regional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) no município, Carlos Augusto Melo.

Ele conta que a abordagem foi feita na madrugada desta sexta-feira (27) com o apoio de tratores. “Havia cerca de 40 homens. Eles fizeram quatro disparos e apontaram as armas para as pessoas, algumas delas com crianças no colo. Disseram que, se não saíssemos, eles meteriam bala”. As famílias deixaram, então, o terreno, e ocuparam o prédio de uma creche que, segundo Carlos Augusto, está com as obras paradas. As barracas e outras estruturas que estavam montadas no terreno foram destruídas.

A ocupação Bandeira Vermelha começou no último dia 18, com o objetivo de reunir mil famílias para reivindicar moradias pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo o coordenador regional do MTST, um homem que se apresentou como proprietário do terreno já havia estado no local em dois momentos e ameaçado as famílias.

A Polícia Militar (PM) foi acionada pelos ocupantes do terreno e esteve no local, na parte da manhã. Segundo a assessoria de imprensa da corporação, foi feita busca de arma nos homens que provocaram a desocupação do terreno, mas nada foi encontrado.

(Agência Brasil)

Camilo prestigia eventos no TCM e Justiça Federal

camilo santana

O governador Camilo Santana participou nesta sexta-feira (27) de eventos no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e na Justiça Federal. No TCM, Camilo prestigiou a posse do conselheiro Domingos Filho na presidência do Instituto Escola Superior de Contas e Gestão Pública Waldemar Alcântara (Ieswa). Em seguida, o governador acompanhou, ao lado do prefeito Roberto Cláudio, da inauguração do Fórum Social Dom Helder Câmara, da Justiça Federal.

“Este fórum representa um momento histórico e simbólico para a nossa cidade, pois trata-se de um equipamento marcado pela acessibilidade e permite o acolhimento também dos mais humildes. Reitero ainda que o Governo do Estado está à disposição para fortalecer a parceria com a Justiça Federal”, afirmou o governador.

PF prende presidente do Grupo Galvão em nova fase da Lava Jato

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta sexta-feira (27), em mais uma etapa da Operação Lava Jato, o acionista e presidente do Conselho de Administração do Grupo Galvão, controlador da empreiteira Galvão Engenharia, Dario de Queiroz Galvão Filho. Também foi preso Guilherme Esteves de Jesus, apontado pelo Ministério Público Federal como operador dos pagamentos de propina da empresa Sete Brasil, que tem contratos com a Petrobras.

Dario de Queiroz Galvão Filho foi preso em casa, em São Paulo, e Guilherme Esteves, no Rio de Janeiro. Cumprindo mandado do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava jato, os agentes da PF também cumpriram mandados de busca e apreensão nos locais onde ocorreram as prisões.

Po meio de nota, a Petrobras esclareceu que está em dia com suas obrigações contratuais e que os pagamentos dos compromissos reconhecidos com as contratadas são realizados de acordo com a legislação vigente e os prazos contratuais.

(Agência Brasil)

Fiesp diz que 2015 será ano de dificuldades

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) avalia que 2015 será um ano de dificuldades. A partir da divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) de 2014, feita nesta hoje (27), a entidade estima que a economia brasileira terá retração de 1,4% neste ano. No ano passado, a economia do país ficou praticamente estagnada, crescendo apenas 0,1%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para a indústria de transformação, a Fiesp prevê queda de 4,9% no nível de atividade em 2015. No ano passado, o PIB do setor caiu 3,8%. A indústria foi um dos setores que contribuíram para a queda do resultado da economia em 2014.

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, defende que o governo federal corte gastos e reduza o número de ministérios, como forma de adaptar o Orçamento ao momento de crise. “Em 2015, o governo federal terá gastos de custeio da ordem de R$ 200 bilhões, é preciso cortar os excessos e fazer boas compras, aplicando o dinheiro público com a qualidade e eficiência que o momento exige”, afirmou.

(Agência Brasil)

Índice de Confiança do Comércio registrou quinta queda consecutiva, mostra FGV

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) recuou 4,4% de fevereiro a março deste ano, a quinta queda consecutiva, atingindo 92 pontos e representando o menor nível da série histórica iniciada em março de 2010. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Os dados indicam que a queda do Icom em março foi determinada pela piora da percepção dos empresários em relação ao momento atual, com o Índice da Situação Atual – que retrata a percepção em relação à demanda – recuando 8,8%. A queda representa 69,1 pontos, o menor nível da série. O Índice de Expectativas recuou 1,5% e também atingiu o mínimo histórico – 114,9 pontos.

O indicador que mede o grau de otimismo em relação à situação dos negócios para os seis meses seguintes caiu 0,8%, passando de 115,4 pontos para 114,5 pontos na mesma base de comparação, também atingindo o mínimo histórico.

A edição de março de 2015 coletou informações de 1.215 empresas de 3 a 24 deste mês. A próxima divulgação da Sondagem do Comércio ocorrerá em 28 de abril de 2015.

(Agência Brasil)

Viver através dos amigos

Em artigo enviado ao Blog, o jornalista e sociólogo Demétrio Andrade destaca a verdadeira riqueza do homem: os amigos. Confira:

Um dos maiores sinais de amadurecimento de um ser humano, em minha modesta opinião, é a consciência de sua finitude. Saber que a morte é uma realidade que chega para todos, geralmente de forma inesperada. Longe de parecer um agouro ou uma ode ao fatalismo, trata-se justamente do contrário: ao saber que temos um tempo curto neste mundo, devemos aprender a gastá-lo criando bons momentos, mais marcantes e alegres, de preferência compartilhados com quem se ama.

Dito isso, é fácil saber que sempre sinto uma imensa sensação de felicidade em reunir minha família, por exemplo. Além dela, tive a sorte de encontrar e construir relações duradouras com meus amigos. Sobre eles, costumo dizer que tenho poucos, mas bons. Alguns de nós – como eu – já possuem filhos maiores de idade, formando uma segunda geração criada em nosso entorno. Penso nisso como uma grande bênção.

O grande barato de ter amigos é porque você compartilha seus sentimentos. Divide com eles o impacto das tristezas e amplifica as alegrias. Amigo mesmo, de vera, provoca em você esta maravilhosa sensação de viver através deles. Sorrir ou chorar por eles e perceber a mesma reação deles em relação a você. Coisas absolutamente raras, que não tem preço, não são vendidas em lojas e nem navegam em redes sociais.

Esta semana um grande amigo, meu compadre, o matemático Fábio Montenegro, galgou o título de professor titular da Universidade Federal do Ceará (UFC). A euforia tomou conta do meu coração. Há mais de 25 anos nos encontramos para jogar conversa fora, tocar e cantar, beber e ver nossos filhos crescerem. Claro que, quando em vez, rola briga e discussão. Mas amigos não têm medo do conflito. Ao contrário, usam estes momentos para crescer e aprofundar suas ligações.

A convivência sadia constrói pontes inquebrantáveis. Por isso, sei que há algo de mim nele e há muito dele em mim, como é natural dos grandes amigos. Porque por estas pontes passeia nossa ilusão de eternidade: algo que ficará depois do fim, permanecendo como uma chama nossa em outras pessoas, aquelas que nos são de fato especiais.

Somos – assim acredito – uma grande colcha de retalhos que vai sendo costurada aos poucos, de forma nem sempre retilínea, colorida ao sabor de perdas e conquistas, nossas e de quem nós amamos. É esta a coberta que nos protege da dor, do egoísmo, da inveja e de outras tentações da mesquinhez que também compõem o cenário da humanidade. Ao Fábio, e a todos os meus amigos, expresso a gratidão por me ajudarem na difícil tarefa de tentar ser uma pessoa um pouco melhor.

CPI da Petrobras contrata Kroll para rastrear dinheiro enviado ao exterior

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, da Câmara dos Deputados, fechou contrato com a empresa britânica Kroll para investigar e identificar recursos desviados da empresa para contas no exterior.

A informação é da secretaria da CPI e foi confirmada, na noite dessa quinta-feira (26), pelo presidente da comissão, Hugo Motta (PMDB-PB), que havia anunciado a intenção de contratar a empresa no dia 5 de março. O contrato foi feito sem licitação, sob a justificativa do critério de “inexigibilidade”, por se tratar de serviço específico.

A expectativa é que a empresa descubra e ajude a repatriar os valores desviados da Petrobras pelos ex-funcionários e pessoas envolvidas no esquema de corrupção e pagamento de propina investigado pela Operação Lava Jato.

A Kroll é conhecida por sua atuação na CPI do caso PC Farias, em 1992, que levou à renúncia do então presidente e hoje senador Fernando Collor (PTB-AL).

(Agência Brasil)

O motivo para ter esperança

Da Coluna Política, no O POVO desta sexta-feira (27), pelo jornalista Érico Firmo:

Na terça-feira, o Ceará soube de esquema de fraudes em operações da Caixa Econômica Federal no Estado cujo valor pode chegar a R$ 100 milhões. Ontem, um cearense apareceu entre os alvos de uma operação da Receita Federal cujo valor pode ser maior que o da operação Lava Jato – que casa abalos na República. São escândalos que envolvem gente muito graúda e somas alarmantes de dinheiro público.

Se hoje a corrupção é maior que no passado ou se hoje o que há é mais investigação é discussão inócua. Serve aos interesses de quem está no poder, ao tentar não só se eximir de culpa pelos esquemas montados durante sua gestão como ainda busca tirar proveito político da roubalheira. A quantidade de escândalos e as quantias envolvidas são alarmantes em qualquer circunstância.

Os mecanismos de controle são ainda muito falhos. A necessidade de punição ocorre quando quase todo o resto fracassou. Digo quase porque ao menos essa última etapa dá sinais de eficiência. O esquema da Caixa começou a ser identificado em auditorias internas. E as punições permitem ter esperança de maior eficiência nas investigações. Não resolvem tudo, pois o crucial seria o controle prévio nas operações. Mas ao menos apontam para a correção de rumos. E devem incutir medo em quem se aventura em esquemas do tipo.

Por aí deve haver muita gente com receio de ser a próxima a ser descoberta.