Blog do Eliomar

Últimos posts

Agenda da visita de Campos e Marina ao Ceará é definida em Brasília

geovanana

A pré-candidata ao Senado pelo PSB/Rede Sustentabilidade no Ceará, Geovana Cartaxo, vai se reunir nesta segunda-feira, em Brasília, com a ex-senadora Marina Silva e com membros da coordenação nacional da Rede.

O objetivo é discutir a organização da Rede no Estado, bem como a visita de Marina e do presidente nacional do PSB e pré-candidato a Presidência da República, Eduardo Campos, ao Ceará. Os dois cumprirão agenda em Fortaleza e na Região do Cariri na segunda quinzena deste mês.

Projeção do crescimento do PIB 2014 sofre redução

“Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram as projeções para o crescimento da economia em 2014 e no próximo ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país este ano, caiu de 1,65% na semana passada, para 1,63% nesta semana e em 2015, de 2% para 1,91%. Essas projeções fazem parte da pesquisa semanal do BC a instituições financeiras, sobre os principais indicadores econômicos.

A estimativa para a expansão da produção industrial caiu de 1,40% para 1,21%, este ano, e segue em 2,65%, em 2015. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) caiu de US$ 3,02 bilhões para US$ 3 bilhões, em 2014, e segue em US$ 10 bilhões, no próximo ano.

A estimativa para o saldo negativo em transações correntes (registros de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior) foi ajustada de US$ 77,1 bilhões para US$ 78,6 bilhões, este ano, e permanece em US$ 75,6 bilhões, em 2015.”

(Agência Brasil)

Nilto Maciel, literato e mancheias

niltomaciel

Com o título “Nilto Maciel, literato a mancheias”, eis artigo do professor Vianney Mesquita. Uma homenagem a este escritor cearense que nos deixou nesta semana. Confira:

Observa-se hoje, nas letras, uma crescente inflação de publicações, a qual segue exatamente a da moeda, com a mesmíssima depreciação do papel produzido (Fernand Henri Vanderem. * Paris, 1864; + 1939).

Já se expressou, reiteradas vezes, a ideia de não ser bom para a higidez da elocução inaugurar um escrito com asserção negativa. Desta feita, porém, não há jeito, de sorte a pedir a indulgência dos estilistas para declarar-me absolutamente favorável à opinião do dramaturgo, romancista e crítico francês, autor de Querido Mestre e Os Dez Rios, manifesta à epígrafe.

Deploravelmente, é a mais insofismável verdade a ocorrência de inchaço, em termos globais, da produção brasileira de versos com pés realmente quebrados, crítica louvaminheira a obras defeituosas, ensaios
mambembes em escolas superiores e universidades, romances nos quais se fazem pastichos, ou até meras cópias, imensos contos capengas e tantas outras deformidades a deslustrarem o universo de nossas edições
por via do discurso escrito.

O ideal é a pessoa, a fim de tal estádio contraproducente não prosperar, se prontificar na escola, no estudo formal e/ou na doutrina da vida, para, uma vez aparelhada convenientemente dos aportes requeridos pelas instâncias literárias, vir a lume com escritos enxutos, corretos sob o prisma da língua e respeitosos aos ditames de cada gênero, de modo a alcançar a simpatia do leitor a fim de amanhar adeptos de suas promissoras composições.

Sucede, entretanto, de alguém, desprovido desse trânsito, sem ralar pelos desvãos da experiência, pretender e, às vezes, lograr ser admitido a sociedades literárias, científicas e artísticas, deseixado do
mínimo de suficiência com vistas a se emparelhar com seus pretensos iguais – evento lamentável, decerto, ocorrente apenas em terras de muro baixo.

Tal não significa dizer deva ser o escritor um Coelho Neto, uma Lígia Telles, Francisca Júlia, um Pedro Paulo Montenegro, Reginaldo Vasconcelos, Batista de Lima, Paulo Maria de Aragão, Dimas Macedo, Roberto Pontes, uma Ângela Gutierrez, Giselda Medeiros et relicua – para
oferecer exemplos mais do Ceará – diga-se, por necessário, repleto de escritores da melhor felpa literária, e onde a circunstância designada é bem menos grave, comparativamente a outras unidades federadas do

Todo esse queixume propedêutico serve para mostrar o exato lado contrário, no comentário da sequência – a respeito deste polígrafo cearense, produtivo,
consequente, culto e veraz – o qual foi, em parte,
publicado em A Arquitetura Verbal de Nilto Maciel, organizada por João Carlos Taveira (Fortaleza: Imprece Editorial, 2012).

***

A sadia prática da reflexão conduz-nos a ultrapassar os parcos limites do egoísmo, servindo para lenimento da alma sofrida e robustez multiplicada para a vida sã.

Quando, então, voltada para o espírito, mediada pela literatura de ficção em língua prosa, conforme se expressa o gênero conto, sucede o deleite imaginativo, partilhado pelos leitores, a propagarem as imensas
possibilidades vocabulares sob as mais diversificadas maneiras de interpretar, ensejando argumentos, os quais nem o próprio autor houvera imaginado.

Esse prodígio do pensamento, mimo do Criador somente à espécie humana, differencia specifica em relação aos animais inferiores, enleia e refrigera os espíritos após o calor da faina, dilatando o horizonte do khrónos da vida.

Tais o mister da Arte, o escopo das Letras e um dos seus melhores condutores – a história curta e completa admitida pelo conto.

De produção custosa, esse gênero, além de breve e exato, comporta apenas um conflito, ação única, sem os esgalhos de enredos secundários e complementares aceitos pelos romances e novelas.

De ordinário, se vincula ao ambiente, limitado a um número diminuto de personagens, havendo de ser o argumento cosido em determinada unidade de tempo. Dita imposição estrutural elide do seu exercício autores ainda abstinentes desta prontidão raciocinativa e
expressiva, a qual concede ao conto a combinação bem dosificada dos valores da intelecção e expressão solicitados pela obra d’Arte.

Por envergar o hábito dessas considerações, vede, pois, o leitor mais um trabalho de excepcional qualidade do escritor baturiteense Nilto Maciel, ficcionista da melhor crase, com visão nacional e, por isso, laureado nos gêneros novela, conto e romance, dos quais é cultor e analista reconhecido. Além de ser, também, contista de demarcada essência, agora principalmente, após a edição de Contistas do Ceará, se expressa definitivamente como um dos nossos melhores historiógrafos literários.

Consoante o fazem Sânzio de Azevedo, Linhares Filho, João Soares Neto, Batista de Lima, Giselda Medeiros, Neide Azevedo Lopes, Reginaldo Vasconcelos, Dimas Macedo e outros mentores das letras locais, na apreciação de vários gêneros, Nilto Maciel, pelo auspicioso fato de dominar tão difícil casta de Literatura, serve-se, ainda, com muito agrado e propriedade peculiar às pessoas cultas, de registar em livro, para estudos dos atuais e pósteros consulentes, os destacados contistas
cearenses, imprimindo mais nobreza às nossas estantes e concedendo mais saliência axiológica às produções aqui edificadas. E, ainda mais, consoante anota o Prof. Dr. Sânzio de Azevedo, à crítica trazida, ajunta antologia, propiciando ao público ledor compadecer seus comentários
analíticos aos conteúdos expressos pelos compositores retratados.

É realmente uma satisfação imensa poder o cearense contar com um historiógrafo literário postado na dimensão de um Nilto Maciel. É a Literatura do Estado dignificando-se sempre mais. Como é agradável falar a assim!

…………………………………………………………………………………………………………

• Sem usar o monossílabo que, em nenhuma das classes de palavras nas quais esse vocábulo sói se classificar, homenageio o excepcional cronista, insuperável pessoa
humana e causídico da vanguarda nacional, o secretário geral desse sodalício, REGINALDO VASCONCELOS, a quem dirijo toda a minha reverência.

PMDB sai do Conpam, mas deixa legado nada amadurecido

62 1

brunomenezes

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O peemedebista Bruno Menezes entregou a presidência do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Copam) e acabou deixando herança nada legal. As reformas e reparos no Parque do Cocó não amadureceram. O então titular até disse que o Governo havia comprado uma máquina para retirar os aguapés, que tomaram conta do espelho d’água do rio mas, até agora, também nada. Daqui a pouco, poderá haver morte de peixes por causa do oxigênio rarefeito, tomado pelos aguapés.

Outro problema: as pontes de madeira. A maioria precisa ser restaurada. A da trilha do rio está para ruir, sob ameaça constante das chuvas, o que é risco para visitantes desavisados. Há troncos soltos às margeiam do rio e os depósitos de lixo perduram sem sacos coletores. Lixo, por sinal, é um grande problema para o parque. Não há coleta seletiva nem campanha educativa. Nos campos de futebol, haja entulho.

Movimentos sociais ocupam perímetro irrigado da Chapada do Apodi

Pelo menos mil trabalhadores ligados à movimentos sociais estão ocupando, nesta segunda-feira, o perímetro irrigado na Chapada do Apodi, em Limoeiro do Norte (Vale Jaguaribano). Eles denunciam uma ofensiva do agronegócio na região ao assentamento de mais de 100 mil famílias acampadas e exigem o julgamento e condenação dos responsáveis pelo assassinato de trabalhadores rurais.

Os trabalhadores denunciam que dos 10 mil hectares do projeto de irrigação na região, 4 mil estão invadidas e são alvo de grilagem por empresas nacionais e transnacionais do agronegócio. Os movimentos sociais exigem a retomada dessas áreas pelas famílias camponesas.

De acordo com o dirigente estadual, Marcelo Matos, o acampamento tem caráter permanente. “Vamos ficar acampados e queremos audiência com representantes do Governo”. Os manifestantes aguardam negociação com o Departamento Nacional de obras Contras Secas (Denocs), Secretaria de Desenvolvimento Agrário (S.D.A), Ministério da Integração Nacional e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

A ação que faz parte da Jornada Nacional de lutas e tem à frente o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Cáritas, Movimento 21, Sindicato dos Trabalhadores de Apodi e tem apoio da Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do Núcleo Tramas e da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fafidam.

Dilma, Guimarães e o Senado

70 1

fotototguiima

No encontro que discutiu tática eleitoral, no fim de semana, em São Paulo, o PT aproveitou para, no plano local, reforçar a tese de candidatura ao Senado.

Indicado à vaga, o deputado federal José Nobre Guimarães conversou com a presidente por 15 minutos ao fim do encontro.

(Foto – Divulgação)

Jericoacoara apresenta o IV Festival de Cinema Digital

Jericoacoara reúne a partir desta segunda-feira (5) grandes nomes e novos realizadores do audiovisual brasileiro no IV Festival de Cinema Digital. A programação segue até o dia 11 com a exibição de 30 curtas-metragens, produzidos em 14 Estados. A entrada é franca.

Este ano, o evento homenageará os 50 anos de “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, os 40 anos de “A Noite do Espantalho”, além do cineasta e compositor Sérgio Ricardo e do ator, cantor e compositor Rodger Rogério, que comemora 70 anos.

“Será uma oportunidade interessante de exibir esses dois grandes filmes da história do cinema brasileiro, para novos realizadores e para o público em geral, debatendo as semelhanças e também as diferenças entre os filmes e entre o contexto cinematográfico, social e político de cada um deles. Tendo como ligação inclusive o Sérgio Ricardo, que fez a trilha sonora de ‘Deus e o Diabo’ e fez a direção e a trilha de ‘A Noite do Espantalho'”, ressaltou o diretor do festival, Francis Vale.

Cargo do ministro Francisco Teixeira na mira do Pros. Ele diz que caso é com Dilma

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=sreKY-hv6s8&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O ministro da Integração, Francisco Teixeira, disse ,nesta segunda-feira, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, que está tranquilo quanto à cobiça do Pros pelo seu cargo.

O ministro afirmou para o Blog que a decisão da sua permanência ou não é da presidente Dilma Rousseff e que o governador Cid Gomes e o irmão Ciro Gomes não estariam preocupados com cargos federais.

Pesquisa Ibope aponta vitória de Eunício. No primeiro turno

81 3

foto pesquisa ibope 140505

A pesquisa Ibope/Diário do Nordeste aponta, nesta segunda-feira, a vitória do peemedebista Eunício Oliveira, no primeiro turno, em quatro cenários com candidaturas do Pros, além de Nicolle Barbosa (PSB) e Ailton Lopes (Psol).

O melhor cenário para o Pros na disputa à sucessão de Cid Gomes é quando a pesquisa inclui o deputado estadual Mauro Filho, que aparece com 8% das intenções de voto, diante de 43% de Eunício.

A pesquisa ouviu 1.008 eleitores, entre os dias 27 e 30 de abril. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, do PR, que se diz pré-candidato ao Governo do Ceará, não foi incluído na pesquisa.

Três cidades têm novos prefeitos e vice-prefeitos

Os eleitores de três municípios elegeram nesse domingo (4) prefeitos e vice-prefeitos. Nas cidades de Cabeceiras (GO), Francisco Dantas (RN) e Mossoró (RN), os mandatos dos candidatos eleitos em 2012 foram cassados por compra de votos e o resultado do pleito foi anulado. A votação ocorreu em clima de normalidade em todos os municípios, segundo a Justiça Eleitoral.

Em Cabeceiras, Antônio Cardoso da Silva (PSL) foi eleito com 62,76% dos votos válidos. No município de Francisco Dantas, Wandeilton Bezerra de Queiroz, candidato único, da coligação Unidos por Francisco Dantas (PMDB/PSD/PSB/PTB), recebeu 1.053 votos. Em Mossoró, a apuração não foi encerrada, mas, com cerca de 88% dos votos, Francisco José Júnior (PSD) já pode ser considerado eleito.

(Agência Brasil)

Número de transplantes de órgãos no país cresceu 18% nos últimos três anos

O número de transplantes de órgãos sólidos no Brasil aumentou 18% entre 2010 e 2013. Segundo o Ministério da Saúde, os procedimentos considerados de alta complexidade, como os transplantes de pulmão (100%) e coração (60%), tiveram as maiores elevações no período.

“O aumento do transplante mais complexo significa uma melhora no sistema de transplante, porque esses são os transplantes com maior carência, por exemplo transplante de pulmão, coração. As pessoas que não recebem [o órgão] morrem, não têm opção”, avaliou o coordenador do Sistema Nacional de Transplantes, Héder Murari Borba.

“Os Estados Unidos fazem mais transplantes que o Brasil, mas lá o transplante é privado. Uma parte é subvencionada pelo Estado, e os imunossupressores, medicamento que a pessoa recebe depois do transplante, têm que ser comprados”, contou Borba.

Entre 2010 e 2013, com o aumento do número de transplantes, a fila dos que aguardam um órgão diminuiu 56,8% nos últimos três anos. Santa Catarina e o Distrito Federal são os locais com maior relação de doadores por milhão de habitante, passando dos 30. Em 2010, 59.728 pessoas estavam na lista nacional de espera e, em 2013, o número passou para 38.074.

O transplante de córnea é o que mais apresenta redução na lista de espera. Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, o Paraná, o Rio Grande do Sul e São Paulo zeraram a fila por essa cirurgia em 2013. A lista de transplante é considerada zerada quando o número de pacientes que precisam do procedimento está dentro ou abaixo da capacidade média mensal de atendimento do estado.

O total de pessoas que doaram órgãos passou de 1.896, em 2010, para 2.562, em 2013, uma alta de 35,1%. Apesar do aumento, dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) indicam que, no Brasil, 47% das famílias que podiam doar órgãos de um parente que teve morte cerebral se recusaram a autorizar o procedimento. A entidade ressalta que no país só quem pode tomar essa decisão é a família do doador, mesmo que a pessoa tenha manifestado o desejo por escrito.

(Agência Brasil)

Câmara Municipal de Fortaleza ganha novo olhar político

valim

O plenário da Câmara Municipal de Fortaleza deverá ser foco dos olhares políticos, na terça-feira (6), na primeira sessão depois que o PMDB entregou os cargos no Governo Cid Gomes. Apesar dos quatro ex-secretários deixarem o governo na sexta-feira (2), não há sessão no Legislativo Municipal nesse dia.

O vice-prefeito Gaudêncio Lucena pregou aviso que o pré-candidato Eunício Oliveira conta com o apoio de 12 vereadores, apesar da bancada peemedebista contar somente com quatro parlamentares, entre eles o vereador Vitor Valim, especialista em discurso sobre segurança pública e que tem feito várias cobranças para o setor.

Gaudêncio Lucena, no entanto, assegura que a base eunicista não trará transtornos à gestão do prefeito Roberto Cláudio (Pros).

Queda de Dilma faz PT pensar em palanques unitários

93 1

As quedas sucessivas nas pesquisas de intenção de voto da presidente Dilma Rousseff acenderam a “luz amarela” nos estrategistas de campanha da pré-candidata. O sentimento, agora, é tentar nos Estados um palanque unitário para a pré-candidata. O que não está fácil.

No Ceará, por exemplo, o Pros deverá ter candidatura própria ou apoiar um candidato petista, mas não contará com o PMDB, do pré-candidato ao Governo, Eunício Oliveira, quando inclusive o partido já entregou os cargos ao governador Cid Gomes.

“Onde isso não for possível, ter uma coordenação que permita, ao mesmo tempo, a campanha do nosso candidato majoritário no Estado conviver sem sectarismo com as candidaturas [de outros partidos] que apoiam Dilma, mas estão em confronto com a nossa candidatura”, comentou o presidente nacional do PT, Rui Falcão.

(com agências)

Assembleia Legislativa promove Encontro Estadual de Mulheres Parlamentares

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Ceara promoverá, nesta segunda-feira (5), o Encontro Estadual de Mulheres Parlamentares. O evento debaterá a revitalização dos Conselhos Municipais da Mulher e criação de Frentes Parlamentares, a partir das 9h, no Plenário 13 de Maio.

O encontro faz parte de um encaminhamento dado pela Frente Parlamentar da AL em audiência realizada em março, quando foi definido que o grupo se reuniria para discutir assuntos de interesse das mulheres. Também para debater como revitalizar ou criar conselhos municipais da mulher em todos os municípios do Estado e criar frentes parlamentares junto às câmaras de vereadores.

A Frente Parlamentar da AL reúne as deputados Fernanda Pessoa (PR), Eliane Novais (PSB), Bethrose (PRP), Mirian Sobreira (Pros), Rachel Marques (PT), além dos deputados Professor Teodoro (PSD) e Antonio Carlos (PT), esse último suplente.

(PSB)