Blog do Eliomar

Últimos posts

Em plena crise, Câmara dispara gastos com combustível

Pesquisa exclusiva do Ranking dos Políticos mostra que a Câmara gastou R$ 54,5 milhões de reais em combustíveis e lubrificantes entre 2015 e 2017. É o que revela a Coluna Radar, da Veja Online, nesta quarta-feira.

O número é 12% superior se comparado ao triênio anterior, de 2011 a 2014, quando foram dispendidos R$ 48,7 milhões.

A disparada acontece, justamente, durante a eclosão da última recessão.

Ex-ministro da Educação prestigia em Fortaleza lançamento de livro sobre a Reforma do Ensino Médio

O ex-ministro da Educação, José Henrique Paim, vai estar em Fortaleza nesta sexta-feira. Ele participará, a partir das 18h30min, na Livraria Cultura, do lançamento do livro “Os Desafios do ensino médio”.

A publicação, da Editora FGV, conta com artigos do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e do ex-titular da Seduc, Idilvan Alencar, pré-candidato a deputado federal pelo PDT.

No ato, haverá debate sobre a Reforma do Ensino Médio.

SERVIÇO

*Livraria Cultura – Avenida Dom Luís, 100 – Loja 8 – Bairro Aldeota.

(Foto – Divulgação)

A sociedade dos “roedores humanos”

Com o título “Atavismo da miséria”, eis artigo de Irapuan Diniz de Aguiar, advogado e membro da Academia Fortalezense de Letras. Para ele, viver bem, com direitos respeitados, é um bom remédio contra a violência. Confira:

Nas últimas décadas há se agravado a situação de miséria em que vivem os países considerados do terceiro e quarto mundos. Num comportamento paradoxal, organismos internacionais como o BIRD e o FMI, apelam aos governos dessas nações para cuidarem, com maior interesse, das questões sociais enquanto impõem, para concessão de financiamentos, regras fiscais rígidas que inviabilizam a implementação de políticas no setor.

No plano interno, vê-se o governo exortar a sociedade para empreender uma parceria com o fim de erradicar a pobreza, materializando o propósito com a criação de programas como o “Bolsa Família” cujos resultados necessitam de uma maior transparência e acompanhamento a fim de permitir a todos uma correta avaliação de sua eficácia. No âmbito do Legislativo, vêem-se políticos historicamente desvinculados dessas preocupações, defenderem a adoção de medidas de combate à pobreza cujas iniciativas, coincidentemente, são debatidas e aprovadas em anos pré-eleitorais, não havendo como se dissociar seus autores de suas pretensões políticas.

Não estaremos, no Brasil, correndo o risco de um futuro atavismo da miséria? Seria conveniente que os mencionados organismos internacionais e o governo como um todo, refletissem sobre o seguinte fato: experiência feita com ratos criados em viveiros limpos, espaçosos e com abundante comida, provou que eles convivem em paz; porém, diminuindo-lhes os espaços e as condições de ambiente, pelo calor e pela falta de alimentos e aumentando o número de concorrentes, começa o mal estar no grupo e estes roedores passam a se agredir disputando os meios de sobrevivência, chegando a se matarem. Imagine-se, agora, sem analisar aqui os reflexos da seca do Nordeste – um transporte mental de tal quadro para milhares de favelas, cortiços e mocambos existentes nos grandes centros urbanos, com chefes de famílias numerosas desempregados, sem dinheiro, morando num quarto apertado ou debaixo de viadutos, com total falta de higiene pela inexistência ou escassez de água e agasalho, iluminação deficiente, etc – e, acima de tudo, sentindo a carência de alimentos. O que esperar daí? A propósito, alguém já teria procurado fazer um levantamento estatístico sobre o estranho fenômeno ocorrido nos últimos tempos, da relação existente entre o enriquecimento dos bancos e o fechamento ou falência de pequenas empresas, bem como da entrega ou retomada de imóveis financiados por inadimplência e o respectivo crescimento da quantidade de favelas nas capitais, com famílias em condições de vida subumanas? Em números proporcionais, sintomaticamente, parecem correr juntos. E, para se enxergar de perto as realidades e pisar no chão, faz-se necessário um pequeno esforço. De helicóptero, a miséria é apenas um quadro de pintor que não se assina, é obra apócrifa. Informações, gráficos e porta vozes não bastam. Uma realidade: a favela, hoje, não pode ser vista como o cômodo argumento de ser “esconderijo de bandidos”. O barraco, em razão do sufoco em que a sociedade está submetida, passou a ser a residência, o asilo inviolável do indivíduo, que não tem meios de morar melhor e abrigar a família condignamente. Atente-se, ademais, para as “ocupações”, problema social inquestionável, mas, também, por vezes, monitorizadas politicamente por interesses meramente “eleitoreiros”.

Parece-nos que, a continuar nesse ambiente de pressão, sem válvulas de escape, há o risco de, num futuro próximo, a sociedade defrontar-se com uma enormidade de “roedores humanos”, dentre os que escaparem da morte na primeira infância.

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado e membro da Academia Fortalezense de Letras.

Procuradoria Geral do Estado sinaliza com concurso público

461 1

A Procuradoria Geral do Estado quer lançar, ainda neste mês, edital de um novo concurso público. A informação é do titular da PGE, Juvêncio Viana, adiantando que o órgão deve oferecer 10 vagas de procurador para aliviar carências. Ele não deu mais detalhes.

Para concorrer é necessário possuir bacharelado em direito, com registro na ordem dos advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial do cargo é de R$ 16.720,00.

Mantega, em depoimento, culpa filho por investimento na JBS

Em depoimento dado à Polícia Federal no último dia 29, e obtido com exclusividade pela Coluna Radar, da Veja Online, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirma que não sabia que seu filho, Leonardo, havia pedido 5 milhões de dólares ao empresário Joesley Batista.

Esse dinheiro foi injetado em 2012 na Companhia Brasileira de Distribuição de Material Esportivo e Saúde, que tem como nome fantasia Pedala. Leonardo foi sócio da empresa por quatro meses.

Mantega afirma que o filho e Joesley se conheceram casualmente, durante um almoço em São Paulo. “Os dois conversaram um pouco e trocaram cartões”, disse Mantega.

Ele afirma que durante o almoço disse a Leonardo “que preferia que ele não entrasse em contato com Joesley, porque sabia que a empresa na qual Leonardo trabalhava estava em busca de investidores. E receava que isso fosse mal interpretado pelo empresário”.

Segundo o ex-ministro, “somente depois da delação da JBS é que ficou sabendo, pelo próprio Leonardo, que ele acabou procurando Joesley à sua revelia.

Dia dos Namorados deve movimentar R$ 148 milhões

Pesquisa sobre o Potencial de Consumo do Fortalezense para o Dia dos Namorados, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), da Fecomércio do Ceará, aponta: os fortalezenses estão dispostos a comemorar o Dia dos Namorados, a quarta data mais importante para o comércio. De acordo com as projeções, os apaixonados deverão movimentar R$ 148 milhões no comércio local com a compra de presentes, valor 2,0% acima do estimado para a mesma época no ano passado. A informação é do site da Fecomércio

As prioridades para presentes neste ano são artigos de vestuário, itens de perfumaria, relógios e joias e calçados. Além das compras no comércio, a data promete animar o setor de serviços, já que 41,5% dos consumidores também pretendem comemorar a data.

Itens mais procurados

A preferência dos consumidores mostra-se concentrada em seis produtos principais que, juntos, respondem por 86,1% da intenção de compra, com preponderância dos bens de uso pessoal:

a) Os artigos de vestuário: citados por 28,7% dos entrevistados, é a franca preferência das consumidoras (38,9%), do grupo com idade até 20 anos (31,1%) e com renda familiar entre três e seis salários mínimos (31,7%);

b) Os itens de perfumaria: com 17,0% de intenção de compra, tem entre os compradores em potencial os consumidores do sexo masculino (17,1%), do grupo com idade acima dos 36 anos (21,1%) e renda familiar entre três e seis salários mínimos (20,6%);

c) Os relógios e joias: com 14,3% da intenção de compra, terá demanda mais intensa dos consumidores do sexo feminino (15,3%), do estrato com idade até 20 anos (15,2%) e renda familiar acima de seis salários mínimos (17,6%);

d) Calçados e bolsas: com 11,4% de intenção de compra, tem predomínio da demanda pelos consumidores do sexo masculino (16,1%), com idade entre 21 e 35 anos (14,1%) e do grupo com renda familiar acima se seis salários mínimos (16,8%);

e) Bombons, chocolates e trufas: com 8,1% de intenção de compra, são preferidos pelos consumidores do sexo masculino (11,3%), com entre 21 e 35 anos (14,0%) e com renda familiar acima de seis salários mínimos (13,1%);

f) Os aparelhos de telefonia celular: com 6,6% de intenção de compra, são preferidos pelos consumidores do sexo masculino (8,3%), com idade de até 20 anos (7,4%) e renda familiar de até três salários mínimos (7,3%).

Os consumidores pretendem pagar suas compras preferencialmente à vista (56,9% das respostas) e com o cartão de crédito (42,4%). O consumidor está consciente do seu poder de barganha e estará em busca de promoções (44,8% de citação) e fará pesquisa de preços (37,5%), mas a beleza das vitrines e a qualidade do atendimento podem fazer diferença na decisão de compra (ambos com 20,1% de citação).

A pesquisa também revela que 41,5% dos consumidores pretendem comemorar o evento, sendo que 43,2% comemorarão em restaurantes e 28,0% ficarão em casa ou na casa de parentes. Outra: com cada vez menos tempo disponível, o consumidor irá privilegiar a comodidade em suas compras, preferindo o sábado (30,3%) e a sexta-feira (8,4%) como os dias mais prováveis para realizar a compra dos presentes.

PT lançará pré-candidatura de Lula em Minas. Camilo vai?

O PT vai lançar a pré-candidatura de Lula a presidente na próxima sexta-feira, durante ato em Contagem (MG). A informação é do senador José Pimentel, adiantando que o evento contará com a participação de toda a bancada federal petista, de parlamentares estaduais e de dirigentes petistas

Pimentel adianta que os cinco governadores da legenda estão sendo convocados para o ato. Camilo Santana vai? Eis a dúvida.

A convocação para esse encontro pró-Lula soa como uma espécie de teste de fidelidade.

(Foto – Heinrich Aikawa/Instituto Lula)

Jair Bolsonaro tenta adiar julgamento no STF

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), publica O Globo desta quarta-feira, vem fazendo manobras para tentar adiar seu julgamento no STF para depois das eleições de outubro. Ele é réu em duas ações penais por ter dito para a deputada petista Maria do Rosário, em 2014, que ela não merecia ser estuprada por ser feia.

Dificilmente o caso irá à pauta antes do pleito, registra a reportagem.

“Há um recurso nas mãos do relator, ministro Luiz Fux, para que as testemunhas sejam dispensadas, o que aceleraria o processo. O magistrado pode decidir sozinho ou levar a questão à Primeira Turma da Corte.”

Fiec é contra tabela do frete mínimo proposta por Temer

A Federação das Indústrias do Ceará mandou nota para o Blog, nesta quarta-feira, posicionando-se contra a tabela de frete mínimo que o governo Temer quer criar, via Medida Provisória. Confira:

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) se manifesta contra a Medida Provisória nº 832/2018, que instituiu a Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas e resultou na edição da Resolução ANTT nº 5820/2018, que estabeleceu uma tabela de fretes no modal rodoviário. Em um momento tão delicado como o enfrentado pela economia do Brasil, o tabelamento de preços de frete é uma atitude lamentável e só gera insegurança jurídica para o setor produtivo nacional.

A política proposta pela MP 832 é uma clara afronta ao art. 170 da Constituição Federal, que trata da livre-iniciativa, e ao artigo 36 da Lei nº 12.529/11 – Lei da Concorrência, impedindo a livre negociação entre as partes. A Resolução da ANTT apresenta uma série de distorções na metodologia de cálculo do frete, que são extremamente danosas para a região nordeste. Cita-se como exemplo a exigência da cobrança em dobro nos casos em que não existe carga de retorno. Os fluxos logísticos da região nordeste diferem das outras regiões e impedem que o contratante fique responsável pela garantia da carga de retorno. Ademais, não há clareza sobre como isso será fiscalizado, dando margem à abusos por parte dos caminhoneiros.

Por fim, cumpre destacar que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE e o próprio Ministério da Fazenda já possuem posicionamentos contrários ao tabelamento de fretes, que geram aumento de preços ao consumidor e elevam os custos em praticamente toda a economia. A consequência imediata da manutenção dessa política é a perda da já prejudicada competitividade do setor produtivo, que utiliza deste modal. Portanto, é de suma importância para a retomada das atividades econômicas que essa Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas seja imediatamente revista pelo Governo Federal.

Fortaleza – CE, 06 de junho de 2018

*Sistema FIEC

O caso da aliança informal entre o PDT e o MDB no Ceará

Com o título “A polêmica real e a polêmica vazia”, eis artigo do jornalista Guálter George, que pode ser conferido também no O POVO desta quarta-feira. Ele analisa a composição política feita entre o PDT de Cid Gomes e o MDB do senador Eunício Oliveira. Confira:

Conclusão rápida: não houve e dificilmente haverá rompimento. Eunício Oliveira (MDB) continua tão aliável quanto antes do grupo político que funciona no Ceará em torno da liderança do governador Camilo Santana (PT) e do seu antecessor Cid Gomes (PDT), um de olho na reeleição e o outro potencialmente candidato a uma vaga de senador pelo Ceará em 2018. O que está na mesa é, de verdade, apenas um cálculo eleitoral sobre a conveniência de abrir espaço no palanque ao representante de um partido que, formalmente acolhido, pode representar um incômodo para Ciro Gomes, um quarto interessado de peso nas conversas devido à sua campanha à Presidência da República, que mantém emedebistas entre os alvos prediletos.

O mais que se disser, ou não disser, da movimentação nos últimos dias em torno da montagem do palanque majoritário governista será apenas jogo de cena. Camilo permanece interessado no apoio de Eunício, que continuará trabalhando para superar dificuldades expressas por Cid Gomes, que manterá seu esforço de conseguir um arranjo político local que não arranhe os planos presidenciais do irmão Ciro. A soma de tudo será uma aliança entre eles, formal ou informal, sustentada ou não por detalhes legais. Não há mistério na história, ou, pelo menos, não deveria.

É pura filigrana política discutir se a aliança se dará em torno de um só palanque, porque o importante da questão reside no interesse real que moverá os atores políticos envolvidos. A tese de uma candidatura apenas ao Senado pela coligação liderada por Camilo, por exemplo, tem tudo a ver com os interesses de Eunício, já que serão duas vagas em disputa. Portanto, optar por esse caminho será coisa de aliado, ao contrário do que o barulho tenta fazer crer.

*Guálter George,

Editor de Política do O POVO.

Prefeito sanciona lei que beneficia taxistas “rendeiros”

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) sancionou, na manhã desta quarta-feira, no entorno da Arena Castelão, a lei que criou as 3.100 novas vagas de táxi que deverão beneficiar os conhecidos rendeiros (motoristas que trabalham para donos das vagas de táxi). Ele atende a uma reivindicação antiga dos que trabalhavam nesse tipo de condição.

Durante o ato, muitos rendeiros se emocionaram. Alguns dos seus familiares chegaram a abraçar o prefeito como forma de agradecimento, pois, a partir daquele momento, deixariam de pagar “aluguel” pelo vaga.

Que esse tipo de expansão de vagas prossiga. E não fique só neste ano, que é de eleições.

(Foto – Leitor do Blog)

Inflação para famílias com renda mais baixa fica em 0,6% em maio

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação de preços da cesta de compras para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, ficou em 0,6% em maio deste ano. A taxa ficou acima do 0,31% registrado em abril. O dado foi divulgado hoje (6) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

De acordo com a FGV, o IPC-C1 registrou, em maio, taxa acima do Índice de Preços ao Consumidor Brasil (IPC-BR), que mede a inflação para todas as faixas de renda e que ficou em 0,41% no mês.

O IPC-C1 acumula taxas de inflação de 1,49% no ano e de 1,58% em 12 meses. Em 12 meses, o IPC-C1 ficou abaixo dos 2,87% acumulados pelo IPC-BR.

Cinco das oito classes de despesas componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação de abril para maio: habitação (de 0,23% para 1,02%), transportes (de -0,16% para 0,64%), alimentação (de 0,25% para 0,50%), comunicação (de -0,18% para -0,06%) e vestuário (de 0,32% para 0,35%).

Por outro lado, três grupos tiveram quedas na taxa: saúde e cuidados pessoais (de 1,32% para 0,66%), educação, leitura e recreação (de 0,15% para -0,37%) e despesas diversas (de 0,29% para 0,11%).

(Agência Brasil)

40% das rodovias federais do Ceará precisam de manutenção

146 2

Quarenta por cento das rodovias federais do Ceará estão precisando de manutenção. A informação é do superintendente estadual do Dnit, Francisco Caminha.

Ele se encontra em Brasília em busca de recursos “A gente precisa de pelo menos R$ 100 milhões para esse serviço”, mas é não é nada otimista quanto à liberação da verba neste ano.

Caminha, que já foi deputado estadual, até dá a impressão de desmotivação. Não será surpresa se deixar o cargo antes do fim da festão de Temer.

PT de Fortaleza vai passar para controle de aliado de Luizianne Lins

878 1

O PT de Fortaleza vai mudar de comando a partir do próximo dia 22. Na data, o atual presidente da legenda, o vereador Acrísio Sena, passará a presidência para o ex-vereador Deodato Ramalho, que integra a ala da ex-prefeita e deputada federal Luizianne Lins.

A mudança faz parte de um acordo entre as alas petistas que, para evitar rachas, após troca de acusações de fraudes e interferências externas, resolveram dividir o mandato. Acrísio cumpriu um ano e Deodato concluirá o restante do mandato, mais um ano, portanto.

A chegada de Deodato ao comando petista dá um upgrade principalmente em Luizianne, no momento em que se afunila o processo de definições sobre a sucessão estadual. Ela apoia a reeleição do governador, como sempre tem dito, mas avisa que a direção nacional indicou que o PT deve manter a vaga de senador nos Estados onde já ocupa essa posição É o caso do Ceará, onde José Pimentel, por sinal, avisa que está disposto a postular a reeleição ao Senado.

Luizianne também defende que Lula seja candidato a presidente da República, mesmo na cadeia, enquanto Camilo tem sempre sinalizado que o apoio a Ciro deveria ser acertado para que o PT, aguardando Lula, não sofresse mais desgaste ou esvaziamento político.

DETALHE – Luizianne, por sinal, já foi recebida, na Residência Oficial, pelo governador Camilo Santana, mas pouco se sabe do resultado da conversa.

(Foto – PT)

A Política da gambiarra e as eleições 2018

Confira a Coluna Política, assinada nesta quarta-feira, no O POVO, pelo jornalista Henrique Araújo. Principalmente o tópico “A política da gambiarra e as eleições”.

Aliança política também é feita de gambiarra. É o que se vê agora, por exemplo. Eunício Oliveira (MDB) diz que sim, Ciro Gomes (PDT) diz que não e Cid (PDT) fala que talvez, quem sabe, na frente a gente conversa etc.

A cizânia, claro, é eleição. Cabe um emedebista na chapa de Cid e Ciro? O ex-governador tem sugerido que a presença do presidente do Senado é tóxica à candidatura presidencial do irmão, hoje prioridade para o grupo no Estado.

De fato. Cid tem razão. Estrategicamente, é disparatada qualquer hipótese de coligação com um partido que apoiou o que Ciro vem trovejando aos quatro ventos como “golpe”, ou seja, o impeachment de Dilma Rousseff. E Ciro tem sido até desinteligente nesse ponto, reiterando esse discurso num momento em que até o PT já deixou de lado a narrativa golpista e Lula costura dobradinhas em estados do Nordeste com parlamentares da legenda que deram sustentação crucial à derrubada da petista.

Para Ciro, todavia, é interessante manter certo escrúpulo, como a dar a entender que ele, sim, é homem de esquerda, o que o ajuda a vender-se como oposição a Michel Temer (MDB) e a estabelecer conexões com siglas como PSB e PCdoB. É inteligente como tática eleitoral.

E aí vem Eunício melar os planos ciristas. Que fazer, então? O grupo dos Ferreira Gomes acha que encontrou uma saída ideal: que tal se, oficialmente, afirmarmos que não há aliança com o MDB, mas, extraoficialmente, abrirmos espaço para que o governador Camilo Santana (PT) se encarregue de jogar sozinho a água no moinho eunicista?

Também parece uma estratégia inteligente. Apenas parece. Para dar certo, depende de uma combinação de variáveis que incluem o PT, a oposição e, último caso, os eleitores. Num estado majoritariamente lulista como o Ceará, a quem caberá carregar o ônus de pedir votos para Eunício?

(Foto – Iana Soares)

Cearense entra com ação popular para barrar mudança no estatuto da Caixa que flexibiliza nomeações

O governo federal quer alterar o estatuto da Caixa Econômica Federal para ter condições de promover nomeação de diretores da Instituição que não sejam funcionários de carreira da Instituição.

Para barrar essa medida, o advogado cearense Deodato Ramalho, ex-vereador que, dai 22 próximo, assumirá como presidente do PT de Fortaleza, entrou com uma ação popular para “impedirmos essa ação temerista e nociva contra a Caixa”.

Deodato, em nota enviada para o Blog, comentou: “Fico aqui matutando sobre o histérico e infundado discurso contra o aparelhamento do estado pelo PT”

Ele deu entrada na ação popular junto ao Tribunal Regional Federal, da 5ª Rergião.

.

Tite libera sexo para jogadores da Seleção Brasileira durante a Copa. Mas só nas folgas

Londres – Cada técnico sabe onde seu calo aperta. Joachim Löw, à frente da Alemanha, impôs a abstinência sexual aos seus jogadores, de olho no quinto título mundial. Tite, pelas bandas da CBF, resolveu fazer diferente, não ser tão duro com a seleção brasileira. As relações estão liberadas nas folgas. Até agora foram dois períodos de descanso, desde que os jogadores começaram a se apresentar na Granja Comary, sempre depois de uma semana de trabalho. Neles, o amor esteve no ar.

Ainda não há uma programação exata de quantos dias fora da concentração os jogadores terão direito durante a Copa do Mundo. A folga da última segunda-feira, por exemplo, só começou a ser desenhada no fim de semana. O que já está definido é o que eles podem fazer durante esse período. Em termos de sexo, não há restrições. O médico Rodrigo Lasmar, entre um leve sorriso envergonhado, garantiu que a questão não é vista como delicada dentro da seleção.

– Acho que isso não pode ser encarado como tabu. Sexo é natural, faz parte, são jovens jogadores, com saúde perfeita – lembrou o médico da seleção: – Nada mais natural que eles façam no seu momento de folga, que tenham a folga no ponto de vista físico, na questão mental, da pressão que existe dentro de uma preparação para a Copa do Mundo. Para nós, não será nenhum problema.

Nos períodos de concentração, a regra é clara: amor, somente o fraternal. Os jogadores são proibidos de levar parceiras ou parceiros para os quartos, não importam onde estejam. Nos hoteis onde a seleção ficará hospedada haverá espaços reservados para os encontros com familiares e amigos. Mas a intimidade nesses casos não deve passar daquela que se costuma ter em público.

Na última folga, os jogadores usaram as redes sociais para mostrar um pouco do que fizeram fora do centro de treinamento do Tottenham. Allison esteve com a filha Helena, de pouco mais de um ano, Willian recebeu Neymar e Philippe Coutinho em seu restaurante em Londres. Paulinho postou uma foto de sua mão e da mão da esposa juntas, no que parecia ser um restaurante.

– Folga é folga. Tem que descansar e cada um faz o que acha melhor para si. Todo o trabalho necessita de folga e descanso. Viemos de uma semana de treinamentos fortes. Na folga, é para aproveitar da maneira possível para voltar forte – destacou o volante.

Quando questionado a respeito se há alguma recomendação em relação à sexo, Paulinho encerrou a entrevista: “Não preciso nem dar resposta, né?”.

(Jornal Extra)

Escritora cearense integra júri internacional

A escritora Socorro Acioli, de “A cabeça do santo” e “Diga Astrasgud”, foi anunciada recentemente como integrante da edição 2019 do júri do NSK Neustadt Prize, dos Estado Unidos, uma das premiações mais importantes voltadas ao universo da literatura infantil. A lista de nove votantes é formada, além de Socorro, por autores dos Estados Unidos, Irlanda, Canadá e México.

“É um prêmio de muito prestígio, e estar nesse júri foi uma experiência incrível para mim. Recebi o livro dos autores finalistas e tive a oportunidade de conhecer uma gama de escritores que eu não conhecia”, reconhece Socorro, que já foi publicada nos Estados Unidos, na França e no Reino Unido.

Seu primeiro romance, A cabeça do santo, foi finalista do Los Angeles Times Book Prize, além de ter sido selecionado como um dos 50 melhores livros de 2017 pela Biblioteca Pública de Nova York. “Sempre que acontece algo assim, um trabalho fora do Brasil, me sinto com a missão e responsabilidade de não ser só pessoa física, mas de representar o meu país e, principalmente, a minha língua”, conta ela, que está preparando um novo romance.

Os finalistas do NSK Neustadt Prize devem ser divulgados ainda durante este mês, e o vencedor será revelado em outubro. O prêmio, que existe desde 2003 e tem caráter bienal, já foi laureado a oito escritores.

Socorro Acioli participa do Festival Vida&Arte, em Fortaleza, relançando seu último livro, Diga Astrasgud (Editora Dummar). O evento está marcado para o domingo, 24, a partir das 15 horas, no Café Lúcia Dummar, no Centro de Eventos do Ceará.

(O POVO – Repórter Jáder Santana)

Em Minas, eleição para o Senado pode reeditar disputa presidencial de 2014

Em Minas Gerais, a disputa pelas duas vagas no Senado na eleição deste ano poderá ser uma reedição do segundo turno da campanha presidencial de 2014 e colocar, quatro anos depois, a presidente cassada Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) novamente em campos opostos de uma disputa eleitoral.

Nenhum dos dois, nem seus partidos e interlocutores, entretanto, bate o martelo sobre uma eventual candidatura.

A situação de Aécio é mais complicada. Réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva e obstrução de Justiça e alvo de outros sete inquéritos na Corte, o senador enfrenta dificuldade para encontrar apoio de aliados. No PSDB mineiro, há quem defenda que Aécio tente uma vaga na Câmara ou, numa situação extrema, deixe de concorrer a um cargo eletivo este ano.

(Com Agências)