Blog do Eliomar

Últimos posts

Deputados questionam custo e destinação das 12 arenas da Copa

Passada a Copa do Mundo, alguns deputados buscam agora um balanço final sobre os custos das 12 arenas reformadas ou construídas para o evento e sobre a destinação que será dada aos estádios de Brasília, Cuiabá e Manaus.

O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) disse que vai questionar os tribunais de contas e outras autoridades responsáveis sobre os indícios de superfaturamento apurados antes da Copa e sobre o uso das arenas. “Como é que vai ser agora, por exemplo, a Arena de Manaus que não tem um futebol vibrante, competitivo – com todo respeito, eu conheço o futebol do Fast, o Nacional, o Rio Negro de Manaus – sei que tem futebol no Amazonas, mas não que justifique ocupação de um investimento [desse porte].”

O estádio nacional Mané Garrincha, em Brasília, foi orçado inicialmente em cerca de R$ 700 milhões; mas teria custado o dobro. Os responsáveis pela construção afirmam, porém, que o custo inicial não envolvia a obra completa e o contrato original recebeu vários aditivos.

O líder do governo, deputado Henrique Fontana (PT-RS), afirma que os estádios foram concebidos como arenas multiuso. “Aliás, se elas não fossem um bom negócio, as empresas que as construíram seguramente não as teriam feito. Fizeram com o objetivo de obter lucro, as empresas não fizeram as arenas só para a Copa. Fizeram para utilizar toda a sua área comercial, toda a potencialidade para diferentes usos”.

(Agência Câmara Notícias)

Doze homens e um destino: Camilo

eleições 2014 pt 0719 cariri

O candidato ao Governo do Estado da coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo Santana (PT), visitou na noite desse sábado (19) a Expocrato, na Região do Cariri. Segundo a assessoria do candidato, 12 prefeitos do sul do Estado acompanharam Camilo Santana em uma das maiores exposições agropecuário do Nordeste, entre eles o tucano Francisco Sampaio, de Abaiara.

Camilo Santana esteve acompanhado ainda da vice Izolda Cela e do candidato da coligação ao Senado, Mauro Filho (Pros).

Na terça-feira (22), Camilo Santana reunirá em Fortaleza os vereadores da base aliada do prefeito Roberto Cláudio, no Hotel Praia Centro, na Praia de Iracema.

(Foto: Divulgação)

Eliane Novais faz panfletagem na Arena Castelão

eleições 2014 psb 0720 castelão

A candidata do PSB ao Governo do Ceará, Eliane Novais (PSB), voltou a defender o fortalecimento da segurança hídrica e na ampliação da cobertura de esgoto, na manhã deste domingo (20), em panfletagem na Arena Castelão, durante a disputa da final do torneio de futebol da Cagece.

Para a candidata, o bom atendimento à população passa pela qualificação dos servidores da Cagece e pela realização de concurso público.

(Foto: Divulgação)

Aliados de Cid ouvem críticas de Eunício à pasta de Ciro

235 1

eleições 2014 pmdb 0719 camocim

Para o candidato da coligação “Ceará de Todos” (PMDB / PR / PSDB / DEM / PPS / PRP / PSC / PSDC / PTN), Eunício Oliveira, o governo do Estado tem investido em áreas como a Saúde e a Segurança Pública, mas os resultados não chegam à população por falta de gerenciamento e ausência de especialistas como titulares das pastas.

“A saúde no Ceará é uma das piores do Nordeste, conforme dados do Ministério da Saúde, pois só ficamos na frente da Paraíba. O diagnóstico é claro: falta de gestão”, comentou Eunício, na noite desse sábado (19), durante caminhada de quatro quilômetros em Camocim, Litoral Leste do Estado, a 347 quilômetros de Fortaleza. “Como governador, irei nomear para a Secretaria de Saúde alguém que conheça e entenda dessa área tão importante para a população”, ressaltou.

eleições 2014 pmbd 0719 camocim

Segundo a assessoria do candidato, cerca de 10 mil pessoas acompanharam a caminhada da coligação “Ceará de Todos”, entre as quais o ex-governador Lúcio Alcântara (PR) e os aliados do governo Cid Gomes, os deputados José Airton (PT) e Gony Arruda (PSD), esses últimos com presenças no fim do evento.

As críticas do candidato ecoaram em meio à população presente na caminhada. A dona de casa Marinalda Araújo lamenta a gravidade da saúde no município, além do abandono do turismo, que era a principal fonte de renda da cidade.

(Fotos: Divulgação)

Esclarecendo

Em nota enviadas para o Blog, o deputado federal José Airton esclarece: não procede que ele esteve participando desse evento político em Camocim. Ele diz que foi apenas parabenizar a ex-primeira dama do município e que esteve na casa da aniversariante e não foi á caminhada pela cidade. Diz que quando chegou para parabenizar Euvaldete Ferro, o ato político já havia terminado.

Rússia contesta acusações dos Estados Unidos

O governo russo contestou nesse sábado (19) declarações de autoridades norte-americanas que atribuiriam a rebeldes pró-Rússia a responsabilidade pela queda de um avião da Malaysia Airlines, quinta-feira (17), no Leste da Ucrânia, supostamente abatido por um míssil.

“Os comunicados dos representantes da administração americana são uma prova da percepção profundamente aberrante de Washington sobre o que se passa na Ucrânia”, disse às agências noticiosas russas o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Serguei Riabkov. “Apesar do caráter evidente e indiscutível dos argumentos fornecidos pelos rebeldes e por Moscou, a administração americana continua a perseguir os seus próprios objetivos”, acrescentou.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia manifestou “perplexidade ao ver representantes oficiais de certos países apressarem-se em fornecer suas versões da catástrofe, influindo assim no prosseguimento do processo”.

Na sexta-feira (18), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que o avião malaio foi abatido por um míssil disparado de uma zona controlada por separatistas pró-russos. Enquanto isso, continuam a ser emitidas acusações mútuas por autoridades ucranianas e pelos rebeldes que controlam parte do Leste do país.

(Agência Brasil)

EUA reagem politicamente contra Brics

138 5

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (20):

Os Brics institucionalizaram mecanismos de suporte econômico-financeiro aos países em desenvolvimento, aliviando mais o cabresto que lhes é imposto pelas atuais instituições financeiras dominadas pelos interesses políticos e econômicos dos EUA.

Por isso, o governo americano reagiu imediatamente contra a ousadia dos que pretendem trilhar caminho próprio e retaliou imediatamente a Rússia com novas sanções, tentando isolá-la. Não será fácil, diante dos sinais de mudança em curso na correlação de forças.

A Ucrânia é apenas o pretexto usado por Washington para tentar isolar a Rússia e sabotar o surgimento de um novo polo de poder mundial. Por isso, o Pentágono não teve escrúpulos em apoiar o golpe de estado comandado por neonazistas contra o governo legítimo da Ucrânia.

Agonia

148 1

Em crônica enviada ao Blog, o jornalista Nicolau Araújo faz homenagem ao Dia do Amigo, neste domingo (20). Confira:

Era noite da véspera do casamento da sinhazinha Maria com o seu noivo Alberto, quando ouvi um barulho na janela do quarto da noiva, que ficava na parte de cima da casa.

Com cuidado, subi as escadas e entrei escondido no quarto. Era Alberto, que forçava a janela segurando um crucifixo em uma das mãos.

– Eu não falei que encontraria o crucifixo de minha mãe! Sorriu o satisfeito noivo, diante da preocupada noiva, que temia em interromper o sono do pai, coronel Andrade, famoso no sertão por preservar o moral e os bons costumes, além de já ter surrado mais de cinquenta homens, dentre os quais cinco ex-noivos da sinhazinha.

– Pois é. Tive que cometer esta ousadia em invadir o seu quarto para manter a tradição da minha família. Noiva na minha família tem que casar com este crucifixo para ter um lar feliz. Foi assim com minha tataravó, com minha bisavó, minha avó, com mamãe e agora você! Sorriu novamente o noivo, com a sensação da missão cumprida.

– Você é louco, quer acordar o meu pai?! Não dava para esperar pela manhã? Desesperou-se a noiva, tratando de empurrar o noivo de volta para a janela.

– Calma, você sabe que eu sou supersticioso. O noivo não pode ver a noiva no dia do casamento, antes da cerimônia. Além disso, seria muito azar o seu pai acordar. A gente não está fazendo nada… Justificou Alberto.

– Que barulheira é essa, aí? Gritou um vozeirão do outro lado da parede, já se deslocando para o quarto da sinhazinha.

Naquele instante não sei o que estrondava mais, se as passadas do coronel, com seus dois metros de altura e 140 quilos de peso, ou se as aceleradas batidas dos corações dos noivos.

Com um metro e sessenta e cinco centímetros de altura e pouco mais de sessenta quilos de peso, Alberto saltou para debaixo da cama de sinhazinha, como um campeão olímpico de mergulho. Ao cruzar seu olhar com o meu, o noivo quase não consegue sufocar o grito de pavor.

– Que murmúrios eram esses que eu ouvi do meu quarto? Reclamou o coronel, com um chicote na mão.

Com as mãos trêmulas, olhar assustado e apertando o crucifixo contra o peito, sinhazinha gaguejou: – Eu apenas estava rezando para a felicidade de nossa família, painho…

Olhando para os quatro cantos do quarto e com uma respiração ofegante, o coronel insistiu: – Antes de entrar no quarto eu ouvi um barulho debaixo desta cama, vamos ver o que é…

Antes que o terror aumentasse, sai debaixo da cama e comecei a fazer a maior bagunça no quarto, inclusive rasgando o tapete persa pelo o qual o coronel pagou uma fortuna.

– Cachorro maldito! O que você faz no quarto da minha filha, quando deveria estar cuidando da segurança da fazenda?! Chutou-me o coronel para fora do quarto, ainda aplicando-me duas seguras chicotadas.

No dia seguinte não me surpreendi ao ficar de fora da festa que salvei. Preso no canil, sentia o cheiro do churrasco no ar. Porém, quase no final da festa, não pude esconder a emoção ao ver sinhazinha Maria e o seu noivo Alberto entrarem no canil com um grande pernil de porco. Senti-me recompensado.

Pesquisa mostra Dilma com 31,6%, Aécio com 21,1% e Campos com 7,2%

Pesquisa encomendada pela revista IstoÉ ao Instituto Sensus mostra ligeira queda na intenção de voto dos três principais candidatos à Presidência da República. O levantamento, feito entre os dias 12 e 15, em 136 cidades de 14 estados, mostra que, na consulta estimulada, a intenção de voto em Dilma Rousseff (PT) caiu para 31,6% dos votos. Na pesquisa anterior, a presidenta tinha 32,2%.

Aécio Neves (PSDB) caiu de 21,5% para 21,1% e Eduardo Campos (PSB) passou de 7,5% para 7,2% nas intenções de voto. A margem de erro da pesquisa é 2,2%. A vantagem de Dilma aparece nas respostas espontâneas. Quando perguntado em quem votaria, sem que nenhum nome seja apresentado, a petista aparece com 21% contra 9,8% do tucano. Campos aparece com 3,2%.

Os números apontam empate técnico entre Dilma e Aécio em um provável segundo turno. Os candidatos teriam 36,3% e 36,2% de intenção de votos, respectivamente. Se o embate fosse com Eduardo Campos, Dilma teria 38,7% e o ex-governador de Pernambuco 30,9%. No levantamento anterior, a petista obteve 37,5% e o pernambucano 26,9%. A diferença entre eles diminuiu: de 10,6 para 7,8 pontos percentuais. Indecisos, nulos, em branco ou que não responderam totalizam 30,4%, ante 35,6% do levantamento do mês passado.

A avaliação do governo apresentou queda em relação à pesquisa anterior, quando 34,2% dos entrevistados responderam que era positiva. Agora, 32,4% avaliaram positivamente o governo. Em contrapartida, cresceu o percentual dos que consideram o governo regular, passando para 36,4% ante 29,1% da pesquisa anterior. O número de entrevistados que considerou o governo ruim também caiu. Antes, 36,4% avaliaram como negativo. Agora, o percentual baixou para 28,5%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR – 00214/2014.

(Agência Brasil)

CPI Mista da Petrobras terá reunião na quarta-feira

Presidente das duas comissões parlamentares de inquérito que investigam denúncias de irregularidades na Petrobras, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) informou que os trabalhos investigativos vão prosseguir no período em que não houver sessões deliberativas no Congresso Nacional.

A CPI Mista da Petrobras tem reunião prevista para a próxima quarta-feira (23). Deputados e senadores vão ouvir o secretário de Controle Externo da Administração Indireta do Tribunal de Contas da União, Osvaldo Vicente Cardoso Perrout.

Vital do Rêgo disse que a decisão de não interromper os trabalhos das duas CPIs foi tomada por seus integrantes, como uma resposta ao desejo da sociedade de ver as denúncias apuradas.

– Os companheiros entenderam que deveriam manifestar ao país o desejo de investigar profundamente as questões que nos são apresentadas e que são de nossa responsabilidade – disse Vital do Rêgo.

(Agência Senado)

Morre o publicitário cearense Xyco Theophilo

foto xyco theophilo

Morreu na tarde deste sábado (19) o publicitário cearense Xyco Theophilo, aos 67 anos. Considerado um dos ícones da publicidade cearense, Xyco morreu de choque séptico, no hospital São José, onde estava internado desde o início da semana. Ele era dono agência Terraço.

Cadeirante, ele lutava pelos direitos das pessoas com deficiências e foi um dos fundadores da Onedef (Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos).

“Xyco era muito vivido. Ele foi a única pessoa que eu vi fazer um avião esperá-lo. Ele dizia que ainda iria surfar no Havaí, antes de morrer. Em suas palestras, Xyco costumava dizer que era jornalista por formação, publicitário por vocação e empresário por descuido”, disse o amigo Marcilio Midia, que trabalhou com o publicitário durante 28 anos.

Amigo de infância dos filhos de Xyco, o pastor evangélico Jônatas Cavalcante, 37, também lamenta a perda do publicitário. “A garra, a perseverança, o entusiasmo do ‘seu Xyco’ sempre foram agentes motivadores em minha vida. Ele superou limites em uma cadeira de rodas. Limites sociais, profissionais e espirituais”, conta. Jônatas conta ainda que sempre quis trabalhar ao lado de Xyco. “Infelizmente ficou apenas no sonho. Apesar de ser ensinado por horas em sua própria casa”, relata.

Xyco Theophilo deixa esposa, quatro filhos e quatro netos, além de vários amigos. O velório está marcado para o início da noite deste sábado, na Funerária Ternura. O enterro será neste domingo (20), no Cemitério Parque da Paz.

(O POVO Online)

Livro Itinerário da Violência ganha segunda edição

Após 36 anos, será lançada a segunda edição do livro “Itinerário da Violência”, de autoria do deputado Paes de Andrade. A iniciativa é do gabinete do deputado Daniel Oliveira. O selo agora é da Edições Livro Técnico, de Sérgio Braga, e a nova edição está sendo organizada pelo jornalista Francisco Bezerra e o escritor Juarez Leitão.

O livro foi um dos maiores libelos contra a ditadura militar implantada no Brasil com o Golpe de 1964. Paes, ao lado de emedebistas históricos como Chico Pinto, Fernando Lira, Alencar Furtado,Marcos Freire, Lysâneas Maciel entre outros, fundou o chamado grupo dos autênticos, bloco parlamentar eleito em 1970 e que desempenhou papel decisivo para a derrubada do regime militar.

A reedição sai em ano emblemático, pois 2014 marca 50 anos do Golpe de Estado, que derrubou João Goulart, e 35 anos da Lei da Anistia.

Banco amigo. De quem?

Em artigo no O POVO deste sábado (19), o médico, antropólogo e professor universitário Antonio Mourão Cavalcante critica a diferença de tratamento do Banco do Nordeste para empresários e agricultores. Confira:

O jornal O POVO, na sua coluna de Economia (11.7.2014) traz a manchete: “Venda do Esplanada deve ser finalizada com desconto de R$ 20 mi.” Isso mesmo, no lugar de pagar R$ 80 milhões, o comprador levará o imóvel por R$ 60 milhões. É que uma resolução do Banco Central Nº 4314/14 autorizou a renegociação da dívida contraída pelo grupo português Dorisol, sem a incidência de multa, mora e encargos. Free. Limpo. Fiche! Quem se habilita? Parece que o grupo M. Dias Branco teria fechado o contrato de compra do ex-Hotel Esplanada.

Diz, ainda, a matéria assinada pela jornalista Neila Fontenele: “Fontes do Banco do Nordeste afirmam que não há nenhum tipo de prejuízo para o FNE com a renegociação das dívidas, já que serão retirados apenas os encargos.”(sic!). O apenas aí deve ser força de expressão: importa em R$ 20 milhões. E, não é prejuízo. Obviamente, para bom entendedor: ninguém vai pagar esse troço!

Desculpem, mas eu não entendo muito de economia. Devo estar absolutamente enganado e até cometendo injustiça. Mas, não tem culpado? Vem cá, quanto foi dado ao grupo Dorisol, posto que ele comprou o referido imóvel? Foi o BNB que emprestou a grana? A garantia era o próprio objeto comprado? Nesses tipos de “negócios” o Banco do Nordeste não avalia a capacidade de endividamento do cliente? Pela internet é fácil verificar que o grupo Dorisol tem outros empreendimentos hoteleiros (quatro hotéis e uma pousada na Ilha da Madeira, Funchal), além de um hotel no Brasil – Dorisol Recife Grand Hotel.

Por que a postura do BNB tem sido tão diferente, quando se compara com o tratamento imposto aos pobres agricultores espalhados por todo Nordeste? Estes têm suas fazendas, gado e pertences tomados pelo referido órgão creditício, sem piedade. Fala-se que hoje o BNB seria o maior proprietário de terras nessa região do país. Tudo recolhido de falidos agricultores nordestinos, que não conseguiram honrar seus empréstimos. Seria uma política de dois pesos?

Como humilde brasileiro, fico pensando na necessidade desses bancos de desenvolvimento serem mais transparentes em suas ações. Que os culpados sejam apontados e punidos. Não cabe, num país que se diz republicano, esse tipo de protecionismo caviloso e imoral.

Vigilante agoniza e morre em frente a hospital particular

378 6

foto omissão socorro são paulo

O vigilante Nelson França, 48, morreu em frente a um hospital, em São Paulo, após agonizar por mais de uma hora, em pedido de socorro. Testemunhas afirmaram à Polícia que o atendimento foi proibido por um enfermeiro, que informava ao vigilante que o hospital era particular.

Ele chegou ao hospital após passar mal no interior de um transporte coletivo. O cobrador do transporte deixou o vigilante na porta do hospital e alegou que ele estava com fortes dores. Dois enfermeiros tentaram iniciar o atendimento, mas teria sido impedidos por outros enfermeiro, de acordo com as testemunhas.

Somente depois que o vigilante parou de se movimentar, segundo ainda as testemunhas, foi que o enfermeiro que havia proibido o atendimento e um médico se aproximaram do corpo. O enfermeiro foi levado a uma delegacia e afirmou que todos os procedimentos de socorro foram realizados.

O caso está sendo investigado como crime de omissão de socorro.

(com agências)

Senado aprova projeto que obriga a presença de farmacêuticos em drogarias

O Senado aprovou projeto que torna obrigatória a presença de um farmacêutico em drogarias, durante todo o horário de funcionamento. O presidente do Conselho Federal de Farmácia, Walter Jorge João, explica que, após a sanção da lei, as farmácias deixarão de ser apenas estabelecimentos comerciais e passarão à condição de prestadoras de serviços de assistência à saúde.

Medir pressão, glicemia, aplicar soro e vacinas estão entre os exemplos de serviços que o Projeto de Lei do Senado 41/1993, aprovado no dia 16, permite que sejam prestados nas farmácias. Walter Jorge explica que a legislação vigente não proíbe que os farmacêuticos prestem os serviços, porém, a vigilância sanitária impede a execução.

“Vamos poder verificar e controlar a pressão arterial, orientar a manutenção da pressão ou encaminhar ao posto de saúde, caso haja necessidade. Poderemos também recomendar remédios que não precisam de prescrição médica, entre outros serviços”, exemplificou o presidente.

O projeto, que estava há 20 anos no Congresso Nacional, altera a Lei do Controle Sanitário do Comércio de Drogas e Medicamentos (Lei 5.991/1973), que atualmente exige a presença de “técnico responsável inscrito no Conselho Regional de Farmácia”, o que permitiu a interpretação de que esses técnicos podem ser profissionais de nível médio. Além disso, admite a substituição por “prático de farmácia” ou “oficial de farmácia”, em localidades onde falte o profissional exigido.

(Agência Brasil com informações da Agência Senado)

Fortaleza 2040: planos para a cidade

221 2

Em artigo no O POVO deste sábado (19), o prefeito Roberto Cláudio comenta do planejamento da cidade para os próximos anos. Confira:

O planejamento urbano é ferramenta essencial para a boa execução das políticas públicas, para a gestão eficiente dos recursos e para alcançar o principal objetivo do gestor: melhorar a vida das pessoas e garantir uma convivência social equilibrada, com menos desigualdades e mais oportunidades.

Em Fortaleza, as últimas décadas deixaram um passivo de completa ausência de estudos para o diagnóstico de aspectos sociais, econômicos e urbanísticos que ajudassem no próprio planejamento da cidade. Por essa razão é que, desde o início da nossa gestão, apostamos no planejamento como instrumento eficaz e indispensável para discutir e construir a cidade que desejamos. Um desafio político que decidimos enfrentar.

Por meio da criação de um Iplanfor (Instituto de Planejamento de Fortaleza) fortalecido, iniciamos um ousado projeto de planejamento da cidade, tomando por base o que temos de mais valioso: nossa população. Com o Fortaleza 2040, vamos construir um plano de desenvolvimento estratégico para a cidade, de forma coletiva e participativa, ouvindo as pessoas no diagnóstico dos problemas e, a partir daí, planejar a Fortaleza que queremos. É bom destacar que o Fortaleza 2040 é um plano de Estado, alcançando as seis próximas gestões do governo municipal. Daí a importância de ser amplamente discutido e pactuado com toda a sociedade.

Uma cidade planejada pressupõe que sua população se aproprie, de forma contínua, desse plano, modificando-o e fazendo os ajustes necessários, tornando-o tão dinâmico quão dinâmicas são as transformações da cidade, pauta presente no cotidiano das grandes cidades. Para cuidar desse trabalho, criamos o Conselho da Cidade, instância recém aprovada pela Câmara Municipal, por meio de mensagem do Executivo.

Uma das nossas metas é tornar a cidade policentralizada e que permita uma convivência social mais efetiva, onde o cidadão possa, próximo de sua residência, ter ações e equipamentos públicos capazes de atender, não apenas às demandas de emprego e renda, mas também de educação, saúde, lazer, gestão de resíduos sólidos, mobilidade urbana e integração de serviços, além de um plano econômico estruturado e sustentável.

O processo de elaboração do plano vai se desenvolver ao longo dos próximos dois anos, com coordenação técnica da equipe da Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura da UFC. A ideia é tratar a questão do planejamento estratégico como um ciclo pautado no tripé planejar, executar e avaliar as ações postas em prática para, em seguida, voltar a planejar.

Acreditamos que o Fortaleza 2040 será um legado permanente para a cidade, permitindo que a partir das ideias da nossa gente, possamos construir uma cidade mais acolhedora, menos desigual. Sonhamos com uma cidade mais desenvolvida, menos apartada e que ofereça oportunidades a todos. O Fortaleza 2040 será uma contribuição efetiva para a construção dessa nova Fortaleza.

O exemplo pernambucano

124 2

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (19), pelo jornalista Érico Firmo:

A candidatura de Eliane Novais segue as diretrizes da campanha de Eduardo Campos (PSB) e fala também da “nova política”. O programa vai longe no retrospecto histórico do Ceará, desde a colonização e a “civilização do couro”.

Ao falar do futuro, quando aborda a segurança, tem como um dos eixos o “Pacto pela Vida” pernambucano, que reduziu índices de criminalidade. O que não chega a ser muito diferente do que tentou Cid Gomes (Pros) quando nomeou como secretário Servilho Paiva, ex-secretário de Campos e um dos executores do Pacto em Pernambuco.

A sensação de segurança dos apavorados de cima

Em artigo no O POVO deste sábado (19), o jornalista Luiz Henrique Campos avalia os números da violência na Copa. Confira:

Os números de homicídios em Fortaleza no mês de junho indicaram o aumento de 2,3% na quantidade de casos, com 169 registros. Desse total, 112 mortes ocorreram após o dia 12, quando teve início a Copa do Mundo de Futebol. Vale ressaltar que nesse período a capital cearense contou com o reforço de cerca de 7 mil agentes de segurança. Em todo o Estado, o quadro foi ainda pior, com 375 assassinatos, o que tornou junho o mês mais violento do último trimestre de 2014.

É interessante verificar esses dados porque dentre os balanços feitos sobre a estrutura montada para receber a Copa em Fortaleza, constou como positivo o aspecto da sensação de segurança sentida pelas pessoas nas ruas. Ao mesmo tempo se cobrou porque esse modelo de segurança, com mais policiais, não poderia ser adotado no dia a dia da cidade. O fato, é que as estatísticas sobre os homicídios no período nos permitem desmistificar algumas falas que funcionam mais como palavras de ordem, embotando o debate por meio da criação de falsas verdades.

Uma delas é que se pode diminuir a onda de homicídios apenas com a presença de mais policiais nas ruas. Neste tipo de crime, por mais que se ponha agentes de segurança na cidade, será impossível evitá-los. Isso joga por terra outro discurso falacioso de que a culpa por assassinatos pode ser jogada somente nas costas da área de segurança pública, limitando a complexidade da discussão.

Já em relação ao sentimento de segurança no período da Copa, é importante destacar que se não ocorreram homicídios em áreas nobres durante os jogos, o mesmo não se deu em outros pontos menos assistidos de serviços da cidade, o que nos leva a considerar que a sensação das áreas mais ricas não pode servir de parâmetro.

A questão, é que se tivesse havido um assassinato que fosse, de alguém com posição social privilegiada, será que toda esse sensação de segurança não teria desmoronado? Ou alguém acha que crimes semelhantes não têm pesos diferentes? Basta comparar os movimentos dos apavorados dos andares de cima e os gritos surdos dos patamares mais baixos e tirar as conclusões.