Blog do Eliomar

Últimos posts

Moradias não ocupadas pela Prefeitura aguardam decisão de desembargadora, informa o Paço

Da Assessoria de Imprensa do Paço Municipal, recebemos nota, em tom de resposta à situação exposta no Blog e que diz respeito a casas construídas no antigo terreno da Esmaltec e, até hoje, não ocupadas. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

O Projeto Vila do Mar possui quatro lotes de conjuntos habitacionais, com um total de 1.764 unidades habitacionais. O primeiro lote foi entregue e o segundo lote, com 84 moradias, será entregue em breve.

O bloco mostrado na foto em seu Blog, refere-se ao lote III, com 504 apartamentos. A Construtora Celi Engenharia era responsável pela execução da obra, ainda na gestão passada. Como a empresa não concluiu a obra no prazo e o contrato de empreitada, que o Poder Público tem de respeitar, foi expirado, a Prefeitura rescindiu o contrato e buscou abrir nova licitação. A ação da Prefeitura foi questionada na Justiça pela Celi Construtora. Hoje, há uma ordem judicial (agravo de instrumento) que suspendeu a licitação para conclusão da obra.

A Fundação Habitafor entrou com recurso e já há um parecer favorável do Ministério Público Estadual a favor da Prefeitura. Atualmente, o processo se encontra sob análise da desembargadora Maria Gladys Lima Vieira e é necessário aguardar a decisão judicial.

Gostaríamos de informar, também, que está previsto para o próximo dia 22 de outubro a entrega das 84 unidades habitacionais do Lote II. Nesta sexta-feira (17), uma equipe da Habitafor vai fazer uma visita ao local. Além disso, estão sendo programadas reuniões periódicas para que haja uma checagem contínua de informações com todos os setores.

Com relação ao Lote III (o que foi mostrado), já está garantido pela Prefeitura o recurso do CPAC, assinado nesta quarta-feira (15.10) e, no momento em que for autorizado pela Justiça, será reaberta a licitação. É de interesse da Prefeitura concluir a obra o quanto antes.

A Habitafor ou qualquer órgão público municipal não pode entrar no local, por conta da decisão judicial em vigor no momento, mesmo que seja para limpeza, pois há equipamentos da empresa. No entanto, é mantida a segurança no local para evitar o risco de ocupações. Como se trata de uma demanda específica do Vila do Mar, o trabalho social já fez o levantamento das famílias que serão beneficiadas e, até que essas famílias recebam os imóveis, estarão amparadas pelo aluguel social.

Sem mais,

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Fortaleza.

(Destaques no texto feitos pelo Blog)

Manifesto de professores de Economia sobre a realidade atual do País

718 3

Eis que recebemos um novo manifesto. Agora de professores universitários da área de Economia. Há docentes da UFC assinando o documento. Confira:

MANIFESTO DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS DE ECONOMIA

Este texto é um manifesto de um grupo de 164 professores universitários de Economia, ligados a diversas instituições no Brasil e no Exterior. O nosso objetivo é desconstruir um dos inúmeros argumentos falaciosos ventilados na campanha eleitoral.

1) Não há, no momento, uma crise internacional generalizada.
■Alguns de nossos pares na América Latina, uma região bastante sensível a turbulências na economia mundial, estão em franca expansão econômica.
■Projeta-se, por exemplo, que a Colômbia cresça 4,8% em 2014, com inflação de 2,8%. Já a economia peruana deve crescer 3,6%, com inflação de 3,2%. O México deve crescer 2,4%, com inflação de 3,9%.1
■No Brasil, teremos crescimento próximo de zero com a inflação próxima de 6,5%.1
■Entre as 38 economias com estatísticas de crescimento do PIB disponíveis no sítio da OCDE, apenas Brasil, Argentina, Islândia e Itália encontram-se em recessão.2
■Como todos os países fazem parte da mesma economia global, não pode haver crise internacional generalizada apenas para alguns.
■É emblemático que, dentre os países da América do Sul, apenas Argentina e Venezuela devem crescer menos que o Brasil em 2014.1

2) Neste cenário de baixo crescimento e inflação alta, a semente do desemprego está plantada. E os avanços sociais obtidos com muito sacrifício ao longo das últimas décadas estão em risco.

3) O atual governo tenta se eximir de qualquer responsabilidade pelo nosso desempenho econômico pífio e culpa a crise internacional. Entretanto, como a realidade dos fatos mostra que não há crise internacional generalizada, a explicação só pode ser outra.

4) Em grande parte, atribuímos o desempenho medíocre da economia brasileira e a perspectiva de retrocesso nas conquistas sociais às políticas econômicas equivocadas do atual governo.

5) O atual governo ressuscitou os fantasmas da inflação e da instabilidade macroeconômica.

■Uma política monetária inadequada gerou a suspeita de intervenções de cunho político no Banco Central, que foi fatal para sua credibilidade.
■A utilização recorrente de truques contábeis destruiu a confiança na política fiscal.
■Esta combinação de políticas monetária e fiscal opacas e inadequadas gerou um cenário macroeconômico extremamente adverso, com inflação alta e crescimento baixo.

6) O governo Dilma amedrontou os investimentos.

■Houve mudanças constantes e inesperadas de regras, como alterações arbitrárias de alíquotas de impostos.
■Diante desta instabilidade das regras do jogo, a desconfiança aumentou e o horizonte dos empresários encurtou.
■O acesso privilegiado aos órgãos governamentais passou a ser uma atividade mais lucrativa que o planejamento e investimento de longo prazo.

7) A mudança das regras do jogo não afetou apenas a iniciativa privada.

■O excesso de intervencionismo nas empresas estatais, como o represamento artificial dos preços de energia e gasolina, minou a capacidade de investimento dessas empresas.
■Por conta de empreendimentos questionáveis do ponto de vista econômico, a capacidade de investimento da Petrobrás foi comprometida.

8) O atual governo expandiu a oferta de crédito subsidiado de forma discricionária e irresponsável.

■A distribuição arbitrária de crédito subsidiado produz distorções na alocação de recursos do país e contribui para o baixo crescimento econômico.
■Os subsídios envolvidos geram altos custos fiscais que o atual governo tenta esconder com malabarismos e truques contábeis. Estes expedientes destruíram a confiança nas estatísticas fiscais do país.
■Os recursos gastos na forma de subsídios injustificados poderiam ser utilizados para ampliar programas sociais e investimentos públicos em educação, saúde e infra-estrutura.
■O Brasil precisa continuar avançando na direção de uma sociedade mais justa e igualitária, com melhor distribuição de renda.
■Além de deletéria para o desenvolvimento do país, a política de distribuição arbitrária de crédito subsidiado para grandes grupos econômicos é concentradora de renda.

No ambiente econômico do Brasil de hoje, os frutos de um novo empreendimento podem ser facilmente corroídos por mudanças inesperadas nas regras do jogo, pela alta inflação e pelo baixo crescimento econômico. Portanto, não é surpreendente que o investimento tenha colapsado. Sem investimento, o Brasil jamais retomará o seu caminho para o desenvolvimento. E sem desenvolvimento, os avanços sociais obtidos com muito sacrifício ao longo das últimas décadas sofrerão retrocessos.

O Brasil tem sérios desafios pela frente e para enfrentá-los precisamos de um debate transparente e intelectualmente honesto. Ao usar de sua propaganda eleitoral e exposição na mídia para colocar a culpa pelo fraco desempenho econômico recente na conjuntura internacional, se eximindo da sua responsabilidade por escolhas equivocadas de políticas econômicas, o atual governo recorre a argumentos falaciosos.

14 de outubro de 2014

Fontes:
1 Dados retirados do World Economic Outlook, FMI, Outubro de 2014.

2 Dados retirados do sítio da OCDE (http://stats.oecd.org/). Recessão definida como variação negativa do PIB real dessazonalizado nos últimos 2 trimestres com dados disponíveis.

Assinam (em ordem alfabética) os professores abaixo:

Nome Titulação, Instituição Afiliação atual

(1) Ademar Romeiro PhD, EHESS Unicamp
(2) Adriana Bruscato Bortoluzzo Doutor, IME/USP Insper
(3) Afonso Henriques Borges Ferreira PhD, New School Ibmec MG
(4) Alan André Borges da Costa Mestre, UFMG UFOP
(5) Alan Moreira PhD, Chicago Yale University
(6) Alberto Salvo PhD, LSE National University of Singapore
(7) Alesandra de Araújo Benevides Mestre, CAEN/UFC UFC
(8) Ana Beatriz Galvão PhD, Warwick University of Warwick
(9) Anderson Mutter Teixeira Doutor, UnB FACE/UFG
(10) André Carraro Doutor, PPGE/UFRGS PPGOM/UFPel
(11) André da Cunha Bastos Mestre, USP UFG
(12) André Portela Souza PhD, Cornell EESP/FGV
(13) Antonio F. Galvao PhD, Illinois University of Iowa
(14) Antônio Márcio Buainain Doutor, Unicamp Unicamp
(15) Ari Francisco de Araujo Junior Mestre, UFMG Ibmec MG
(16) Arilda Teixeira Doutor, UFRJ Fucape
(17) Arilton Teixeira PhD, Minnesota Fucape
(18) Armando Gomes PhD, Harvard Washington University in St Louis
(19) Aureo de Paula PhD, Princeton University College London e EESP/FGV
(20) Bernardo de Vasconcellos Guimarães PhD, Yale EESP/FGV
(21) Bernardo Soares Blum PhD, UCLA University of Toronto
(22) Braz Ministério de Camargo PhD, UPenn EESP/FGV
(23) Bruno Cara Giovannetti PhD, Columbia FEA/USP
(24) Bruno Cesar Aurichio Ledo Doutor, EPGE/FGV FEA/USP-RP
(25) Bruno Ferman PhD, MIT EESP/FGV
(26) Bruno Funchal Doutor, EPGE/FGV Fucape
(27) Camila F. S. Campos PhD, Yale Insper
(28) Carolina Caetano PhD, Berkeley University of Rochester
(29) Carlos Eduardo Goncalves Doutor, USP FEA/USP
(30) Carlos Eugênio Ellery Lustosa da Costa PhD, Chicago EPGE/FGV
(31) Carlos Viana de Carvalho PhD, Princeton PUC-Rio
(32) Cecilia Machado PhD, Columbia EPGE/FGV
(33) Cézar Augusto Ramos Santos PhD, UPenn EPGE/FGV
(34) Cristian Huse PhD, LSE Stockholm School of Economics
(35) Christiano Arrigoni Coelho Doutor, PUC-Rio Ibmec RJ
(36) Christiano Modesto Penna Doutor, CAEN/UFC CAEN/UFC
(37) Cristina Terra PhD, Princeton Université de Cergy-Pontoise
(38) Claudio Djissey Shikida Doutor, PPGE/UFRGS Ibmec MG
(39) Claudio Ferraz PhD, Berkeley PUC-Rio
(40) Claudio Ribeiro de Lucinda Doutor, EAESP/FGV FEA/USP-RP
(41) Cleyzer Adrian da Cunha Doutor, UFV FACE/UFG
(42) Daniel Barboza Guimarães Doutor, CAEN/UFC UFC
(43) Daniel Bernardo Soares Ferreira PhD, Chicago London School of Economics
(44) Daniel de Abreu Pereira Uhr Doutor, UnB UFPel
(45) Daniel Gottlieb PhD, MIT University of Pennsylvania
(46) Daniel Monte PhD, Yale EESP/FGV
(47) Daniel Oliveira Cajueiro Doutor, ITA UnB
(48) Daniel Ribeiro Carvalho PhD, Harvard University of Southern California
(49) David Turchick Doutor, EPGE/FGV FEA/USP
(50) Eduardo Augusto de Souza-Rodrigues PhD, Yale University of Toronto
(51) Eduardo Correia de Souza Doutor, UFRJ Insper
(52) Eduardo Faingold PhD, UPenn Yale University
(53) Eduardo Fonseca Mendes PhD, Northwestern University of New South Wales
(54) Eduardo Zilberman PhD, NYU PUC-Rio
(55) Elano Ferreira Arruda Doutor, CAEN/UFC CAEN/UFC
(56) Emanuel Ornelas PhD, Wisconsin-Madison London School of Economics e EESP/FGV
(57) Emerson Marinho Doutor, EPGE/FGV CAEN/UFC
(58) Emilson Caputo Delfino Silva PhD, Illinois University of Alberta
(59) Fábio Massaúd Caetano Doutor, PPGE/UFRGS UFPel
(60) Fabio Miessi PhD, LSE FEA/USP
(61) Fabio Orfali Mestre, USP Insper
(62) Felipe Garcia Ribeiro Doutor, EESP/FGV UFPel
(63) Fernando Botelho PhD, Princeton FEA/USP
(64) Fernando Vendramel Ferreira PhD, Berkeley University of Pennsylvania
(65) Flávia Lúcia Chein Feres Doutor, Cedeplar/UFMG PPGEA/UFJF
(66) Francisco Junqueira Moreira da Costa PhD, LSE EPGE/FGV
(67) Gabriel de Abreu Madeira PhD, Chicago FEA/USP
(68) George Henrique de Moura Cunha Doutor, UnB UCB
(69) Geraldo Biasoto Jr Doutor, IE/Unicamp IE/Unicamp
(70) Gil Riella PhD, NYU UnB
(71) Gisele Ferreira Tiryaki PhD, George Mason UFBA
(72) Gregorio Caetano PhD, Berkeley University of Rochester
(73) Guilherme Hamdan Gontijo Mestre, PPGE/UFRGS Ibmec MG
(74) Guilherme Irffi Doutor, CAEN/UFC CAEN/UFC
(75) Gustavo Manso PhD, Stanford University of California, Berkeley
(76) Gustavo Mauricio Gonzaga PhD, Berkeley PUC-Rio
(77) Gustavo Ramos Sampaio PhD, Illinois UFPE
(78) Heitor Almeida PhD, Chicago University of Illinois at Urbana-Champaign
(79) Helder Ferreira de Mendonça Doutor, UFRJ UFF
(80) Jair Andrade Araujo Doutor, CAEN/UFC MAER/UFC
(81) João Manoel Pinho de Mello PhD, Stanford Insper
(82) João Victor Issler PhD, San Diego EPGE/FGV
(83) José A. Rodrigues-Neto PhD, Wisconsin Australian National University
(84) José Coelho Matos Filho Doutor, UnB UFC
(85) José Guilherme de Lara Resende PhD, Chicago UnB
(86) José Maria Ferreira Jardim da Silveira Doutor, Unicamp Unicamp
(87) Juliana Inhasz Doutor, FEA/USP Insper
(88) Juliana Terreiro Salomao PhD, Stanford University of Minessota
(89) Juliano Junqueira Assunção Doutor, PUC-Rio PUC-Rio
(90) Klenio de Souza Barbosa PhD, Toulouse EESP/FGV
(91) Leandro Rocco PhD, Illinois UFC
(92) Leonardo Rezende PhD, Stanford PUC-Rio
(93) Lucas Maestri PhD, Yale EPGE/FGV
(94) Luciana Yeung Luk Tai Doutor, EESP/FGV Insper
(95) Luciano I. de Castro Doutor, IMPA University of Iowa
(96) Luis Henrique Bertolino Braido PhD, Chicago EPGE/FGV
(97) Marcel Scharth PhD, VU University Amsterdam University of New South Wales
(98) Marcelo Arbex PhD, Illinois University of Windsor
(99) Marcelo Cunha Medeiros Doutor, PUC-Rio PUC-Rio
(100) Marcelo de Albuquerque e Mello PhD, Illinois Ibmec RJ
(101) Marcelo de Castro Callado PhD, University of Cologne UFC
(102) Marcelo de Oliveira Passos Doutor, UFPR UFPel
(103) Marcelo Eduardo Alves da Silva PhD, UNC Chapel Hill UFPE
(104) Marcelo Fernandes PhD, Université Libre de Bruxelles EESP/FGV e Queen Mary University of London
(105) Marcelo Rodrigues dos Santos Doutor, EPGE/FGV Insper
(106) Marcelo Savino Portugal PhD, Warwick UFRGS
(107) Marcio Gomes Pinto Garcia PhD, Stanford PUC-Rio
(108) Márcio Veras Corrêa Doutor, Universidade Técnica de Lisboa CAEN/UFC
(109) Marco Bonomo PhD, Princeton Insper
(110) Marcos Costa Holanda PhD, Illinois CAEN/UFC
(111) Marina Mendes Tavares PhD, Minnesota ITAM, Mexico
(112) Mauricio Benegas Doutor, CAEN/UFC CAEN/UFC
(113) Maurício Soares Bugarin PhD, Illinois UnB
(114) Mauro Rodrigues Doutor, UCLA FEA/USP
(115) Marco Aurélio Bittencourt Doutor, UnB UCB
(116) Naercio Aquino Menezes Filho PhD, University of London Insper e FEA/USP
(117) Natalia Piqueira PhD, Princeton University of Houston
(118) Nathalie Gimenes Sanches PhD, Queen Mary University of London FEA/USP
(119) Nelson Camanho da Costa Neto PhD, LSE Catolica Lisbon School of Business & Economics
(120) Nelson Seixas dos Santos Doutor, USP PPGE/UFRGS
(121) Osvaldo Candido da Silva Filho Doutor, UFRGS UCB
(122) Paulo Natenzon PhD, Princeton Washington University in St Louis
(123) Paulo Rogério Faustino Matos Doutor, EPGE/FGV CAEN/UFC
(124) Pedro A. C. Saffi PhD, London Business School University of Cambridge
(125) Pedro Cavalcanti Ferreira PhD, UPenn EPGE/FGV
(126) Pedro H. Albuquerque PhD, Wisconsin-Madison KEDGE Business School
(127) Pedro Hemsley PhD, Toulouse UERJ
(128) Peri Agostinho da Silva Junior PhD, Illinois Kansas State University
(129) Pery Francisco Assis Shikida Doutor, ESALQ/USP Unioeste
(130) Pricila Maziero PhD, Minnesota University of Pennsylvania
(131) Priscila Casari Doutor, ESALQ/USP UFG
(132) Rafael B. Barbosa Doutor, CAEN/UFC Sobral/UFC
(133) Rafael de Vasconcelos Xavier Ferreira Doutor, EPGE/FGV FEA/USP
(134) Rafael Dix Carneiro PhD, Princeton Duke University
(135) Rafael Lopes de Melo PhD, Yale University of Chicago
(136) Regis Augusto Ely Doutor, UnB UFPel
(137) Renata Narita PhD, UCL FEA/USP
(138) Renato Dias de Brito Gomes PhD, Northwestern Université de Toulouse
(139) Renato Fragelli Cardoso Doutor, EPGE/FGV EPGE/FGV
(140) Ricardo A. de Castro Pereira Doutor, EPGE/FGV CAEN/UFC
(141) Ricardo D. O. Brito Doutor, EPGE/FGV Insper
(142) Ricardo de Abreu Madeira PhD, BU FEA/USP
(143) Rinaldo Barcia Fonseca Doutor, Unicamp Unicamp
(144) Roberto Ellery Jr Doutor, UnB UnB
(145) Rodrigo de Losso da Silveira Bueno PhD, Chicago FEA/USP
(146) Rodrigo Lanna Franco da Silveira Doutor, USP IE/Unicamp
(147) Rodrigo Moita PhD, Illinois Insper
(148) Rodrigo Nobre Fernandez Doutor, UFRGS UFPel
(149) Rodrigo R. Soares PhD, Chicago EESP/FGV
(150) Rogério Mazali PhD, Tulane University UCB
(151) Rogério Moreira de Siqueira Mestre, CAEN/UFC UFC
(152) Romero Cavalcanti Barreto da Rocha Doutor, PUC-Rio UFRJ
(153) Ronald Otto Hillbrecht PhD, Illinois PPGE/UFRGS
(154) Rozane Bezerra de Siqueira PhD, UCL UFPE
(155) Ruy Monteiro Ribeiro PhD, Chicago PUC-Rio
(156) Sabino da Silva Porto Júnior Doutor, PPGE/UFRGS UFRGS
(157) Thiago de Oliveira Souza PhD, University of London Southern Denmark University
(158) Tiago V. de V. Cavalcanti PhD, Illinois University of Cambridge
(159) Tiago Couto Berriel PhD, Princeton PUC-Rio
(160) Vander Mendes Lucas PhD, Université Catholique de Louvain UnB
(161) Vinicius Carrasco PhD, Stanford PUC-Rio
(162) Vitor Borges Monteiro Doutor, CAEN/UFC FEAAC/UFC
(163) Vitor Hugo Miro Couto Silva Mestre, CAEN/UFC UFC
(164) Walter Novaes Filho PhD, MIT PUC-Rio

 

Lira Neto, com “Getúlio II”, ganha Prêmio Jabuti

liraneto

O livro “Getúlio – Do governo provisório à ditadura do Estado Novo (1930-1945)”, de autoria do jornalista e escritor cearense Lira Neto, venceu a 56ª edição do Prêmio Jabuti, na categoria biografia. O Jabuti é considerado o mais importante prêmio literário do Brasil.

Em segundo lugar ficou o livro “Wilson Baptista: o samba foi sua glória”, de Rodrigo Alzuguir, e a terceira colocação ficou para Mary Del Priore, com “O castelo de papel”, que conta a história da Princesa Isabel e seu marido, o Conde D’Eu.

Apesar de vencedores de algumas categorias já terem sido anunciados, a cerimônia de entrega acontecerá do Prêmio acontecerá apenas em 18 de novembro, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

(O POVO Online)

TJCE convoca aprovados no concurso público para servidor da Justiça estadual

154 1

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) convocou os candidatos aprovados no concurso público para servidor da Justiça estadual. A lista, por ordem de classificação, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa quarta-feira (15).

O certame foi homologado em sessão do Tribunal Pleno do dia 18 de setembro deste ano. Os aprovados têm 30 dias para apresentarem a documentação necessária na Secretaria de Gestão de Pessoas, no Palácio da Justiça, Cambeba. A relação dos documentos está disponível no Portal do TJCE.

(TJCE)

Cagece promete celeridade em obra que virou alvo de queixa de leitor deste Blog

177 1

Da Assessoria de Comunicação da Cagece, recebemos a seguinte nota, em tom de resposta a uma postagem sobre obra paralisada no bairro Parque Presidente Vargas. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Sobre a Cagece ter “repetidas vezes causado transtornos em vias públicas ao executar obras”, a estatal informa que adota procedimentos padrões, com a finalidade de garantir a qualidade dos serviços executados nas vias. Desta forma, as diferentes etapas de uma intervenção são realizadas por equipes distintas.

Existem prazos entre cada etapa, permitindo, inclusive, que haja a devida fiscalização de qualidade por parte da Prefeitura.

Sobre a reclamação da rua Herculano Pena, no Parque Presidente Vargas, a Cagece informa que fez a instalação de hidrômetro e já concluiu a obra. A unidade responsável já está ciente do ocorrido e vai recuperar toda a pavimentação até o final da semana.

Sem mais,

* Assessoria de Comunicação e Relacionamento da Cagece.

Para consultora, envelhecimento da população exige nova discussão sobre Orçamento

A consultora da Câmara dos Deputados, Elisângela Batista, mostrou em números que, apesar do caráter inclusivo da Previdência Social, as renúncias contributivas aprovadas nos últimos anos e o envelhecimento da população vão exigir novas discussões sobre a sustentabilidade do sistema dentro do Orçamento.

Em seminário promovido pela Consultoria de Orçamento da Câmara nesta quarta-feira (15), a consultora afirmou que até 2050 o déficit da Previdência Social vai ter passado de 1% para cerca de 6,4% do Produto Interno Bruto (PIB).

Elisângela lembrou ainda a questão do aumento da expectativa de vida da população. “Essa população está envelhecendo porque a nossa taxa de natalidade está diminuindo. E, as mulheres tendo menos filhos, daqui a algum tempo a gente vai ter menos gente contribuindo para a Previdência Social. E as pessoas envelhecendo, nós teremos mais pessoas recebendo benefícios previdenciários”.

Segundo a consultora, em 2000, para cada pessoa com mais de 60 anos, havia mais de 7 pessoas entre 16 e 59 anos. Para 2050, a expectativa é a de que esta relação caia para menos de 2 pessoas por idoso. Outro problema é que 30% dos atuais trabalhadores não têm nenhuma cobertura previdenciária, apesar dos estímulos oferecidos.

(Agência Senado com Agência Câmara Notícias)

Varejo cearense sob nova direção

severino

Severino Neto pilotará a CDL Fortaleza.

honorioefreitascordeiro

Honório vai para a CNDLe Freitas para a FCDL.

O empresário Severino Neto será eleito, nesta sexta-feira, o novo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza. No mesmo ato, Freitas Cordeiro será ungido presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado.

O pleito ocorrerá das 12 às 13 horas, na sede da entidade (Centro) e os novos dirigentes da CDL Fortaleza e FCDL do Estado cumprirão mandato no triênio 2015/2017.

Na ocasião, o empresário Honório Pinheiro deixará o cargo de presidente da Federação das CDLs do Ceará para assumir, em janeiro próximo, a presidência da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

(Fotos – Paulo MOsKa)

Quando a política continua sendo uma caixinha de surpresas

214 1

Com o título “A vida política e suas contradições”, eis artigo do sindicalista José Francisco Rodrigues. Ele aborda a presença, juntos no palanque de Aécio e Eunício, de dois políticos que, no passado, eram água e óleo: Sérgio Novais, atual presidente regional do PSB, e o ex-governador e agora senador eleito pelo PSDB, Tasso Jereissati. Confira:

Há aproximadamente 20 anos, o povo cearense assistia, nos meios de comunicação, a uma disputa férrea dos “Tassistas”, que estavam no poder, com as esquerdas que contavam com o grupo de Sérgio Novais entre as lideranças. Sérgio, aliás, por duas vezes ocupou cargos políticos: vereador de Fortaleza e depois deputado federal.

Bem, foi justamente como deputado federal que Sérgio Novais arranjou suas maiores brigas e com o então governador Tasso Jereissati. Era época, inclusive, em que reinava o Horário de Verão, que foi bastante combatido por Novais. O Ceará e o Nordeste – menos a Bahia, saiam do cumprimento desse horário, pois o parlamentar soube provar que não seria necessário por aqui e causaria prejuízos.

Para quem não lembra, a disputa entre o então governador Tasso Jereissati e Sérgio Novais sempre foi bem movimentada. Cada um sempre defendendo seu partido e seus interesses. Troca de farpas não faltaram.

É,  mas o mundo dá muitas voltas e a política é dinâmica (segundo Gonzaga Mota – ex-governador).

Hoje vemos Sérgio Novais, presidente do PSB/CE, do mesmo lado de Tasso Jereissati. Quem diria que tudo isso iria acontecer? Os dois, inclusive, trabalhando por Eunício Oliveira, o candidato a governador pelo PMDB, e por Aécio Neves, do PSDB tantas vezes alvo de críticas de Novais.

Mas, contradizendo Cazuza que compôs um dia que “o tempo não para”, observamos: a política, meus caros, não para. E, como o futebol, tem suas caixinhas de surpresa.

* José Francisco Rodrigues,

Coordenador-Adjunto do Fórum Unificado das Associações de Servidores Públicos do Ceará (FUASPEC) e assessor sindical da Associação dos Servidores de Nível Médio da Secretaria da Saúde do Estado.

Revista de saúde é lançada em Washington com publicações de autores cearenses

odoricomoneiro

A The Lancet, considerada a revista de maior referência mundial em saúde, lançará nova edição com artigos publicados por pesquisadores cearenses como o médico e deputado federal eleito Odorico Monteiro (PT). O lançamento ocorre nesta quinta-feira em Washington (EUAS), na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), informa a assessor do parlamentar.

Odorico lidera um grupo de 11 pessoas, incluindo conterrâneos como as professoras Kelen Ribeiro e Ivana Barreto da UFC e pesquisadores internacionais, tendo o professor Rifat Atun de Harvard como referência. O professor e agora parlamentar, Odorico Monteiro, participa de duas publicações científicas, uma delas como autor líder e outra como autor convidado.

No artigo principal, Odorico aborda as determinantes sociais da saúde, a cobertura universal e o desenvolvimento sustentável, observando os estudos de caso dos países da América Latina. A discussão do estudo envolve países como o Brasil, Cuba, Colômbia e Chile, apresentando políticas públicas intersetoriais relevantes nestes lugares, que vêm gerando impactos positivos na saúde. Para o caso do Brasil, o programa apresentado é o Bolsa Família. Junto a outros outros pesquisadores, Odorico participou como convidado do artigo que trata dos sistemas de saúde e cobertura universal em saúde da América Latina.

Sites de referência

Link da Pan American Health Organization – http://www.paho.org/hq/

Link da revista Lancet – http://www.thelancet.com/home

Professores-pesquisadores envolvidos

· Rifat Atun – Universidade de Harvard
· Alberto Pellegrini – CEPI-DSS FIOCRUZ
· Ivana Barreto – UFC
· Juliana de Paula – Consultora Opas
· Orielle Solar – sanitarista chilena
· Lígia de Salazar – sanitarista colombiana, diretora da FUNDESALUD
· Félix Rígoli – Gerente OPAS-Brasil
· Pastor Castell Florit Serrate – sanitarista cubano, Escola de Saúde Pública de Cuba
· Kelen Gomes Ribeiro – Universidade Federal do Ceará
· Fernanda Natasha Bravo Cruz – doutoranda em Desenvolvimento e Cooperação Internacional (UnB)
· Theadora Koler – técnica em Determinantes Sociais da Saúde da OMS

Inspeção Predial – Entidades discutem regulamentação

foto acrísio sena

O vereador Acrísio Sena (PT) conseguiu aprovar requerimento convocando, através da Comissão de Defesa do Consumidor, uma reunião destinada a debater a regulamentação da Lei nº 9.913, de 16 de julho de 2012, publicada no DOM de 26/07/2012, que estabeleceu a obrigatoriedade de vistoria técnica, manutenção preventiva e periódica das edificações e equipamentos públicos ou privados no âmbito do Município de Fortaleza. O encontro ocorrerá na próxima segunda-feira, às 9 horas, na Sala das Comissões da Câmara Municipal.

Acrísio, que é presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, já havia aprovado no plenário da Câmara Municipal outro requerimento objetivando a formação de comissão com representantes da Casa, do CREA/CE e do Sindicato dos Engenheiros Civis para realizar estudos técnicos voltados para a regulamentação da matéria.

Além do CREA e do Sindicato dos Engenheiros, foram convocados também para essa reunião sobre a lei representantes do Corpo de Bombeiros, OAB-CE e Procuradoria Geral do Município.

Sérioe B – Técnico e jogadores do Ceará em clima de decisão para jogo contra o Joinville

O Ceará embarcou na tarde desta quinta-feira, 16, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, rumo a Santa Catarina. A equipe alvinegra faz jogo decisivo contra o Joinville neste sábado, 18, na cidade catarinense. Se o Vovô vencer, o time do Porangabussu volta ao G4.

Antes do embarque da equipe, o blog conversou com os jogadores Magno Alves, Sandro e Ricardinho, e o técnico Sérgio Soares. Veja abaixo as entrevistas:

Magno Alves
[youtube]http://youtu.be/I6pDUA7sev8?list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Sérgio Soares
[youtube]http://youtu.be/qc7vTCbHeFk?list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Sandro e Ricardinho
[youtube]http://youtu.be/L0fJ-x0SHF4?list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A turma do jaleco tucano

166 2

jsoemariapomte

O presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, José Maria Pontes, avisa: a grande maioria de sua categoria votará em Aécio Neves, o candidato do PSDB à Presidência da República.

Seria uma espécie de represália ao Programa Mais Médicos, lançado pelo Governo Dilma Rousseff, que importou médicos do Exterior – especialmente cubanos, para trabalharem nos rincões do País.

José Maria endossa o que a Associação Médica Brasileira sempre tem dito a respeito dessa iniciativa: é “eleitoreira”. Não mexe no fundamental, que é assegurar condições de trabalho e remédio.

 

TJ do Ceará apresenta selo digital

A Secretaria de Finanças do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) vai apresentar, às 15 horas desta quinta-feira, no auditório da Corregedoria Geral de Justiça, no Cambeba, o selo extrajudicial digital. O novo selo substituirá o de papel adesivo e promete mais segurança e eficiência na autenticação e validação de documentos nos cartórios.

Segundo o secretário de Finanças do TJCE, José Joaquim Neto Cisne, a agilidade e transparência também são outras vantagens do selo digital, que eliminará ainda os riscos de extravio e custos com distribuição.

O secretário Neto Cisne disse que o encontro com segmentos da sociedade tem o objetivo de esclarecer sobre o novo selo, que começa a ser implantado nas serventias extrajudiciais de Fortaleza a partir do próximo dia 3 de novembro. Já os cartórios de registro de imóveis terão prazo até dezembro deste ano.

SERVIÇO

A população também poderá obter informações e verificar a autenticidade do selo no site www.tjce.jus.br/fermoju.

Grupo de docentes do Ceará divulga manifesto pró-reeleição de Dilma Rousseff

618 3

dilmamarcha

Um grupo de professores cearenses está divulgando, nesta quinta-feira, um manifesto de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).  O grupo reconhece dificuldades no plano econômico, mas destaca que os avanços sociais foram significativos. Confira:

MANIFESTO DE PROFESSORES EM APOIO À DILMA

Apesar da crise econômica que assola as mais diversas economias do mundo, é de amplo conhecimento que o Brasil vem atravessando, nos últimos doze anos, um ritmo de desenvolvimento próprio, que competentemente vem conciliando crescimento econômico, distribuição de riquezas e protagonismo nacional na geopolítica externa, por sua vez resultando na estabilização de um cenário geral interno de pleno emprego, equilíbrio fiscal e controle inflacionário.

A favorável situação nacional é reconhecida mundo afora, não por acaso culminando, recentemente, com a exclusão do país do mapa mundial da fome da FAO, por haver reduzido, em cerca de 75%, sua pobreza extrema no período, limitando-a aos níveis mínimos admitidos pela sociedade internacional. Tudo isso vem acontecendo desde a ascensão de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República, em 2003, que empreendeu uma política doravante aprofundada e consolidada no atual governo da presidenta Dilma, que acarretou em profundas e positivas mudanças para o Brasil e seu povo.

Conscientes do quanto isso representa para os brasileiros, em especial as camadas menos favorecidas da população, nós, professores abaixo assinados, votamos em Dilma, pela renovação de um novo quadriênio de mandato à frente da presidência do país, manifestando, desde já, nossa aprovação às políticas empreendidas nos derradeiros anos, por consequência dizendo sim à continuidade de programas importantes como BOLSA FAMÍLIA, MAIS MÉDICOS, FIES, PROUNI, PRONATEC, BRASIL CARINHOSO, CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS, LUZ PARA TODOS, entre tantos outros.

Assinam: 

Marcelo Ribeiro Uchôa – Direito/Unifor
Judicael Sudário de Pinho – Direito/Unifor
Martônio Mont`Alverne Barreto Lima – Direito/Unifor
Elisberg Bessa – Direito/Unifor
Pedro Telmo Vascooncelos – Direito/Unifor
Izabel Barreira – Direito/Unifor
Armando Costa Júnior – Direito/Unifor
Rosendo Amorim – Direito/Unifor
Antônio Carlos Fernandes – Direito/Unifor
Rômulo Guilherme Leitão – Direito/Unifor
George Paulino – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Danyelle Nilin Gonçalves – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Alba Maria Pinho de Carvalho – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Eduardo Girão – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Irapuan Peixoto Lima Filho – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Cesar Barreira – Depto. de Ciências Sociais/UFC e Coordenador do Laboratório de Estudos sobre a Violência
Irlys Barreira – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Paulo Linhares – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Domingos Abreu – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Kleber Saraiva – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Sulamita Vieira – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Luiz Fábio Silva – Depto. De Ciências Sociais/UFC
Renê Barreira – Ex-reitor da Universidade Federal do Ceará.
Jania Perla Aquino – Depto. de Ciências Sociais/UFC
Gustavo Cesar Machado Cabral – Direito/UFC
Osmar de Sá Pontes – UFC
Zilsa Pinto Santiago – Arquitetura/UFC
Joaquim Alves Neto – Educação Física/UEVA Sobral
Gleison Maia Lopes – Sociologia/UEVA Sobral
Luis Fernando V. Coelho – Tecnologia de Construção/UEVA Sobral
Emanuel Linhares – Professor de Direito Constitucional
Sebastião André Alves Lima – UNILAB
Daniel Dantas Lemos – Comunicação/UFC
Marcelo Tavares Natividade – Sociologia/USP
Vanda Magalhães Leitão – Faculdade de Educação/UFC
Régis Wendel Gomes Miranda – Professor e mestrando em Sociologia/UFC
Sandra Helena de Sousa – Direito e Jornalismo/Unifor
Angela Julita Leitão – Psicologia/Unifor
Francisco Pinheiro – História/UFC
Marcus Giovani Moreira – Direito/Fanor
Augustin Sigal – Professor da Universidade de Cordoba/Arg
Janio Pereira da Cunha – Direito/Unicrhistus
Marcos Paulo Campos – Professor e Doutorando em Sociologia/UERJ
Ricardo George Araújo – Professor de Filosofia da UEVA/Sobral
Ligia Casimiro – Professora de Direito Administrativo
Eudes Baima – Educação/UECE
Erasmo Ruiz – UECE
Maria Lenúnica Moura – UECE
Maria Helena de Paula Frota – Sociologia/UECE
Maria Andrea Luz da Silva – Sociologia/UECE
Francisco Horácio da Silva Frota – Sociologia/UECE e Coordenador do Mestrado em Políticas Públicas
Ulisses Lima Parente – Matemática/UECE
Maria Cristina de Queiróz Nobre – Serviço Social/UECE
Ricelly Jader – Depto. De Letras/UECE
Emanuel Meireles – Psicologia/UFPA
Roger Cid Gomes Miranda – Professor de Filosofia
Lia Matos – Professora aposentada da UECE
Marcelo Sousa Pinheiro – Fanor
Ivan Oliveira – Sistema de Computação/IFCE
Nemias Figueiredo – Administração/FLATED
Rafael Lobato Pinheiro – Faculdade Leão Sampaio
Abrahão Sampaio – IFCE
Juliana Coelho Andrade – Professora de Ciências Contábeis
Edilson Aragão – Direito/UEVA
André Nascimento – Filosofia/UFAM
Isis Albuquerque – Serviço Social/Faculdade Ateneu
Clara Silveira – Serviço Social/UFC
Elis Teixeira – Depto. De Letras/UFC
Hebe Macedo de Carvalho – Depto. De Letras/UFC
Sandra Maia – depto. De Letras/UFC
Antônio Duarte Fernandes Távora – Chefe do Depto. De Letras/UFC
Eulália Leurquin – Depto. De Letras/UFC
Cícero Miranda – Depto. De Letras/UFC
Vicente Lima – Depto. De Letras/UFC
Miguel Franklin – Computação/UFC
Ozirene Vidal Maia – IFCE Jaguaribe
Iraci Barbara Andrade – Serviço Social/Fac. Vale do Jaguaribe
José Aldo – Educação/UECE
Antonia Dulcia Carvalho Correia – Professora de História
Luis Arthur da Costa Silva – Professor e mestrando em História da Universidade de Porto/Portugal
Walter Kohan – Filosofia/UFC
Thiago Sabino Alves Pinto – Fotografia e Comunicação/IESB
Jeferson Veras Nunes – Ciências da Informação/UFC
André Sabino – Professor de História
Mirtes Amorim – Filosofia/UFC
Robson Torres Bandeira – Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Fortaleza
Elza Braga – UFC
Victor Marques – Doutor em Filosofia/PUCRS
André de Menezes Gonçalves – IFCE Iguatu
Cynthia Studart Albuquerque – IFCE Iguatu
Luana Paula Moreira Santos – IFCE Iguatu
Antônio Roberto Ferreira – IFCE
Monalisa Soares – Fametro
Jovanil Oliveira – Professor de História
Ivo Moreira – IFCE

SERVIÇO

* O grupo informa que quem tiver interesse em assinar, é só enviar os dados para o e-mail: professorescomdilmace@gmail.com

Diário Oficial da União traz regulamentação do auxílio-moradia dos membros do MPU

“O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) publicou hoje (16), no Diário Oficial da União, a resolução que regulamenta o pagamento de auxílio-moradia a procuradores do Ministério Público da União (MPU). A concessão do benefício mensal de até R$ 4.377 foi autorizada por meio de liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux e também vale para juízes federais de todo o país.

A regulamentação determina que todos os membros do Ministério Público em atividade fazem jus ao benefício desde que não haja imóvel funcional disponível na localidade de sua lotação ou efetiva residência, em caso de autorização para residência fora da sede da unidade. O auxílio pode ser pago inclusive aos integrantes que tenham residência própria.

Só não terão direito ao auxílio-moradia os procuradores aposentados e licenciados sem receber subsídio e os que tiverem cônjuge ou companheiro que já ocupe imóvel funcional ou receba auxílio-moradia na mesma localidade. As regras têm efeitos financeiros retroativos a 15 de setembro deste ano. O pagamento de auxílio-moradia a juízes e procuradores está sendo questionado pela Advocacia-Geral da União (AGU), que já entrou no STF com um pedido de derrubada da liminar de Fux, mas foi vencida.”

(Agência Brasil)

Cid cumpre agenda no Interior

189 1

cidogmee

O governador Cid Gomes (Pros) encontra-se, nesta quinta-feira, no Interior do  Estado. Ele inspeciona obras de adutora que deverá contemplar a cidade de Crateús. Inspecionou ainda obras de uma adutora em Arneiroz.

Nesse giro, Cid já passou por Novo Oriente, onde entregou título de propriedade de terras para 923 famílias e deu ordem de serviço para a construção de 13 poços profundos nesse município.

Ali também assinou ordem de serviço para a construção de 20 poços profundos em Quiterianópolis e cinco em Tauá, que também teve famílias contempladas com títulos de propriedade de terra.

(Foto – Divulgação)

O Papa Francisco, os homossexuais e os divorciados

Com o título “O Papa dos nossos tempos”, eis o Editoral do O POVO desta quinta-feira. Bom para muitas reflexões. Confira:

A segunda semana dos trabalhos do Sínodo dos Bispos sobre a família trouxe à tona um relatório (Relatio post disceptationem) que aborda temas complexos e polêmicos para a Igreja Católica. Pela primeira vez em sua História, o Vaticano sinaliza de forma concreta uma atitude de abertura em relação aos homossexuais e divorciados.

No que pese o tom de aceitação a comportamentos sociais historicamente não tolerados pelo Vaticano, é importante esclarecer que o documento divulgado é um resumo das intervenções feitas pelos bispos nos trabalhos iniciais da reunião convocada pelo papa Francisco. Esse texto será agora levado para debates mais amiudados e, ao fim do encontro, um documento oficial refletirá a posição oficial do Sínodo. Mesmo preliminar, o fruto das discussões que envolvem cerca de 200 bispos causou alvoroço no mundo. Não é para menos.

O relatório ressalta o “sofrimento” de quem “passou por separações ou divórcios” e aborda a “problemática moral relacionada às uniões homossexuais”. O texto ainda pede atenção aos filhos de casais do mesmo sexo ou divorciados. Segundo o documento, a solução para os diversos problemas pastorais deve ser encontrada através da “inclusão” e da “conciliação”, já que a Igreja precisa estar disposta a acolher “o lado positivo da vida das pessoas, acompanhando-a com respeito e atenção”.

Caso a tendência exposta nesse relatório se confirme, será uma das mais relevantes guinadas nas doutrinas e normas emanadas do Vaticano. A abertura da Igreja será gradual, mas não necessariamente lenta. Uma nota da agência de notícias da Santa Sé explica que “o Sínodo só está preparando um documento final que será discutido em todas as dioceses do mundo para preparar o Sínodo de outubro de 2015. Será este segundo Sínodo o qual apresentará uma série de recomendações ao papa e ele aprovará o que considere melhor para o povo de Deus”.

Esse novo caminho, repleto de humanidade e sentimento cristão, é a orientação do papa Francisco, que, desde já, se consolida como um dos mais importantes líderes religiosos da História. É o papa dos nossos tempos.

Casa da Esperança ganha reconhecimento nacional

fatimadourado

A presidente da Casa da Esperança, Fátima Dourado, ganhou o Prêmio Cláudia 2014 – Editora Abril, na categoria “Trabalho Social”.

O anuncio foi feito em São Paulo, terça-feira. Ela disputou com várias candidatas de todo o Pais, que têm trabalho social ou ações voltadas para a valorização da cidadania.

Como prêmio, a Casa da Esperança, que cuida de crianças e adolescentes com autismo, terá sua história contada na edição de “Cláudia” do mês de novembro.