Blog do Eliomar

Últimos posts

Para viabilizar redução do diesel, governo tira R$ 1,2 bi de programas

O Diário Oficial da União (DOU), na edição extra desta quinta-feira (31), traz medida provisória que estabelece o cancelamento de dotações orçamentárias em diversas áreas, como programas de fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), concessão de bolsas, aquisição de áreas para a reforma agrária e policiamento de rodovias, entre outras.

No total, foram extintas despesas que somam R$ 1,2 bilhão. A meta é viabilizar recursos para o programa de subsídio do óleo diesel, que manterá preços fixos do combustível até o fim do ano.

O governo também vai usar recursos de reservas de contingência, que não estavam sendo usadas porque extrapolam o teto dos gastos, no valor de R$ 6,2 bilhões, bem como uma outra reserva de capitalização de empresas públicas: R$ 2,1 bilhões.

Além disso, o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, anunciou a sanção do projeto de reoneração da folha de pagamento para 39 setores da economia, que vai render R$ 830 milhões, além da redução e eliminação de incentivos fiscais para exportadores e indústrias química e de refrigerantes, somando outros R$ 3,18 bilhões. No total, o governo espera arrecadar R$ 13,5 bilhões para viabilizar o desconto no diesel.

Segundo o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Gleisson Cardoso Rubin, o corte orçamentário foi pulverizado entre praticamente todas as pastas federais e se deu sobre despesas que já estavam bloqueadas.

“Esse cancelamento vai se dar na parcela dos recursos que estavam contingenciados [bloqueados], de modo que nós não teremos de solicitar devolução de recursos que já haviam sido destinados. Naturalmente, reduz o espaço de ampliação das dotações que estão consignadas atualmente”, disse.

(Agênia Brasil)

Cearense vai presidir a Federação das Associações dos Servidores das Universidades Brasileiras

O cearense José Maria Castro assumiu, nesta semana, em Brasília, a coordenação-geral da Federação das Associações de Servidores das Universidades Brasileiras (Fasubra). Ele foi dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da UFC (Sintufc).

Castro, que esteve em Brasília acertando sua posse, que ocorre na próxima semana, já definiu uma meta prioritária: resgate orçamentário das universidades. Ele diz que o clima é de esvaziamento na Era Temer.

Ele também é filiado ao PT.

(Foto – Paulo MOska)

Prazo para microempreendedor individual enviar declaração acaba hoje

Os microempreendedores individuais (MEI), profissionais autônomos que contratam até um trabalhador formalizado, têm até hoje (31) para enviar a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN-Simei) referente ao ano passado. O documento deve ser remetido por meio do Portal do Empreendedor na internet.

A declaração é obrigatória para todo MEI com CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) ativo. Mesmo quem não teve rendimento nem movimentou a empresa em 2017 deve enviar o documento.

O microempreendedor individual que perder o prazo pagará multa de R$ 50. Quem não enviar a declaração pode ter o CNPJ cancelado, o que leva à exclusão do programa.

O MEI deve informar todo o faturamento do ano passado, número que pode ser levantado por meio de extratos bancários de cada mês ou da verificação das vendas realizadas.

Em 2017, era considerado MEI quem faturou até R$ 60 mil no ano. Quem recebeu entre R$ 60 mil e R$ 72 mil terá de pagar pelo excesso de faturamento.

Caso o faturamento tenha ultrapassado R$ 72 mil (20% acima do teto), o microempreendedor passará a ser considerado microempresa e será desenquadrado do programa. Para 2018, o limite de enquadramento do MEI subiu para R$ 81 mil.

(Agência Brasil)

Gleisi Hoffmann não disputará o Senado, diz aliada

504 1

Pré-candidata ao Senado pelo PT do Paraná, Mirian Gonçalves, ex-vice-prefeita de Curitiba, avisa: Gleisi Hoffmann (PT) não tentará a reeleição ao Senado neste ano por causa das tarefas que tem como presidente nacional do partido.

A informação é da Coluna Expresso, da Revista Época.

No Paraná, comenta-se que Gleisi desistiu de concorrer à reeleição porque tem poucas chances de vencer e, por isso, disputará uma vaga na Câmara dos Deputados.

Começar de novo é começar de novo

Com o título “Começar de novo”, eis artigo do chefe do escritório do Unicef de Fortaleza, Rui Aguiar. Ele aborda a palavra-chave recomeçar. Confira:

Em uma loja de quadrinhos, a vendedora ensina que no mundo dos heróis e heroínas o recomeço sempre é possível. Reboot é o termo usado para descrever novas versões da história, acrescentando aos personagens características ainda não experimentadas, revendo enfoques de gênero, acrescentando vilões ou promovendo encontros inusitados.

Nestes trinta anos da Constituição brasileira de 1988, temos enredo suficiente para o recomeço de uma história cujo tema principal é a redemocratização e a universalização de direitos. Como na década de 1980, meninos estão na rua, crianças estão fora da escola, adolescentes são explorados e movimentos sociais minguam com falta de financiamento.

Um reinício seria a oportunidade para ir de casa em casa em busca daqueles que não têm forças para demandar serviços básicos.

Ocasião para encontrar novos finais para velhas histórias: homens e mulheres extenuados pelas desigualdades sociais e injustiças que os levam a filas para empregos que não se concretizam; a chorar por filhos perdidos para a violência; a esperar por milagres da medicina moderna em redes hospitalares do século passado; ou a cultivar lavouras em sistema agrário medieval. Narrativas reais da geração que nasceu na vigência da Constituição Cidadã e que ainda espera que ela se realize em suas vidas como um programa ético, promotor de oportunidades e antídoto de privilégios.

A nova história que se reinicia nas ruas e nos campos pode ser ilustrada com a imagem de cidadãos e cidadãs comuns, com os pés no chão, que não voam e buscam livrar-se da capa da invisibilidade. Estes novos heróis e heroínas do cotidiano não querem superpoderes ou cintos de inutilidades. Procuram apenas viver com a certeza de que suas diferenças serão respeitadas como qualidades e que poderão desenvolver seus projetos de vida sem malabarismos, máscaras ou disfarces. Com a cara limpa e o coração aberto, querem apenas que a luta seja uma força de expressão do desejo de ser feliz e nunca o uso da violência para impor vontades, como deveria ser sempre na democracia. Começar de novo é começar novo.

*Rui Aguiar

raguiar@unicef.org

Chefe do Escritório do Unicef em Fortaleza.

Essa é para cearense que adora cachaça

De 7 a 10 deste mês de junho, a capital mineira, Belo Horizonte, será sede da maior e mais importante feira de cachaça do mundo. Considerada a vitrine mundial da bebida, a Expocachaça está comemorando 21 anos e espera receber um público 60 mil pessoas nos quatro dias de festival, segundo a organização.

A Expocachaça receberá produtores de Minas Gerais e de outros 20 Estados, apresentando diversas marcas da bebida para comercialização, totalizando 150 expositores. Além disso, o sucesso do evento está na sua concepção de Feira e Festival, que traz uma programação eclética, unindo de forma harmônica o entretenimento, cultura, gastronomia e negócios.

O visitante poderá conferir shows que vão embalar as noites do festival. A programação conta com apresentações de artistas e gêneros musicais variados, como a dupla César Menotti e Fabiano, que encerra a primeira noite da feira. A Expocachaça contará ainda com atrações de outros estilos, como rock, pop e música eletrônica.

BNB apoiará jovens empreendedores no maior evento de startups do Pais

Romildo Rolim é o presidente do banco.O Banco do Nordeste, por meio do Hub Inovação Nordeste (Hubine), apoiará a participação de jovens empreendedores no InovAtiva Brasil 2018, maior programa de aceleração de startups do país, que ocorrerá dias 9 e 10 de junho próximo, no Recife, e dias 13 e 14 de outubro próximo, em São Paulo. A informação é da assessoria de imprensa do BNB.

Os jovens inovadores, Vaneska Sousa, Hudney Ferreira, Pedro Sousa, Lucas Martins e Filipe Silva, concluíram o ensino médio profissionalizante de informática em uma escola pública estadual cearense. Hoje eles compõem a equipe da startup Escolarize, plataforma que se propõe a otimizar o processo de ensino-aprendizado por meio da gamificação, que é o uso de técnicas de jogos para engajar pessoas, resolver problemas e melhorar o aprendizado.

Segundo a gerente do Hubine, Lina Salles, a gamificação na educação tem se mostrado eficaz estratégia para aumentar o interesse dos alunos pelo conteúdo estudado. “É necessário que a metodologia de ensino se atualize para acompanhar a evolução tecnológica na qual os estudantes atuais estão imersos 24 horas por dia. O uso de jogos é uma maneira eficaz de mostrar que adquirir conhecimento pode sim ser muito divertido”, afirma Lina.

Escolarize

A ideia da Escolarize surgiu do acompanhamento, durante três anos, dos baixos resultados escolares dos colegas. A responsável pela gestão de estratégias e negócios da equipe, Vaneska Sousa, explica porque a gamificação foi escolhida pela startup como solução para o problema: “Quando você usa a estratégia de jogos, você prende a atenção do jovem, pois permite que ele possa seguir seu próprio ritmo e sinta-se bem estudando com algo que ele gosta”.

Com o auxílio da solução da startup Total Cross, abrigada no coworking Hubine, a Escolarize criou uma plataforma de estudos que funciona diretamente de aluno para aluno e é acessível à realidade do estudante da rede pública de ensino. A solução já conta com mais de 500 alunos e 27 professores.

(Foto – Fábio Lima)

XIII Festival de Inverno da Serra da Meruoca abre espaço para talentos do Ceará

424 1

Kátia Freitas, Téti, Rodger Rogério, Edmar Gonçalves, Cristiano Pinho e outros grandes nomes da música do Ceará vão se apresentar neste sábado, a partir das 21 horas, no XIII Festival de Inverno da Serra da Meruoca, no Estádio Municipal. Eles farão o show “Futuro e Memória”, que foi o vencedor da votação online, na categoria Estadual, interpretando canções de Rogério Franco e Dalwton Moura, reunidas no disco de mesmo nome.

A noite de sábado, segundo a assessoria de imprensa do evento, também terá shows de Marcus Caffé, Luciano Franco e Paulo Araújo, além das bandas Outras Frequências, Titãs e Freud Explica?, fechando o evento, que começa nesta noite de sexta-feira.

O show foi apresentado pela primeira vez em 29 de março deste ano, no Teatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza, marcando o lançamento do disco. A votação online para escolha do espetáculo a ser apresentado no XIII Festival de Inverno da Serra de Meruoca foi feita no site www.festivalmeruoca.com, que disponibilizou músicas e texto de apresentação de cinco espetáculos que concorreram a uma vaga, em cada categoria. A campanha para votação no show “Futuro e Memória” rendeu grande repercussão nas redes sociais, com muitos comentários de apoio e entusiasmo.

(Foto – Divulgação)

A Violência e as cidades organizadas

Com o título “A Violência e as cidades organizadas”, eis artigo de Irapuan Diniz de Aguiar, advogado e membro da Academia Fortalezense de Letras. Ele aborda o tema segurança pública e a necessidade de reestruturação das policiais. Confira:

Vivemos, dramaticamente, em um mundo de transformações galopantes: o processo de metropolização urbana e o crescimento geométrico da densidade demográfica são dois fenômenos que acossam a sociedade. Estes fenômenos acarretam sombrias perspectivas para o ordenamento estatal responsável pela segurança pública. Os episódios de violência registrados no dia-a-dia evidenciam a urgente necessidade de se promover uma completa reformulação nos organismos responsáveis pela defesa social.

Infelizmente, as conclusões apresentadas quando da realização, ainda em 2010, na Conferência Nacional de Segurança Pública, sob os auspícios do Ministério da Justiça, foi uma exposição da luta intestina travada entre as instituições policiais por espaços de poder, resultando, ao final, tão somente, no estabelecimento de uma dezena de princípios e de diretrizes de difícil implementação por isso que nunca concretizadas.

É que, na discussão sobre a reestruturação das polícias, não se levou na devida conta o relevante aspecto sócio-econômico vivenciado pelas grandes cidades. Trata-se de um grave equívoco. Qualquer reflexão séria que se fizer sobre o assunto concluirá que as metrópoles com menor índice de violência e com polícia menos problemática são aquelas bem resolvidas do ponto de vista urbano.

Com efeito, as grandes cidades do país são, em regra, inchadas e mal planejadas. Apresentam, ademais, um cenário perigoso onde proliferam a miséria, a marginalidade e a violência nas ruas. A se contrapor a este fenômeno encontramos policiais armados, arbítrio e medo. Tal fato traduz a atual tragédia urbana brasileira. Somam-se ao cenário as anomalias congênitas, organizacionais, estruturais e filosóficas do aparelho policial, os vícios enraizados que resistem às transformações, na visão projetiva do panorama criminal e do combate policial, cada vez mais ingente, cruel algumas vezes, pelo vírus da violência que a todos contamina agravada, nos últimos tempos, pela epidemia no consumo do “crack” pelos jovens.

A construção, pois, de um novo modelo de Polícia, ajustado ao Brasil de hoje e que responda as demandas do amanhã, necessita de um amplo e profundo diagnóstico, o mais abrangente possível, envolvendo todas estas questões, e não apenas as doenças que acometem o corpo policial, a fim de que os “alquimistas” de programas governamentais disponham de valiosíssimos elementos sobre os quais, como verdadeiros laboratoristas, possam produzir uma proposta que guarde correspondência com os anseios da sociedade. Que a iniciativa da Assembléia Legislativa do Ceará, ao promover mais um Seminário sobre o tema, prestes a se iniciar, não se constitua em mais um evento que, ao final, não apresente indicações concretas para a minimização do atual cenário.

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado e membro da Academia Fortalezense de Letras.

Movimento Proparque convoca para a Festa da Vida

O Movimento Proparque vai promover o evento Festa da Vida. Será neste domingo, das 9 às 13 horas, no Parque Rio Branco, no bairro São João do Tauape, em Fortaleza.

No programa, palestra do professor PhD Alexandre Costa às 11 horas, sobre o tema “Terra, Planeta Água”. Antes, haverá show dos cantores Calé Alencar, Reina e Paulo Belim, e do Grupo Rytmos. Há espaços para piqueniques e brincadeiras com a criançada.

“É momento de confraternização, repasse de experiências e de você admirar o que as escolas, igrejas e associações fazem pela vida das pessoas, dos animais, das plantas e do planeta Terra, em campanhas atuais ou passadas”, diz o jornalista Ademir Costa, que coordena o Movimento Proparque.

SERVIÇO

Parque Rio Branco – Avenida Pontes Vieira.

Mais Informações – e-mail gritepelavida@gmail.com WhattsApp 99994.9052.

(Foto – Paulo MOska)

Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas fecha parceria com o Programa Mais Infância

A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) acaba de lançar o Projeto Prevenção em Família. Idealizado por técnicas da pasta, a ação preventiva será efetivada numa parceria com o Programa Mais Infância Ceará. Dessa forma, profissionais dos municípios que atuam com as famílias beneficiadas pelo “Mais Infância” serão qualificados para desenvolver oficinas de prevenção às drogas junto a esse público. A informação é da assessoria de imprensa da SPD.

Os 50 municípios cearenses selecionados para receber o projeto são os que apresentam maior número de famílias em situação de vulnerabilidade social já contempladas com o Programa Mais Infância Ceará. A ideia é orientar pais e responsáveis para promoverem o desenvolvimento infanto juvenil e o fortalecimento dos vínculos familiares, com ênfase na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas, informa o secretário Will Almeida.

A estratégia do Projeto Prevenção em Família constitui-se na realização de oficinas de atenção à infância e à família, com o suporte de atividades lúdicas e direcionadas às situações comuns do cotidiano familiar. A SPD ficará responsável pela capacitação de profissionais de Saúde, Educação e Assistência Social e pelo acompanhamento das atividades nos municípios.

 

Receita anuncia corte nos incentivos para compensar perdas com diesel

Em entrevista à imprensa na manhã desta quinta-feira (31), o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirmou que o governo federal vai reduzir incentivos fiscais para exportadores e as indústrias química e de refrigerantes para conseguir compensar as perda de receita com o acordo firmado com os caminhoneiros para o fim da paralisação da categoria. As medidas devem representar R$ 4 bilhões a mais para os cofres públicos., Um das medidas prevê mudanças na tributação para a indústria química, o renderá R$ 170 milhões a mais nos cofres públicos.

Outra medida é a queda da alíquota de 2% para 0,1% do Reintegra (Regime Especial de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras), que representará arrecadação de R$ 2,2 bilhões até o fim do ano. O programa devolve aos exportadores parte dos impostos cobrados na cadeia de produção.

O governo decidiu ainda reduzir do Imposto sobre Produtos Importados (IPI), de 20% para 4%, cobrada na fabricação de concentrados de refrigerantes, que gerará R$ 740 milhões. Para que as alterações entrem em vigor, serão editados decretos e medidas provisórias.

Além dessas medidas, foi publicada na edição extra do Diário Oficial da União desta quinta-feira, a lei, sancionada pelo presidente Michel Temer, que reonera a folha de pagamento de 28 setores da economia. Com a lei, o impacto nos cofres públicos deve ser de R$ 830 milhões.

(Agência Brasil)

Planalto gastará R$ 248 mil com flores

As flores para enfeitar o Palácio do Planalto estão garantidas até o último dia da gestão do presidente Michel Temer. Quem informa é a Época, adiantando que o governo gastará até R$ 248 mil para adquirir flores nobres, tropicais e de campo.

A empresa responsável por fornecê-las também ficará responsável por manter, conservar é revitalizar arranjos e plantas.

Efeito Caminhoneiros – Abastecimento nos supermercados só normaliza na próxima semana

O abastecimento de frutas e hortaliças nos supermercados de Fortaleza deve ser normalizado a partir de segunda, 4, ou terça-feira, 5, da próxima semana, estima o analista de mercado da Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa), Odálio Girão. Nesta quinta-feira, 31, foram recebidos cerca de 170 caminhões de todo o Ceará e de outros estados, fazendo com que o mercado opere com 70% de sua capacidade. Produtos que estavam em falta ou em baixa quantidade, como cebola e laranja, voltam às gôndolas.

Apesar da melhora, vendedores e consumidores continuam reclamando dos preços de alguns produtos. A saca da batata, por exemplo, que costumava custar R$ 120, chegou ao pico de R$ 500 durante a greve. Hoje, o custo é de R$ 350. Segundo Odálio, a expectativa é de que os preços diminuam e voltem à normalidade gradativamente e que alguns itens possam ficar até mais baratos que a média, como a cenoura, o tomate e o abacaxi.

Na Ceasa, o espectro do desabastecimento ainda é visível. Alguns boxes permanecem vazios por falta de produtos. Devido à instabilidade da greve, alguns vendedores deixaram de fazer pedidos com medo de perder mercadoria. A comerciante Rosineide Silva está dando preferência a produtos regionais para não ter prejuízo. “Não dá para ficar comprando mais, por exemplo, a batata, porque tá muito caro. Tô dando preferência para os produtos mais daqui”.

“O dia de hoje foi muito gratificante para o mercado”, comemora Odálio. Ele afirma que produtos como batata inglesa, abacaxi, cebola, melancia e laranja já estão com abastecimento normalizado. Repolho, cenoura e goiaba já existem nas prateleiras, mas são esperados carregamentos em grande escala nos próximos dias. Por virem principalmente de outros estados, pera, maçã, uva, nectarina, pêssego e kiwi devem demorar mais a voltar para o consumidor.

(O POVO Online- Irna Cavalcante/Foto – Evilázio Bezerra)

No meio do caminho do supermercado, há um buraco

206 1

Não, não é nenhum trecho de BR do Ceará. Isso aí é a buraqueira que atrapalha a vida dos motoristas que circulam pela rua Silva Paulet, esquina com a Júlio Ventura, no coração da Aldeota, em Fortaleza.

Bem pertinho do Supermercado Pão de Açucar, de trânsito no entorno dos mais movimentados. Quando estava na época do inverno, lembrava uma lagoa.

Pode ser que agora, com o fim da chuva, uma operação tapa-buracos passe por lá.

(Foto – D. Moura)

Restaurante indenizará noivos por falta de energia em festa de casamento

Concessionária que demora mais do que o previsto para restabelecer energia elétrica e estabelecimento que não avisa cliente da situação praticam ato ilícito e geram dano moral. Esse foi o entendimento da 23ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça fluminense ao condenar um restaurante e a Light a pagarem R$ 10 mil de indenização a noivos que perderam as três primeiras horas de sua festa de casamento por ausência de energia. A informação é da assessoria de impensa do TJ do Rio de Janeiro.

Eles alugaram o estabelecimento, com direito a buffet de comidas e bebidas, para a comemoração no dia 31 de janeiro de 2015, das 21h à 1h do dia seguinte. Porém, como restabelecimento da energia somente ocorreu próximo da meia noite, o dano moral ficou configurado, segundo a relatora do caso, juíza Maria Celeste Jatahy.

Ela destacou que a falta de energia elétrica no espaço alugado e as consequências sofridas pelos noivos são fatos incontroversos. E rechaçou os argumentos apresentados pela Light de que teria comunicado a interrupção do serviço de energia no período de 8h às 20h, já que o restabelecimento ocorreu perto da meia-noite.

De acordo com a relatora, o restaurante deixou de demonstrar o motivo pelo qual manteve o contrato, já que estava ciente da interrupção de energia e não comunicou o fato aos noivos para eventual contratação de um gerador.

“Apesar da indenização por dano material ter sido afastada, já que o serviço contratado foi prestado, o dano moral foi configurado”, escreveu a relatora. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RJ.

Greve dos Caminhoneiros trouxe para a estrada a necessidade de uma reforma tributária

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Stuart, manda para o Blog uma reflexão sobre a greve dos caminhoneiros que chega ao fim aos poucos, mas deixando uma reflexão: é necessário uma reforma tributária. Confira:

Acompanhei com enorme preocupação o andamento da greve dos caminhoneiros e os seus reflexos para a economia do Brasil e, em especial, do Ceará. É preciso destacar que o setor rodoviário, principal modal responsável pelo transporte de cargas no país, vive uma crise que não é de agora, com muitas de suas empresas enfrentando sérias dificuldades para se manterem em operação. A grade de transporte rodoviário vivia este problema e não estava sendo vista ou ouvida por quem deveria. O que muitos segmentos da nossa indústria estão sentindo hoje, eles vinham sentindo há muito tempo.

Nesse sentido, considero que o movimento é vitorioso por alertar à sociedade, ao governo e aos políticos, que chegamos à exaustão. É preciso entender o que está levando o Brasil a esta situação de dificuldade, quadro escancarado pelos caminhoneiros. Não podemos culpar a greve por este cenário que é conjuntural. A culpa é de todo esse quadro que privilegia a alta carga tributária, a corrupção nas esferas públicas de poder, a barganha na elaboração dos orçamentos. É isso que está gerando todo esse desequilíbrio.

O movimento teve o mérito de trazer de volta a discussão sobre o nosso modelo de Estado, sobre o qual se faz urgente uma reforma tributária e, fundamentalmente, a reforma fiscal, reduzindo as despesas, eliminando mordomias e excessos que devastam as finanças públicas e a moralidade brasileira, enfim, diminuindo o tamanho do Estado. Assim, poderão ser criadas condições para que o Brasil possa ser competitivo, com o fortalecimento da educação, melhoria das universidades, habilitando os jovens para a economia de amanhã. Essa, sem dúvida, deve ser a pauta prioritária do próximo governo, pois o atual não terá mais força nem tempo para fazê-la. A greve, portanto, foi apenas o estopim de um quadro que estava em vias de explodir.

Infelizmente, o reflexo da greve, com mais de uma semana de paralisação dos caminhoneiros, é uma situação de calamidade vivenciada nas cidades brasileiras, causando desabastecimento e perdas que dificilmente serão recuperadas pelo setor produtivo a curto prazo. No Ceará, muitas fábricas estão sem condições de trabalhar e outras tiveram que criar alternativas para não parar por completo. O mais grave nisso tudo é que mesmo com o fim da paralisação, a volta à normalidade ainda leva tempo, aumentando os prejuízos e as dificuldades que já são enormes por conta da lenta recuperação da economia.

É imprescindível que haja, nesse momento, sensibilidade por parte do movimento dos caminhoneiros e de outras categorias que queiram levar adiante ações do tipo, para entender que podemos estar levando o país a um caminho que será muito difícil a curto e médio prazo retomarmos a direção da recuperação econômica.

Beto Studart,

Presidente da FIEC

São Paulo, 30 de maio de 2018.

DETALHE -Beto encontra-se em São Paulo se restabelecendo de câncer no pulmão.

Movimento de Saúde Mental Comunitária do Bom Jardim abre loja social no Shopping Del Paseo

Mulheres com Socorro França, Stela Rolim e a primeira dama de Fortaleza posam de modelo.

O Movimento Saúde Mental Comunitária (MSMC) vai abrir uma loja social Shopping Del Paseo no próximo dia 5, às 18 horas. Ali, serão vendidas camisetas para a torcida do Brasil, canecas, shorts, caftans e outros produtos personalizados. Os produtos são confeccionados por mulheres do Grande Bom Jardim com a marca “Florescer” – ateliê de arte e moda do MSMC. As vendas serão revertidas para a sustentabilidade das ações socioterapêuticas do Movimento e para as artistas, artesãs e costureiras do ateliê.

O ateliê de arte e moda – Florescer – é uma ação de produção, geração de renda e, em breve, o projeto planeja ações de microcrédito voltado para mulheres, visando a ocupação profissional e o empreendedorismo feminino.

Tudo começou ainda em 2005 com as primeiras ações de arte-terapia envolvendo mulheres da comunidade. Depois, em 2009, foi criada a Bodega das Artes que reunia a produção de artesanato e artes visuais. O ateliê é uma evolução desse processo histórico.

DETALHE – A loja Florescer é aberta com a parceria do Shopping Del Paseo, da C. Rolim Engenharia, das Casas Magalhães e Edisca.

SERVIÇO

*Shopping Del Paseo. Piso L2. (Em frente à agência da Caixa Econômica)

*Mais informações:

Capital: 85 98636.8044

Interior: 88 99654.5535.

MPF abre investigação contra empresários e líderes da greve dos caminhoneiros

A 2ª Câmara do Ministério Público Federal encaminhou aos MPs locais um pedido para apurar a conduta de seis envolvidos na greve de caminhoneiros. A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

A subprocuradora-Geral da República Luiza Cristina Frischeisen pede para os procuradores verificarem se houve incitação de alteração da ordem pública e social ou de animosidade contra as Forças Armadas.

Em dois casos, sugere verificar se não se enquadram na Lei de Segurança Nacional.

Entre os investigados, há empresários que, segundo ela, teriam autorizado os grevistas a colocarem fogo nos caminhões e um sargento da reserva que, defensor contumaz da intervenção militar, teria publicado vídeo com mais de três milhões de visualizações.