Blog do Eliomar

Últimos posts

Há algo errado em nossa Educação?

Em artigo enviado ao Blog, o professor Djacyr de Souza sugere atividades educativas no recreio de alunos e docentes. Confira:

Hoje me deparei com uma cena no mínimo inusitada: Estava eu fazendo atividades com materiais recicláveis para decoração de natal. De repente uma menininha chega e fica conversando sobre lixo, materiais, dizendo que sua casa está uma bagunça e me pede para participar da atividade.

Vi naquela criança o desejo de participar , vi alegria na ação dela e a vontade de aprender algo que era um pouco de educação ambiental. Como não era minha aluna pedi à coordenadora para falar com sua professora para que deixasse a menininha participar da atividade. A resposta da professora foi : Ela não vai por que não fez o dever.

Descobri então que todo mundo está certo e eu estou completamente errado em relação à educação. Na mesma escola vi um recreio com crianças de 1ª à 5ª Série brincando de bater uns nos outros, se agredindo, correndo para pegar os outros e no final das contas entendi que o tal repertório de desculpas de que os alunos maiores batem nos menores caiu por terra, pois a violência não é questão de idade é de mediação.

E se houvesse um recreio monitorado com atividade interessantes que atraíssem os alunos? E se os professores perdessem um minuto do seu amado recreio para acompanhar os alunos em uma atividade de brincadeiras edificantes? E se a escola ensinasse valores em vez de conteúdos?

Nosso problema é grave, não é de salário. É de formação e compromisso além de vontade política de fazer , além de interesse pelos mais pobres e nem sei por que estou falando isso, mas queria ao menos desabafar. Alguns acham que isso é bobagem, mas eu acho que é um lamento pela nossa educação que está indo solenemente para o vinagre.

Desculpem aos que odeiam o que digo, mas a democracia ainda nos dá este direito, ou não?

Djacyr de Souza,

Professor.

Oi Futuro prorroga prazo de inscrições para patrocínios culturais

Da Oi Futuro, recebemos a seguinte nota:

Caro Eliomar de Lima,

Informamos que foi prorrogado até 12 de dezembro o prazo de inscrições de projetos no Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados. Podem ser inscritas iniciativas de todas as regiões do Brasil em áreas como música, artes cênicas, artes visuais, dança, audiovisual e outros, incluindo mobile art, nova categoria que passa a integrar o edital. Também serão selecionados projetos voltados para a programação dos centros culturais Oi Futuro, no Rio e em Belo Horizonte.

O destaque desta edição é a valorização de projetos que trazem conteúdos digitais, favorecendo a circulação da produção cultural por meio da tecnologia. . O instituto de responsabilidade social da Oi disponibiliza o número de telefone 0800-0300805 para esclarecimentos de dúvidas dos produtores e artistas interessados, de segunda a sábado, das 9 às 21 horas.

SERVIÇO

Produtores e artistas podem se inscrever no site do Oi Futuro – www.oifuturo.org.br

Um desembargador em clima literário

102 1

fernando ximenees

O desembargador Fernando Ximenes lançará, a partir das 19 horas desta quinta-feira, no Ideal Clube, o livro “Palavras e Admirações”. Trata-se de uma coletânea de textos que ele tem produzido em sua trajetória no cotidiano e na rotina do Poder Judiciário.

Fernando Ximenes é membro do Instituto do Ceará e, nesse evento, terá a presença de vários integrantes da entidade. Entre eles, o deputado federal Mauro Benevides (PMDB).

Sobre o livro, um detalhe: um dos textos destaca Demócrito Dummar que, por cerca de 40 anos, presidiu o Grupo de Comunicação O POVO.

Coordenador do MovPaz é preso em operação da Polícia Federal

102 1

Nesta quinta-feira, 28, a Polícia Federal (PF) está realizando a Operação Vulcano para desarticular uma organização que praticava fraudes contra o programa federal conhecido como Campanha do Desarmamento, em Feira de Santana (BA). Os agentes da PF prenderam o coordenador nacional da ONG Movimento Internacional Pela Paz e Não-Violência (MovPaz), Clóvis Nunes, nesta manhã, em Fortaleza. Ele está sendo conduzido ao município baiano.

Além de Clóvis, a PF confirmou que o irmão dele, Carlos Nunes, foi preso, em Feira de Santana. Segundo informações do Posto Avançado de Feira de Santana, um coronel da Polícia Militar também foi levado para prestar esclarecimentos.

De acordo com a PF, estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão temporária e cinco mandados de condução coercitiva, nas cidades de Feira de Santana (BA), Cícero Dantas (BA), Antas (BA) e Fortaleza, expedidos pela 2ª Vara Federal de Feira de Santana (BA).

A Fraude

Segundo a investigação, armas inexistentes estavam sendo cadastradas no sistema Desarma, bem como o cadastramento de armas artesanais como se fossem de fabricação industrial. O objetivo era gerar guias de pagamento, já que a entrega de armas resultava em indenização, variando de R$ 150 a R$ 400. A fraude pode ter causado um prejuízo à União de, aproximadamente, R$ 1,3 milhão.

Além disto, a PF afirma que das 8800 armas de fogo que geraram indenizações no sistema Desarma, 4000 armas não existiam e outras 4400 eram de fabricação artesanal, ou seja, não resultaria em qualquer tipo de pagamento .

Às 15h desta quinta-feira, 28, está marcada uma entrevista coletiva, na qual o delegado Val Goulart, que acompanha a operação na Bahia, irá informar detalhes sobre o caso.

Casa da Paz

No início de novembro, O POVO Online, foi até a Casa da Paz, sede da ONG Movimento Internacional Pela Paz e Não-Violência (MovPaz), em Fortaleza, para entrevista Clóvis Nunes. Na ocasião, ele informou que a campanha recolheu 68 armas e 487 unidades de munição em dois meses.

“O anonimato é garantido, não tem pergunta, nem complicações. O governo não quer saber a origem da arma, apenas tirar a arma de circulação”, explicou Clóvis Nunes. Quem entrega a arma também recebe uma indenização que varia de R$ 150 a R$ 450, dependendo do calibre.

Além de 21 ações contra violência, a Casa da Paz funciona como posto de entrega para armas. Qualquer pessoa pode levar sua arma até a sede, localizada no bairro de Fátima, e fazer o procedimento no anonimato.

Sede em Feira de Santana

O MovPaz foi criado em Feira de Santana, Bahia, em 1992. Há dois anos e seis meses, o movimento começou a campanha de desarmamento. Segundo o coordenador nacional da ONG, de 2011 a 2013, o número de homicídio caiu 51% no município baiano com a iniciativa de desarmar a população. Na cidade, já foram recolhidas 4.695 armas.

Segundo a assessoria de imprensa do movimento em Fortaleza, “essa denúncia não se refere a nada da Casa da Paz” da capital cearense. A assessoria disse que os advogados do MovPaz ainda não tinham tido acesso, no começo da tarde, aos documentos referentes à operação, mas confirmou que Clóvis Nunes foi preso em Fortaleza e levado para a Bahia. A casa continua funcionando em Fortaleza. Até hoje, foram entregues 88 armas e 583 munições na unidade.

Em nota enviada ao O POVO Online, o MovPaz defende Clóvis Nunes, a quem classifica como “uma pessoa íntegra que compõe os quadros da entidade na condição de coordenador nacional do MovPaz Brasil, membro do Conselho Nacional de Segurança Pública (CONASP), coordenador Regional Nordeste da Campanha do Desarmamento, diretor administrativo do Projeto ‘Por um Mundo Sem Armas’, da Rede Desarma Brasil, professor, escritor e conferencista, motivos pelos quais não há razão para se duvidar de sua conduta, pois sempre pautou suas ações no bem à população”.

(O POVO Online)

Emenda do voto aberto é promulgada pelo Congresso em clima de polêmicas

“Em meio a dúvidas e polêmicas a emenda constitucional que institui o voto aberto nas votações de processos de cassação de mandatos de deputados e senadores e de vetos presidenciais foi promulgada nesta quinta-feira (28) em sessão do Congresso Nacional. A polêmica foi levantada porque o texto promulgado apenas suprime da a expressão “votação secreta”,mas não deixa explícito que as votações desse tipo terão que ser abertas.

Na avaliação do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) o fato de os Regimentos Internos da Câmara e do Senado ainda preverem a votação secreta nesses casos, pode fazer com que a medida não tenha efeito na prático. “Penso que à luz do que aprovamos ontem, não acabamos com o voto secreto na cassação de parlamentares. O meu receio é que nós estejamos vendendo, de alguma maneira, involuntariamente, gato por lebre”, disse o senador.

Minutos antes da promulgação o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL) disse que não há motivos para preocupação. Segundo ele a mudança constitucional garante a votação aberta. “ Este é um entendimento que não vai a lugar nenhum porque a Constituição prepondera sobre qualquer regimento. Não há nenhuma duvida jurídica em relação a isso, tanto que nós vamos promulgar”, garantiu Renan.

Com a entrada da lei em vigor os deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP), João Paulo Cunha (PT-SP) e José Genoino (PT-SP), além de Pedro Henry (PP-MT) condenados pelo Supremo Tribunal Federal na Ação Penal 470 – conhecida como mensalão – já terão a cassação analisada em votação aberta.”

(Agência Brasil)

Delegados de Polícia Civil do Ceará querem inclusão como "carreira jurídica"

Com o título “O Delegado de Polícia frente à Lei n. 12.830/2013”, eis artigo do advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Também advogado aposentado, ele lamenta que o Governo do Estado ainda não tenha inserido a categoria nas carreiras jurídicas estaduais. Confira:

Recente alteração legislativa promovida pela Lei 12.830/2013 reafirmou o que a CF/88 já havia proclamado no seu art. 241, ao reconhecer o cargo de delegado de polícia como integrante das carreiras jurídicas, sistematizando, assim, um vetor isonômico com os demais cargos insertos no sistema jurídico pátrio já que, conforme dispôs o art. 2º “as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais exercidas pelo delegado de polícia são de natureza jurídica e exclusivas de Estado”.

Como dirigentes de unidades policiais, responsáveis pela presidência de atos de polícia judiciária, e, ainda, nos termos do disposto nos art. 2º, § 1º, da mesma lei, aos Delegados de Polícia cabem a condução da investigação criminal por meio de inquérito policial ou outro procedimento previsto em lei, tendo como objetivo a apuração das circunstâncias, da materialidade e da autoria das infrações penais. O alcance deste importante diploma legal vai mais além ao conferir às Autoridades Policiais o mesmo tratamento protocolar dispensado aos juízes, promotores, defensores públicos e advogados, representando, em suma, um verdadeiro respeito aos administrados como sinônimo de cidadania.

A despeito disso, ainda tramita na Assembleia Legislativa cearense uma PEC originária do Poder Executivo que, timidamente, apenas afirma o óbvio, qual seja a de que o cargo de delegado de polícia, por ser uma atividade judiciária, exerce uma “atividade jurídica” (sic).

Ora, “atividade jurídica” é inerente a qualquer operador do direito. O que pretende a classe dos delegados é sua reinserção nas carreiras jurídicas estaduais por ser de direito e Justiça fato que não mais comporta qualquer dúvida.

Irapuan Aguiar,

Membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/CE e delegado de polícia aposentado.

Passarela do KM 20 será entregue nesta 5ª feira

Com apresentações culturais e participação de lideranças políticas, a passarela sobre o KM 20 da BR-116 será entregue às 17 horas desta quinta-feira. O deputado federal Artur Bruno (PT) e moradores que reivindicaram por mais de 20 anos a construção da estrutura no local, marcado por constantes acidentes com vítimas fatais, estão convocando a imprensa.

A obra é do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) que foi obrigado, por ação ajuizada pelo Ministério Público Federal, a construir oito passarelas, seis ao longo da BR-116 e duas na BR-222. O valor da licitação foi de R$ 7,3 milhões e a empresa terá de realizar manutenção na estrutura durante um ano e oito meses (tempo do contrato, que pode ser renovado). Ainda está em andamento projeto para construção de passarelas definitivas.

 

Leitor cobra providências contra buraco no bairro Alagadiço Novo

77 1

buracollo

De Mesquita Aires, leitor do Blog, recebemos a seguinte queixa:

Senhor Prefeito

Os moradores da rua Rafael Tobias próximo ao número 2120, no bairro Alagadiço Novo,  estão indignados com o descaso do Poder Público: um buraco existente na rua há mais  de 5 (cinco) anos. Para  comemorar  a existência do buraco,  houve até festinha de aniversário para chamar atenção das autoridades competentes (Regional VI,  da Prefeitura Municipal de Fortaleza), mas  sem  resultados.

Quando chega a noite,  a situação fica ainda pior. Além da dificuldade de acessibilidade dos automóveis, os moradores têm  que conviver com presença de mosquitos e muriçocas que tomam conta da rua,  além da infestação de ratos e baratas que podem transmitir doenças.

Cobramos providências,

Sem mais,

Mesquita Aires.

UPA de Horizonte que Dilma inaugurou procura médicos no mercado

Inaugurada pela presidente Dilma Rousseff na última sexta-feira, a UPA de Horizonte está operando com poucos plantões. Segundo a assessoria de imprensa desse município, por falta de médicos.

Para resolver essa situação, a Prefeitura está contratando cinco médicos. Quer principalmente cirurgião geral e pediatra. O plantão de 12 horas de trabalho – de segunda a sexta-eira, é de R$ 800,00.

SERVIÇO

Mais Informações – 3336 6048.

Farol do Mucuripe será tema de reunião entre Secult e Secretaria do Patrimônio da União

grafiteg

O secretário de Cultura do Estado, Paulo Mamede, vai participar de reunião, na próxima terça-feira, na sede da Superintendência do Patrimônio da União no Ceará (SPU-CE). Segundo a assessoria de imprensa da Secult, o tema será o Farol do Mucuripe. No encontro, serão avaliadas possíveis contribuições da Secult para a revitalização do equipamento, que pertence à SPU.

A Secretaria de Cultura da Prefeitura de Fortaleza (Secultfor), a Secretaria Executiva Regional II, da Prefeitura de Fortaleza, e a Marinha do Brasil foram convidadas para esse encontro.

A reunião foi acertada terça-feira pelos secretários de Cultura do Estado, Paulo Mamede, e do Município, Magela Lima. “Recebemos um telefonema do superintendente da SPU e acertamos a reunião para terça-feira, dia 3, na SPU. Convidamos a Marinha, a Secultfor e a Regional II, para que possamos conversar juntos sobre possíveis ações quanto ao Farol do Mucuripe”, adianta o secretário Paulo Mamede.

DETALHE – O Farol do Mucuripe foi grafitado por artistas, o que gerou polêmicas nas redes sociais.

Pela revitalização do riacho Pajeú

72 2

Com o título “Pajeú acuado”, eis artigo do jornalista, escritor  e ambientalista Demitri Túlio. Ele alerta sobre a degradação do riacho Pajeú sob olhares coniventes da Prefeitura de Fortaleza e do Governo do Estado. Confira:

O riacho Pajeú não para de ser degradado. E com a conivência da Prefeitura e do Governo do Estado. A gestão passada pouco fez pelo “rio” e a Justiça (leia-se varas da Fazenda Pública) só contribui para a agonia do bioma.

Ano passado, a Secretaria Regional do Centro poderia ter sido prudente ao embargar parte da construção do condomínio Amazonas, na rua Nogueira Acioly com Heráclito Graça. Não o fez. Um pedaço do espaço construído do edifício invadiu a área de dispersão do riacho. Há um muro beirando a água rala que ainda corre por lá.

Quando as chuvas chegarem, se a seca não continuar em 2014, o novo paredão que isola o riacho irá ao chão. Ali é local de alagamento. São os caminhos invadidos por onde passa o Pajeú.

O curioso é que, encostada ao muro, há uma placa da Caixa Econômica Federal informando que financiou o empreendimento, que ignora a presença do Pajeú. Aliás, os financiamentos com dinheiro público deveriam ser proibidos para quem não leva em conta a degradação ambiental.

No lápis, se fôssemos relacionar quem degrada o Pajeú, talvez nem a Prefeitura de Fortaleza escapasse da multa. Em 2011, uma universidade particular (Unice), localizada na rua Dona Leopoldina, fez um estacionamento em cima do leito do riacho.

E ficou por isso mesmo. Grande exemplo de cidadania para seus acadêmicos.

Fica uma pergunta para a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma): qual a contrapartida ambiental da construtora que está erguendo o edifício Amazonas, vizinho ao Pajeú? A mata ciliar dali, que ficava em frente ao codomínio residencial, não existe mais. Daí, mais assoreamento e futuras inundações.

Até aqui, nenhum prefeito encarou a revitalização do Pajeú. Por sugestão, deveria começar proibindo qualquer nova construção às margens do riacho e repactuar com quem o acua há tempos. Assim, poderia tentar ressuscitá-lo e reintegrá-lo às práticas da Cidade.

* Demitri Túlio

demitri@opovo.com.br
Jornalista.

Incrível, sobrou dinheiro nas obras da Praia do Futuro

121 5

setfor obras pfuturo

Em uma situação rara, em termos de obras públicas, sobrou dinheiro dos recursos destinados às obras da Praia do Futuro. Com a primeira etapa praticamente concluída, do Caça e Pesca à Praça 31 de Março, a ser entregue em dezembro, e com a segunda etapa em fase de conclusão, da Praça 31 de Março ao Mucuripe, a ser entregue em janeiro, alguns milhões ficarão em caixa.

O dinheiro destinado às obras, cerca de R$ 80 milhões, é de origem da Corporação Andina de Fomento (CAF), em contrato de financiamento do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) do Ministério do Turismo.

Para não devolver o dinheiro, a Prefeitura de Fortaleza conseguiu apresentar um novo projeto para a requalificação de ruas no entorno das avenidas Dioguinho e Zezé Diogo. O prazo de entrega dessas obras é fevereiro do próximo ano.

Segundo o titular da Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, responsável pelo andamento das obras, a gestão Roberto Cláudio recebeu a Praia do Futuro com 10% de obras em andamento. De acordo ainda com o secretário, atualmente a Praia do Futuro conta com 75% de obras concluídas.

VAMOS NÓS – De fato, não é todo dia que gestores afirmam que sobrou dinheiro em uma obra. Quase sempre reclamam da falta de recursos e pedem mais e mais dinheiro.

(Foto – Cláudio Barata)

BC – Taxas de juros sobem em outubro

“As taxas de juros subiram em outubro, de acordo com dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (28). No caso das famílias, a taxa subiu 1,1 ponto percentual, para 38,3% ao ano, de setembro para outubro. A taxa para as empresas subiu 0,1 ponto percentual, para 20,8% ao ano. Essas taxas de juros são do crédito com recursos livres. No caso do crédito direcionado (empréstimos com regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural e de infraestrutura), as taxas de juros também subiram. Para as empresas, a alta ficou em 0,1 ponto percentual, para 7,5% ao ano. As famílias pagaram taxa de 7,2% ao ano, aumento de 0,2 ponto percentual em relação a setembro.

A taxa de inadimplência, considerados os atrasos superiores a 90 dias, teve queda para as pessoas físicas no crédito com recursos livres – caiu 0,2 ponto percentual, para 6,8%. Para as empresas, ficou estável em 3,4%.
No caso do crédito direcionado, a inadimplência é bem menor. A inadimplência das pessoas físicas ficou em 1,7%, com redução de 0,2 ponto percentual. As empresas apresentaram inadimplência de 0,5%, estável em relação a setembro.”

(Agência Brasil)

Presidente da Assembleia prossegue negociações com grevistas das estaduais

79 14

fotouece

O presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PROS), e a Mesa Diretora da Casa prosseguem, nesta quinta-feira, as negociações com grupo que ocupou a sede do legislativo estadual.  O grupo ali se encontra desde a noite dessa quarta-feira cobrando a pauta de negociações das universidades estaduais com o Governo do Estado.

Os parlamentares se reuniram com representantes da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Estadual do Cariri (Urca) e Universidade Estadual Vale do Acaraú (Uva). Professores e estudantes se encontram no hall de acesso ao plenário da Casa desde a noite de quarta-feira.

Durante o encontro, José Albuquerque e os deputados Tin Gomes (PHS), Sérgio Aguiar (PROS), Lucílvio Girão (SDD), Manoel Duca (PROS), Júlio César Filho (PTN), José Sarto (PROS) e Osmar Baquit (PSD) ouviram os manifestantes sobre os pontos da pauta. Também participou do encontro o vereador por Fortaleza, Deodato Ramalho (PT).

(Foto – Manifestante)

Permanência em serviço após aposentadoria dá direito a multa

“O empregado que permanece em serviço após aposentadoria tem direito a multa sobre o FGTS em caso de dispensa imotivada. Firmado na Orientação Jurisprudencial 361 da Subseção de Dissídios Individuais 1 do TST, o entendimento foi adotado pela Turma Recursal de Juiz de Fora para julgar procedente o recurso de uma ex-empregada do município de Santos Dumont (MG). Assim ela terá direito a multa de 40% sobre o saldo do FGTS de todo o contrato de trabalho.

A reclamante foi contratada pelo município reclamado em 1992, para exercer o cargo de auxiliar de serviços gerais, tendo sido dispensada em 2013, após a aposentadoria espontânea, por idade, concedida pelo INSS. O juízo de primeiro grau entendeu que a dispensa da reclamante após a sua aposentadoria é ato legítimo, porque se ela permanecesse trabalhando para o reclamado após a jubilação, ensejaria a formação de contrato irregular ou nulo com a administração pública. Assim, como contrato de trabalho foi extinto por causa da aposentadoria espontânea da reclamante, o pagamento da multa de 40% sobre o FGTS seria incabível.

A trabalhadora recorreu dessa decisão, alegando que a aposentadoria espontânea não deve ser causa extintiva do contrato de trabalho, uma vez que ele era regido pelo regime celetista e a CLT não prevê a extinção do contrato em virtude de aposentadoria espontânea.”

(Consultor Jurídico)

STM absolve réus do caso "Lancha do Mucuripe"

60 1

márcio cruz

Vereador Márcio Cruz foi envolvido no caso.

“O Superior Tribunal Militar (STM), em julgamento de embargos infringentes, decidiu absolver três acusados de furtarem cerca de mil litros de combustível da Lancha Mucuripe, no Ceará. Os réus, um ex-marinheiro e dois civis, foram condenados na primeira instância da Justiça Militar da União a três anos de reclusão e tiveram a condenação confirmada pelo STM em 2010. Segundo o Ministério Público Militar, o réu que denunciou o suposto furto já havia sido condenado por outro crime na justiça estadual do Ceará e foi à Capitania dos Portos de Fortaleza para denunciar que o marinheiro M.C.F teria participado com ele e mais um civil de um furto de combustível de uma lancha.

Ainda segundo a investigação, o material furtado teria sido guardado em tambores, na casa do terceiro envolvido. Segundo o civil, ele teria concordado em participar do crime porque devia uma quantia em dinheiro ao marinheiro que lhe prometeu a quitação da dívida se ele participasse do crime. No entanto, logo após o furto, o marinheiro teria continuado a cobrá-lo e também a ameaçá-lo.

O trio foi denunciado pelo Ministério Público Militar junto à Auditoria de Fortaleza e, enquanto o denunciante manteve a sua versão do crime, os outros dois denunciados – o civil e o marinheiro – negaram ter participado de conduta criminosa. No julgamento de primeira instância, os réus foram condenados a três anos de reclusão. Em 2010, as defesas recorreram ao STM.”

(Com STM)

DETALHE – Esse caso envolveu o marinheiro Márcio Cruz. Hoje ele é vereador de Fortaleza. Foi eleito pelo PR e agora acomoda-se no PROS. Márcio nos disse que fica em paz agora.

Acrísio Sena quer campanha para divulgar lei contra abusos na lista do material escolar

acrisiossna

A Comissão de Defesa do Direito do Consumidor da Câmara Municipal deverá realizar audiência pública sobre a lei que proíbe itens coletivos na lista do material escolar. A iniciativa é do presidente da comissão, Acrísio Sena (PT), elogiando que a medida partiu do deputado federal Chico Lopes (PCdoB), sendo necessário que seja cumprida e não fique só no papel.

Acrísio vai convocar Procon, OAB, Sindicato Apeoc e o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino para discutir a lei.

“Queremos fazer campanha para divulgar essa lei. Isso é um alivio no bolso dos pais dos alunos”, destaca Acrísio Sena.

Índice que reajusta aluguel tem forte redução

“O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) teve alta de 0,29% em novembro, variação bem abaixo da registrada em outubro (0,86%). Desde janeiro, a taxa acumula 4,88% e, nos últimos 12 meses, 5,60%. O índice, apurado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas, é utilizado como base de cálculo em renovações de contratos de aluguel, entre outros.

O resultado foi influenciado, principalmente, pela variação de preços no setor atacadista, medida em um dos três componentes da taxa, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), com decréscimo de 0,17% ante 1,09%. Entre as oscilações que perderam força estão os materiais e componentes para manufatura, cujos preços ficaram praticamente estáveis, em 0,01%, ante aumento, em outubro, de 1,04%.

No que se refere aos produtos com cotação no mercado internacional, aferidos por meio do índice de matérias-primas, a taxa passou de 1,95% para 0,60% sob o efeito, principalmente, dos itens: minério de ferro (de 6,81% para 2,06%), aves (de 3,27% para -6,16%) e bovinos (de 3,80% para 0,75%).”

(Agência Brasil)

Ministro entrega caminhões e carros-pipa para 57 municípios cearenses

pepe_vargas_1

O ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Pepe Vargas, estará em Fortaleza nesta sexta-feira. Às 15 horas, na sede da Delegacia Federal do MDA no Estado, ele vai entregar máquinas da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento ( PAC 2).

Segundo o deputado federal José Airton (PT), que estará no ato, o ministro entregará máquinas que beneficiarão um total de 57 municípios. Caminhões, caçambas e carros-pipa constam na liberação que atenderão municípios como Aracati, Assaré, Beberibe, Cascavel, Itapajé, Jaguaruana, Morrinhos, Ocara, Pentecoste, Pereiro, Quixelô e Salitre.

A medida do governo federal chegará, de acordo com José Airton, como “um importante reforço para ajudar os agricultores familiares da região a enfrentarem os efeitos da seca e melhorar as condições de produção e recuperar as estradas vicinais.” Desde o início da entrega das máquinas, em 2011, já foram doados ao estado do Ceará 181 retroescavadeira, 179 motoniveladora, 40 caminhões caçamba e 28 carros-pipa.