Blog do Eliomar

Últimos posts

Os três mosqueteiros

857 1

charge eliomar 131020 mosqueteiros

Da coluna Alan Neto, no O POVO deste domingo (20):

Rigorosamente em off. Cid chamou os três candidatos à sua sucessão para que caíssem sorrateiramente em campo. Começassem a aparecer mais na mídia.

Primeiro, Mauro Filho, carregando no alforge o peso de ter sido Secretário da Fazenda. Tesoureiro exala sempre antipatia.

Segundo, Leônidas Cristino. Quem por acaso o viu por aí, após ter deixado o Ministério dos Portos? Preferivelmente, vivo.

Terceiro, Zezinho Albuquerque, habilidoso presidente da AL. Coincidência ou não, nas fotos posa sempre ao lado de Cid e Ciro.

A arte de ficar eternamente no poder

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (20):

Os movimentos da política nacional vão estabelecer os contornos do cenário local. E tais movimentos começam a oferecer as primeiras hipóteses para o futuro. O velho PMDB de sempre se mantém como peça chave. É desse partido que emanam as evidências do porvir da política cearense.

Mas, ainda é cedo. As muitas variáveis estão atuando. O jogo está sendo jogado. Os protagonistas apenas tocam a bola no meio de campo. As defesas não ficam desguarnecidas e as ações de ataques são, digamos, meramente exploratórias.

Mas, voltemos ao PMDB. A âncora política jamais declarada pelo partido é a seguinte: quem quer que seja o vencedor da disputa para presidente da República terá, no exercício do poder, o PMDB como base.

É como um mantra da sigla. Sendo o PT a continuar com o poder central, o PMDB apenas se manterá com suas posições já conquistadas. Ou seja, a vice e mais um punhado de ministérios com seus gordos orçamentos, licitações e extenso rol de nomeações.

Sendo Aécio Neves (ou José Serra) o próximo presidente, antes da posse, o PMDB já terá negociado suas novas posições. O mesmo se Eduardo Campos surpreender e chegar lá. O argumento já é bem conhecido: “Temos responsabilidade com o futuro do País e o PMDB vai oferecer a governabilidade necessária à nova gestão que se instala”.

A fama do PMDB já se estabeleceu além mar. Em sala de aula, ouço o professor a provocar: “Erra quem pensa que é o PT o maior partido do Brasil”. Então, dirige seu olhar para mim e espera a confirmação de sua sentença.

Meio a contragosto, atendo à expectativa: “É o PMDB”. Sim, complementa o mestre, “o partido que está sempre no poder no Brasil sem que precise disputá-lo”. A turma se entreolhou sem entender bem do que se tratava.

Pois é. Estamos oferecendo essa excrescência aos estudos da Ciência Política. Mas, o PMDB disputa eleições, sim. Sua força vem das bancadas federais que elege. Portanto, sua força se origina das disputas estaduais. Daí a necessidade de antever os movimentos desse partido no jogo das sucessões aos governos locais.

Cid Gomes já está a caminho de Israel

O governador Cid Gomes já está caminho de Israel, no Oriente Médio (oeste da Ásia), onde terá reuniões com o ministro da Economia e de Assuntos Internacionais, além de assinar memorando de intenção para a instalação de uma fazenda modelo no Ceará (Quixeramobim), discutir a criação de vacinas e visitar centros de tratamento de saúde e usinas de dessalinização. O governador atendeu convite do governo israelense, feito em agosto último.

Após conhecer projetos em Israel, o governador do Ceará seguirá na sexta-feira (25) para a Itália, onde se reunirá com a empresa fornecedora de trens para o metrô de Fortaleza. O convite foi feito pela estatal Ansaldo Breda.

O retorno de Cid Gomes ao Brasil está previsto para o próximo sábado (27). O vice-governador Domingos Filho já assumiu o Governo do Ceará, quando em seu primeiro ato entregou a adutora emergencial em Quiterianópolis.

Andréa Coelho é reconduzida à Defensoria Pública Geral do Estado

213 1

defensora pública andrea coelho

A defensora pública geral do Estado, Andréa Coelho, será reconduzida ao cargo por mais dois anos, após ter seu nome aprovado pelo governador Cid Gomes. Com 169 votos, ela liderou a lista tríplice entregue ao governador, que definia a chefia da Defensoria Pública do Ceará para o biênio 2014-2015. Além de Andréa Coelho, também estavam na disputa Amélia Rocha (128 votos) e José Roberto da Rocha (52 votos).

Andréa Coelho é bacharel em Direito, quando em 20 anos cargos e funções em diversas áreas da Defensoria Pública do Estado. Foi presidente da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará e vice-presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep). Também integrou o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-CE. A posse do novo mandato será em dezembro deste ano.

Jogo sem máscara

67 3

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (20):

O que estará em jogo na próxima eleição presidencial são duas concepções de sociedade: a que aposta prioritariamente em crescimento e mede tudo pelo PIB, pela renda per capita e pela bolsa de valores; e a que prioriza o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), a inclusão e o bem estar social (sem descuidar da economia).

O primeiro caminho é defendido pelos mercadistas e o capital financeiro; e o segundo pelos social-desenvolvimentistas, dentro de um padrão que combina crescimento, inclusão social e sustentabilidade. No primeiro, alinham-se os neoliberais & Cia.; no segundo, os transformadores sociais, nacionalistas e afins.

O governo do PT enquadra-se no segundo grupo. Na definição da presidente Dilma: “País desenvolvido se mede pela qualidade de vida, pela sensação de conforto que a população tem, pelo acesso à casa própria, emprego, a qualidade da saúde” e não simplesmente pelo tamanho do PIB.

O Brasil, por ter escolhido o social-desenvolvimentismo, nos governos petistas, vê-se submetido a uma forte pressão do capital financeiro para rever seu modelo e fazer mais concessões às forças do mercado, que reclamam do “intervencionismo” do PT (condicionamento do capital à estratégia de inclusão social). Por isso, os investidores externos realizam uma verdadeira chantagem (diminuindo os investimentos) para que o País se submeta às condições impostas por eles (os neoliberais internos concordam com a chantagem).

As críticas dos mercadistas contra a Petrobras são um exemplo disso. Não se conformam com o fato de o Brasil utilizar a empresa como suporte estratégico para a construção de um projeto de Nação. Querem que ela se porte como uma empresa qualquer, voltada prioritariamente para a produção de lucros para seus acionistas privados. Mesmo resistindo no fundamental, o governo fez concessões no caso do leilão da reserva de Libra.

Os protestos dos movimentos sociais contra essa opção são justificados. Apelar para o Exército para conter as manifestações foi um equívoco político que pode trazer consequências muito ruins mais tarde.

Até mortos receberam atendimento em rombo no SUS

Mortos que receberam atendimento e paciente com 201 consultas em um único dia. Os escândalos foram identificados pelo Departamento Nacional de Auditorias do Sistema Único de Saúde (Denasus), que em um levantamento nos últimos cinco anos registrou um rombo de R$ 502 milhões, em irregularidades no atendimento do SUS por parte de administrações públicas e convênios com unidades de saúde particulares.

A fraude também se estende a desvio de equipamentos hospitalares, entrega indevida de medicamentos e irregularidades em licitações. A maior parte dos desvios consta em convênios com prefeituras (73%), depois com governos estaduais (15%). Segundo o Ministério da Saúde, o rombo poderá ser ainda maior, por causa dos convênios e repasses a serem analisados por todo o ano de 2013.

(com agências)

Icasa perde no “jogo dos milagres” e sonho do acesso fica distante

Em seu jogo com maiores chances de vitória, no campo adversário, o Icasa desperdiçou a chance de entrar no sonhado G4 da Série B, ao ser derrotado na noite desse sábado (19), pelo São Caetano, no ABC Paulista, por 2 a 1. Apesar do momento favorável, pois o time paulista segue na Zona de Rebaixamento, o Icasa se rendeu ao desespero do adversário, que colocou a partida como a primeira de uma “série de milagres” para fugir da Série C no próximo ano.

O time cearense precisava da vitória para se firmar no G4, pois terá dois jogos no estádio Romeirão nas próximas duas rodadas (sexta-feira – 25 -, contra o Figueirense e no dia 2 de novembro, contra o Boa Esporte). O bom ritmo compensaria os dois últimos difíceis jogos, fora de casa, contra adversários diretos pelo G4, Chapecoense e Paraná.

O sonho do G4 poderá ficar ainda mais distante, caso o Paraná derrote o Atlético Goianiense, na tarde deste domingo (20), em Curitiba. Em caso de vitória paranaense, o último do G4 passaria a ser o Sport, que possui três pontos a mais que o Icasa, além de duas vitórias a mais.

Manifestantes retornam neste domingo ao Cocó para protesto

70 1

O grupo Ocupe Cocó retorna neste domingo (20) à área do Cocó, a partir das 9 horas, para protestar contra a construção dos viadutos no cruzamento das avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antonio Sales.

O grupo será liderado pela professora Rosa da Fonseca (Crítica Radical) e estará concentrado nas proximidades da obra. Segundo o Facebook do Crítica Radical, mais de 600 pessoas presença.

Lobão: leilão do Campo de Libra ocorrerá mesmo que haja apenas um participante

Independentemente do número de interessados, o leilão do Campo de Libra será realizado nesta segunda-feira (21), disse o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Até esse sábado (19), o governo contabilizou 23 ações judiciais contrárias, das quais sete foram derrubadas pela Advocacia-Geral da União (AGU). As demais estão sendo analisadas.

Segundo Lobão, nove grupos já depositaram a garantia para participar do leilão. “Como [o valor depositado] não é pequeno, supõem-se que eles estejam interessados. O importante é que haja participantes, seja um ou mais.”

Este será o primeiro leilão a ser feito no modelo de partilha, que terá a Petrobras como única operadora e com a participação mínima de 30% do consórcio vencedor. “Não estamos privatizando o petróleo do pré-sal, mas nos apropriando dele, porque debaixo do mar, deitado em berço esplêndido, essa riqueza de nada nos servirá”, disse Lobão.

“Só em Libra, algo em torno de R$ 270 bilhões serão destinados às áreas de saúde e educação. Ao longo da exploração, que deve durar 35 anos, R$ 370 bilhões virão com a apropriação do petróleo [pela União]”, acrescentou.

Em 2013, o Brasil deverá produzir 2,1 bilhões de barris de petróleo por dia, segundo estimativa apresentada pelo ministro. A expectativa é que no período de pico de produção do Campo de Libra (cerca de 15 anos após o início das operações) a produção diária seja 1,4 bilhão de barris por dia.

(Agência Brasil)

Polícia investiga golpes em imóveis para alugar

40 1

Um novo golpe em Fortaleza está intrigando a Polícia pela quantidade de ocorrências registradas. Há cerca de quatro meses, quadrilhas têm utilizado móveis para alugar para receber mercadorias, como se fossem empresas instaladas nos endereços.

Segundo a Polícia, o golpe funcionaria a partir da visita dos golpistas aos imóveis. As imobiliárias entregam as chaves, conforme o procedimento, mas os golpistas acabam tirando cópias. Dias depois, passam a utilizar os imóveis como empresas de fachadas, somente para a entrega de mercadorias.

As empresas lesadas quase sempre são do ramo de confecções. Quando os empresários retornam para os endereços para reclamar de cheques sem fundos ou roubados, eles encontram os imóveis muitas vezes há meses para aluguel.

Na manhã deste sábado (19), um desses golpes ocorreu na rua Moreira de Sousa, na Parquelândia.

Trabalhadores na Malásia encontram espécie desconhecida de réptil

638 2

réptil desconhecido

Uma espécie de rastejante apelidada de sanguessuga gigante foi encontrada por trabalhadores de construção civil de Sungai Siput (Malásia), durante uma escavação. Os operários ficaram apavorados quando se depararam com o bicho que aparenta ser uma mistura de moreia e sanguessuga, pesando mais de 25 kg e com cerca de dois metros de comprimento.

Os funcionários não sabiam o que fazer até que os responsáveis pela obra acionaram o Departamento de Defesa Civil. Foi preciso a ajuda de três homens para capturar a criatura, que não se comportou de maneira agressiva.

De acordo com as últimas informações do caso, os especialistas ainda não detectaram exatamente a espécie do animal. Alguns classificaram como uma moreia, já outros especialistas dizem que se trata de uma cobra que se alimenta de peixes, que pode morder, mas não é peçonhenta.

(O POVO Online)

Deputado festeja título de cidadania como gol em final de Copa

titullo

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Albuquerque (PROS), comemorou o título de cidadania de Sobral, recebido na manhã deste sábado (19), como se fosse um gol do Brasil na final da Copa do Mundo.

Ele não conteve a animação ao ouvir seu nome anunciado pelo cerimonial da Câmara de Vereadores, levantou-se e ergueu os braços.

A placa com a homenagem foi entregue pelo governador do Ceará, Cid Gomes. Natural de Massapê, José Albuquerque foi bastante aplaudido pelos presentes, entre os quais o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, que também foi um dos agraciados com o Título de Cidadão Sobralense, ao lado de Valdir Fernandes, assessor particular de Cid Gomes, e do empresário Cândido Couto.

(Foto – Sobral de Prima)

Pesquisa mostra que um terço dos indiciados por tráfico de pessoas foi pego na fronteira

Entre 2005 e 2011, um terço dos indiciados por tráfico de pessoas foi pego em região de fronteira. A pesquisa Diagnóstico sobre Tráfico de Pessoas nas Áreas de Fronteira no Brasil mostra que, dos 384 indiciamentos, 128 foram registrados na fronteira brasileira que abrange 15.719 quilômetros em 11 estados – Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima, Rondônia e Santa Catarina.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que os números estão longe de refletir a realidade e classificou o tráfico de pessoas de “crime subterrâneo”, devido à dificuldade de verificar a ocorrência. “O número de inquéritos e de vítimas são muito pequenos perto daquilo que nós presumimos ser a realidade”, afirmou.

A maioria das vítimas é formada por mulheres na faixa dos 18 a 29 anos. Além delas, fazem parte do grupo crianças e adolescentes, travestis e transgêneros, geralmente em condição de vulnerabilidade, seja pelas condições socioeconômicas, por conflitos familiares ou pela violência sofrida na família de origem. Em geral, o aliciamento é feito por alguém próximo à família.

O estudo mostra que, além dos tipos mais comuns de tráfico – para exploração sexual e para trabalho em regime análogo à escravidão, presentes em praticamente todos os estados fronteiriços – outras modalidades foram registradas. Entre elas, estão meninos que recebem a falsa promessa de aliciadores de que vão se tornar jogadores de futebol profissionais no exterior. Esses casos nos estados do Acre, Paraná e Pará. No Paraná, também foi relatado casos de adolescentes sul-coreanos eram trazidos ao Brasil por aliciadores para jogar futebol e ficaram com os passaportes retidos.

O trabalho também mostra casos de crianças adotadas em cidades do interior para servir de trabalhadoras domésticas nos estados do Amazonas, Pará, Rondônia, de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Já os estados de Roraima, do Pará, do Amapá, de Mato Grosso do Sul, do Rio Grande do Sul e Paraná tiveram casos de pessoas exploradas para atuar como mulas para o tráfico de drogas (transportar substâncias proibidas).

(Agência Brasil)

Leitor indignado com corte de árvores em posto do INSS da Parquelândia

196 4

foto 131019 parquelândia inss

Em comentário enviado ao Blog, o leitor Cláudio Menezes, moradores da Parquelândia, critica o corte de árvores no posto do INSS do bairro. Confira:

“Eis a inexplicável e injustificada destruição de árvores autorizada pelo posto de atendimento do INSS na Parquelândia, na rua Pedro de Queiroz, em Fortaleza. Isso se iniciou na manhã deste sábado (19).

Uma afronta, uma tragédia patrocinada por algum burocrata insensível e primitivo. Por favor, me ajudem, contestemos. Consegui barrar, pelo diálogo, a ação de uma turma de homens fardados, terceirizados, que com perversos facões iniciaram essa absurda ação.

Estamos num semi-árido; necessitamos do verde e da beleza das árvores. Os pássaros, que tanto nos acalantam, emigrarão, e o seu canto emudecerá”.

A reinvenção da privacidade, e da falta dela

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (19), pelo jornalista Érico Firmo:

No Brasil em geral e no Ceará em particular, 2013 foi marcado por vários episódios que colocaram em evidência, de diferentes modos, os limites da privacidade em tempos de redefinição da esfera pública.

No começo de abril, Cid Gomes (Pros) e alguns dos seus mais graduados aliados tiveram emails espionados. O deputado Eudes Xavier (PT) – sem revelar como teve acesso às informações privadas do governador e de seus interlocutores –, informou que a arapongagem contra a cúpula do governo do Ceará revelou plano para fazer com a oposição aquilo que adversários já faziam com eles: o Palácio da Abolição planejaria contratar a multinacional Kroll para espionar o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR).

Polícia Civil e Polícia Federal investigam o assunto, computadores de Roberto Pessoa chegaram a ser apreendidos, sem que fosse encontrado nada que o incriminasse. Passados seis meses, não se sabe ainda quem espionou quem, mas é certo que algumas das mais altas autoridades do Ceará tiveram as vidas vasculhadas. Por ora, vai ficando por isso mesmo.

Em setembro, reportagem veiculada pelo programa Fantástico, da TV Globo, mostrou que documentos secretos vazados pelo ex-analista da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) Edward Snowden, revelaram que a presidente Dilma Rousseff foi alvo de espionagem americana.

Uma semana mais tarde, revelou-se que a Petrobras foi outro alvo da arapongagem da NSA. As revelações provocaram rebuliço diplomático, que levou ao cancelamento da visita que Dilma faria a Washington, na próxima quarta-feira (23), e que seria a mais importante de um chefe de Estado brasileiro aos Estados Unidos em mais de uma década.

Agora, a pendenga se dá fora da esfera do poder propriamente dito, mas com sua interface econômica. Trata-se da polêmica sobre a restrição a biografias. Um aspecto subjacente é o incômodo com o lucro alheio ao explorar a vida particular. Acho o debate cabível, mas a questão central é outra: o controle ou não do potencial biografado sobre a publicação de aspectos de sua vida privada. Não defendo que ninguém aceite a difamação, a injúria, a irresponsabilidade ou a leviandade. Além do próprio atingido, a sociedade como todo não pode tolerar tais posturas. Mas para isso existe a Justiça e a vítima pode e deve exigir seus direitos. Coisa bem diferente é instituir-se qualquer coisa que remotamente se aproxime de censura prévia. Igualmente inaceitável é tal nível de restrição editorial que só sejam permitidas as insípidas biografias autorizadas. É ilusão acreditar que restringir a liberdade é caminho para assegurar direitos. Nunca foi e nunca será.

O drama da saúde e a falta de perspectivas

63 1

Em artigo no O POVO deste sábado (19), o jornalista Luís Henrique Campos comenta a situação da saúde no governo Dilma Rousseff, após quase três anos de mandato. Confira:

A pouco mais de um ano do término do mandato da presidente Dilma Rousseff, não se vê perspectiva confiável de alteração no quadro da imagem da saúde pública no País. Com péssimos índices de avaliação desde ainda a gestão do presidente Lula, o setor continua sendo o mais mal avaliado do Governo Federal, com os efeitos sendo extensivos às esferas estaduais e municipais.

Esperar que o Mais Médicos, por mais boa vontade que os estrangeiros tenham, venha a suprir as carências da maioria da população brasileira, seria acreditar demais na propaganda governista. O mais grave dessa situação, é que há muito tempo o atendimento privado deixou de ser garantia de segurança a quem sofre qualquer infortúnio e precisa se socorrer dos planos de saúde particulares. A divulgação de recente pesquisa da Associação Paulista de Medicina (APM), em parceria com o Datafolha, mostrou , por exemplo, que tantos são os problemas e dificuldades enfrentados com planos de saúde no País que 30% dos usuários recorrem ao SUS (Sistema Único de Saúde) ou ao atendimento particular para receber cuidado médico adequado.

O levantamento da APM indica aumento de 50% na procura de usuários de convênios por atendimento particular ou pelo SUS em relação à apuração anterior, feita no ano passado. Em 2013, 22% das pessoas que têm plano de saúde tiveram que recorrer ao sistema público, contra uma proporção de 15% registrada no ano passado. E 12% tiveram que arcar com o atendimento este ano, contra 9% em 2012.

Isso, é bom destacar, não se dá pela melhoria da prestação dos serviços no SUS, mas em virtude da falta de resolutibilidade dos planos. É fato que reclamações contra planos de saúde não se tratam de novidade. Vários já sofreram punições por parte da ANS. De todo modo, os números da pesquisa revelam o quanto o cidadão está vulnerável em segmento tão caro a todos indistintamente.

PMDB Itinerante movimenta Iguatu

72 2

pmdb iguatu

Uma grande presença de parlamentares, integrantes e simpatizantes do PMDB movimenta o município de Iguatu, a 380 quilômetros de Fortaleza, na manhã deste sábado (19), durante o PMDB Itinerante. O evento reúne populações de cinco regiões do Estado e discutirá questões relacionadas à seca e ao desenvolvimento socioeconômico do Ceará.

O ex-prefeito de Iguatu, Agenor Neto, será empossado na vice-presidência estadual do partido, em solenidade presidida pelo presidente estadual do PMDB, o senador Eunício Oliveira.