Blog do Eliomar

Últimos posts

Marina Silva anuncia nesta sexta-feira se disputará eleições por outro partido

marina silva

A ex-senadora Marina Silva disse nessa quinta-feira (3) que anuncia nesta sexta-feira (4), em entrevista coletiva à imprensa, se vai concorrer às eleições do ano que vem por outra legenda. Na noite desta quinta-feira, por votos a 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou registro ao partido Rede Sustentabilidade, fundado por Marina. Os ministros entenderam que a legenda não conseguiu o mínimo de 492 mil assinaturas de apoiadores exigido pela Justiça Eleitoral.

Após o julgamento, Marina Silva disse que não está decepcionada com a decisão do TSE, porque entende que a corte reconheceu que a Rede preencheu os demais requisitos da Justiça Eleitoral. “O mais importante é que nós obtivemos nesta corte a declaração de todos os ministros de que nos temos os requisitos mais importantes para ser um partido político. Eles disseram que nós temos um programa e representação social. O registro é só uma questão de tempo”, declarou.

Perguntada sobre a possibilidade de concorrer às eleições por outro partido. Marina disse que não discutiu um plano alternativo para disputar o pleito. “Eu tenho um plano A e continuo no plano A. O plano A é a Rede Sustentabilidade e ela continua como projeto político”, concluiu.

(Agência Brasil)

Maioria do TSE nega registro ao partido Rede Sustentabilidade

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou contra a concessão de registro ao partido Rede Sustentabilidade, fundado pela ex-senadora Marina Silva. Os ministros entenderam que a legenda não conseguiu o número mínimo de 492 mil assinaturas de apoiadores exigido pela Justiça Eleitoral. Com a decisão, o partido não poderá participar das eleições do ano que vem. O prazo final para registro de partidos termina no sábado (5).

Os ministros João Otávio de Noronha, Henrique Neves e Luciana Lóssio seguiram voto da relatora do processo, ministra Laurita Vaz. A relatora entendeu que não é possível validar no TSE as 95 mil assinaturas que foram invalidadas pelos cartórios eleitorais.

Em seu voto, Noronha disse que a ex-senadora Marina Silva é “um exemplo de ética na política’, no entanto, declarou que não pode votar a favor do registro do partido, porque não foram validadas as assinaturas mínimas de apoiadores. Henrique Neves também entendeu que as assinaturas não foram suficientes.

A ministra Luciana Lóssio destacou que o processo de coleta das assinaturas foi feito com “filtro ético e com lisura”, mas não cumpriu a regra mínima. Sobre a alegação de que certidões foram anuladas sem justificativa, a ministra disse que o fato não foi questionado pelo partido no processo. “Houve recurso dessas recusas? As recusas foram questionadas a tempo? Pelo que pude compreender, a resposta é negativa. Não cabe agora ao TSE validar, por presunção, as certidões”, declarou.

O advogado do partido, Torquato Jardim, disse que a Rede conseguiu mais de 900 mil assinaturas e que houve diversas irregularidades cometidas pelos cartórios eleitorais, responsáveis pela validação das assinaturas dos apoiadores. Jardim citou a anulação de 95 mil assinaturas sem justificativa e a falta de cumprimento do prazo de 15 dias para que os cartórios certificassem os apoiamentos. “É inadmissível que possa o Estado restringir o direito fundamental [criação de partido político] em razão da má gestão”, argumentou.

(Agência Brasil)

Mais Médicos: Deputado Raimundo Gomes de Matos diz que faltam condições de trabalho

169 1

rdo gomes de matos

O médico e deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) disse nesta quinta-feira (3) que o Governo Federal deveria investir em melhores condições de trabalho para os médicos, no atendimento a municípios carentes, antes de trazer profissionais do Exterior.

Para o deputado, médicos se sentem desestimulados a trabalhar em cidades de pequeno porte pela falta de equipamentos e medicamentos. Segundo o deputado, os médicos do programa Mais Médicos passarão pelas mesmas dificuldades.

Leônidas Cristino deixa Secretaria dos Portos

O ministro-chefe da Secretaria Especial dos Portos da Presidência da República, Leônidas Cristino, deixou nesta quinta-feira (3) o cargo após conversar com a presidenta Dilma Rousseff. A saída de Cristino já era esperada após o anúncio de que o PSB entregaria todos os cargos no governo. De acordo com a Presidência, a secretaria será ocupada interinamente pelo economista Antonio Henrique Pinheiro Silveira, atual secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda.

Segundo nota oficial divulgada na noite desta quinta-feira, a presidenta Dilma lamentou a saída do ministro, que prestou competente contribuição ao governo e ao país. “Leônidas Cristino foi fundamental na elaboração e aprovação do histórico marco regulatório dos portos, a mais importante reforma logística do país nos últimos tempos”, diz a nota, ressaltando que a nova Lei dos Portos trouxe ao setor competitividade, segurança jurídica e capacidade para atrair mais investimentos para atender à demanda crescente do país.

Na terça-feira (1º), Fernando Bezerra se encontrou com a presidenta Dilma Rousseff e pediu demissão do Ministério da Integração Nacional. O secretário de Infraestrutura Hídrica, Francisco Teixeira, assumiu o cargo interinamente. No dia 18 de outubro, o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, informou à presidenta que o partido entregaria os cargos, decisão tomada após encontro da Executiva Nacional do partido.

Apesar de ter deixado o cargo por determinação do PSB, o presidente do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) disse nessa quarta-feira (2), após o partido ter o registro concedido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que Leônidas Cristino está se filiando à nova legenda.

(Agência Brasil)

Vamos nós – Como o Blog já havia informado, Leônidas Cristino deverá assumir cargo no Governo do Estado.

Justiça autoriza desocupação do Cocó pela Prefeitura

79 1

O Tribunal Regional Federal (TRF5), em Recife, concedeu, nesta quinta-feira (3) a integração de posse à Prefeitura de Fortaleza, do terreno do Parque do Cocó ocupado por manifestantes contrários à obra de viadutos no local.

Com a decisão, do desembargador José Maria Lucena, a Prefeitura está autorizada a ocupar a área por meio da Guarda Municipal, para que prossigam as obras dos viadutos no cruzamento das avenidas Engenheiro Santana Junior e Antonio Sales. O prazo para a retirada dos acampados é de três dias, a partir da notificação.

Na última segunda-feira (30), o juiz substituto da 6ª Vara Federal do Ceará, Kepler Gomes Ribeiro, determinou que a posse da área de construção dos viadutos no Cocó pertence a União, e não à PMF. No entanto, ele não decidiu como e quando seria realizada a desocupação do terreno.

(O POVO Online)

Sem acordo de líderes, pauta do Plenário segue trancada

O senador Jorge Viana (PT-AC), que preside a sessão nesta quinta-feira (3), abriu e encerrou imediatamente a Ordem do Dia porque não havia acordo de líderes para votar a Medida Provisória 624/13, que tranca a pauta do Plenário. A MP destina R$ 1,5 bilhão para os municípios a título de ajuda financeira e outros R$ 148 milhões para o pagamento de subvenção econômica aos produtores de cana-de-açúcar da Região Nordeste. Essa MP perde a validade no próximo dia 13 e deverá constar da pauta das próximas sessões deliberativas do Plenário.

Na Ordem do Dia também constam outros 35 itens, entre propostas de emenda à Constituição, projetos de lei e requerimentos. Algumas propostas tramitam em regime de urgência e têm prioridade na lista de votações. É o caso do Projeto de Lei do Senado (PLS) 15/2011, que institui o Programa Fronteira Agrícola Norte, com incentivos para municípios de Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Rondônia e Acre, cujas sedes estejam localizadas em faixa da fronteira.

Outro projeto que também está em regime de urgência é o substitutivo (SDC 98/2002) a projeto de lei complementar do Senado que regulamenta a criação, incorporação, fusão e desmembramento de municípios. Pela proposta, as assembleias legislativas do país vão recuperar a condição de examinar a criação de novos municípios, suspensa há 17 anos.
(Agência Senado)

Reno Ximenes se filia ao PPS de olho na Câmara Federal

O ex-procurador da Assembleia Legislativa, Reno Ximenes, se filiou nesta quinta-feira (3) ao PPS. De olho em uma vaga à Câmara Federal, Reno Ximenes foi levado ao partido pelo próprio presidente regional do PPS, Alexandre Pereira.

Além da Assembleia Legislativa, Reno também foi procurador do Dnocs e da Prefeitura de Sobral, na então gestão Cid Gomes.

Lei das empresas embrionárias de TI ou das Startups?

Na terça-feira (1º) foi finalizado o texto final do Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 321, de 2012, que dispõe sobre o Sistema de Tratamento Especial a Novas Empresas de Tecnologia – SisTENET e seu regime tributário diferenciado.

Apesar do sinal positivo do projeto, deixamos aqui nosso entendimento de que a superveniente lei, na prática, cria uma isenção parcial que somente vai servir para negócios em fase embrionária de Tecnologia da Informação (TI) ou negócios sem expectativa de explodir seu faturamento em curto intervalo de tempo (este aspecto faz parte do próprio conceito de Startup).

Quando se fala de Startup lembra-se imediatamente de negócios recém-criados, rentáveis, criativos e inovadores, isto é, empresas jovens e extremamente inovadoras em qualquer área ou ramo de atividade, que procuram desenvolver um modelo de negócio escalável e repetível.

Não se encontra inovação e criatividade somente nas empresas de TIC, mas em vários outros ramos do mercado com modelo de negócios focados em gerar valor para seus clientes e parceiros.

Um modelo escalável e repetível significa que, com o mesmo modelo econômico, a empresa vai atingir um grande número de clientes e gerar lucros em pouco tempo, sem haver um aumento significativo dos custos.

Apesar do termo startup ter se popularizado nos anos 1990, quando houve a primeira grande bolha da internet, a onda ganhou força nos últimos anos com as trajetórias de empresas como Google, Facebook, Twitter, Instagram, etc. Talvez o presente projeto de lei tenha se inspirado equivocadamente nas trajetórias destas empresas e o senador propositor fez restringir o escopo da lei para negócios desta área tecnológica.

Como disse o advogado Amir Choaib Junior, estas empresas, embora tivessem modelos de negócio não monetizáveis, rapidamente conseguiram quantias vultuosas de investimento privado e contrataram dezenas, centenas e milhares de funcionários antes mesmo de receber o primeiro dólar de faturamento.

Em linhas gerais, o PLS isenta as empresas de impostos federais (tais como: IRPJ, ICMS, IPI, e demais IMPOSTOS) cumpridas as condições de que a empresa fature menos de R$ 30.000,00 por trimestre e tenha até 4 funcionários.

Um outro problema da lei, além do limitadíssimo valor, é que ela (lei) trata especificamente de IMPOSTOS. Em outras palavras, os tributos continuarão a ser exigíveis das startups, tais como as contribuições.

Qual é a diferença entre tributos e impostos?

Segundo o Código Tributário Nacional (CTN), em art. 3° e art. 5°, o conceito de Tributo é:

“Art. 3º Tributo é toda prestação pecuniária compulsória, em moeda ou cujo valor nela se possa exprimir, que não constitua sanção de ato ilícito, instituída em lei e cobrada mediante atividade administrativa plenamente vinculada.”

“Art. 5º Os tributos são impostos, taxas e contribuições de melhoria.”

Quanto aos impostos, sua definição pode ser encontrada no art. 5°, do CTN:

“Art. 16. Imposto é o tributo cuja obrigação tem por fato gerador uma situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte“.

Trocando em miúdos, a lei não isentará as startups de CSLL, PIS, COFINS. Isto é, o projeto (quase lei) não cria uma isenção total de tributos.

Qualquer forma, é um avanço no aspecto da criação de um regime tributário diferenciado e precisa-se agora ser disseminado nos estados e municípios.

Esperamos que as questões de enquadramento (inclusão de outros negócios inovadores e criativos); de limite (receita bruta anual iguais às Micro Empresas (ME) de até R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais)); e de isenção total dos tributos (não somente impostos) sejam sanados no congresso nacional e as leis municipais e estaduais considerem estas questões superadas.

Por fim, é preciso reconhecer a boa vontade do congresso nacional e do governo federal em discutir e fomentar a nova economia do século 21, a ECONOMIA CRIATIVA. Esta economia proveniente da demanda inteligente e de empreendedores que usam o cérebro para lucrar e utiliza da criatividade para gerar empregos melhores, produtos inovadores e crescimento econômico.

Somos um povo criativo por natureza e precisamos dos governos locais (municípios e estado) investindo em negócios com atividades de criatividade, nas habilidades individuais e no talento do cearense.

Nessa quarta-feira (2), recebi a notícia do amigo Wagner Gomes, membro da ADEL – Agência de Desenvolvimento Econômico Local, que o projeto da entidade “Programa Jovem Empreendedor Rural” é finalista da 5ª Edição do Prêmio ODM Brasil. Isso mostra a vocação criativa, empreendedora e inovadora do povo cearense.

É hora de entrar na onda da economia criativa e fomentar com políticas públicas eficientes estas idéias que perpassam trabalho, estilo de vida e várias formas de riqueza, que incluem capital cultural, social e econômico.

E agora, precisamos de uma lei para as empresas embrionárias de TI ou para as Startup’s da Economia Criativa?

Precisamos de uma lei que incentive a indústria de produtos e serviços focada na criação de riquezas e empregos a partir da economia criativa, tais como: o desenvolvimento de jogos online, softwares, propaganda, arquitetura, design, multimídia, cinema, música, literatura e artes cênicas, vídeo game, livros, moda, capitalista social e novas mídias.

Termino minhas considerações com o pensamento do inglês John Howkins que este nicho pode ser definido como uma forma de transformar criatividade em resultado e, mais que isso, de pensar as relações em comunidade. É um novo olhar sobre o empreendedorismo, que pede multidisciplinaridade por parte do empreendedor, atenção a novas profissões e tem a economia colaborativa como seu carro-chefe.

Ivan de Oliveira, professor

STJ nega pedido para anular processo disciplinar contra Rosemary Noronha

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido destinado a suspender o processo administrativo disciplinar que investigou a conduta da ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo Rosemary Noronha. No dia 25 de setembro, Rosemary foi demitida, acusada de tráfico de influência.

A defesa de Rosemary Noronha alegou que houve irregularidades no processo de investigação, como proibição da tomada de depoimentos de testemunhas de defesa e de acesso à investigação. Em decisão individual, o ministro Arnaldo Esteves Lima negou o pedido por entender que o tribunal não é competente para julgar a questão.

As denúncias contra a ex-chefe de gabinete surgiram na Operação Porto Seguro, deflagrada pela Polícia Federal, em novembro do ano passado. A polícia desmontou um esquema criminoso infiltrado em órgãos federais, que elaborava pareceres fraudulentos para favorecer interesses privados. Além de empresários e advogados, estavam envolvidos servidores da Agência Nacional de Aviação Civil, Agência Nacional de Águas, Advocacia-Geral da União e Secretaria do Patrimônio da União.

Segundo o Ministério Público Federal, por meio de escuta telefônica, autorizada pela Justiça, foi possível verificar o envolvimento de Rosemary nas atividades do grupo. A ex-chefe de gabinete foi denunciada por falsidade ideológica, tráfico de influência, corrupção passiva e formação de quadrilha.

(Agência Brasil)

Isaac Cândido e Marcos Dias fazem show no Dragão do Mar

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=K1GQxf3lujE&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Os cantores e compositores Isaac Cândido e Marcos Dias são atração nesta quinta-feira, a partir das 21 horas, no Dragão do Mar. É o show “Algo sobre a distância e o tempo”.

Isaac Cândido conversou com o Blog sobre esse espetáculo, que vai se repetir, no próximo sábado, às 21 horas, no Sesc Iracema.

Um empresário permanece no PSB do Ceará

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=u2K2-CbDfNk&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O PSB do Ceará, que perdeu o grupo do governador Cid Gomes e vive clima de esvaziamento, não é formado só por políticos tradicionais. Além dos históricos, há também empresários como é o caso do ex-presidente da CDL Fortaleza, Iran Ribeiro.

Iran lamenta que sua legenda tenha sido mais uma vitima do “jogo de letrinhas partidario”, que faz surgir siglas sem ideologia, prevalecendo interesses de quem busca novas oportunidades políticas.

Para Iran Ribeiro, a ordem agora é reconstruir o PSB cearense.

Dom Edmilson da Cruz completa 89 anos de vida

AURIBERTO, D. EDMILSON E CRISTINA

“Chocalheiros” Cristina e Auriberto com Dom Edmilson. 

Dom Edmilson da Cruz, bispo emérito de Limoeiro do Norte, está completando nesta quinta-feira 89 anos de vida. Desde cedo, ele ganha parabéns de comunidades católicas e de grupos culturais como o Chocalho, comandada pelo poeta Auriberto Cavalcante.

O Grupo Chocalho, inclusive, entregou ao bispo o Troféu Chocalho – 30 Anos de ousadia e poesia. Dom Edmilson ganhou também vários livros.

(Foto – Blog do Grupo Chocalho)

VAMOS NÓS – Eis um religioso que é exemplo de desapego e que tem compromisso com as causas populares. Não é daqueles que adoram ficar só na sacristia. Nossos parabéns a esse grande brasileiro.

Deputados aprovam PEC que reduz vagas de procuradores no Ministério Público de Contas

53 1

Com 31 votos a favor a apenas quatro contra, a Assembleia Legislativa aprovou, nesta quinta-feira, 3, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz as vagas de procuradores do Ministério Público de Contas (MPC) no Ceará. Nos últimos meses, o órgão tem apontado vários casos de supostas irregularidades no Governo do Estado.

Os votos contrários foram dos deputados Eliane Novais (PSB), Fernanda Pessoa (PR), Heitor Férrer (PDT) e Lula Morais (PCdoB). O autor da PEC é o deputado Mário Hélio (PMN) e, na prática, o projeto reduz de seis para três as vagas de procuradores. A redução já foi proposta no ano passado pelo pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que atualmente tem relação conflituosa com os procuradores.

Na ocasião, o procurador Gleydson Alexandre disse que o intuito da redução era “enfraquecer o Ministério Público de Contas” e classificou o fato como “retaliação” devido à atuação dos MPC.

Semanas atrás, diversas autoridades do Ministério Público cearense assinaram nota conjunta, na qual classificavam o projeto como “golpe no combate à corrupção”. Os governistas argumentam que se trata de uma “adequação” ao que já ocorre em outros estados.

Recentemente, Glaydson entrou com representação questionando o excessivo número de cargos comissionados na Assembleia, em contrapartida a um número menor de servidores efetivos. A contratação de comissionados chegou a ser suspensa, mas depois foi liberada por decisão dos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado.

Redação O POVO Online, com informações do repórter Carlos Mazza

UFC lança mais uma edição da Revista Universidade Pública

A edição de agosto da revista “Universidade Pública, editada pela Universidade Federal do Ceará, já está circulando. Entre os destaques, entrevista com a reitora da Unilab, Nilma Lino Gomes e a preocupação com a segurança de dados no ambiente digital.

A matéria principal aborda o tema “Estado laico – Utopia ou Dever?, que trata sobre feriados católicos, transmissões religiosas em TVs públicas e projetos de lei que sobrepõem crenças religiosas.

Nesta edição, um detalhe que chamou a atenção dos leitores: duas páginas com propaganda sobre o Bilhete Único, projeto da Prefeitura de Fortaleza.

revisttta

revissta2 

Banco do Brasil apresenta novidades no V Salão Imobiliário do Ceará

95 1

Durante a 5ª edição do Salão Imobiliário do Ceará (Simc 2013), que terá inicio nesta quinta-feira e vai se estender até domingo, no Centro de Eventos, o Banco do Brasil (BB) oferecerá, segundo sua assessoria de imprensa, muitas novidades para a clientela. Além das tradicionais soluções de crédito para aquisição de imóveis residenciais e comerciais, novos e usados, virão duas novas modalidades de financiamento para os clientes que desejam comprar um imóvel: são as linhas BB Crédito Imobiliário Aquisição PF FGTS e Pró-Cotista.

Entre as facilidades da nova linha BB Crédito Imobiliário Aquisição PF FGTS está a possibilidade de contratação de imóveis novos e usados para famílias com renda de até R$ 5.400,00 sem a necessidade de ter conta vinculada ao FGTS e com uma taxa de juros mínima de 4,5% ao ano, podendo esse valor variar de acordo com a renda.

Já a Pró-Cotista é voltada a clientes que possuem conta ativa no FGTS e um mínimo de 36 contribuições. A linha permite financiamento em até 360 meses, com possibilidade de inclusão dos valores de despesas cartorárias e ITBI. Não há limite máximo de renda familiar. A taxa de juros mínima é de 7,9% ao ano mais TR.

O BB oferecerá ainda as modalidades tradicionais de financiamento de imóveis no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, SFI, CH e SFH, com ou sem a utilização do FGTS, com financiamento de até 90% do imóvel (incluindo despesas decorrentes do financiamento do imóvel) com pagamento em até 30 anos (360 meses), com taxas a partir de 4,5 % ao ano + TR.

BB e Dotz

A outra novidade envolve a parceria entre o Banco do Brasil e a Dotz. A cada 20 mil reais em operações de crédito imobiliário nas linhas Pró-Cotista, SFH, CH e SFI, o cliente ganha 6 mil dotz para trocar por móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e até passagens aéreas, limitados a 150 mil dotz. A promoção estará válida para todas as operações com solicitação de crédito até o próximo dia 31 de dezembro.

O catálogo da Dotz oferece milhares de opções para troca: desde ingresso de cinema e recarga de celular até passagem aérea, pacote turístico, TV, ar condicionado, fogão, máquina de lavar, geladeira e muitos outros artigos para a nova casa.

(Com Site do BB)

Grupo de médicos vai se filiar ao PSDB

52 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gwf_M3tls7g&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Um grupo de médicos vai se filiar, a partir das 16 horas desta quinta-feira, ao PSDB de Fortaleza. O ato ocorrerá na sede do partido, sob comando do presidente estadual Luiz Pontes e do ex-senador Tasso Jereissati.

A confirmação é do presidente do PSDB de Fortaleza, Tomás Figueiredo Filho, que diz estar a legenda trabalhando para fazer boa participação nas próximas eleições.

Cientista política chama troca-troca partidário de bagunça da Nova República

Com o título “Troca-troca partidário”, eis artigo de Pedro Henrique Antero, professor de Ciências Políticas. Ele aborda o festival de mudança partidária e define esse quadro como  “bagunça que caracteriza a nova república brasileira”. Confira:

“As vésperas das eleições de 2014, o mundo político brasileiro se agita e tenta descobrir os caminhos que o levarão ao pódio no próximo ano. Para isso, é necessário saber onde repousa o gosto da população e o que fazer para se adequar a esse paladar.

Toda a preocupação gira em torno do sucesso e dos interesses pessoais do candidato. Em nenhum momento se põe a questão da qualidade do serviço que deve ser prestado à comunidade. As análises e discussões que permeiam a mídia sobre mudanças de partidos ou troca de alianças visam exclusivamente o interesse do político e jamais o bem do Estado.

Nessa lógica, a ação política tende a ter um nível cada vez mais insignificante. Os ideais e programas que poderiam ser desenhados para o povo e apresentados como plataforma política são inexistentes. Não há mais líderes que conduzam os eleitores e os orientem na escolha de um projeto e de um candidato. Tudo é muito pequeno e focado em interesses particulares e mesquinhos, sem nenhuma vinculação com os desafios do Estado brasileiro.

PT e PMDB que controlam há 14 o Poder Executivo e as duas Casas do Congresso Nacional desenvolveram planos, mas apenas para sua manutenção no poder. Eles avançaram na corrupção e criaram instrumentos de sucesso eleitoral, como a utilização dos cadastrados do Bolsa Família. Além disso, tentaram impor restrições à liberdade de imprensa e, agora, procuram o controle da internet, o que significa a limitação da nossa liberdade de expressão e a possibilidade de espionagem por parte do governo brasileiro.

O troca-troca de alianças ou de partidos começa a nível nacional. Dilma e Eduardo Campos tomam rumos diversos para as eleições. Suas ideias, entretanto, pouco aparecem e as razões mais profundas dos desentendimentos não são mostradas em momento algum. Em torno desses dois nomes gravitam expoentes da política brasileira preocupados tão somente em ter um lugar ao sol. E o Ceará está no meio dessa bagunça que caracteriza a nova república brasileira.

* Pedro Henrique Chaves Antero

phantero@gmail.com
Professor de Ciências Políticas. 

PR cai de três para dois vereadores na Câmara Municipal

83 9

márcio cruz O vereador Márcio Cruz anunciou, nesta quinta-feira, que deixou o Partido da República, comandado no Ceará pelo ex-governador Lúcio Alcântara, desafeto político do governador Cid Gomes (PROS). Ele não adiantou qual seu destino político: PROS ou Partido da Solidariedade. Com a desfiliação de Márcio Cruz, o PR ficará com dois vereadores, no caso o Adelmo Martins e o Capitão Wagner, esse último de oposição à administração do prefeito Roberto Cláudio e que chegou a trombar, várias vezes, com a administração Cid Gomes. Wagner foi um dos líderes da greve da PM entre 2011 e 2012 no Estado.

DETALHE – Márcio Cruz conseguiu vaga na Câmara Municipal com sobra dos votos do Capitão Wagner.

Secretário do prefeito Raimundão vai se filiar ao PROS

“O ex-deputado estadual e atual secretário da Casa Civil de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio, já definiu sua saída do PTC (Partido Trabalhista Cristão) e define seu futuro político, nesta tarde de quinta-feira, em Fortaleza. Giovanni tem reunião agendada no Palácio da Abolição com o governador Cid Gomes e com o vice-governador Domingos Filho.

O secretário da Casa Civil será candidato a deputado estadual nas eleições de 2014 e tem o total apoio do prefeito Raimundo Macedo (PMDB). Nesse sentido, já comunicou também sua desfiação do PTC ao gestor de Juazeiro do Norte.

Giovanni analisa alguns convites, entre eles do Pros (Partido Republicano da Ordem Social), recém-fundado e dirigido no Ceará pelo governador Cid Gomes, para se definir por qual legenda vai disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa ano que vem.”

(Blog do Flávio Pinto)