Blog do Eliomar

Últimos posts

História das Eleições no Ceará – Azarão surfa na onda vermelha, mas morre na praia

457 1

Com o título “História das Eleições no Ceará – 4 – Azarão surfa na onda vermelha, mas morre na praia em cenário de Hitchcock”, eis artigo do jornalista e radialista Francisco Bezerra, que vem contando um pouco da história das eleições no Estado. Confira:

“Aquele que já não consegue sentir espanto nem surpresa está, por assim dizer, morto; os seus olhos estão apagados.” Albert Einstein, físico alemão.

A eleição de 2002 no Ceará foi um filme de suspense, onde o roteirista usou requintes de crueldade para chegar ao desenlace. Nem o mestre dos filmes do gênero, o cineasta americano Alfred Hitchcock, teria imaginação fértil o suficiente para construir película tão heteróclita. Para contextualizar o cenário de um filme baseado em fatos reais, em plagas cearenses, é imperioso assinalar que o empresário Tasso Jereissati era uma espécie de reizinho que chegara ao poder na eleição de 1986.

Ao tomar posse em 15 de março de 1987, a primeira ação administrativa do governador das mudanças que derrotou os coronéis e prometia acabar com a miséria no Ceará foi transferir a sede do poder estadual do Palácio Abolição, localizado no miolo da Aldeota, em plena avenida Barão de Studart, para o Centro Administrativo Virgílio Távora (quanta ironia), no afastado bairro Cambeba. Outra cantilena de Tasso era o de por fim ao clientelismo e ao apadrinhamento político, vícios dos tempos de César, Adauto e Virgílio. Discurso que perpassou os três mandatos do Acioly redivivo em pleno fim de século XX.

Entre 1986 e 2002, Jereissati pintou e bordou na política do Ceará. Elegeu quem quis, quando quis, como quis. A nomenclatura para seu ciclo de poder tinha haver com a novo endereço de seu consulado : a geração Cambeba.

Naquele 2002 em que o ex-metalúrgico Luís Inácio Lula da Silva conseguiu finalmente chegar ao Palácio do Planalto após três tentativas frustradas, registrou-se fenômeno eleitoral denominado de onda vermelha. E o que era essa tal de onda vermelha? É o seguinte, Lula ganhou a disputa nas urnas, derrotando o tucano José Serra em segundo turno. Como o petista desembarcou no segundo round da peleja eleitoral como franco favorito, isso impulsionou candidaturas petistas em vários estados. O Ceará foi um exemplo.

O Cambeba escolheu como candidato de “fim de feira”( ou de ciclo), o então senador Lúcio Alcântara. Não que Lúcio fosse uma cabeça coroada no círculo íntimo do poder ou o candidato in pectore do Galego. Mas, nas pesquisas internas do PSDB, o político de tantos ferros era o único tucano capaz de não encerrar a era cambebista com derrota.

O PSDB havia sofrido duas defecções. Sérgio Machado, premier no primeiro mandato de Tasso, migrou para a oposição se instalando no PMDB, que deu suporte à sua candidatura governamental. O depurado estadual Wellington Landim, à época presidente da Assembleia, rompeu com o status quo local e saiu atirando nos antigos companheiros de sigla, escolhendo o PSB para entrar no jogo eleitoral. O PT que era o principal foco de oposição ao tassismo, entrou na disputa com o hoje deputado federal José Airton porque nenhum outro quadro petista ou mesmo da esquerda se dispôs a entrar numa guerra considera perdida. Declinaram da disputa nomes como Artur Bruno, Luizianne Lins e Inácio Arruda. José Airton, o patinho feio do PT, que não tinha nada a perder foi para arena como um cristão ia ao Coliseu.

Os arautos do Cambeba consideravam a vitória de Lúcio como favas constadas já no primeiro turno, posto que em sua chapa havia Tasso como um dos candidatos ao senado. O que os tucanos daqui não esperavam é que a onda vermelha comandada por Lula chegasse em terras de Alencar. Pois é, amigos, por menos de um por cento dos votos, a disputada foi para o segundo turno. Lúcio versus José Aírton.

Se em nível nacional, Lula venceria com tranquilidade o candidato do desgastado governo FHC, por aqui, o caldo engrossou como diz o jargão do vulgo. De tão acirrada, a pugna PT X PSDB foi decidida como numa corrida de cavalos. Os candidatos pisaram na linha de chegada, não cabeça a cabeça, mas focinho a focinho. José Aírton perdeu a eleição por, acreditem, 0,08% dos votos, significando 3047 sufrágios a menos que Lúcio Alcântara.

Aí, até no mundo mineral, a conversa dizia que houve maracutaia, malas pretas cruzaram os céus do Siará Grande com objetivos nada republicanos. Uma chuva de dinheiro, alegam os perdedores, contrariou a pesquisa de boca de urna do Ibope que registrou José Aírton com 52% dos votos contra 48% de Lúcio Alcântara. De real neste enredo é que o Ibope ou qualquer outro instituto dificilmente comete erro em pesquisa de boca de urna. Entre choros e risos, depois de proclamado o resultado oficial, coube a sentença do Bruxo do Cosme Velho em seu romance Quincas Borba: “Ao vencido, ódio ou compaixão; ao vencedor, as batatas.

* Francisco Bezerra,

Jornalista, radialista e professor.

IBGE – Rendimento do trabalhador brasileiro cresceu 1,7% em agosto

“O rendimento médio real habitual do trabalhador brasileiro ficou em R$ 2.055,50 em agosto deste ano. Segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o rendimento é 1,7% superior ao verificado em julho (R$ 2.022,04). Se comparado com agosto de 2013, o índice é 2,5% maior, quando o rendimento médio real foi R$ 2.005,72.

Nos empregados com Carteira de Trabalho assinada, o rendimento ficou em R$ 1.876,60, 1,2% maior do que julho deste ano e 1,1% superior a agosto do ano passado. Já nos empregados sem carteira assinada, o rendimento foi R$ 1.499,30, ou seja, maior do que julho deste ano (0,9%) e do que em agosto do ano passado (1%).

Entre os grupamentos de atividade, na comparação com julho deste ano, seis dos sete segmentos tiveram crescimento, com destaque para a educação, saúde e administração pública (3,2%). Apenas a indústria teve rendimento estável. Na comparação com agosto do ano passado, cinco das sete atividades tiveram crescimento no rendimento. O destaque ficou com a construção (6,5%). Duas atividades tiveram queda: serviços prestados à empresa (-1,6%) e outros serviços (-0,7%).”

(Agência Brasil)

O afunilamento da campanha reserva surpresas?

215 4

camileuni

Da Coluna Política do jornalista Érico Firmo, o O POVO desta quinta-feira, uma análise sobre o desempenho dos candidatos ao Governo nas última pesquisas. Confira:

Há um dia de diferença entre o fim da aplicação da pesquisa Datafolha, que O POVO divulgou domingo, e o início do Ibope, divulgado ontem pela TV Verdes Mares. Como já ocorrera na rodada de pesquisas anterior, no início do mês, o Ibope mostra os dois líderes ligeiramente acima do patamar em que os coloca o Datafolha. A diferença de Eunício Oliveira (PMDB) para Camilo Santana (PT) é um pouco menor: sete pontos na primeira, cinco na segunda. Evidentemente, a maior proximidade é boa para Camilo, apesar de a diferença estar dentro da margem de erro.

Com pesquisas diferentes, usando metodologias diferentes, não é recomendável tratar uma como evolução da outra. De todo modo, no fundamental, o comportamento que o Ibope aponta é similar ao identificado no Datafolha. Camilo sobe, embora sem a ênfase inicial. Eunício resiste e até avança. Considerada a margem de erro de três pontos percentuais, o Datafolha já projetava que o peemedebista poderia estar com o percentual obtido, de 43%. Porém, os 38% obtidos por Camilo são índice que o petista não poderia alcançar na pesquisa que O POVO divulgou domingo, mesmo com a variação máxima da margem de erro.

A grande novidade na pesquisa de ontem: com três pontos de margem de erro para mais ou para menos, pela primeira vez há empate técnico. Eunício pode ter entre 43% e 46%. Camilo, de 35% a 41%. Há uma zona de intercessão, portanto. Por outro lado, como os percentuais de Eliane Novais (PSB) e Ailton Lopes (Psol) são bem acanhados, mesmo com esse empate técnico, o peemedebista poderia vencer no primeiro turno se a eleição fosse hoje. Tem 43%, contra 42% da soma dos demais.

Pela tendência do que apontam as pesquisas, se as coisas seguirem no atual rumo pela próxima semana e meia, a eleição pode caminhar para um segundo turno que parecia bastante improvável a princípio, devido à falta de mais candidaturas competitivas. Isso em função do impressionante equilíbrio, aliado a uma candidatura que cresce, enquanto outra fica estável.

Porém, nada garante que as coisas continuarão no rumo em que estão. Os dois lados guardam armas poderosas para os últimos dias. As ofensivas serão agressivas. A definição será nas ruas.

Ministro afirma: “O São Francisco é obra irreversível e só um presidente louco não daria continuidade”

foto francisco teixeira ministro

O ministro Francisco Teixeira (Integração Nacional) afirma que o projeto São Francisco “é uma obra irreversível e só um presidente louco não daria continuidade”. A declaração foi dada por ele durante nova visita ao Ceará, nesta semana.

Teixeira adianta que já foi executado 65% do empreendimento. Ele reitera que a previsão da entrega do projeto é setembro de 2015.

Em sua passagem por Fortaleza, o ministro cumpriu agenda movimentada que inclui a abertura dca Frutal 2014, no Centro de Eventos, e uma inspeção às obras do Eixão das Águas.

Ex-prefeito de Horizonte anuncia apoio a Eunício e Tasso

artur koch

“Eleger Eunício e Tasso representa um passo importante para que possamos sair do voto de cabresto e ir para voto consciente do que é melhor para o Ceará”, declarou o ex-prefeito de Horizonte, Chico Cesar, ao anunciar apoio a essa chapa.

Na residência do ex-prefeito, cerca de 500 pessoas atenderam ao convite de Chico César para ouvir as propostas de Eunício e Tasso, que falaram num encontro prestigiado ainda pela prefeita de Chorozinho, Argentina Roriz, vereadores do município e de cidades vizinhas, além de lideranças políticas e comunitárias de toda a Região Metropolitana de Fortaleza.

(Foto – Artur Koch)

Leonardo Boff apoia Dilma e Camilo

170 2
O teólogo Leonardo Boff falará nesta quinta-feira, às 19h30min, no auditório do Sindicato dos Bancários do Estado (Centro). Ele abordará o tema “Reflexões sobre o Brasil”. 

Boff já avisou que apoia a reeleição da presidente Dilma Rousseff e no Ceará gostaria de ver a vitória de Camilo Santana para o Governo. Essa informação é divulgada pela assessoria de imprensa do postulante petista.

“Considero Camilo Santana um candidato extraordinariamente adequado à realidade do Ceará, porque conhece muito bem a situação do Estado e é uma pessoa extremamente transparente e ética. É importante que ele vença para consolidar o projeto do PT, que a Dilma leva adiante com grande sucesso”, acentua Leonardo Boff.

Ministro da Aviação Civil inspecionará obras do Aeroporto de Juazeiro do Norte

moreiraa

O ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, fará uma visita técnica, às 11h30min desta quinta-feira, às obras de reforma do Aeroporto Regional Orlando Bezerra de Menezes, de Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

O terminal, o maior do interior cearense, receberá módulos operacionais que deverão dobrar sua capacidade, hoje de 150 mil passageiros/ano.

Movimento Fortaleza de Marina vai ocupar a Praça do Ferreira

marina silva

“A Esperança vencerá o medo” é o mote que o suprapartidário “Movimento Fortaleza de Marina” difundirá nesta quinta-feira, a partir das 15 horas, quando ocupará a Praça do Ferreira. O objetivo é adesivar veículos e distribuir panfletos de apoio à candidatura de Marina Silva à presidência da República.

Uma barraca com autofalantes para divulgar as propostas da candidata vai funcionar no local, enquanto um grupo de aproximadamente 60 pessoas percorrerá o Centro distribuindo material de campanha da candidata e conversando com a população.

O mote é o mesmo que foi adotado por Lula na sua campanha de 2002, quando seus adversários espalharam mentiras a respeito do candidato com o objetivo de gerar uma clima de pânico na população caso fosse ele vitorioso.

Maitê Proença ve um encontro com o historiador Airton Fontenele

435 1
ironn
O historiador cearense Airton Fontenele recebeu em sua casa, no fim de semana, uma visita bem especial: a atriz Maitê Proença, que levou ao palco do teatro Celina Queiroz, da Unifor, a peças “À beira do abismo me cresceram asas”. Airton Fontenele, inclusive, foi o convidado especial da atriz e conferiu a peça.
Maitê Proença, que é escritora, fez questão de conhecer, na casa de Airton Fontenele, o verdadeiro museu do futebol e a “Sala João Saldanha”, onde o historiador conserva acervo particular e suas oito obras relacionadas à Seleção Brasileira.
(Foto – Álbum de Família)

Bancários do Ceará entram em greve dia 30

Os bancários do Ceará decidiram, em assembleia geral nessa noite de quarta-feira, decretar greve por tempo indeterminado, a partir da zero hora da próxima terça-feira. A categoria segue orientação do Comando Nacional dos Bancários que considera insuficientes as propostas de caráter econômico apresentadas pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), após sete rodadas de negociação. Hoje, a maioria dos sindicatos do País se reúne e também deve decidir pela paralisação.

Os banqueiros ofereceram 7,5% de reajuste salarial, enquanto os bancários, de acordo com o presidente do sindicato cearense, Carlos Eduardo Bezerra, buscam 12,5% de reajuste. Em 2013, a paralisação dos bancários no Ceará durou 27 dias. Já a Fenaban diz estar disposta ao diálogo.

Eleições 2014 – TRE receberá plano de segurança

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadora Iracema do Vale, receberá às 9 horas desta quinta-feira, do secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Servilho Paiva, o Plano de Segurança para as Eleições 2014. A entrega ocorrerá na Sala de Sessões do TRE.

Há dois meses, a presidente do TRE vem mantendo reuniões com o secretário de Segurança, o comandante da Polícia Militar e o superintendente da Polícia Federal no Ceará acertando detalhes do plano. “Todo o contingente da SSPDS vai ser mobilizado para as eleições”, promete o secretário Servilho Paiva.

Honório Pinheiro quer agenda legislativa no comércio brasileiro

honoriopinheiro

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (25):

A criação de uma agenda legislativa para o comércio brasileiro. Eis a principal meta do cearense Honório Pinheiro que, no próximo dia 2, em Brasília, será eleito presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL).

Honório, que preside a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas, terá como vice o mineiro José César, em clima de chapa única. Para ele, o setor precisa ter uma atuação maior junto ao Congresso Nacional no sentido de reivindicar “políticas públicas” como fazem várias entidades representativas como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), por exemplo.

Nessa agenda do comércio, pleitos como reforma tributária e presença maior do segmento nas decisões da área econômica. No plano interno, Honório promete seguir a tese da gestão compartilhada.

Termina nesta 5ª feira prazo para eleitor pedir segunda via do título

“O prazo para o eleitor pedir à Justiça a segunda via do título termina nesta quinta-feira. De acordo com a legislação eleitoral, o documento pode ser emitido até dez dias antes do primeiro turno, no dia 5 de outubro. No entanto, no dia da votação, o eleitor poderá votar com outro documento oficial com foto.

Para fazer a emissão da segunda via, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral mais próximo e apresentar documento com foto. A segunda via é feita na hora. Somente quem tinha o título ou solicitou o novo documento até o dia 7 de maio pode pedir a nova via. A data marcou o fechamento do cadastro de eleitores.”

(Agência Brasil)

Tasso lidera disputa ao Senado com 57%, segundo Ibope

173 4

eleições 2014 debate tv op senado 0831 tasso

O candidato do PSDB ao Senado, Tasso Jereissati, lidera a pesquisa Ibope, com 57% das intenções de voto, em dados divulgados, nesta quinta-feira. Mauro Filho (Pros) aparece em segundo, com 24% das intenções de voto, seguido por Geovana Cartaxo (PSB) e Raquel Dias (PSTU), ambas com 1%.

A pesquisa ouviu 1.204 eleitores entre os dias 21 e 23 de setembro, em 61 municípios. O levantamento foi encomendado pela TV Verdes Mares e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Aborto clandestino no Brasil mata 20% das mulheres

A Anistia Internacional defendeu nessa quarta-feira (24) que o aborto seja tratado como uma questão de saúde pública e de direitos humanos, e não criminal. No Brasil, estimativas apontam que em torno de 1 milhão de mulheres fazem abortos clandestinos todos os anos, e 200 mil morram em consequência da operação. De acordo com o cientista político e assessor de Direitos Humanos da Anistia Internacional Brasil, Maurício Santoro, a criminalização da prática também é um problema muito grave de discriminação socioeconômica.

“A gente sabe que nos casos em que as mulheres são presas porque abortaram, são os feitos em casa. Ela procura o hospital depois, e acaba respondendo a processo. Então, aquelas que têm condições de procurar uma clínica clandestina, de melhor qualidade, não são criminalizadas, porque não sofrem as consequências de um aborto mal feito. Essa é uma das perversidades do aborto ilegal”, segundo Santoro.

Ele cita levantamento feito no estado do Rio de Janeiro, de 2007 a 2011, no qual foram encontradas 334 mulheres que sofreram processos criminais por terem abortado. Muitas delas moradoras no interior, na Baixada Fluminense e no subúrbio carioca.

(Agência Brasil)

Só um candidato comparece ao debate da UFC

eleições 2014 0924 debate ufc

Somente o candidato do Psol ao governo do Ceará, Ailton Lopes, compareceu ao debate na Concha Acústica da UFC, na noite dessa quarta-feira (24), no Benfica. A candidata Eliane Novais, do PSB, enviou o vice Leonardo Bayma, enquanto Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) não enviaram representante.

O debate foi marcado por manifestações de apoio à greve nas universidades estaduais e federal, além da cobrança da criminalização da homofobia.

(com informações do repórter do O POVO, Rômulo Costa)

Anvisa cria norma para volta da venda dos emagrecedores

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve publicar nos próximos dias resolução determinando que, para voltarem a ser comercializados, os emagrecedores contendo mazindol, femproporex e anfepramona deverão ser registrados novamente pelos fabricantes na agência reguladora.

Com essa exigência, a Anvisa fará nova avaliação dos remédios, levando em conta a comprovação de eficácia e segurança dos produtos. Segundo a nova norma, as farmácias só poderão manipular os referidos medicamentos depois de registrados na agência.

A Anvisa determina também que o fármaco sibutramina continuará sendo vendido com controle. O médico terá que assinar termo de responsabilidade na prescrição, o paciente assinará termo de consentimento de uso e a receita será retida na farmácia. Se registrados, os outros três emagrecedores terão as mesmas restrições de venda da sibutramina.

No início deste mês, o Congresso Nacional publicou decreto legislativo que suspende norma da Anvisa, de 2011, que proibia a venda dos emagrecedores contendo mazindol, femproporex e anfepramona e controlava o uso da sibutramina. A publicação do congresso deixou os emagrecedores em um vácuo normativo, o que será resolvido com a publicação da nova resolução.

A princípio, a indústria farmacêutica não demonstrou interesse em voltar a registrar os produtos no Brasil.

(Agência Brasil)