Blog do Eliomar

Últimos posts

Médico francês que fez primeiro transplante parcial de face dará palestra em Fortaleza

128 1

Com o tema “Que profissional médico nós queremos?”, vem aí o IV Congresso de Medicina de Família e Comunidade – dentro do XXVIII Outubro Médico. O evento será aberto nesta quarta-feira, às 19h30min, no Seara Praia Hotel. A programação técnica começa quinta-feira de manhã, véspera do Dia do Médico, com uma palestra do presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), Nulvio Lermen Junior, que defende a formação generalista para os médicos brasileiros.

O Outubro Médico, que prosseguirá até sábado, também terá entre os palestrantes o cientista responsável pelo primeiro transplante parcial de face realizado no mundo, o francês Bernard Devauchelle. O especialista fará duas conferências no dia 18, durante a IV Jornada Cearense de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial.

As alergias e o uso de novas drogas no tratamento de câncer de tiroide também estão entre os temas relevantes do evento, que será encerrado com a comemoração do Dia do Médico e do Centenário da Associação Médica Cearense, ao som de Diogo Nogueira, no La Maison Buffet.

 

Voluntários cearenses fazem mobilização para incluir Ceará no roteiro do Papa em 2017

papa francisco 130525

Criado movimento para trazer o Papa Francisco ao Ceará. Ele visitará o Brasil em 2017 para participar da festa dos 300 anos de Aparecida.

À frente dessa mobilização, voluntários das cidades de Canindé, São Benedito e Fortaleza que, inclusive, já disponibilizaram, em busca de adesões, o site www.papanoceará2017.com.br

Vandalismo às vésperas da Copa do Mundo

Com o título “Vandalismo no Castelão”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Expõe preocupação essa prática que vem se repetindo em todo o País e às vésperas da Copa do Mundo. Confira:

As depredações de 116 cadeiras e outros equipamentos, na Arena Castelão, durante os jogos dos times Ceará e Fortaleza, no último fim de semana, chocaram os cearenses por verem destruído um patrimônio destinado ao conforto dos próprios torcedores. Os prejuízos somaram cerca de R$50 mil. A parte correspondente aos torcedores do Fortaleza durante a partida deste time com o Sampaio Corrêa traduziu-se na destruição de 82 cadeiras e outros equipamentos, somando R$ 40 mil. Já os torcedores alvinegros danificaram trinta e quatro cadeiras, durante a partida entre o Ceará e o Paraná pela Série B do Campeonato Brasileiro. O total do prejuízo foi de R$ 10.250,00.

É preciso buscar as motivações que estão por trás dos atos de vandalismo repetitivos, não apenas no Ceará, mas no futebol brasileiro como um todo. Não dá para disfarçar o mal-estar existente nos torcedores em geral sobre a forma como o futebol está sendo conduzido no País. E isso ganha uma dimensão ainda mais preocupante pelos aspectos políticos inevitáveis daí decorrentes.

Não se pode esquecer que estamos às vésperas de uma Copa do Mundo, com toda a simbologia nela envolvida, inclusive, o sentimento de exclusão de grande parte dos amantes do futebol que não se sentem contemplados diante da elitização crescente do acesso aos estádios. O sentimento de frustração se estende a outras expressões mais próximas como os campeonatos regionais e nacionais.

A isso se incorporam as deformações que vêm acompanhando a forma de expressão das próprias torcidas. Foi a partir de 1940 que emergiram torcidas uniformizadas no Brasil, sendo a primeira em São Paulo. Elas se dedicavam, antes de tudo, a apoiar o clube nos dias de jogos, o que levou à disseminação e circulação massiva do futebol no Brasil a partir do acirramento de uma série de rivalidades regionais. O ideal da torcida era apoiar o time, sem considerar o adversário como inimigo e sem lançar mão da violência para superá-lo. Com o surgimento da torcida organizada, nos anos 80 – que se tornou um fim, em si mesma e não apenas uma forma de manter a vinculação afetiva com o clube – a coisa degenerou para objetivos dissimulados e alimentadores da violência. Corrigir isso, hoje, significa enfrentar fortes interesses econômicos.

Prefeitura vai divulgar até 6ª feira relatório completo sobre situação da dengue

neliomroais

 

Sai, até a próxima sexta-feira, relatório completo sobre a situação da dengue em Fortaleza. A informação é do coordenador da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde, Nélio Morais.

Ele acrescenta que, a partir desse diagnósticos, serão definidas as estratégias de prevenção e combate à doença que a Prefeitura adotará de olho no próximo inverno.

Nélio Morais, por sinal, encontra-se em Brasília conferindo a XIII Exposição de Epidemiologia do Ministério da Saúde.

Dois consórcios disputam a construção da barragem Fronteiras

251 1

Dois consórcios estão na disputa pela construção da barragem Fronteiras, segundo a Comissão Permanente de Licitação do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), que abriu envelopes nessa terça-feira. A barragem será construída em Crateús (360 km de Fortaleza) e estão na peleja as empresas GPO, Construtora Sanenco, Mecanorte e Novaluz, e o Barragem Fronteiras, que abrange a Galvão Engenharia e a EIT Construções. O Consórcio Fronteiras ofereceu o menor preço: R$ 164.500,419,75 – 4% a menos do que o valor de construção orçado pelo DNOCS.

Incluída na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), a licitação é a primeira do DNOCS na modalidade Regime Diferenciado de Contratação (RDC). A obra do barramento está orçada em R$ 172 milhões, mas o projeto total chega a R$ 448,7 milhões, envolvendo ações complementares na ferrovia, rodovia e de reassentamento. “A construção da barragem Fronteiras é um sonho de 50 anos do povo de Crateús”, disse o diretor Administrativo do DNOCS, Ivan Monte Claudino, ao apresentar o projeto, durante a abertura dos envelopes da concorrência.

Segundo o Ivan Claudino, a licitação envolve a construção de barragem mista em terra e CCR (concreto compactado a rolo), visando abastecimento humano, incremento da agricultura irrigada em 6.000 hectares e perenização do Rio Poti. A obra deverá beneficiar cerca de 80 mil habitantes. A barragem Fronteiras é a maior obra em execução pelo DNOCS nos últimos anos, de acordo com Ivan Claudino.

Unimed Fortaleza anuncia reajuste de consulta e de procedimentos médicos

mairtonlucena

A Unimed Fortaleza vai reajustar, a partir do próximo dia 21, de R$ 66,00 para R$ 70,00 o valor da consulta paga aos seus médicos. A informação é do presidente da organização, Mairton Lucena, que se encontra em evento da Agência Nacional de Saúde (ANS), em São Paulo.

Virá também reajuste de 12% nos procedimentos, acrescenta o presidente da Unimed Fortaleza.

(Foto – Paulo MOska)

Ministro dos Portos agenda visita ao Ceará

Antônio Henrique Silveira, que ocupa a Secretaria Especial dos Portos no lugar do cearense Leônidas Cristino,, estará em Fortaleza no dia 20 de novembro. Ele vem abrir, no Centro de Eventos, o VIII Seminário de Logística de Transportes. Silveira participou da elaboração do programa de concessões de logística no âmbito do Governo Federal, que está no processo de consulta pública de arrendamentos, as licenças para novos terminais, além das novas regras para práticos.

O VIII Seminário SEP de Logística é uma realização da Secretaria Especial dos Portos. Ocorrerá de 20 a 23 de novembro, com várias palestras envolvendo representantes dos governos federal, dos Estados e empresários que atuam no setor de transporte de cargas e logística.

 

Titular da Secopafor diz que Seinf assumirá burocracia das obras para evitar paralisações

domingos neto

Sobre a decisão da Serveng Construtora de dar aviso prévio para os trabalhadores envolvidos nas obras de mobilidade urbana e que fazem parte do pacote da Copa 2014, com ameaça de paralisação completa das atividades, o secretário especial da Copa de Fortaleza, Domingos Neto, esclarece para o Blog:

O problema surgiu por conta da burocracia no processo de liberação de recursos, que envolve a Secopafor , Caixa e Secretaria Municipal de Infraestrutura. Ele garante que essa situação será resolvida, pois, atendendo a uma sugestão sua, o prefeito Roberto Cláudio está determinando que a Seinf assuma a fiscalização e a questão financeira, enquanto a Secopafor ficará com a gestão.

Domingos Neto assegura ainda que os recursos em atraso serão liberados e que não haverá paralisação das obras.

MST marcha com destino ao Palácio da Abolição

Nesta quarta-feira, cerca de 800 agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) estão seguindo em marcha até o Palácio da Abolição. O grupo, com manifestantes de várias regiões do Estado, acampou desde ontem na sede do Incra. A marcha é para cobrar do governador Cid Gomes infraestrutura onos assentamentos.

Segundo dirigente estadual do MST, Manoel Messias, as reivindicações são praticamente as mesmas das lutas anteriores. “É a mesma pauta desde o início do governo Dilma.” O dirigente explica que até os compromissos firmados na mobilização de julho deste ano não foram cumpridos, o que agrava a situação dos trabalhadores que aguardam a liberação de recursos e infraestrutura hídrica para os assentamentos.

 

BC informa: Atividade econômica cresce 0,08%

88 2

“O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) apresentou crescimento de 0,08% em agosto, comparado com o mês anterior, após queda de 0,34% registrada em julho. Os dados foram divulgados hoje (16) pelo Banco Central (BC), com revisão de resultados anteriores.

A expansão em agosto deste ano em relação ao mesmo mês de 2012 ficou em 1,32%, segundo os dados sem ajustes, uma vez que a comparação é entre períodos iguais. No acumulado do ano até agosto, o IBC-Br cresceu 2,76% e em 12 meses, 2,13%.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária.”

(Agência Brasil)

Presidente estadual do PPS e dirigente do Cede é entrevistado por Falcão

leruaite alexandre pereira

O presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (CEDE) e do PPS estadual, Alexandre Pereira, é o entrevistado desta noite de quarta-feira do Programa Leruaite, da TV Ceará, apresentado pelo cantor Falcão.
Hora de todos conhecerem, a partir das 22 horas, mais sobre a trajetória de vida e Pereira, que também tem seu lado irreverente.
SERVIÇO
Programa Leruaite – Sempre as 22 horas de quarta-feira na TVC, com reprise na quinta e domingo às 23 horas.
 
(Foto – Divulgação)

Obras de mobilidade urbana podem parar em Fortaleza

180 1

A Serveng Construtora está dando aviso prévio para todos os trabalhadores das obras de mobilidade urbana sob a responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza. A informação é de vários operários envolvidos nas intervenções, que já procuram o sindicato da categoria.

O que se informa nos canteiros é que a construtora deu prazo de 10 dias para receber pagamentos em atraso da ordem de R$ 39 milhões.

Caso não haja a fatura, as obras paralisarão.

Romário é atração em congresso brasileiro de fisioterapia

romariodeputado

O deputado federal e ex-atleta Romário (PSB/RJ) participará nesta quinta-feira, às 16h30min, de uma mesa redonda dentro do XX Congresso Brasileiro de Fisioterapia. Esse congresso será aberto às 18 horas desta quarta-feira, no Centro de Eventos, e vai se estender até sábado.

Bom lembrar que Romário tem sido um opositor ferrenho da CBF e da Fifa e apregoado que a Copa 2014 não deixará legado consistente para o País. Ele atacou duramente o presidente da CBF, José Maria Marin, o secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke e o presidente da entidade que regula o futebol mundial, Joseph Blatter.

— A situação é a seguinte: o maior representante da CBF é ladrão. A CBF é uma entidade corrupta, na qual já passaram muitos cânceres e agora continuam, pior do que antes. Em relação à Fifa, a gente não pode esperar nada. Ali tem um chantagista que se chama Jerôme Valcke e um ladrão que se chama Blatter que, realmente, não representam o futebol mundial e muito menos o futebol brasileiro.

Delegado responderá pelo Ciopaer

Francisco Alves de Paulo, delegado de Polícia Civil, é o novo responsável pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).  A posse dele, no entanto, só ocorrerá na próxima semana.

O novo titular do Ciopaer terá como meta a ampliação da frota de helicópteros, que tem na ativa cinco aeronaves. O órgão opera em ações de combate ao crime, mas também no socorro de vítimas de acidentes e outras situações de risco.

Dirigente estadual do PCdoB assegura: Releição de Inácio Arruda é prioridade em 2014

128 3

inácio arruda campanha 120915 centro

O presidente regional do PCdoB, Luís Carlos Paes, avisa: as prioridades de sua gestão à frente do partido já estão definidas em se tratando de eleições 2014.

A primeira: reeleger o senador Inácio Arruda, seguindo orientação da cúpula nacional; a segunda: eleger dois deputados federais e ampliar de um para três o número de deputados estaduais; e, por fim, a terceira: continuar integrado à base de apoio do governador Cid Gomes, apoiando o nome que ele definir para sua sucessão.

Sobre Inácio, o dirigente comunista explica que “o bom trabalho do senador precisa ter continuidade” e que essa pedida não faltará à mesa de Cid quando o PCdoB vier a ser chamado para tratar do próximo pleito.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Ministério da Agricultura é ocupado por movimentos sociais

“Integrantes de movimentos sociais ocuparam hoje (16) o Ministério da Agricultura. O objetivo da mobilização é reivindicar a desapropriação de terras para a reforma agrária, uma política econômica de crédito para os camponeses e a renegociação e solução definitiva das dívidas.

Desde segunda-feira (14), trabalhadores ligados a várias organizações sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, a Via Campesina, o Movimento dos Atingidos por Barragens, o Movimento dos Desempregados, o Movimento dos Pequenos Agricultores, a Federação dos Metalúrgicos e o Levante Popular da Juventude, promovem em vários estados a Jornada de Lutas por Soberania Alimentar, que vai até sexta-feira (18).

Em Goiânia, camponeses também ocupam, desde as 6h, os prédios da Secretaria da Fazenda e da Superintendência Federal da Agricultura. A mobilização é feita pelo Movimento Camponês Popular, o MST e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do estado.

(Agência Brasil)

EM FORTALEZA, O MST continua ocupando a sede do Incra. Reivindica celeridade nos processos de reforma agrária, infraestrutura em assentamentos e, em termos de política nacional, preservação da Petrobras.

Brasil recebe prêmio internacional por Bolsa Família

O governo brasileiro recebeu prêmio internacional por causa do programa Bolsa Família. A Associação Internacional de Seguridade Social (ISSA) anunciou nessa terça-feira (15), na Suíça, o país como vencedor do I Prêmio Award for Outstanding Achievement in Social Security em reconhecimento ao sucesso do Bolsa Família no combate à pobreza e na promoção dos direitos sociais da população mais vulnerável do Brasil.

A ISSA é a principal organização internacional voltada à promoção e ao desenvolvimento da seguridade social no mundo, atuando na produção de conhecimento sobre o tema e no apoio aos países para a constituição e aprimoramento de seus sistemas de proteção social. Fundada em 1927, a organização tem filiadas 330 organizações em 157 países.

O prêmio, entregue a cada três anos, é atribuído a instituições e programas, conforme a relevância de sua contribuição. Sua primeira edição foi dedicada ao Bolsa Família porque, segundo a ISSA, o programa é uma “experiência excepcional e pioneira na redução da pobreza e na promoção da seguridade social”.

Nessa terça-feira, o presidente do Ipea e ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), Marcelo Neri, apresentou o estudo inédito “Efeitos macroeconômicos do Programa Bolsa Família: uma análise comparativa das transferências sociais”, que será um capítulo do livro Programa Bolsa Família: uma década de inclusão e cidadania, a ser lançado em parceria por MDS e Ipea, em 30 de outubro, durante evento comemorativo dos 10 anos do programa.

(Ipea)

Executivo, Legislativo e Judiciário firmam pacto para reduzir déficit carcerário do país

Com a terceira maior população carcerária do mundo, o Brasil sofre com o déficit de mais de 230 mil vagas no sistema carcerário, fazendo com que os cerca de 550 mil presos do país se amontoem em pouco mais de 1.400 unidades prisionais. Com o objetivo de construir um pacto para tratar do problema, representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário assinaram nessa terça-feira (15) um termo de compromisso para reduzir o déficit carcerário por meio da construção de novas unidades prisionais nos estados.

O excesso de presos tem contribuído para problemas graves do sistema prisional do país, a exemplo da ocorrência de rebeliões, como a que ocorreu recentemente, em São Luís (MA) – que resultou em dez mortos e mais de 20 feridos – e também permite o fortalecimento de organizações criminosas dentro e fora dos presídios, como em São Paulo. No ano passado, um organismo da Organização das Nações Unidas – o Subcomitê de Prevenção da Tortura (SPT) – já havia denunciado o controle dos presídios brasileiros por organizações criminosas.

O acordo assinado prevê ainda ações de reinserção social, melhoria do acesso à Justiça e estímulo para que os magistrados adotem penas alternativas por meio de medidas cautelares.

“A questão das unidades prisionais no Brasil é um dos mais graves problemas de segurança pública que nós temos. Nós temos unidades que não servem para reinserção social, nós temos violações de direitos humanos, portanto há muito a se fazer nessa área”, disse o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Cardozo falou sobre a atuação do Primeiro Comando da Capital (PCC) em São Paulo e no restante do Brasil. “É inaceitável que o crime organizado tome essa dimensão que tem tomado no Brasil e no resto do mundo”. Desde o ano passado, policiais federais estão colaborando com a Polícia Civil e o Ministério Público do Estado de São Paulo nas investigações sobre a atuação da organização criminosa.

Caberá ao Executivo o investimento na construção de novas unidades prisionais nos estados. Já o Judiciário estimulará o acesso à Justiça e a adoção de penas e medidas alternativas e cautelares, como o monitoramento eletrônico, a proibição de o condenado frequentar determinados lugares relacionados ao crime cometido e a proibição de manter contato com pessoas que sofreram algum tipo de violência. Ao Poder Legislativo caberá a atualização das normas de execução penal.

(Agência Brasil)