Blog do Eliomar

Últimos posts

Aberto edital para seleção de professores da educação básica

Estão abertas, até esta quinta-feira (28), as inscrições para o processo seletivo de professores da educação básica que desejam atuar como preceptores no Programa Institucional de Bolsa para Residência Pedagógica. O candidato deverá preencher a ficha de inscrição, disponível no Edital nº 20/2018 (https://bit.ly/2Kk8yhb). Os documentos e formulários deverão ser entregues nos locais e horários especificados no edital. A informação é da assessoria de imprensa da UFC.

São ofertadas 48 vagas. Para participar da seleção, é necessário que o candidato possua experiência mínima de dois anos de magistério na educação básica, seja professor em uma das escolas habilitadas e esteja atuando em sala de aula em componente curricular ou na etapa correspondente à habilitação concedida pelo curso participante do subprojeto.

A seleção se dará em duas etapas. A primeira será de análise do curriculum vitae e do atendimento dos requisitos para inscrição, e a segunda, de entrevista individual e análise de carta de motivação, em anexo ao edital.

O resultado final será divulgado até o dia 3 de julho. Os candidatos classificados no limite do número de vagas anunciadas no edital serão chamados imediatamente. Os classificáveis serão convocados à medida da ocorrência de novas vagas, respeitando a ordem de aprovação.

SERVIÇO

*Todos os detalhes sobre o processo seletivo estão disponíveis no Edital nº 20/2018 (https://bit.ly/2Kk8yhb).

STF manda soltar José Dirceu

Por 3 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (26) suspender a execução da condenação do ex-ministro José Dirceu a 30 anos de prisão na Operação Lava Jato. Com a decisão, Dirceu deverá ser solto. Ele cumpre a pena na Penitenciária da Papuda, em Brasília.

A decisão foi tomada a partir de um habeas corpus protocolado pela defesa de Dirceu. Votaram pela soltura o relator, Dias Toffoli, e os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Ex-ministro da Casa Civil José Dirceu

Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no STF, votou contra a concessão da liberdade. A maioria entendeu que o cálculo da pena pode ser revisto e Dirceu pode aguardar em liberdade o julgamento do recurso contra a condenação.

José Dirceu foi preso no mês passado após ter a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça Federal, com base no entendimento do STF, que autorizou a execução provisória da pena, após o fim dos recursos na segunda instância.

Sessão

O julgamento desta terça-feira foi marcado por várias trocas de farpas entre os ministros Dias Toffoli e Edson Fachin, que pediu vista do habeas corpus, mas os demais integrantes da Segunda Turma decidiram encaminhar a votação.

O procedimento não é usual no STF. Em geral, quando integrantes pedem vista de um processo, os demais chegam a adiantar o voto, mas o resultado fica suspenso e não é proclamado.

Em dos trechos do julgamento, ao discordar do voto de Toffoli,  Fachin sustentou que o ministro estaria descumprindo a decisão do plenário que autorizou a prisão após o fim dos recursos em segunda instância.  No entanto, Toffoli divergiu das ponderações e passou a rebater os argumentos de Fachin.

“Mas aí não tem a ver com execução imediata da pena, Vossa Excelência está fazendo um contraponto, eu estou falando A, Vossa Excelência está falando B. Vamos colocar as coisas nos devidos lugares”, disse Toffoli.

Em seguida, Fachin respondeu: “Nós dois estamos entendendo o que nós estamos falando”.

A troca de farpas entre os ministros ocorreu um dia após o ministro Edson Fachin enviar ao plenário, e não à Segunda Turma, o recurso no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também pedia para suspender a execução da condenação na Lava Jato.

Além de Dirceu, também conseguiram recursos favoráveis na sessão de hoje da Segunda Turma o deputado estadual Fernando Capez (PSDB-SP), a senadora Gleisi Hoffmann e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o ex-tesoureiro do PP, João Claudio Genu, condenado na Lava Jato.

(Agência Brasil)

Com gol de Messi e sofrimento, Argentina vence a Nigéria e segue viva

A Copa do Mundo da Rússia quase acabou para a Argentina. Nesta terça-feira, em São Petersburgo, o time que já havia sofrido para confirmar a sua vaga no torneio suou bastante para derrotar a Nigéria por 2 a 1 e evitar a eliminação precoce no grupo D. O astro Lionel Messi desencantou no primeiro tempo, mas Moses converteu pênalti para igualar o marcador no segundo. Aos 40 minutos, Rojo marcou o gol salvador.

Sem ter conquistado nem uma vitória sequer até então (antes, empatou também por 1 a 1 com a Islândia e perdeu por 3 a 0 para a Croácia), a Argentina assumiu a segunda colocação da chave, com 4 pontos ganhos, na rodada derradeira. Os líderes croatas tiveram 100% de aproveitamento, com 9, enquanto os nigerianos somaram 3 e os islandeses, apenas 1.

Enquanto Nigéria e Islândia se despedem, Croácia e Argentina iniciam preparação para as oitavas de final do Mundial. Os croatas, que derrotaram os islandeses por 2 a 1 também nesta terça-feira, jogarão contra a Dinamarca às 15 horas (de Brasília) de domingo, em Níjni Novgorod. Um dia antes, às 11 horas (de Brasília), os argentinos farão duelo de campeões do mundo com a França.

(Gazeta Esportiva)

FGV – Inflação no setor da construção civil fica em 0,76% em junho

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) registrou inflação de 0,76% em junho deste ano. A taxa ficou acima da observada no mês anterior (0,30%). Segundo dados divulgados hoje (26) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador acumula taxas de inflação de 2,01% no ano e de 3,41% em 12 meses.

O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços subiu de 0,49% em maio para 0,62% em junho, enquanto o índice relativo à mão de obra subiu de 0,15% para 0,88% no período.

Dentro do grupo materiais, equipamentos e serviços, os serviços variaram 0,71% enquanto os materiais e equipamentos subiram 0,64%. Já dentro do grupo mão de obra, as taxas de inflação foram: auxiliares (0,98%), técnicos (0,80%) e especializados (0,80%).

(Agência Brasil)

ExpoEvangélica 2018 terá entre atrações Cristina Mel

361 1

A cantora Cristina Mel está entre as atrações da XIII ExpoEvangélica, o festival de música e de produtos voltados para o mundo cristão. O festival ocorrerá de 4 a 7 de julho próximo, no Centro de Eventos, e contará com 80 estandes vendendo os mais variados produtos para o mundo gospel.

A organização está por conta de Francisco Everton, que se encontra em São Paulo finalizando contatos com editoras e alguns outros artistas que participarão do evento.

(Foto – Divulgação)

Irmã de Ciro e Cid lançará pré-candidatura de deputada estadual em Sobral

Lia com Leônidas Cristino, que vai para a reeleição à Câmara.

A médica Lia Gomes, irmão de Ciro e Cid Gomes, lançará sua pré-candidatura de deputada estadual pelo PDT no próximo sábado, em Sobral. O ato ocorrerá pela manhã, em local ainda a ser definido.

Lia conta estar “muito otimista” com as adesões que vem obtendo ao seu projeto político. Além de apoio de lideranças em Fortaleza, ela estima sair da Zona Norte com boa fatia de votos.

Em Sobral, por exemplo, ela obteve reforço em seu projeto, a partir da desistência do ex-prefeito Veveu Arruda (PT).

(Foto – Blog do Tidi)

São João de Juazeiro do Norte em clima de Arraiá das Campeãs

Banda Casa de Reboco.

O São João de Juazeiro do Norte, realizado pela gestão do prefeito José Arnon (PTB), prossegue nesta terça-feira. Chegou a hora do Arraiá das Campeãs do Festival de Quadrilhas desse município da Região do Cariri. Tudo começa a partir das 18 horas, na Rffsa, com apresentações das três primeiras colocadas no Festival de Quadrilhas. Logo após, haverá show com o artista juazeirense, radicado em São Paulo, Junú Ramos.

O show, diz o artista, é “uma louvação aos festejos do ciclo junino (Santo Antônio, São Pedro e São João)”. Nele, Junú apresenta suas composições, músicas da cultura popular do Cariri, e também, clássicos da música nordestina. “As culturas denominadas do sertão, muitas vezes, são consideradas de forma pejorativa e as músicas são tratadas como músicas de época. Para mim, isso é música atual. São clássicos”, observa Junú Ramos.

DETALHE – Para encerrar a noite, haverá também show com a banda Casa de Reboco. A programação é gratuita e aberta a todos.

(Foto – Divulgação)

Ceará Junino 2018 – Primeira etapa será no Bairro Ellery

Começa nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, a primeira etapa do Ceará Junino de Fortaleza com a realização do 24º Festival de Quadrilhas Juninas do Bairro Ellery. Os dias e horários de apresentação das quadrilhas foram definidos durante sorteio realizado na Secretária de Cultura do Estado. As apresentações vão se estender até sábado, na Praça Manoel Dias Macedo (Praça da Matriz Nossa Senhora de Lourdes).

O festival é uma promoção da Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo e da Artéria Cidadã. A quadrilha campeã garantirá vaga no Festival Estadual de Quadrilhas Juninas do Estado do Ceará. Para o produtor cultural do festival, Wescley Sacramento, esse evento “é motivo de alegria para os moradores e para região, que receberão um festival tradicional e de grande importância para Estado.”

Quadrilhas participantes

Dia 29 de junho (sexta-feira)

Arrasta Pezinho Junina Sagrada Família Tradição em Festa
Filhos do Sertão Só o Mi Zé Testinha

Dia 30 de junho (sábado)

Cumpade Chico Bairro Ellery Junina Encanta Ceará Festa na Roça Junina Nordestina

(Foto – Divulgação)

BNDES contrata empresa para “caçar” devedores

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social renovou o contrato com uma empresa responsável por identificar e encontrar os devedores da instituição financeira. A informação é da Época, por meio da coluna Expresso.

Parte do trabalho da contratada é investigar aquelas pessoas ou empresas ligadas aos devedores. O BNDES gastará até R$ 2 milhões com o serviço.

Confiança da construção civil recua e atinge menor nível desde novembro

O Índice de Confiança da Construção, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 3,1 pontos de maio para junho deste ano. O indicador atingiu o patamar de 79,3 pontos em uma escala de zero a 200, o menor nível desde novembro de 2017 (78,6 pontos). A queda foi provocada principalmente pela piora das expectativas de curto prazo do empresariado. O Índice de Expectativas recuou 6,5 pontos, a maior queda da série histórica, iniciada em julho de 2010, atingindo para 88,3 pontos, menor nível desde agosto de 2017 (87,8 pontos).

Já o Índice da Situação Atual, que mede a confiança em relação ao momento presente, manteve-se relativamente estável em junho, ao aumentar apenas 0,3 ponto, passando de 70,5 em maio para 70,8 pontos em junho. O Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) do setor avançou 0,9 ponto percentual, alcançando 65,6%, maior nível desde janeiro (66,2%).

Segundo a FGV, os empresários consideraram que a greve dos caminhoneiros, no final de maio, teve efeito negativo no setor: 64% dos empresários indicaram que os negócios foram atingidos, já que os insumos não chegaram à obra, provocando atrasos no cronograma. Mas, de acordo com a FGV, como é um setor com ciclo produtivo longo, o efeito final não deverá ser expressivo.

De acordo com a pesquisadora da FGV Ana Maria Castelo, a greve causou muitos prejuízos e paralisou obras, tendo sindo um componente importante nessa mudança de humor, mas a principal causa do desalento dos empresários é o ritmo de crescimento, “que traz preocupações sobre a continuidade da fraca melhora dos negócios”.

(Agência Brasil)

Sistema Fecomércio 70 anos será apresentado nesta semana

O presidente do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola, divulgará para a imprensa, nesta quinta-feira, às 8h30min, na sede da entidade (Bairro Aldeota), os dados sobre o Sistema Fecomércio 70 anos.

No ato, Luiz Gastão, presidente licenciado e interventor do Sesc/Senac/RJ, apresentará também as ações e resultados da sua gestão no Ceará e os dados atuais da sua atuação no Rio de Janeiro.

(Foto – Evilázio Bezerra)

Tempos sombrios

Com o título “Tempos sombrios”, eis artigo de Fernando Costa, sociólogo e publicitário. Ele aborda sobre crianças do mundo em meio a tanta violência e ideologias. Confira:

Herodes, o Grande, rei da Judeia mandou matar centenas de crianças, segundo a Bíblia, para tentar matar uma única criança. Os tempos eram sombrios.

Os franceses e os ingleses, durante a segunda guerra, separam os filhos de seus pais para protegê-los da brutalidade nazista, com os famosos trens repletos de crianças. Os tempos eram sombrios.

Adolf Hitler, no final da Segunda Guerra Mundial, no ano de 1945, usou crianças como soldados no seu exército. Os tempos eram sombrios.

Os ingleses, no início da Revolução Industrial, utilizaram o trabalho infantil para moverem as máquinas da indústria têxtil. Os tempos eram sombrios.

Na República Central Africana e no Sudão do Sul, as milícias e os governos usaram crianças como soldados em suas guerras civis. Os tempos eram sombrios.

Organizações internacionais, como o Unicef e a Anistia Internacional, estimam que, em cerca de 20 países, crianças eram sistematicamente recrutadas como soldados. Os tempos eram sombrios.

Na Colômbia, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) também usaram crianças na sua guerrilha. Os tempos eram sombrios. Mas o que dizer quando a dita maior democracia do mundo, abusando do discurso da tolerância zero em relação a imigrantes, prende e separa filhos dos pais e obriga o mundo inteiro a ouvir o choro desesperado de crianças chamando por seus pais?

Fosse na Venezuela ou em Cuba, a direita brasileira estaria destilando seu ódio no Facebook, nas suas emissoras de TV e em seus jornais.

Mas quem comanda o terror é Donald Trump, que quer criar uma nova ordem mundial, a matriz do candidato Bolsonaro, que a direita brasileira cultua.

Os tempos continuam sombrios no mundo e se não cuidarmos eles chegarão ao Brasil.

*Fernando Costa

fernando@vervecom.com.br.

Sociólogo e publicitário.

Livro aborda motivações do universo corporativo

Será lançado às 18h30min desta terça-feira, na sede da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), o livro “Desenvolvendo Organizações: Uma Abordagem Transpessoal”. A obra, de autoria de Yunare Marinho e Marcos Mendes, leva aspectos da psicologia transpessoal para o universo corporativo. Seja nas mega corporações, nas grandes empresas familiares, nas microempresas ou mesmo nas modernas start-ups, as pessoas, segundo os autores, buscam, cada vez mais, motivação para cumprir suas jornadas de trabalho e se sentirem participantes e engajadas.

Ao longo de dez capítulos, a obra questiona os motivos de tantas pessoas, dentro das organizações, se sentirem desanimadas e temerosas ao futuro, abordando ainda as diversas mudanças pelas quais as organizações passaram ao longo do século XX e como manter a motivação tem sido um dos grandes desafios das instituições no tecnológico século XXI.

Sobre os Autores

Marcos Mendes – Natural de Campinas (SP), Graduado em Ciências Contábeis e Administração de Empresas (Universidade Católica de Campinas), com Pós-Graduação em Psicologia Transpessoal. Atua como consultor organizacional em empresas de todo o país.

Yunare Marinho – Cidadão Luso-Brasileiro, nascido em Campina Grande (PB). Graduado em Engenharia Mecânica (Unifor), com Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho e Psicologia Transpessoal. Mantém desde 1998 trabalhos na área de qualidade em empresas do Brasil, Portugal, Espanha, França e Holanda. É Gerente de Processos Industriais no Grupo M. Dias Branco.

SERVIÇO

*Fiec – Avenida Barão de Studart, 1980 – Aldeota

*Livro à venda no local – R$ 40,00.

Partido Novo lança primeiro pré-candidato à Câmara dos Deputados

O Partido Novo do Ceará ainda não lançou seu pré-candidato a governador, mas, em matéria de disputa por vagas na Câmara dos Deputados, já está surgindo o primeiro nome. É o advogado Rodrigo Nóbrega, especialista na área do trânsito, que terá sua pré-candidatura lançada nesta quinta-feira, às 19 horas, no Coco Bambu Meireles.

Na ocasião, o pré-candidato, também empreendedor, apresentará sua plataforma de campanha, diretrizes e o que irá trabalhar caso seja eleito.

O Partido Novo lançará 10 candidatos a deputado federal. A meta é eleger pelo menos um dos postulantes.

(Foto – Divulgação)

STJ nega pedido de Ciro para suspender indenização a Collor

O Superior Tribunal de Justiça negou, nesta terça-feira (26), pedido do presidenciável Ciro Gomes (PDT) para suspender o pagamento de indenização ao senador Fernando Collor (PTC) por ofensas ditas em 1999. Nessa época, Ciro se referiu a Collor como “playboy safado” e “cheirador de cocaína”.

A informação é da Folha, adiantando que o pedetista foi inicialmente condenado a pagar R$ 100 mil por danos morais, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo reduziu a indenização para R$ 60 mil.

O ex-presidente pediu o depósito de R$ 301 mil ao requerer a execução provisória da condenação, contando juros moratórios. Ciro Gomes pretendia a suspensão da condenação até o julgamento de um recurso interposto no STJ.

Grupo arrecada doações para crianças internadas no Hospital do Coração de Messejana

303 1

O grupo Heróis do Coração, formado por voluntários de setores da sociedade civil, está recebendo doação de produtos de higiene pessoal que serão entregues a mães de crianças internadas no Hospital do Coração de Messejana, em Fortaleza.

Quem quiser contribuir pode entrar em contato por telefone ou fazer a doação no próximo domingo, dia 1º de julho, no Anfiteatro do Parque do Cocó, a partir das 9 horas. Serão arrecadadas fraldas, escovas de dentes, creme dental, shampoo, sabonete etc.

O principal objetivo do grupo é chamar a atenção da sociedade para as questões das crianças portadoras de cardiopatia congênita. Estima-se que cerca de 30 mil crianças nascem com problemas cardíacos anualmente no Ceará.

SERVIÇO

*Mais Informações – (85) 9 9938 1367.

89% dos brasileiros consideram saúde péssima, ruim ou regular

Oitenta e nove por cento dos brasileiros classificam a saúde – pública ou privada – como péssima, ruim ou regular. A avaliação é compartilhada por 94% dos que possuem plano de saúde e por 87% dos que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS), segundo dados apresentados hoje (26) pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

A pesquisa, realizada pelo Instituto Datafolha, tem abrangência nacional e ouviu 2.087 pessoas – 59% delas residentes no interior. A amostra, composta por homens e mulheres com idade superior a 16 anos, respondeu a um questionário estruturado que dispõe ainda sobre a expectativa dos brasileiros sobre a atuação dos próximos governantes e parlamentares em relação à assistência médica.

Para os entrevistados, os políticos que vencerem o pleito deste ano devem adotar medidas que combatam a corrupção na área da saúde (26%); reduzam o tempo de espera por consultas, exames, cirurgias e outros procedimentos (18%); aperfeiçoem a fiscalização dos serviços na rede pública (13%); fomentem a construção de mais postos e hospitais (11%); e garantam melhores condições de trabalho e de remuneração para médicos e outros profissionais da área (9%).

SUS como prioridade

A valorização do SUS como política social relevante aparece com ênfase na pesquisa. Os números mostram que, para 88% dos entrevistados, o sistema deve ser mantido no país como modelo de assistência de acesso universal, integral e gratuito para brasileiros, conforme previsto em seus princípios e diretrizes legais.

Falta gestão e recursos

De acordo com o estudo, 83% das pessoas ouvidas acreditam que os recursos públicos não são bem administrados; 73%, que o atendimento não é igual para todos; e 62%, que o SUS não tem gestores eficientes e bem preparados. Entre os 14 serviços disponíveis em postos e hospitais analisados pelo estudo, 11 foram alvo de críticas.

Dificuldade de acesso

Os dados mostram que, entre os itens com maior dificuldade de acesso na rede pública estão: consultas com médicos especialistas (74%); cirurgias (68%); internação em leitos de UTI (64%); exames de imagem (63%); atendimento com profissionais não médicos, como psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas (59%); e procedimentos específicos como diálises, quimioterapia e radioterapia (58%).

Principais gargalos

A análise dos dados sugere que, de forma geral, a percepção de mau atendimento decorre de problemas registrados ao longo do processo, como o tempo de espera para ter uma resposta do SUS para uma demanda encaminhada, item apontado por 24% dos entrevistados.

Também são vistos como vilões a falta de recursos financeiros para o SUS (15%) e a má gestão administrativa e operacional do sistema (12%). Questões como a falta de médicos (10%) e a dificuldade para marcar ou agendar consultas, cirurgias e procedimentos (10%) completam o topo do ranking.

O tempo de espera é o fator com avaliação mais negativa do SUS – o item é apontado como maior gargalo na rede pública para 82% dos entrevistados que buscam consulta, 80% dos que precisam de um exame de imagem e para 79% dos que aguardam cirurgia.

Na semana de realização das entrevistas (9 a 16 de maio), 39% dos entrevistados declararam estar aguardando algum tipo de atendimento na rede pública, índice nove pontos percentuais maior do que o registrado em pesquisa semelhante realizada pelo CFM em 2014.

Para o presidente do CFM, Carlos Vital, os resultados da pesquisa demonstram claramente uma posição de insatisfação por parte da sociedade brasileira e não devem ser ignorados pelos candidatos ao pleito de outubro. “Esses números falam por si só. Precisamos ter mais sensibilidade política, financiamento mais adequado, gestão mais eficiente”, concluiu.

(Agência Brasil)

Prefeito vai entregar a Nova Praça dos Voluntários

247 1

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), vai entrega, às 16 horas desta terça-feira, a Nova Praça dos Voluntários, conhecida por Praça da Polícia, no bairro Centro.

Esta será a primeira praça reformada, dentre as 58, fruto do Programa Juntos por Fortaleza, que integra esforços da Prefeitura e Governo do Estado. O investimento foi de cerca de R$ 113 mil.

A praça ganhou bancos novos, segue as exigências de acessibilidade, contando com rampas e piso podotátil, e conta com bancas de revistas padronizadas. O comércio ambulante foi também padronizado na área.

(Foto – Divulgação)

Confiança do consumidor atinge menor nível desde agosto

O Índice de Confiança do Consumidor, medido pela Fundação Getulio Vargas, caiu 4,8 pontos de maio para junho deste ano. Com a queda, o indicador atingiu 82,1 pontos em uma escala de zero a 200, o menor nível desde agosto de 2017 (81,4 pontos).

Em junho, as avaliações dos consumidores pioraram tanto em relação ao momento atual quanto em relação ao futuro. O Índice de Situação Atual, que mede a confiança em relação ao presente, recuou 5,4 pontos e chegou a 71,8 pontos, o menor nível desde setembro de 2017 (71,2 pontos).

Já o Índice de Expectativas, que mede a confiança em relação aos próximos meses, caiu 4,2 pontos e chegou 90 pontos, o menor nível desde agosto de 2017 (89,9 pontos).

De acordo com a coordenadora da Sondagem do Consumidor da FGV, Viviane Seda Bittencourt, a greve dos caminhoneiros, no final de maio, contribuiu para “o aprofundamento da tendência de queda da confiança que se desenhava nos meses anteriores. Com perspectivas negativas sobre o mercado de trabalho, as famílias vão se tornando bastante conservadoras com os gastos, o que deve causar impacto negativo no crescimento econômico no segundo semestre”.

(Agência Brasil)