Blog do Eliomar

Últimos posts

Setfor consegue investimento de 95% do seu orçamento em 2013

162 2

foto salmito recursos

Em uma situação rara até para empresas privadas, a Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor) conseguiu investir 95% de seu orçamento em 2013 e destinar somente 5% para custeio. Para a economia, o custeio são despesas como salários, combustíveis, locação de veículos, material de escritório, material de limpeza e serviços gráficos, enquanto o investimento passa por aquisição de bens para a empresa ou poder público, além de obras.

Em algumas instituições, como hospitais, o custeio chega a quase 100% do orçamento, enquanto escolas consomem cerca de 70% em custeio.

Para o secretário Salmito Filho, a tendência no mundo é que o poder público reduza cada vez mais seus custeios, em favor dos investimentos. “Os custeios muitas vezes não são passíveis de redução. Isso não ocorre com os investimentos, pois deixam de gerar despesas quando encerrados. Isso dá margem para novos investimentos, em área fundamentais como a infraestrutura e turismo, que geram riqueza para uma cidade, para um estado e para um país”, ressaltou o titular da Setfor.

No ano passado, a secretaria ainda conseguiu captar cerca de R$ 800 milhões, sendo R$ 600 milhões do Provatur e R$ 200 milhões do Cidade com Futuro. “Nada disso seria possível sem o apoio irrestrito do prefeito Roberto Cláudio, que não somente participa das reuniões de captação de recursos como também fiscaliza as obras. É comum vermos o prefeito acompanhando as obras toda semana e cobrando todos os itens”, destacou Salmito.

CNI recomenda acordos para evitar dupla tributação e incentivar investimentos no exterior

O Brasil deveria fechar acordos para evitar dupla tributação com países como os Estados Unidos, a Colômbia, Austrália, Alemanha e o Reino Unido, a fim de estimular investimentos de empresas no exterior. Essa é uma das recomendações da Confederação Nacional da Indústria (CNI) no Relatório dos Investimentos Brasileiros no Exterior 2013, divulgado nesta quinta-feira (16).

A CNI também recomenda a eliminação da insegurança jurídica do modelo brasileiro de tributação dos lucros obtidos no exterior e a negociação de acordos de proteção aos investimentos para reduzir riscos políticos com países como a Argentina, China, o México, Moçambique e Angola.

De acordo com a CNI, a participação do Brasil nos estoques de investimentos no mundo está se reduzindo. Essa participação caiu de 1,96%, em 1990, para 0,99%, em 2012, ano em que os investimentos do país no exterior ficaram em US$ 266,2 bilhões.

Nesse período, outras economias emergentes aumentaram os estoques de investimentos. A China, por exemplo, aumentou de 0,21%, em 1990, para 2,16%, em 2012. A Rússia saiu de zero para 1,75% e o Chile, de 0,1% para 0,41%, nesse período. A participação de todos os países em desenvolvimento no estoque global subiu de 6,92% para 18,9%.

A CNI lembra que no ranking dos principais investidores mundiais da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), o Brasil perdeu 159 posições entre 2008 e 2012. Nesses quatro anos, o país saiu da 20ª posição para a 179ª, na lista com 182 países.

Para a CNI, as empresas que não fazem investimentos no exterior reduzem a produtividade e as exportações, perdem acesso à mão de obra qualificada, à tecnologia e à inovação.

(Agência Brasil)

Eunício defende permanência de cearense à frente da Integração Nacional

O senador Eunício Oliveira defendeu nesta quinta-feira (16) a permanência do cearense Francisco Teixeira à frente do Ministério da Integração, cargo que ocupa como interino desde outubro do ano passado. Eunício participa de reunião da cúpula do PMDB, em Brasília, que avalia um ministério para o senador Vital do Rêgo.

A sinalização da presidente Dilma Rousseff é que o senador da Paraíba assuma o Ministério da Integração, mas o senador cearense Eunício Oliveira defende a efetivação de Francisco Teixeira e um outro ministério para Vital Rêgo.

Delegado César Wagner chega aos 30 anos de Polícia Civil

638 3

foto cesar wagner delegado

Um dos mais atuantes delegados da Polícia Civil do Ceará, César Wagner completa 30 anos de Polícia Judiciária em 2014. Por onde passa, deixa melhorias em estrutura e organização. Como delegado, valoriza inspetores e escrivães. Da sua página no Facebook, o Blog reproduz um pouco do seu perfil. Confira:

Em 2014, trinta anos na Polícia Civil do Ceará. Ingressei como agente, após escrivão e finalmente, depois de muita luta e sacrifício, cheguei a delegado.

Por onde passei procurei criar ambientes de verdadeiras famílias, e quem trabalhou comigo sabe disso. Cultivei sempre uma conversa franca e respeitosa com todos os companheiros. Lutamos lado a lado contra o crime e a impunidade. Perdi amigos abatidos nessa dura caminhada. Participei de greves quando as achei justas, por melhores condições de trabalho e salários. Mas nunca aceitei o divisionismo e as acusações generalizadas que maculam a todos. O único caminho verdadeiro é aquele que constrói e dignifica e não o que destrói e joga todos na vala comum dos ineptos e corruptos.

Inspetor é sim um cargo relevante.

Escrivão é sim um cargo relevante.

Delegado é sim um cargo relevante.

Todos merecem condições dignas de trabalho e salários compatíveis com suas responsabilidades.

Ex-morador de rua é aprovado em Economia na UFC

foto 140116 opovo

Fevereiro guarda um novo capítulo na vida de Helder Marques, 28. Com o início do semestre letivo da Universidade Federal do Ceará (UFC), ele assume vaga conquistada no curso de Ciências Econômicas após se dedicar aos estudos, sozinho junto à estante de livros da Casa São Francisco, no Centro. O local acolhe pessoas em situação de rua e acolheu Helder meses atrás.

Com a seleção na primeira chamada do processo seletivo, Helder preenche uma das 40 vagas destinadas aos alunos de escola pública pelo sistema de cotas da UFC. Volta às salas de aula depois de seis anos. Será universitário.

Helder se preparou sozinho para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Antes, havia trabalhado com vendas em uma empresa de marketing em Brasília. Chegou a Fortaleza no início de 2012 e ficou sem emprego meses depois. Longe dos familiares, que ficaram em Montes Claros (MG), viu-se sem dinheiro para comer e pagar o aluguel. “Fiquei quatro dias na rua, não tinha coragem de pedir”, recorda. Foi encaminhado em outubro ao abrigo mantido pela Comunidade Católica Shalom.

Escolheu passar o tempo, entre a fabricação de vassouras e formações da casa, junto aos livros. “Nos primeiros dias, conheci a biblioteca e senti no coração que eu poderia realizar meu sonho”. E então começou a se preparar para o Enem, com três horas diárias de dedicação. Criou os próprios simulados do Enem com provas de anos anteriores. Os esforços deram resultado.

A aprovação

Helder recorda o nervosismo dos dias do Enem. Mas a própria história serviu de motivação: “Eu estava representando pessoas que, como eu, não tinham esperança”. A aprovação, conta, trouxe surpresa: foi o quarto lugar entre as vagas para cotistas. Para o futuro, planeja cursar inglês ou francês nas Casas de Cultura Estrangeira da UFC.

“A aprovação foi um resultado, mas eu tive que me dedicar diariamente. Vou me tornar um excelente profissional se viver o momento acadêmico e não pensar apenas no diploma”, projeta Helder.

(O POVO)

Delegacia de Capturas em situação caótica

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (16):

A Delegacia de Capturas (Decap) do Ceará, onde morreu misteriosamente o preso Francisco Simão de Oliveira, na terça-feira (14), foi visitada pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza, no dia 5 do mês passado.

A ida até a cadeia, que recebe presos para serem encaminhados aos presídios ou libertados, deu-se por causa de denúncias sobre o “inferno” que se transformou a Decap para detentos e policiais civis. Um relatório enviado à secretária da Justiça, Mariana Lobo, e a outras autoridades, lista 28 mazelas graves e aponta 8 soluções.

Na Decap, uma prisão provisória (máximo 60 dias), há presos que ficam até 2 anos. Concebida para 60 detentos, ela somava mais de 90 na visitação. Em uma das celas, batizada por “favela”, onde deveriam estar 20 pessoas, estão 63. Lá, só há uma ventilação próxima ao sanitário e a temperatura chega a 45 graus. A Defensoria Pública, segundo o relatório assinado pelo vereador João Alfredo (Psol) e a deputada Eliane Novais (PSB), passa por longe dali.

Redução dos juros depende de controle dos gastos públicos, segundo CNI

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) entende que a inflação vai continuar sendo o foco das preocupações da equipe econômica do governo em 2014, mas sugere que o combate ao aumento do custo de vida deve começar por uma “política fiscal mais ativa, com controle rigoroso dos gastos correntes”, em vez da elevação da taxa básica de juros.

Na avaliação da indústria, ao optar por mais um acréscimo de 0,5 ponto percentual, aumentando a Selic de 10% para 10,50% ao ano, o sétimo reajuste consecutivo desde abril do ano passado, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) não dá sinais sobre o fim do ciclo de aperto na política monetária. Tanto que os analistas financeiros já esperavam o aumento, como mostrou o boletim Focus divulgado na última segunda-feira (13) pelo BC.

A CNI alerta que a inflação continuará sendo foco de preocupação em 2014, não só pelo elevado patamar dos últimos meses, mas, principalmente, porque o governo recorreu, no ano passado, ao controle dos preços administrados (tarifas de transporte e energia elétrica) e à redução da cesta básica. “Mecanismos de controle da inflação, que dificilmente poderão ser repetidos com a mesma intensidade neste ano”, diz a nota da entidade.

Assim que o Copom divulgou o aumento da Selic, o vice-presidente do Conselho de Administração do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef) de São Paulo, Keyler Carvalho Rocha, divulgou nota na qual diz que “a inflação ainda não está contida”, e essa é a principal justificativa para o BC manter o aperto monetário. Ele acredita que na próxima reunião do Copom (dias 25 e 26 de fevereiro) haverá mais um acréscimo de 0,25 ponto percentual na taxa.

(Agência Brasil)

CCJ pode votar unificação de eleições e mandato de seis anos para cargos eletivos

Proposta que estende para seis anos o mandato dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores a serem eleitos em 2016 e, a partir de 2022, fixa em seis anos o mandato de todos os cargos eletivos está pronta para ser votada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). As mudanças propostas estão em substitutivo apresentado pelo relator, senador Luiz Henrique (PMDB-SC), à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 71/2012.

Tendo como primeiro signatário o senador Romero Jucá (PMDB-RR), o texto original da PEC estabelece que o mandato dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores a serem eleitos em 2016 será de seis anos. Mas, a partir de 2022, com a unificação das eleições de todos os cargos eletivos, o mandato dos cargos referidos voltaria a ser de quatro anos. A intenção dos autores é a de economizar os custos com eleições, que, atualmente, acontecem a cada dois anos.

Para o relator, a proposta é meritória e não apresenta inconstitucionalidade. No entanto, Luiz Henrique apresentou um substitutivo para que o mandato de seis anos seja estendido para todos os cargos eletivos a partir da unificação em 2022, vedada a reeleição para os cargos do Poder Executivo. Para ele, não se justifica mais a alternância de um terço e dois terços da representação no Senado, com eleições a cada quatro anos.

(Agência Senado)

Paulo Diógenes e Tarcisio Rocha oficializam união

323 1

foto 140115 casamento paulo diógenes

O humorista e vereador de Fortaleza Paulo Diogenes e o administrador de empresas Tarcisio Rocha oficializaram na noite desta quarta-feira (15) a união civil do casal homoafetivo. A união ocorreu no cartório do Mucuripe, diante da juíza de paz Toia Vasconcelos. Após a cerimônia, os convidados foram recepcionados no Ilmar Buffet‏.

Eunício expõe pela primeira vez os projetos para o ano eleitoral nesta quinta-feira

foto eunício oliveira

Em entrevista coletiva no fim da tarde desta quinta-feira (16), no aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, a 533 quilômetros de Fortaleza, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) falará pela primeira vez de seus projetos para o ano eleitoral.

Após a coletiva, o senador irá se reunir com prefeitos da região para em seguida participar como patrono da formação da turma de Medicina da Estácio – FMJ. A visita ao Cariri será encerrada na Colina do Horto, onde fica a estátua de Padre Cícero.

Na sexta-feira (17), Eunício Oliveira chega a Fortaleza, onde terá audiências com prefeitos da Região Metropolitana e Interior, além de vereadores de Fortaleza. À noite, o senador retorna ao Interior, onde participa ao lado do ministro da Previdência Social Garibaldi Alves da inauguração de agências do INSS no Sertão Central.

Cajueiros são sacrificados para aumento do estacionamento da OAB-CE

182 2

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Ceará, aumentou em mais de 100% o número de vagas em seu estacionamento no Fórum Clóvis Beviláqua.

O que seria motivo de comemoração virou protesto por parte de alguns advogados, que cobram manifestação por parte da Comissão de Direito Ambiental.

Para ampliar as 280 vagas para os atuais 580 espaços, a entidade sacrificou dezenas de cajueiros. A Ordem alega que cajueiros foram replantados, além de outras mudas de árvores frutíferas.

Fiocruz alerta para cuidados contra o mosquito transmissor da dengue

157 1

As chuvas de verão aumentam o risco de proliferação do mosquito transmissor da dengue, doença infecciosa que pode levar à morte. Para chamar a atenção sobre o problema, especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgam a iniciativa 10 Minutos Contra a Dengue, criada em 2011, para que as pessoas combatam o foco do Aedes aegypt dentro de casa.

A pesquisadora Rafaela Vieira Bruno informa que em 80% dos casos o Aedes aegypt vive e se reproduz dentro e no entorno das residências, e, se cada um evitar água parada em suas casas, será possível impedir o nascimento da grande maioria dos mosquitos nas cidades.

“Qualquer local que possa armazenar um pouquinho de água é suscetível para a fêmea colocar os ovos. E não apenas água limpa; ela consegue colocar em áreas com um pouquinho de matéria orgânica também”, comenta ela, ao mencionar que mesmo piscinas e fontes com chafariz podem servir de criadouro. “O ideal é fazer a limpeza periodicamente ou cobrir os locais. Cloro e água sanitária contribuem para eliminar o ovo [do mosquito]”, informa.

Rafaela explica que os ovos deixados pelo mosquito aguentam até um ano sem água e que basta um único contato com a água, em até dez dias, para eles se transformem em mosquitos aptos a transmitir a doença. A bióloga alerta, no entanto, que não é suficiente vistoriar o próprio quintal, se o vizinho não fizer a sua parte.

“O mosquito tem uma capacidade de voar até 800 metros. Se você não cuida, mas o seu vizinho cuida, ele pode ser picado por um mosquito que nasceu até 800 metros de distância da casa dele”, disse a pesquisadora. “Por isso, é tão importante que haja um esforço da comunidade em geral, de todo mundo”, completa.

As vistorias devem ser feitas em caixas d’água, para verificar que estão vedadas, calhas de chuva, ralos externos, vasilhas de animais, bandejas de ar-condicionado e de geladeiras, além de vasos sanitários desativados ou pouco utilizados e todos os outros locais que possam acumular água.

(Agência Brasil)

Piso salarial de R$ 1,2 mil e regulamentação da profissão de gari em pauta na CAS

A regulamentação da atividade de garis e o estabelecimento de um piso salarial de R$ 1.200 mensais para os trabalhadores que exercem atividades de coleta de lixo, limpeza e conservação de áreas públicas deverão ser analisados neste ano pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

A garantia de mais direitos para esses profissionais é tema de um substitutivo do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) ao PLS 464/2009, do senador Paulo Paim (PT-RS), e ao PLS 169/2013, do senador Cyro Miranda (PSDB-GO), que foram apensados por tratarem do mesmo assunto.

Além do piso salarial, o projeto redigido por Cristovam estabelece que a jornada de trabalho desses profissionais não poderá ser superior a seis horas diárias e 36 horas semanais, salvo o disposto em convenção ou acordo coletivo.

O texto também determina que as atividades sejam exercidas preferencialmente por trabalhadores que tenham concluído o ensino fundamental e que sejam aprovados em curso especializado de formação profissional ministrado por entidade oficial ou credenciada. Mas o texto garante o exercício das atividades ao trabalhador que atue na profissão na data de entrada em vigor da lei.

(Agência Senado)

Golpistas na internet “inovam” com nova prática

foto 140114 golpe notificação

Após tentarem instalar programas nos computadores de vítimas, por meio de “fotos comprometedoras” e depois por falsos avisos bancários, os golpistas da internet agora trazem uma nova prática criminosa: nota fiscal eletrônica.

Ao tentar visualizar o tipo de cobrança, a vítima acaba baixando um programa que poderá copiar senhas bancárias ou de cartões de crédito.

O titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações no Ceará (DDF), delegado Jaime de Paula, disse que esse tipo de crime é furto de senhas. Segundo o delegado, o modo como a pessoa usar a senha da vítima direcionará a delegacia especializada que investigará o crime.

“Em caso de saques bancários, pode cair na (Delegacia de) Roubos e Furtos, como também na Defraudações. Mas o importante é a vítima sempre prestar queixa, pois assim poderemos mapear melhor a movimentação desses criminosos. A internet é um veículo que pode gerar vários crimes, desde o furto à pedofilia. É importante que as pessoas tenham a máxima atenção”, comentou o titular da DDF, que investiga alguns golpes por meio da internet.

Hemoce recebe Circo Moscow

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce, unidade da Secretaria de Saúde do Estado, recebe o Circo Moscow, nesta quinta-feira (16), que fará três apresentações especiais. Contorcionistas, palhaços, ginastas dentre outras atrações, serão responsáveis por uma manhã lúdica e divertida dedicada aos doadores, pacientes, familiares e à população cearense. As atrações circenses serão às 9h30min, 10h30min e 11h30min.

Há alguns anos, um circo, que sempre vinha a Fortaleza, tinha a prática de ir a todos os hemocentros do Nordeste, levando diversas atrações, com o intuito de ajudar a manter o estoque ideal e captar mais doadores. A ideia surgiu a partir de um acidente que um de seus palhaços sofreu, havendo a necessidade da transfusão de sangue.

Para ser um doador de sangue, é simples, basta estar bem de saúde, bem alimentado, ter mais de 50 kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar documento oficial com foto.

Os menores de 18 anos devem apresentar o Termo de Consentimento para Menores de 18 Anos, disponível no site oficial do Hemoce (www.hemoce.ce.gov.br).

(Hemoce)

TCM inova em ofertas de capacitação

Cursos nas áreas de Contabilidade, Direito, Engenharia e Conhecimentos Gerais estão à disposição de gestores públicos e servidores dos 184 municípios do Ceará, com inscrições até o domingo (19). Dos 66 cursos listados em uma pesquisa, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) irá dispor de 12 como capacitação dos interessados.

A inovação de cursos por meio de pesquisa atende às reais necessidades dos municípios. “É o tipo de inovação que estamos fazendo para permitir um conhecimento mais objetivo das necessidades das prefeituras e Câmaras antes de ser decidido o conteúdo dos cursos que iremos promover”, comentou o conselheiro Francisco Aguiar, presidente do TCM.

A pesquisa continuará na página do Tribunal (www.tcm.ce.gov.br) até o domingo.

Cid Gomes poderá ser ministro da Educação em segundo governo Dilma

203 1

Da coluna Política, no O POVO desta quarta-feira (15), pelo jornalista Érico Firmo:

Segundo a coluna do jornalista Ilimar Franco, no jornal O Globo, a indicação de Ciro para a saúde já fez água mesmo, mas haveria boas possibilidades de seu irmão, Cid Gomes, virar ministro da Educação em 2015, no caso de reeleição de Dilma Rousseff (PT).

Pode até ser. Mas a presidente precisa se preocupar antes em vencer a eleição, antes de montar a equipe de um mandato que não sabe se vai existir. Pode até haver conversa, mas é praticamente impossível que esse tipo de coisa esteja minimamente encaminhado antes da eleição e dos acertos anteriores e posteriores.