Blog do Eliomar

Últimos posts

Morre o governador de Sergipe

marcelodeda

“Morreu hoje (2), aos 53 anos, o governador de Sergipe, Marcelo Déda. Vítima de um câncer gastrointestinal, o governador foi internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no dia 27 de maio, com dificuldades para se alimentar. Casado duas vezes, o governador deixa quatro filhos. Advogado formado pela Universidade Federal de Sergipe, o político estava no segundo mandato. No seu lugar assumirá o vice-governador, Jackson Barreto, do PMDB.

Natural do município de Simão Dias, Déda milita na política desde a década de 70, nos movimentos secundaristas, quando conheceu o então dirigente sindical Luiz Inácio Lula da Silva. Militante do PT, no início dos anos 1980, Marcelo Déda foi fundamental na consolidação da legenda no estado.

Em 1985, o PT decidiu lançar o nome de Déda para concorrer às eleições municipais de Aracaju, com o objetivo de se firmar como um partido nacional. Na época, com 25 anos e sem recursos para a campanha, o candidato fez todos os programas eleitorais gratuitos de televisão ao vivo e apenas com a bandeira do partido na parede do cenário, montado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).”

(Agência Brasil)

Canal do Trabalhador ainda perene em matéria de canal judicial

260 1

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

Cerca de R$ 12 milhões estão sendo pagos pela Cagece a empreiteiras que, na época de construção do Canal do Trabalhador, executaram a obra para evitar colapso de água na Região Metropolitana de Fortaleza, mas não receberam todo o pagamento.

Três processos tramitam no STF, segundo informa um dos advogados das empresas, Meton Cesar Vasconcelos. Ele não soube precisar o valor dos das próximas parcelas judiciais que o Governo do Estado terá de pagar.

O Canal do Trabalhador, que foi construído em 1993 durante o governo de Ciro Gomes, tem 113 km de extensão. Capta águas do rio Jaguaribe, provenientes do Orós, e deságua no Açude Pacajus.

Ministério da Saúde vai autorizar venda de teste rápido de Aids

“Para facilitar o diagnóstico do HIV e antecipar o tratamento de pessoas que podem desenvolver a aids, o Ministério da Saúde deve autorizar a venda, em farmácias, de um teste rápido para detectar o vírus, a partir de fevereiro de 2014. Produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o exame é feito em 20 minutos, com coleta de saliva pela própria pessoa, e deverá custar R$ 8.

A informação foi confirmada pelo diretor do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do ministério, Fábio Mesquita, durante evento hoje (1°), Dia Mundial de Luta contra a Aids, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o governo federal anunciou a antecipação do tratamento para pessoas com o HIV. Antes, somente pacientes com a doença desenvolvida recebiam medicamentos.

De acordo com o diretor, o teste rápido de HIV tem duas vantagens: “Uma delas é a confidencialidade. A pessoa vai à farmácia pega o teste e faz em casa, sem precisar ver um agente de saúde e dividir isso com ninguém. A segunda vantagem é a rapidez, não tem fila, não precisa ir ao posto, não precisa esperar o tempo que leva [para sair] o resultado de um exame normal”, esclareceu Mesquita.”

(Agência Brasil)

PT comemora conquista da Prefeitura de Tarrafas

A candidata a prefeitura de Tarrafas, Maria Girleuda (PT), ganhou com 59,19% as eleições. Ela derrotou Cláudio Palácio (PSD).

Nesta segunda-feira, o PT estadual comemorou a vitória de Girleuda. “Foi uma grande vitória e vai ajudar o nosso partido a se fortalecer para 2014”, afirmou o presidente eleito do partido, Francisco de Assis Diniz, antes de embarcar para São Paulo.

De Assis vai participar ali de reunião de todos os presidentes estaduais eleitos do PT com o presidente reeleito, Rui Falcão, com a presença do ex-presidente Lula. “Vamos discutir a estratégia eleitoral de 2014”, adiantou Diniz, antes do embarque.

Dnocs oferece qualidade genética na procriação de tilápias

Após 40 anos de pesquisas com tilápias, o Dnocs agora exporta a qualidade genética do peixe de origem africana. E o primeiro país a buscar o material genético é a Costa do Marfim, país que cedeu as primeiras tilápias ao Dnocs, oriundas do rio Nilo.

O coordenador de Aquicultura e Pesca do Dnocs, Pedro Eymard de Mesquita, destaca a visita de uma delegação oficial da Costa do Marfim ao Centro de Pesquisas em Aquicultura Rodolfo von Ihering, em Pentecoste, no próximo sábado (6), para estreitar laços de cooperação e conhecimento nas áreas de piscicultura e pesca para desenvolvimento de pesquisa biológica e absorção de técnicas e tecnologia.

“Nos dias de hoje, considerando o desenvolvimento e o brilhantismo alcançados na criação de tilápias pelo Dnocs, está em fase de construção a cooperação técnica e científica para melhoramento genético de tilápia na Costa do Marfim”, ressaltou o representante da Embaixada da Costa do Marfim, Mel Emmanuel.

(com informações do Dnocs)

PSOL escolhe presidente e candidato às eleições presidenciais de 2014

O 4º Congresso Nacional do PSOL elegeu neste domingo (1º) como presidente da legenda Luiz Araújo, professor substituto da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB) e assessor da liderança do partido no Senado. Araújo, que concorreu com candidatos de duas chapas, é mestre em políticas públicas em educação pela UnB. Além disso, foi secretário de Educação de Belém, entre 1997 e 2002, e presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em 2003 e 2004. Ele vai substituir o deputado federal Ivan Valente (SP).

Os quase 400 delegados do PSOL, que estão desde sexta-feira (29) na cidade goiana de Luziânia, também escolheram o senador do Amapá Randolfe Rodrigues como candidato do partido para as eleições presidenciais de 2014. Outra pré-candidata era a ex-deputada federal pelo Rio Grande do Sul Luciana Genro, filha do atual governador do estado, Tarso Genro. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as legendas têm entre 10 e 30 de junho de 2014 para realizar as convenções partidárias que oficializarão os candidatos e coligações para as eleições de outubro do ano que vem.

Segundo a assessoria do PSOL, cerca de 600 militantes participaram do encontro, entre delegados e observadores eleitos nos congressos estaduais de todas as regiões do país. O evento, realizado este ano no Centro de Treinamento Educacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria (CNTI), ocorre a cada dois anos

Além da escolha do novo presidente do partido e do candidato à Presidência, o Congresso também aprovou resoluções sobre conjuntura nacional e internacional e a atuação da legenda para os próximos anos.

(Agência Brasil)

Táxis piratas agem livremente em Fortaleza

407 2

foto 131201 táxi pirata

Em uma afronta à Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), duas organizações de táxis piratas espalham propagandas na Messejana e bairros adjacentes com promoções de descontos em corridas pela cidade.

Em contato com o Blog, taxistas legalizados reclamam da concorrência desleal na área da Regional VI. Segundo os taxistas, a prática das organizações piratas ocorre há mais de 10 anos. De acordo ainda com os taxistas, a atuação da Etufor na área recai sobre casos isolados de táxis piratas, não contra as organizações.

CPI do Tráfico de Pessoas pode gerar mudanças no processo de adoção

A relatora da CPI do Tráfico de Pessoas, deputada Flávia Morais (PDT-GO), deve recomendar mudanças no processo de adoção, no relatório final das investigações, previsto para votação em fevereiro. Ela considera que “a dificuldade de adoção legal é um dos motivos que facilita o tráfico de pessoas e a adoção ilegal”.

Entre as mudanças, a deputada diz que analisa a concessão de prazos máximos para que a criança fique em guarda provisória. Se for constatada a impossibilidade de retorno à família biológica, ela poderá ser adotada definitivamente.

O chefe da área de adoção da Vara da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Walter Gomes de Sousa, sugeriu que os pais que queiram entregar o filho à adoção possam fazê-lo sem necessidade de enfrentar processo de destituição do poder familiar. Atualmente, segundo Walter Sousa, o Ministério Público entende que, necessariamente, o processo seja instaurado e se tente a manutenção da guarda com os pais ou parentes próximos.

“A própria lei prevê que qualquer mãe ou gestante que queira entregar filho para adoção obrigatoriamente será encaminhada à Vara da Infância. Então, se ela é acolhida pelo Poder Judiciário, não pode ao mesmo tempo ser punida por esse poder, passando a figurar como ré em um processo de destituição”, argumenta Souza.

(Agência Câmaras Notícias)

Aprovação do governo sobe para 41%, mostra pesquisa Datafolha

A avaliação do governo Dilma Rousseff apresentou recuperação constante nos últimos meses, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (1º). Do ápice de 65% de aprovação conquistado em março, o índice chegou a 30% em junho, após o auge das manifestações populares. Depois disso, o percentual de brasileiros entrevistados que avaliaram o governo como bom ou ótimo subiu para 36% em agosto, 38% em outubro e, agora, está em 41%.

Os que consideram o governo ruim ou péssimo eram 7% em março, subiram para 25% em junho e, a partir de então, diminuíram para 22% em agosto, 19% em outubro e 17% em novembro. Os entrevistados que avaliam o governo como regular representavam 27% em março, chegaram a 43% em junho, a 42% em agosto em outubro e, agora, são 40%.

O Datafolha entrevistou 4.557 pessoas em 194 municípios na quinta-feira (28) e na sexta-feira (29). A pesquisa tem margem de erro máxima de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

(Agência Brasil)

Semana da Conciliação inicia nesta segunda-feira

foto desembargadora nailde pinheiro 131201

A Semana Nacional da Conciliação será oficialmente aberta, no âmbito do Judiciário cearense, em solenidade no hall de entrada do Fórum Clóvis Beviláqua, nesta segunda-feira (2), às 8 horas. A cerimônia será conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido.

Também participam do evento o vice-presidente do TJCE, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva; o corregedor geral da Justiça, desembargador Francisco Sales Neto; a supervisora e o coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), respectivamente, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira e o juiz Carlos Henrique Oliveira Garcia.

Estarão presentes ainda o diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues; a coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, juíza Natália Almino Gondim, além de juízes da Capital, representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/CE) – Secção Ceará.
Durante a abertura, haverá também apresentações da Banda de Música da Polícia Militar do Ceará e de grupo de flautas formado por crianças e adolescentes ligados à Associação Comunitária São Vicente de Paulo.

Promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com tribunais de todo o país, a Semana Nacional da Conciliação busca solucionar litígios de forma consensual, além de disseminar a cultura de paz e do diálogo entre as partes.

No Ceará, foram agendadas mais de 11 mil audiências de conciliação. As sessões acontecem nas Varas Cíveis e de Família, Juizados Especiais e Turmas Recursais de Fortaleza. O Nupemec, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos, o Tribunal de Justiça e as Comarcas do Interior do Estado também promoverão audiências.

(TJCE)

Eleição em Tarrafas segue em clima de tranquilidade

Por volta das 18 horas deste domingo (1º), a população de Tarrafas, no Centro-Sul Cearense, a 458 quilômetros de Fortaleza, deverá conhecer o novo prefeito do município. A previsão é do chefe de Cartório da Zona Eleitoral de Assaré, Fábio Menezes.

Segundo Menezes, em entrevista ao Blog, a eleição corre em clima de tranquilidade, mas denúncias de boca-de-urna já foram registradas nos três pontos determinados pela Justiça Eleitoral. “A Polícia Militar foi acionada para verificar essas denúncias, mas até o momento não tivemos retorno de prisões ou veracidade de alguma irregularidade”, comentou.

A eleição em Tarrafas foi determinada pela Justiça Eleitoral, após a cassação da então prefeita Lucineide Batista (PSB), acusada de compra de votos e abuso do poder econômico nas eleições do ano passado.

Na votação deste domingo, concorrem os candidatos Cláudio Alves Palácio (PSD) e José Alcântara de Araújo Neto (PT). Estão aptos a votar 7.426 eleitores.

A cerveja, o tira-gosto e um corpo

324 4

foto 131201 fcampos

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (1º):

Há poucos dias, um jovem foi assassinado a tiros na praça da Gentilândia. A repercussão na cidade não foi grande. Apenas mais um homicídio. O caso virou notícia de rodapé de jornal. Do tipo que tem todo santo dia. Também deve ter saído nos programas policiais que servem defuntos na hora do almoço.

O noticiário informa que foi mais um homicídio de um tipo que se tornou muito comum. Possivelmente, segundo a PM, o caso se relaciona com o tráfico de drogas. A área foi isolada pela PM. Coberto por um lençol, o corpo passou horas estendido no chão.

No dia seguinte, alguém colocou nas redes sociais uma foto retratando uma esdrúxula situação. Na imagem (vejam acima), mesas e cadeiras fora da área isolada. Gente comendo, bebendo, se divertindo. Há poucos metros, o corpo.

Notem que o defunto sob o lençol é apenas um componente a mais da paisagem. Ninguém parece incomodado com o intruso e sua poça de sangue. Desconfiei da imagem. Não acreditei que as pessoas fossem tão frias a ponto de continuar em suas mesas, tomando cerveja, comendo sanduíche e mirando a vítima.

Sim sei que a morte a vida estão banalizadas em Fortaleza e adjacências. Vez ou outra, vejo na TV as crianças se divertindo para as câmeras diante de mais um assassinato na vizinhança. Mas, adultos impassíveis, serenos, comendo e bebendo indiferentes diante do corpo que jazia é um quadro que eu não queria crer como real.

Desconfiado, pesquisei e encontrei outras fotos de outros ângulos. Ficou claro que não era montagem. Sim, já é possível comer um salgado, tomar uma cerveja e bater um papo diante de um corpo a espera da perícia e do rabecão. Chegamos a esse terrível e triste ponto.

O assassinato em questão se deu no início da noite de quinta-feira da semana passada. Na segunda-feira seguinte, o noticiário dizia que ocorreram 34 homicídios na Grande Fortaleza entre a noite de sexta-feira e a noite de domingo. É provável que cenas similares tenham se reproduzido outras vezes.

Nada pode ser mais preocupante que a indiferença diante da morte. É o principal sintoma de uma sociedade deteriorada. No vácuo da autoridade pública, que nem sequer lamenta a montanha de mortos, muitos naturalizam a violência. Outros passam a incentivar os linchamentos.

E assim caminhamos. Não sei exatamente para onde, mas não pode ser um bom futuro se a vida, bem maior da humanidade, não vale o preço se um salgadinho frio.

Genoino e sua Via Crúcis

226 6

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (1º):

José Genoíno passa por novo suplício. Desta vez, está sendo acusado de fingir um estado de saúde vulnerável para obter vantagens. Ignoram toda uma vida honrada e atestada durante décadas de exercício público.

Impossível deixar de ver contradição nos laudos médicos. O tratamento recomendado pela junta médica convocada por Joaquim Barbosa é meticuloso: “medicação hipertensiva de forma regular, acompanhamento ambulatorial periódico, dieta, tratamento medicamentoso somado a dieta hipossódica, restrição de influência de fatores psicológicos estressantes”.

E, por acaso, o encarceramento não é o principal fator estressante? Pelo que as próprias autoridades carcerárias falam das deficiências da Papuda, não existem lá condições para manter esse tratamento.

Já o laudo dos médicos da Câmara dos Deputados diz: “… trata-se de individuo sob o risco de desenvolver futuros eventos cardiovasculares e progressão da doença considerando, em especial, os seguintes fatores: a idade, a presença de falsa luz (falso lúmen) arterial parcialmente trombosada, o diâmetro da porção proximal do arco aórtico de 41 mm, o controle inadequado da pressão arterial e a labilidade da coagulação sanguínea aferida por meio de RNI (Razão Normatizada Internacional). Nessas circunstâncias, a atividade laboral poderia acarretar riscos de descontrole da pressão arterial que, em associação a anticoagulação inadequada, aumentaria o risco de eventos cardíacos e cerebrais.”

O ambiente carcerário não seria uma dessas possíveis circunstâncias catalizadoras de um AVC ou de um ataque cardíaco?

Pressão de religiosos prejudicou a campanha de prevenção a aids, diz especialista

O Brasil precisa adotar uma postura mais incisiva na área da prevenção e da infecção por HIV para recuperar o protagonismo mundial no enfrentamento à doença. A opinião é do médico sanitarista e epidemiologista Pedro Chequer. Considerado um dos principais especialistas no tema no país, ele acredita que o Brasil sofreu um “grande retrocesso” nos últimos anos por, entre outras razões, ceder à pressão de grupos religiosos na condução das ações de resposta à epidemia.

Entre as medidas que simbolizam esse recuo, segundo ele, estão a suspensão pelo governo federal, em março deste ano, da distribuição de material educativo para prevenção da aids dirigido a adolescentes. O kit, formado por revistas de histórias em quadrinhos, abordava temas como gravidez na adolescência, uso de camisinha e homossexualidade.

“O Brasil pautou seu programa de aids na fundamentação científica e sempre foi exemplo para o mundo, promovendo campanhas de prevenção abertas, diretas e objetivas, voltadas principalmente às populações mais vulneráveis. De repente, vemos esse grande retrocesso e o Brasil sofre um revés político, deixando de ser vanguardista na área da prevenção e de campanhas”, disse Chequer, que coordenou a política de aids do Ministério da Saúde e dirigiu o Programa Conjunto das Nações Unidas para o HIV e Aids (Unaids) no Brasil.

Ele ressaltou que ainda não é possível calcular o impacto dessas medidas, já que, diferentemente de outras doenças como o sarampo ou o cólera, os sintomas da infecção por HIV podem levar um longo período para se manifestar. O especialista destacou, também, que o Brasil vem promovendo avanços para ampliar a oferta de tratamento gratuito contra a aids para todos os adultos que sejam diagnosticados soropositivos, independentemente do estágio da doença. Há cerca de dois meses, o Ministério da Saúde submeteu a consulta pública um protocolo de atendimento prevendo que o tratamento seja fornecido ao paciente com aids, que tiver CD4 (células de defesa do organismo) acima de 500 para cada milímetro cúbico de sangue e que não apresentam os sintomas da doença. Pela regra atual, a rede pública de saúde fornece tratamento ao paciente com aids que tiver CD4 abaixo de 500 para cada milímetro cúbico de sangue.

O Ministério da Saúde estima que atualmente cerca de 700 mil pessoas vivam com HIV e aids no país, mas 150 mil não sabem que têm o vírus ou a doença. Ao todo, 313 mil recebem tratamento com medicamentos antirretrovirais gratuitos. O Brasil registra, em média, cerca de 38 mil casos de aids por ano. Desde os anos 80, quando teve início a epidemia, foram contabilizados 656 mil casos.

(Agência Brasil)

Pesquisa constata a falta de diálogo entre escolas e outros agentes de cultura

O acesso à cultura está muito distante da realidade de professores e alunos no Brasil. Essa é uma das conclusões da pesquisa feita pelo ministério da Cultura (MinC) junto com a Casa da Arte de Educar, entidade criada para desenvolver atividades com educadores e profissionais de educação das favelas para educação integral, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e pesquisas em educação.  O MinC ouviu 1.664 pessoas envolvidas com educação, em 26 estados.

O estudo mostra, ainda, que as escolas e outros equipamentos culturais precisam de apoio técnico e financeiro para integrar um sistema de educação mais completo. A pesquisadora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) e coordenadora da pesquisa, Sueli de Lima, disse que a falta de apoio constante ainda provoca fragilidade nas escolas, apesar das muitas experiências de diálogo entre elas e os agentes de cultura. Para a especialista, o levanto revela que as práticas de programas culturais são muito instáveis. “Não há condições de se efetivarem. As escolas não conseguem contar com museus, bibliotecas, organizações sociais e iniciativas diversas como suas parceiras, porque ora tem apoio ora não tem. Então a escola ano após ano de trabalho precisa ter diálogo efetivo”, ressaltou.

Na avaliação de Sueli de Lima, existe, atualmente, no Brasil, uma rede escolar e o Ministério da Educação (MEC) funciona com as escolas e com as universidades. Ela pondera, no entanto, que é preciso pensar que educação não é só entre escola e universidade, existem os museus, as bibliotecas e as organizações sociais que também são entidades educativas que têm experiências significativas no país. “A principal questão que a pesquisa traz é que essas práticas são frágeis, precisam de políticas públicas para realmente se efetivar e a gente possa pensar em um sistema articulado de educação onde não se está falando apenas em escola”, analisou.

A pesquisadora destacou ainda que há professores que atuam nas escolas, em aulas de matérias específicas, e muitas vezes não percebem que são agentes de cultura, quando na verdade deveriam encarar o desafio de articular o saber universal com o individual de cada aluno. “Nós, professores, temos o desafio de construir esse diálogo e compreendermos a cultura com a qual estamos trabalhando seja onde for, no agreste, no centro urbano. As diferenças de cultura existem, mas todos nós temos experiências de cultura. O desafio é conduzir os professores a pensar que a cultura não é só produto de cultura e nem, muito menos, só o currículo que ele tem que ensinar”, acrescentou.

(Agência Brasil)

Ipea analisa a dinâmica das grandes cidades brasileiras

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresenta nesta segunda-feira (2), no Rio de Janeiro, o estudo “Cidades em movimento: desafios e perspectivas das políticas públicas”. Marcelo Neri, presidente do Ipea e ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), e Rogério Boueri, diretor de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Instituto, apresentarão dados sobre migrações internas, variações da população de favelas na última década, deslocamentos para trabalho e estudo, finanças públicas municipais, em particular os efeitos das transferências de recursos, e impactos sobre sustentabilidade ambiental e bem-estar dos moradores.

Algumas questões respondidas são: O que mudou nos fluxos migratórios de e para metrópoles brasileiras? De onde e para onde estão indo os brasileiros com diferentes níveis de escolaridade? Como os recursos públicos do país vêm refluindo para os municípios e entre eles? O que os novos cálculos do Ipea apontam sobre o real crescimento da população nas favelas das maiores cidades do país? Quanto crescem, como crescem e em quais aglomerações se concentram os movimentos pendulares de trabalhadores e estudantes? Como a sustentabilidade ambiental e o bem-estar da população são desafiados pela dinâmica da rede de cidades brasileiras? Como as políticas públicas devem responder às novas demandas?

A dinâmica das grandes cidades do país será analisada a partir de trabalhos do Ipea que compõem os três volumes inéditos do livro Brasil em Desenvolvimento 2013 – Desenvolvimento Inclusivo e Sustentável: Um Recorte Territorial.

(Ipea)

Eunício Oliveira é homenageado no cinqüentenário da Aceji

Em seus 50 anos de fundação, a Associação Cearense de Jornalistas do Interior (Aceji) homenageou neste sábado (30), em Paracuru, Litoral Oeste do Ceará, o senador Eunício Oliveira (PMDB). A Comenda Jornalista Dutra Oliveira é um reconhecimento a personalidades com trabalhos relevantes em prol do desenvolvimento do jornalismo no Estado.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Walter Cavalcante, e o vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena, ambos do PMDB, também foram homenageados.