Blog do Eliomar

Últimos posts

Candidatos ao Governo do Ceará participam do último debate televisivo nesta terça-feira

A TV Verdes Mares vai promover, a partir das 22 horas desta terça-feira (2), o debate entre os candidatos ao Governo do Ceará. Caberá ao jornalista Luiz Esteves, âncora do CE TV -1ª Edição, mediar o confronto de ideais.

Quatro candidatos participarão do debate: Ailton Lopes (PSOL), Camilo Santana (PT), General Theophilo (PSDB) e Hélio Góis (PSL).

De acordo com a emissora, serão cinco blocos daquele que será o último debate entre os postulantes ao Governo antes do primeiro turno das eleições, domingo próximo (7).

Governo vai privatizar o Parque Nacional de Jericoacoara

O Parque Nacional de Jericoacoara está no pacote.

O governo federal prepara editais de concessão de alguns serviços para a iniciativa privada em 11 parques nacionais administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Segundo o Ministério do Turismo, a parceria público-privada será aplicada nos serviços de apoio à visitação, ao turismo ecológico, interpretação ambiental e recreação em contato com a natureza.

O primeiro edital foi lançado no final de agosto para o Parque Nacional do Pau Brasil, que fica em Porto Seguro (BA). Ainda serão lançados editais para os parques da Chapada dos Veadeiros (GO), Lençóis Maranhenses (MA), Itatiaia (RJ), Caparaó (MG), Jericoacoara (CE) e da Serra da Bodoquena (MS), além da Chapada dos Guimarães (MT), Serra da Canastra (MG), Aparados da Serra e Serra Geral (RS) e Floresta Nacional de Canela (RS).

A exploração dos serviços será por tempo determinado. No caso do Parque do Pau Brasil, o prazo previsto para a concessão é de 20 anos. O valor outorgado é de R$ 6 milhões e a expectativa em investimentos é de R$ 7,2 milhões. Para o total de 11 parques, o investimento estimado chega a quase R$ 154 milhões e a previsão de geração de receitas é de R$ 1,6 bilhão.

O processo de concessão está sendo conduzida pelo ICMBio, em parceria com os ministérios do Turismo e do Meio Ambiente. Segundo a pasta do Turismo, o objetivo das concessões é captar recursos privados para qualificar a infraestrutura dos parques, estimular o turismo e a preservação ambiental das áreas.

Dados do Fórum Econômico Mundial apresentados pelo ministério indicam que 16,3% dos visitantes internacionais que estiveram no Brasil no ano passado foram motivados pelas atividades de natureza ou ecoturismo.

(Agência Brasil)

Presidente da Fiec é vítima de perfil falso no Facebook

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, foi vítima de uma fraude com a criação de um perfil falso de Facebook, onde são colocados posicionamentos agressivos do empresario em relação a determinados temas.

Ele já entrou com queixa-crime com vistas a identificar os possíveis autores, através da identificação do IP.

O perfil falso foi criado ainda no último sábado, informa a assessoria do dirigente da federação.

TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real

559 1

O aplicativo da Justiça Eleitoral, campeão de downloads nas eleições de 2014, já tem sua versão para 2018 e a expectativa é que novamente seja um recorde de acessos. Este ano, o aplicativo foi rebatizado para “Resultados 2018”.

A ferramenta é gratuita e a expectativa é que esteja disponível até o final de setembro para tablets e smartphones que operam com os sistemas Android e IOS.

Há quatro anos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a plataforma foi disponibilizada apenas para aparelhos com sistema Android e foi chamada de “Apuração 2014”. O aplicativo foi baixado em 2,7 milhões de dispositivos.

Pelo aplicativo, os eleitores poderão acompanhar a contagem dos votos em tempo real. É possível pesquisar desde o desempenho de um determinado candidato por meio de consulta nominal até um dado mais nacional.

Na tela da pesquisa, aparecerá, por exemplo, o quantitativo de votos para cada candidato com a indicação dos eleitos ou, no caso da disputa para governador e presidente da República, dos que irão para o segundo turno. Também é possível selecionar os candidatos favoritos e visualizá-los com destaque.

A ferramenta permite que o usuário selecione a abrangência que deseja acompanhar a apuração. Pode ser “Brasil” para a votação de presidente da República e “Estados” para acompanhar a votação para governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital.

O eleitor também poderá conferir o desempenho nas urnas do candidato a presidente em cada estado. Além de visualizar o número de votos, é possível acompanhar o percentual de apuração das seções e ainda compartilhar essas informações nas redes sociais.

(Agência Brasil)

Ex-secretário do Planejamento do Ceará lança livro sobre eleição de Donald Trump

O ex-secretário do Planejamento e Gestão do Ceará, Eduardo Diogo, vai lançar, no próximo dia 19, às 18 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Estado, o livro “Muda Brasil”.

Trata-se, segundo diz, de uma versão brasileira da obra “It Was About Hope”, que ele lançou nos EUA ano passado.

No livro, Diogo aborda as eleições presidenciais de 2016 que elegeram Donald Trump presidente dos EUA, bem como “os pilares da fundação e os princípios eleitorais dos EUA”.

(Foto – Tapis Rouge)

Moro retira sigilo de parte da delação de Palocci nesta última semana de campanha eleitoral

183 3

O juiz federal Sergio Moro retirou o sigilo de parte do acordo de delação do ex-ministro Antonio Palocci no âmbito da Operação Lava Jato, nesta segunda-feira (1º). A informação é do Portal G1.

O acordo foi firmado com a Polícia Federal no fim de abril e homologado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Segundo a delação de Palocci, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou Paulo Roberto Costa à diretoria de Abastecimento da Petrobras para “garantir espaço para ilicitudes”.

A defesa do ex-presidente afirmou que “a conduta adotada hoje pelo juiz Sérgio Moro na Ação Penal nº 5063130-17.2016.4.04.7000 apenas reforça o caráter político dos processos e da condenação injusta imposta ao ex-presidente Lula” (veja íntegra da nota mais abaixo).

Indicação para Petrobras

Palocci afirmou que a Odebrecht entrou em conflito com Rogerio Manso, então Diretor de Abastecimento da estatal, por não encontrar espaço para negociar o preço da nafta – um derivado do petróleo – para a Braskem, empresa controlada pelo grupo.

Segundo ele, a Odebrecht se alinhou ao Partido Progressista (PP), porque o partido estava apoiando fortemente o governo e não encontrava espaço em ministérios e nas estatais, e passou a tentar derrubar Manso. Foi aí que, conforme Palocci, Lula agiu indicando Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento.

“Luiz Inácio Lula da Silva decidiu resolver ambos os problemas indicando Paulo Roberto Costa para a Diretoria de Abastecimento; que isso também visava garantir espaço para ilicitudes, como atos de corrupção, pois atendia tanto a interesses empresarias quanto partidários; que, assim, nas diretorias de Serviço e Abastecimento houve grandes operações de investimentos e, simultaneamente, operações ilícitas de abastecimento financeiro dos partidos políticos”, diz trecho da delação.

Palocci afirmou à Polícia Federal que havia “um interesse social e um interesse corrupto com a nacionalização e desenvolvimento do projeto do pré-sal”. O ex-ministro relatou uma reunião que teria ocorrido no início de 2010, na biblioteca do Palácio do Alvorada, com Lula – na época presidente do país -, Dilma Rousseff e José Sérgio Gabrielli, então presidente da Petrobras.

Segundo Palocci, nesta reunião, Lula “foi expresso ao solicitar do então presidente da Petrobras que encomendasse a construção de 40 sondas para garantir o futuro político do país e do Partido dos Trabalhadores com a eleição de Dilma Rousseff, produzindo-se os navios para exploração do pré-sal e recursos para a campanha que se aproximava”. Lula teria afirmado, nesta reunião, que caberia a Palocci gerenciar os recursos ilícitos.

Contas eleitorais

Segundo o ex-ministro, as campanhas do PT foram abastecidas com caixa dois. Palocci afirma no depoimento que as campanhas em 2010 e 2014 custaram, respectivamente, R$ 600 milhões e R$ 800 milhões. Esse valores seriam mais que o dobro do que foi declarado oficialmente à Justiça Eleitoral na época, de acordo com o depoimento.

Na delação, Palocci diz que empresários contribuíam esperando benefícios em troca. “Ninguém dá dinheiro para campanha esperando relações triviais com o governo”, afirmou, segundo o documento.

O ex-ministro declarou ainda na delação que mesmo doações registradas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) podem ser irregulares, “bastando que sua origem seja ilícita”. Palocci afirma que as “prestações regulares registradas no TSE são perfeitas do ponto de vista formal, mas acumulam ilicitudes em quase todos os recursos recebidos”.

Íntegra da nota da defesa de Lula:

“A conduta adotada hoje pelo juiz Sérgio Moro na Ação Penal nº 5063130-17.2016.4.04.7000 apenas reforça o caráter político dos processos e da condenação injusta imposta ao ex-presidente Lula.

Moro juntou ao processo, por iniciativa própria (‘de ofício’), depoimento prestado pelo Sr. Antônio Palocci na condição de delator com o nítido objetivo de tentar causar efeitos políticos para Lula e seus aliados, até porque o próprio juiz reconhece que não poderá levar tal depoimento em consideração no julgamento da ação penal. Soma-se a isso o fato de que a delação foi recusada pelo Ministério Público. Além disso, a hipótese acusatória foi destruída pelas provas constituídas nos autos, inclusive por laudos periciais.

Palocci, por seu turno, mentiu mais uma vez, sem apresentar nenhuma prova, sobre Lula para obter generosos benefícios que vão da redução substancial de sua pena – 2/3 com a possibilidade de ‘perdão judicial’ – e da manutenção de parte substancial dos valores encontrados em suas contas bancárias.”

(Foto – Reprodução de TV)

Sobral, Forquilha, Massapé e Santana do Acaraú terão sinal analógico de TV desligado no fim deste mês

O sinal analógico de televisão será desligado em Sobral, Forquilha, Massapê e Santana do Acaraú no dia 31 de outubor. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

Na região, o desligamento do sinal analógico já começou. A qualquer momento, as emissoras podem desligar o sinal e a transmissão será feita apenas pelo sinal digital. A informação é da Seja Digital.

Saiba se a sua casa já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser digital e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa.

Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não estiver preparado para receber o sinal digital, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor, consulte o manual do fabricante.

TV paga ou parabólica: Se você utiliza algum desses serviços, não será necessário adaptar sua TV ou antena. Em todo caso, entre em contato com sua operadora ou com um antenista para garantir a continuidade do serviço em todos seus televisores.

Inclusão Digital

As famílias de Sobral, Forquilha, Massapê e Santana do Aracaú devem verificar se têm direito a receber um dos mais de 60 mil kits gratuitos com antena digital, conversor e controle remoto. A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, é só escolher o dia, horário e local para retirar os equipamentos.

Por meio desses canais, a população também poderá tirar dúvidas sobre as mudanças trazidas pela TV digital e sobre como se preparar para receber o novo sinal. Outra alternativa, também, é visitar um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua residência e procurar pelo ponto de apoio da Seja Digital para esclarecer dúvidas ou agendar a retirada do kit.

Mais de 650 cidades brasileiras já passaram por essa mudança, incluindo a regiões de Brasília, São Paulo, Goiânia, Recife, Salvador, Fortaleza, Vitória, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, São Luís, Aracaju, Belém, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal, Teresina, Cuiabá, Macapá, Palmas e Porto Velho. Durante o processo, a entidade realiza diversas ações com o objetivo orientar, informar e oferecer suporte didático a toda população por meio de campanhas de comunicação e mobilização social. Com o desligamento do sinal analógico, os moradores dessas cidades passaram a assistir os canais abertos de televisão apenas pelo sinal digital, que transmite a programação gratuitamente com imagem e som de cinema. Às famílias que têm direito aos equipamentos, a Seja Digital já distribuiu mais de 11 milhões de kits.

Tudo pronto para a III Feira de Livros da Livraria Dummar

Tudo pronto para a III Feira de Livros da Livraria Dummar. Terá início nesta quarta-feira, a partir das 16 horas, no Espaço O POVO de Cultura & Arte. A programação vai se estender até sábado.

Dia 3

Às 16 horas – Livro e Cidade: As mediações possíveis – Com Talles Azigon, Annita Moura e Alessandra Jarreta, com participação da jornalista Isabel Costa, do O POVO;

Às 18 horas – Um giro pela memória da arquitetura do Ceará – Com Romeu Duarte e Laura Rios, arquitetos. Com sessão de autógrafos do livro “Breve História da Arquitetura Cearense”;

Dia 4

Às 18h30min – Como escrever para crianças, com Marília Lovatel, autoria de Os Olhos da Janela, com sessão de autógrafos e lançamento do Clube de Leitura Infantojuvenil Ciranda das Palavras;

Dia 5

Às 16 horas – Seminário – Quanto o fato nem sempre é verdade. Por que o Jornalismo é tão necessário. Convidados: Lucinthya Gomes, jornalista, que coordena o projeto Comprova no O POVO, uma parceria com 24 jornalistas brasileiros contra fake news; Érico Firmo e Plínio Bortolotti, autores do livro “Jornalismo em Tempos de Pós-Verdade”;

Às 19 horas – Padre Cícero, o resgate histórico de um filme, com Raymunbdo Netto, autor do livro “Padre Cícero, o filme”;

Dia 6

Às 17 horas – Entre páginas. Conversas ao redor dos livros – Convidados: Antônio La Carne, Lídia Maria, Juliana FDiniz, Mara Nóirega, Nina Rizzi e Kah Dntas, ficcionistas e poetas falando sobre trabalos e autores que os inspiram;

Às 18h30min – Lídia Maria canta MPB.CE: Aqui  música é massa, interpretando sucessos de Fagner, Belchior, Ednardo, Mona Gadelha, Calé, Edmar Gonçalves, Ana Fonteles e Davi Duarte.

DETALHE -Durante o evento, os livros estarão sendo comercializados com até 90% de descinto.

(Foto – Anuário do Ceará)

Limpar banheiro usado por muitos gera insalubridade máxima, define TST

Higienizar um banheiro utilizado por muita gente gera direito de adicional de insalubridade em grau máximo. Com este entendimento, a 2ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho deferiu o benefício a uma camareira que cuidava da higienização dos quartos de um estabelecimento hoteleiro em Vitória (ES). A empregada alegou que fazia diariamente a limpeza e a arrumação de todos os cômodos do estabelecimento, entre eles, os banheiros dos quartos. A atividade a expunha ao contato com produtos de limpeza, cloro, ácido e secreções humanas. A informação é da assessoria de impensa do TRT do Espírito Santo.

O Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (ES) manteve a sentença que negou o adicional. Para o TRT, o banheiro de hotel não é de uso público, mas restrito aos hóspedes, nem tem grande circulação, uma vez que são utilizados apenas por uma pessoa ou casal por dia.

Para o relator do recurso de revista da camareira, ministro José Roberto Freire Pimenta, o número de usuários de banheiros de hotel é indeterminado e há grande rodízio de hóspedes. A atividade da camareira, a seu ver, corresponde à higienização de banheiros públicos, e a decisão do Tribunal Regional, assim, contrariou o item II da Súmula 448 do TST.

De acordo com o verbete, a higienização de instalações sanitárias de uso público ou coletivo de grande circulação, e a respectiva coleta de lixo, não se equiparam à limpeza em residências e escritórios e ensejam o pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo.

Vem aí o Inovaconstruir 2018

O Sindicato das Construtoras do Estado do Ceará (Sinduscon-CE), sob comando de André Montenegro, vai promover nesta quinta e sexta-feira que vem, no Teatro RioMar Fortaleza, o III Inovaconstruir.

O encontro congregará o segmento da construção dentro do objetivo de atualizarem o empresariado sobre avanços da área. Serão cerca de 20 palestras nacionais e internacionais, focadas em cases sobre inovações em materiais, sistemas construtivos, tecnologias e métodos de gestão para as empresas.

O Inovaconstruir 2018 espera atrair cerca de 1,5 mil participantes.

(Foto – Sinduscon/CE)

Uma eleição densa e imprevisível

Com o título “Eleição densa e imprevisível”, eis artigo de Emília Buarque, presidente do Lide Ceará, que congrega empresários em debates sobre temas relacionados à conjuntura do País. “Desta vez não vamos levar o voto no peito. Não existe ilusão. Definições ou apostas ocorrerão nos últimos minutos do segundo tempo”, diz trecho do texto. Confira:

Avizinha-se uma eleição das mais densas e imprevisíveis. Como se tivéssemos que deixar o Brasil de lado e apostar num futuro obscuro para fazer nossas escolhas, vamos todos exercer forçadamente nosso direito de eleger o próximo mandatário de uma nação em frangalhos. E assim, estamos atravessando um curto período eleitoral, onde paralisados tivemos que guardar no armário os projetos pessoais, novos investimentos, reestruturações e outros. Todos em compasso de espera.

Além disso, fomos surpreendidos pelo novo modus operandi da política. Sepulta-se definitivamente o discurso intelectualizado, a propaganda subliminar, a força da televisão isolada, o jeito recente que já virou velho de se fazer política. Sepulta-se também o Robin Hood maquiavélico – ladrão que rouba da nobreza para dar aos pobres, fazendo sem titubear o mal de uma só vez, já o bem, executa em parcelas para deixar o povo alegre e grato – o que remete a uma recaracterização dos movimentos dito opostos na política.

E apesar de, eleição após eleição, já termos convivido com o jogo sujo das campanhas, o baixo nível dos diálogos, dissimulados e inflamados; desta vez, para além do que o nosso fígado é capaz de aguentar, estamos vivenciando um momento em que indecisos e não convictos são a grande a maioria. O voto espontâneo é pouco representativo e a rejeição é das mais expressivas ferramentas que aferirão valor aos candidatos na decisão final. No final das contas, vamos sem emoção, apesar das ondas extremistas das redes sociais.

Desta vez não vamos levar o voto no peito. Não existe ilusão. Definições ou apostas ocorrerão nos últimos minutos do segundo tempo.

Por outro lado, há que se refletir, se das outras vezes não votamos apaixonados e cegos. Quero crer que sim. O fato é que na balança eleitoral nem as “bolsas” de cooptação – família sendo a mais famosa – nem tampouco o desemprego e a insegurança, são capazes de indicar a tendência de resultado deste pleito. O tema da educação passou ao largo, provavelmente o cerne da questão; sendo a falta dela, certamente causa do que estamos testemunhando. Nos resta acreditar que desta vez vamos acertar!

*Emília Buarque

presidencia@lideceara.com.br

Presidente do Lide Ceará.

Prefeitura de Fortaleza vai realizar novo censo sobre moradores de rua

A Cetrede-UFC deve realizar uma nova pesquisa sobre o número de moradores de rua de Fortaleza, dentro do planejamento que a gestão municipal promove no Centro já com obras de reurbanização. Hora de saber quantos são invisíveis na metrópole cearense.

O único número que se tem vem do censo realizado pela Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) em 2014 e 2015. Conforme o relatório, Fortaleza tinha na época 1.718 moradores de rua, estando concentrados em maior número no Centro e Beira Mar.

Um dado mais recente da pasta, de 2017, mostrou que há 247 homens e mulheres morando na Praça do Ferreira.

(Foto – Arquivo)

Briga pela marca Legião Urbana bate à porta do STJ

A briga processual pelo uso da marca “Legião Urbana” pelos ex-integrantes Dado e Bonfá chegou ao Superior Tribunal de Justiça. A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

A marca foi registrada pela empresa Legião Urbana Produções Artísticas ainda em 1987, mesmo ano em que os ex-integrantes venderam suas cotas minoritárias para Renato Russo.

Após a morte de Renato, apesar da anunciada extinção da banda, os ex-integrantes reclamaram judicialmente o direito de uso da marca, três décadas depois.

(Foto – Agencia O Globo)

Cid Gomes: Só Ciro pode tirar o Brasil do impasse de ter que escolher entre a visão reacionária e a dúvida

O candidato ao Senado pelo PDT, Cid Gomes, defendeu o nome do seu irmão, Ciro Gomes, para a Presidência da República por ser o único, em sua avaliação, em condições de tirar o País da crise e afastar os fantasmas do radicalismo e da dúvida. Referiu-se à candidaturas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

“Só ele (Ciro) pode tirar o Brasil desse impasse de ter que escolher entre uma visão reacionária e dúvida”, disse, em clima de comício, no fim de semana, em Tamboril – a 301 km de Fortaleza, ao lado do deputado federal Leônidas Cristino e do deputado estadual Jeová Mota. Ambos postulam a reeleição .

Ciro Gomes emendou: “De um lado, o radicalismo, que não respeita as mulheres, não respeita as minorias, que não respeita aquilo que a humanidade conquistou ao longo de décadas e dias de luta. E do outro, a preocupação. O medo de novo de as nossas empresas públicas serem usadas para fazer a farra de muitos políticos que não enxergam na política uma forma de servir, e sim, de ser servido”.

(Foto – Divulgação)

UFC é uma das 18 universidades do País a aprovar projeto em edital de inovação do CNPq

A Universidade Federal do Ceará é uma das 18 instituições do País contempladas no edital de Pesquisas de Inovação em Saúde, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No total, foram submetidas mais de 1.500 propostas em todo o Brasil. Conseguiu emplacar um projeto que visa melhorar o tratamento do câncer de próstata, informa a assessoria de imprensa da UFC.

Coordenado pela professora Cláudia do Ó Pessoa, do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFC, esse projeto objetiva tornar mais eficientes os medicamentos utilizados no tratamento do câncer de próstata, reduzindo sua toxicidade e amenizando os efeitos colaterais no paciente.

“O câncer de próstata constitui um grave problema de saúde pública, que afeta milhares de pacientes e requer grandes investimentos do SUS. Nesse contexto, os tratamentos atualmente disponíveis exigem maior seletividade e menos toxicidade, principalmente quando o tumor é descoberto em estágio mais avançado. Portanto, é fundamental o apoio público e privado ao desenvolvimento de medicamentos mais eficazes e seguros para o tratamento”, explica Cláudia Pessoa.

O projeto é intitulado Desenvolvimento e validação de compostos antimitóticos em lipossomas vetorizados com anticorpos monoclonais, para liberação sítio específica na terapia do câncer de próstata. Trata-se de uma iniciativa multidisciplinar e interinstitucional em nível nacional e internacional, apoiada pelo setor de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) da Bio-Manguinhos, empresa biofarmacêutica estatal.

Internacionalização

Também estão envolvidas na pesquisa, além da UFC, a Fundação Oswaldo Cruz no Ceará (FIOCRUZ/CE), a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), a Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Duas instituições internacionais também são parceiras da iniciativa: a Australian National University e Ohio State University (Estados Unidos).

Desse modo, a pesquisa coordenada pela UFC se insere no contexto de internacionalização da Universidade, à medida que promove a interação entre pesquisadores nacionais e estrangeiros e favorece o intercâmbio do conhecimento.

Segundo a professora Cláudia Pessoa, há previsão de transferência de tecnologia a ser aplicada no âmbito do SUS. “A proposta também vem alavancar nossas pesquisas, inserindo conhecimentos nanotecnológicos e desenvolvimento de anticorpos, que visam desenvolver
uma nova classe terapêutica com potencial anticâncer. Nesse contexto, a proposta é inovadora”, explicou.

(Foto – UFC)

Conselho dos Arquitetos e Urbanistas teme pulverização de cursos da área

O Conselho Federal de Arquitetos e Urbanistas (CAU) está avaliando, com uma comissão especial, as faculdades de Arquitetura de todo o País. A ordem é conferir o nível da qualidade do ensino.

Nos últimos anos, segundo o presidente da entidade, Luciano Guimarães, pulverizou-se em demasia essa oferta, o que exige uma apreciação mais apurada contra precarizações.

Só no Ceará, são 12 cursos, dos quais três no Interior do Estado.

(Foto – CAU)

 

Barbosinha diz que jovem tem vontade de estudar e de prestar concursos públicos

“Por muitos lugares que andei, encontrei jovens carentes com vontade de estudar e de prestar concursos. Também tenho origem em família humilde, estudei e hoje sou profissional concursado do Estado. Devemos lançar a oportunidade de cursinhos gratuitos preparatórios para concursos públicos”, disse Valdemiro Barbosa, o Barbosinha, presidente licenciado do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE) e candidato a deputado estadual pelo Avante.

Em visita à feira livre do Parque Santa Rosa, bairro onde nasceu em Fortaleza, Barbosinha assegurou que, caso eleito, irá trabalhar projetos na área da educação, estimulando o jovem para o mercado de trabalho.

Barbosinha também apontou o sistema prisional como gargalo da problemática da segurança pública. Disse que há um déficit de quatro mil agentes penitenciários e ressaltou a necessidade da nomeação de todos os candidatos do cadastro de reservar e a retificação do edital do último concurso.

(Foto: Divulgação)

Turma da Marina Silva não vai jogar a toalha, diz João Saraiva

A candidata a presidente da República pela Rede, Marina Silva, despencou nas pesquisas eleitorais. O fato foi registrado nas últimas pesquisas feitas por organismos como Ibope e Datafolha.

Em Fortaleza, o candidato ao Senado pela Rede, João Saraiva, continua em campanha e garantindo que, mesmo com Marina em dificuldades, o partido não vai jogar a toalha.

Um americano e um japonês ganham o Nobel de Medicina

O americano James P. Allison e o japonês Tasuku Honjo ganharam este ano o Nobel de Medicina por seus estudos de tratamentos contra o câncer. A informação foi confirmada hoje (1º) pelo Instituto Karolinska de Estocolmo. Os cientistas receberão o prêmio por tratamentos desenvolvidos contra o câncer, caraterizados pela inibição da regulação negativa do sistema imunológico.

Allison, nascido no Texas em 1948, estudou uma proteína que funciona como um freio no sistema imunológico e se deu conta do potencial de liberar células que atacam tumores, após o que desenvolveu um novo enfoque para tratar os pacientes. Honjo, nascido em Kioto em 1942, descobriu uma proteína nas células imunológicas e revelou que também funciona como um freio, mas com um mecanismo de ação diferente, o que possibilitou o desenvolvimento de tratamentos de grande efetividade contra o câncer.

O Nobel de Medicina abre a rodada de anúncios desses famosos prêmios e será seguido, nos próximos dias, pelos de Física, Química, da Paz e Economia, que será divulgado na segunda-feira da semana que vem (8).

(Agência Brasil com EFE)

O bolsonarismo existe?

Com o título “O bolsonarismo existe?”, eis artigo de Adriano Oliveira, cientista político. Ele faz uma avaliação entre o Lulis,o e o Bolsonarismo. Confira:

Não comparo, de modo algum, o bolsonarismo com o lulismo. Continuo a afirmar que o bolsonarismo é o antilulismo incipiente. O lulismo é uma manifestação do eleitorado que advém da memória positiva que os eleitores do Nordeste, em particular das classes C e D, têm para com os governos do ex-presidente Lula.

O lulismo tem raízes, memória e valores. As raízes do lulismo são advindas das eras Lula. Os eleitores que conviveram com o governo Lula lembram, como bem revelam pesquisas qualitativas, que “com Lula, o Estado bateu em minha porta”. As políticas sociais dos governos Lula possibilitaram inclusão social e gerou oportunidades. Por consequência, o lulismo criou raízes e estas ativam a memória dos eleitores quando escutam falar em Lula.

O lulismo foi desprezado por muito tempo. Muitos não acreditavam na sua existência e força. Certa vez, um colega cientista político, me indagou: O que é lulismo para você? Forneci a mesma explicação contida neste espaço. O lulismo foi desprezado por diversos atores. Muitos afirmavam que a saída de Lula da disputa presidencial fortaleceria os competidores Ciro e Marina.

Às vésperas do 2° turno da disputa presidencial, Haddad lidera no Nordeste. É possível que ele tenha votação semelhante às votações de Lula nesta região. E foi o lulismo que alavancou Haddad. Não foi a biografia do atual presidenciável do PT que o fez subir aceleradamente nas pesquisas. Pesquisas quantitativas revelam que grande parcela do eleitorado verbaliza o 13 quando perguntado qual número digitará na urna no dia da eleição. Portanto, não resta dúvida quanto à existência do lulismo no Nordeste.

O bolsonarismo não cresce no Nordeste em razão do lulismo. Em regiões tradicionalmente antilulista, como Centro-Oeste e Sudeste, Bolsonaro continua a ter fatia considerável do eleitorado. Nas classes A e B, inclusive, na região Nordeste, o bolsonarismo também é presente. E são nestes estratos econômicos que Haddad não tem desempenho robusto.

O bolsonarismo continua a ser uma manifestação incipiente contrária ao lulismo. O desempenho de Bolsonaro no Nordeste é um indicativo que oferta veracidade à minha tese. De modo algum posso afirmar que o bolsonarismo representa a concordância do eleitor com as ideias de Bolsonaro. Parcela dele, e esta é uma hipótese, opta por Bolsonaro por não desejar o PT de volta, e não por apoiar o fim do 13° salário, por exemplo.

*Adriano Oliveira

adrianopolitica@uol.com.br

cientista político e professor associado da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).