Blog do Eliomar

Últimos posts

Comentário do Felipão – Icasa pode salvar ano para o futebol cearense

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MzBHkQIREek&feature=plcp[/youtube]

O jornalista Felipe Araújo, do O POVO, faz um balanço do futebol cearense neste fim de ano e, principalmente, aposta fichas num bom resultado do Icasa, que, nesta noite de quarta-feira, em Juazeiro do Norte, terá partida decisiva contra o Oeste (SP). É o primeiro jogo da decisão da Série C, do Brasileirão.

Estiagem – Convivência é uma questão de educação

Com om título “A vida, a água e o meio ambiente”, eis artigo do presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Roberto Macedo. Ele aborda as consequências da estiagem que castiga o Estado, que se repete ao longo dos anos. Mas ele destaca ações governamentais e observa que a convivência com a seca sempre foi e será viável. É questão de educação. Confira:

Estamos mais uma vez vivenciando os efeitos negativos que resultam das nossas peculiaridades climáticas e das históricas deficiências da nossa maneira de tratarmos a irregularidade de chuvas no semiárido brasileiro. A situação da estiagem no Ceará é tão grave que, na semana passada, o governador Cid Gomes precisou decretar situação de emergência em 96% dos nossos municípios.

Mesmo em Fortaleza, onde o problema não é tão grave quanto no interior, dá pena ver o lixo ocupando o lugar das águas nos riachos da cidade, como o Maceió, o Parreão e o Pajeú, este último, símbolo do lugar onde nasceu a nossa capital. Para mim, dói também ver carros-pipas subindo o Maciço de Baturité para abastecer municípios que sempre foram admirados pela abundância de suas nascentes fluviais.

Muitos esforços já foram e continuam sendo feitos para mitigar os impactos das secas. A construção de açudes, iniciada ainda no império, com o Cedro, seguida de tantos outros, a exemplo do Orós e do Castanhão, a abertura de canais, como o do Trabalhador e o Eixão das Águas, e a integração de bacias, nas esferas estadual e regional, demonstram a multiplicidade de alternativas experimentadas na resolução do problema.

A iniciativa mais recente envolvendo a importância da água, como insumo essencial para a vida e para o bem-estar das pessoas, é o lançamento do programa “Mais Irrigação”, feito no último dia 13, pela presidente Dilma Rousseff, que prevê investimentos públicos e privados da ordem de R$ 10 bilhões para estimular a produção de alimentos e biocombustíveis nos estados do Nordeste e do Centro-Oeste.

De grande relevância também é dispormos de um novo Código Florestal, resultante de um processo negociado entre os diversos segmentos da sociedade e do poder público, que pode cumprir um importante papel na contenção dos desmatamentos, na recomposição da cobertura vegetal, na recuperação de mananciais, dentre outras ações necessárias para assegurar o abastecimento presente e futuro do líquido da vida.

Observando bem, acumulando água e viabilizando o seu deslocamento, dispondo de recursos com financiamento subsidiado e disponibilizando tecnologias adequadas, e contando com um arcabouço jurídico apropriado ao trato correto das questões ambientais, resta-nos colocar essas coisas em convergência, capturando ao máximo as sinergias que elas podem proporcionar.

A água é um bem de abundância. A superfície do planeta é formada por dois terços de água. Diferentemente do petróleo, que é uma riqueza transitória, a água, considerada em todo o seu ciclo, é um recurso inesgotável. O que pode ser crítico em relação à água é a falta de disponibilidade, qualidade e regularidade.

O problema não é, portanto, de falta de água. O que ainda falta mesmo é uma cultura que harmonize a relação do ser humano com o meio ambiente, de uma educação que ofereça a compreensão da importância da água para a vida, e de uma gestão que nos habilite a fazer os manejos apropriados para tê-la onde se precisa, nas condições adequadas ao uso que dela se faz, e com a constância requerida.

Roberto Macêdo
roberto@pmacedo.com.br
Empresário.

Família de motorista que morreu em acidente com caminhão pipa sera indenizada

“A família de motorista que morreu afogado após o caminhão pipa que dirigia virar irá receber R$ 200 mil por danos morais. A decisão da segunda vara do trabalho do Cariri, em Juazeiro do Norte, foi confirmada pela Terceira Turma do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará. De acordo com laudo pericial, o caminhão pipa do Consórcio Nordestino trafegava sobre a barreira de um canal localizado no município de Mauriti (490 quilômetros de Fortaleza), realizando trabalho de aguagem do solo. Quando se aproximou da margem direita, a barreira cedeu e o veículo capotou, ficando de rodas para cima. Ao atingir a base da barreira, a água do tanque do caminhão vazou, formando uma poça com aproximadamente um metro de profundidade. Preso às ferragens e com várias lesões, o empregado morreu afogado.

Inconformada com sentença de primeiro grau, a empresa ingressou com recurso afirmando que o acidente de trabalho teria ocorrido por responsabilidade exclusiva da vítima. Segundo a empresa, não há nos autos comprovação de culpa ou dolo, pois estaria comprovado o fiel cumprimento das normas de segurança e medicina do trabalho.

Já para o relator do caso, o juiz do trabalho convocado Jefferson Quesado Júnior, embora a empresa tenha comprovado que ministrava cursos de segurança do trabalho, não conseguiu comprovar que sinalizou adequadamente o local do acidente. Ainda de acordo com o magistrado, fotos confirmam que não havia sinalização e “demonstram ser público e notório que o solo não se encontrava devidamente compactado”.

Para o relator, sendo a obra de responsabilidade da empresa, ela teria que tomar todas as medidas de segurança necessárias, tais como escoramento da estrutura por onde trafegava o caminhão e o correto compactamento do solo. “Resta evidente que a empresa concorreu para o resultado fatídico, configurando-se de modo patente sua culpa grave”, finalizou.”

(TRT-7ª Região)

Setor de panificação do País cresce em faturamento, mas sofre em rentabilidade

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=CmrpwbNcu8s&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=8&feature=plcp[/youtube]

O setor da indústria de panificação vai fechar 2012 em alta. É o que informa o presidente da Associação Brasileira da Indústria da Panificação (Abip), o cearense Alexandre Pereira. Segundo Pereira, o segmento deve crescer 10% em faturamento, mas vivendo problemas de rentabilidade.

Carros de luxo voltam a ser alvo de bandidos em motocicletas

95 3

Assaltantes em motocicletas voltaram a atacar motoristas em carros de luxo em Fortaleza. O roubo desses veículos quase sempre ocorre em semáforos com rotas de fuga, como BRs, CEs e grandes avenidas.

Foi o que ocorreu na noite dessa terça-feira (27), na avenida Aguanambi, quando dois homens em uma moto roubaram uma Hilux, cor preta, placas EBB 9840. Sob a mira da arma do garupeiro, o motorista da Hilux foi obrigado a entregar o veículo.

Em uma ação rápida, os assaltantes fugiram pela BR 116. A Polícia realizou um cerco na Região Metropolitana, mas o veículo e os assaltantes ainda não foram localizados.

Ministério do Desenvolvimento e Apex apresentam estudos sobre negócios e design

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e a Agência Brasileira de Exportações (Apex) vão apresentar, nesta quinta-feira, a partir das 8 horas, no auditório da Fiec, estudo sobre as oportunidades de desenvolvimento de design em função da Copa do Mundo e Olimpíadas.

O estudo foi elaborado pela consultoria espanhola Competitive Ness, que trabalha em grandes eventos esportivos. A apresentação será feita para o mercado local interessado em reforçar suas marcas durante certames internacionais.

Escândalo dos Banheiros – Teodorico tenta retornar ao TCE

78 2

Ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Ceará, Teodorico Menezes, avisa: nada de pensar em se aposentar. Ele diz que continuará lutando para retomar assento no tribunal.

Teodorico está afastado por ter nome envolvido no chamado “Escândalo dos Banheiros”, que diz respeito a possível desvio de recursos da Secretaria Estadual da Cidades para instalação de kits sanitários em vários municípios. Envolvidos nesse caso chegaram a doar para a campanha do deputado estadual Téo Menezes, filho de Teodorico.

O processo sobre Teodorico Menezes, aliás, continua sem ser julgado pelo Pleno do TCE. Teodorico circula por São Paulo. Diz que trata de assuntos particulares.

Sérgio Aguiar anuncia: será o primeiro secretário da Assembleia

152 5

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, nesta manhã de quarta-feira, o deputado Sérgio Aguiar (PSB) anuncia que vai ocupar a primeira secretaria da Casa. Disse que José Sarto (PSB), com que disputava, resolveu abrir mão.

Isso quer dizer que sarto abriu mão para ver se faz o irmão, Elpídio Nogueira, presidente da Câmara Municipal de Fortaleza.

Nos bastidores da Câmara Municipal, comenta-se que, dessa vez, a disputa de José Sarto pelo comando da Casa para o irmão estaria enfraquecida por ele ter recusado a primeira secretaria.

Caso Rosemary – Número 2 de Leônidas Cristino aparece na investigação

86 4

O secretário executivo da Secretaria de Portos da Presidência (SEP), Mário Lima Júnior, negociou com a quadrilha acusada de vender pareceres técnicos a liberação de um projeto de interesse do grupo investigado na Operação Porto Seguro, da Polícia Federal. A informação é divulgada nesta quarta-feira pelo Estadão.

Número 2 da pasta chefiada pelo ministro Leônidas Cristino (PSB-CE), ele se reuniu com o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Paulo Vieira, apontado pela PF como chefe da quadrilha, para tratar da construção de um porto privativo na Ilha de Bagres, em Santos, a ser explorado por empresa ligada ao ex-senador Gilberto Miranda. E marcou encontro com o ex-parlamentar, em São Paulo, em viagem bancada com dinheiro público. “Ele (Lima) vai no seu escritório. Aí, você faz um contato direto. A partir de agora, o céu é o limite”, disse Vieira em conversa com Miranda, gravada pela PF.

As escutas mostram o roteiro traçado pelo ex-diretor da ANA para cooptar o secretário executivo. Segundo a PF, o porto seria explorado pela São Paulo Empreendimentos, ligada ao ex-senador, que tem como sócio o empresário Luís Awazu. O objetivo era que o governo o declarasse de utilidade ou interesse público, o que dependia do aval da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), da Advocacia-Geral da União (AGU) e da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), além da SEP.

A PF flagrou as negociações com Lima em abril deste ano. No dia 20, ele se reuniu com Vieira e tratou dos interesses da empresa. Os dois ligam para o ex-senador e, com o telefone na função viva-voz, acertam encontro para seis dias depois, em São Paulo. “Será um prazer grande”, diz Lima a Miranda.

DETALHE – Mário Lima é cearense e já foi diretor da Ceara Portos.

IJF garante que obras do heliponto vão sair. Quando?

A Assessoria de Imprensa do Instituto Dr. José Frota manda para o Blog rebatendo o vereador Plácido Filho (PDT). Plácido informou que as obras do heliponto estão paradas e que a estrutura metálica do projeto está pressionando as paredes do hospital. Confia a nota:

O Instituto Dr. José Frota informa, por meio de sua assessoria de comunicação, que a obra do heliponto segue normalmente, estando hoje com 90% da estrutura de metal e 60% da laje de pouso já prontas, o que representa uma media de 85% da obra geral concluída.

No dia 18 de novembro, foi realizado o último içamento de algumas peças do elevador e a concretagem da pista de pouso. Já no dia 20, o IJF recebeu a visita do engenheiro do Ministério que supervisionou o andamento da obra, concluindo que estava sendo feita dentro dos padrões formais e dos prazos previstos. O trabalho efetivado pelos 25 profissionais da empresa Lotil, acontece diariamente, sob o acompanhamento e supervisão do engenheiro responsável e da direção do hospital.

A implantação do heliponto em um hospital com o porte do IJF é considerado de extrema necessidade e grande valia. Entendendo esse projeto com a grandeza que ele representa, a direção do Instituto se certificou que todos os estudos, cálculos e medidas de segurança fossem executados antecedentes a obra. Através do cálculo estrutural realizado pelo engenheiro de obra civil do IJF, assim como, o cálculo feito por parte do engenheiro específico do heliponto, ficou comprovado que os alicerces do prédio têm condições suficientes para suportar o peso da obra, e que em nada a sua estrutura física seria abalada.

Certificado pelas normas legais e órgãos competentes, a construção do heliponto no Instituto Dr. José Frota é legitima e conta com a autorização formal por parte da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano – SEMAM, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará – CREA – CE, do Segundo Comando Aéreo Regional – II COMAR e da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, além da aprovação e auxílio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará.

Atenciosamente,

* Assessoria de Comunicação Instituto Dr. José Frota.

MP-CE e Polícia Civil realizam “Operação Trairi Limpo IV”

153 1

O Ministério Público Estadual e Polícia Civil estão cumprindo, nesta manhã de quarta-feira, mandados de prisão preventiva contra quatro advogados militantes na Comarca de Trairi (Litoral Oeste). São eles: Guilherme de Araripe Nogueira, José Eloísio Maramaldo Gouveia Filho, Caroline Gondim Lima e Manoel Carneiro Filho. As ordens de prisão foram decretadas pelo juiz Fernando Teles de Paula Lima por ocasião de uma denúncia criminal formulada pelo Ministério Público, que vinha realizando investigação conjunta com a Polícia Civil em Trairi, através do delegado Edmo Leite.

De acordo com a Promotoria de Trairi, os advogados estão sendo processados por integrarem uma quadrilha jurídica, que, entre os anos de 2009 e 2012, cometeu 21 crimes de apropriação indébita. Isso resultou na retenção indevida de R$ 631.321,31 (Seiscentos e trinta e um mil, trezentos e vinte e um reais e trinta e um centavos). Foi constatado que os réus se apropriavam dos valores pertencentes às partes em até 90% das indenizações concedidas pelo Poder Judiciário. Além disso, constatou-se que os acusados orientavam as partes a não revelarem o recebimento das indenizações, como forma de ocultar os crimes.

É importante frisar que os advogados Guilherme de Araripe Nogueira, José Eloisio Maramaldo Gouveia Filho e Caroline Gondim Lima também foram alvos da “Operação Trairi Limpo II”, quando se constatou que eles possuíam envolvimento direto com as fraudes licitatórias naquele município, tendo sido decretadas à época as prisões temporárias e preventivas deles. Já os advogados Manoel Carneiro Filho e Guilherme de Araripe Nogueira são investigados também pela atuação ilegal de Associações Nacionais de Defesa do Consumidor em Trairi, fato apurado perante o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e que resultou no afastamento liminar do juiz Nathanael Cônsoli em 4 de setembro deste ano.

(Site do MP-CE)

Sindifort pede audiência ao prefeito eleito Roberto Cláudio

69 2

O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort) solicitou, por meio de ofício, audiência ao prefeito eleito Roberto Cláudio (PSB).

Segundo a assessoria de imprensa da entidade, não somente para tratar de campanha salarial, onde a categoria reivindica 15% de reajuste salarial – a data-base é janeiro, mas discutir reforma administrativa.

O Sindifort quer se inteirar sobre possíveis extinções e fusões de órgãos municipais. O objetivo é saber o peso das medidas também que virão no plano de corte de despesas.

Senado vai gastar R$ 5 milhões pagando Imposrto de Renda dos parlamentares

63 2

“O Senado vai gastar  5 milhões de reais para quitar a dívida de Imposto de Renda não recolhido sobre o 14º e 15º salários dos senadores nos últimos cinco anos. Pelos dados divulgados no final da noite desta terça-feira, mais da metade dos 81 senadores decidiram quitar com dinheiro público as parcelas do imposto cobrada pela Receita Federal. Apenas 36 senadores na ativa optaram por pagar do próprio bolso a despesa.

No valor de 26.700 reais cada, os salários extras foram pagos aos senadores no período de 2007 a 2011. A Diretoria-Geral do Senado informou que vai transferir para o contribuinte a despesa extra de 5.043.141,43 reais referentes ao imposto de renda de 119 senadores, incluindo titulares, suplentes e ex-senadores.

A Casa divulgou apenas a lista com o nome de atuais e ex-senadores que se comprometeram a quitar o débito com dinheiro próprio. Entre os 46 parlamentares que vão tirar do próprio bolso o valor que deve ser repassado para a Receita estão os atuais ministros Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Aloizio Mercadante (Educação), Marta Suplicy (Cultura) e Edison Lobão (Minas e Energia), e outros políticos que não exercem mais o mandato, como Marina Silva (ex-ministra do Meio Ambiente) e o ex-vice-presidente da República Marco Maciel.

Pela relação se constata, pela omissão dos nomes, que os três senadores do Acre, entre os quais está o vice-presidente do Senado, Aníbal Diniz (PT), juntamente com Jorge Viana (PT) e Sérgio Petecão (PSD), vão pagar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) com dinheiro do Orçamento. Na mesma situação estão os três senadores por Roraima, Angela Portela (PT), Mozarildo Cavalcanti (PTB e Romero Jucá (PMDB) e dos senadores por Alagoas, Fernando Collor (PTB), Renan Calheiros (PMDB) e Benedito de Lira (PP).

A lista dos senadores que vão usar o dinheiro público para quitar o débito com a Receita inclui ainda nomes como Pedro Simon (PMDB-RS), Paulo Paim (PT-RS), Delcídio do Amaral (PT-MS), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Maria do Carmo Alves (DEM-SE), João Vicente Claudino (PTB-PI), Magno Malta (PR-ES) e Francisco Dornelles (PP-RJ), entre outro”.”

(Veja – Estadão)

Na eleição da futura mesa diretora da Assembleia, o PMDB briga com o PMDB

63 1

Eunício endossa o sobrinho que…

… disputa com Neto Nunes.

Disputa pela segunda vice-presidência da Assembleia Legislativa chegou à Procuradoria Jurídica da Casa. É que Daniel Oliveira foi indicado por seu tio, senador Eunício Oliveira.

A questão é que Daniel assumiu vaga, mas é suplente.

Já Neto Nunes (PMDB), titular, quer a vaga. Cabe à PJ da Assembleia dirimir possíveis dúvidas ou impedimentos.

Estiagem não prejudica exportações da fruticultura cearense

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UZj3n35-CgU&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

Mesmo com a estiagem provocando a quebra de safra em vários pontos do Estado, há um setor que está escapando desse tempo de vacas magras: a fruticultura irrigada.

Empresário do ramo e presidente do Instituto Frutal, Euvaldo Bringel, também organizador da maior feira do ramo no Nordeste – a Frutal, diz que o setor vai fechar em alta 2012.

Mesmo assim, Euvaldo Bringel encontra-se em Brasília para acertar verbas de olho na Frutal 2013 e cobrar investimentos nos perímetros irrigados.

 

Nutec vai pegar dinheiro que a Funcap rejeitou

O presidente do Núcleo de Tecnologia do Ceará (Nutec), Lindemberg Gonçalves, informa: vai brigar pelos R$ 9 milhões do Programa Tecnova, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que a Fundação Cearense de Apoio à Pesquisa, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Funcap) não quis absorver.

O Programa Tecnova investe em projetos de inovação tecnológica na área das pequenas e microempresas.  Segundo o professor Lindemberg Gonçalves, o Ceará, por ser um Estado pobre da federação, não pode se dar ao luxo de recusar qualquer tipo de verba que venha da União.

A Funcap não quis os recursos do Programa Tecnova, da Finep, justificando que estava executando uma série de outros programas, com sobra ainda de investimentos.

Mensalão – STF fixa últimas penas

“As três últimas penas da Ação Penal 470, o processo do mensalão, serão fixadas hoje (28) no Supremo Tribunal Federal (STF) – as do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) e do ex-tesoureiro informal do PTB Emerson Palmieri. Com isso, a dosimetria (cálculo das penas) para os 25 condenados no processo deverá ser concluída à tarde.

A fixação de penas começou no dia 23 de outubro e é uma das etapas finais do julgamento, que completará quatro meses no próximo domingo (2). A dosimetria começou logo após a análise da conduta dos 37 réus. Os ministros adotaram regras semelhantes para punir réus que desempenharam papéis parecidos no esquema de pagamento de propina, embora algumas divergências de metodologia tenham surgido.

As penas mais graves foram sugeridas pelo relator Joaquim Barbosa, enquanto o revisor Ricardo Lewandowski adotou penas mais amenas. Na reta final da dosimetria, os ministros aderiram a um novo método de condenação, acompanhando a pena de prisão proposta por Lewandowski e a pena de multa proposta por Barbosa. Vários ministros defenderam em plenário que a punição pecuniária é mais pedagógica que a prisão e, por isso, deveria ser aumentada. Lewandowski garantiu que irá revisar suas multas, que oscilam na casa dos 20 dias-multa, enquanto as de Barbosa são sempre superiores a 100 dias-multa.

Concluída a etapa das penas, o julgamento prosseguirá com a análise de questões residuais, como a responsabilidade pelo decreto de perda de mandato parlamentar – se é do STF ou do Congresso Nacional –, o pedido do Ministério Público de prisão imediata dos condenados sem esperar os recursos e a possibilidade de decretar o ressarcimento de valores desviados do Erário.”

(Agência Brasil)

 

Prefeito eleito de Madalena pega seca pela frente, mas já busca recursos em Brasília

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=hiy02r_xgqc&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=7&feature=plcp[/youtube]

O prefeito eleito de Madalena, Zarlul calil (PSB), embarcou nesta madrugada de quarta-feira para Brasília. Hora de começar a acompanhar a liberação de futuros recursos e buscar emendas orçamentárias para iniciar sua gestão. Zarlul, que já foi secretário-adjunto da Casa Militar do Governo, espera total apoio do governador Cid Gomes.

Presidente do BNB promete diminuir prazo de analise de projetos para 15 dias

O presidente do Banco do Nordeste, Ary Joel, participou ontem de reunião do Ceará Conselho Deliberativo do Sebrae/Ceará e assumiu dois compromissos: diminuir para 15 dias a análise dos pleitos das operações de investimento para as microempresas cearenses e fortalecer a aliança com o Sebrae/CE para ampliar a aplicação de recursos.

Ary Joel, depois de ser muito criticado antes de assumir a presidência do BNB por não ser cearense, vem conquistando os empresários locais com um estilo determinado e com mostras de que veio para fazer um trabalho sério e distante das politicagens internas da instituição. Outro ponto que também tem sido favorável à nova administração: o compromisso de que as companhias de todos os portes também serão beneficiadas com os incentivos do banco, embora a prioridade seja dada aos pequenos empresários.

Com os compromissos assumidos junto ao Sebrae, o presidente do BNB fortalece as ações voltadas para as micro e pequenas empresas no Estado. A aproximação entre o BNB e o Sebrae tem avançado desde a visita ao Ceará do presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, em setembro, durante a Feira do Empreendedor; essa política de aproximação deverá ser estendida aos demais Sebraes nordestinos.

(Coluna POVO Economia, do O POVO)

Dilma cumpre agenda nesta 4ª feira na Argentina

“A presidenta Dilma Rousseff passa o dia hoje (28) em Buenos Aires, capital da Argentina. Dilma tem reuniões com a presidenta Cristina Kirchner e participa da 23ª Conferência Industrial Argentina. A conferência é promovida pela União Industrial Argentina, equivalente à Confederação Nacional da Indústria, e o tema neste ano é Argentina e Brasil: Integração e Desenvolvimento ou o Risco da Primarização.

De acordo com integrantes do governo, o objetivo da conferência é examinar a integração econômica entre os dois países e buscar ações que respondam aos desafios da inserção internacional no mundo contemporâneo. Na reunião com Cristina Kirchner, Dilma examinará os temas das agendas bilateral, regional e global.

O Brasil é o principal parceiro comercial da Argentina. O intercâmbio comercial entre os países passou de US$ 12,9 bilhões, em 2004, para US$ 39,6 bilhões, em 2011. O comércio bilateral é marcado principalmente por bens industrializados. Juntos, Brasil e Argentina têm 60% da população, 64% do território e 70% do Produto Interno Bruto (PIB) da América do Sul.”

(Agência Brasil)