Blog do Eliomar

Últimos posts

Comunidade Nova Estiva sob ação de despejo

Acontecendo, nesta manhã de terça-feira, o cumprimento de uma ação de despejo na Comunidade Nova Estiva, no bairro Serviluz. Segundo Patrícia Oliveira, líder comunitária,  os moradores já foram intimidados  por um grupo de segurança privado armado que tentou fazer o despejo ilegalmente.

A comunidade fica situada na rua Ernesto Igel, esquina com a avenida Leite Barbosa, em frente ao terminal da Nacional Gás Butano, e pediu apoio ao Escritório Frei Tito de Direitos Humanos, da Assembleia Legislativa.

Ali, são 76 famílias e três casas já foram derrubadas. O Batalhão de Choque da PM está no local. Moradores estão temerosos de uma ação violenta.

 

“Operação Antidesmonte” e um catatau de problemas

Soma mais de 125 mil folhas o relatório que o Tribunal de Contas dos Municípios elaborou, após vistoriar 39 municípios dentro da “Operação Antidesmonte”. São licitações com problema, falta de pagamento a fornecedores, salários atrasados e uma série de outros pepinos burocráticos que, por cento, atrasaram a vida do novo gestor.

Tudo já foi encaminhado para o Ministério Público Estadual, segundo a assessoria de imprensa do tribunal. É possível  que venham novas operações para evitar desmantelos.

 

Governo e PM tentam acordo para evitar greve

“O secretário estadual do Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo, receberá para conversa hoje, às 11 horas, em seu gabinete, representantes das associações dos policiais militares. O objetivo é discutir algumas pendências, de acordo com a categoria.

Diogo, em conversa com esta Vertical, assegura que tudo o que os policiais reivindicaram foi cumprido pelo governo. Já o vereador eleito Capitão Wagner (PR), que estará no encontro, informa que há pendências como promoções, pagamento de hora extra e a implantação do novo Código de Ética da Polícia Militar, além de uma definição sobre reajuste salarial 2013/2014.

Nenhum dos dois lados fala em greve. Por enquanto.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Ciro e Luizianne são ausências notadas na festa de reinauguração do Castelão

137 2

Alguns detalhes interessantes sobre a festa de reinauguração do Estádio Castelão, o que se registrou no último domingo: 

Em sua mensagem veiculada durante a festa de reinauguração do Castelão, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, não citou o nome da prefeita Luizianne Lins, que não foi para o ato. A mensagem fora gravada com antecedência.

Quem chamou muito a atenção, entre convidados da festa do Castelão, foi o deputado federal Raimundo Gomes de Matos. O tucano, tassista roxo até bem pouco tempo, não escondia que se sentia em c asa no ninho cidista.

Os irmãos Ciro e Ivo Gomes não apareceram na festa de reinauguração do Castelão. Curtem férias na Europa.

Cid vai ao velório de ex-senadora antes de seguir para ato pró-Lula em São Paulo

127 2

O governador Cid Gomes (PSB) esteve, nesta seguda-feira, no velório da ex-senadora Alacoque Bezerra, em Juazeiro do Norte. Ali, prestou solidariedade à família Bezerra.

De lá, Cid Gomes segue para São Paulo onde, ao lado de outros governadores e lideranças políticas, participará, nesta terça-feira, de um ato de solidariedade ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Lula é alvo de denúncias de ter se beneficiado pelo esquema do Mensalão, segundo o publicitário Marcos Valério, já condenado pelo Supremo Tribunal Federal.

Equipe de transição de RC divulgará diagnóstico sobre a gestão petista

O coordenador da equipe de transição do PSB, Eudoro Santana, deverá dar entrevista coletiva, às 16 hroas desta terça-feira, no auditório da Secretaria Municipal da Administração, para divulgar o diagnóstico realizado sobre a administração da prefeita Luizianne Lins (PT). O grupo de Roberto Cláudio se reuniu na noite de ontem para fechar a questão com a equipe. A coletiva estava agendada internamente para acontecer ontem, mas foi adiada por conta da expectativa de um pronunciamento da prefeita Luizianne Lins (PT).

“O processo encerrou na sexta-feira, mas, até para saber como fica o caso do Réveillon, achamos que deveríamos esperar”, conta.

Após essa fase, caberá ao prefeito eleito Roberto  Cláudio na quinta-feira, pela manhã, o secretariado.

OAB defende cumprimento de decisão do STF sobre perda de mandato

140 1

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, defendeu nessa sexta-feira (17), por meio de nota, o cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a perda de mandato de parlamentares condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Para Cavalcante, mesmo que polêmica, a decisão do Supremo é a palavra final sobre o assunto.

“Ainda que se possa discordar da decisão, e devemos lembrar que o placar foi por 5 votos a 4, não é dado a nenhum Poder e a nenhum cidadão descumprir a própria Constituição Federal, que confere ao Supremo a autoridade para interpretá-la”, afirmou Ophir. A decisão do STF implicará na perda de mandato dos deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP), quando o processo for concluído, o que deve ocorrer apenas após o julgamento dos recursos.

Ophir acredita que essa “não foi a primeira, nem será a última vez que o STF procederá dessa forma”, pois a Constituição de 1988 é relativamente recente e vem sendo interpretada a partir de fatos e situações que não eram cogitados antigamente.

(Agência Brasil)

Eudes Xavier: Decisão do STF de cassar parlamentares mensaleiros lembra o passado

133 8

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Pqk4HncLXHM[/youtube]

O deputado federal Eudes Xavier (PT) lamentou a decisão do Supremo Tribunal Federal de cassar mandato dos parlamentares envolvidos no escândalo do Mensalão. Para ele, medida do gênero lembra período de um passado recente que o Congresso quer esquecer.

Eudes Xavier considera ainda que há uma dose exagerada da postura do STF, que precisa ser avaliada pelos movimentos sociais.

Senado vai recorrer da liminar que impede revisão urgente do veto à partilha dos royalties

72 2

Durante a sessão deliberativa dessa segunda-feira (17), o presidente José Sarney afirmou que a Advocacia do Senado vai recorrer da decisão liminar do ministro do STF, Luiz Fux, que impede a votação pelo Congresso, em regime de urgência, do veto presidencial ao projeto dos royalties. A sessão está mantida para a noite desta terça-feira (18), mas o veto só poderá ser apreciado se a liminar for revista.

Sarney determinou à Advocacia que entre com pedido de reconsideração da liminar e com agravo de instrumento. Neste caso, questão seria apreciada pelo plenário do Supremo.

A liminar de Fux foi comunicada em Plenário pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Nela, o ministro do STF determina à Mesa do Congresso que não analise o veto ao projeto dos royalties antes da votação dos mais de três mil outros que aguardam deliberação. A decisão de Fux se deu na medida cautelar em mandado de segurança protocolada pelo deputado Alessandro Molon (PT-RJ). A peça tem o mesmo teor de outras medidas protocoladas no STF, como a do senador Lindbergh em parceria com o deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ).

Em Plenário, Lindbergh e Magno Malta (PR-ES) comemoraram a decisão. Eles voltaram a argumentar que a sessão do Congresso que aprovou a urgência para votação do veto presidencial desrespeitou a Constituição e o Regimento Comum das duas casas.

– Temos clareza que um direito nosso foi desrespeitado. A decisão de Fux foi acertada – afirmou Lindbergh.

(Agência Senado)

Prefeita vai assinar decreto de tombamentos de nove prédios

90 1

Devem ser assinados, nesta terça-feira, pela prefeita Luizianne Lins (PT),  decretos de tombamento definitivo de nove bens histórico-culturais de Fortaleza. As indicações dos equipamentos foram feitas pelo Conselho Municipal de Patrimônio Histórico Cultural (Comphic). Hoje, Fortaleza tem 53 bens tombados pelo Município.

Na lista dos patrimônios tombados em definitivo estão os prédios da Farmácia Oswaldo Cruz, do Sport Club Maguary, do Ideal Clube, do Náutico Atlético Clube, do Colégio Dorotéias, da Santa Casa de Misericórdia, do IMPARH, da Casa do Português, da Igreja de São Pedro dos Pescadores e a Pavimentação da Rua José Avelino.

Além disto, serão assinados os registros da Celebração da Festa de São Pedro dos Pescadores e de Lugar da Igreja de São Pedro e sua área de entorno, que, juntos, caracterizam o primeiro bem imaterial da capital cearense. Durante o evento, será lançado um vídeo-documentário sobre este marco para a cultura de Fortaleza.

Senado aprova MP que concede benefícios fiscais a empresas contratadas pelo COI

O Senado aprovou nessa segunda-feira (17) a Medida Provisória (MP) 584 que concede isenção de tributos federais ao Comitê Olímpico Internacional (COI), ao Comitê Organizador das Olimpíadas Rio 2016, às empresas vinculadas e demais entidades relacionadas aos Jogos.

Como a matéria foi aprovada sem alterações em relação ao texto que passou na Câmara, o projeto de lei de conversão será enviado para sanção presidencial. Pelo texto, as empresas contratadas pelo COI terão isenção de impostos em importações até R$ 5 mil, nas contratações no mercado interno e ainda o ressarcimento dos impostos pagos referentes a obras e serviços prestados para as Olimpíadas.

A Receita Federal deverá regulamentar a isenção quando os contratos de importação ultrapassarem o valor de R$ 5 mil. Segundo estimativas do governo, a medida terá impacto em renúncias fiscais de aproximadamente R$ 3,8 bilhões.

(Agência Brasil)

PDT indica Márcio Lopes para secretário municipal dos Esportes

113 17

Em reunião na noite desta segunda-feira (17), comandada pelo presidente regional do partido, André Figueiredo, o PDT decidiu indicar o nome do ex-vereador Márcio Lopes para a Secretaria Municipal dos Esportes, pasta oferecida ao PDT pelo prefeito eleito Roberto Cláudio. O partido também sinalizou o nome de Iraguassu Teixeira Filho para secretário-adjunto municipal do Trabalho, pasta que será criada em fevereiro de 2013.

André Figueiredo também anunciou que os afastamentos periódicos dos vereadores Didi Mangueira e Iraguassu Teixeira, ao longo dos próximos quatros anos, terão as vagas ocupadas pelos suplentes em um sistema de rodízio, independente dos votos que cada candidato deu ao partido no coeficiente eleitoral ou da sua posição na suplência do partido.

Vamos nós – E o vereador Plácido Filho, que durante quatro anos projetou o PDT como oposição ferrenha à prefeita Luizianne Lins?! Plácido foi a maior contribuição que o PDT ofereceu ao prefeito Roberto Cláudio, principalmente no segundo turno. Muito do discurso do então candidato Roberto Cláudio partiu das críticas do líder da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza. Plácido é o primeiro suplente do partido, algo valorizado em qualquer agremiação. Muito estranha essa posição do presidente André Figueiredo, que sempre valorizou filiados que destacaram o PDT.

Mensalão: Barbosa pode decidir prisões de condenados individualmente

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, disse nesta segunda-feira (17) que poderá decidir sozinho o pedido de prisão imediata dos condenados da Ação Penal 470, o processo do mensalão. Dos 25 condenados, 11 deverão cumprir a pena em regime inicialmente fechado.

O pedido de prisão automática, sem esperar o fim do processo, foi oferecido pelo Ministério Público Federal (MPF) nas alegações finais e na defesa oral em agosto, logo no início do julgamento. Hoje, no entanto, o procurador-geral Roberto Gurgel voltou atrás e suspendeu o pedido, alegando que vai reapresentar petição com mais detalhes e argumentos.

Ao deixar a sessão de hoje, Barbosa disse que, caso a petição chegue até quarta-feira (19), a questão será levada ao plenário. “Se apresentar depois, ou eu precisar de mais tempo para analisar, eu decidirei no recesso”, ressaltou. No recesso do STF, que vai do dia 20 de dezembro ao dia 1º de fevereiro, apenas um ministro fica responsável por analisar questões urgentes.

Barbosa disse que há precedentes, nas duas turmas do STF, sobre execução da sentença antes da análise de todos os recursos. “Naqueles casos em que o réu permanece interpondo vários recursos para impedir o trânsito em julgado, chega um momento em que o relator do recurso diz chega, e determina a execução imediata independentemente de publicação do acórdão”, explicou.

Durante o recesso, presidente e vice-presidente se revezam no comando do Tribunal. Barbosa deverá ficar no primeiro período, que começa na quinta-feira (20), e Ricardo Lewandowski assume até o início de fevereiro. Ainda não há previsão de quando o procurador-geral irá apresentar a petição sobre as prisões.

(Agência Brasil)

Cid articula solidariedade a Lula

64 6
O governador Cid Gomes (PSB) começou a articular, ainda no domingo passado, visita de apoio de governadores a Lula, como forma de desagravo pelas críticas e acusações que vêm sendo feitas ao ex-presidente pelo notório Marco Valério.
Cid estará em Brasília nas próximas horas para tomar parte nas articulações em defesa da derrubada do veto da presidente Dilma Roussef à matéria que define novos critérios para a distribuição dos royalties entre os Estados. Evidentemente, Cid encontrará governadores na ocasião, sendo provável que esse encontro com Lula já ocorra nesta quarta-feira.

TRE confirma vitória de Galeno Taumaturgo em Reriutaba

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral decidiu, nesta noite de segunda-feira, 17, confirmar a vitória do médico Galeno Taumaturgo (PSB) para prefeito de Reriutaba (Zona Norte). Havia questionamento por parte do Ministério Público Eleitoral sobre possível uso da máquina pública em favor de Galeno.

A diplomação de Galeno Taumaturgo deverá ocorrer nesta quarta-feira, 19.

Polícia prende jovem que matou adolescente dentro do ônibus

A Polícia prendeu na noite desta segunda-feira (17), no terminal da Messejana, o jovem Francisco Régis Fernandes Sousa, 18, que na última quinta-feira (13) teria assassinado a tiros um adolescente de 17 anos, no interior do ônibus que fazia a linha Messejana/Passaré.

Segundo o acusado, o crime foi motivado por ameaças que ele recebia da vítima. “Ele contou que era ameaçado de morte, por telefone, por parte da vítima. Então efetuou os disparos quando encontrou a vítima no ônibus”, disse para o Blog o major Wilson Melo, que comandou o cerco policial no terminal de Messejana.

“Não, não. Ele está dizendo que não encontrou a vítima. Mas que foi procurar a vítima no ônibus”, corrigiu o major.

O acusado contou ainda que não entrou em discussão com a vítima, que avistou o adolescente no ônibus lotado e efetuou cinco disparos. Dois atingiram a cabeça e outro o pescoço da vítima. A esposa do adolescente estava ao lado do marido. Uma mulher foi baleada na perna.

O acusado foi conduzido à Divisão de Homicídios, no bairro de Fátima.

Sarney torce por consenso entre STF e Câmara sobre cassação de mensaleiros

83 2

“O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse hoje (17) esperar que até a publicação do acórdão da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, os Poderes Judiciário e Legislativo encontrem uma saída harmônica para o destino dos deputados condenados. Hoje, o STF decidiu que os parlamentares que foram condenados no julgamento do mensalão deverão perder automaticamente seus mandatos. A Câmara dos Deputados ainda não abriu processo para a cassação dos mandatos e o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), já declarou que cabe à Casa decidir sobre o futuro dos condenados.

“Eu acho que qualquer divergência entre os três Poderes da República não ajuda o país. Como esse acórdão só vai ser publicado no ano que vem, espero que até lá seja encontrada uma solução que evite a desarmonia entre os Poderes”, disse Sarney, que também é presidente do Congresso Nacional.

Mais enfático que o presidente do Senado, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) defendeu que a Câmara declare a perda dos mandatos dos deputados condenados. Segundo ele, a Constituição determina que, em caso de condenação criminal, a Casa a qual pertencer o parlamentar deverá apenas declarar a perda do mandato. No caso em questão, o senador considera que não há necessidade de abertura de processo de cassação. “A Mesa [Diretora] declara. Ela não cria um direito, apenas declara um direito já existente e reconhecido pelo Supremo Tribunal Federal”, disse o senador.

Na opinião dele, cabe ao presidente da Câmara tomar a decisão de cassar os mandatos, ainda que ele prefira aguardar a publicação do acórdão. “O presidente de um Poder que não acatar a Constituição está sujeito a crime de responsabilidade”, declarou. Por placar de 5 votos a 4, o STF entendeu que a decisão de cassar os mandatos não cabe ao Congresso Nacional, pois as Casas Legislativas só devem ratificar o entendimento do Tribunal. A decisão só deve ser cumprida quando transitar em julgado, ou seja, quando não houver mais possibilidade de recursos. Três deputados federais condenados no mensalão serão diretamente afetados: João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT).”

(Agência Brasil)