Blog do Eliomar

Últimos posts

Candidatos majoritários do PSOL dão prova de organização

A campanha dos candidatos majoritários do PSOL está dando prova de muita organização. O partido pode até não recursos e a infraestrutura das grandes legendas, mas vem buscando marcar presença em uma série de atos na Capital e no Interior.Confira:

Terça-feira (14/08):

19h – Mulheres com Karina e Raquel: Roda de Conversa das candidaturas majoritárias feministas (Fortaleza – Praça da Gentilândia)

Quarta-feira (15/08):

9h – Primeiro ato da Marcha Contra o Racismo e Discriminações às Religiões de Matrizes Africanas e Indígenas (Fortaleza – Praia do Futuro)

16h – Segundo ato da Marcha Contra o Racismo e Discriminações às Religiões de Matrizes Africanas e Indígenas (Fortaleza – Praia de Iracema)

18h – Roda de Conversa com apoiadores (Fortaleza – Serviluz)

20h30 – Participação junto com Raquel Lima em bate-papo ao vivo pela internet do deputado Renato Roseno (Fortaleza – transmissão pelo Facebook)

Quinta-feira (16/08):

7h – Café da Manhã de Abertura da Campanha (Fortaleza – Mercado São Sebastião, Centro)

9h – Caminhada de Abertura da Campanha (Fortaleza – concentração na Praça Coração de Jesus, Centro)

14h – Participação em bate-papo ao vivo do Jornal O Povo (Fortaleza – transmissão pelo Facebook)

16h – Bandeiraço no cruzamento das avenidas 13 de maio e Universidade (Fortaleza – Benfica)

18h30 – Caminhada pelo Benfica (Fortaleza – concentração na Praça da Gentilândia, Benfica)

Sexta-feira (17/08):

9h – Lançamento de candidaturas (Morada Nova – Bairro 2 de Agosto)

12h – Entrevista em rádio local (Morada Nova)

19h – Lançamento da candidatura a deputado estadual de Ismael Lima (Senador Pompeu – Instituto Trilhas de Arte, Cultura e Cidadania, Centro)

Sábado (18/08):

9h – Caminhada pelo Centro com o candidato a deputado federal Edmilson Barbosa (Tauá – Centro)

15h – Lançamento das candidaturas negras da Frente de Esquerda Socialista (Fortaleza – Sede do PSOL)

Domingo (19/08):

9h – Bandeiraço na Praia do Futuro (Fortaleza – Praia do Futuro)

Segunda-feira (20/08):

7h – Ocupa Benfica: bandeiraço no cruzamento das avenidas 13 de maio e Universidade (Fortaleza – Benfica)

10h – Reunião da Coordenação de Campanha (Fortaleza – Centro)

12h – Almoço com apoiadores (Fortaleza – Montese)

14h – Reunião com todas as candidaturas da Frente de Esquerda Socialista (Fortaleza – Sede do PSOL)

18h – Reunião com apoiadores (Fortaleza – Sede do PSOL)

21h – Bate-papo ao vivo sobre a campanha (Fortaleza – transmissão pelo Facebook)

(Foto – PSOL)

Ciro quer debate antes de propor reformas previdenciária e tributária

Ao participar de um evento promovido por empresários ligados à União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs), nesta terça-feira (13), o candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, destacou que os problemas brasileiros não vão se resolver se o país continuar crescendo apenas 2% ao ano e mantiver “a pior distribuição de renda do planeta”.

Resolver o endividamento das famílias e do setor empresarial, atrair o investimento privado e melhorar a eficiência do setor público foi o caminho sugerido pelo candidato.

Para melhorar a eficiência do Estado, Ciro defendeu, nos seis primeiros meses de governo, um grande debate com a população sobre as reformas da Previdência e tributária, com apoio das universidades. Para o candidato, é preciso um redesenho do pacto federativo e a reforma tributária para melhor distribuição dos impostos. Ele disse que pretende adotar melhores práticas, como a cobrança de impostos sobre mercadorias no destino (hoje são cobrados na origem) e a fusão de tributos.

Na área de urbanismo, o candidato quer aumentar a participação das prefeituras e governos estaduais em programas como o Minha Casa, Minha Vida. Na visão do pedetista, com um déficit de 6 milhões de habitações, a infraestrutura necessária para os programas de moradia não pode ser responsabilidade apenas do governo federal. A ideia é que estados e prefeitura assumam, sem ônus para o morador, a infraestrutura dos conjuntos habitacionais, que chega a 20% do custo da obra. Segundo Ciro, isso vai garantir a regularidade nos pagamentos dos mutuários.

Questionado sobre segurança nas fronteiras, Ciro defendeu a criação de uma guarda nacional de fronteiras ostensiva e, segundo ele, essencialmente tecnológica. Pela proposta, a Polícia Federal (PF) não teria mais responsabilidade nessas regiões.

Na saúde, Ciro afimrou que os principais problemas são o subfinanciamento e a má gestão. Para o candidato, é preciso universalizar a atenção básica, com a formação de médicos generalistas, além de sistematizar a entrega de remédios, a realização de exames especializados e de cirurgias eletivas. “No Ceará, criamos policlínicas, com marcação de exames pelos próprios médicos. Quero trazer essa experiência para o [âmbito] nacional”, disse.

Além de Ciro, na parte da manhã, foram ouvidos os candidatos Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB). A partir das 15h, confirmaram presença no Diálogo Unecs os candidatos do PSDB, Gerado Alckmin, e Fernando Haddad, candidato a vice-presidente na chapa do PT, encabeçada pelo ex-presidente Lula, que foi convidado, mas está preso em Curitiba.

(Agência Brasil)

Cenários do setor automotivo e seus desafios no Ceará

Com o título “Cenários do setor automotivo e seus desafios no Ceará”, eis artigo de Ranieri Leitão, presidente da Autop 2018, do Sincopeças Brasil e Sistema Ceará. Ele aborda um segmento que, a partir desta quarta-feira, ganhará destaque em feira no Centro de Eventos. Confira:

Com o mercado automobilístico engatado no Ceará após dois duros anos de queda na procura, mais de 20 mil novos carros passam a circular no Estado. A partir desse crescimento, abre-se espaço para positivas expectativas, não só para o mercado direto de venda de automóveis, mas para as diversas áreas relacionadas ao setor, como o segmento de autopeças.

Em efeito dominó, a demanda por carros novos reflete inteiramente no comércio de carros usados, agitando ainda mais as atividades da área automotiva na parte de reparação. Hoje nosso Estado é responsável pelas melhores e maiores distribuidoras de autopeças do Norte e Nordeste. Isso garante enorme representatividade para nossa economia e importante atuação para destaque no cenário econômico em nível nacional, o que nos atribui diversas responsabilidades.

Com esse olhar para o amanhã, o foco vem se direcionando cada vez mais para a melhoria dos processos de gestão e do conceito de modernidade, tecnologia e consciência socioambiental. Na 16ª edição da Feira Nacional de Autopeças, Motopeças, Equipamentos e Serviços – Autop 2018, por exemplo, o grande destaque é a Oficina Verde Virtual. O espaço, desenvolvido em parceria com o Sebrae, proporcionará uma vivência, através da realidade aumentada, onde serão apresentados detalhes necessários para um empreendimento obter a certificação ambiental.

Percebendo também a relevância social e econômica da fatia que emprega mais de 31 mil profissionais apenas no município de Fortaleza, o SSA enxerga a necessidade de contribuir com a qualidade do serviço ofertado. Com o intuito de mudar o perfil da mão de obra do setor, projeto do Instituto Autop, vem para suprir a carência de profissionais para que acompanhem os desafios da atualidade.

O novo é agora! Além da necessidade de estarmos preparados para atuar num mercado cada vez mais competitivo, veloz e crítico, as transmutações do planeta devem abrir nossos olhos para nossas ações enquanto sociedade. Precisamos – e vamos – mostrar ao mundo a importância de agir com respeito, com o ser, com o planeta.

*Ranieri Leitão

opovo@opovo.com.br

presidente da Autop 2018, do Sincopeças Brasil e Sistema Ceará.

Camilo anuncia pelo Facebook concurso para a Polícia Civil com 1.496 vagas

O governador Camilo Santana (PT) anunciou na tarde desta terça-feira (14) o concurso público para a Polícia Civil, com 1.496 vagas. Segundo Camilo, as provas deverão ser realizadas ainda este ano.

“Queremos a melhor Polícia Civil do Brasil”, idealizou o governador, ao apontar que o aumento do efetivo estava previsto desde 2015, diante do Plano de Governo.

(Foto: Arquivo)

Edson Fachin libera para julgamento recursos sobre prisão de José Dirceu

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento um recurso do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil), no qual o político pretende assegurar sua liberdade enquanto recorre aos tribunais superiores de sua condenação em segunda instância na Lava Jato.

Em 26 de junho, Fachin havia pedido vista do processo, quando já havia se formado maioria de três votos a favor de que Dirceu fosse solto. Mesmo com o pedido de vista, a Segunda Turma do STF decidiu conceder um habeas corpus de ofício (sem ser provocada) ao ex-ministro, por 3 a 1.

O entendimento foi o de que os recursos do ex-ministro a instâncias superiores têm “plausibilidade jurídica”, motivo pelo qual ele deveria ter assegurado o direito de recorrer em liberdade. Desse modo, foi suspensa a execução da pena de 30 anos imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) contra Dirceu.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu do habeas corpus de ofício concedido a Dirceu. No recurso, um embargo, ela escreveu que a liberdade do político “gera descrença no processo legal”.

Em contra-argumentos, a defesa de Dirceu disse que a PGR persegue o político e não age em nome do interesse da sociedade. “Não se trata de nenhuma questão envolvendo direitos difusos ou coletivos, mas apenas da liberdade de uma pessoa determinada – que aliás, desde que foi solta, permanece no país, aguardando o resultado de seu julgamento”, escreveram os advogados.

Com a devolução da vista de Fachin, o caso deve voltar a ser analisado em breve pela Segunda Turma. É possível que Dirceu volte a ser preso, se houver alguma mudança de entendimento entre os ministros que votaram a favor da libertação do político – Dias Toffoli (relator), Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. O quinto ministro a compor o colegiado, Celso de Mello, ainda não se manifestou no caso.

(Agência Brasil)

Prefeito entrega Largo Dom Lustosa reformado

Nesta terça-feira (14), às 16 horas, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai entregar o Largo Dom Lustosa, situado na Rua São José, no trecho entre as ruas Sobral e Rufino de Alencar, no Centro. Tudo requalificado pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). A rua agora passa a ser um novo espaço de convivência e lazer para os moradores e visitantes do Centro de Fortaleza, informa o gestor.

A via possui aproximadamente 2 mil m² de área, totalmente urbanizada com piso industrial e passeio com nivelamento da rua em relação às calçadas da Catedral e do Paço Municipal. No local, foi feita ainda a reforma dos pisos que passaram a contar com sinalização podotátil, nova iluminação, projeto paisagístico e mobiliários urbanos que estimulam a permanência e a convivência das pessoas no espaço. No local foram criadas ainda 12 vagas de estacionamento de uso exclusivo do Paço e duas guaritas da Guarda Municipal.

O local ganhou paraciclos, balizadores, lixeiras seletivas, floreiras e gradis. O projeto executou ainda o plantio de mudas de árvores das espécies sibipiruna, ipê amarelo e ipê roxo, além de arbustos ornamentais. O custo foi da ordem de R$ 500 mil.

(Foto – Divulgação)

Ex-detento da Lava Jato pede autógrafos a japonês da federal

420 1

Newton Ishii, o japonês da federal, tomou um susto durante o lançamento de sua biografia, “O Carcereiro”, em São Paulo. Entre as pessoas que aguardavam para pegar um autógrafo de Ishii e do autor do livro, Luis Humberto Carrijo, estava Flávio Henrique Macedo.

Segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online, era um dos muitos personagem de colarinho branco que o japonês da federal conheceu no trabalho.

Acusado de usar suas empresas para repassar propina a José Dirceu, Macedo foi preso em 2016, quando se aproximou de Ishii, e solto no final do ano passado.

Setor de serviços cresce 6,6% em junho

O volume do setor de serviços fechou o mês de junho com crescimento de 6.6% em relação a abril (livre de influências sazonais), registrando a maior expansão da série histórica iniciada em 2011. O resultado foi divulgado hoje (14), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e reverte a queda de 5% registrada em maio – quando ocorreu a greve dos caminhoneiros.

Mesmo com o crescimento de junho frente a maio, o setor de serviços fecha os primeiros seis meses do ano negativo em 0,9%, inferior à queda acumulada até maio, que era de -1,3%. Em relação a junho de 2017 (sem ajuste sazonal), o volume de serviços avançou 0,9%, registrando a segunda taxa positiva do ano nessa comparação.

O acumulado nos últimos 12 meses passou de -1,6% em maio para -1,2% em junho, mantendo a trajetória ascendente iniciada em abril de 2017, quando a taxa era negativa em 5,1%.

Atividade de transportes puxa crescimento

A expansão de 6,6% no setor de serviços de maio para junho reflete o avanço em quatro das cinco atividades pesquisadas pelo IBGE, no âmbito da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), e foi puxado, principalmente, pelo setor de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correios, que cresceu 15,7% em junho, eliminando a perda de 10,6% de maio, “representando a expansão mais intensa da série histórica”, disse o IBGE.

O segmento de transporte terrestre também alcançou a maior taxa da série ao crescer 23,4% em junho, impulsionado pelo aumento na receita das empresas de transporte rodoviário de carga, que representam 59,7% dos transportes terrestres.

Os demais resultados positivos vieram dos ramos de serviços de informação e comunicação (expansão de 2,5%), de outros serviços (3,9%) e de serviços profissionais, administrativos e complementares (0,4%).

A única exceção entre as cinco atividades foi a de serviços prestados às famílias que recuaram 2,5% e assinalaram a segunda taxa negativa seguida, acumulando perda de 3,8%.

Ainda na série com ajuste sazonal, a média móvel trimestral subiu 0,8% frente ao mês anterior, recuperando parte da perda verificada no trimestre encerrado em maio (-1,4%).

Primeiro semestre

A queda de 0,9% no resultado acumulado no primeiro semestre do ano, frente a igual período de 2017, reflete taxas negativas em três das cinco atividades e em 58,4% dos 166 tipos de serviços analisados.

Entre as atividades, os serviços de informação e comunicação e os profissionais, administrativos e complementares tiveram os principais impactos negativos sobre o índice global. No primeiro caso, a queda foi de 2,0% e, no segundo, de 2,1%.

Resultados regionais

Regionalmente, o crescimento de 6,6% no setor de serviços de maio para junho deste ano reflete expansão em 22 dos 27 estados.

Dentre os resultados positivos, o destaque é para São Paulo, o principal parque fabril do país, com crescimento de 4,6% na série dessazonalizada – a alta mais intensa desde o início da série histórica iniciada em janeiro de 2011.

Outros resultados positivos vieram de Minas Gerais, com crescimento significativo (9,8%); Paraná (10,1%); Rio de Janeiro (3,6%); Mato Grosso (22,6%); e Bahia (9,7%), todos revertendo as quedas de maio em função da paralisação dos caminhoneiros.

Já em relação a junho de 2017, o aumento do volume de serviços no Brasil (0,9%) foi acompanhado por apenas 8 das 27 unidades da federação, com São Paulo (1,7%), Rio de Janeiro (3,8%), Minas Gerais (3,5%) e Distrito Federal (5,9%) exercendo os principais impactos positivos.

Já os impactos negativos mais importantes ficaram com o Ceará (-8,5%), Rio Grande do Sul (-2,8%), Paraná (-2,3%) e Espírito Santo (-8,0%).

Atividades turísticas

O índice de atividades turísticas avançou 1,0% na passagem de maio para junho de 2018, recuperando parte da perda de 1,6% registrada no mês anterior.

Regionalmente, sete das doze unidades da federação acompanharam o movimento de crescimento, com destaque para São Paulo que, ao avançar 2,7% no mês, acumulou ganho de 15,4% entre março e junho.

Outros impactos positivos vieram do Rio de Janeiro (1,0%) e Distrito Federal (4,7%). As atividades turísticas de Paraná (-3,1%) e Santa Catarina (-2,7%) mostraram os recuos mais importantes, com ambos acumulando perda de 5,9% nos dois últimos meses.

(Agência Brasil)

Fortaleza deve receber Zona Econômica de Alta Tecnologia

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

Fortaleza deve receber a Zona Econômica de Alta Tecnologia (Zeat). Há entendimentos avançados entre a Coworking Serviços Compartilhados Ltda, empresa responsável pelo projeto no Brasil, e a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura (Citinova).

A Zeat trabalha em parceria com empresas e universidades americanas e brasileiras, oferecendo mentoria em negócios e tecnologia. Já há conversas com investidores para a criação de um fundo privado (o FA-ZEAT), com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico.

(Foto – Roniere Almeida)

Plano de governo de Bolsonaro apregoa reforma da previdência, reforma tributária e privatizações

O candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, decidiu apresentar um plano de governo enxuto à Justiça Eleitoral. Segundo a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta terça-feira, o documento vai elencar as diretrizes do programa elaborado pelo economista Paulo Guedes, guru do capitão da reserva.

O texto vai defender, por exemplo, um pacto federativo, reforma da Previdência, reforma tributária e privatizações. Metas detalhadas, traçadas com base em projeções de Guedes, não foram colocadas no papel.

(Foto – Reprodução de TV)

A volta do cipó no lombo de Jorginho

270 1

Com o título “A volta do cipó no lombo de Jorginho”, eis comentário feito, nesta terça-feira, na Rádio O POVO/CBN, pelo jornalista Juca Kfouri, acerca da demissão do técnico Jorginho, aquele que alegou problemas particulares para abandonar o Ceará. Confira:

O técnico Jorginho foi demitido ontem do Vasco depois de apenas dez jogos com quatro vitórias, um empate, cinco derrotas e eliminação na Copa Sul-Americana. Com isso o auxiliar de Dunga na Copa do Mundo de 2010 vai acumulando fracassos e sente na pele a dor da infidelidade.

Contratado pelo Ceará no dia 21 de maio passado, ele ficou durante apenas 15 dias e três derrotas no clube nordestino quando alegou problemas pessoais e pediu demissão no dia 4 de junho. Eis que no dia seguinte assinou com o Vasco e agora recebe do clube cruzmaltino o mesmo tratamento que dispensou ao cearense.

O tempo a mais que durou em São Januário se deve ao período de um mês desfrutado com a interrupção do Campeonato Brasileiro na Copa do Mundo. Melhor retrato da mediocridade do futebol brasileiro é impossível.

Treinadores tratam os clubes com o mesmo desrespeito com que são tratados. E quem sofre com isso são os torcedores.
Aguardemos para saber quem será o próximo clube a desrespeitar Jorginho ou a ser desrespeitado por ele.

*Juca kfouri

Jornalista.

(Foto – Matheus Dantas, O POVO)

CAACE leva benefícios a subsecções de cinco municípios

O presidente Erinaldo Dantas abriu, nessa segunda-feira, a programação de encontros na Subsecção de Itapipoca, onde fez um balanço da gestão detalhando todas as iniciativas e projetos implantados, bem como aqueles que estão previstos para os próximos meses. Na oportunidade, foram colocados à disposição dos advogados e advogadas serviços gratuitos como vacinação, massoterapia, dentre outros. A mesma agenda será cumprida nas subsecções de Crateús, nesta quarta-feira, 15, às 9 horas, e de Canindé, na quinta-feira, 16, às 14 horas.

Nesta terça-feira, o presidente da CAACE estará em mais dois municípios inaugurando Salas de Apoio que receberam móveis e equipamentos como computadores, impressoras e scaners. As salas funcionarão nos fóruns das cidades de Uruoca e Reriutaba, onde as inaugurações acontecerão às 9 e 15 horas, respectivamente.

Para o presidente Erinaldo Dantas, a iniciativa “é muito importante por ser mais uma oportunidade para mostrar o que a gestão tem feito e, ao mesmo tempo, ouvir a categoria, sempre com foco na principal missão da CAACE de proporcionar melhores condições de trabalho.”

VAMOS NÓS – Erinaldo Dantas é um dos pré-candidatos a presidente da OAB do Ceará.

TCE alerta prefeitos e presidentes de Câmaras Municipais sobre envio de relatórios

Alô, senhores prefeitos e presidentes de Câmaras Municipais, Os senhores têm até esta terça-feira para enviar ao Tribunal de Contas do Ceará dois relatórios exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os prefeitos precisam remeter o Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) do terceiro bimestre deste ano, enquanto so dirigentes dos Poderes Municipais com menos de 50 mil habitantes devem entregar o Relatório de Gestão Fiscal (RGF) do primeiro semestre do atual exercício.

Os documentos, segundo a assessoria de imprensa do TCE,  necessitam conter informações que possibilitem a análise sobre determinados aspectos da gestão municipal, como o atendimento a percentuais constitucionais de gastos com educação e saúde bem como os limites de gastos com pessoal.

No RGF os gestores devem apresentar demonstrativos de despesa com pessoal, da dívida consolidada líquida, das garantias e contragarantias de valores, das operações de crédito, da disponibilidade de caixa e dos restos a pagar e, também, um demonstrativo simplificado do referido relatório.

Já o RREO contempla vários demonstrativos, dentre eles o balanço orçamentário e os seguintes demonstrativos: da execução da despesa por função/subfunção; da receita corrente líquida; das receitas e despesas previdenciárias do regime próprio de previdência dos servidores públicos; do resultado nacional; dos restos a pagar por Poder e órgão; de receitas e despesas com manutenção e desenvolvimento do ensino; de receitas de operações de créditos e despesas de capital; da projeção atuarial do regime próprio de previdência dos servidores; da receita de alienação de bens e outros ativos e respectiva aplicação; de parcerias público-privadas e da receita de impostos líquidos e das despesas próprias com saúde.

DETALHE – O não cumprimento do prazo pode ensejar a aplicação de multas bem como acarretar a suspensão do recebimento de transferências voluntárias do Estado ou da União.

Partido Novo vai pedir a impugnação da candidatura de Lula

O Partido Novo já prepara um pedido de impugnação da candidatura do ex-presidente Lula. A sigla vai apresentá-lo assim que o Tribunal Superior Eleitoral publicar o registro do PT. Segundo informa a Folha de S.Paulo, por meio da Coluna Painel, desta terça-feira, a peça dirá que a presença do petista na disputa é inconstitucional.

O Novo sustenta sua tese no artigo 77 da Constituição e diz que este trecho deveria vedar a participação de Lula no pleito, mesmo sub judice. Não cabe comparação com outros casos, diz a sigla, porque o cargo de presidente tem tratamento diferenciado no texto constitucional.

O pedido do Novo pode levar o debate sobre o caso de Lula para o STF.

Mesmo com Lula preso, o PT avisa que oficializará a candidatura

(Foto – Lula Marques, da Agência PT)

Ciro, Camilo e as obras paradass

Acquario Ceará, que deve ser concluído pelo Grupo M. dias Branco.

Da Coluna Política, do O POVO, assinadas pelo jornalista Érico Firmo, eis o tópico “Ciro, Camilo e as obras paradas”. Confira:

Além da proposta de limpar o nome de devedores no SPC, Ciro Gomes (PDT) também falou, no debate da TV Bandeirantes, sobre obras paradas. Oportuno que trate disso no âmbito nacional, porque há muito a discutir no Ceará. Coisa do tempo em que o irmão de Ciro e candidato a senador, Cid Gomes (PDT), era governador. Obra que parou porque começou sem garantias, sem viabilidade.

Em um dos casos, mal dá para dizer que é obra parada. Porque a Linha Leste do metrô nem começou de fato. Certo, houve gasto de centenas de milhões nos enferrujados “tatuzões”. Mas não se fez nada além de degradar algumas áreas públicas isoladas para a obra, que passaram anos fechadas e sem receber um tijolo.

Outro caso foi o Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. Cid inaugurou, mas o equipamento levou inacreditáveis três anos até começar a funcionar parcialmente.

E há o caso do aquário da Praia de Iracema. Sobre esse, finalmente há promessa de pelo menos encaminhar solução. O grupo M. Dias Branco assumirá a obra. Não há detalhes ainda sobre os termos da parceria.

Há mais de ano, Camilo queria que a iniciativa privada assumisse o investimento. Aliás, nunca ficou claro por que cargas d’água coube ao poder público o empreendimento. O fato é que empresários duvidavam da viabilidade.

Do que se sabe, o grupo resolveu assumir porque receberá, também, possibilidades de explorar do ponto de vista imobiliário aquela fatia da Praia de Iracema. Claro, o grupo não entraria nessa a troco de nada. Porém, para desempacar um investimento público que se revelou equivocado, é entregue à iniciativa privada a possibilidade de manejo de área tão valiosa para Fortaleza.

(Foto – Fábio Lima)

Aposentados começam a receber neste mês a primeira parcela do 13º

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber, ainda este mês, a antecipação da primeira parcela do abono anual, o décimo-terceiro salário. O depósito do benefício será feito na folha do INSS, entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, conforme a Tabela de Pagamentos de 2018.

Terão direito à primeira parcela do abono anual 30 milhões de beneficiários. O governo federal estima que a antecipação vai injetar na economia aproximadamente R$ 20,6 bilhões, nos meses de agosto e setembro. A primeira parcela corresponde a 50% do valor do décimo terceiro.

Não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) na primeira metade do abono. De acordo com a legislação, o IR sobre o décimo terceiro somente será cobrado em novembro e dezembro, quando for paga a segunda parcela.

Aposentados e pensionistas receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Quem recebe

Por lei, tem direito ao décimo terceiro quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. No caso de auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do abono anual será proporcional ao período recebido.

Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada (BPC), da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV) não têm direito ao abono anual.

(Agência Brasil)

Ex-craque Jardel vira empresário da área esportiva

636 2

O ex-jogador Jardel vai lançar, durante entrevista ao Programa do Benja, na Fox Sports, sua empresa MJJ Sportes, voltada para a realização de eventos esportivos e representação e agenciamento de atletas. Ele seguiu para o Rio de Janeiro, tendo ao lado o seu assessor, Paulo Jucá.

A empresa, de acordo com Jardel, está de vento em popa trabalhando. Negociou, inclusive, nesta semana, jogadores como Itaitinga, que atuará no futebol da Suiça, e Dudu, que foi para o Grêmio. São jovens atletas promissores, garante o agora empresário.

Jardel quer implantar em Fortaleza uma escolinha do Grêmio.

*Conheça mais sobre Jardel aqui.

(Foto – Paulo MOska)

Banco Central – Foragido é preso 13 anos depois

634 2

Um integrante do grupo que assaltou o Banco Central em Fortaleza em 2005 foi preso, nesta terça-feira, pela Polícia Militar do Distrito Federal. Adelino Angelim de Sousa Neto, conhecido como “Amarelo”, de 36 anos, foi localizado após denúncia anônima. Ele tinha um mandado de prisão em aberto e era considerado foragido. A informação é do Portal G1.

Na casa dele, no Paranoá, a polícia encontrou uma pistola calibre .380, com 12 munições. Ele estava em casa com a mulher e a filha no momento da prisão. Ele não reagiu.

Adelino será levado para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) ainda nesta terça-feira, onde aguardará a audiência de custódia antes de ser levado ao Complexo Penitenciário da Papuda.

(Foto – Divulgação)