Blog do Eliomar

Últimos posts

Pesquisa diz que Célio Studart é o parlamentar cearense com maior presença nas rede sociais

O deputado federal Célio Studart (PV) é o parlamentar cearense mais influente nas redes sociais, segundo pesquisa da FSB influência Congresso (prazer!). Divulgado recentemente, o levantamento avalia o desempenho dos congressistas nas redes sociais.

Além do Facebook e Twitter, a pesquisa levou em consideração a atuação e a performance dos deputados e senadores no Instagram, rede social que mais cresceu nos últimos anos no Brasil.

Atualmente, Célio tem 120 mil seguidores no Instagram e mais 650 mil no Facebook, números esses com crescimentos diários. Ele aparece em 49º lugar em uma lista com 577 parlamentares (deputados e senadores) e em 39º se considerada apenas a Câmara, que tem 513 deputados.

MEC envia nova carta de Vélez à rede de ensino

O Ministério da Educação (MEC) informou na manhã de hoje (26) que será enviada uma mensagem às escolas com uma nova carta do ministro Ricardo Vélez, sem o slogan da campanha presidencial. Segundo a nota do MEC, a gravação da execução do Hino Nacional deve ser precedida de autorização legal da pessoa filmada ou de seu responsável. Diz ainda que as imagens serão selecionadas “para eventual uso institucional”.

O ministro confirmou que a mensagem foi alterada e que o slogan não consta mais na carta. “Eu percebi o erro e tirei essa frase. Tirei a parte correspondente a filmar sem autorização dos pais”, disse o ministro, acrescentando que se algo for publicado será com a autorização dos responsáveis.

Ontem (25), em nota, o MEC confirmou que enviou mensagem às escolas brasileiras pedindo que fosse lida, voluntariamente, uma carta de Vélez. Além disso, o ministro pediu, caso desejassem, que estudantes, professores e funcionários cantassem o Hino Nacional. Tudo poderia ser gravado e enviado ao MEC e à Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República.

A mensagem do ministro terminava com o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro: “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”.

Vélez participa nesta terça-feira de audiência pública no Senado Federal. A audiência começou por volta das 11h30. Vélez chegou ao local com antecedência e falou com jornalistas.

Em nota, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que reúne os secretários estaduais, disse que a ação “fere não apenas a autonomia dos gestores escolares, mas dos entes da federação. O ambiente escolar deve estar imune a qualquer tipo de ingerência político-partidária”.

(Agência Brasil)

Crianças internadas em hospital ganham Bailinho de Carnaval

Crianças internadas no Hospital Regional da Unimed, em Fortaleza, vão ganhar um Bailinho de Carnaval a partir das 15 horas desta quarta-feira.

A festa acontecerá na área comum do Setor de Pediatria (4º andar), com a programação incluindo oficina de máscaras para as próprias crianças confeccionarem seus adereços, animação com a Trupe do Riso, além de muita música, confete e decoração temática.

Segundo a psicóloga da Pediatria do HRU, Aline Garcia, o bailinho é uma forma “de amenizar o estresse hospitalar de quem está há muitos dias internado”.

(Foto – Divulgação)

MEC libera R$ 1,574 bilhão para instituições federais de ensino do País

O Ministério da Educação liberou R$ 1,574 bilhão para as instituições federais de ensino do País. Os recursos serão destinados para quase 150 instituições e vão ser aplicados na manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros. A informação é da assessoria de imprensa do MEC.

A maior parte dos valores, R$ 1,091 bilhão, foi repassada às universidades federais e inclui repasses para hospitais universitários. Já a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica recebeu R$ 462,79 milhões. O restante, R$ 19,79 milhões, foi repassado ao Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), ao Instituto Benjamin Constant (IBC) e à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Este repasse representa a primeira liberação de limite de empenho para o ano de 2019 e visa atender a despesas referentes aos meses de janeiro a março de 2019, nos termos do Decreto nº 9.711, de 15 de fevereiro de 2019, que estabelece o cronograma mensal de repasses de recursos do governo federal.

Governo de Bolsonaro tem aprovação de 38,9% dos brasileiros, diz pesquisa CNT/MDA

Uma pesquisa do Instituto MDA encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) aponta: o governo do presidente Jair Bolsonaro é avaliado como ótimo ou bom por 38,9% da população. A pesquisa foi divulgada nesta terça-feira, em Brasília, e se constitui como o primeiro levantamento do tipo realizado pelas entidades na gestão de Bolsonaro, que tomou posse em 1º de janeiro deste ano.

A pesquisa também mediu outros parâmetros nas entrevistas, como o desempenho individual do presidente Jair Bolsonaro, ministros, governadores e prefeitos, além de expectativas futuras.

Avaliação pessoal de Jair Bolsonaro:

Aprovam: 57,5%
Desaprovam: 28,2%
Não sabe/não respondeu: 14,3%
De acordo com a pesquisa, 82,7% dos entrevistados afirmaram ter votado em Jair Bolsonaro nas eleições do ano passado. Destes, 70,4% estão satisfeitos com o voto, enquanto 15,9% estão muito satisfeitos. Outros 7,6% se declararam arrependidos.

Bolsonaro X Michel

Na avaliação de 55,4% dos entrevistados, o governo do presidente está sendo melhor do que o de Michel Temer (MDB). Para 24,3% está sendo igual, e para 8,7%, pior.

Bolsonaro X Dilma

Em relação ao governo de Dilma Rousseff (PT), 55,9% acreditam que Bolsonaro está se saindo melhor. Por outro lado, 19,4% acham que está pior, e 14,5% acham que está igual.

Pesqiuisa

A pesquisa da CNT ouviu 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades federativas nas cinco regiões do país, entre os dias 21 e 23 de fevereiro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Ou seja, a probabilidade de a pesquisa retratar a realidade é de 95%.

(Com Agências)

E tem cearense que vai desfilar seu charme em escola de samba carioca

Hana Maia, Karolina Cardoso e Ingrid Freitas vão desfilar na Sapucaí.

Vários grupos de cearenses já começam a tomar a rota do Carnaval em outros Estados. Segundo funcionários das empresas aéreas, os locais mais procurados são Recife (Olinda), Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. A expectativa é de aumento do fluxo de passageiros até o fim da noite de quinta-feira.

Entre vários grupos, gente que conseguiu vaga para desfilar em escola de samba do primeiro grupo do Rio. É o caso da advogada Hana Maia, da fisioterapeuta Karolina Cardoso e da também advogada Ingrid Freitas.

“Nós vamos sair na Vila Isabel. A emoção é grande!”, contou, antes do embarque, Hana, que é filha do radialista Alexandre Maia, um apaixonados pelo Carnaval do Rio e que, por muitos anos, desfilou em escolas de samba desse Estado.

Maia é amigo pessoal de vários dirigentes das grandes escolas cariocas e por aqui atua na produção de shows e tem programa nas tardes de sábado na Rádio Assunção AM, em clima de Jovem Guarda.

(Foto – Paulo MOska)

Defesa Civil de Caucaia dá assistência a 22 famílias

A Defesa Civil de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) informa que está dando apoio a 22 famílias afetadas pelas fortes chuvas registradas nesse município, no último domingo. São moradores do bairro Conjunto Metropolitano (Picuí) que precisaram ser removidas de suas residências.

Sessenta e cinco pessoas estão temporariamente abrigadas na Escola de Ensino Infantil e Fundamental Antônio Miranda de Melo, onde estão recebendo cobertores, colchonetes, alimentos, vestuários e outros itens de primeira necessidade.

Segundo a Defesa Civil, nas próximas horas, essas famílias devem estar de volta às suas casas, informa o coordenador do órgão, Airton da Silva.

As famílias que perderam tudo na enchente serão beneficiadas com outras medidas da Prefeitura. Cada caso está sendo analisado separadamente pela Defesa Civil em parceria com outras secretarias municipais.

SERVIÇO

*Corpo de Bombeiros – 193

*Defesa Civil – (85) 3342.0718 ou 9.9902.4539.

(Foto – Divulgação)

Governo Bolsonaro tem aprovação de quase 60% dos baianos

523 1

Uma pesquisa exclusiva realizada pelo Instituto Paraná mostra: 57,7% dos baianos aprovam os primeiros dois meses de gestão de Jair Bolsonaro. Só 35,3% desaprovam o governo federal, enquanto 6,9% não sabem ou não quiseram opinar. A informação é da Veja Online desta terça-feira.

A Bahia, bom lembrar, é reduto do PT. Nas últimas eleições, Bolsonaro obteve apenas 27,31% dos votos válidos no estado, enquanto Fernando Haddad (PT) ficou com 72,69%.

(Foto – Agência Brasil)

Crise na Venezuela – General Theophilo evita comentar o assunto

Indagado sobre a participação do Brasil na crise da Venezuela com a chamada ajuda humanitária, o general Guilherme Theophilo, homem experiente que comandou várias missões no Exterior, evita falar no tema: “Isso é com o Ministério das Relações Exteriores”.

O general Theophilo, que é o secretário nacional da Segurança Pública, confirma: dia 3 de março, a Força Nacional deixa o Ceará. “Hoje só temos 70 agentes em operação por aqui”, disse.

(Foto – Fábio Lima)

Comissão do Senado aprova empréstimo para Fortaleza; Tasso pede urgência na votação

A Comissão de Assuntos Econômicos do senado aprovou um empréstimo para a Prefeitura de Fortaleza no valor de US$ 73,3 milhões.

Esse empréstimo foi obtido junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento pela gestão do prefeito RobertoCláudio (PDT) e será aplicado no financiamento parcial do Programa Fortaleza Cidade Saudável.

Durante a aprovação da matéria, o senador tucano Tasso Jereissati apresentou requerimento com pedido de urgência para essa matéria, que deve entrar em votação no plenário do Senado, ainda na tarde desta terça-feira.

(Foto – Agência Senado)

Confiança da indústria atinge maior nível desde agosto, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria, medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), subiu 0,8 ponto de janeiro para fevereiro deste ano e chegou a 99 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Esse é o maior nível do indicador desde agosto do ano passado.

Segundo a FGV, essa segunda alta do ano da confiança do empresário da indústria mostra que o índice se aproxima dos 100 pontos e indica que o setor começa a se afastar do fraco desempenho do segundo semestre de 2018.

A confiança subiu em 12 dos 19 segmentos industriais pesquisados. O Índice da Situação Atual, que mede a confiança do empresário no momento presente, avançou 1,8 ponto, para 98,8 pontos. A avaliação sobre o nível atual dos estoques subiu 4,7 pontos.

Já o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,3 ponto, para 99,2 pontos. A expectativa dos empresários em relação à evolução da situação dos negócios nos seis meses seguintes recuou 2,4 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada subiu 0,4 ponto percentual em fevereiro, para 74,7%, a primeira alta desde setembro de 2018.

(Agência Brasil)

Chove em 60 municípios do Ceará

Choveu em 60 municípios até as 10 horas desta terça-feira no Ceará.

A informação é da Funceme em seu mais recente boletim pluviométrico. Nada de chuva, no entanto, no Sertão Central e em parte dos Inhamuns.

Para esta quarta-feira, a previsão é de céu com nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões.

Confira as 10 maiores chuvas

Acaraú (Posto: Aranau) : 109.0 mm

Ocara (Posto: Ocara) : 37.2 mm

Jijoca De Jericoacoara (Posto: Jericoacoara) : 37.0 mm

Varjota (Posto: Ac. Araras) : 35.4 mm

Santa Quitéria (Posto: Lizie) : 33.0 mm

Granja (Posto: Sambaiba) : 27.0 mm

Catunda (Posto: Catunda) : 26.0 mm

Horizonte (Posto: Horizonte) : 26.0 mm

Santa Quitéria (Posto: Trapia) : 24.0 mm

Ocara (Posto: Açude Batente) : 23.0 mm

Confiança do comércio cai 3,8 pontos em fevereiro, diz FGV

O Índice de Confiança do Comércio, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 3,8 pontos de janeiro para fevereiro. Com a queda, o indicador passou de 103,8 para 100 pontos, em uma escala de zero a 200.

Em médias móveis trimestrais, o índice variou 0,1 ponto, na sexta alta consecutiva. A confiança caiu em oito dos 13 segmentos.

Segundo o coordenador o pesquisador da FGV, Rodolpho Tobler, uma recuperação das vendas de maneira mais intensa ainda depende da melhora expressiva do mercado de trabalho e redução dos níveis de incerteza.

A percepção dos empresários sobre o momento presente, medido pelo Índice de Situação Atual, caiu 1,4 ponto, indo para 93,2 pontos. O Índice de Expectativas, que mede a confiança nos próximos meses, recuou 6,1 pontos, ficando em 106,8 pontos.

Segundo a FGV, em fevereiro houve aumento das reclamações dos empresários com a demanda insuficiente, custo financeiro e virtual estabilidade do fator acesso ao crédito.

(Agência Brasil)

Renascer terá plantão do Hemoce

O Hemoce estará dando plantão durante o Renascer, o retiro de Carnaval promovido pela Comunidade Católica Shalom. Vai realizar a coleta de sangue de doadores e cadastro para doação de medula óssea, informa a assessoria do evento, que ocorrerá de 3 a 5 de março próximo, no Ginásio Paulo Sarasate.

Ano passado, foram coletadas 297 bolsas, superando 2016 que arrecadou 281 e 2017 com 223 unidades. Cada bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas. A parceria acontece há 16 anos e chega a 2019 com a meta de arrecadar 300 bolsas de sangue, destacando o compromisso social do Renascer.

DETALHE – O fundador da Comunidade Shalom, Moysés de Azevedo, e a cofundadora, Emmir Nogueira, estarão presentes no encontro, bem como Dom Rosalvo e Dom Júlio, bispos-auxiliares da Arquidiocese de Fortaleza.

Movimentos sociais deflagrarão em março campanha contra a reforma da Previdência

186 1

Movimentos sociais que integram a Frente do Povo Sem Medo começam nesta semana uma grande campanha contra a reforma da Previdência. A informação é da Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Além de atuação nas redes sociais, com divulgação de vídeos, o grupo planeja distribuir cartilhas contra as mudanças, de porta em porta, nas periferias do País.

A linha mestra da campanha é o discurso de que a “reforma é uma covardia contra os pobres” e que a mira dos governantes deveria se voltar para o enfrentamento dos muito ricos.

Para ajudar na campanha, artistas serão chamados a dar corpo ao movimento. Haverá ainda um abaixo-assinado contra a reforma. A ideia é, a partir de março, realizar uma série de manifestações de rua, começando pelo Nordeste.

Editorial do O POVO – “Brumadinho, um mês; Mariana, três anos”

 

Com o título “Brumadinho, um mês: Mariana, Três anos”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira. Confira:

Nesse 25 de fevereiro completou-se um mês da tragédia do rompimento da barragem de rejeitos minerais da empresa Vale, em Brumadinho (MG). Em decorrência do desastre contam-se até agora 179 mortes e 131 pessoas desaparecidas. Morreram ainda animais domésticos e silvestres, sem contar os imensos prejuízos ecológicos, materiais e o sofrimento dos sobreviventes, muitos dos quais perderam parentes, soterrados pela lama.

Destaque-se, nessa calamidade, o trabalho heroico do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, com seus incansáveis homens e mulheres, um alento em meio a tanta tristeza. Eles trabalharam – e continuam – em condições duríssimas, sujeitando-se a condições insalubres, com risco de comprometer a própria saúde. Nunca será demais louvar a notável dedicação e a coragem dessa equipe, que foi além das tarefas próprias da função – o que já seria muito -, transformando a sua obstinada faina em exemplo de solidariedade humana.

Mas a dura realidade impõe dizer que nada disso seria necessário se a Vale houvesse agido com um mínimo de rigor ao fiscalizar as suas barragens. Parece também não ter servido de alerta aos administradores da empresa o rompimento da barragem de Mariana (MG), três anos atrás, quando morreram 19 pessoas. Pelo contrário, desde então, a Vale reduziu em 44% seus gastos com segurança.

Pior ainda – segundo disse à TV Uol Alexandre Vidigal, secretário de Mineração, Geologia e Transformação Mineral, do Ministérios de Minas e Energia -, existem outras 86 barragens a montante (do mesmo tipo de Brumadinho e Mariana, considerado o método menos seguro por especialistas no assunto), que continuam em risco de rompimento.

Sobre a possibilidade de haver outra catástrofe, Vidigal, disse que, com o sistema de segurança hoje existente, não há segurança para dizer “se haverá ou não” outro rompimento. Para ele, o método de controle atual é equivocado, pois “quem contrata o fiscalizador é o fiscalizado”. Segundo o secretário, é preciso “romper a relação que existe entre o empreendedor e o fiscalizador”.

Para Victor Hugo Bicca, diretor-geral da Agência Nacional de Mineração, também em declaração à TV Uol, não há nada errado com o sistema de fiscalização brasileiro, que é o mesmo sistema utilizado em “países do Primeiro Mundo”, disse. Ele dá o exemplo da Austrália, país no qual existiria “confiança muito grande do governo nas empresas e das empresas no governo”.

O problema é que, no Brasil, a prática está mostrando que o sistema não funciona, frente aos prejuízos humanos e materiais que provoca, mesmo porque as multas em caso de desastre são ridículas. Portanto, as autoridades estão obrigadas a buscar uma forma de tratar o assunto de modo a evitar novas tragédias.

(Editorial do O POVO)

Câmara pode ganhar a Frente Parlamentar Armamentista

O deputado federal Loester Trutis (PSL-MS) está recolhendo assinaturas para criar a Frente Parlamentar Armamentista. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta terça-feira, adiantando: ele diz já ter 120 apoios –precisa de 170.

O objetivo da frente é se diferenciar dos colegas que integram a bancada da Segurança Pública (bancada da bala), devendo centrar atuação em temas como posse e porte de armas.

O monopólio da Taurus, principal empresa de produção de armamentos no país, é citado pelo deputado Loester como um tema que estaria entre as prioridades da frente. Ele promete trazer empresas estrangeiras para debater o assunto. A meta é abrir caminho para que esses grupos venham produzir no Brasil.

Eleições na Fiec – Processo sucessório começa depois do Carnaval

286 1

Beto apoia Ricardo Cavalcante na sua sucessão na federação.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta terça-feira:

Definida a data da arrancada do processo sucessório na Federação das Indústrias do Ceará. O presidente da entidade, Beto Studart, mandou publicar edital estipulando o próximo dia 11, a partir das 17 horas, convocando a assembleia geral extraordinária que escolherá os membros titulares e suplentes da comissão eleitoral do pleito 2019.

Essa comissão terá a prerrogativa de marcar a data do pleito, que terá de acontecer 30 dias antes do encerramento do mandato da atual diretoria, que vai até 22 de setembro. Mas cabe a esse organismo, se achar conveniente, marcar qualquer data.

O que se sabe: Ricardo Cavalcante, diretor administrativo, é o nome apoiado pela atual diretoria da Federação.

Outro nome que pode entrar na peleja é o do vice-presidente Alexandre Pereira. Mas, sobre o assunto, Pereira adianta que ainda não definiu se disputa. “O Sistema S precisa passar por reformulação, haja vista o que presenciamos na CNI”.

Recentemente, Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria, chegou a ser preso sob suspeita de fraudes no Sistema S.

Tasso e Ciro voltam a conversar em clima de velhos amigos

Um cafezinho e papo de avôs.

Terceiro colocado na disputa pela Presidência em 2018, Ciro Gomes (PDT) admitiu ontem ter mantido diálogo com o senador Tasso Jereissati (PSDB). Segundo o pedetista, o tucano o convidou para um café cerca de duas semanas atrás.

“Já me emocionei a partir da hora do convite. Cheguei lá e encontrei um velho amigo”, disse à rádio Tribuna Bandnews FM. “Tivemos uma boa conversa de avôs, mostramos as fotografias dos netos um para o outro. E eu fiquei muito feliz.”

O encontro de fato aconteceu, mas ainda em dezembro do ano passado, por iniciativa de Tasso, cuja relação com Ciro se distendeu com a ajuda de um Ferreira Gomes: o também senador Cid, colega de bancada do empresário no Congresso.

Entre os temas do café entre Tasso e Ciro, porém, não estiveram somente elogios mútuos aos netos, mas avaliações preliminares sobre possíveis cenários para as eleições de 2020, conforme O POVO apurou.

Hoje, Tasso é o principal aliado no Ceará do deputado federal Capitão Wagner (Pros), que já anunciou que será candidato à sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). O parlamentar apoiou General Theophilo, então no PSDB, ao Governo do Estado no ano passado.

De acordo com fonte que falou reservadamente, Cid já vinha atuando para dissipar os desentendimentos que haviam restado na relação entre o pedetista e o tucano, que romperam em 2010 após a família de Sobral preterir Tasso em favor de Eunício Oliveira (MDB), lançado ao Senado juntamente com o candidato José Pimentel (PT).

Ambos foram eleitos, impondo ao ex-governador a sua maior derrota eleitoral, após a qual ele disse que deixaria a política para cuidar dos netos.

De lá para cá, sobraram rusgas entre os dois. Em entrevista ao Estadão em setembro de 2018, Tasso chegou a dizer que “o Ciro de hoje é muito diferente do Ciro de ontem” e que o pedetista “traçou o caminho dele, de que eu discordo”.

Em seguida, afirmou que, no Ceará, Ciro estava “sendo profundamente inconsistente e incoerente com sua trajetória política”, referindo-se à presença de Eunício numa aliança informal com Camilo Santana (PT) e o PDT.

A retomada do diálogo entre os dois neste momento levaria em conta o cenário político, as articulações de Wagner e as movimentações de novos atores, como a entrada em cena do empresário Geraldo Luciano, empossado como presidente estadual do Novo.

Líder do PDT na Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado Guilherme Landim avalia com “bons olhos esse diálogo (entre Ciro e Tasso)”. Para ele, todavia, não existe nada sobre entendimento mais amplo entre PDT e PSDB. “Pelo menos não agora”, afirmou.

Segundo o deputado, é natural que o senador tenha procurado Ciro num momento de debate sobre a reforma da Previdência. “Ele é uma pessoa que tem que ser escutada”, disse.

Não foi a mesma reação da também deputada estadual Fernanda Pessoa, do PSDB. Questionada sobre como analisa essa conversa, respondeu: “Fui tomada de surpresa”. A parlamentar acrescentou que havia estado com Tasso há alguns dias e que não chegaram a tratar do assunto. “Vamos aguardar ou tentar falar com ele depois”, finalizou.

(O POVO – Repórter Henrique Araújo/Foto – Arquivo)

Carro de radialista explode em Itapajé

O carro de um radialista do município de Itapajé (Zona Norte) explodiu na noite desta segunda-feira, 25. O caso ocorreu no início da noite, por volta das 18h30min. A Polícia suspeita de que um artefato explosivo tenha sido deixado embaixo do veículo.

Clésio Marques, dono do veículo, locutor e diretor da rádio local Atitude, confirmou o caso em uma postagem em seu Facebook ainda durante a noite da segunda-feira.

Não havia pessoas dentro do veículo quando o fato ocorreu, e ninguém ficou ferido. Não há confirmação sobre o que causou a explosão, que ainda é investigada pela Polícia.

Na postagem, Clésio afirma que o veículo está sendo periciado e que a Polícia Civil analisa o evento. A Delegacia Municipal de Itapajé deve assumir a investigação.

“A única certeza é que houve a explosão e que não há feridos, o resto é especulação”, disse o radialista sobre ter sido alvo de um possível ataque criminoso.

(O POVO Online)