Blog do Eliomar

Últimos posts

PMDB escolhe nesta quinta seu candidato à Presidência do Senado

107 1

Os senadores do PMDB se reúnem no fim da tarde desta quinta-feira (31) para decidir a indicação do partido à disputa da Presidência do Senado. Na reunião, a ser realizada no gabinete da liderança do partido, também será escolhido o novo líder da bancada no Senado.

O novo presidente do Senado Federal será eleito na sexta-feira (1º). O escolhido deverá obter a maioria em votação secreta durante reunião preparatória marcada para as 10h, quando deverão estar presentes pelo menos 41 dos 81 senadores. A eleição ocorrerá em turno único, e só haverá nova votação no caso de se registrar um empate entre dois ou mais candidatos.

O nome do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) tem sido lembrado para concorrer à Presidência do Senado. Os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT) também têm sido mencionados como candidatos. O escolhido deve comandar a Casa nos próximos dois anos.

(Agência Senado)

Governo espera que prefeitos identifiquem famílias para o Bolsa Família e outras programas sociais

96 1

Há, hoje, 23 milhões de famílias inscritas no Cadastro Único do governo federal beneficiadas por programas como o Bolsa Família e Brasil Carinhoso. Não estão incluídos neste benefício 2,5 milhões de pessoas abaixo da linha da extrema pobreza. Para que essas pessoas sejam beneficiadas pelos programas sociais, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) informou, nesta quarta-feira (30), que espera contar com a ajuda dos novos gestores presentes ao  Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

“As prefeituras são fundamentais nesse processo. Indispensáveis para fazermos com que este país seja não apenas um país sem extrema pobreza, mas país com pessoas mais felizes e realizadas”, afirmou o diretor de Inclusão Produtiva do MDS, Luiz Muller.

Alguns gestores aproveitaram o momento para aprender sobre o município que vão administrar. A prefeita de Jaicós (PI), Waldelina Crisanto (PRP), diz que, no município, com 18 mil habitantes (segundo o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE), apenas pouco mais de 200 são cadastrados no Programa Brasil Carinhoso, dirigido a famílias com jovens até 15 anos, que passaram a ser beneficiados com renda mensal per capita superior a R$ 70. Orientada pelo MDS, ela calculou que deve incluir no cadastro pelo menos 5% da população, ou seja, 900 pessoas. “O número de crianças vulneráveis no município não batia com as registradas. Temos uma dificuldade grande em mapear essas famílias”, admitiu.

(Agência Brasil)

TRE rejeita recursos, derruba liminar e confirma cassação de Carlomano

154 5

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) rejeitou, por unanimidade, os embargos de declaração apresentados pela defesa do deputado estadual Carlomano Marques (PMDB). Assim, foi revogada a liminar que mantinha o parlamentar no mandato. O relator foi o juiz Raimundo Nonato Silva Santos.

O TRE-CE irá oficiar a Assembleia Legislativa para que Carlomano perca o mandato imediatamente. Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O motivo da cassação foi reportagem do O POVO, publicada em 21 de setembro de 2010, que mostrava que o então candidato à reeleição na Assembleia era o principal beneficiário de atendimentos médicos feitos pela irmã dele, a médica e vereadora Magaly Marques (PMDB).

As consultas, com direito a atestado médico e encaminhamento para especialistas, eram realizadas dentro do comitê do peemedebista, no bairro Varjota. No atendimento ao então repórter do O POVO André Teixeira, Magaly solicitou dados eleitorais, endereço e telefone ao suposto paciente. Ao final, pediu voto para o irmão.

(O POVO Online)

Déficit da Previdência chega a R$ 42,3 bilhões no ano passado

144 2

A Previdência Social encerrou 2012 com o déficit de R$ 42,3 bilhões, 9% maior do que o de 2011, cujo déficit somou aproximadamente R$ 38,8 bilhões.

O déficit é justificado pela diferença nos ritmos de crescimento da arrecadação. Ao longo do ano, foram arrecadados R$ 283,7 bilhões (alta de 6,4%) e gastos R$ 326 bilhões (alta de 6,7%), somados os benefícios concedidos aos setores rural e urbano.

O saldo negativo ficou além do esperado pela Previdência, que previa déficit entre R$ 38 bilhões e R$ 39 bilhões no final de 2012. Segundo o ministério, a diferença no resultado deverá ser ajustada depois das compensações do Tesouro Nacional com as desonerações nas folhas de pagamento, que não foram feitas até o final de 2012 por falta de dotação orçamentária. As compensações deverão entrar no Orçamento da União de 2013.

A despesa com o pagamento de benefícios previdenciários em 2012 correspondeu a 7% do Produto Interno Bruto (PIB). Para o secretário de políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social, Leonardo Rolim, a despesa tende a crescer com o passar dos anos devido ao envelhecimento da população.

O resultado da Previdência, em dezembro, que considera os setores urbanos e rural, teve saldo positivo de R$ 6,6 bilhões, com R$ 38,6 bilhões em arrecadações e R$ 32 bilhões em despesas. O setor urbano registrou, em dezembro, o melhor resultado desde o início da série histórica, em 2001, com saldo de R$ 25 bilhões. O setor rural, por outro lado, o pior resultado, desde o início da mesma série, com déficit de R$ 67,4 bilhões.

Segundo a Previdência, o déficit rural se deve às recentes políticas de aumento do salário mínimo. Isso porque 99,4% dos benefícios aos segurados rurais equivalem ao mínimo, cerca de 20,2 milhões de pessoas.

A Previdência, em dezembro, alcançou a marca de 30 milhões de benefícios, dos quais cerca de 26 milhões são previdenciários ou acidentários. Os demais são assistenciais. O valor médio pago chegou a R$ 934,77.

No decorrer de 2012, houve crescimento de 4% na concessão de benefícios, com destaques para as aposentadorias por idade (7%) e para os auxílios-doença (6,7%).

(Agência Brasil)

Jericoacoara, o paraíso da exploração

1409 6

jericoacoara

Em artigo no O POVO, nessa terça-feira (29), o escritor e redator publicitário Germano Silveira mostra que em Jericoacoara os “tubarões” atacam nas areias. Confira:

Sem dúvida alguma Jericoacoara é uma das praias mais lindas do mundo. A primeira vez que estive lá foi em 1980. Existia apenas uma vila de pescadores e era conhecida apenas como Serrote pelos locais. E completamente desconhecida da maioria dos fortalezenses.

De tempos em tempos, visito Jeri. Fazia, porém, uns dez anos que não ia à praia e fui agora nas minhas férias. Hoje, Jeri é uma praia internacional repleta de cafés, lojas, hotéis e restaurantes. Um lugar agradável de dia e charmoso à noite.

O vai e vem de turistas é constante e a construção de um aeroporto em Jijoca é uma prova do sucesso dessa praia tão bela. Contudo, qual foi minha surpresa ao ver que o paraíso, atualmente, esconde algo de uma impureza flagrante: a ganância de seus habitantes.

Com gratas exceções, a maioria das pessoas que trabalha em Jericoacoara cobra taxas escorchantes pelos seus serviços. Tudo é caro. Os preços são colocados sem critérios, sem cálculos básicos de compra, gastos, impostos e lucro, fica ao sabor do dono do estabelecimento.

É fácil encontrar cardápios com pratos diferentes com preços de R$ 50 em série, um abaixo do outro, ou R$ 75, R$ 80 e por aí vai. Sempre números redondos. Por causa disso, quase não existe troco nem dinheiro miúdo na vila.

Um bugueiro nos cobrou R$ 180 por cabeça por um passeio. No dia seguinte, com a praia vazia, encontramos um por R$ 50. Há pousadas de R$ 470 por casal a diária. Consegui um achado, por R$ 50!

Se você precisar de ajuda em Jeri, serão poucos os que lhe estenderão a mão de graça. Se vacilar, cobram até por uma informação. É preciso estar esperto, pois uma máxima impera por lá: quanto mais você precisar de algo, mais eles vão explorar você. São loucos por dinheiro.

Segundo a palavra de um policial do Preá: “Jeri está maldito. Não piso lá.” Fiquei triste ao ver tanta exploração. Os turistas em Jericoacora são mercadorias para quem vive deles. Mas nem tudo está perdido. Um chef de cozinha chamado Raimundo Gama, que parou para me ajudar com a moto, que pifou ao chegar lá, foi a grata surpresa de uma pessoa que me hospedou e fez tudo o que pôde para resolver meu problema, apenas pelo gosto de fazer o bem. Homens como Gama, me fazem pensar que Jericoacoara ainda pode ser um paraíso, mas desta vez de honestidade.

Mesmo com alvará vencido boate poderia funcionar, dizem bombeiros

237 4

O comandante-geral da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Sérgio Roberto de Abreu, disse que o Alvará de Prevenção e Proteção contra Incêndio (PPCI) da Boate Kiss estava em processo de renovação, o que não exigia o fechamento da casa noturna.

“De acordo com o alvará anterior [vencido em agosto de 2012], os sistemas de prevenção de incêndio previstos na lei estavam instalados e operantes. Assim, enquanto tramita o pedido de renovação do [novo] alvará, não há previsão legal para interdição imediata determinada pelo Corpo de Bombeiros, cuja competência é limitada às questões relacionadas ao sistema de prevenção de incêndio”, diz o texto do documento, divulgado no final da noite de ontem (30).

Segundo a nota, no último mês de setembro, o Corpo de Bombeiros havia notificado o proprietário da boate sobre o vencimento do Alvará de PPCI – cuja emissão e fiscalização cabem aos bombeiros – em agosto de 2012. “Em novembro, o proprietário solicitou a inspeção para renovação do alvará, e o processo estava em tramitação no Corpo de Bombeiros”.

Ontem (30), a prefeitura de Santa Maria informou que a documentação da boate, sob sua responsabilidade, estava em dia, e também se eximiu da responsabilidade por não ter proibido o funcionamento do estabelecimento.

No comunicado, a corporação também diz não ter responsabilidade quanto à lotação do local, que tinha capacidade máxima, de acordo com os documentos que autorizavam o seu funcionamento, para 691 pessoas. “O ingresso de pessoas além da capacidade autorizada não tem amparo legal, expôs os usuários a riscos, sendo responsabilidade dos proprietários.”

O Corpo de Bombeiros ressaltou ainda que o PPCI [já vencido] apresentado pela Kiss e aprovado pelo Corpo de Bombeiros, mostrava que, na boate, havia duas saídas de emergência, cujas portas tinham sentido de abertura para fora, dotadas de barras antipânico e devidamente sinalizadas.

“Suas dimensões estavam adequadas à população de 691 pessoas. A ocupação do local com público superior ao previsto no PPCI aprovado exigiria o redimensionamento das saídas de emergência e apresentação, pelos proprietários, para nova apreciação pelo Corpo de Bombeiros. Também era dever do proprietário manter as rotas de fuga totalmente desobstruídas, o que não ocorreu”.

A corporação informou também que não há registro de qualquer solicitação para autorização de uso de artefatos pirotécnicos no interior da Boate Kiss. “Se tivesse havido solicitação para uso de fogos de artifício na Boate Kiss, o Corpo de Bombeiros não teria autorizado. Os artefatos pirotécnicos usados na boate não têm amparo técnico para uso no local”.

Sobre os extintores de incêndio, os bombeiros ressaltam que a documentação apresentada pela Kiss, em outubro de 2012, comprova a validade dos equipamentos até outubro de 2013. “Eventual troca de equipamento, falha ou deficiência no seu manuseio serão questões analisadas pela perícia. É responsabilidade do proprietário manter no local funcionários treinados a manusear os extintores de incêndio.”

(Agência Brasil)

Boate em Fortaleza fecha as portas até regularizar normas de segurança

143 2

Após o Ministério Público do Ceará (MP-CE) solicitar um plano de vistoria em boates de todo o Estado por conta da tragédia ocorrida em Santa Maria (RS), o Acervo Imaginário Bar Cultural se antecipou e informou por meio da sua página oficial do Facebook, na manhã desta quarta-feira, 30, que o estabelcimento vai ficar fechado até a regularização das normas de segurança do local.

“O Acervo Imaginário Bar Cultural vem informar a todos que não funcionará no final de semana próximo. O trágico acontecimento de Santa Maria nos fez buscar melhorar nossa estrutura, de forma a prestar aos nossos frequentadores o melhor serviço e prover a segurança abalizada em todas as regras de segurança nacional”, disse a nota no Facebook.

O estabelecimento informou ainda que “de iniciativa espontânea da casa” acionou e recebeu uma visita o Corpo de Bombeiros nesta última terça-feira. “Recebemos uma visita do Corpo de Bombeiros do Ceará para vistoriar e atestar adequação das modificações implantadas. O laudo que comprova a segurança do Acervo Imaginário deverá ser entregue até a sexta-feira”, disse a nota.

MP-CE solicita plano de vistoria

Promotores do MP-CE encaminharam, na tarde desta terça-feira, ofícios ao Corpo de Bombeiros e à Secretaria das Finanças de Fortaleza (Sefin) solicitando que os órgãos elaborem planos de vistoria de boates, casas de show e buffets do Interior do Estado, da Região Metropolitana e da Capital. Segundo o promotor da 21ª Promotoria de Fortaleza, Amisterdan de Lima Ximenes, os órgãos têm “em torno de 10 dias” para apresentar o solicitado.

No ofício endereçado ao comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Joaquim dos Santos Neto, os promotores pedem que o plano de vistoria seja “a fim de averiguar se (buffets, casas de show e boates) atendem às exigências legais para funcionamento”. A solicitação abrange todo o Estado. “Pedimos que seja verificado se havia ou não saídas de emergência, se elas eram devidamente sinalizadas e desobstruídas. E se havia equipamentos de combate a incêndio e se estavam em devida ordem”, enumera o promotor.

( O POVO Online)

Novo capítulo na relação entre o PPS e os Ferreira Gomes

193 7

Da coluna Política, no O POVO desta quarta-feira (30), pelo jornalista Érico Firmo:

O ato de posse de Alexandre Pereira na presidência do Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico (Cede) representou novo e interessante capítulo na história da relação entre seu partido, o PPS, e a família Ferreira Gomes. Na noite da última segunda-feira, na Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), estavam presentes tanto o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, quanto o governador Cid Gomes (PSB).

Oito anos atrás, os dois lados viviam às turras quanto à relação com o governo Lula. Ciro Gomes era ministro da Integração Nacional por indicação do partido. Mas, já no primeiro ano Freire começou a fazer oposição e, assim, pressionar o irmão do atual governador a pedir demissão. A situação ficou tensa, com trocas de declarações bem ríspidas. Freire disse que Ciro desrespeitava os colegas de legenda e desmoralizava o PPS e, assim, pediu que ele apressasse a saída. O então ministro respondeu que era “vítima de arbitrariedade” e se disse “traído por certas figuras do partido”.

A intriga evoluiu até Freire dissolver o diretório do PPS no Ceará, que era controlado pelos Ferreira Gomes, em 27 de abril de 2005. Foram também canceladas as filiações dos membros da sigla.

Na época, Cid Gomes, então presidente do partido no Estado, passava temporada nos Estados Unidos. Naquele dia, telefonei para ele em busca de declaração do então dirigente partidário sobre a atitude do comando nacional. Cid soube por mim da decisão e comunicou que, na véspera, havia sido acertada a filiação de todo o clã ao PSB, em almoço entre Ciro, Miguel Arraes e seu, neto, o então ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos. “Ficou acertada nossa ida ao PSB”, anunciou Cid à época, em declaração publicada no O POVO de 28 de abril de 2005.

Instantaneamente, o PPS passou da condição de segundo maior partido do Estado para a quase inexistência. Antes com espaços no primeiro escalão na Prefeitura do PT e no Governo do PSDB, ficou sem cargo algum pelos anos seguintes. Na última segunda-feira, Alexandre reuniu os dois. E Cid convidou Freire para café da manhã, ontem, na residência do governador. Para o novo presidente do Conselho do Desenvolvimento Econômico, pode ser o início da reaproximação também nacional.

No momento, o PPS retorna não apenas a cargo no Governo do Estado, mas também na Prefeitura de Fortaleza. Secretário-geral da legenda no Ceará, Herbert Lobo foi indicado secretário executivo da pasta da Cidadania e Direitos Humanos da gestão Roberto Cláudio.

O comércio do medo

175 3

Em artigo no O POVO desta quarta-feira (30), a escritora, fotógrafa e professora da UFC, Tércia Montenegro, critica a “indústria do medo”. Confira:

Aviso a quem quiser saber que não sou ingênua e leio jornais – portanto, conheço a situação de violência que persegue nossa cidade e, por que não dizer, o mundo inteiro. Sobram casos de agressão, para quem gosta de notícias sangrentas. Mas o problema não está no indivíduo com curiosidade mórbida, que se compraz em chafurdar na angústia (embora os psiquiatras talvez digam que aí existe, sim, um problema); o grande transtorno é a comercialização do medo, expressão que já se vê no roteiro do filme Do mundo nada se leva – um clássico, sábio como todos os clássicos.

O comércio do medo revelou-se para mim de forma nítida no dia em que fui comprar um carro. A moça da concessionária não ficou satisfeita quando apontei um veículo básico. Insistiu na necessidade de acessórios como rastreadores, travas elétricas, fumê resistente a impacto (e mostrou um vídeo com um suposto assaltante fracassando em atirar contra um carro bem preparado). Respondi que nunca tivera essas coisas e não me faziam falta, nada jamais tinha me acontecido. Então a moça pôs as mãos na cabeça: “Porque a senhora é uma abençoada de Deus! Mas e se isso muda? Sem um alarme e um bloqueador, o que a senhora vai fazer?”

Preferi pensar – e nisso não me frustrei – que continuaria sob as bênçãos divinas. Não comprei qualquer dispositivo para pânico em automóveis, e da mesma forma não aceito ofertas de seguradoras que vêm me prevenir (através de funcionários aflitos e supostamente preocupados com minha integridade) a respeito de incêndios em prédios, desastres súbitos que me arruínem a moradia ou saúde, imagine! sem um benefício financeiro para compensar os destroços.

Acho que sou crítica demais e até intolerante com esses profissionais, mas se existe uma coisa que não suporto é a manipulação pelo medo. Que o comércio seduza por artifícios enganosos, promessas de felicidade e sucesso, vá lá; a gente não se ilude, mas entende que é parte do jogo. Afinal, desde épocas remotas um vendedor exagera ou mente sobre a qualidade de um produto, para conseguir sobreviver no mercado. O que fazemos, porém, nesta época em que cercas elétricas e câmeras “de segurança” vendem muito mais do que livros ou chocolate? Eu lamento pelos escravos do receio, que dizem amém a todos os artifícios – grades, cadeados, fechaduras – que vêm limitar sua leveza de viver. Se o medo é uma reação inevitável diante de ameaças, a forma de controlá-lo não está em qualquer dispositivo ou máquina.

Lembro que, na primeira vez em que vi o mar (eu tinha dois, três anos?), soltei um grito de terror, apavorada com aquela coisa infinita e ondulante – o tipo de grito que depois as meninas só têm permissão para dar diante de baratas, ou dentro de uma história hitchcockiana. Então o adulto que estava comigo (meu pai? minha mãe?) disse, para me acalmar, que o mar não viria atrás de mim: “E você não precisa entrar nele.” Foram as palavras mágicas, que eu agora resgato. Ninguém precisa entrar no medo.

Fortaleza é destaque em evento da Copa em Madri

143 7

copa 2014 secretários madri

Secretários Bismarck, Salmito, Ferruccio e Domingos Neto no 7º Goal to Brasil

Com direito a show do sanfoneiro Waldonys, Fortaleza foi o destaque do 7º Goal to Brasil, em Madri, no evento promovido pela Embratur, nessa terça-feira (29), na capital espanhola, para a promoção das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de Futebol 2014. Para o diretor de Mercados Internacionais da Embratur, Marcelo Pedroso, Fortaleza tem mostrado liderança na preparação da Copa. “Foi a primeira a inaugurar o estádio e realizar jogos de teste. Além disse, segue fazendo investimentos no turismo para receber os turistas que virão para a Copa”, comentou.

O evento, que faz parte da “Semana do Brasil na Espanha”, reuniu mais de 150 profissionais de turismo, jornalistas e formadores de opinião da Espanha. Os secretários de Turismo, Salmito Filho (Fortaleza) e Bismarck Maia (Ceará), participaram do 7º Goal to Brasil, ao lado dos secretários da Copa, Domingos Neto (Fortaleza) e Ferruccio Feitosa (Ceará).

Os quatro secretários permanecem na capital espanhola até o próximo domingo (3), quando participam da Feira Internacional do Turismo (Fitur). Segundo o secretário Salmito Filho, a parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado deverá proporcionar a retomada do fluxo turístico na capital cearense, que nos últimos anos apresentou uma redução na permanência do turista na cidade.

Turismo crescente

copa 2014 secretários madri salmito

Salmito fala do turismo de Fortaleza

Dados da Embratur mostram que a Espanha passou a ocupar a nona colocação entre os países que mais enviam turistas para o Brasil. A maioria (32,4%) chegou ao país para participar de eventos ou negócios. Mas o espanhol também vem ao Brasil para lazer, diante de um percentual de 30,2% do fluxo da Espanha para o Brasil.

“O mais importante é que 94% dos espanhóis que vieram o nosso país, nos últimos anos, pretendem retornar ao Brasil. E Fortaleza precisa trabalhar para não perder essa disposição do turista da Espanha”, ressaltou o secretário Salmito Filho.

(com informações da Embratur)

Pelo quarto mês seguido, taxa de desemprego registra leve queda; Fortaleza ficou estável

Pelo quarto mês consecutivo, a taxa de desemprego registrou leve queda, passando de 10% em novembro para 9,8% em dezembro, apontam a Fundação Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade) e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) estima que o total de desempregados no conjunto das sete regiões metropolitanas analisadas chega a 2,215 milhões, 43 mil a menos do que no mês anterior.

No último mês do ano, o nível de ocupação variou apenas 0,2%. Foram criados 48 mil postos de trabalho. O número é superior ao contingente de seis mil pessoas que ingressaram no mercado de trabalho, o que possibilitou a diminuição da taxa de desemprego. A pesquisa mostra que o total de ocupados em dezembro foi estimado em 20,35 milhões e a população economicamente ativa (PEA), em 22,565 milhões.

Entre as regiões pesquisadas, a maior redução da taxa de desemprego foi registrada em Salvador, de 17,2% para 16,6%. Em seguida, vêm Porto Alegre (de 7% para 6,5%) e São Paulo (de 10,3% para 10%). Houve aumento do índice em Belo Horizonte (de 4,9% para 5,3%), no Distrito Federal (de 10,9% para 11,1%) e no Recife (de 12,1% para 12,2%). Em Fortaleza, a taxa ficou estável em 7,7%.

Assim como o Dieese e a Fundação Seade, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga levantamento mensal sobre o desemprego no país. No entanto, as taxas apresentadas nas duas pesquisas costumam ser diferentes devido à metodologia e aos conceitos usados.

Entre as diferenças está o conjunto de regiões pesquisadas. A PED, do Dieese e da Fundação Seade, não engloba o número de desempregados da região metropolitana do Rio de Janeiro. Na Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do IBGE, não inclui Fortaleza e o Distrito Federal.

(Agência Brasil)

Um programa de inclusão no crescimento

Nos últimos dez anos o Nordeste brasileiro assiste disputas federativas no campo político, com fortes efeitos na grande imprensa acerca das iniciativas de construção das obras de transposição de águas do rio São Francisco para o Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.
Seriam necessárias dezenas de páginas para defender as razões da acertada medida, se as obras já não se encontrassem em estado de irreversibilidade, dados os elevados investimentos e profundos efeitos sociais decorrentes de sua execução.

O manejo dos recursos hídricos constitui uma das mais importantes iniciativas na área da infraestrutura do Nordeste, que já comprovou a viabilidade de sua agricultura por milhares de hectares irrigados na região do vale do São Francisco, especialmente em Juazeiro e Petrolina. Dalí, milhares de toneladas de frutas são exportadas para o mundo e abastecem o mercado brasileiro, agregando, na agricultura irrigada alta tecnologia aos fatores solo, sol e água.
Ao visitar recentemente o Perímetro Irrigado do Tabuleiro de Russas e a Chapada do Apodi fiquei impressionado com os grandes feitos na área da agricultura irrigada no Ceará.

De certo, em apenas dez anos, o DISTAR, como é conhecido o mais bem administrado perímetro do DNOCS, viu, serem implantados mais de dez mil hectares de áreas de irrigação, mantendo uma média de três mil hectares em produção permanente de culturas como o melão, melancia, goiaba, banana, manga, coco, grãos e ainda impressionantes iniciativas na área da uva.

No Apodi, visitamos dezenas de áreas de irrigação por meio de pivôs centrais, dedicadas a produção de forragens, cuja plantação foi responsável pelo abastecimento de ração animal a milhares de produtores, que na ocorrência da maior seca da última década, ajudou a salvar milhares de animais do rebanho bovino, ovino e caprino da região.

Sem medo de errar, iniciativas como a do grande empresário da pecuária de leite do nordeste, o maranguapense Luiz Girão no Apodi revelaram-se a maior base da produção leiteira do Ceará dalí, por meio de cinco grandes vacarias, abrigadas sob pivôs centrais de cinquenta hectares, das quais saem, diariamente, mais de 30 mil litros de leite, fundamentais para o abastecimento cearense.

Com dificuldades naturais de acesso ao crédito, limitado a apresentação de garantias superiores aos recursos necessários, os irrigantes devem ser tratados pelos bancos de maneira diferenciada na nova política nacional de irrigação, sancionada pela Presidente Dilma Roussef, assegurando a viabilidade econômica e financeira dessas áreas, tão essenciais à inclusão social do nordestino na região do semiárido.

Por estas razões, aplaudo a iniciativa do Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra de liberar, na última segunda-feira, 21/01/2013, a ordem de serviços de R$ 394,4 milhões para obras de passarelas, pontes, canais e túnel na transposição de águas do Rio São Francisco das cidades de Cabrobó a Jati no Ceará, certos de que, tais ações são imprescindíveis à conclusão da mais importante obra de manejo de água do Brasil e de inclusão social.

Lembro que após mais de cem anos de atividades, o DNOCS vem prestando grandes serviços ao Nordeste, mas vive um momento de críticas e reflexões sobre sua atuação, enfrentando a perspectiva de ter, no território cearense o concurso da atuação da CODEVASF, que está focada na irrigação.

Sem quaisquer devaneios sobre a especialidade das instituições, a atração de cérebros, tecnologias, iniciativas, projetos, programas e atividades na área da agricultura irrigada será sempre bem vinda ao Ceará, que carece, antes da aceleração da sua economia rural, de ações que permitam a instalação de áreas de irrigação, aproveitando o potencial hídrico de grandes barragens até agora inexploradas para este fim.

Ao falar sobre o assunto a emissora de rádio de Tauá, dizia ainda na semana passada que os grandes açudes perdem, anualmente, milhões de metros cúbicos de suas reservas para a evaporação, em prejuízo dos efeitos, que o uso humano e hidro-agrícola de suas reservas possam ter às microrregiões beneficiadas.

Ao construir obras hídricas sem planejar seus usos e as possibilidades de aproveitamento para o agronegócio perpetuar-se-á a exclusão social de grandes parcelas do povo nordestino, que não pode pensar em acelerar um desenvolvimento ainda estancado.

Mário Feitoza – deputado federal pelo PMDB/CE

Blog chega à marca de 75 mil comentários em crítica de leitora

217 8

eliomar 75 mil

Às 9 horas desta quarta-feira (30), o Blog atingiu a marca de 75 mil comentários. A leitora Daiana comentou da ação de assaltantes contra uma residência, onde uma das vítimas teve que pular do segundo andar para não ser abordada.

“Enquanto o governador tenta enganar a população com shows, a bandidagem tomou conta da nossa capital e do nosso estado. O governador Cid Gomes perdeu a guerra para os bandidos. Essa é a triste realidade”, lamentou a leitora.

A última vez que registramos a marca foi em 19 de junho de 2012, quando o Blog atingiu 60 mil comentários. Passados 225 dias, tivemos uma média diária, no período, de quase 67 comentários.

Agradecemos a todos os leitores que proporcionam ao Blog o bom debate, quando reafirmamos a imparcialidade e o espaço democrático, diante da liberação de 99,7% dos comentários.

Vítima pula de segundo andar para escapar de assalto em sua própria residência

206 10

Caro Eliomar,

Fui chamado nessa madrugada por uma grande amiga, que por sua vez foi acordada por seu namorado. Enquanto ela calmamente esperava que ele chegasse (e enquanto ele se encaminhava para lá), a casa do rapaz foi assaltada e tomada pela “bandidagem” fortalezense (que, sinto dizer, só aumenta). O fato é que a irmã do rapaz teve que pular da janela do segundo andar para poder escapar. Independente do bairro em que eles moram, se “bom” ou “ruim”, peço que o leitor concorde que é inaceitável alguém precisar pular do segundo andar para se sentir seguro.

Eu pergunto, talvez fora de hora, se é esse o resultado do programa Ronda do Quarteirão. Na minha ignorância, vasta como é, pergunto se o dinheiro desse programa não poderia ter sido utilizado num programa para treinamento de agentes e na compra de carros populares, como faz a polícia britânica (inteiramente focada em agentes “pedestres”) e nova-iorquina (essa última, em 2005, tinha 3.000 policiais andando em bicicletas – digo apenas por apego ao excesso). Ou a resposta é andar de patinete motorizado e de Hilux? Porque o Ceará é um filme do Spielberg, não é?

Uma pena que minha cidade seja assim, sobreviva assim: de sobras. Depois que o país sofre com algo, nós acordamos. Sofremos com o que assola as outras cidades, com o que assola os outros estados. Depois que uma tragédia monstruosa marca o país, minha cidade começa a perguntar se nossos bares são seguros… É isso que somos? Se não formos (e espero que não sejamos), aproveitemos que ainda estamos em tempo de modificar a dinâmica da cidade.

Será que passamos do ponto até de tentar? Desistimos até da máscara? Questões de educação básica, alimentação (que não deveria ser questão numa capital brasileira, vamos combinar), transporte público, etc; desistimos?

Não se pode também continuar reclamando no Facebook (e faço mea culpa) sem fazer nada. Comprometo-me agora de escrever e pressionar o vereador que elegi e o prefeito que foi eleito, pelo menos, a começar a discutir a segurança da cidade. Repito: a começar a discutir. Porque discussão não há. Será que podemos dialogar com quem entende do que acontece e tentar alterar a situação? Não existe quem entenda disso? Somos os primeiros a viver essa situação? Improvável.

Como sempre digo, estou disposto a ir a qualquer lugar, desde que seja em frente. Acredito que Fortaleza também; do contrário, não teria chegado aonde chegou.

Façamos, então.

Grande abraço.

Gabriel Dantas – advogado

Gasolina e diesel mais caros nos postos

137 2

A partir desta quarta-feira (30) os postos de combustíveis de Fortaleza já podem aplicar o aumento de 6,6% sobre a gasolina e de 5,4% sobre o diesel. O reajuste é consequência do anúncio do aumento anunciado na noite dessa terça-feira (29) pela Petrobras para as refinarias e que começa a valer a partir de hoje em todo o País. O presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Ceará (Sindipostos), Vilanildo Fernandes, admitiu que os postos cearenses estão livres para aplicar o reajuste, mas que ainda não sabe se esses índices serão os mesmos a serem repassados pelas distribuidoras aos postos. Ou seja, o índice poderá ser até maior.

Fernandes acredita que alguns postos poderão manter os preços atuais até quando durarem os estoques, mas não são obrigados. “Quem receber o combustível agora já poderá vender com o aumento”, diz. Com isso, o preço médio da gasolina na bomba, em Fortaleza, poderá passar de R$ 2,75 para R$ 2,95 e o do diesel de R$ 2,25 para R$ 2,37. “Só teremos conhecimento amanhã (hoje) dos preços que virão das distribuidoras”, completa.

Pedro Jorge Viana, economista da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) diz que se houvesse fiscalização, os postos só deveriam reajustar seus preços depois de zerarem seus estoques. “O estoque que eles possuem foi comprado com o preço antigo, então seria um sobre ganho. Vai caber ao consumidor procurar os postos que mantiverem os preços mais baratos. Pior é se eles se combinarem e aumentarem todos de uma vez. Pode ficar certo que muitos vão aumentar amanhã (hoje)”, completa Viana.

Petrobras

O último aumento dos combustíveis nas refinarias, anunciado pela Petrobras, ocorreu no final de junho de 2012. Na época, a estatal divulgou um aumento nas refinarias de 7,83% para a gasolina e de 3,94% para o diesel, que passou a vigorar no dia 25 de junho.

O reajuste já era esperado e chegou a ser previsto na ata da última reunião do Conselho de Política Monetária (Copom) do Banco Central. O Banco, porém, previa um reajuste de até 5% e o aumento anunciado nessa terça-feira foi superior.

Álcool

Se o etanol amortece um pouco a alta no preço da gasolina, o aumento do combustível fóssil também abre caminho para que as usinas de cana elevem os valores do biocombustível.

Até essa terça-feira, o Governo não havia anunciado nenhuma medida compensatória ao setor sucroalcooleiro na tentativa de evitar uma alta do preço do etanol na esteira do aumento da gasolina. O preço da gasolina tem atuado, nos últimos anos, como um teto para o valor do etanol.

De acordo com a Petrobras, os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais Cide e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS.

“Esse reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da Companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo”, afirmou a estatal em nota.

(O POVO)