Blog do Eliomar

Últimos posts

Audic Mota faz grande caminhada em Morada Nova

As ruas do Centro de Morada Nova foram tomadas, no fim de semana, por grupos de apoiadores do candidato Audic Mota (PSB), que postula reeleição à Assembleia Legislativa.

Ao lado do prefeito Vanderley Nogueira, do ex-governador Franciné Girão, do presidente da SAAE, Edgar Amaral, dos vereadores Hilmar Sérgio, Rosemeire Monteiro e Teim Rodrigues, além de lideranças políticas e comunitárias, Audic Mota mobilizou o público e divulgou suas propostas.

O evento denominado “Esquenta 40000” surpreendeu os organizadores pela presença de público a prestigiar a caminhada e o comício.

(Fotos – Divulgação)

Eunício Oliveira vira centro de debate entre Ciro Gomes e Haddad

Um dos momentos de embate entre Ciro Gomes e Fernando Haddad, durante o debate da Record, envolveu o presidente do Congresso Nacional e candidato à reeleição ao Senado pelo MDB do Ceará, Eunício Oliveira.

Ciro Gomes disse que o PT reclama do golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, mas se une ao MDB em alguns estados, incluindo o Ceará.

Haddad rebateu que o governador Camilo Santana construiu ampla aliança, incluindo o apoio de Eunício e também do próprio Ciro.

Ciro alegou que ele foi contra a aproximação de Camilo com Eunício, enquanto Haddad “foi lá e aceitou”.

O candidato do PT à Presidência da República alegou, então, que fez apenas uma visita ao presidente do Congresso Nacional, quando da sua passagem pelo Ceará.

(Foto: Reprodução)

Debate da Record foi o mais “quente” até o momento

Os candidatos Jair Bolsonato e Fernando Haddad foram os principais alvos do debate da Rede Record, encarrado na madrugada deste domingo (1º), sem a presença de Bolsonaro, que, segundo a assessoria, ainda estaria se recuperando da agressão a faca.

Enquanto Haddad teve que responder pelos 14 anos de governo do PT, Bolsonaro foi criticado por declarações antidemocráticas.

Confira o posicionamento dos candidatos no debate, por ordem alfabética:

Vozão vence de virada e está fora da zona de rebaixamento

O Ceará mostrou que está na luta para se manter na Série A do Campeonato Brasileiro, ao derrotar a Chapecoense, de virada, na noite deste domingo (30), no Castelão, por 3 a 1. A vitória do Vozão foi toda construída na segunda etapa, após deixar o primeiro tempo na desvantagem no placar, gol de Agustin, aos 35 minutos. Marcaram para o Ceará os atletas Valdo, Arthur e Leandro Carvalho.

Com o resultado, o Vozão ocupa agora a 15ª colocação, com 30 pontos. O Ceará volta a campo na quinta-feira (4), contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, na abertura da 28ª rodada.

(Foto: Reprodução)

General Theophilo percorre ruas de Fortaleza em carreata

O candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, General Theophilo, participou neste domingo (30) de carreata pelas ruas de Fortaleza. “Estamos entusiasmados com a receptividade do povo e as expectativas são as melhores possíveis nesta reta final”, disse.

General afirmou que, nesta última semana de campanha, a agenda será intensificada com carreatas na Região Metropolitana de Fortaleza, além de visitas aos municípios do Cariri, Serra da Ibiapaba e litoral leste.

Entre apoiadores e candidatos à Assembleia Legislativa, participaram da carreata a candidata a vice-governadora do Estado, Emília Pessoa, e a candidata ao Senado, Dra.Mayra. O trajeto contemplou grandes avenidas da cidade, como Sebastião de Abreu, Washington Soares, Oliveira Paiva, Paulino Rocha, Silas Munguba, Carlos Amora, Gomes Brasil, finalizando na Fernandes Távora.

Nesta segunda-feira (1º), a agenda terá prosseguimento com Carreata no município de Horizonte, a partir das 16 horas.

(Foto: Divulgação)

Com Dedé Teixeira, Acrísio Sena recebe apoios em Fortim, Aracati, Icapuí e Jaguaruana

141 1

Neste final de semana, o vereador de Fortaleza Acrísio Sena (PT), candidato a deputado estadual, cumpriu agenda em Fortim, Aracati, Icapuí e Jaguaruana. Ele estava acompanhado pelo deputado estadual Dedé Teixeira, que está fora do pleito, mas que possui grande influência na região. Nestas localidades, eles foram recepcionados por lideranças políticas.

Em Fortim, no sábado à tarde, houve reunião com o vereador Christian Chianca. Em Aracati, à noite, plenária com a vice-prefeita Denise Menezes e o vereador Valdy Menezes. Em Icapuí, domingo, houve café de manhã com parlamentares, como o vereador Kamundo, e líderes comunitários, seguido de carreata. Em Jaguaruana, a ex-prefeita Ana Teresa, acompanhada de sete vereadores, inclusive o presidente da Câmara, Inaldo Lima, também realizou reuniões para formalizar apoio a Acrísio Sena.

(Foto: Divulgação)

Fiu-fiu – Nova lei de importunação sexual pune assédio na rua

Sob aclamação de profissionais do sistema jurídico e de grupos de defesa dos direitos das mulheres, foi sancionada pela Presidência de República a lei que criminaliza os atos de importunação sexual e divulgação de cenas de estupro, nudez, sexo e pornografia. A pena para as duas condutas criminosas é prisão de 1 a 5 anos.

A importunação sexual foi definida em termos legais como a prática de ato libidinoso contra alguém sem a sua anuência “com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”. A nova tipificação substituiu a contravenção penal de “importunação ofensiva ao pudor” e já foi aplicada esta semana na cidade de São Paulo em ocorrências no transporte público.

A promotora de Justiça, Valéria Scarence, que integra do Núcleo de Gênero do Ministério Público de São Paulo, destaca que a nova lei representa o terceiro marco jurídico importante na área de defesa das mulheres, depois da edição das leis da Maria da Penha e do Feminicídio.

“Essa lei surge em razão de duas graves lacunas da nossa legislação que não previa especificamente nem a conduta de importunação sexual, conhecida vulgarmente como assédio na rua, e a conduta de divulgação de cena íntima ou cena de estupro. São fatos de muita gravidade, mas que não encontravam correspondente na lei. Os efeitos já se sentem imediatamente. Já foram feitas várias prisões, toda a população está comentando, então essa lei vem ao encontro do anseio da população”, avalia a promotora.

Valéria exemplifica alguns casos de importunação sexual: beijo roubado ou forçado, passar a mão, “encoxar” no ônibus ou metrô e fazer cantadas invasivas. Ela acrescenta que este crime também pode ser identificado nos casos, já ocorridos, em que homens ejacularam sobre mulheres no sistema de transporte público. Mas, dependendo da situação, a conduta pode ser tipificada como estupro, se ocorrer uso da força, por exemplo.

(Agência Brasil)

Mercado de seguros – Proteger o patrimônio é fundamental

Em artigo sobre proteção patrimonial, o consultor financeiro Fabiano Mapurunga, Mestre em Administração com ênfase em Finanças e MBA em Gestão Financeira e Controladoria, aponta como funcionam as seguradoras. Confira:

Tanto trabalho e investimentos que depositamos em nosso cotidiano, com o objetivo de conseguirmos mais conforto e segurança, e muitas vezes, não tomamos medidas para proteger os bens adquiridos e nem tão pouco, a nossa própria vida. Vamos comentar um pouco hoje, sobre o mercado cada vez mais crescente, dos seguros.

O mercado de seguros, que são regulados pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) vem em uma crescente e teve um pico em julho deste ano, acompanhado pela expansão estimada na economia que foi de 0,6%.

É muito importante para todos nós, usuários de seguros, conhecermos quais os órgãos que os regulam no Brasil, e como funciona a operação destes, bem como entender a estrutura geral deste mercado, que se dá da seguinte forma:

ESTRUTURA BÁSICA

– Conselho Nacional de Seguros Privados – CNSP;

– Superintendência de Seguros Privados – SUSEP;

– Resseguradores

– Sociedades autorizadas a operar em seguros privados

– Corretores habilitados.

ESTRUTURA COMPLEMENTAR

– IRB Brasil Seguros S/A – IRB Brasil Re;

– Agência Nacional de Saúde Suplementar;

– Escola Nacional de Seguros.

Logo percebemos que o mercado de seguros possui uma estrutura regulatória que incorpora muita confiança para nós usuários, assim como também percebemos que tal estrutura de regulação deve propiciar proteção para todas as partes envolvidas (Seguradoras, clientes e corretoras).

Ilustro abaixo com dados da própria SUSEP, um panorama de produção que denota o crescimentos da aquisição de seguros em nosso país:

O assunto sobre seguros é bastante vasto e nossa intenção foi causar uma provocação pela busca do leitor por mais informações, onde sugiro o próprio site da SUSEP: http://www.susep.gov.br/. Praticamente todas as modalidades profissionais possuem seguros, assim como quaisquer outras modalidades de nossas vidas. É muito importante procurar contar com o apoio de corretoras de renome para construir a estrutura de seguro que mais se adeque a sua necessidade.

Fabiano Mapurunga

Diretor Executivo da Go Partners Consultoria em Finanças e Negócios. Mestre em
Administração com ênfase em Finanças. MBA em Gestão de Negócios. MBA em Gestão
Financeira e Controladoria. Professor Universitário.

Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro e Haddad estão tecnicamente empatados

Levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT) feito pelo instituto MDA, divulgado neste domingo, 30, mostra, pela primeira vez, um empate técnico entre os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Segundo a pesquisa, Bolsonaro tem 28,2% das intenções de voto e Haddad 25,2%.

Na sequência, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 9,4%, e Geraldo Alckmin (PSDB), com 7,3%.

No segundo turno, Haddad venceria Bolsonaro por 42,7% a 37,3%. Bolsonaro perderia de Ciro e venceria Alckmin. Haddad aparece empatado tecnicamente com Ciro, e ambos venceriam Alckmin em um eventual segundo turno.

A pesquisa foi realizada na quinta, 27, e na sexta-feira. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

Confira os números da intenção de voto estimulada para o 1º turno:

Jair Bolsonaro 28,2%
Fernando Haddad 25,2%
Ciro Gomes 9,4%
Geraldo Alckmin 7,3%
Marina Silva 2,6%
Henrique Meirelles 2%
João Amoêdo 2%
Álvaro Dias 1,7%
Cabo Daciolo 0,7%
Guilherme Boulos 0,4%
Vera 0,3%
João Goulart Filho 0,1%
José Maria Eymael 0,1%
Branco/Nulo 11,7%
Indecisos 8,3%

(O POVO Online)

Record realiza neste domingo debate com candidatos à Presidência da República

Sem a presença de Bolsonaro, que até esta tarde não confirmou presença, a Record realiza na noite deste domingo (30), a partir das 22 horas, o debate com candidatos à Presidência da República. A emissora usou critério pela legislação eleitoral, que determina convite a candidatos de partidos ou coligações que tenham ao menos cinco representantes no Congresso Nacional.

Foram convidados os candidatos Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSol), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede).

O debate será mediado por Celso Freitas e Adriana Araújo, apresentadores do Jornal da Record News, e terá quatro blocos com duração de duas horas.

Eleições mudam o início do horário de verão

As eleições vão causar mudanças até no cronograma do horário de verão. Tradicionalmente, o início é a partir da meia-noite do terceiro domingo de outubro, mas neste ano foi adiado para dia 4 de novembro – primeiro domingo após o segundo turno. Com 15 dias a menos, o novo horário durará cerca de três meses, até o dia 6 de fevereiro de 2019.

No entanto, é possível que essa data ainda sofra modificações. O Ministério da Educação (MEC) solicitou ao presidente Michel Temer o adiamento do início do horário de verão em razão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A avaliação do MEC é que a alteração no horário poderia gerar confusão, fazendo com que candidatos possam perder o exame devido à alteração no horário.

A decisão de adiar o início do horário de verão ocorreu no final de 2017, quando Temer atendeu a um pedido do ministro Gilmar Mendes, então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e assinou um decreto para reduzir o período com o objetivo de evitar conflitos com as eleições.

A expectativa é que a medida dê mais agilidade à apuração dos votos, pois a diferença máxima de fuso horário em relação a Brasília, também durante o segundo turno das eleições, continuará sendo de duas horas e não de três horas, como ocorre a partir da entrada em vigor do horário de verão.

Outro reflexo da medida deve ser percebido na divulgação dos resultados parciais da votação para presidente da República, que só pode começar após a conclusão da votação em todo país.

Neste ano, municípios do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, Espírito Santo, de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e do Distrito Federal adiantam em uma hora o relógio.

O leste do Amazonas, Roraima e Rondônia deixam o relógio atrasado em duas horas em relação a Brasília, enquanto Acre e parte oeste do Amazonas atrasam o relógio em três horas em relação ao horário oficial do país.

(Agência Brasil)

Bolsonaro… Haddad… Ciro… e a matemática que não fecha

1565 20

Em artigo sobre as eleições deste ano, o jornalista Nicolau Araújo questiona os números dos institutos de pesquisa. Confira:

Um candidato que venceria a todos os demais, em um eventual segundo turno, mas sem chance de passar do primeiro turno.

Os dados das pesquisas de intenções de voto ao Palácio do Planalto, pelos institutos Ibope e Datafolha, contradizem a teoria dos conjuntos, quando a interseção seria maior que a união.

Ciro Gomes, candidato a presidente da República pelo PDT, caso não venha a disputar um eventual segundo turno, já entra para a história das eleições ao Palácio do Planalto como a maior aberração das pesquisas eleitorais. Nunca antes um terceiro colocado em pesquisas de intenções de voto bateu com facilidade o primeiro e também o segundo candidato melhores pontuados na preferência do eleitorado. Acredito que, caso confirmado o que expõem os dois institutos, o fato não se repetirá pelas próximas décadas.

Assim como tem ocorrido, desde a redemocratização do Brasil, por meio do voto direto, os institutos de pesquisa deverão realizar às vésperas da eleição um “ajuste” nos percentuais de Ciro, que deverá chegar ao empate técnico com o candidato do PT, Fernando Haddad, mas menos consolidado no imaginário do eleitorado, quando muitos acreditam no pedetista já fora da disputa.

Foi o que ocorreu na última eleição ao Palácio do Planalto com o tucano Aécio Neves, que até uma semana antes do primeiro turno não haveria como disputar com a petista Dilma Rousseff um eventual segundo turno, diante da folga de nove pontos percentuais de Marina Silva, então segunda colocada nas pesquisas de intenções de voto. Como mágica, o tucano apareceu em empate técnico com Marina, na última pesquisa divulgada na véspera da eleição, mas à frente 12 pontos percentuais, após a abertura das urnas. O prejuízo no imaginário do eleitorado foi grande para Aécio, que enfrentou uma corrida contra o tempo entre eleitores que não esperavam sua presença no segundo turno, além da frustração do eleitorado de Marina Silva, quando muitos responsabilizaram o tucano pela ausência da então candidata.

No atual cenário, as pesquisas também se mostram alheias aos fenômenos que costumam definir uma eleição. De acordo com os institutos, Ciro Gomes não é um dos herdeiros da expressiva pontuação do ex-presidente Lula, antes do TSE rejeitar sua candidatura ao Palácio do Planalto, em julgamento ocorrido em 31 de agosto último. Segundo as últimas pesquisas, Haddad tem avançado sobre Marina Silva para alcançar hoje os supostos 22 pontos percentuais, além de poucos indecisos.

Mesmo quando Haddad foi oficializado candidato do PT, em 11 de setembro, Ciro Gomes se manteve com 13 pontos percentuais, até a última pesquisa, 17 dias depois, quando caiu dois pontos, sem qualquer fenômeno que explicasse a queda de um candidato com percentual consolidado.

Enquanto isso, os institutos seguem como árbitros de futebol, que muitas vezes interferem nos resultados de jogos, nos últimos minutos, com gols de impedimento ou penalidades inexistentes. Com o eleitorado sem direito ao árbitro de vídeo…

Nicolau Araújo, jornalista

Eunício destaca parceria com Camilo e prevê Ceará mais próspero com reforço de Cid

121 3

Para o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB), candidato à reeleição ao Senado, o Ceará terá mais prosperidade nos próximos anos com a reeleição do governador Camilo Santana (PT), com a sua própria reeleição e ainda com a eleição de Cid Gomes (PDT) ao Senado.

“Decidimos juntar forças para trazer cada vez mais recursos para o Ceará”, comentou Eunício, na noite desse sábado (29), em comício no Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, ao listar conquistas como a criação do Sistema Único de Segurança Pública e a instalação no Estado de um Centro Integrado de Inteligência, além da liberação de recursos para obras do Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza.

Já o governador Camilo destacou no palanque a importância de votar nos dois candidatos ao Senado, apoiado por sua gestão.

“Procurei o Eunício e ele abriu as portas em Brasília para ajudar o Ceará. E todos vocês sabem o que Cid fez pelo Estado e pelo Eusébio. Por isso, nossos dois senadores são Eunício e Cid”, disse Camilo.

(Foto: Divulgação)

Sobral vai lembrar o aniversário de Belchior

A Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer de Sobral (Zona Norte) vai comemora, dia 26 de outubro, o aniversário do cantor e compositor sobralense Belchior (1946-2017). Ele completaria 72 anos.

Para marcar a data, a pasta vai apresentar o projeto “Minha história com Bel”, que pretende reunir fotos, desenhos, cartazes e objetos que trazem a memória e a relação dos fãs sobralenses com o ídolo. As pessoas que tiverem seus arquivos já digitalizados poderão enviar para a Secretaria da Cultura uma cópia pelo e-mail minhahistoriacombel@gmail.com.

Objetos e demais itens poderão ser entregues na Casa da Cultura de Sobral para que seja realizada a digitalização ou empréstimo. A secretaria ressalta que os pertences serão devolvidos ao proprietário sem nenhum dano ao material original. As fotos e objetos serão usados na exposição no dia do aniversário.

Vale também para fãs de outros pontos do Estado e do País.

SERVIÇO

*Mais informações – (88) 3614 – 2712.

(Foto – Reprodução de TV)

Apostador de Campinas leva R$ 7,9 milhões na Quina; Mega-Sena acumula

Uma apostada de Campinas, a 99 quilômetros de São Paulo, acertou sozinha os cinco números do concurso 4.789 da Quina, sorteados na noite desse sábado (29), em Palmas, no Paraná, e ganhou a quantia de R$ 7,9 milhões.

Os números sorteados foram: 09 – 39 – 56 – 59 e 66.

Já a Mega-Sena acumulou e deverá pagar um prêmio de R$ 6 milhões na quarta-feira (3), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. Os números sorteados foram: 01 – 18 – 19 – 33 – 56 e 60.