Blog do Eliomar

Últimos posts

Lula e críticas à saúde esquentam horário eleitoral

56 2

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (25), pelo jornalista Érico Firmo:

Para Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (PSB), o horário eleitoral praticamente começou nessa sexta-feira (24). O petista usou seu trunfo maior, sua “bomba atômica”, ao explorar ao limite a presença do ex-presidente Lula. Previsível. O formato foi bom e Lula, fazendo perguntas e interagindo, cumpriu o papel que dele se espera. Mas, em meio à desenvoltura de Lula e Luizianne Lins, o candidato ficou um pouco tímido. Mais ofuscado, por exemplo, do que o ex-presidente deixou seu candidato em São Paulo, Fernando Haddad (PT).

Já o programa de Roberto Cláudio (PSB) saiu da calmaria para doses significativas de adrenalina em alta velocidade. Se o primeiro começou sem impacto, o segundo partiu para o ataque contra a gestão Luizianne Lins (PT), especificamente na área de saúde. Mostrou as falhas da Prefeitura e como o Governo do Estado até teria feito muito, mas sem conseguir compensar. A campanha começou a esquentar cedo.

Senadores avaliam projetos que alteram legislação sobre política urbana

105 1

Em reunião na próxima quarta-feira (29), a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) deve analisar, em caráter terminativo, projetos de lei que têm como objetivo aperfeiçoar as metas de política urbana.

Entre eles está o PLS 119/2011, que estabelece como diretriz geral o princípio de que as redes subterrâneas de serviços de infraestrutura sejam implantadas antes das obras de pavimentação das vias.

O projeto altera a Lei de Parcelamento do Solo Urbano (Lei 6.766/79) e o Estatuto das Cidades (Lei 10.257/2001), e veda a concessão de financiamento federal a obras municipais que desobedecerem o princípio contido na proposta. O PLS 356/2011 também altera o Estatuto da Cidade, instituindo o dever da União de prestar assistência técnica e financeira aos municípios para elaboração do plano diretor e de outras normas dele decorrentes.

O texto é do senador Acir Gurgacz (PDT-RO), para quem as obras de engenharia devem ser pautadas pela racionalidade construtiva, o que impõe, segundo ele, a adoção de uma sequência lógica na execução de obras compostas por dois ou mais subsistemas de serviços de infraestrutura.

O relator é o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), favorável à aprovação da proposta com três emendas apresentadas durante a tramitação na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI).

(Agência Senado)

Marcos assina compromisso com famílias de baixo IDH

96 1

Ao ressaltar que sempre foi um homem de palavra, o candidato do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Marcos Cals, assinou na manhã deste sábado (25), no bairro Canidezinho, o documento com as propostas da Plataforma de Lutas Prioritárias, durante o encontro promovido pela Rede de Desenvolvimento Sustentável do Grande Bom Jardim e Rede de Articulação do Jangurussu e Ancuri.

O documento é um compromisso dos candidatos à Prefeitura de Fortaleza com a melhoria da qualidade de vida para cerca de 300 mil pessoas, num contexto de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Ao justificar o seu compromisso, Marcos destacou algumas de suas propostas, como o “Posto de Saúde em cada bairro”, a “Escola Modelo”, o “Síndico do Bairro” e o “Ganha-Tempo”, além do Programa Reviver, que sugere a recuperação de dependentes químicos.

Além de Marcos Cals, participaram do debate os candidatos Heitor Férrer (PDT), Inácio Arruda (PCdoB), Moroni Torgan (DEM), Roberto Cláudio (PSB) e Renato Roseno (PSol).

Plácido visita mercado São Sebastião e critica mentiras de candidatos

194 10

“Aqui mesmo, um candidato disse que iria construir mais dois andares no mercado, que serviriam de restaurantes e academias de ginástica. Assim, as pessoas poderiam se exercitar e depois comer frutas frescas e saudáveis”.

O depoimento é de um permissionário do mercado São Sebastião, na manhã deste sábado (25), durante visita do líder da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza e candidato à reeleição pelo PDT, vereador Plácido.

“Eu encontro todo tipo de mentiras de candidatos a vereador, sobre atribuições que não correspondem ao papel do parlamentar na Câmara Municipal. A maioria dos candidatos, acredito eu, mente para o eleitor porque desconhece a função do cargo ao qual se submete. No entanto, há vereadores que mentem para o eleitorado para tirar proveito de forma proposital do desconhecimento das pessoas, principalmente as mais humildes. São mentiras desde a pavimentação em uma rua até garantia de empregos e a autoria de obras que pertencem ao Governo do Estado. O papel de um vereador é tão somente fiscalizar as ações e as contas da Prefeitura, elaborar e votar projetos voltados para a melhoria da vida da população”, comentou Plácido.

Segundo o líder da oposição, há um permissionário que denunciou um vereador pela promessa de isentar as mensalidades dos boxes. “É uma maldade muito grande, porque há permissionários aperreados com os atrasos de suas mensalidades e se encontram em um momento frágil. Vou fazer um pronunciamento na Câmara sobre esse assunto e, talvez, o vereador que prometeu isso tenha vergonha da tamanha cara-de-pau”, criticou.

Plácido também lamentou o número de cartazes e adesivos de candidatos nas portas e interior dos boxes. “É cartaz de candidato inclusive com mandato na Câmara Municipal. Tem vereador que garantiu ao permissionário que ele teria uma atenção melhor por parte da Prefeitura. Mas é mentira. Os permissionários sequer foram alertados que estariam cometendo crime eleitoral, pois a lei proíbe a fixação de cartazes em locais públicos ou de uso público”.

Afinal, Carlos Mesquita vai entrar em que propaganda eleitoral?

96 2

Leitores e militantes do PMDB estranham o fato do vereador Carlos Mesquita não ter aparecido ainda na propagada eleitoral da coligação dos partidos que apóiam a candidatura de Roberto Cláudio, que inclui o PMDB.

Defensor declarado da prefeita Luizianne Lins e da continuidade com Elmano de Freitas (PT), o peemedebista Mesquita estaria sofrendo censura da coligação?

Vamos acompanhar nos próximos horários eleitorais os candidatos do PMDB à Câmara Municipal. Não custa nada também verificarmos as candidaturas proporcionais do PT. Quem sabe a gente encontre Mesquita em alguma das coligações.

Funeral do estudante cearense ocorre na Nova Zelândia

“Com a presença de tios e amigos, foi realizado o funeral de Felipe Melo neste sábado, 25. Os pais e os irmãos do adolescente não foram ao funeral, queaconteceu no Colégio Spotswood, em New Plymouth, Nova Zelândia.

Autoridades como o embaixador do Brasil na Nova Zelândia, Eduardo Gradilone, também estavam presentes. O corpo de Felipe será cremado, e as cinzas serão compartilhadas entre os parentes em Fortaleza e a família de acolhimento em New Plymouth.

Acidente

O estudante cearense Felipe Melo, 17, fazia intercâmbio em New Plymouth, Nova Zelândia. Ele morreu após cair no mar durante uma escalada no dia 8 de agosto deste ano.

O corpo do jovem foi encontrado no último sábado, 18, e identificado no dia seguinte. ”Rezamos 11 dias por um milagre”, disse a mãe do estudante Felipe Melo.”

(O POVO Online)

Explosão de refinaria mata 24 pessoas na Venezuela

Vinte e quatro pessoas morreram em explosão no complexo de refinarias de gás e petróleo em Paranaguá, o principal da Venezuela e um dos maiores do mundo. Segundo a agência venezuelana AVN, a maioria dos mortos são militares da Guarda Nacional Bolivariana; um menino de 10 anos também morreu. Há mais de 50 feridos.

As causas do acidente estão sendo investigadas, há suspeita que vazamento de gás que provocou explosão na zona de tanques de gás da refinaria Amuay, a maior das três que formam o complexo.

O ministro de Energia e Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, disse que “o acúmulo de gás criou uma nuvem que explodiu e provocou incêndios em pelo menos dois tanques da refinaria e nas áreas ao redor”.

(Agência Brasil)

Sistema de cotas: justiça social e reforço à democratização

O Brasil prepara-se para viabilizar (através de sanção presidencial) o projeto de lei que obriga universidades e institutos federais de ensino superior – além dos federais de nível médio -, a reservar 50% do total de vagas do vestibular a estudantes oriundos de escola pública. A constitucionalidade do sistema de cotas na universidade pública foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em sessão histórica.

Por razões históricas – econômicas, sociais e culturais – segmentos sociais, étnicos e raciais muitas vezes não tiveram as mesmas oportunidades para desfrutar das conquistas obtidas por determinada sociedade. A evolução da doutrina dos direitos humanos fundamentais e a consagração do Estado Social tornaram intoleráveis essas discrepâncias. Assim, seguindo o princípio do Direito segundo o qual desiguais devem ser tratados desigualmente, as sociedades democráticas recorreram ao sistema de cotas para corrigir essa desigualdade.

No caso do Brasil, com uma das estruturas sociais mais desiguais do planeta, essa discrepância se reflete no acesso aos bens e serviços pelos diversos segmentos sociais. Em relação à educação escolar, o fosso foi reforçado pelo sucateamento da rede pública de ensino e a consequente ênfase no ensino privado por administrações do passado. Os alunos da escola pública ficaram defasados em relação aos segmentos de maior renda, que podem pagar por um ensino de melhor qualidade.

Contudo, a reconstrução da rede pública, como um todo, exige dispêndios financeiros vultosos e um intervalo de tempo cuja duração desemboca em prejuízos irreparáveis a milhares de alunos que só podem contar com o ensino gratuito. Assim, até que as instituições públicas de ensino alcancem o nível de qualidade exigido vai se apelar para o recurso de cotas sociais, destinando-se 50% das vagas nos vestibulares de universidades e institutos federais de ensino superior – além dos institutos federais de nível médio – a estudantes oriundos de escola pública, sendo 25% segundo o critério de renda familiar (até 1,5 salário mínimo per capita) e os outros 25% por critério étnico (negros, pardos e índios). Iniciativa merecedora de aplausos pelo compromisso com a justiça social.

(O POVO/Editorial)

PSB ataca gestão Luizianne

137 8

Um dos destaques dos programas veiculados na noite dessa sexta-feira (24) foi o novo tom assumido por Roberto Cláudio, do PSB. O candidato, que é apoiado pelo governador Cid Gomes, se disse “triste” com o quadro da saúde pública em Fortaleza, destacando que os postos da Prefeitura conseguem atender apenas “um terço da população e, mesmo assim, de forma muito precária”. Uma locutora chegou a anunciar a atual crise no setor como “o mais grave dos últimos anos na cidade”, situação ilustrada no programa por depoimentos de cidadãos que reclamavam da falta de medicamentos, do não funcionamento de algumas unidades.

Um mote para ressaltar o que o governo do Estado tem feito no Hospital Geral de Fortaleza (HGF). Um dado apresentado no programa: 87% dos pacientes que chegam à emergência da unidade são moradores de Fortaleza. Roberto Cláudio ressaltou que a administração Cid tem feito sua parte, através das Unidades de Pronto Atendimento (Upas). O candidato prometeu, em quatro anos, instalar pelo menos 11 Upas em Fortaleza.

(O POVO)

Petrobras anuncia descoberta de petróleo na Bacia Sergipe-Alagoas

A perfuração de um poço a 85 quilômetros (km) de Aracaju (SE) confirmou a presença de petróleo e gás no bloco BM-Seal-10, em região de águas ultraprofundas, informou nessa sexta-feira (24) a Petrobras.

A descoberta do reservatório, uma coluna de 300 metros de gás e petróleo, está a cerca de 5 mil metros da superfície, em região de profundidade de 2.775 metros.

A estatal opera outros dois poços na área, em um raio de 60 km, onde havia sido encontrado gás e petróleo. Não foi divulgada a data em que a empresa apresentará detalhadamente suas descobertas à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

(Agência Brasil)

Falta de médicos gera filas à espera de consultas especializadas

250 2

Não tem banco para sentar, não tem equipamento para medir a pressão, não tem médico para certas áreas, falta remédio e paciência. Essas são algumas queixas de quem procura o Centro de Saúde da Família (CSF) Pedro Celestino Romero, na Maraponga. A ausência do que é considerado básico pelos usuários é tão alarmante que a dificuldade em conseguir consulta com especialistas ganha ar de resignação.

José Edmilson Viana espera há dois anos uma consulta com um reumatologista. “O papel está velho lá em casa. Com um ano, tem que atualizar o encaminhamento do médico”, comenta. Já Vanda Lúcia Belo estava no posto para, entre outras coisas, checar a situação do encaminhamento dos dois filhos: para um otorrinolaringologista e para um cirurgião-dentista. A espera vai completar dois anos.

Histórias semelhantes são contadas pelos usuários do posto. Com a guia de encaminhamento em mãos, os pacientes buscam vaga e muitos voltam sempre para saber a situação na fila, sem sucesso. Outros, desesperançosos, comentam que nem guardam mais o papel.

David Coelho recebeu um encaminhamento em dezembro de 2011 para um otorrino e está na fila de espera, que ele define como terrível. “Conheço uma pessoa que aguarda há quatro meses por uma cirurgia de hérnia. É um descaso muito grande”, relata.

Carência

Como em outras situações dos complexos problemas que atingem a saúde pública, um dos pontos apontados como obstáculos para a consulta com especialistas é a carência de profissionais.

Áreas como neurologia, otorrinolaringologia, ortopedia, reumatologia e neurologia pediátrica são as que concentram mais carências e, consequentemente, mais filas, segundo Valdelice Mota, coordenadora da célula de consulta e marcação especializada da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). “É um problema. O paciente demora mais do que deveria para ser atendido, mas não é comum ficar um ano esperando”, aponta.

Valdelice lembra que não é um problema que se revolva rapidamente, por envolve o fortalecimento da atenção básica, que aumentaria a resolutividade dos casos e a formação de profissionais.

Outras questões que complicam o sistema são o índice de 30% a 40% de absenteísmo (pacientes que marcam e não vão para as consultas) e aqueles que não buscam os resultados.

Os dados sobre a quantidade de pessoas à espera de consultas especializadas foi solicitada pelo O POVO à SMS, mas a assessoria da pasta indicou que os números não poderiam ser informados até o fechamento da matéria porque estariam sendo depurados.

Segundo a assessoria, algumas especialidades já estão sendo atendidas no Hospital da Mulher, o que exige uma atualização da real demanda.

(O POVO)

A homenagem dos Alencar a Nelson Rodrigues

56 1

Em artigo no O POVO deste sábado (25), o editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos, fala da conturbada história dos Leonel Alencar na política. Confira:

Leonel Alencar foi o maior jogador de futebol de salão que já vi. Era o Pelé das quadras, nos tempos áureos em que o Ceará despontava como o celeiro de craques desse esporte no País. Dava gosto vê-lo jogar. A sua trajetória, pelo menos para mim, todavia, não foi marcada apenas por esse dom.

Logo após entrar no O POVO, fui responsável por cobrir série de matérias denunciando desmandos do então comandante do Corpo de Bombeiros, o ídolo Leonel. Eram irregularidades como o uso de celulares funcionais por parentes do gestor e compra de foguetes em nome da corporação, mas utilizados em jogos do Fortaleza, presidido por Leonel.

Poderia-se até dizer que não eram lá fatos tão graves, mas não deixavam de ser irregularidades. A comprovação das denúncias levou Leonel a pedir o afastamento em menos de dois dias. O então líder do Governo, deputado Fernando Hugo, foi um dos que aproveitaram o momento e empurraram o ex-craque para o cadafalso. Leonel, porém, não perdeu a credibilidade entre os seus e no ano seguinte foi eleito vereador. Estava aparentemente restabelecida a imagem da família.

A vida, no entanto, dá voltas, que muitas vezes nós faz ter a impressão de que, apesar do tempo, não saímos do lugar, ou não aprendemos as lições que a vida nos oferece. As denúncias contra o vereador Leonelzinho, filho de Leonel, revelam um pouco isso. O que são as denúncias contra ele, aparentemente, se não coisas menores, se é que podemos estabelecer dimensão entre irregularidades quando se lida com o bem público.

O que se depreende é que não só Leonelzinho desperdiçou a lição como trouxe de volta drama familiar vivenciado há quase 13 anos. Para quem não lembra do que ocorreu em setembro de 1999, com menos de uma semana após as denúncias feitas por um major dos Bombeiros contra Leonel, este mesmo oficial se disse vítima de atentado, depois comprovado ter sido uma fraude. Os tiros na porta da autoescola de Toinha Rocha, e aqui não vai nenhum juízo de valor sobre os autores, menos de uma semana depois das denúncias, tratam-se, portanto, de enredo repetitivo e burlesco envolvendo família, mulher, dinheiro e honra. Em tempos de homenagens a Nelson Rodrigues, nada mais atual.

Dilma anistia policiais que participaram de manifestação no Ceará

134 7

A presidente Dilma Rousseff anistiou esta semana os policiais que participaram da manifestação Sábado Vermelho, ocorrida em 17 de dezembro de 2011. Diante do ato, o processo movido pelo Estado contra os policiais foi arquivado.

A manifestação foi durante a visita do governador Cid Gomes às obras do metrô da Linha Sul. Houve um princípio de confronto entre policiais, seguranças do governador e PMs da Casa Militar.

Os manifestantes acusaram a Casa Militar de agressão a esposas de policiais. Já a Casa Militar acusou os manifestantes de colocarem em risco a segurança de Cid Gomes.

Tânia Gurgel se destaca como a “queridinha do PSB”

126 2

A ex-deputada Tânia Gurgel e candidata à Câmara Municipal de Fortaleza tem se destacado no PSB como a “queridinha” do partido. Apesar da longa jornada na política, Tânia não perde o brilho no olhar quando o assunto é política social.

Na foto, ela recebe os mimos dos vereadores Elpídio Nogueira e Ciro Albuquerque. Esse último, presidente municipal do PTC.

Roberto Cláudio já arrecadou quase R$ 1 milhão em doações; Elmano só R$ 5 mil

86 9

O candidato a prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PSB), apoiado pelo governador Cid Gomes (PSB), parece ser o preferido do empresariado cearense. Das seis doações financeiras mais volumosas registradas até agora, cinco foram parar nos cofres da campanha de Roberto. O dinheiro partiu, principalmente, da indústria da construção civil. A outra doação mais “generosa” foi feita a Moroni Torgan (DEM), que recebeu R$ 200 mil da direção nacional de seu partido.

Os dados, referentes ao primeiro mês da disputa, são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pela primeira vez em sua história divulgou a lista de doadores com a campanha ainda em curso. Antes, o balanço só era feito após o fim do pleito.

Das sete pessoas jurídicas que aparecem como doadoras da campanha de Roberto Cláudio, só uma não é do ramo da construção civil: a Petroposto Comercial de Derivados de Petróleo. Roberto possui a maior coligação majoritária de Fortaleza e conta ainda com o apoio do Governo do Estado, que tem defendido e planejado obras de grande porte para a Capital e o Interior.

Uma das empreiteiras que aparece no levantamento do TSE decidiu apostar, de uma só vez, em três candidatos a prefeito de Fortaleza. A Idibra Participações LTDA., que pertence ao grupo cearense M. Dias Branco, realizou transferências financeiras para Roberto Cláudio, Heitor Férrer (PDT) e Marcos Cals (PSDB), investimento que chega a R$ 450 mil. No Interior, também doou R$ 100 mil para a candidata a prefeita de Aquiraz pelo PCdoB, Ritelza Cabral.

O POVO procurou a empresa, por volta das 17 horas dessa sexta-feira (24), para saber os motivos da aposta tripla em Fortaleza, mas um assessor de imprensa disse que, naquele horário, não seria possível localizar o executivo responsável pela área.

Na contramão do adversário Roberto Cláudio, o outro candidato com maior estrutura nesta eleição, Elmano de Freitas (PT), está na rabeira na lista dos que mais arrecadaram. Na declaração feita por ele ao TSE, há apenas uma doação de R$ 5 mil, feito por pessoa física: José Augusto Fiuza Porto.

Alguns candidatos aparecem como doadores de si próprios. Inácio Arruda (PCdoB) e Renato Roseno (Psol) declararam ter desembolsado R$ 20 mil e R$ 5 mil, respectivamente.

(O POVO)

Morde e assopra?

Da coluna Vertical, no O POVO deste sábado (25):

O recente encontro de Tasso com Luizianne Lins, no Paço Municipal, causou certo frisson no comitê eleitoral pró-candidatura de Marcos Cals a prefeito pelo PSDB. Marqueteiros não sabem mais se batem na gestão da petista.

Inácio promove carreata no bairro Edson Queiroz

69 1

Com a promessa de melhorar o atendimento à saúde em Fortaleza, o candidato do PCdoB à Prefeitura de Fortaleza, Inácio Arruda, participou de uma carreata, na noite dessa sexta-feira (24), pelas ruas do bairro Edson Queiroz.

A carreata partiu da Rua Cidade Ecológica, na comunidade do Dendê, com destino à rua Hil de Morais, percorrendo as principais vias do bairro. Ao final do percurso, Inácio e Chico Lopes visitaram comércios e residências, conversaram com moradores e motoristas, distribuíram panfletos e apresentaram algumas de suas propostas, como a construção de 18 Unidades de Pronto Atendimento à Saúde (UPAs) e seis policlínicas Odontomédicas. “As pessoas precisam ter acesso a postos de saúde com médicos e remédios, em todos os bairros”, ressaltou Inácio.

Redes do Grande Bom Jardim, Jangurussu e Ancuri promovem Encontro de Compromisso dos Prefeituráveis

Os candidatos a prefeito de Fortaleza poderão ouvir e se comprometer com uma Plataforma de Lutas Prioritárias de importantes áreas da periferia de Fortaleza. É o que esperam moradores de cinco bairros, neste sábado (25), a partir das 10 horas, no Centro Popular de Educação e Cultura (CPEC) Pé no Chão, no Canidezinho, durante o Encontro o Grande Bom Jardim.

As propostas da Plataforma de Lutas Prioritárias é fruto de muitos anos de lutas (9 anos da Rede DLIS e 6 anos da Rede REAJAN) e envolvem melhoria da qualidade de vida para cerca de 300 mil pessoas, num contexto de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

A comissão organizadora está propondo um formato participativo para o Encontro, dividido em três etapas. No primeiro momento, os prefeituráveis se posicionarão acerca da Plataforma. Em seguida, terão a oportunidade de responder a perguntas dos participantes. Ao final, farão suas considerações finais e assinarão (ou não) a Plataforma.

Segundo os organizadores do evento, já confirmaram presenças Elmano de Freitas (PT), Francisco Gonzaga (PSTU), Heitor Férrer (PDT), Inácio Arruda (PCdoB), Marcos Cals (PSDB), Moroni Torgan (DEM), Roberto Cláudio (PSB), Roberto Cláudio (PSB), Renato Roseno (PSol) e Valdeci Cunha (PRTB).

Representantes da Assembleia de Deus formalizam apoio a Moroni

72 1

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Moroni Torgan, recebeu nessa sexta-feira (24) o apoio formal dos representantes da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus Unidas do Estado do Ceará (Comaduec).

A Comaduec elaborou uma carta destacando, entre outros pontos, que Moroni, além de ser um candidato ficha limpa, sempre esteve envolvido em projetos sociais em defesa da população.