Blog do Eliomar

Últimos posts

Fortaleza poderá sediar prova de Ironman

erick vasconcelos

A cidade de Fortaleza poderá entrar no calendário mundial das provas de Ironman, a partir do próximo ano. O percurso já foi aprovado pelo diretor técnico da Latin Sports, Mauro Tonon, em reunião com os triatletas Erick Vasconcelos (na foto, à direita) e Kal Aragão.

Até o fim do mês, um dos representantes da marca Ironman no Brasil deverá chegar a Fortaleza para reuniões com os governos do Estado e Municipal.

Mercadante diz que críticas à formação médica no SUS são seletivas

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse nessa terça-feira (16) que as críticas ao serviço obrigatório de dois anos no Sistema Único de Saúde (SUS) para estudantes de Medicina são seletivas. A medida é um dos pontos da Medida Provisória (MP) do Programa Mais Médicos, encaminhada pelo Executivo ao Congresso Nacional na semana passada.

“Porque é que no Fies [Financiamento Estudantil] tem 24 mil estudantes que vão ficar oito anos trabalhando no SUS para pagar e ninguém criticou? Querem a resposta? Porque são estudantes de medicina pobres. Ninguém criticou, ninguém questionou”, disse o ministro. Ele falou com jornalistas pouco antes de encontrar a presidente Dilma Rousseff em audiência no Palácio do Planalto.

Mercadante defendeu a aplicação do segundo ciclo de estudos no SUS a todos os estudantes de medicina, e não apenas aos de escolas públicas, pois entende que esse é um critério de formação. Ele disse não acreditar que as críticas ao modelo proposta pelo governo resultem de preconceito de estudantes ricos com o SUS. “Não, espero que não. Eles vão ter grande experiência de vida, pois esse é um sistema generoso, um sistema solidário”.

Mercadante também anunciou que uma comissão foi criada nessa terça-feira com o objetivo de discutir e aprimorar a MP Mais Médicos. O grupo terá representantes do Ministério da Educação, do Ministério da Saúde e das 11 principais universidades federais do país. O encontro desta tarde reuniu diretores e coordenadores dos cursos federais de medicina no Ministério da Educação e durou cerca de quatro horas.

Segundo Mercadante, a comissão terá quatro meses para discutir a MP Mais Médicos no Congresso, e depois mais seis meses para trabalhar as propostas dentro da Comissão Nacional de Educação, que tratará das questões curriculares e do acompanhamento acadêmico. O prazo para implantação do segundo ciclo é de sete anos, uma vez que as primeiras turmas sob o novo sistema chegarão em 2021.

De acordo com o ministro, a discussão desta tarde foi positiva, com debates sobre a articulação do segundo ciclo com a residência médica, sobre a especialização em atenção básica e sobre possíveis ajustes no currículo. “Estamos abertos a discutir. Estamos abertos a falar com especialistas”, garantiu.

Mercadante voltou a defender o ingresso de médicos estrangeiros no Brasil e destacou que todos passarão pelo Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) e só serão encaminhados aos locais aonde os médicos brasileiros não quiserem ir. “É um programa provisório, voltado especialmente ao Semiárido nordestino, à Amazônia e à periferia das grandes cidades, e eles vão trabalhar acompanhados pelas universidades”.

(Agência Brasil)

Dilma Rousseff inaugura nesta 5ª feira duas estações do Metrofor

dilmmmaaaaaa

“Um ano e um mês após ter sido inaugurada pelo governador Cid Gomes (PSB), a Linha Sul do Metrô de Fortaleza terá suas duas últimas estações previstas no projeto original da obra entregues amanhã pela presidente Dilma Rousseff (PT). Serão inauguradas a estação Central – Chico da Silva (na rua Padre Mororó, ao lado do cemitério São João Batista) e a José de Alencar (na avenida Tristão Gonçalves, entre as ruas Liberato Barroso e Guilherme Rocha).

O equipamento está em fase de testes e liga Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, ao Centro da Capital, onde se chega até em menos de 30 minutos. Por ora, as composições funcionam apenas de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia.

O POVO checou o serviço às vésperas da chegada da presidente. O um ano de uso constante por uma demanda que só cresce em decorrência da gratuidade do acesso só se faz notar com a chegada das composições. Ontem, duas janelas estavam trincadas e a fachada da estação Carlito Benevides (a antiga Vila das Flores, em Pacatuba) havia sido pichada. “Se não tivesse equipe de segurança dentro, o prédio não estaria bem conservado assim”, relatou um agente.

De resto, em todas as 18 estações, tudo parece novo. Plataformas limpas, segurança reforçada, acessibilidade garantida e lixeiras de coleta seletiva preservadas. Os passageiros queixam-se apenas da inexistência de banheiros públicos, explicada pela assessoria da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) como algo feito “porque foi constatado que estes espaços serviam mais a criminalidade do que ao seu propósito inicial.”

Nos 29 minutos trilhados da Pacatuba ao Centro de Fortaleza, O POVO vivenciou duas situações em que o sistema computadorizado dos vagões precisou ser desligado e reiniciado. “Já aconteceu foi de parar total e ser preciso vir outro pra puxar. Não é normal, mas acontece, principalmente em dia de chuva. E também tá em teste, né? Ainda assim, a gente chega muito mais rápido. De ônibus, eu levaria uma hora e meia”, compara a estudante Andréa Cavalcante, 33.

Dentro das composições, seguranças ficam de prontidão para o caso de alguma ocorrência. Afora as duas janelas avariadas por vândalos, o equipamento parece novo. Além da rapidez no deslocamento, os passageiros elogiaram o conforto das poltronas e o ar-condicionado. Em quase toda a viagem, os vagões vão cheios, mas não chegam a lotar ao ponto de causar desconforto.

Em nota, a assessoria do Metrofor informou não haver previsão para o fim do período de testes e início da cobrança de tarifa no metrô, mesmo com a entrega das duas estações por Dilma Rousseff. “A operação comercial depende de vários fatores administrativos como definição de horários, integração com outros modais de transporte, recursos humanos etc. Tudo está sendo encaminhado”, disse.”

(O POVO)

Justiça manda barrar obra dos viadutos do Cocó

259 3

“A Justiça determinou, no início da noite de ontem, a suspensão da construção do viaduto sobre as avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior, pela Prefeitura de Fortaleza. A decisão suspendeu também os cortes das árvores do Parque do Cocó para a execução da obra. A liminar foi concedida pelo juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Francisco Chagas Barreto Alves, e acata ação popular, movida pelo advogado Rogério Araújo.

Pela decisão, os trabalhos ficam suspensos até que a Prefeitura se defenda em juízo, quando o juiz decidirá se mantém ou não a decisão. Antes mesmo da decisão, também na noite de ontem, o Município já havia se pronunciado, por meio da assessoria de comunicação, afirmando compromisso de suspender as obras, devido a questionamento da Superintendência do Patrimônio da União (SPU). Segundo o órgão, a obra estava irregular, pois não tem autorização da União.

A constatação da SPU se deu na manhã de ontem, durante audiência pública no Ministério Público Federal, enquanto representantes da Prefeitura apresentavam o projeto. “Parte da área onde vai ser feita a edificação é da União. Portanto, prescindia de autorização, que não foi requerida”, disse o superintendente da SPU, Jorge Luiz Queiroz. Portanto, a obra está irregular, asseverou. Na noite de ontem, Queiroz foi ao Paço Municipal se reunir com o prefeito Roberto Cláudio. Na ocasião, foi feita a notificação, “ato preparatório o embargo”. A Prefeitura terá de apresentar toda a documentação da obra, incluindo licença ambiental, e terá de fazer requerimento para obter permissão da União.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, havia entendimento de que a área não pertencia à área de marina. O prefeito assumiu compromisso de prestar as informações solicitadas à SPU o mais rápido possível e só retomar as obras após obter retorno da União.

De acordo com o procurador da República Oscar Costa Filho, a Prefeitura deveria ter realizado estudo e relatório de impacto ambiental (Eia-Rima) específico para a área do Cocó. “Eles não fizeram isso. Pegaram carona no estudo que existia para as obras do Transfor. Agora fica o questionamento: até que ponto não houve crime ambiental? Vamos pedir à Polícia Federal para abrir investigação”, afirmou o procurador.”

(O POVO)

Governador e vice não comparecem à homenagem a Eunício Oliveira

O governador Cid Gomes, o vice-governador Domingos Filho e o prefeito Roberto Cláudio foram as ausências no Centro de Eventos, na noite desta terça-feira (16), na homenagem da Federação de Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) do Estado ao senador Eunício Oliveira. O parlamentar foi agraciado com o Troféu Clovis Rolim.

O vice-prefeito Gaudêncio Lucena, amigo de Eunício Oliveira, representou o prefeito Roberto Cláudio, enquanto o Governo do Estado esteve representado pelo secretário da Fazenda (Sefaz), Mauro Filho, e pelo presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Roberto Smith.

Nos bastidores, a ausência de Cid Gomes foi justificada pela agenda governamental.

Setfor reúne lojistas da Monsenhor Tabosa; Obras começam nesta quinta-feira

231 1

salmito 130716 ciro saboya mons tabosa

Em uma reunião de quase três horas de duração, na noite desta terça-feira (16), no Sebrae, o secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, explicou para os lojistas da Monsenhor Tabosa sobre as obras de requalificação do maior corredor comercial de Fortaleza. A ordem de serviço será assinada na quinta-feira (18), com as presenças do prefeito Roberto Cláudio e do ministro do Turismo, Gastão Vieira.

Nessa segunda-feira (15), o titular da Setfor já havia se reunido com representantes da Associação dos Lojistas da Monsenhor Tabosa (Almont), quando ficou definido o primeiro trecho das obras, que será entre as ruas João Cordeiro e Gonçalves Ledo.

“A ideia inicial era que as obras começassem pela quadra do seminário da Prainha, por haver um menor número de lojas. Mas, assim como conversamos com os permissionários do Mercado dos Peixes e barraqueiros da Praia do Futuro, conforme determinação do prefeito Roberto Cláudio, também chamamos para conversar os lojistas da Monsenhor Tabosa. Foram eles que pediram a mudança no primeiro trecho da obra”, ressaltou Salmito Filho, que informou ainda que as obras devem ser concluídas até o fim do ano.

Semana de obras

Além das obras de requalificação do corredor comercial da avenida da Monsenhor Tabosa, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Setfor, também assinará ordem de serviço do Livro Urbano, nesta quarta-feira (17), a partir das 17 horas, no espigão da Praia de Iracema, e ainda retomará na sexta-feira (19) as obras da Praça 31 de Março, paralisadas desde a última gestão.

O Livro Urbano, orçado em R$ 305,9 mil, contará a história de Iracema, do escritor cearense José de Alencar, por meio de 18 totens.

(Foto – Ciro Saboya)

CGE apresentará utilização de redes sociais como ferramentas de atendimento

299 2

Essa informação é o site do Governo do Estado:

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) participará, nas próximas quinta e sexta-feiras – dias 18 e 19 de julho, em Florianópolis (SC), do 2º Seminário Nacional de Redes Sociais e e-Gov para a Administração Pública. A experiência da CGE nas mídias sociais, com foco nos atendimentos realizados nas mídias sociais da Ouvidoria, será apresentada no evento, durante a palestra “As redes sociais como ferramentas de atendimento do Governo do Estado do Ceará às demandas da sociedade”, a ser ministrada pelo Secretário Executivo Paulo Roberto Nunes.

O seminário é um evento multitemático, pensado para agentes públicos e estudiosos da Administração Pública que reconhecem a importância da utilização das redes sociais na melhoria do relacionamento e prestação de serviços ao cidadão como forma de viabilizar a transparência na gestão pública. O encontro promoverá o debate e aprendizado acerca da utilização das redes sociais, mídias digitais e novas tecnologias por instituições públicas para fornecer melhores serviços e informações aos cidadãos.

VAMOS NÓS – Pena que a Ouvidoria não ouça o maior clamor do momento da nossa sociedade: mais segurança. Nas redes sociais, por exemplo, essa queixa é generalizada.

Eunício Oliveira recebe Troféu Clovis Rolim

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4piSsz5i5xc&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O senador Eunício Oliveira recebeu, nesta noite de terça-feira, no Centro de Eventos, o Troféu Clóvis Rolim. Trata-se da mais alta comenda concedida anualmente pela Federação de Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) do Estado. A solenidade foi concorrida.

Eunício Oliveira falou para o Blog, momentos antes do ato, sobre a homenagem.

Votação da LDO 2014 é adiada para 6 de agosto

179 2

“Ainda sem acordo sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) que torna impositiva a liberação das emendas parlamentares, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) adiou, mais uma vez, a votação do relatório preliminar da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A próxima reunião do colegiado foi marcada para 6 de agosto. Com isso, oficialmente, o Congresso não pode entrar em recesso, que seria entre os dias 17 e 31 de julho. Contudo, os líderes partidários da Câmara e do Senado concordaram que não haverá votações durante o período, instituindo o chamado recesso branco.

O presidente da CMO, senador Lobão Filho (PMDB-MA), lamentou o impasse e fez um alerta que a demora em votar a LDO poderá prejudicar a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). “Certamente, vai prejudicar a LOA, que tem prazo regimental para chegar à Casa, de 15 a 31 de agosto, e ela precisa ter uma regra para ser executada e enviada à comissão para deliberação. É ruim porque todos os prazos ficam apertados”, disse Lobão.

Para o peemedebista, caso o Executivo envie a proposta orçamentária antes da aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, haverá a necessidade de adequação da Lei Orçamentária Anual. “O governo federal deveria aguardar o regramento do Congresso, que é a LDO, para fazer a LOA. Se o governo enviar a LOA, porque ele também tem prazo, e nós votarmos a LDO, ele terá que readaptar a sua LOA”, explicou.

O relator da LDO, deputado Danilo Forte (PMDB-CE), criticou a postura do PT, que, segundo ele, dificultou a votação da proposta por ser contra a PEC do Orçamento impositivo. Para ele, o país é maior prejudicado com a demora em aprovar é LDO. “É lamentável que o Congresso não tenha ouvido o clamor das ruas e que a articulação política do governo não tenha colocado o PT para vir votar. O imbróglio e a não votação não sei a quem interessa, mas sei a quem prejudica: prejudica o povo brasileiro”, disse Forte.”

(Agência Brasil)

Fernando Bezerra será cidadão cearense

151 2

fernandobezerra

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, receberá nesta quarta-feira, às 19 horas, o título de Cidadão Cearense. Bezerra é considerado um dos ministros da presidente Dilma que tem liberado recursos para uma série de obras de pequenos e grandes açudes no Interior.

Na lista também, uma série de adutoras e em parceria com o Ministério da Agricultura assegurou uma série de projetos de abastecimento de água no Interior.

Cinco estados e o DF ainda não alcançaram meta de vacinação contra paralisia infantil

Cinco estados e o Distrito Federal não atingiram a meta de vacinação contra a poliomielite, de acordo com dados do Ministério da Saúde. A meta é imunizar 95% das crianças entre 6 meses e 5 anos incompletos. A campanha nacional deveria ter encerrado no dia 21 de junho, mas foi prorrogada até 5 de julho para que os municípios e estados pudessem alcançar a meta de imunização.

No país, mais de 12,3 milhões crianças foram vacinadas. O número ultrapassa a meta nacional estipulada, que era 12,2 milhões.

Os municípios de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, do Tocantins e do Piauí – que não cumpriram a meta – vão continuar a vacinar as crianças até alcançar a meta. Em São Paulo, a imunização irá até o dia 31 de julho. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que não vai dar continuidade à campanha.

Os estados que mais vacinaram foram: Amapá, Roraima e Rondônia. As regiões Sudeste e Centro-Oeste não atingiram as metas de imunização.

O último caso de paralisia infantil registrado no Brasil foi em 1989. O país recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de erradicação da doença em 1994. No entanto, a vacinação é necessária para impedir a reintrodução do vírus no país, pois alguns países ainda registram casos da doença.

(Agência Brasil)

Lula : PT precisa se renovar e retomar diálogo com movimentos sociais

219 2

lula fortaleza

O ex-presidente Lula afirmou, nesta terça-feira, 15, que o PT precisa se renovar e retomar o diálogo com os movimentos sociais após a onda de protestos registrada no Brasil durante o mês de junho. Ele fez estas considerações em sua coluna mensal veiculada pela agência de notícias do The New York Times.

“É preciso recuperar as ligações diárias com os movimentos sociais e oferecer novas soluções para os novos problemas”, disse o ex-presidente.

Na coluna, Lula disse discordar dos analistas que acreditam que a recente onda de protestos foi causada por uma rejeição à política por parte dos brasileiros. O ex-presidente acredita que as manifestações são, em sua maioria, resultado das medidas sociais, econômicas e políticas no Brasil. “Na última década, o Brasil dobrou o número de estudantes universitários, muitos de famílias pobres e houve redução drástica da pobreza e da desigualdade”, afirmou Lula.

O ex-presidente comentou que a juventude não presenciou momentos históricos como a repressão da juventude militar, o aumento da inflação da década de 80 e do desemprego que atingiu o país na década de 1990. De acordo com Lula, os jovens querem mais e os protestos são compreensíveis.

(Com Agências)

Presidente da OAB nacional debaterá Reforma Política em Fortaleza

O presidente da OAB nacional, Marcus Vinícius, visitará Fortaleza no próximo dia 23. Aqui, atendendo a convite do presidente local da Ordem, Valdetário Monteiro, ele participará da audiência pública sobre a Reforma Política, a partir das 15 horas, no auditório da Fundação Escola Superior de Advocacia do Estado do Ceará (Fesac).

A OAB nacional tem um projeto de Lei Eleições Limpas,com apoio do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e de dezenas de entidades da sociedade civil. Essa mastéria possui três temas principais: a defesa do financiamento democrático das campanhas, para que os candidatos ingressem ou permaneçam na política sem que tenham que se submeter a financiamentos por parte de empresas; do voto transparente e da liberdade de expressão na Internet.

Um dos objetivos do projeto de lei é criminalizar a conduta de quem realiza caixa dois nas campanhas eleitorais, prevendo penas de dois a cinco anos de reclusão para esse crime.

 

Sanfoneiro Waldonys comemora. Num só dia fez três shows juninos

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NCQYql7WhSA&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O cantor e sanfoneiro Waldonys comemora bons resultados de shows durante a temporada de São João. Ele conta, inclusive, que chegou a fazer três shows em três Estados.

Veja Waldonys pulando de paraquedas para show em Juazeiro do Norte:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=zUPAGqgEwWA&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

PT indica Berzoini para comissão especial sobre Reforma Política

161 1

“Depois do impasse em torno do comando do grupo de trabalho que debaterá a reforma política, o PT decidiu indicar o deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) para compor o colegiado. Anteriormente, a bancada petista havia escolhido o deputado Henrique Fontana (RS). Relator da comissão especial que, desde 2011, analisou vários projetos com sugestões para a reforma política, Fontana tinha sido indicado pela bancada para comandar os trabalho do grupo. Contudo, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), indicou Cândido Vaccarezza (PT-SP) para o cargo, o que provocou um racha na bancada petista.

O líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), disse que tentou convencer Fontana a integrar o grupo, mas não obteve sucesso. O PT será o único partido com dois representantes no grupo de trabalho, que será composto por 14 membros.

Além de Vaccarezza e Berzoini, os indicados para o grupo são: Marcelo Castro (PMDB-PI), Marcus Pestana (PSDB-MG), Guilherme Campos (PSD-SP), Esperidião Amin (PP-SC), Luciano Castro (PR-RR), Rodrigo Maia (DEM-RJ), Júlio Delgado (PSB-MG), Miro Teixeira (PDT-RJ), Antonio Brito (PTB-BA), Leonardo Gadelha (PSC-PB), Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e Sandro Alex (PPS-PR). Depois de instalado, o grupo de trabalho terá 90 dias para elaborar uma proposta de reforma política.”

(Agência Brasil)

Projeto de reestruturação do Dnocs é discutido no Ministério da Integração Nacional

258 3

dnocuis

A Medida Provisória que garante o processo de reestruturação do Departamento Nacional de Obras contra as Secas, Dnocs, está sendo discutida neste momento, em Brasília. Nessa reunião, participam o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e os deputados federais Eudes Xavier (PT), Ariosto Holanda (PSB) e Gorete Pereira (PR). O diretor-geral da autarquia, Emerson Fernandes, também acompanha as discussões.

A expectativa é que a MP, após discussão com o Ministério do Planejamento, seja aprovada até agosto próximo.

A minuta da MP assegura, entre outros itens, de acordo com Ariosto Holanda, a permanência da sede do órgão em Fortaleza, concurso público para novos servidores, superintendências em todos os estados do Nordeste e a negociação dos imóveis residenciais não operacionais, cerca de 7 mil só no Ceará, com os próprios aposentados e servidores.

(Foto – Divulgação)

Câmara deixa para agosto votação do projeto dos royalties

A Câmara de Deputados deixará para agosto a votação do projeto de lei que destina royalties do petróleo para educação (75%) e saúde (25%). A decisão foi tomada na reunião do Colégio de Líderes da Câmara, no início da tarde desta terça-feira (16). Não houve consenso sobre o texto. O líder do governo na Câmara, deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que a votação dos royalties ficou para depois devido à “complexidade” do tema e para evitar uma “decisão equivocada”.

“Nós queremos produzir a melhor lei e seria um equívoco, eventualmente irrecuperável, se a gente tomasse uma decisão que, ainda que eivada de boa intenção, resultasse numa decisão equivocada.” Segundo ele, a ideia é votar a matéria na primeira quinzena de agosto. O líder do DEM na Câmara, Ronaldo Caiado (GO), criticou a posição do governo em defender para educação e saúde o uso de 50% dos rendimentos do Fundo Social do petróleo e não de seu valor total.

“O governo insiste em tentar derrubar no projeto dos royalties o repasse do Fundo Social, querendo dizer que apenas o rendimento seria suficiente, mas nós sabemos que seria um repasse irrisório, insignificante, seria uma farsa que estaria se propondo para dois setores fundamentais, como saúde e educação”, disse.

(Com Portal Uol)