Blog do Eliomar

Últimos posts

Triste equiparação

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (28), pelo jornalista Érico Firmo:

O POVO dessa sexta-feira (27) mostrou o quão tristemente próximas estão a administração estadual e a municipal em relação à saúde pública em Fortaleza.O Instituto José Frota (IJF) é o já conhecido caos e o Hospital Geral (HGF) está longe de ser referência aceitável.

A notícia de que o Hospital de Messejana também está saturado e não tem mais condições de receber mais pacientes afeta um dos raros exemplos de qualidade de ponta na saúde pública.

O presente debate e jogo de empurra é extremamente rasteiro e eleitoreiro. A crise é sistêmica, não há culpas isoladas, tampouco mocinhos nessa história. A esse respeito, não apenas os candidatos governistas têm explicações a dar, mas também o PCdoB de Inácio Arruda, legenda que comanda a saúde estadual há cinco anos e meio.

O preço da fidelidade cega

42 3

Em artigo no O POVO deste sábado (28), o editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos, comenta da postura de petistas em Fortaleza, que nos últimos anos se aproveitam dos bônus da imagem de Lula, mas se eximem dos ônus de seu governo. Confira:

A decisão da Justiça Eleitoral proibindo o uso das imagens de Lula e da presidente Dilma Rousseff (PT) por partidos que não apoiem a candidatura de Elmano de Freitas é correta do ponto de vista legal, mas questionável na perspectiva da fidelidade ao ex-presidente. Não que tenham sido todos, mas um grupo de petistas em Fortaleza tem ao longo dos últimos anos, no que se refere a Lula, se aproveitado dos bônus e se eximido inteligentemente dos ônus de seu governo.

Basta voltar no tempo para entender esse processo de esperteza política. Quem não lembra, por exemplo, da famosa vaia ao candidato a vice José Alencar quando este representou uma das grandes cartadas para Lula começar a ganhar fatia da sociedade refratária ao seu nome? E as rebeldias marxistas esotéricas da prefeita, que, em determinado evento em Brasília, recusou-se a cumprimentar Lula em uma mesa? Isso, sem falar no silêncio quando o governo mais precisou de apoio, como na reforma previdenciária e na crise do mensalão.

Do outro lado, Inácio, que não era do PT, recebeu a pecha de exterminador de velhinhos por votar com o governo na reforma da Previdência e em outros temas desgastantes. Também recebeu toda a carga negativa como relator da CPI das ONGs, frontalmente favorável ao governo. Estava certo o senador? Talvez, não. Mas o fato é que foi fiel e paga hoje com o desgaste de sua imagem.

Da mesma forma, não se pode negar a contribuição que Cid e Ciro deram ao governo Lula em momentos de grandes dificuldades. Na eleição de Dilma, basta comparar a participação do governador e da prefeita na campanha para ver quem mais contribuiu para o resultado em Fortaleza.

Mas a nossa política não é feita de pedaços de história e sim de interesses presentes.

E aqui, agora, Lula é a tábua de salvação do candidato que representa a manutenção do grupo de Luizianne no poder. E, se é assim, vale tudo, até porque, como dizia ACM, é melhor apanhar de cima do que bater quando se está por baixo.

Marcos lança proposta de camelódromo para 10 mil comerciantes

Falta de água nos banheiros, ventiladores quebrados, insegurança, acomodações precárias e prejuízos nas vendas. Essas foram algumas das reclamações ouvidas pelos candidatos Marcos e Fernando Hugo em visita ao Beco da Poeira, no Centro de Fortaleza, neste sábado (28). Os tucanos ainda se depararam com inúmeros boxes fechados que, de acordo com os permissionários, tiveram de cerrar as portas devido à falta de infraestrutura no local.

Os comerciantes mostraram-se indignados com o descaso da Prefeitura, que havia prometido inicialmente instalá-los no chamado “Esqueleto”, localizado entre a avenida Tristão Gonçalves e as ruas 24 de Maio e São Paulo. No entanto, após investimentos dos permissionários junto à Associação que os representava e a Prefeitura, a atual gestão simplesmente mudou de ideia e, em 2007, informou que o imóvel seria cedido ao Estado para outra finalidade. Assim, acabou transferindo os ambulantes para o atual espaço, um prédio da antiga fábrica Thomaz Pompeu, na Av. Imperador. O local, segundo os comerciantes é “provisório”, enquanto corre processo judicial sobre o então “Esqueleto”.

Após ouvirem todas as queixas, Marcos e Fernando Hugo comprometeram-se, quando estiverem na Prefeitura, com melhores condições de trabalho para todos. Os tucanos falaram da proposta de criação de um camelódromo para cerca de 10 mil comerciantes, dotado de toda infraestrutura (banheiros, sistema de ventilação, segurança, acomodações dignas). O local escolhido é a rua Governador Sampaio – do Palácio do Bispo à Pinto Madeira.

Marcos e Fernando Hugo estavam acompanhados do deputado federal Raimundo Matos e dos candidatos a vereador Renan Colares, Pedro Matos, Motoca, Carlos Dutra, Clébio Oliveira, Teresinha e Márlio Nobre.

(Assessoria de imprensa)

Elmano garante apoio a manifestações religiosas

72 3

O candidato do PT a prefeito de Fortaleza, Elmano de Freitas, reuniu-se na manhã deste sábado (28) com a Rede Nacional de Religiões Afrobrasileiras e Saúde – Núcleo Ceará. O candidato ouviu reivindicações dos representantes dos terreiros de Fortaleza, recebeu um documento com propostas do grupo e defendeu a tolerância religiosa.

“Eu aprendi que é muito importante a gente respeitar as pessoas nas suas várias dimensões: na dimensão do amor, na dimensão das relações pessoais, na dimensão da fé e na dimensão dos posicionamentos políticos”, disse o candidato. Elmano garantiu que, com esse entendimento, as comunidades dos terreiros terão de seu governo o mesmo apoio e valorização dedicados a quaisquer outras manifestações religiosas.

A Rede Nacional de Religiões Afrobrasileiras reúne grupos de diferentes religiões, como Umbanda, Candomblé, Terecô, Tambor de Minas, Batuque, entre outras. A coordenadora do GT Mulheres de Axé Saravá – grupo que pertence à Rede –, Kelma de Iemanjá, destacou que as comunidades de terreiro desenvolvem assistência social nas periferias, pois acolhem as pessoas mais simples em situações de desemprego, problemas de saúde ou dramas da vida pessoal.

(Assessoria de Imprensa)

Roberto Cláudio caminha pela Monsenhor Tabosa

70 2

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, esteve na manhã deste sábado (28), na avenida Monsenhor Tabosa, onde discutiu com os comerciantes algumas propostas de seu plano de governo para o setor. O candidato esteve acompanhado do vice Gaudêncio Lucena e da militância.

Por uma efetiva mobilidade urbana

83 2

Em artigo no O POVO deste sábado (28), a arquiteta e urbanista, professora e pesquisadora da Universidade de Fortaleza, Fernanda Rocha, comenta a “falta de acesso ao transporte público, de fluidez e segurança na circulação de pedestres, ciclistas e veículos, e de liberdade na escolha do modo de locomoção”. Confira:

Considerando-se a sensível precariedade das condições atuais de mobilidade urbana na cidade de Fortaleza, faz-se imperativo o debate acerca do seu caráter essencial, e das implicações dela decorrentes na qualidade de vida de todos os cidadãos fortalezenses.

Posto em relevo que a mobilidade vai além da visão corrente de mero deslocamento, deve-se compreendê-la, a partir das ideias do geógrafo Jacques Lévy, como a relação social ligada à possibilidade da mudança de lugar, reforçando ainda mais a imprescindibilidade de uma atenção redobrada em sua abordagem, dado que se trata de um conjunto complexo, envolvendo diferentes atores, atividades, escalas, espaços, modalidades, tempos, entre outros.

Ainda assim, poderíamos elevar qualitativamente os indicadores da mobilidade urbana em Fortaleza se nos fosse pelo menos garantida a efetividade do Plano Diretor Participativo (PDP For), em vigor desde 2009, no qual a acessibilidade e a mobilidade estão elencados dentre seus objetivos. Um capítulo específico é destinado a tratar da política de mobilidade urbana na Cidade, organizado em seis seções, versando mesmo que de maneira menos abrangente, de alguns de seus componentes: acessibilidade, sistemas de circulação, viário e de transportes. Ali já estava previsto um prazo de dois anos para elaboração e implementação do Plano Diretor de Mobilidade Urbana de Fortaleza, do qual até hoje, só se ouvem promessas.

Enquanto isto, vivenciamos no cotidiano a falta de acesso ao transporte público, de fluidez e segurança na circulação de pedestres, ciclistas e veículos, e de liberdade na escolha do modo de locomoção, apenas para citar alguns dos problemas relacionados à questão da mobilidade urbana.

Resta então, a nós cidadãos, certa sensação de descrédito nas ações dos gestores públicos, especialmente quando somos impactados a todo o instante por diversas obras de infraestrutura viária, sem sabermos ao certo como se relacionam ou se foram planejadas considerando perspectivas futuras, a partir de visões estratégicas e integradas aos demais componentes deste grande sistema que é a cidade.

Torna-se necessária uma cobrança enfática, principalmente no momento em que o período eleitoral se aproxima, para que os candidatos a futuros gestores assumam compromissos no sentido de garantir a efetivação desta política e de seus desdobramentos em planos e ações concretas, mas relacionadas, sob pena de que não estejamos novamente diante de mais uma “letra morta” a ilustrar o histórico de planejamento urbano, no qual as leis não se aplicam de fato. Ou será que ficaremos limitados a uma “deficiência cívica”, no dizer de Milton Santos, assistindo passivamente a deriva de uma cidade que se faz ao sabor de todo tipo de intempéries?

Acorda Fortaleza!

População não aprova novo asfalto colocado nas ruas do bairro

135 1

Foi praticamente de uma hora para outra, conta Fábio Moura. Quando chegou ao cruzamento da rua General Sampaio com a avenida Duque de Caxias, onde, diariamente, vende salgados, a rua estava recapeada. “Passei uns dias sem vir e fizeram isso. Acho que vai ficar pior”. O problema, para ele, é que a rua está em um nível acima da calçada, e o local já costuma sofrer bastante em dia de chuva. As bocas de lobo, ele aponta, foram tapadas pela nova camada de asfalto. “Aqui já alaga demais”, reclama.

“Melhorou, mas o trabalho é feito às pressas e fica assim, sem qualidade”, reclama o vendedor Wenderson Galdino. Ele conta que já viu muitos carros furarem o pneu em uma boca de lobo que permanece com grades expostas no cruzamento das ruas General Sampaio e Pedro Pereira. Para as motos, outro problema, indica o também vendedor Jorge Washington: com o asfalto tão alto, muitos motociclistas se desequilibram ao fazer as curvas. “Todo dia eles caem, principalmente quando o ônibus dobra de uma vez”. Pedestres também sofrem com o desnível, informa Jorge. “Quando chove e alaga tudo, as pessoas não sabem que o asfalto é mais alto e acabam torcendo o pé”, relata.

Segundo a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Seinf), antes da colocação da nova camada de asfalto na via, é feita a fresagem (raspagem) da anterior. As vias recebem uma fresagem padrão de quatro centímetros, mas as que têm tráfego intenso de ônibus recebem uma fresagem de cinco centímetros, informa a secretaria.

De acordo com a Seinf, o nível do asfalto aplicado permanece igual ao do anterior. “Historicamente, era feita apenas a sobreposição de camadas de asfalto, o que contribuía para a elevação do nível”, afirma a nota da secretaria. Em época de chuva, a água irá escoar normalmente, garante a secretaria. “Não há transtornos para a população”, frisa o texto.

(O POVO / Foto: Deivyson Teixeira)

Quadrilha explode caixa eletrônico do Bradesco em Ibaretama

“Um caixa eletrônico do Bradesco, localizado em um posto avançado, foi alvo de explosão no município de Itarema, na madrugada deste sábado, 28. A ação foi realizada po quadriolha , que continua foragida. O posto do banco fica localizado no distrito de Almofala.

Segundo informações da 3ª Companhia do 9º Batalhão da Polícia Militar, a ação aconteceu por volta de 3h30min. Segundo a PM, o vigia do local foi rendido por dois homens armados, que chegaram em uma motocicleta. Um carro modelo Gol de cor branca dava apoio à ação. No veículo, havia pelo menos três homens.

Ainda conforme a Polícia Militar, a dupla que fez a abordagem teria usado uma grande quantidade de explosivos, que danificou o caixa eletrônico. Os homens não conseguiram retirar dinheiro do equipamento.

Policiais de Itarema, Acaraú e Itapipoca estão fazendo buscas na região para capturar os assaltantes.”

(O POVO Online)

Desafios da Comunicação na Era das PPPs

Com o título “O planejamento da comunicação nas Parcerias Público-Privadas”, es artigo do jornalista Marcos André Borges, controlador da VSM Comuncação e diretor regional Nordeste do Sindicato Regional do Sinco (Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social).

A deficiência de comunicação é um dos fatores que mais atrapalham o andamento das Parcerias Público-Privadas (PPP) no Brasil. Ouvi essa afirmação de um importante consultor na área de PPP, que, pela formação econômica, sabe medir o valor de uma informação correta. Neste início de 2012, no Ceará, mais de 15 projetos de PPP estão em análise ou andamento por parte da Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado.

É uma moderna ferramenta de gestão adotada mundialmente. Uma importante conquista social foi alcançada no Ceará, a partir da construção de uma modelagem para os processos de Manifestação de Interesse em Parcerias Público-Privadas, que permite ao poder público utilizar o regime de concessão por tempo determinado para obter a parceria privada em projetos de interesse público, mantendo, porém, a total governança dos mesmos.

Prevista nessa modelagem, a exigência da elaboração de um plano de comunicação mostra a importância estratégica dessa área para a gestão pública. Isso para  assegurar que a equipe do projeto irá estabelecer a melhor base de comunicação  perante todos os envolvidos e partes interessadas.

É um desafio ao privado apresentar  a sua capacidade em detalhar objetivos que se pretendem atingir com a comunicação, as mensagens transmitidas durante a construção dessa parceria, a definição dos destinatários dessas informações, a abordagem que especifica os emissores e os canais da mensagem e a avaliação da sua  eficácia, percorrendo assim toda a teoria do processo comunicacional.

Os projetos de PPP envolvem diversas instituições, e a comunicação é indispensável para que as características dessa parceria na prestação de serviços à sociedade sejam veiculadas com transparência e precisão. Só assim a sociedade poderá construir um julgamento justo, e a tomada de decisão dar-se-á de forma democrática.

Ao reconhecer a importância da comunicação para informar aos representantes da sociedade o conjunto de dados, estudos, avaliações e dimensões de cada projeto, o poder público dá um importante passo para contar com esse apoio  da comunidade na sua execução.

Já para as empresas que atuam na gestão da comunicação, o desafio é atingir os mais diversos agentes interessados no processo e traduzir toda essa complexidade de informações para que cheguem de forma correta e compreensível ao destinatário. Contribuímos, assim, para o andamento das PPP como ferramentas importantes de desenvolvimento do Brasil.

O Ceará apresentou-se como pioneiro ao lançar o desafio de elaboração de um plano de comunicação às empresas que manifestam interesse em uma parceria pública. Desafio que nossas agências estão prontas para responder, elaborando e executando planos que procurem democratizar ao máximo a informação para a melhor tomada de decisão sobre essa parceria.

Hoje, temos  agência com certificação de qualidade ISO 9001, agências que trabalham com remuneração variável, home office, redes sociais, RP, marketing, gerenciamento de reputação, media training, projetos comerciais em parcerias com veículos de comunicação etc. Há bastante tempo deixamos de ser meras  “assessorias de imprensa” para nos tornarmos agências de comunicação corporativa, oferecendo toda a gama de serviços de consultoria e assessoria de uma empresa de comunicação integrada.

Morre advogado e presidente da Associação das Vítimas de Erros Médicos e na Saúde do Ceará

205 2

Faleceu na tarde dessa sexta-feira (27), no Hospital Hapvida, o advogado André Studart. Ele era presidente da Associação das Vítimas de Erros Médicos e na Saúde do Ceará e também ex-presidente da Comissão de Saúde e ex-integrante da Comissão de Prerrogativas dos Advogados da OAB-CE.

Atualmente, André tinha um blog sobre Direito, que servia de espaço para debates de temas jurídicos.

O sepultamento ocorre na manhã deste sábado (28), no Jardim Metropolitano. Nossos sinceros pêsames à família.

Comentário do Felipão

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cVpw92ovrBs&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O Ceará entra em campo, neste sábado à tarde, em mais uma partida válida pela Série B, do Brasileirão. Dessa vez, em Curitiba, contra o Paraná. O jornalista Felipe Araújo avalia a situação do alvinegro e fala das suas expectativas para esse jogo.

Vice de Marcos tem agenda caseira neste sábado

99 6

Renan, entre o pai e Marcos

O vice da candidatura do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Fernando Hugo, tem uma agenda caseira neste sábado (28), em Messejana. O vice de Marcos não só estará em seu principal reduto eleitoral, como também participará da inauguração do comitê do filho Renan Colares, que disputa vaga à Câmara Municipal.

O evento ocorre a partir das 17 horas, na rua Santa Ângela, nº 575. Além da presença do candidato tucano Marcos, a inauguração também receberá a militância jovem do PSDB.

DETALHE – Na Messejana, Fernando Hugo é conhecido como Dr. Hugo. Já o candidato Marcos, que recentemente retirou o Cals na campanha, volta a ser Marcos Cals neste sábado em Messejana, onde assim é conhecido e bem aceito.

Movimento União Brasil Caminhoneiro diz que paralisação atinge 80% da categoria

No quarto dia de manifestações, a adesão à greve nacional dos caminhoneiros chega a 80%, diz o Movimento União Brasil Caminhoneiro. De acordo com o presidente do movimento, Nélio Botelho, todo o transporte de carga está suspenso em estados como Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. E a promessa é de manter os protestos nas rodovias durante o fim de semana.

Botelho cita três problemas que levaram a categoria a uma greve nacional. Segundo ele, o primeiro foi criado pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), ao permitir a entrada de mais de 600 mil veículos que não poderiam estar operando com frete no Brasil, porque estão fora da lei. “No entanto, uma alteração feita na lei permitiu a entrada deles no país, levando à concorrência desleal que jogou o frete rodoviário a valores que absolutamente não cobrem as despesas.”

O segundo problema é o cartão-frete que foi instituído, mas não tem como ser cumprido, diz Botelho. “Além de proibidos de receber dinheiro ou cheque, somos obrigados a operar com esse cartão, em cima de frete defasado.” O representante dos caminhoneiros ressalta que o custo do cartão-frete onerou demais e que a categoria não consegue usá-lo com os fornecedores de material e os postos de gasolina. “A maioria não aceita, então, estamos praticamente inviabilizados nessa operação de recebimento e pagamento.”

Por fim, Botelho aponta a questão das resoluções da ANTT que regulamentam o tempo de direção. “A agência colocou uma obrigatoriedade de descanso de 11 horas em rodovia, sem oferecer nenhuma infraestrutura, posto de apoio, local de higiene, segurança. O caminhoneiro passa a ser obrigado a ficar deitado na cabine do caminhão na margem da estrada durante 11 horas, porque, se ele viajar e não cumprir a lei, vai ser multado.”

O presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro afirma que a paralisação é por tempo indeterminado e que só um pronunciamento oficial da ANTT pode suspender as manifestações.

(Agência Brasil)

Acrísio faz ato de campanha no Circuladô

Neste sábado, a partir das 17 horas, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Acrísio Sena, lançará sua candidatura durante ato no Circuladô, o comitê da sociedade civil montado pela equipe de campanha do postulante a prefeito pelo PT, Elmano de Freitas.

O ato reunirá além do candidato Elmano, lideranças de vários bairros e dirigentes de entidades da sociedade civil.

VAMOS NÓS – Por falar em Acrísio, ele comemora o início das operações da TV Fortaleza pelo sistema aberto digital – era só a cabo, pelo canal 61.4. Segundo Acrisio, mais um mecanismo em favor da transparência e que permitirá o eleitorado em geral acompanhar o que os vereadores fazem e como se comportam no parlamento.

Catanho e Nágila se engajam na campanha pró-Elmano

112 5
“Para reforçar a campanha do candidato petista à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, a prefeita Luizianne Lins, também presidente regional do PT, resolveu recrutar gente do chamado Núcleo Político do Paço Municipal para mergulhar fundo no trabalho eleitoral. Waldemir Catanho e Nágila Raposo foram exonerados dos cargos de confiança que ocupavam e se integrarão à coordenação da campanha.
O objetivo é levar Elmano a melhorar seu desempenho e conquistar espaços na preferência de um eleitorado que, de acordo com a pesquisa Datafolha/O POVO,  lhe garantiu apenas 3%.
Incrementar a agenda de Elmano, engajar candidatos a vereador e dar maior visibilidade às obras do Município, eis a estratégia que Catanho e Nágila tocarão nesse script eleitoral. Na gestão, Geraldo Acioly, Cícero Cavalcante e Helena Barroso ganharão maior poder de fogo.”
(Coluna Vertical, do O POVO)

Jornalistas debatem papel da imprensa como veículo de registro da história do país

O jornalismo como veículo fundamental para o registro dos processos sociais e da história de um país foi a tônica do Seminário Jornalismo e Memória, promovido pelo Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio e pela Fundação Biblioteca Nacional (FBN).

Autor das biografias de Garrincha e Carmen Miranda, o jornalista Ruy Castro, inveterado apaixonado pelos arquivos dos veículos de imprensa, chamou a atenção para a necessidade de uma busca ativa nos acervos pessoais dos jornalistas, muitos deles riquíssimos, que tendem a se perder com o tempo. “Parece que as viúvas têm um grande prazer em jogar fora toda a papelada”, brincou o escritor, que completou dizendo que esses acervos podem preencher vazios importantes na história da imprensa brasileira e, por meio dela, do próprio registro da história nacional.

Outro participante do evento, o jornalista Sérgio Cabral, falou da peculiaridade de quem pesquisa a memória de um país, seja em que temática for. “Eu descobri, neste tipo de trabalho, que o ser mais solitário do mundo é o pesquisador. Aquele bando de pessoas, um não tinha nada a ver com o outro. Um estava pesquisando sobre memória da moeda, outro sobre política externa e eu, ali, pesquisando samba”, destacou Cabral, um dos fundadores do Pasquim e outro defensor da importância dos arquivos dos jornais no próprio funcionamento das redações, ao lembrar suas próprias experiências pesquisando o acervo da FBN.

Pontos comuns na opinião dos participantes do seminário, além do papel de registro histórico da imprensa, foram a importância das instituições públicas e privadas na manutenção da memória dos jornais e mesmo na manutenção de exemplares e o lamento do processo de perda de acervos de pesquisa de grande número de jornais do Rio de Janeiro. Segundo Castro, esses acervos hoje compõem cerca de um terço do total de 40 anos atrás.

Também teve destaque no debate o crescimento dos estudos sobre a história da mídia, que, segundo a pesquisadora Alzira Abreu, da Fundação Getulio Vargas (FGV), são, em grande medida, responsáveis pela melhoria dos arquivos e sua sistematização, processo esse devedor do surgimento dos programas de pós-graduação em comunicação, história e ciências sociais, a partir da década de 1970.

A mesa tema do evento foi coordenada pelo jornalista Marcelo Beraba e contou ainda com a participação do presidente da FBN, Galeno Amorim, e da pesquisadora da Casa de Rui Barbosa Joëlle Rouchou. Com o seminário, o Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio encerrou a primeira fase do projeto Centro Cultural e Memória do Jornalismo.

(Agência Brasil)

Gafe olímpica: Ana Paula Padrão chama “Jornal da Record” de “Jornal da Globo”

98 3

A jornalista Ana Paula Padrão, âncora do principal telejornal da Record, cometeu uma gafe durante a apresentação do noticiário na noite desta sexta-feira, 27. “Você está assistindo o Jornal da Globo direto do Estádio Olímpico de Londres”, disse.

Constrangida, ela corrigiu o erro em seguida: “esse é o Jornal da Record”. Ana Paula saiu da TV Globo em 2005, onde apresentava o telejornal com o qual se confundiu. Antes de estrear na Record, a jornalista passou quatro anos no SBT.

Assista ao vídeo com a gafe olímpica:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5fNQJjHdIAI[/youtube]