Blog do Eliomar

Últimos posts

Datafolha/OPOVO – Moroni comemora liderança e reforçará campanha nas redes sociais

103 6

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo DEM, Moroni Torgan, disse para o Blog, neste sábado, ter recebido o resultado da pesquisa Datafolha/OPOVO onde lidera, como “muita alegria”. Para ele, esse dado “aumenta muito a nossa responsabilidade e é certeza de que temos muito desafio pela frente”. O postulante, que obteve 27% na pesquisa estimulada, adiantou que a sua estratégia de campanha continuará no estilo”corpo a corpo” e gatando “muita sola de sapato”.

Moroni obteve 27% das intenções de voto, na pesquisa estimulada (que apresenta um cartão com o nome de todos os candidatos para o eleitor escolher). Em seguida, estão os candidatos Inácio Arruda (PCdoB) e Heitor Férrer (PDT). Inácio registrou 14% das intenções de voto e Heitor, 11%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, os dois estão tecnicamente empatados. Logo abaixo, estão Renato Roseno (PSol) e Marcos Cals (PSDB), ambos com 6%, Roberto Cláudio (PSB), com 5%; e Elmano de Freitas (PT), com 3%.

“O principal gasto é a sola de sapato”, reforçou o candidato, observando, no entanto, que sua equipe já está preparando para a próxima semana, novas ações de campanha. “Nós teremos, a partir desta segunda-feira, atuação nas redes sociais. Vamos contar com a TV Web (Canal 25) e a Rádio Web (radio 25) e reforçar nossa presença nessa área”, disse Moroni.

Ele informou que na próxima quarta-feira estará inaugurando o seu comitê central de campanha na Avenida Rogaciano Leite, 370, no bairro Edson Queiroz.

Indagado sobre também liderar com 27% a rejeição na pesquisa Dtafolha/OPOVO, Moroni disse ter recebido com “normalidade” porque “são os votos dos adversários e não tem nada de alto. Os outros também tem sua cota de rejeição”. Em seguida, vem o candidato Inácio Arruda (PCdoB),com 20% de taxa de rejeição, depois aparecem os demais candidatos, todos empatados entre si: Marcos Cals (11%); Elmano de Freitas, Heitor Ferrer, Roberto Claudio e Gonzaga (10%, cada); André Ramos e Renato Roseno (8%, cada); e finalmente, Professor Valdeci 7%.

DETALHE – Moroni comorou com a equipe, destacando ser “gratificante” que o eleitorado de Fortaleza não o esqueceu. Ele passou mais de três anos e meio morando em Portugal, onde cumpri missão em nome da Igreja dos Mórmons.

DETALHE 2 – A pesquisa O POVO/Datafolha ouviu 831 eleitores com 16 anos ou mais na cidade de Fortaleza entre os últimos dias 18 e 19 (quarta e quinta-feira).

SBPC discute a partir deste domingo como enfrentar a pobreza

54 1

Economia verde, sustentabilidade, mudanças climáticas e desastres naturais, energia, programa espacial brasileiro, medicina tropical, desigualdade social e direitos humanos e educação são os principais temas em pauta para 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O encontro será realizado de 22 a 27 de julho, em São Luís, no Maranhão. A reunião, que este ano tem como tema central Ciência, Cultura e Saberes Tradicionais para Enfrentar a Pobreza, acontecerá no campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Serão realizadas 61 conferências, 66 mesas redondas, 48 minicursos, além atividades como reuniões de trabalho, assembleias e encontros para a discussão sobre os avanços da ciência, e um fórum de debates de políticas públicas em ciência e tecnologia.

Também faz parte da programação a Expot&C, considerada a maior mostra de ciência e tecnologia das Américas; a SBPC Jovem (para estudantes do ensino básico e profissionalizante), a SBPC Cultural, a Sessão de Pôsteres e a Jornada Nacional de Iniciação Científica.

Para a presidente da SBPC, Helena Nader, a reunião contribui com propostas para o desenvolvimento sustentável do país, “praticando O Futuro que Queremos, discutido na Conferência Rio+20, mas sem deixar de tratar também das políticas públicas de educação e de ciência, tecnologia e inovação”.

Entre os convidados está o israelense Daniel Shechtman, Prêmio Nobel de Química de 2011, além de vários dirigentes de sociedades científicas.

(Agência Brasil)

Marcha para Jesus reúne 100 mil pessoas

Cerca de 100 mil pessoas participaram, neste sábado, da Marcha para Jesus, evento que congregou várias tendências evangélicas. O evento, em tempo de eleições, também recebeu a presença de vários candidatos a cargos proporcionais e majoritárias.

Três candidatos a prefeito de Fortaleza circularam pelo evento: Elmano de Freitas (PT), Moroni Torgan (DEM) e Roberto Cláudio (PSB/PMDB). Os evangélicos cresceram presença em Fortaleza nos últimos anos, segundo o IBGE.

 

Datafolha/O POVO – Moroni lidera rejeição

“Ao mesmo tempo em que lidera as pesquisas, Moroni Torgan também é o candidato que sofre a maior rejeição do eleitorado de Fortaleza: 27% dos entrevistados da pesquisa O POVO/Datafolha dizem que não votariam nele de forma alguma. É exatamente o mesmo percentual de eleitores que dizem votar em Moroni na pesquisa estimulada. Em seguida, vem o candidato Inácio Arruda (PCdoB),com 20% de taxa de rejeição.

Em seguida aparecem os demais candidatos, todos empatados entre si:

Marcos Cals (11%); Elmano de Freitas, Heitor Ferrer, Roberto Claudio e Gonzaga (10%, cada); André Ramos e Renato Roseno (8%, cada); e finalmente, Professor Valdeci 7%.

A pesquisa O POVO/Datafolha ouviu 831 eleitores com mais de 16 anos em Fortaleza entre os dias 18 e 19/7. A pesquisa é um levantamento por amostragem estratificada por sexo e idade, com sorteio aleatório dos entrevistados. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TER com o número CE 00004-2012.”

Leia os detalhes da pesquisa na edição impressa do O POVO deste domingo.

(O POVO Online/Segunda Leitura)

Comissões aprovaram 510 projetos em caráter terminativo

No primeiro semestre do ano legislativo, 510 projetos foram aprovados pelo Senado sem sequer chegar ao Plenário. Isso porque o Regimento Interno prevê que, em alguns casos, cabe às comissões permanentes decidir de maneira terminativa, ou seja, sem necessidade de exame por todos os senadores, salvo se houver recurso nesse sentido.

A maioria das propostas, 397, foi de projetos de decreto legislativo do Senado tratando da concessão ou outorga para o funcionamento de rádios e TVs. Dos 113 projetos restantes, 70 foram elaborados por senadores. À exceção de cinco projetos de resolução do Senado, promulgados pela própria Casa, as propostas aprovadas seguiram para a Câmara dos Deputados e, se aprovados, serão enviados para sanção presidencial.

É o caso, por exemplo, do projeto que suspende as atividades de empresas que falsificam ou adulteram medicamentos e cosméticos (PLS 464/2011). A proposta foi aprovada terminativamente em 21 de março na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e atualmente aguarda ser relatado na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara. Outro exemplo é a proposta que permite a municípios direcionar integralmente as ações do Programa Minha Casa Minha Vida às famílias desabrigadas ou residentes em áreas de risco ou insalubres (PLS 27/2011).

(Agência Senado)

Datafolha/POVO – Moroni lidera também na espontânea

86 1

“O candidato Moroni Torgan (DEM) também lidera a pesquisa espontânea, com 7% das intenções de voto, na primeira rodada do levantamento feito pelo Datafolha e publicado no O POVO deste domingo. Na sequência, aparecem os candidatos Heitor Ferrer (PDT), com 4%; Roberto Claudio (PSB), Inácio Arruda (PCdoB), Renato Roseno (PSol) e Elmano (PT) 2%, cada; Marcos Cals (PSDB), com 1%; e com menos de 1% Professor Valdeci (PRTB).

A espontânea avalia o voto mais consolidado, aquele em que o eleitor lembra o nome do candidato sem lhe ser apresentado a lista com os nomes. O percentual de eleitores indecisos alcança 71%, quando não há apresentação de lista.

A pesquisa O POVO/Datafolha ouviu 831 eleitores com mais de 16 anos em Fortaleza entre os dias 18 e 19/7. A pesquisa é um levantamento por amostragem estratificada por sexo e idade, com sorteio aleatório dos entrevistados. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE com o número CE 00004-2012.

Leia os detalhes da pesquisa na edição impressa do O POVO deste domingo.

(O POVO Online/Segunda Leitura)

Melhoria da educação do brasileiro contribui para queda da informalidade no trabalho

A formação nem sempre é de qualidade, mas o aumento do número de anos estudados tem contribuído de forma relevante para a geração de empregos com carteira assinada. Pesquisa recente do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV), revela que 60% da queda da informalidade, entre 2002 e 2009, decorrem da maior escolarização do brasileiro.

Pelo critério dos pesquisadores, a taxa de informalidade entre os trabalhadores caiu de 43,6% em 2002 para 37,4% em 2009. No mesmo período, foram criados cerca de 9 milhões de empregos com carteira assinada em todo o país. Em todas as faixas educacionais, a taxa de informalidade caiu. Esse recuo está ligado ao efeito nível porque, para um mesmo nível de escolaridade, a economia criou mais empregos formais.

Apesar da qualidade questionável de boa parte das instituições de ensino superior, a gerente de lanchonete Fernanda dos Santos, 30 anos, não pretende desistir de estudar. Atualmente no primeiro emprego formal, ela tem o ensino médio completo, mas pretende cursar administração para conseguir um trabalho melhor e se adaptar a um mercado cada vez mais exigente. “Hoje, boa parte dos empregadores só aceita quem tem nível superior”, constata.

(Agência Brasil)

Moroni lidera O POVO/Datafolha; Inácio e Heitor empatados

118 10

O candidato Moroni Torgan (DEM) lidera a primeira rodada de pesquisas O POVO/Datafolha para a eleição municipal de Fortaleza. Moroni obteve 27% das intenções de voto, na pesquisa estimulada (que apresenta um cartão com o nome de todos os candidatos para o eleitor escolher).

Em seguida, estão os candidatos Inácio Arruda (PCdoB) e Heitor Férrer (PDT). Inácio registrou 14% das intenções de voto e Heitor, 11%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, os dois estão tecnicamente empatados.

Logo abaixo, estão Renato Roseno (PSol) e Marcos Cals (PSDB), ambos com 6%, Roberto Cláudio (PSB), com 5%; e Elmano de Freitas (PT), com 3%.

Um dado que chama a atenção é o fato de 21% dos eleitores não saberem em quem votar. É um índice muito alto, mesmo para o início da campanha. Em 2004, por exemplo, o índice de indecisos da primeira pesquisa O POVO/Datafolha, realizada em 21 de julho, era de 9%. Em 2008, na pesquisa de primeiro de agosto, era de 6%.

A pesquisa O POVO/Datafolha ouviu 831 eleitores com 16 anos ou mais na cidade de Fortaleza entre os últimos dias 18 e 19 (quarta e quinta-feira).  A pesquisa possui amostragem estratificada por sexo e idade com sorteio aleatório dos entrevistados. Ele possui margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE com o número CE 00004-2012.

(O POVO Online)

Hospital da Mulher tem as primeiras internações

65 2

O Hospital da Mulher registrou neste sábado (21) as duas primeiras internações de pacientes. A informação foi confirmada pela diretora geral interina e também secretária da Saúde, Ana Maria Fontenele. A diretora, no entanto, não forneceu detalhes sobre o tipo de internação ou procedimentos.

Na próxima semana, o hospital deverá concluir o estacionamento e os muros externos.

Elmano quer avançar nos serviços de saúde na Barra do Ceará

71 3

A comunidade Goiabeiras, na Barra do Ceará, recebeu a militância da Coligação Pra Cuidar das Pessoas e o candidato do PT a prefeito de Fortaleza, Elmano de Freitas, na manhã deste sábado (21). Ele percorreu as ruas do bairro conversando com os moradores destacando os principais feitos da gestão do PT nos últimos anos e propondo avanços nas políticas públicas para a região.

Elmano disse que pretende melhorar os serviços de saúde da região, acabando as filas dos postos a partir da inauguração do Hospital da Mulher.

O candidato reforçou que as caminhadas animam a campanha, mas que também são importantes para ouvir as pessoas “olho no olho”.

(Foto: Fábio Lima)

Blog atento à pesquisa O POVO/Datafolha em Fortaleza

55 2

A primeira pesquisa de intenções de voto em Fortaleza deverá ser divulgada no fim da tarde deste sábado (21). O Blog estará atento aos números da pesquisa O POVO/Datafolha.

Nos bastidores, alguns números já circulam, mas nada oficial. Roberto Cláudio (PSB) estaria com 5% das intenções de voto, enquanto Elmano de Freitas (PT) apareceria com 3%.

Na cabeça estariam Moroni, Inácio, Heitor e Marcos Cals.

É bom reforçar que tudo ainda é especulação de bastidores. Então, vamos aguardar!

Cantor Falcão apoia Roberto Cláudio

246 3

O cantor e humorista bregastar Falcão esteve, neste sábado, no Comitê Central do candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSB/PMDB, Roberto Claudio, onde aderiu à campanha do postulante. Para Falcão, é preciso apostar em nomes de competência comprovada e que tenham muito tutano. Ou seja, vontade para trabalhar pela cidade.

Marcos Cals quer reordenar feiras em Fortaleza

O reordenamento das feiras de Fortaleza, diante de uma padronização e com infraestrutura, foi a proposta que o candidato do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Marcos Cals, assegurou aos feirantes da Gentilândia, na manhã deste sábado (21), durante uma caminhada com a militância tucana.

Os problemas mais comuns citados pelos feirantes são a falta de banheiros químicos, de manutenção da praça onde fica a feira e de segurança no local. Marcos Cals falou de sua proposta de reforma das praças, com a disponibilização de guardas municipais e câmeras de monitoramento na segurança, bem como internet.

Roseno lança programa ambiental na Barra do Ceará

Com críticas ao crescimento desordenado da cidade, o candidato do Psol à Prefeitura de Fortaleza, Renato Roseno, lançou na manhã deste sábado (21), na Barra do Ceará, o seu programa ambiental de governo.

O professor da UFC, Jeovah Meireles, acompanhou o candidato a uma visita ao manguezal do Rio Ceará. Para Roseno, a questão ambiental é uma as prioridades de sua campanha.

Mauro Benevides merecia mais respeito

52 2

Em artigo no O POVO deste sábado (21), o editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos, comenta a influência da família na vida de um político. Confira:

O filho de um político importante aqui do Ceará me disse certa vez em tom de blague que mais difícil do que sê-lo é ser “filho de”. Baseava-se no argumento segundo o qual, em virtude da dificuldade de acesso ao político, o filho é visto quase sempre como a porta de entrada para os atendimentos de pedidos os mais variados, que surgem de parentes, conhecidos, e até de desconhecidos que aparecem do nada.

Como conheço bem esse político e o filho, imagino quantos votos e amizades os dois perderam por terem negado as demandas nada republicanas. Infelizmente, todavia, nem todos os homens que têm o poder à mão podem se dar ao luxo de ter essa formação, seja o detentor do cargo seja o filho. Como resultado, não é incomum encontrarmos situações nas quais homens públicos têm que responder por atos de parentes ou pessoas próximas, manchando carreiras que se tinham como irrepreensíveis.

Um exemplo recente é o caso do deputado federal Mauro Benevides (PMDB-CE), que teve um funcionário de seu gabinete na Câmara, em Brasília, flagrado recebendo da Casa, mas trabalhando na verdade no restaurante dos filhos do parlamentar na capital federal.

Diante do que foi tornado público, com o próprio parlamentar afirmando em nota que aquela atitude tratava-se de uma “anomalia absurda”, resta o questionamento: se o parlamentar não sabia do fato, qual a influência dos filhos no seu gabinete para determinarem tal anomalia? Da mesma forma, teriam eles mais poder do que o pai para decidir sobre determinadas coisas?

Enfim, a história de Mauro Benevides não merecia essa nódoa que deixa para sempre a dúvida em relação a sua conduta, se não como político, mas como pessoa no mínimo complacente com determinadas atitudes de pessoas próximas a ele.

Não, o parlamentar que construiu a trajetória na luta pela redemocratização, enfrentando batalhas tão mais violentas, merecia, pelo menos por parte dos seus, mais respeito.

Remuneração com nomes de magistrados e servidores do STJ já está disponível

53 1

A relação da remuneração de magistrados e servidores do Superior Tribunal de Justiça (STJ), com a identificação de nomes, está disponível na internet desde essa sexta-feira (20). Desde janeiro de 2010, a Corte já divulgava essa informação de forma detalhada, porém sem a identificação dos nomes. A alteração foi feita em cumprimento à Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527 de 2011) e à Resolução 151 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A divulgação nominal da remuneração começa a ser feita pela folha de pagamento referente ao mês de junho de 2012. Dados anteriores continuam sem a identificação de nomes. As informações estão disponíveis no link Transparência, localizado na página inicial do site. A lista está no final dessa sessão, em “Detalhamento da folha de pagamento de pessoal”.

(STJ)

Fábrica de medicamentos em Moçambique, com capital brasileiro, inicia atividades

A elevada taxa de prevalência de HIV/Aids em Moçambique foi o motivo que levou o Brasil a apoiar a instalação de uma fábrica de antirretrovirais no país africano. A partir da cooperação diplomática entre os governos do Brasil e Moçambique, a proposta foi levar, por meio da Fiocruz, a experiência do Sistema Único de Saúde (SUS) no combate ao HIV/Aids e na produção de genéricos. A fábrica, que produzirá antirretrovirais e outros 21 tipos de medicamentos essenciais, inicia suas atividades neste sábado (21), empregando 100 trabalhadores africanos.

Nesta primeira etapa, serão rotulados 3.255 frascos de Nevirapina 200 mg, o que equivale a 195.300 unidades farmacêuticas. Inicialmente serão produzidos três antirretrovirais – Lamivudina+Zidovudina, Nevirapina e Ribavirina – num total de 226 milhões de unidades farmacêuticas por ano. Futuramente, outros cinco serão incluídos na lista.

A tecnologia para desenvolvimento e produção dos medicamentos será transferida gradualmente por Farmanguinhos. Além dos antirretrovirais, há previsão de fabricar 21 tipos diferentes de medicamentos, entre os quais antibióticos, antianêmicos, anti-hipertensivos, antiinflamatórios, hipoglicemiantes, diuréticos, antiparasitários e corticosteróides.

A estimativa é que a fábrica produza cerca de 371 milhões de unidades farmacêuticas por ano, incluindo antirretrovirais e demais medicamentos.

O apoio do governo brasileiro, orçado em cerca de U$ 23 milhões, contempla todas as etapas do projeto, desde os estudos de viabilidade, aquisição de equipamentos, transferência de tecnologias, capacitação técnica, validação e registros, e submissão de certificações de âmbito nacional e internacional. O apoio estende-se ainda à elaboração do plano de negócios e ao fornecimento de diretrizes para a sustentabilidade da organização.

A fábrica, com três mil metros quadrados, será a primeira do setor de medicamentos, com capitais 100% públicos, detida pelo estado moçambicano, a ser instalada no continente africano.

(Agência Saúde)

Luizianne adia conversa com superintendente demitido

171 2

A decisão sobre o futuro do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) de Fortaleza, que continua, na prática, sem superintendente, foi adiada pela Prefeitura de Fortaleza para a próxima segunda-feira (23). Embora estivesse marcada para essa sexta-feira (20), a reunião entre a prefeita da Capital, Luizianne Lins (PT), e o superintendente demitido do órgão, Fernando Rossas, não ocorreu.

O Instituto vive momento de impasse, desde a última sexta-feira (13), quando o coordenador de Articulação Política da prefeitura de Fortaleza, Waldemir Catanho, comunicou a exoneração de Rossas, que chefiava o Órgão como interino. Ele é ligado ao ex-superintendente do Ipem, Rogério Pinheiro (PSB) – que, por sua vez, pertence ao grupo do PSB que hoje faz oposição à prefeita.

No lugar de Rossas, na última segunda-feira (16), foi “empossado”, em cerimônia no auditório do órgão, com servidores reunidos e faixas de boas-vindas, Antônio Almir de Sousa, que já havia comandado o Instituto. Ele é filiado ao PSB e faz parte do grupo do ex-presidente municipal da sigla, Sérgio Novais, que é aliado de Luizianne.

A Prefeitura de Fortaleza, no entanto, informou que o ato não foi autorizado e que Almir não voltou e nem voltará ao cargo. Ele responde a processo de improbidade administrativa na 6ª Vara Federal e é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de “desaparecimento de bens” que estavam sob a guarda do Ipem, “favorecimento na doação de produtos” a entidades sediadas no seu reduto eleitoral e “compra e serviços com dispensa indevida de licitação”.

A exoneração de Rossas não foi publicada no Diário Oficial do Município, mas o ex-dirigente disse nessa sexta-feira ao O POVO que continua afastado.

(O POVO)