Blog do Eliomar

Últimos posts

TV Afiada – Cid é o entrevistado de Paulo Henrique Amorim

O ex-governador Cid Gomes, pré-candidato ao Senado pelo PDT, foi o entrevistado do jornalista Paulo Henrique Amorim na TV Afiada, que integra seu site Conversa Afiada.

Cid é apresentado como um dos principais coordenadores da pré-campanha do seu irmão, o presidenciável Ciro Gomes.

Neste trecho disponibilizado, Paulo Henrique destaca que entre Cid  e o achacador Eduardo Cunha, Dilma preferiu o achacador.

Enel Distribuição passa a ser maior distribuidora de energia do País

A Enel Brasil Investimentos Sudeste S.A., braço da elétrica italiana Enel, fechou hoje (4) a compra de mais de 73,38% das ações da Eletropaulo Metropolitana de São Paulo (Eletropaulo). A Bolsa de Valores de São Paulo informou que na oferta pública realizada hoje à tarde foram negociados 122,799.289 milhões de papéis da Eletropaulo, com valor de R$ 45,22 cada que totalizaram R$ 5,55 bilhões. A companhia possui cerca de 167,3 milhões de ações em circulação.

Com a compra, a Enel torna-se controladora da Eletropaulo, que atende a capital paulista e 23 cidades da região metropolitana de São Paulo. A empresa será a maior distribuidora de energia do país e ultrapassando a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), da chinesa State Grid.

Os maiores acionistas da Eletropaulo antes do leilão eram a norte-americana AES e o braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A Enel fará um pronunciamento a respeito da aquisição da Eletropaulo amanhã de manhã na capital paulista. A empresa já controla distribuição de energia no Rio de Janeiro, no Ceará e em Goiás, além de usinas eólicas e solares.

(Agência Brasil)

Preços da gasolina e do gás de cozinha devem cair até julho, promete governo

O governo federal quer reduzir o preço da gasolina e do gás de cozinha até o próximo mês, mas garante que não haverá interferência no modelo de reajuste de preços dos combustíveis praticado pela Petrobrás. Com apelo popular, a quatro meses das eleições, a medida já é batizada como “política para o consumidor” e prevê uma espécie de “seguro” para evitar que reajustes sejam repassados totalmente à população até o fim do ano.
Com receio de que novos protestos e cobranças batam à porta do Palácio do Planalto, na esteira da greve dos caminhoneiros, o governo tenta agora impedir que novos aumentos nos preços da gasolina e do gás virem uma crise incontrolável.

O movimento dos caminhoneiros expôs a fragilidade do presidente Michel Temer e as pressões políticas sobre a Petrobrás culminaram com a saída do então presidente da companhia, Pedro Parente, substituído por Ivan Monteiro.

O núcleo político do governo e a cúpula do MDB pressionam Temer por medidas de maior impacto para enfrentar a crise neste ano eleitoral, marcado por uma sucessão de reveses e desgastes para Temer. Tudo está sendo planejado, porém, para evitar a leitura de que o Planalto quer intervir na Petrobrás.

“Não há incompatibilidade entre o governo ter uma política de preços para os combustíveis e as empresas terem a dela. Isso é o que se faz no mundo todo”, disse ao jornal O Estado de S. Paulo o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. “As empresas competem no mercado e cuidam dos seus resultados, mas o governo cuida das pessoas. O que precisamos é garantir previsibilidade para que todos possam se organizar”, completou ele.

Seguro

A ideia é criar uma espécie de “seguro”, no qual o governo estima um valor médio para a cotação do barril de petróleo. A partir daí, entraria em cena um regime diferenciado de tributação, que faria compensações para cima e para baixo, de acordo com a variação do preço estipulado para o produto.

Para que esse modelo funcione, a equipe de Temer tentará fazer um acordo com os governadores, no intuito de que todos reduzam a carga do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o preço final para o consumidor. Na avaliação do ministro, a tributação sobre os combustíveis “não é saudável” para os Estados e precisa ser rediscutida.

O Planalto se refere ao novo regime, em estudo por um grupo de trabalho, como “plano de transição”, para ser ou não referendado pelo próximo presidente da República. Na prática, a ala política do governo, liderada por Moreira Franco, vem cobrando há tempos uma posição mais pragmática de Temer sobre a política de combustíveis.

No diagnóstico do ministro, não basta reduzir em R$ 0,46 o litro do óleo diesel nem congelar o preço do produto por 60 dias para atender os caminhoneiros. A percepção interna é de que o governo precisa assumir um programa de maior envergadura para mostrar que não está de braços cruzados diante da crise. Há, no entanto, dúvidas sobre o modelo a seguir, principalmente na área econômica.

(Agência Estado)

E lá do Morro de Santa Terezinha…

Eis a vista que se tem da cidade lá do Morro de Santa Terezinha, recentemente requalificado e entregue pela gestão de Fortaleza. A esperança é de que o local volte a ser ponto de visitação turística, tenha vida gastronômica pulsando e, principalmente, muita segurança.

O Grupo M. Dias Branco cuidará da manutenção dos equipamentos ali instalados pelo município.

(Foto – Leitor do Blog)

Copa da Rússia mexe com o expediente do Judiciário do Ceará

637 1

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Gladyson Pontes, disciplinou o expediente forense das unidades do Poder Judiciário estadual durante os jogos da Seleção Brasileira na primeira fase da Copa do Mundo 2018, que acontece na Rússia.

A medida, segundo informa a assessoria de imprensa do TJCE,consta na Portaria n° 1.061/2018, publicada no Diário da Justiça dessa quarta-feira (30/05).

De acordo com o documento, no dia 22/06 (sexta-feira), quando a Seleção de Futebol joga contra a Costa Rica, às 9 horas, o expediente forense será das 13 às 18 horas. Já no dia 27/06 (quarta-feira), o Brasil enfrenta a Sérvia, às 15 horas, e o horário de funcionamento da Justiça estadual será das 8 às 13 horas.

A portaria determina ainda a prorrogação dos prazos processuais para o primeiro dia útil subsequente aos dias em que a Seleção Brasileira participará da competição, de acordo com o Código de Processo Civil (CPC).

Copa 2018 – A lição de união para a superação dos problemas

Com o título “O melhor resultado desta Copa”, eis artigo do ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará e conselheiro da CNI, Roberto Macêdo. Para ele, uma lição deve-se esperar do certame internacional: a união de todos para superarmos dificuldades. Confira:

Em dez dias teremos a abertura do maior evento mundial de um único esporte, a Copa do Mundo de Futebol. É o ápice de uma movimentação que inicialmente envolve cerca de 200 seleções nacionais em um longo processo de afunilamento, para chegar a 32 classificadas. Com participantes de todos os continentes, suas mais diversas culturas e etnias, pensamentos sociais e políticos os mais diversos, é uma oportunidade exemplar de encontro, conhecimento mútuo, integração e competição de habilidades e talentos.
Para a Seleção Brasileira, que teve uma experiência traumática na Copa de 2014, a reversão pelo time atual daquele sentimento de derrota, nos colocou outra vez entre os favoritos na disputa da Rússia. Esta atitude positiva que tivemos no futebol pode nos inspirar a agirmos em outros campos, no momento em que o Brasil vive uma situação na qual seus cidadãos se sentem aturdidos e impotentes diante dos desarranjos na política, das dificuldades econômicas, das injustiças, dos banditismos, cisões sociais e intolerâncias.

Nos registros da história do futebol tem um fato muito relevante em que esse esporte teve grande influência sobre a elevação dos ânimos da população de um país. Foi a vitória de virada da Alemanha em 1954, contra a então considerada invencível seleção da Hungria. Naquela circunstância, os alemães que ainda estavam traumatizados e desalentados com os resultados catastróficos que a Segunda Guerra trouxera ao seu país, tiveram com a conquista do título de Campeão Mundial, uma renovação das energias para superar o baixo estado de espírito em que se encontravam.

Nessa perspectiva, a Copa da Rússia é uma ocasião para aproveitarmos a paixão que o futebol nos desperta para reacender os laços de identificação que conectam a alegria dos brasileiros, independentemente de classes sociais, para lembrarmos o quanto somos capazes de, unidos, nos superarmos.

*Roberto Macêdo

roberto@pmacedo.com.br
Empresário.

Secretário do Tesouro Nacional dará palestra no Ibef-Ceará

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, dará palestra, às 19 horas desta terça-feira, no Hotel Gran Marquise. Ele falará, atendendo a um convite do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef-CE), sobre o tema “Desafio do ajuste fiscal no Brasil: diagnósticos e caminhos”.

O economista Raimundo Padilha, com mais de dez anos de experiência no mercado financeiro, e o ex-presidente do BNB e professor titular da Universidade Federal do Ceará (UFC), Marcos Holanda, serão os debatedores.

O presidente do Ibef Ceará, Raul dos Santos, destaca que o evento quer, em primeiro lugar, prestigiar “um cearense que vem fazendo um belo trabalho, sendo uma pessoa bastante qualificada”. A ideia desse evento, diz ele, é trazer conhecimentos e debater acerca de ações e rumos que o governo está dando à política fiscal do País.

SERVIÇO

*Hotel Gran Marquise – Avenida Beira Mar, 3980 – Mucuripe

*Inscrições e mais informações – (85) 3221.6531 | (85) 988.92.7064

*E-mail: contato@ibefce.org.br

Sergio Cabral quer falar

O juiz Marcelo Bretas autorizou o pedido feito pelo ex-governador Sérgio Cabral para que seja refeito o interrogatório realizado no dia 27 de fevereiro. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Na data, Cabral estava preso no Complexo Médico-Penal de Pinhais, em Curitiba, e ficou em silêncio.

No documento, entregue ao juiz Marcelo Bretas na última quarta (30), a defesa afirma que Cabral precisou ficar calado “em virtude de não ter podido ter acesso aos autos completos – ou aos seus defensores – em tempo hábil…”

Cabral quer que a nova audiência aconteça no dia 5 de junho.

Tudo pronto para o XII Festival da Lagosta

Os Alfazemas

Vem aí o XII Festival da Lagosta. A programação que reúne gastronomia, arte e cultura, acontecerá de 22 a 24 deste mês de junho, a partir das 19 horas, nas praias de Barreira e Redonda, em Icapuí (Litoral Oeste). Com acesso gratuito, o evento contará com uma arena gastronômica em que a lagosta, símbolo da culinária cearense, será a protagonista.

Os apreciadores poderão aproveitar degustações da iguaria em clima de apresentações musicais de artistas locais, como Os Alfazemas, Cacimba de Aluá, o guitarrista Mimi Rocha e a cantora Daniella Campelo, que marcou geração no forró à frente da Banda Styllus.

(Foto – Divulgação)

Heitor fala do descaso chamado Usina de Barbalha

Em suas redes sociais, o deputado estadual Heitor Férrer (SD) continua praticando o esporte que mais aprecia: caça ao ex-governador Cid Gomes (PDT).

Depois de denuncia VLT atrasado e os gastos absurdos com o Acquario do Ceará, projetos da Era Cid, eis que agora ele chama a atenção para uma iniciativa da gestão estadual passada que não deu em nada até hoje: a Usina de Barbalha, adquirida, por sinal, pelo Estado.

PSB está próximo de fechar com Ciro Gomes

1882 1

O PSB sonha com o direito de indicar o vice do presidenciável Ciro Gomes (PDT).

O deputado federal Odorico Monteiro, que comanda o partido no Ceará, diz estar trabalhando nesse sentido.

Ele informa que, nestes dias, a cúpula pedetista deverá ter encontro com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. Um acordo tem tudo para ser firmado.

Histórias da carochinha…

Com o título “Histórias da carochinha – ditadura sem corrupção; malas derrubando preços de voo e o cadastro positivo”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, que pode ser lido no seu Blog aqui. Confira:

No Brasil, sempre que surge uma proposta para tourear o cidadão contribuinte, ela vem embalada em um tom melífluo, para convencer os desavisados.

A súcia que pede a volta da ditadura militar, por exemplo, vende o período 1964/85 como um Brasil idílico, de “ordem e progresso”, esquecendo que os militares entregaram o Brasil aos pandarecos. Mas essa turma entra mesmo em transe, com os olhinhos brilhando beatificamente, para afirmar, ó glória das glórias: “Com os militares não havia corrupção”. Ainda que seja mais do que sabido que a censura impedia que qualquer assunto que desagradasse os ditadores fosse divulgado.

O Caso das Fragatas

Ainda que os militares tenham destruído (ou escondido) os papéis da época, incluindo aqueles que podem comprovar morte e tortura de adversários do regime, o véu continua a ser levantado, mostrando os porões da ditadura. Recentemente foi um memorando da CIA (a central de inteligência americana) mostrando que o general Ernesto Geisel autorizou diretamente o assassinato de “subversivos”.

Depois, surgiram documentos oficiais do governo do Reino Unido revelando que a ditadura abafou investigação de desvios na compra de fragatas (navios de escolta) construídas pelos britânicos nos anos 1970. Os fatos ocorreram nos governos dos generais Emílio Garrastazu Médici (1969-1974) e Geisel (1974-1979).

“Segundo os registros, em 1978 o Reino Unido estava disposto a investigar denúncia de superfaturamento na compra de equipamentos para a construção dos navios vendidos ao Brasil e se ofereceu para pagar indenização de pelo menos 500 mil libras (equivalente a quase 3 milhões de libras hoje — ou R$ 15 milhões). Em vez de permitir e ajudar no inquérito, que seria do interesse do Brasil, o regime militar abriu mão de receber o valor e rejeitou os pedidos britânicos para ajudar na investigação — que foi recebido com estranheza em Londres.” (Folha de S. Paulo, 2/6/2018)

A MENTIRA DAS MALAS

Ainda que seja menos grave, há o estranho caso das malas, que faria o preço das passagens aéreas aterrissarem, mas produziu efeito contrário: os preços decolaram.

Depois de um ano de vigência do sistema, subiu o preço das passagens e também o valor que se cobra por mala despachada, prejudicando duplamente o consumidor.

O preço médio das passagens teve um aumento real de 6%. O preço das malas despachadas subiu 67% em algumas companhias. (A inflação roda a 3% ao ano.)

A Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) – que deveria defender os passageiros – afirma que ainda é cedo para avaliar o resultado da cobrança das malas. Disse que tem de esperar cinco anos. Só pode ser palhaçada.

POSITIVO

Agora vem o pessoal que defende o “cadastro positivo” dizendo que a aprovação da medida pode fazer cair o juro nos bancos. Só rindo (e muito).

Nada contra o cadastro positivo. Eu só não gosto de ser feito de trouxa.

Recomendado para você

Edson Fachin autoriza Moro a periciar celular de Cunha por mensagem de Temer

O ministro Edson Fachin (STF) autorizou o juiz federal Sérgio Moro a ter acesso ao aparelho Blackberry do ex-deputado Eduardo Cunha para realização de perícia. A informação é do O Globo.

Na petição a Fachin, Moro diz que a mídia extraída do aparelho no inquérito que corre no STF não foi enviada para a Justiça em Curitiba (PR).

A nova perícia atende a um pedido da defesa de Cunha, que pretende verificar a autenticidade das mensagens, entre elas, uma conversa com Henrique Eduardo Alves sobre repasses da JBS e Michel Temer.

Segundo o relatório, ele teria dito:

— Isso vai dar m… com Michel.

Atriz Betty Farias apoia Ciro Gomes. E diz mais: “Ele é o cara!”

O pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, está indo muito bem, obrigado, quando o mote é conquistar adesões no meio artístico nacional.

Depois do cantor e compositor Caetano Veloso, eis que divulga, em sua página no Facebook, ser admiradora e eleitora do ex-governador a atriz Betty Farias.

(Foto – Facebook bettyfariaoficial)

ANS suspende comercialização de 31 planos de saúde por reclamação

Doze operadoras de saúde suplementar serão proibidas de comercializar 31 planos de saúde a partir de sexta-feira (8). A decisão foi tomada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com base em reclamações recebidas pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência reguladora, durante o primeiro trimestre deste ano.

Foram analisadas cerca de 14 mil reclamações no período, a maioria (39,53%) por causa de questões gerenciais, como autorização prévia, franquia, coparticipação etc. Também houve grande número de problemas relacionados ao rol de procedimentos e coberturas (15,85%) e prazos máximos para atendimento (15,04%).

Os planos atendem a 115,9 mil beneficiários, que não são afetados pela medida, uma vez que os planos são obrigados a manter a assistência aos clientes. A decisão da ANS proíbe apenas a venda para novos clientes.

A suspensão é temporária e pode ser revertida se as operadoras comprovarem melhoria no atendimento nesses planos. Trinta e três planos de 16 operadoras, que haviam sido suspensos anteriormente, por exemplo, serão reativados a partir de sexta-feira.

Veja a lista dos planos de saúde com comercialização suspensa.

(Agência Brasil)

Fortaleza é sede do XIII Congresso Nacional de Direito LGBTI

Luizianne Lins (PT) está entre conferencistas.

Fortaleza vai ser sede do VIII Congresso Nacional de Direito LGBTI. O encontro ocorrerá a partir desta quarta-feira, o auditório da Federação das Indústrias do Ceará, e se estenderá, com debates sobre diversidade sexual e gênero no Brasil, até sexta-feira. O objetivo, segundo a Comissão Nacional da Diversidade Sexual e Gênero da OAB, organizadora,  informar e atualizar, bem como debater sobre teorias e estudos no combate a violência contra a população LGBTI.

O evento é destinado à classe da advocacia, profissionais de áreas afins e estudantes.

Também entrarão em pauta temáticas relacionadas ao acesso à saúde, atendimento humanizado, decisões judiciais, dentre outros. De acordo com a representante da OAB-CE na Comissão Nacional da Diversidade Sexual e Gênero e organizadora do evento, Lilian Viana, essa é a primeira vez que o Estado recebe o congresso. “Estamos trazendo temas atuais e de grande relevância para o congresso, a fim de aproximar a OAB dessa causa social”, destaca.

Confira a programação

Dia 06/06

Horário: 12h – Colégio de Presidentes das CDSGs e a Comissão Nacional
Local: Sede da OAB
Horário: 17h – Credenciamento
Horário: 18h – Mesa de Abertura
Direitos da Diversidade Sexual e de Gênero no Brasil Pós-Democrático: Cidadania, Luta Moral e Resistência
Horário: 19h

Palestrante: Dimitri Sales (Professor Universitário e presidente do Instituto Latino Americano de Direitos Humanos)

Show de Abertura

Dia 07/06

Palestra: Relações de Trabalho e o Enfrentamento à Discriminação contra LGBTs.
Horário: 9h às 11h
Palestrante: Chyntia Barcelos (Especialista em Direito das Famílias, Sucessões e Homoafetividade)/ Symmy Larrat (Presidenta da ABGLT) /Giowana Cambrone (Advogada, professora de Direito de Família e mestranda em Políticas Públicas e Formação Humana na UERJ) / Alan Troib (Advogado do setor regulatório do uber)
Presidente de Mesa: Rafael Salles (Presidente da AjaForte)

Palestra: Abordando os aspectos das cirurgias de transgenitalização, feminização corporal e facial
Horário: 11h às 12h30
Palestrantes: José Carlos Martins Junior (Formado em Medicina e Odontologia) / Cláudio Eduardo (Membro titular da sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBCP) / Silvia Cavalleire (Abrafh) / Kaio Lemos (Presidente da Atransce)
Presidenta de Mesa: Laciana Lacerda (CESAU)

Almoço – 12h30

Palestra: Licença maternidade para duas mães: Cabimento ou dupla oneração ao INSS?
Horário: 14h às 16h
Palestrantes: Raquel Castro (Presidente da Comissão da Diversidade do RJ)
Patrícia Coutinho (Chefe das concessão de benefícios do INSS)
Regina Jansen (Presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB-CE)
Presidente de Mesa: Patrícia Ciríaco (Conselheira do Conselho Consultivo Jovem da OAB e do IBDFAM)
COFFEE BREAK – das 16h às 16h30

Palestra: A invisibilidade de lésbicas e transexuais na educação e suas consequências LGBTfóbicas
Horário: 16h30 às 18h30
Palestrantes: Marina Ganzaroli (Cofundadora da Rede Feminista de Juristas)/ Luanna Marley (Advogada militante da Renap)/ Mitchelle Meira (Movimento Marcha Mundial das Mulheres) / Labelle Rainbow (Coordenadora do For Rainbow)
Presidente de Mesa: Dário Bezerra (Representante do Grupo de Resistência Asa Branca)

Dia 08/06
Palestra: O papel do legislativo e dos órgãos públicos na construção pela igualdade de direitos
Horário: 14h às 16h
Palestrantes: Luizianne Lins (Deputada Federal) / Renato Roseno (Deputado Estadual) Larissa Gaspar (Vereadora) / Elmano de Freitas (Deputado Estadual)/ Representantes do MP
Presidenta de Mesa: Lilian Viana (Conselheira do Conselho Jovem; Conselheira do Conselho Municipal LGBT de Fortaleza e Membro da Comissão Nacional)

COFFEE BREAK – das 16h às 16h30

Palestra: Reprodução Assistida e a nova regulamentação do CNJ
Horário: 16h30 às 18h30
Palestrantes: Paulo Gallo (Médico especialista em Reprodução Humana Assistida) / Marianna Chaves (Membro da Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB Nacional) / Fernanda Barreto (Professora exclusiva do Curso de Graduação em Direito da Universidade Salvador – UNIFACS) / Valdetário Monteiro (Conselheiro do CNJ)
Presidente de Mesa: Jorge Pinheiro (Secretario-geral da Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB-CE)

Palestra de encerramento: Os desafios para a Aprovação do Estatuto da Diversidade
Horário: 18h30 às 20h30
Palestrante: Maria Berenice Dias (Presidente da Comissão Nacional da Diversidade Sexual e Gênero da OAB Federal)

PT quer vídeo de Lula na prisão para lançar candidatura do petista

O Partido dos Trabalhadores  vai tentar gravar um vídeo inédito do ex-presidente Lula dentro da prisão. A sigla quer exibir o filme no lançamento da candidatura do petista, na sexta (8), em Contagem (MG). A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta segunda-feira.

Advogado do partido, o ex-ministro Eugênio Aragão vai a Curitiba nesta segunda-feira (4) para uma audiência com a juíza Carolina Moura Lebbos, responsável pela execução da pena do ex-presidente.

(Foto – Marlene Bergamo, da Folhapress)

Servidores federais terão meio expediente em dias de jogos do Brasil na Copa

O Ministério do Planejamento publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (4/6) uma portaria que flexibiliza o expediente dos servidores públicos federais nos órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional nos dias de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2018, que ocorre na Rússia neste mês.

Pelo ato, nos dias em que as partidas se realizarem pela manhã, o expediente terá início às 14h (horário de Brasília); e nos dias em que os confrontos forem à tarde, a jornada de trabalho se encerrará às 13h (horário de Brasília). As horas não trabalhadas devem ser compensadas até o dia 31 de outubro de 2018.

O texto ressalta que “caberá aos dirigentes dos órgãos e entidades, nas respectivas áreas de competência, assegurar que os agentes públicos observem os turnos de funcionamento dos órgãos ou entidades, bem como a integral preservação e funcionamento dos serviços considerados essenciais”.

A abertura da Copa do Mundo será realizada no próximo dia 14 de junho. A primeira disputa do Brasil no torneio ocorre no dia 17, um domingo, contra a Suíça. Ainda na primeira fase, a Seleção jogará contra a Costa Rica, no dia 22 (sexta-feira), e contra a Sérvia, no dia 27 (quarta-feira).

Qual é mesmo o produto que está em falta no Brasil?

Com o título “Qual produto está fazendo mais falta”, eis artigo de Régis Eric Maia Barros, médico psiquiatra e doutor em Saúde Mental – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da UNSP). Ele faz uma indagação e dar a resposta ao longo do seu texto. Confira:

Em meio à crise de abastecimento, nos preocupamos, sobretudo com a falta de gasolina e dos alimentos. Ficamos apavorados e com receio de faltar os insumos básicos para a segurança e a saúde. Ao final, todos são prejudicados. Todos recebem as consequências diretas. Os prejuízos são incontáveis. E o mais angustiante é saber que demorará dias para retornar ao equilíbrio e, talvez, nem tenha mais esse equilíbrio.

Diante de tudo, pensei qual seria o produto que mais fez e faz falta na atualidade brasileira. A resposta é simples e objetiva: ética. Tudo o que está acontecendo provém disso, do nosso empobrecimento ético enquanto povo e nação. Antes de faltar os insumos, produtos e serviços básicos, vem faltando ética. Ela, que é fundamental e estruturante na história de um povo e país, já está minguando por aqui há tempos.

Seria tão fácil se somente uma pessoa ou um pequeno grupo respondesse pelo descalabro nosso. Mas, infelizmente, todos nós somos criadores e criaturas do caos. Como bem dito por Freud, “qual a sua responsabilidade na desordem da qual você se queixa?”. Queixamos a falta de ética nas esferas superiores, mas, inoportunamente, muitos que reclamam, também, cometem os seus deslizes éticos. Um funcionamento social de “se dá bem” e de “dá um jeitinho”. De forma escondida, muitos escorregam e replicam a lógica pouco ética das esferas superiores. Por isso, Niklas Luhmann questionava: “Por que o indivíduo seria honesto no escuro?”. A resposta é: por que ele tem dentro de si conceitos éticos arraigados. Então, pergunto-vos: se ninguém olhasse nossos atos, nós atuaríamos do mesmo jeito de quando estamos vigiados? Ou seja, o certo e o errado são produtos da sua construção ética ou, simplesmente, você é freado pelo medo de repreensão? O resultado disso poderá refletir, por exemplo, na crise atual da qual reclamamos.

Nas filas dos postos de combustíveis, havia pessoas, aproveitando o caos, vendendo água mineral a R$ 10. Havia postos com combustível que, ao se aproveitar da escassez, vendiam o litro de gasolina a quase R$ 10. Havia pessoas furando a fila e por aí vai. Como dito coloquialmente, “o buraco é mais embaixo”. Esse momento sofrido representa a nossa histórica pobreza ética e, lamentavelmente, isso está incrustado em nós, povo brasileiro. Portanto, na falta de ética, todo o resto será supérfluo. Ou mudamos ou sucumbiremos. Cabe-nos escolher.

*Regis Eric Maia Barros

regisbarros@usp.br
Médico psiquiatra; mestre e doutor em Saúde Mental -Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).