Blog do Eliomar

Últimos posts

Enade 2019 – Termina nesta sexta-feira prazo para solicitar atendimento especializado

Os estudantes concluintes dos cursos que serão avaliados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 têm até hoje (13) para solicitar atendimento especializado, específico ou por nome social, caso necessário. O pedido deverá ser feito pelo próprio estudante, por meio do Sistema Enade.

O atendimento especializado destina-se a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo e discalculia.

O atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos ou pessoa com outra condição específica. Já o atendimento por nome social aplica-se às pessoas que se identificam e querem ser reconhecidas socialmente em consonância com a sua identidade de gênero.

Questionário do Estudante

Todos os estudantes formandos nos cursos avaliados devem responder ao Questionário do Estudante até 21 de novembro. O documento, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), faz parte do processo avaliativo e o preenchimento é obrigatório. O formando que não preencher o formulário ficará irregular junto ao Enade e, mesmo que cumpra todas as outras obrigações do exame, não conseguirá colar grau.

O Enade 2019 será aplicado no dia 24 de novembro. O exame é composto por uma prova para avaliação de desempenho dos estudantes e um Questionário do Estudante. No histórico escolar do estudante, ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade.

Neste ano, o Enade avaliará os cursos das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

(Agência Brasil)

Seplag participa do Fórum de Secretários do Planejamento e Administração dos Estados em Vitória

Os principais temas em evidência na administração pública brasileira estão sendo debatidos na 111ª edição do Fórum Conjunto Consad/Conseplan, aberto na última quinta-feira, em Vitória (ES), reunindo gestores e técnicos de diversos estados brasileiros.

Promovido pelos conselhos nacionais de secretários estaduais da Administração e do Planejamento (Consad/Conseplan), o encontro está sendo concluído nesta sexta-feira.

O Governo do Ceará está presente representado pelo secretário-executivo da Secretaria do Planejamento e Gestão, Flávio Ataliba.

“Estamos aqui em Vitória discutindo temas importantes como a transformação digital que afetará todos os estados brasileiros. Outro assunto debatido foi a gestão de pessoas com foco para as novas profissões do serviço público”, destacou o secretário Flávio Ataliba. Ele considerou também relevante a discussão sobre o planejamento de longo prazo para os estados.

Foram apresentados aos participantes os resultados do Grupo de Trabalho de Transformação Digital (GTD.GOV), criado pelo Consad em parceria com a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), e as propostas para formação do GT de Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos.

Para o presidente do Consad e secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas, Fabrício Marques Santos, “o Fórum é um momento fundamental para que possamos estreitar laços e aprofundar assuntos importantes para a gestão dos Estados”.

(Foto – Divulgação)

Adufc Sindicato rebate tese do reitor da UFC sobre modernização

Em sua página nas redes sociais, a Associação dos Docentes das Universidades Federais do Ceará (Adufc Sindicato) expõe nota veiculada em nossa coluna no O POVO, nesta sexta-feira. Confira a nota ampliada:

Esclarecimentos da ADUFC-Sindicato sobre o discurso pró-modernização de Cândido Albuquerque e UFC

Causou-nos estranheza o título da coluna que fala em “modernização da UFC” e endossa as afirmações de Cândido Albuquerque, segundo as quais a Universidade Federal do Ceará estaria “no tempo da máquina de escrever” e “não sofreu os impactos da digitalização”. E, ainda nas palavras dele, tendo a “mesma estrutura” de quando ele entrou na Universidade, nos anos 1970.

As falas de Cândido Albuquerque são absurdas, levando-nos até a, ironicamente, nos perguntarmos se ele realmente trabalha na UFC e se até alguns dias atrás foi mesmo diretor da Faculdade de Direito. Numa reunião de conselho de faculdade ou de centro hoje, as matérias são apreciadas a partir de um computador e de projeção, porque não temos mais processos tramitando em papel, mas apenas em meio digital. Processos administrativos e acadêmicos são criados, ofícios são escritos, pareceres são emitidos, documentos são assinados e compartilhados por meio de um sistema eletrônico.

Todas as matrículas hoje também são feitas on line, pelos alunos em casa ou nas coordenações de curso. Notas e frequências são informadas pelos professores da mesma maneira. Os professores podem disponibilizar textos aos alunos em formato digital, assim como passar e receber tarefas através de uma funcionalidade do sistema eletrônico. A comunicação com os alunos, fora de sala de aula, pode ser feita em fóruns e chats do mesmo sistema, além da possibilidade do cadastramento de notícias para a turma.

Claro que sistemas sempre podem ser melhorados, mas a UFC não está no tempo da máquina de escrever, nem nos anos de chumbo de 1970, embora seja esse o objetivo do governo que nomeou Cândido Albuquerque. A estratégia de caricaturar a universidade, atribuindo-lhe uma falsa imagem de atraso e desordem, para depois se apresentar como o salvador, o herói da ordem e do progresso, é bem alinhada com esse mesmo governo. É uma estratégia, esta sim, velha, além de manipuladora.

Falas como essas só comprovam perante a sociedade o bom senso da comunidade universitária, que não escolheu Cândido Albuquerque como reitor. Além dos ataques de fora, com os cortes orçamentários criminosos, a instituição agora passará a ser atacada por dentro. É hora de todos nos unirmos em defesa da UFC, uma instituição pública de grande importância para o país e para o estado do Ceará, que precisa de respeito e recomposição de orçamento, não de falsos salvadores.

*Diretoria do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Ceará (ADUFC-Sindicato) – gestão 2019-2021

Inadimplência e endividamento do brasileiro registrou alta em agosto

A parcela de famílias endividadas e inadimplentes (com dívidas em atraso) aumentou em agosto deste ano, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic). O estudo foi divulgado hoje (13) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O percentual de famílias com dívidas (não necessariamente em atraso) chegou a 64,8% em agosto, acima dos 64,1% de julho deste ano e dos 60,7% de agosto do ano passado. Já os inadimplentes chegaram a 24,3%, taxa superior aos 23,9% de julho e aos 23,8% de agosto do ano passado.

Por outro lado, o percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso diminuiu para 9,5% em agosto. Em julho deste ano, eram 9,6% e, em agosto de 2018, eram 9,8%.

Segundo o presidente da CNC, José Roberto Tadros, mesmo com o aumento do endividamento e da inadimplência, as famílias brasileiras se mostraram mais otimistas em relação à sua capacidade de pagamento. “A redução do comprometimento de renda na comparação mensal e a perspectiva de renda extra com os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS/Pasep ajudam a explicar esse resultado”.

Entre as famílias com contas ou dívidas em atraso, o tempo médio de atraso diminuiu, nas comparações mensal e anual, de 64,4 dias, em agosto de 2018, e de 64 dias em julho para 63,2 dias em agosto deste ano.

Também foi reduzido o tempo médio de comprometimento com as dívidas, de 7,1 meses em agosto de 2018 e 7 meses em julho deste ano para 6,9 meses em agosto deste ano.

(Agência Brasil)

Petrobras inicia divulgação do que tem de ativo para venda; no pacote, a Lubnor

A Petrobras divulgou, nesta sexta-feira, 13, que iniciou a publicização das oportunidades (teasers) referentes à segunda fase dos processos de venda de ativos em refino e logística associada no País. No pacote, a Refinaria Gabriel Passos (Regap), a Refinaria Isaac Sabbá (Reman), a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) e a Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor).

Segundo a estatal, os desinvestimentos em refino estão alinhados à otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia.

A Lubnor, de Fortaleza (CE), possui capacidade de processamento de 8 mil barris/dia, além de ser uma das líderes nacionais em produção de asfalto e a única no país a produzir lubrificantes naftênicos.

Localizada no município de Betim (MG), a Regap possui capacidade de processamento de 166 mil barris/dia (7% da capacidade total de refino de petróleo do Brasil) e seus ativos incluem um conjunto de dutos com mais de 720 Km.

De Manaus (AM), a Reman possui capacidade de processamento de 46 mil barris/dia e seus ativos incluem um terminal de armazenamento.

De São Mateus do Sul (PR), a SIX possui capacidade instalada de 6 mil barris/dia e seus ativos incluem uma mina em uma das maiores reservas de xisto betuminoso do mundo e uma planta de processamento de xisto.

(Com Petrobras)

Atividade econômica têm queda de 0,6% em julho

A economia brasileira registrou queda em julho após alta nos dois meses anteriores. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), dessazonalizado (ajustado para o período), apresentou retração de 0,16%, em relação a junho, segundo dados divulgados hoje (13) pelo Banco Central (BC).

Na comparação com julho de 2018, houve aumento de 1,31% (sem ajuste para o período, já que a comparação é entre meses iguais). Em 12 meses encerrados em abril, o indicador teve crescimento de 1,07%. No ano, o IBC-Br ficou em 0,78%.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos.

O indicador foi criado pelo BC para tentar antecipar, por aproximação, a evolução da atividade econômica. Entretanto, o indicador oficial é o Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

(Agência Brasil)

Orçamento da União 2020 – Domingos Neto quer viabilizar verba para dessalinizadores no Ceará

Dedé Teixeira, Domingos Neto e acompanhando, Raimundo Kamundo, ex-Ibama.

O deputado federal Domingos Neto (PSD), relator geral do Orçamento da União 2020, recebeu do secretário-executivo dos Recursos Hídricos do Ceará, Dedé Teixeira, uma proposta que quer viabilizar a instalação de chafarizes e a implantação e revitalização de sistemas de dessalinização no Interior do Estado. O valor previsto do investimento é de R$ 30,7 milhões.

Dados da Sohidra apontam que, nos últimos 10 anos, foram construídos 8.723 poços no Estadi, sendo 2.810 instalados, entre sistemas simplificados e dessalinizadores.

Domingos Neto se comprometeu a trabalhar junto ao governo federal pela efetivação dos recursos, observando que a construção de poços e a instalação de dessalinizadores têm sido “uma importante saída encontrada pelo Governo do Estado no sentido de amenizar os efeitos da estiagem”.

DETALHE – Cerca de 70% dos poços perfurados têm água com salinidade superior aos valores máximos permitidos.

(Foto – Divulgação)

Bolsonaro entra na dieta líquida

A equipe médica que acompanha o presidente Jair Bolsonaro retirou na manhã de hoje (13) a sonda nasogástrica colocada na quarta-feira (11). O tubo entrava pelo nariz e ia até o sistema digestivo para retirar o excesso de gás e líquido. “Nós pudemos tirar a sonda gástrica porque a drenagem dela foi bem reduzida. Ele começou a ter função intestinal”, destacou o cirurgião-chefe da equipe que acompanha o presidente, Antônio Luiz Macedo.

Com a resposta do intestino, voltou a ser administrada, gradualmente, a dieta líquida. A cada hora, o presidente recebe 50 mililitros de água e outros líquidos, avaliando as reações a esses alimentos. “Eu acabei de tirar a sonda, fica perigoso aumentar rapidamente a ingestão líquida sem a gente saber como o intestino está reagindo”, explicou Macedo. Por isso, foi mantida simultaneamente a alimentação endovenosa (pelas veias), complementando a quantidade necessária de nutrientes.

Segundo o boletim médico divulgado hoje pelo Hospital Vila Nova Star, onde o presidente está internado desde o fim de semana, Bolsonaro teve “melhora acentuada dos movimentos intestinais”. Ainda segundo o comunicado do hospital, localizado na zona sul paulistana, o presidente não tem febre ou dor. Ele continua fazendo fisioterapia respiratória e motora e caminhando pelos corredores da instituição. Essa é a quarta cirurgia pela qual Bolsonaro passou desde que foi esfaqueado em um ato de campanha eleitoral em setembro de 2018.

Previsão de alta

A previsão do médico é que Bolsonaro possa ter alta em três ou quatro dias, a depender da evolução do quadro de saúde. Para isso, o intestino do presidente precisa ser capaz de suportar ao menos a dieta cremosa ou pastosa, com alimentos mais consistentes e que fornecem a quantidade de calores necessárias para as atividades cotidianas.

Ontem (12), foi estendido o prazo de afastamento de Bolsonaro da Presidência por quatro dias a partir de uma decisão da equipe médica. A previsão inicial era de que ele reassumisse o cargo hoje (13). No entanto, a recuperação sofreu uma “intercorrência” na quarta-feira, quando foi introduzida a sonda nasogástrica.

Desde a segunda-feira (9), Bolsonaro recebia a dieta líquida. Porém, devido ao trauma e à presença de gases, o intestino do presidente deixou de funcionar adequadamente, levando à necessidade de que a alimentação voltasse a ser feita de forma endovenosa. Assim, o vice-presidente, Hamilton Mourão, segue no exercício da Presidência por este novo período.

Apesar dessa alteração, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros afirmou que está mantida a viagem de Bolsonaro para a abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). “O planejamento permanece. Nós iremos a Nova York no dia 22 e o presidente discursará, no dia 24, na assembleia das Nações Unidas”, informou.

(Agência Brasil)

Essa é pra quem quer morar, trabalhar ou estudar no Canadá

196 1

Fortaleza vai receber, nesta segunda-feira, a quinta edição do My Canada Day. O evento gratuito é voltado para quem deseja estudar, trabalhar e imigrar para o Canadá. A realização é do MY Intercâmbio e acontecerá a partir das 19 horas, no Luzeiros Hotel (Avenida Beira-Mar).

De acordo com o Consulado Canadense, em 2015 eram 250 brasileiros beneficiados pelo programa do Canadá. Em 2018 o número aproximado era de 1.300. Os dados mostram que em três anos a variação é de 420%.

No encontro, haverá falas do Consulado Canadense Geral e de instituições canadenses de ensino, apresentando o país, suas províncias, informações sobre o processo de visto e esclarecimentos das dúvidas sobre os níveis de educação e opções de cursos aos que optem por estudar inglês no Canadá e que não possuem proficiência no idioma.

SERVIÇO

*As inscrições estão abertas por meio do site Sympla (https://www.sympla.com.br/my-canada-day—fortaleza__622837).

Bradesco em clima de plano de demissão voluntária até 16 de outubro

Prossegue, até o dia 16 de outubro, o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) do Bradesco.

O programa é voltado a funcionários mais velhos e com mais tempo de casa. Na rede de atendimento, são elegíveis os profissionais já aposentados ou aptos a se aposentar. Nas demais áreas, é preciso cumprir esses requisitos e também estar há pelo menos 20 anos na instituição.

O anúncio do Bradesco vem na esteira de ações similares de outros bancos no país, que também lançaram medidas desse tipo nos últimos meses em meio à crescente pressão de novos concorrentes digitais.

(Foto – Arquivo)

Artigo – “As Exigências do Mundo Digital e os Desafios da Educação Brasileira”

284 1

Com o título “As Exigências do Mundo Digital e os Desafios da Educação Brasileira”, eis artigo de João Arruda, sociólogo e professor da UFC. No texto, um dado preocupante neste cenário: “Pesquisa da Universidade de Harvard, EUA, afirma que 44,5 milhões de trabalhadores brasileiros perderão seus empregos nas próximas décadas para a automação do trabalho.” Confira:

A humanidade vem testemunhando um processo de mudança sem precedente em sua história. A tecnologia da informação, motor da nova economia, vem se expandindo em escala planetária, impondo seu padrão tecnológico e substituindo as obsoletas formas de organização produtiva em todos os países do globo.

Nesse mundo conectado, ninguém está imune aos avanços e efeitos dessa nova tecnologia. O desenvolvimento exponencial da inteligência artificial – IA -, da nanotecnologia, da engenharia genética, da medicina regenerativa, da robótica e o surgimento constante de novas tecnologias disruptivas vêm impondo mudanças rápidas e radicais no mundo do trabalho, passando o futuro a ser incerto e desafiador.

As habilidades cognitivas, que antes nos garantiam superioridades absolutas sobre as máquinas, já fazem parte do passado. A IA começa a superar os humanos na maioria das suas habilidades, alijando milhões de trabalhadores por inadaptação ao mundo digital. Algoritmos inteligentes vêm substituindo, com eficiência, os trabalhos rotineiros dos humanos, avançando, inclusive, na compreensão da subjetividade humana.

Preocupada com os efeitos nocivos desse novo padrão tecnológico sobre os países em desenvolvimento, a chefe da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, alertou, na sede da ONU, que 65% de todas as crianças do planeta que entram hoje na escola primária terão empregos e profissões que ainda não existem. Na mesma direção, o relatório do Fórum Econômico Mundial, intitulado o Futuro do Trabalho, é categórico: 65% dos alunos que estão começando o Ensino Fundamental terão profissões hoje inexistentes.

Sobre os efeitos da tecnologia da informação sobre o mercado de trabalho brasileiro, o jornal O Globo, na sua edição de segunda-feira, 19.08, citando dados de pesquisadores da Universidade de Harvard, EUA, afirma que 44,5 milhões de trabalhadores brasileiros perderão seus empregos nas próximas décadas para a automação do trabalho.

O mais grave dessa tragédia anunciada é constatar que o Brasil não se preparou para o futuro que se aproximava. Mesmo com inúmeros alertas de que o sistema educacional brasileiro, da educação infantil à universidade, deveria estar preparando a nossa juventude para os desafios do mundo digital, a temática nunca foi pautada como prioridade pelos nossos governantes, pela sociedade brasileira. Os movimentos docentes e discentes, antes vanguarda da sociedade na defesa na qualidade da educação brasileira, hoje estão na retaguarda, todos envoltos em anacrônicas querelas ideológicas do meado do século XX.

O futuro chegou e o quadro da educação brasileira é assustador. Segundo o último PISA, Programa Internacional de Avaliação de Estudantes da OCDE, o Brasil é detentor de uma das piores educação básica do mundo. A UNESCO, braço da educação e cultura da ONU, divulgou que em um ranking com 127 países que mede o desempenho na educação, o Brasil ficou na vergonhosa 88ª posição.

Se a qualidade da educação básica é comprometedora, o mesmo ocorre com o ensino superior. Segundo ranking divulgado pela Times Higher Education (THE), organização britânica especializada em avaliações de universidades, das 1.250 universidades avaliadas de 86 países, somente 15 universidades brasileiras fazem parte do Ranking. O mais humilhante é não termos uma só universidade entre as 200 melhores.

A precariedade do nosso sistema educacional, do ensino básico à universidade, é inconteste: além da péssima qualidade do ensino, ele está alienado, havendo um enorme abismo separando a sala de aula e a realidade do mundo real. Nosso sistema educacional precisa ser urgentemente reinventado para poder enfrentar os desafios do mundo digital. Repetindo o que já é quase consenso entre os estudiosos da educação brasileira, nosso país tem um sistema educacional obsoleto e carcomido, tendo nossas escolas e universidades perfis do século XIX, com professores e conteúdos programáticos do século XX e com alunos e realidades do século XXI.

À exceção de algumas áreas de excelência, nossas universidades pararam no tempo e as aulas continuam baseadas na memorização e centradas na figura dos professores. Seus currículos continuam padronizados, regulamentados, fragmentados, sem nenhuma visão sistêmica e desprezando a importância da interdisciplinaridade. É triste constatar que os nossos alunos continuam sendo preparados para atuar em trabalhos repetitivos e em profissões que não mais existirão.

Temos que nos conscientizarmos de que no mundo dominado pela tecnologia da informação, o aluno passa a ser o grande protagonista da educação. O papel do professor de transmitir conhecimentos prontos e acabados, passou. A sala de aula deve ser o lócus da efervescência, ser mais laboratório e menos anfiteatro. Sua dinâmica não comporta mais os estreitos limites do caderno e do quadro negro. Neste ambiente de criação, o papel docente é de estimular a pesquisa, as habilidades de cada aluno, estimular a capacidade criativa e inventiva discente, preparando para resolver problemas complexos.

Afinal, se as universidades não estão conseguindo formar bem nossos jovens para profissões estabelecidas e há tempos consolidadas, como poderemos lhes proporcionar condições de empregabilidade num cenário de grande fluidez de conhecimento e de tecnologias disruptivas?

João Arruda

Sociólogo e professor da UFC

Xuxa ganha indenização de R$ 50 mil de produtora para o Youtube

Xuxa, a eterna rainha dos baixinhos, vai receberá R$ 50 mil por danos morais da Salvatore Filmes.

A informação é dada pelo jornalista Ancelmo Gois, em seu Blog no O Globo, adiantando que a produtora, responsável pelo
canal de YouTube Amada Foca, publicou, sem autorização da apresentadora, o vídeo “Troll my life – Xuxa”, em que foi dito que Xuxa teria
firmado um pacto com o demônio, mantido um relacionamento amoroso homossexual e que sua filha seria fruto de inseminação artificial.

A decisão é da 18ª Câmara Cível do Rio de Janeiro.

(Foto – Facebook)

Reforma da Previdência – Avança no Senado liberação do BCP a mais de um deficiente na família

O Senado está debatendo a proposta que permite que o Benefício de Prestação Continuada (BPC) seja pago a mais de uma pessoa com deficiência na mesma família. O projeto de lei (PL 3.260/2019) que prevê a ampliação seguiu para Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde será votado em caráter terminativo. Isso quer dizer que se nenhum senador entrar com recurso para votação da matéria também no plenário do Senado, o texto vai direto para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta teve, nessa quinta-feira, seu primeiro grande avanço ao ser aprovada por unanimidade pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado. Segundo a senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), autora da proposta, se o BPC de uma pessoa com deficiência for incluído no cálculo da renda familiar per capita, um segundo membro da família com deficiente não poderia receber o benefício previsto na Lei Orgânica da Assistência Social (Lei 8.742, de 1993- Loas). Mara quer acrescentar ao Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146, de 2015) a determinação de que o BPC recebido por qualquer membro da família em razão de deficiência não seja computado na renda per capita da família.

Gabrilli destacou que o objetivo do projeto é equiparar a situação à das pessoas idosas, mencionadas no art. 20 da Lei Orgânica da Assistência Social ( Loas) , às quais não é negado o direito ao Benefício de Prestação Continuada. Para a senadora, o benefício é direito de caráter pessoal e tem origem na Constituição, “não podendo, portanto, haver pessoas com deficiência e que sejam economicamente hipossuficientes que não recebam”.

O senador Romário (Podemos-RJ), relator da matéria na CDH, votou favoravelmente ao reconhecer que não há razão para que pessoas idosas e pessoas com deficiência não sejam tratadas da mesma forma, visto que sua proteção constitucional e legal é a mesma — a Constituição tem os mesmos propósitos para ambos os grupos sociais.

(Agência Brasil)

TRE prepara urnas eletrônicas para a eleição de conselheiro tutelar

O Tribunal Regional Eleitoral está finalizando os preparativos para as eleições dos Conselhos Tutelares, que ocorrerão no dia 6 de outubro próximo, em todos os municípios do estado, com uso de urnas eletrônicas. A informação é da assessoria de imprensa do TRE, adiantando que oss trabalhos de carga das urnas estão se desenvolvendo desde o último dia 9, no Centro de Armazenamento e Manutenção de Urnas Eletrônicas (CAMU) de Fortaleza. Devem ser concluídos até o próximo dia 20.

Já a partir da próxima semana, começará a entrega dos equipamentos para as comissões eleitorais de cada município, num processo que se encerrará no dia 25 de setembro.

Ao todo serão preparadas 3.369 urnas de seção e 1.145 urnas reservas, perfazendo o total de 4.514 urnas. Participam da atividade 18 servidores, que compõem a força-tarefa designada para realização de todas as ações constantes no planejamento, contando com o apoio da Seção de Administração e Manutenção de Urnas Eletrônicas (URNAS) e auxiliares técnicos do CAMU, sob a coordenação da servidora Lorna Vidal, chefe da Seção de Apoio às Eleições (SECAE) da Coordenadoria de Eleições (COELE).

Enel abrirá neste sábado 20 lojas de atendimento ao público

A partir deste sábado, a Enel Distribuição Ceará abrirá 26 lojas de atendimento em 24 municípios diferentes durante este mês de setembro. O atendimento será realizado das 8 às 12 horas, oferecendo todos os serviços da companhia.

Estarão abertas as lojas de Barbalha, Baturité, Camocim, Canindé, Cascavel, Caucaia, Crateús, Crato, Horizonte, Icó, Iguatu, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Messejana, Morada Nova, Pacajus, Quixadá, Russas, São Benedito, Sobral, Tianguá, Itapajé e Itapipoca. Em Fortaleza, estarão abertas as lojas da Aldeota, Messejana e Centro.

A empresa esclarece que o sistema comercial da companhia está passando por um processo de modernização e alguns procedimentos de faturamento estão sendo corrigidos. Neste período, a empresa reforçou seu atendimento, com aumento do número de atendentes e abertura das lojas em dias extras, para solucionar da melhor forma as demandas dos clientes.

SERVIÇO

Para comunicar ocorrências, solicitar serviços ou informações, os clientes da Enel Distribuição Ceará podem entrar em contato pelo aplicativo Enel Ceará, que pode ser baixado gratuitamente para iOS (http://goo.gl/quLoH9) e Android (http://goo.gl/pjQpNS); pelo site da companhia (www.enel.com.br); pelas redes sociais – Facebook (facebook.com/enelclientesbr) e Twitter (@enelclientesbr) ou ainda pela Central de Atendimento (0800 285 0196).

Vaticano divulga cronograma de visita que papa Francisco fará ao Japão

O Vaticano anunciou, nesta sexta-feira (13), o cronograma da visita do papa Francisco ao Japão em novembro.

O papa partirá da Tailândia e chegará a Tóquio em 23 de novembro. A visita terá a duração de 4 dias.

No dia seguinte, ele visitará Hiroshima e Nagasaki para homenagear as vítimas dos bombardeios atômicos de 1945. O papa celebrará missa em Nagasaki.

No dia 25 de novembro, o pontífice deve se encontrar com o imperador Naruhito e o premiê Shinzo Abe, em Tóquio, antes de celebrar missa no estádio Tokyo Dome. O retorno ao Vaticano está previsto para o dia 26.

A última visita de um papa ao Japão foi a de João Paulo II em 1981.

O papa Francisco, que assumiu a missão há seis anos, é conhecido como defensor da abolição de armas nucleares.

A Santa Sé ratificou o Tratado de Proibição de Armas Nucleares, adotado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2017.

A atenção está voltada para o conteúdo da mensagem do papa contra armas nucleares nas cidades que foram vítimas das bombas atômicas.

(Agência Brasil)

MPCE, SSPDS e Sefaz realizam nova fase de operação contra a sonegação e lavagem de dinheiro

O Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), do Ministério Público do Ceará, em parceria com a Secretaria da Fazenda, Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, Ministério Público do Piauí e Ministério Público do Maranhão, deflagrou, nesta sexta-feira, a segunda fase da Operação Aluminum. A ordem é apurar o envolvimento de agentes públicos e contadores no esquema de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro liderado pela empresa Bandeira Indústria de Alumínio Ltda., sediada em Jaguaribe, no interior do Ceará.

Foram expedidos 13 mandados judiciais, sendo 05 mandados de prisão (04 temporárias e 01 preventiva) e 08 mandados de busca e apreensão, a serem cumpridos nas cidades cearenses de Limoeiro do Norte, Russas, Tabuleiro do Norte, Crato e Fortaleza, além de Teresina/PI e Timon/MA.

Às 11 horas, na sede da Sefaz, haverá coletiva sobre a operação tendo as presenças da secretária da Fazenda, Fernanda Pacopahyba, e do procurador-geral de Justiça, Plácido Rios.

Dia 30 de setembro é o Dia D para Camilo decidir sobre concursos e benefícios salariais

1060 6

O secretário do Planejamento e Gestão do Estado, Mauro Filho, reafirma: qualquer medida relacionada a concurso público ou benefícios salariais só será definida no dia 30 de setembro. Na data, diz ele, será feita uma avaliação das receitas e despesas.

Segundo Mauro Filho, até essa data, o governador Camilo Santana receberá uma raiografia completa do quadro financeiro, do que aumentou, do que gerou de economia, para decidir sobre aumento de gastos com pessoal e pauta de investimentos.

Em outubro, Camilo deve acertar um calendário referente aos concursos, hoje suspensos e alguns com convocação de aprovados e outros certames já homologados.

Essas informações o secretário Mauro Filho repassou em visita ao Poder Legislativo, nessa quinta-feira.

(Foto – Fco Fontenele)

Prefeito Roberto Cláudio entrega a nova Praça do Liceu

143 1

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), vai entregar nesta sexta-feira, às 18 horas, a requalificação da Praça Gustavo Barroso – a conhecida Praça do Liceu, no bairro Jacarecanga. A praça, segundo a assessoria de imprensa do Paço Municipal, recebeu uma série de intervenções, como a recuperação de todo o piso e alambrados, além de nova iluminação.

As obras de requalificação também incluíram a instalação de piso tátil, novas redes, grades e tabelas de basquete da quadra poliesportiva, além da pintura do piso e reforma das mesas de ping pong e tabuleiros.

Além disso, a iniciativa também promoveu a recuperação da Academia ao ar livre, do parquinho infantil e das rampas existentes. Uma pista para Cooper (corrida), foi construída e novas rampas de acessibilidade foram instaladas.

(Foto – Arquivo)