Blog do Eliomar

Últimos posts

Cid cumpre agenda política e econômica em Brasília

O governador Cid Gomes (PSB) cumprirá agenda nesta terça-feira, em Brasília. Segundo a sua assessoria, ele acompanha, na Comissão de Constituição e  Justiça (CCJ) do Senado, discussões sobre a polêmica em torno do ICMS como fator de atração de investimentos para regiões pobres, a partir de isenções.

O dedbate será coordenado pelo presidente da CCJ, o senador cearense Eunício Oliveira, com que Cid deve conversar, durante o dia, sobre a sucessão em Fortaleza. Eunício esteve com a prefeita Luizianne Lins (PT) na última semana, e disse que seguirá, sobre o pleito, o que o governador decidir.

Já Cid Gomes pode abrir agenda para conversa com Rui Falcão, presidente nacional do PT. Ambos querem manter a aliança do PSB-PT em Fortaleza.

Ciro diz que prefeita controlar o PT de Fortaleza como um coronel

72 8

“Um dos principais defensores do rompimento do PSB com o PT, o ex-deputado federal Ciro Gomes, irmão do governador Cid Gomes (ambos PSB), criticou mais uma vez a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), por sua gestão e pela atuação na direção petista. Ciro considera a postura da prefeita “autoritária”. “A Luizianne quer interditar o debate e controla o PT de Fortaleza como um coronel”, disparou, segundo matéria publicada ontem no site do Estadão. 

Juntamente com o PT municipal, Luizianne Lins, presidente estadual do partido, coordena o processo de escolha do candidato petista para a Capital e de articulação com os partidos aliados. Na avaliação de Ciro Gomes, existe a necessidade de um debate sobre Fortaleza, que tem apresentado “péssimo” desempenho em educação e saúde e “está afundando” os indicadores do Ceará.

“Eu acho que o PSB deveria lançar um candidato e fazer um debate profundo sobre Fortaleza no primeiro turno. Mas a última palavra é do Cid e eu acato. Não vejo problema em apoiar o PT, desde que a prefeita não queira impor um continuísmo silencioso”, disse Ciro.

Presidente estadual do PSB, o governador Cid Gomes tem sido enfático em suas declarações, de que trabalhará pela manutenção da aliança com o PT. No entanto, o PT ainda não definiu quem será seu candidato nas eleições.

Na mesma entrevista, Ciro reafirmou que seu desejo era ser candidato, caso não fosse impedido, em função do parentesco com o atual governador. “Se eu não fosse inelegível, já estaria agarrado pedindo votos”.

Cenário nacional

As críticas não ficaram restritas ao PT local. Perguntado sobre a disputa do PMDB nacional com o partido da presidente Dilma Rousseff por mais espaços no poder, Ciro afirmou: “O tamanho da goela do PT é um dos fatores de instabilidade”. Por outro lado, também disparou contra os peemedebistas. “A causa é correta, mas a reivindicação é fisiológica ou potencialmente corrupta”.

O ex-deputado também questionou a capacidade dos articuladores políticos da presidente para debelar a crise. “A equipe dela, com todo respeito, é fraca”.

(O POVO)

Central de Conciliações do Fórum Clóvis Beviláqua retoma mutirão

“A Central de Conciliação do Fórum Clóvis Beviláqua retoma, nesta terça-feira, a realização das sessões conciliatórias. A pauta estava suspensa, desde o início do ano, para reformulação e ampliação do espaço físico do setor, que ganhou novas salas e instalações.

Para este mês, foram agendadas 96 audiências, relativas a processos das Varas Cíveis e de Família. A pauta de abril contemplará 144 autos. As sessões ocorrerão sempre de segunda a sexta-feira, das 14 às 17 horas.

Também no próximo mês terá início o Mutirão “Conciliar é Saudável”, com ações relativas a planos de saúde. Na primeira etapa do projeto, que ocorrerá entre os dias 16 a 20, estarão 900 processos envolvendo a Unimed Fortaleza.

Segundo a coordenadora da Central, juíza Jane Ruth Maia de Queiroga, serão disponibilizada também uma sala para realização permanente de mediações para conflitos familiares.”

(Com TJ-CE)

OAB alerta: Falta de juízes em 61 cidades ameaça eleições no Ceará

71 5

“Comarcas sem juiz al-gum, servidores sem formação adequada, cedidos por prefeituras e câmaras municipais, e juízes despachando processos de cidades vizinhas. O cenário da Justiça Comum no Interior e a aproximação do pleito eleitoral de 2012 preocupam a Ordem dos Advogados do Brasil, secção Ceará (OAB-CE).

Segundo a Ordem, 61 Comarcas do Ceará não têm juiz algum. “Isso traz problema muito grave para a eleição de outubro, porque o juiz estadual também é o juiz eleitoral”, alerta o presidente da Ordem, Valdetário Monteiro.

Segundo ele, com a estrutura que existe hoje, cada juiz terá de realizar eleições em seis cidades neste ano. “A gente sabe que eleições municipais são extremamente aguerridas e envolvem a eleição para vereador. Precisa de juiz que conheça a realidade do município, que esteja residindo na comarca. Se não tem juiz titular nem na normalidade, imagina residindo na comarca nesse período”, reclama. Considerando os cargos de juiz titular e substituto, Monteiro aponta 103 vagas ociosas nas comarcas do Interior.

Diante do problema, a OAB realizará hoje, em sua sede, a partir das 14h30min, audiência pública para tratar a situação de Tauá e Região dos Inhamuns. Segundo Monteiro, as comarcas de Tauá, Parambu, Catarina, Mombaça, Arneiroz, Saboeiro e Aiuaba estão sem juízes. Essa é a segunda audiência pública. A primeira foi sobre o município de Icó. A terceira já está marcada para esta quinta-feira, 22, para colher informações sobre a comarca de Iguatu. Toda semana, haverá audiência pública até que se discuta a situação de todo o Estado, promete Monteiro.

Prestadores de serviço

Ele cita ainda que 80% da Justiça Comum no Ceará é composta por servidores cedidos por prefeituras e câmaras municipais do Interior. “Na maioria dos casos, são prestadores de serviço. Pessoas que não estudaram Código de Processo Civil, Código de Processo Penal, que não estudaram a Constituição. E hoje, infelizmente, a OAB tem de conviver com isso. Não tem como tirar (os prestadores de serviço), porque, se tirar, (a Justiça) para”.

As audiências públicas integram ações do programa “Justiça Já – Não dá mais pra esperar”, criado em 2010, com o objetivo de impulsionar o funcionamento do Judiciário. “Conseguimos alguns êxitos com a Justiça Federal e do Trabalho. Mas na Justiça Comum, infelizmente, os avanços têm sido muito poucos. Há um déficit muito grande de pessoal”, critica.”

(O POVO)

Bases do PR no Ceará não querem romper com Dilma

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=zG85-kNNRIE&feature=plcp&context=C4ddae0eVDvjVQa1PpcFOowEIgYChP68c0z39B29OPHU55yOa4mxY%3D[/youtube]

A direção nacional do Partido da República vai se reunir com parlamentares, dirigentes estaduais da legenda, parlamentares e outras lideranças a partir das 16 horas desta terça-feira, em Brasília. A ordem é discutir eleições 2012, mas, também, a tese defendida pelos senadores do PR de romper com o Governo Dilma Rousseff.

O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, que integra o diretório estadual do partido, seguiu nesta madrugada de terça-feira para o encontro e se posicionou contra rompimento.

Governo Dilma quer segurar preço da gasolina até fim do semestre

86 1

O governo deve segurar os preços da gasolina pelo menos até o fim do primeiro semestre, apesar das pressões das cotações internacionais. A informação está no O Globo desta terça-feira, adiantando que se um ajuste nas refinarias for inevitável, a ordem é garantir o preço na bomba para o consumidor com a redução da Cide — tributo cobrado sobre os combustíveis.

O governo federal quer, com essa estratégia, evitar a todo custo que qualquer oscilação de preços de combustíveis venha a causar impactos na inflação.

O preço do barril de petróleo passou de US$ 100 para US$ 120, nos últimos 20 dias, o que chamou a atenção do Executivo

MS suspende contratos de empresas que ofereceram suborno a repórter da TV Globo

“O Ministério da Saúde informou que vai suspender os contratos com as empresas que ofereceram propina para fraudar licitação de um hospital público no Rio de Janeiro, conforme denúncia de reportagem da TV Globo. A medida será publicada amanhã (20), no Diário Oficial da União.

Veiculada neste domingo (18) no programa de variedades Fantástico, a reportagem denunciou a tentativa de suborno por empresas prestadoras de serviços para ganhar licitações de emergência do Instituto de Pediatria do Hospital Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). As quatro empresas denunciadas na reportagem são Toesa Service (locadora de veículos), Locanty Soluções (coleta de lixo), Bella Vista Refeições Industriais e Rufolo Serviços Técnicos e Construções.

De acordo com o ministério, das empresas citadas, foi identificado apenas um contrato em vigor com a Bella Vista para fornecimento de alimentação ao Hospital do Andaraí, no Rio de Janeiro. O ministério também irá abrir uma auditoria para verificar todos os contratos de terceirização dos hospitais públicos federais.

Em janeiro, o ministério determinou a suspensão de 37 contratos de obras, com diversas empresas, em seis hospitais públicos do Rio, depois que uma auditoria preliminar da Controlaria-Geral da União apontou desperdício de dinheiro público, formação de cartel entre fornecedores, direcionamento de licitações e cobrança de sobrepreço.

Em nota, o Tribunal de Contas da União (TCU) informou que também investigará a denúncia da TV Globo. “O TCU informa que já adotou providências para apurar as responsabilidades, inclusive para investigar a possível atuação, em outras unidades que gerem recursos públicos federais, das empresas mencionadas na matéria [do Fantástico] e de outras que possam ter comportamento similar”, diz o comunicado.

Confirmada a denúncia, a empresa fraudadora pode ser impedida de participar, por até cinco anos, de licitações com órgãos públicos federais. Para evitar fraudes, o TCU recomenda o uso do pregão eletrônico para contratar serviços, “procedimento licitatório que dificulta o conluio e a formação de grupos, fraudes mais recorrentes na modalidade convite, em que a publicidade e a transparência são prejudicadas e ocorre o favorecimento de licitantes”.

(Agência Brasil)

Ricardo Teixeira renuncia ao cargo de membro do Comitê Executivo da Fifa Brasil

“Uma semana depois de ter deixado a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o comitê local de organização da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira renunciou hoje (19) ao cargo de membro do Comitê Executivo da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Em carta enviada à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Teixeira alegou motivos pessoais para a renúncia, “em caráter irrevogável”. Ele ocupava o cargo desde 1994.

Teixeira deixou a CBF e a organização do Mundial em 12 de março, após ter sido alvo de críticas sobre sua gestão e de divergências com o governo de Dilma Rousseff.”

(Agência Brasil)

Bancada petista decide votar o texto original do governo sobre Lei Geral da Copa

54 1

A bancada petista na Câmara decidiu nesta segunda-feira (19), durante reunião, aprovar o texto original do governo sobre a Lei Geral da Copa enviado à Câmara, na questão da venda de bebidas durante os jogos da Copa do Mundo. “No nosso caso está se propondo a suspensão temporária do item 13 A [do Estatuto do Torcedor], que trata da chamada portabilidade, ou seja, as pessoas não podem entrar e andar com bebida nas praças desportivas”, disse o líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP).

O líder informou que nesta terça-feira (20), em reunião com os demais líderes da base governista, vai discutir a questão da venda de bebidas nos estádios durante os jogos da Copa. “Vamos discutir amanhã com os demais líderes da base. Vou ouvir os demais. Se isso se consagrar, vamos ver como regimentalmente faremos. Uma das alternativas é o relator [deputado Vicente Cândido (PT-SP)] alterar o seu parecer”, disse.

Segundo Chinaglia, no momento das negociações para trazer a copa do Mundo para o Brasil, o governo deu algumas garantias, inclusive na questão da venda de bebidas, e está buscando cumprir o que prometeu. O texto do relator aprovado pela comissão especial estabelece a permissão para a venda de bebidas durante os jogos da Copa do Mundo. No entanto, o texto original do governo suspende, por um mês, o artigo do Estatuto do Torcedor que proíbe bebidas em jogos de futebol.

Se o Congresso aprovar o texto original do governo sobre a Lei da Copa, caberá à Federação Internacional de Futebol (Fifa) negociar com os estados que têm lei que proíbe a comercialização de bebidas.

(Agência Brasil)

Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome participa de encontro em Fortaleza

Tereza Campello, titular do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, estará em Fortaleza nesta quarta-feira quando, às 19 horas, participará da solenidade de  abertura do XIV Encontro Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social. O evento ocorrerá no Centro de Convenções até sexta-feira e tem por objetivo fortalecer a formação e a articulação política dos gestores municipais de assistência social.
O tema deste ano é “Entre o Sistema Único de Assistência Social (Suas) e o Plano Brasil Sem Miséria: os municípios pactuando caminhos intersertoriais”. A expectativa é reunir de três mil pessoas, entre prefeitos, secretários estaduais e municipais, trabalhadores do Suas, conselheiros de assistência social, representantes da sociedade civil e pesquisadores. Entre quinta e sexta-feira, serão promovidas 21 oficinas temáticas.
O encontro terá trabalhos iniciando às 11 horas de quarta-feira, quando a equipe do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) fará o balanço do Plano Brasil Sem Miséria. A ministra Tereza Campello participará também participará da mesa-redonda sobre o fortalecimento do Suas e o Plano Brasil Sem Miséria. Na abertura oficial acontecerá também a premiação do “Concurso Nacional de Boas Práticas de Gestão”.
SERVIÇO
Confira a programação oficial do XIV Encontro Nacional do Congemas: http://www.congemas.org.br/publicacao/22600043052807.pdf.

Em caso de embriaguez ao volante, o seguro pode ser pago?

172 2

Quando o segurado contrata seguro de vida, dirige bêbado e morre, o beneficiário perde ou não o direito à cobertura? Em ação de cobrança proposta por uma viúva contra a seguradora, ela afirmou que o ex-marido, que possuía a apólice de seguro de vida em grupo, envolveu-se em acidente automobilístico, em decorrência do qual faleceu. Apresentou à empresa a documentação necessária para o pagamento da indenização.

Posteriormente, a empresa informou que o pagamento referente à garantia básica, no valor de R$ 71.516,99, já estava sendo providenciada. Comunicou, no entanto, que não seria possível o pagamento da Garantia por Indenização Especial por Acidente, em vista da comprovação de que o segurado encontrava-se alcoolizado (26,92 dg/litro), o que excluiria a possibilidade da indenização.

Na ação, ela afirmou que a simples alegação de embriaguez não pode servir de justificativa para o não pagamento da indenização. Para o advogado, a empresa deveria comprovar cabalmente o nexo causal entre a bebida e o acidente, e não se ater a meras conjecturas. “Ainda que tenha ocorrido o nexo causal, não houve voluntariedade do condutor em provocar o acidente”, acrescentou.

A seguradora contestou dizendo que a viúva não faz jus à cobertura especial por morte acidentária, que consiste em um adicional de 100% da garantia básica, visto que o contrato traz como causa de exclusão expressa do pagamento a configuração da embriaguez do segurado, causadora do sinistro. Alegou ainda que a indenização relativa à cobertura básica já havia sido devidamente paga, conforme reconhecido pela viúva.

Em primeira instância, o pedido foi julgado improcedente, considerando-se indevido o pagamento da indenização. A viúva apelou, mas o Tribunal de Alçada de Minas Gerais negou provimento ao recurso, mantendo a sentença.

Relator do caso, o ministro Humberto Gomes de Barros destacou que a embriaguez do segurado, por si só, não exclui direito à indenização securitária. Segundo ele, a cláusula restritiva contida em contrato de adesão deve ser redigida com destaque a fim de permitir ao consumidor sua imediata e fácil compreensão. “O fato de a cláusula restritiva estar no meio das outras, em negrito, não é suficiente para atender à exigência do artigo 54, parágrafo 4º, do Código de Defesa do Consumidor”, disse o ministro.

(STJ)

Outro brasileiro é morto por engano pela Polícia no Exterior

45 1

A Polícia australiana é apontada por testemunhas como a causadora da morte de um estudante paulista de 21 anos, no último sábado, durante uma abordagem desastrosa. Segundo as testemunhas e amigos do brasileiro, ele teria sido confundido com um homem que havia furtado um pacote de bolachas em um supermercado próximo à abordagem.

De acordo ainda com as testemunhas, no momento da abordagem, o brasileiro estaria sem camisa e sem nenhum produto nas mãos. Ao se recusar a parar, seis policiais passaram a disparar armas de choque. Segundo o relato das testemunhas, as armas de choque ainda foram usadas outras três vezes.

Os amigos do brasileiro, que estava há seis meses na Austrália para estudar inglês, disseram que a vítima tinha uma boa condição financeira e que a Polícia australiana o confundiu com um outro homem. De acordo com a imprensa australiana, o caso pode ser comparado ao do também brasileiro Jean Charles, morto pela Polícia inglesa, ao ser confundido com um terrorista.

A Polícia informou que irá aguardar o exame cadavérico, como forma de saber se o brasileiro teria consumido álcool ou drogas, o que poderia ter causado a sua morte.

(das agências)

Buracos estão de volta com as chuvas

74 3

As últimas chuvas que caíram em Fortaleza provocaram o retorno de alguns buracos nas principais ruas e avenidas da cidade. Um deles é o do cruzamento da avenida Sargento Hermínio com a rua Padre Anchieta, no Monte Castelo.

De acordo com moradores do bairro, o asfalto havia sido reparado pela Prefeitura há cerca de quatro meses, mas acabou danificado no mesmo local, há cerca de três semanas, diante das chuvas que caíram no início do mês.

Segundo ainda os moradores, o buraco foi o motivo de alguns acidentes sem maior gravidade, por estar em um cruzamento de grande fluxo.

Ministro diz que Brasil honrará compromisso da venda de bebidas alcoólicas na Copa

58 2

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta segunda-feira (19) que o governo brasileiro honrará o compromisso assumido com a Fifa, para a venda e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol, durante os jogos da Copa de 2014. A declaração do ministro ocorreu após a reunião da presidente Dilma Rousseff com ministros e líderes do governo no Congresso Nacional, em Brasília.

Segundo Rebelo, a garantia do governo brasileiro sobre as bebidas alcoólicas chegou a ser ameaçada, na última semana, mas o problema foi contornado com a troca das lideranças do governo na Câmara Federal e no Senado.

O relator da Lei da Copa, deputado federal Vicente Candido (PT-SP), chegou a afirmar que o governo não se empenharia para a aprovação da polêmica questão sobre a comercialização das bebidas alcoólicas. No entanto, de acordo com os governistas, tudo não passou de uma artimanha para não atrapalhar a tramitação da matéria, que sofre forte pressão da bancada religiosa.

Nesse fim de semana o Partido Social Cristão (PSC) ameaçou deixar a base governista por não concordar com a venda e consumo de bebida alcoólica nos estádios da Copa. O partido avalia a sua posição na base da presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira (20).

(das agências)

Pacientes isolados no Instituto do Câncer não estão com superbactéria, revela exame

Os exames dos cinco pacientes que estavam com suspeita de terem sido contaminados no Instituto do Câncer do Ceará (ICC) por uma superbactéria apresentaram resultados negativos.

De acordo com o Diretor Clínico do Hospital, Dr. Reginaldo Ferreira da Costa, os exames chegaram no último domingo, 18, revelando que as bactérias presentes nos pacientes não pertenciam ao grupo do KTC, chamada por superbactérias.

Segundo o médico, um dos pacientes chegou a ficar isolado no tratamento por mais de 45 dias. As suspeitas da presença de superbactérias começaram a cerca de três semanas, quando dois pacientes que se tratavam de câncer morreram no ICC, ao contraírem bactérias do grupo KTC.

Saiba o que são as superbactérias (KTC)

A bactéria KPC é uma infecção hospitalar que acomete, principalmente, pacientes muito debilitados, imunodeprimidos e que passam muito tempo internados em leitos de UTI e com uso prolongado de antibióticos de amplo espectro.

(O POVO Online)

Sarkozy classifica de tragédia nacional ataque à escola judaica na França

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, classificou nesta segunda-feira (19) como “tragédia nacional” o ataque à escola judaica Ozar Hatorah, na cidade de Toulouse, no Sudoeste do país. No ataque, morreram quatro pessoas – três crianças e um adulto – e duas ficaram gravemente feridas. Sarkozy disse que as autoridades francesas farão “tudo para encontrar” o autor dos disparos, que fugiu do local de motocicleta.

Ele visitou a escola e fez um minuto de silêncio em homenagem às vítimas. “São as nossas crianças. Não são só as crianças de vocês, são também as nossas”, disse Sarkozy. “No território da França não se assassinam assim crianças sem pagar pelas consequências. Hoje é um dia de tragédia nacional.”, acrescentou.

Para o presidente do Congresso Judaico Europeu, Moshe Kantor, o ataque ocorrido nesta manhã é um exemplo de crime religioso. “Tudo indica que se trata de um ataque premeditado, com a intenção de assassinar crianças judias. Quem quer que o tenha feito quer atacar a comunidade judaica no seu ponto mais fraco, sua juventude, para espalhar o medo pela comunidade”, disse.

Kantor lembrou que a história do povo judeu passa pelo combate e pela resistência. “Os judeus europeus, em geral, e os de França, em particular, têm um longo histórico de resistência ao ódio e à violência”, disse. Segundo ele, é fundamental reforçar a educação contra o antissemitismo, a intolerância religiosa e o racismo.

O subdiretor do Centro Rabínico Europeu, com sede em Bruxelas, na Bélgica, Aryeh Goldberg, cobrou das autoridades francesas uma resposta efetiva e por meio da Justiça. “Se há pessoas que querem assustar a comunidade judaica para que seja submissa, a nossa resposta será mostrar a eles que não nos dobram, pelo contrário”, disse.

Na relação de mortos no ataque de hoje estão o professor de religião Jonathan Sandler, dois filhos dele, de 3 e 6 anos, e um terceiro aluno, de 10 anos. Na semana passada, três militares foram mortos em Toulouse e Montauban. Os policiais franceses investigam a possibilidade de crime religioso.

(Agência Brasil)

Lixo prolifera no Bairro de Fátima

149 5

Na rua Silva Jardim, placa de alerta para a proibição de lixo no local é ignorada

De nada adiantaram os avisos e os apelos para que o lixo não fosse colocado nas calçadas das ruas Silva Jardim e Carlos Gomes, ambas no Bairro de Fátima. Se a situação se encontra assim em área considerada nobre, fica um mal cheiro no ar só em pensar como estará a periferia de Fortaleza.

O mesmo também ocorre na rua Carlos Gomes. População pede providência

Fotos: Paulo MOska

Receita inicia operação para intensificar fiscalização sobre importações irregulares no país

53 3

A Receita Federal iniciou nesta segunda-feira (19) uma operação, chamada de Maré Vermelha, para intensificar a fiscalização sobre irregularidades na importação de produtos no país. A ação vai priorizar produtos cuja importação tem prejudicado a indústria nacional, como vestuário, calçados, brinquedos, eletroeletrônicos, bolsas, artigos de plástico, pneus e artigos de toucador (como cosméticos e perfumaria).

“A Operação Maré Vermelha consiste em um grande esforço da Receita Federal para intensificar a fiscalização nas nossas áreas de portos e aeroportos, visando ao aumento da fiscalização das importações, tendo em vista a situação atual de grande competitividade no mercado internacional, principalmente provocada pela chamada guerra cambial”, destacou o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto.

Segundo a Receita, o objetivo não é regular o comércio exterior brasileiro, função que cabe ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, mas apenas evitar que produtos entrem ilegalmente no país ou que importadores utilizem artifícios para pagar menos impostos, como subfaturamento, declaração de origem falsa ou classificação errada da mercadoria.

“Vamos intensificar a fiscalização dentro do Plano Brasil Maior, que prevê uma ação mais concreta em defesa da indústria nacional, da competitividade do produto brasileiro e, portanto, da preservação do nosso mercado, do nosso emprego e da nossa renda”, disse o secretário.

Segundo Barreto, o aumento e a diversificação das importações pelo Brasil nos últimos anos dificultaram o trabalho da Receita Federal. Dados da Receita mostram as importações passaram de US$ 110 bilhões em 2001 para US$ 480 bilhões no ano passado. Os produtos importados também se diversificaram. Se, em 2001, cada operação de importação envolvia uma média de 4,3 produtos, no ano passado, esse número passou para 11,9.

Para ampliar a fiscalização, a Receita também inaugurou hoje o Centro Nacional de Gerenciamento de Risco (Cerad), que vai funcionar como uma central de inteligência para direcionar os equipamentos e agentes para os setores e locais onde ocorrem mais ilícitos.

“Utilizando tecnologia de ponta e trabalhos em rede, vamos identificar com mais precisão as fraudes praticadas no comércio exterior”, disse Barreto. O centro também manterá contato permanente com o setor privado para conhecer os setores mais afetados por ilegalidades nas importações.

(Agência Brasil)