Blog do Eliomar

Últimos posts

Comissão do Senado aprova projeto sobre direito de resposta na imprensa

“Garantia de direito de resposta sem ameaça à liberdade de imprensa. Esse foi o argumento que garantiu a aprovação por unanimidade na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), nesta quarta-feira, de projeto de lei (PLS 141/11) do senador Roberto Requião (PMDB-PR) que regula o exercício do direito de resposta ou retificação do ofendido por matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social. Como foi aprovada em decisãoterminativa, a matéria seguirá direto para a Câmara dos Deputados se não houver recurso para votação pelo Plenário do Senado.

Vácuo jurídico aberto por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) ao considerar inconstitucional a Lei de Imprensa (Lei nº 5.250/67) motivou Requião a apresentar o PLS 141/11. O peemedebista resgatou proposta apresentada em 1996, que contou com aprovação unânime do Senado, mas foi arquivada na Câmara. Com a recente “liquidação” da Lei de Imprensa, decidiu colocar novamente em discussão a garantia de um rito especial e célere para o direito de resposta.

– Nos últimos três anos, o Senado enviou 148 cartas para a imprensa para a correção de erros e afirmações descabidas e sequer uma foi publicada. O projeto só quer contrabalançar a provável, e freqüente, irresponsabilidade (da imprensa), abrindo direito de resposta com rito rápido e seguro – comentou Requião.

Antes mesmo de apresentar seu parecer favorável, com emendas, ao PLS 141/11, o relator, senador Pedro Taques (PDT-MT), fez questão de deixar claro que o projeto “não quer cercear o direito à informação nem censurar a imprensa, que deve ser livre”.”

(Agência Senado)

Acquario do Ceará – Dívida de Estatal pode ser usada no financiamento do empreendimento

“O crédito de R$ 42 milhões que o Governo do Estado do Ceará tem junto à Petrobras, referente ao antigo projeto da siderúrgica Ceara Steel, poderá ser utilizado na manutenção do Acquario do Ceará – obra de R$ 250 milhões, que será construída na Praia de Iracema e cuja implantação das fundações deverá ter início nos próximos 30 dias. A informação foi dada a O POVO por uma fonte do governo, que prefere não ser identificada.

Apesar de não confirmar a utilização do crédito, o secretário do Turismo do Estado, Bismarck Maia, afirma que o equipamento, previsto para ser concluído em dois anos, deverá contar com a parceria de instituições mantenedoras que desejam associar sua marca a projetos de sustentabilidade ambiental. “Essas instituições já apoiam outros projetos ambientais em outros estados. Deveremos conversar com várias instituições, como o Bradesco e a própria Petrobras, por exemplo, e propor a elas essa parceria”, diz o secretário.

Em novembro de 2007, como noticiou O POVO, o governo cearense divulgou que a Petrobras havia reconhecido uma dívida de R$ 308 milhões com o Ceará, em decorrência de investimentos e incentivos fiscais realizados pelo governo estadual em benefício da empresa, no projeto de instalação da siderúrgica Ceara Steel. Na época, o então presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Antonio Balhmann disse que um dos caminhos conciliatórios para o Estado recuperar os recursos era a “parceria em projetos importantes a serem implantados no Ceará”.

Apesar de não negar a possibilidade, o secretário da Fazenda do Estado, Mauro Filho, através de sua assessoria de imprensa, disse não ter conhecimento de que o crédito que o governo tem com a Petrobras seria utilizado para a manutenção do Acquario.”

(O POVO)

TCE manda suspender seleção pública da Urca

O pleno do Tribunal de Contas do Ceará (TCE) determinou, por unanimidade, a suspensão do processo de seleção pública para contratar professores temporários para a Universidade Regional do Cariri (URCA).

O TCE constatou que o edital divulgado pela URCA apresentava deficiências quanto ao conteúdo programático, informações sobre os meios para apresentação de recursos e o formato da prova da seleção, bem como critérios de desempate.

A suspensão do processo seletivo foi determinada para que o reitor da Urca, Otonite Cortez, adote medidas para corrigir os problemas apontados.

STF – Ayres de Brito é o novo presidente

“O ministro Carlos Ayres Britto foi eleito, nessa quarta-feira, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). A votação foi apenas uma formalidade, já que é tradição que o vice-presidente do STF – cargo ocupado atualmente por Britto – seja o próximo presidente seguindo o critério de antiguidade no Tribunal. O vice-presidente eleito é o ministro Joaquim Barbosa.

A posse será no dia 19 de abril, e embora o mandato da presidência do STF seja de dois anos, Britto terá que deixar a Corte em novembro, quando completa 70 anos e será aposentado compulsoriamente. Em seguida, Joaquim Barbosa assume a presidência e Ricardo Lewandowski como vice.

Após a divulgação do resultado, Ayres Britto disse que terá Cezar Peluso como “um espelho” e teceu uma série de elogios ao atual presidente. Em setembro, Peluso também terá que deixar o STF ao completar 70 anos de idade.

Sergipano de Propriá, o advogado Ayres Britto foi nomeado ministro do STF pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2003. Foi presidente do Tribunal Superior Eleitoral entre 2008 e 2010, quando defendeu, antes da aprovação da Lei da Ficha Limpa, a inelegibilidade dos candidatos condenados por improbidade administrativa e por corrupção.”

(Agência Brasil)

Ex-prefeito de Jucás é multado pelo TCE

“O Tribunal de Contas do Ceará (TCE-CE) determinou na última segunda-feira (12) que o ex-prefeito de Jucás, na região Centro-Sul, Gabriel de Mesquita Facundo, restitua o Tesouro Estadual em R$752.689 por não prestação de contas de convênio assinado com a Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra). Os recursos foram repassados ao município para a execução de obras do sistema de abastecimento de água do distrito de Mel, em Jucás.

A restituição aplicada ao ex-gestor corresponde ao dobro do valor do débito pendente da Prefeitura de Jucás em relação ao convênio: R$ 376.344. De acordo com a Lei Orgânica do TC-CE (Lei 12.509/95), a multa máxima a ser aplicada é de 100% do valor atualizado do dano causado ao Estado. Segundo a Comissão Tomadora das Contas do TCE-CE, embora tenha sido notificado, o ex-gestor não apresentou defesa nem prestação de contas.

Na decisão, o relator do processo, conselheiro Alexandre Figueiredo, recomenda à Sohidra e à comissão permanente tomadora de contas especiais que iniciem procedimento para apuração de falhas da natureza do caso de Jucás.

Procurado pelo O POVO, o ex-prefeito disse que todos os convênios firmados na sua gestão foram encaminhados para o setor jurídico. Ele disse ainda que iria se informar sobre o caso para dar mais detalhes, mas até o fechamento da página não houve retorno do contato.”

(O POVO)

Ipea conclui que 85% dos principais aeroportos brasileiros estão em situação crítica ou preocupante

Um estudo divulgado nesta sexta-feira (14) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que 17 dos 20 principais aeroportos brasileiros, ou 85%, estão em situação “crítica” ou “preocupante”. Desses, 12 estão funcionando acima da capacidade operacional. Apenas os aeroportos de Porto Alegre, Salvador e Manaus funcionam em condições “adequadas”, fora do “cenário de estrangulamento”.

A avaliação, feita antes da concessão à iniciativa privada dos aeroportos de Brasília, São Paulo e Guarulhos (SP), é que “permanece limitada a capacidade da Infraero [Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária] em executar seu programa de investimentos. Em 2011, a estatal executou 34% de sua dotação anual inscrita no orçamento das empresas estatais [dotação de R$ 2,216 bilhões e execução de R$ 747,82 milhões]”. A conclusão consta do artigo Aeroportos no Brasil: Investimentos e Concessões, de autoria do coordenador de Infraestrutura Econômica do Ipea, Carlos Campos.

A preocupação se agrava com a aproximação da Copa do Mundo de 2014. Segundo o estudo, as etapas do Plano de Investimentos da Infraero “pouco evoluíram nos últimos 12 meses, entre fevereiro de 2011 e janeiro de 2012”. “Dos 11 aeroportos nos quais estão previstos investimentos nos terminais de passageiros, oito estão nas fases iniciais de projetos”.

(Agência Brasil)

PR finamente decide e se declara oposição ao governo Dilma

Oito meses após a queda do então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, o Partido da República (PR) finalmente cumpriu o que prometera na época e, nesta quarta-feira (14), anunciou o rompimento com o governo Dilma Rousseff.

O anúncio foi feito pelo líder do partido no Senado, Blairo Maggi (MT), que disse ainda que o partido não fará uma “oposição raivosa”, mas que o governo, a partir desta quarta-feira, “não conte mais com o PR”. O partido conta com sete dos 81 senadores.

Independente

Apesar de o senador Blairo Maggi colocar o PR como oposição ao governo, o líder do partido na Câmara Federal, Lincoln Portela (MG), afirmou que os 43 deputados federais do PR serão “independentes”.

Segundo o deputado mineiro, o partido ainda não devolveu os cargos. Para ele, caberá à presidenta cobrá-los.

(com agências)

Lei da Copa não vai permitir venda de bebidas nos estádios

A liberação da venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol durante a Copa do Mundo e a Copa das Confederações não serão mais permitidos. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (14) na reunião dos líderes da base governista com o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), e com o relator da Lei da Copa, deputado Vicente Cândido (PT-SP).

Agora, caberá ao relator retirar do texto da Lei Geral da Copa, em análise na Câmara dos Deputados, o artigo que libera a venda e consumo de bebidas nos estádios durante os eventos esportivos. Cândido disse que diante da decisão vai retirar o artigo do seu substitutivo a ser votado no plenário da Câmara, na próxima semana.

“Estamos entendendo que o governo não tem compromisso com esse artigo, não tem compromisso com a [Federação Internacional de Futebol] Fifa em relação à venda de bebidas nos estádios. Cabe a nós retirar do texto o dispositivo. Eu acho que fui induzido ao erro nesse item. Nesse caso, como é posição do governo e já havia várias rejeições, a base está achando melhor não encaminhar isso a voto”, disse Vicente Cândido.

O relator declarou ainda que na sua avaliação houve mudança de posição do governo, pois a orientação que vinha recebendo durante a elaboração do seu parecer era no sentido de liberar a venda de bebidas alcoólicas durante os dois eventos esportivos. “Estamos entendendo que houve mudança de posição do governo, a orientação anterior foi com a concordância do governo”.

Ao explicar a mudança de posição em relação à venda de bebidas nos estádios, o líder Arlindo Chinaglia disse que as lideranças entendiam que havia um acordo entre o Brasil e a Fifa para a liberação da venda de bebidas. “Havia dúvidas por parte de muitos líderes se o Brasil havia assumido um compromisso, ao trazer a Copa para o nosso país, que automaticamente haveria a autorização de venda de bebidas alcoólicas nos estádios, até porque tem uma lei que proíbe. Hoje, ficou claro que o governo não assumiu esse compromisso”.

Chinaglia declarou ainda que a partir da constatação de que não havia o compromisso de liberação da venda de bebidas, fez um levantamento entre os líderes da base governista, e que praticamente, por unanimidade, eles se posicionaram contra a liberação da venda de bebidas. “A partir desta situação, no mérito todos os partidos se posicionaram contra a liberação da venda e consumo de bebidas alcoólicas”.

(Agência Brasil)

Mais envolvidos no “escândalo dos banheiros” terão de devolver dinheiro aos cofres públicos

“O Tribunal de Contas do Estado (TCE) decidiu nesta terça-feira, 13, que os ex-secretários das Cidades, Joaquim Cartaxo e Jurandir Santiago, além de ex-servidores daquele órgão e da Cagece e vários membros de uma associação comunitária, vão ter que devolver aos cofres públicos recursos aplicados indevidamente na construção de banheiros no município de Quixadá, a 170 km de Foraleza.

Segundo a decisão, o montante a ser resarcido é de mais de R$ 164 mil. O valor total do convênio,firmado entre a Secretaria das Cidades e a Associação Comunitária de Sítio Novo, de Quixadá, foi de R$ 600 mil. O objeivo era a construção de 300 unidades sanitárias naquele município. Segundo o TCE, ao contrário de outros casos em que não houve construção de banheiros, “neste caso houve, mas as construções tiveram superfaturamento de material e de mão-de-obra”, disse Soraya Victor, conselheira do TCE e relatora do caso.

O relatório apresentado pelos fiscais do tribunal apontou que alguns materiais tinham preço “flagrantemente abaixo do mercado”. Uma bacia sanitária, por exemplo, que custou na realidade R$ 13,21, saiu aos cofres públicos pelo valor de R$ 74,39. Foram constatados também recibos de mão de obra irregulares, em valores que variavam de R$ 500 reais a R$ 122 mil.
Os envolvidos têm agora 30 dias para apresentar se defender devolver os valores, segundo informações de Soraya Victor.

Esse já é o sétimo processo do “escândalo dos banheiros-fantasma”, em que o pleno do TCE decide pela devolução de recursos. Ao todo, no entanto, forma feitos 92 convêncios em 54 mnicípios cearenses.”

(O POVO Online)

Copa 2014 – Defensoria Pública entra em campo

94 1

A defensora-pública geral do Estado, Andrea Coelho, assinará, às 15 horas desta quinta-feira, convênio com o secretário especial da Copa 2014, Ferrucio Feitosa, levará serviços da Defensoria Pública para operários envolvidos nas obras de reforma e modernização do estádio Castelão. O convênio envolve também o consórcio responsável pelo empreendimento.

Segundo Andr Coelho, essa será a primeira etapa de um convênio que deverá garantir espaço para a Defensoria quando o Castelão estiver pronto. 

O convênio tem por objeto a cooperação mútua. Quer garantir acesso à justiça para os operários, prestando orientação jurídica e exercendo a defesa de seus direitos, de acordo com a defensora-pública geral.

Elmano Freitas, o candidato da prefeita, confere posse de novo ministro

53 5

Na solenidade de posse do novo ministro do Dsenvolvimento Agrário, nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, uma presença inusitada: o secretário municipal da Educação, Elmano Freitas.

Ele ali compareceu levado pelo deputado federal Eudes Xavier (PT).

Elmano está em Brasília desde a noite dessa terça-feira quando foi apresentado ao presidente regional do PMDB, senador Eunício Oliveira, pela prefeita Luizianne Lins (PT).

A prefeita revelou para Eunício que Elmano é o seu preferido para disputar a Prefeitura de Fortaleza. Eunício prefere aguardar o encontro que o governador Cid Gomes deverá ter com Luizianne para tratar de sucessão municipal.

Cá pra nós: precisava a apresentação ser em Brasília? Isso lembra aqueles velhos acordos de gabinete onde tudo se decidia bem longe do povo. E dos olhos da imprensa.

Carlomano Marques diz que prefeita “eleitoralmente é um suicídio”

100 8

O deputado estadual Carlomano Marques (PMDB) bateu duro, nesta quinta-feira, durante fala na Assembleia Legislativa, na prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Dessa  vez, criticou a dirigente estadual petista que, conforme acentuou, deixa de fazer o básico e trata o PMDB como “algo de terceira, quarta categoria”.

Em tom de revolta, disse não querer “a companhia política da prefeita nem pra ir para o céu.” Ele defendeu que seu partido tenha candidato próprio.

“Acho que ela (Luizianne) não faz bem ao PMDB. Politicamente, não me identifico. Eleitoralmente, (ela) é um suicídio”, disparou. Ele citou pesquisas que apontariam Luizianne Lins com índice de rejeição na casa dos 69% do eleitorado da Capital.

Carlomano Marques disse que a petista não recebe vereadores e deputados aliados para audiências cujos temas são de interesse público. Além disso, emperra o andamento de obras do Governo do Estado. Como exemplo, citou R$ 300 milhões assegurados pelo Palácio da Abolição que já deveriam ter começado a ser utilizados em ações de saneamento e ainda não foram porque a Prefeitura não permite a execução dos projetos.

(Também com AL)

North Shopping Parangaba será lançado oficialmente nesta 5ª feira

457 3

Será nesta quinta-feira, a partir das 19 horas, no Buffet La Maison, o lançamento oficial do North Shopping Parangaba, que está sendo construído no antigo terreno do Jóquei Clube. O empreendimento é resultado da parceria da Ancar Ivanhoe Shopping Centers, Grupo North Empreendimentos Brasil e Diagonal, com investimento inicial de R$ 240 milhões.

O novo shopping, segundo a assessoria de imprensa do projeto, contará com grandes lojas como Americanas, Riachuelo, Insinuante, Centauro, Polishop, Burger King, Mc Donald’s, Rabelo, Le Biscuit, Sapataria Nova, Eletro Shopping, Esposende, C.Rolim, Casa Pio, Farmácia Pague Menos, Planeta Brinquedo e Game Station.

DETALHE – A atriz Flávia Alessandra, da Globo, atuará como a mestre de cerimônias do evento.

Mercadante diz que mudará regras do Enade

“O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou hoje (14) que o governo irá mudar algumas regras do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) para que não seja permitido “procedimento que não assegure a efetiva avaliação dos alunos”. De acordo com o ministro, a prova será aplicada também aos alunos do penúltimo semestre – antes o exame era restrito aos formandos.

A decisão vem após a divulgação de denúncias encaminhadas ao Ministério da Educação (MEC) sobre uma possível manipulação da participação dos alunos no Enade por parte da Universidade Paulista (Unip). A faculdade supostamente reteria os “maus alunos” no penúltimo semestre para que eles não fossem inscritos no Enade. Assim, só os alunos mais preparados participariam da avaliação, elevando as notas dos cursos. O MEC solicitou que a instituição encaminhe todas as informações para que o caso seja investigado.

O Enade é aplicado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) a estudantes concluintes e ingressantes de cursos superiores de universidades públicas e particulares. A cada ano é avaliado um grupo específico de cursos de graduação. O objetivo da prova é avaliar a qualidade do ensino oferecido pelas instituições. Aquelas que apresentam resultados insatisfatórios podem sofrer sanções pelo MEC, como corte de vagas e até fechamento do curso.

A Unip nega qualquer tipo de manobra ou irregularidade na inscrição dos alunos. De acordo com a direção da universidade, a melhoria dos resultados nas últimas edições do Enade é resultado das inovações implantadas pela instituição em seus cursos. Mercadante não informou se as mudanças valerão para a edição do Enade de 2012.”

(Agência Brasil)

Líder da prefeita diz que Fortaleza lidera investimentos públicos no Nordeste

153 9

O líder da prefeita na Câmara Municipal, Ronivaldo Maia (PT), divulgou em plenário, nesta quarta-feira, números de 2011 referentes aos investimentos públicos em Fortaleza. Dados da Secretaria do Tesouro Federal (STN) apontam que Fortaleza é a capital nordestina que mais realizou investimentos públicos no ano de 2011.

 “É com grande alegria e satisfação que venho hoje aqui divulgar números que muita gente faz questão de fingir que não existem. Para desespero da oposição à gestão da prefeita Luizianne Lins mais uma vez dados da Secretaria do Tesouro Federal apontam que esse ranking é liderado pela capital do Ceará desde o ano de 2006”, afirmou o líder.

Segundo Ronivaldo, no ano passado, a Prefeitura investiu três vezes mais do que a Prefeitura de Salvador e mais do que as prefeituras de Natal, Maceió, Aracaju, Teresina e João Pessoa juntas. Em 2010, Fortaleza era responsável por 25,3% de todo o investimento público do Nordeste.

“Esses dados são fruto de uma política permanente de investimentos e que tem influenciado na geração de emprego e renda na capital cearense. Esses investimentos têm deixado Fortaleza com outra feição”, ressaltou Ronivaldo.

PROGRAMAS

O vereador citou programas de investimento da Prefeitura como o Transfor, Vila do Mar, Preurbis, Programa de Aceleração do Crescimento – PAC da Mobilidade (Copa 2014), Drenurb e Hospital da Mulher.

VAMOS NÓS – Devia também elogiar o governo federal pela libração dos recursos. E lembrar que o Transfor foi herança, quer queiram ou não, da gestão Juraci Magalhães.

Articulista aponta a incoerência da prefeita

70 17

Com o título “Luizianne explicita a sua incoerência”, eis artigo do jornalista Messias Pontes. Ele aborda as declarações da prefeita Luizianne Lins (PT) no plano da sucessão municipal. Uma delas: ir para a oposição ao Governo Cid Gomes. Confira:

Declaração da prefeita Luizianne Lins (PT) durante coletiva de imprensa anteontem(12-03-12) foi considerada nos círculos palacianos como mais um afronta ao governador Cid Gomes (PSB). Antes ela havia afirmado que se o Governador não aceitasse apoiar um candidato indicado por ela, lançaria o senador José Pimentel (PT) para disputar a sucessão municipal. Como o primeiro suplente de Pimentel é o ex-deputado e ex-presidente municipal do PSB, Sérgio Novais, inimigo declarado dos Ferreira Gomes, no caso de eleição do senador, Novais se fortaleceria politicamente e o Governador não contaria com ele na Câmara Alta. Seria uma vingança da Loura.

Cid Gomes tem dito que deseja que o seu PSB permaneça na aliança com o PT com vistas à sucessão municipal de Fortaleza. Contudo tem enfatizado que esse apoio dependerá do nome a ser lançado pela Prefeita. Ela afirmou no ano passado que elegeria até um poste sem luz, e essa declaração soou muito mal no seio dos partidos aliados e, em especial, junto ao Palácio da Abolição. Depois do estrago feito tentou minimizar, mas a emenda saiu pior que o soneto.

Quando ela convoca uma coletiva de imprensa e declara que sem aliança o PT fará oposição a Cid, ela não só afronta o Governador – presidente estadual do PSB – como explicita toda a sua incoerência. Se hoje ela apoia o governo Cid Gomes, inclusive cedendo um dos seus mais fiéis aliados, no caso o deputado Antonio Carlos, para ser o líder do governo na Assembleia Legislativa, é porque considera que o Governador está realizando uma ótima administração. Se de repente ela começa a fazer oposição porque não teve o apoio desejado, mostrará que o apoio de agora não é sincero, mas pura incoerência – para não dizer oportunismo.

Em 2004, o PCdoB apoiava o PT em 17 capitais e teve o apoio do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva e toda a cúpula nacional do partido à candidatura de Inácio Arruda em Fortaleza. Mas afrontando a direção do seu partido, Luizianne lançou sua candidatura e se apresentou como a candidata anti-Lula. À época Lula enfrentava uma maré de impopularidade em função da política macroeconômica herdada dos neoliberais, notadamente a reforma da Previdência. Inácio era tachado pelo grupo da Loura como o candidato chapa-branca.

Maquiavelicamente, o então prefeito Juraci Magalhães (PMDB) sabia que a única maneira de derrotar Inácio Arruda era dividindo a esquerda. Procurou os então deputado João Alfredo (PT) e Sérgio Novais e propôs ajuda para garantir que ela saísse vitoriosa no encontro municipal petista, o que acabou acontecendo com uma diferença de apenas um voto.

Como o candidato peemedebista a prefeito, o ex-secretário de Finanças Aloísio Carvalho , não subia nas pesquisas de intenção de voto como o esperado, Juraci o abandonou à própria sorte e passou a apoiar a candidatura de Luizianne, inclusive financeiramente. Os vereadores que já trabalhavam o nome de Aloísio Carvalho foram orientados a refazer todo o trabalho em favor da candidata petista. Alguns vereadores chegaram a reclamar dizendo que não era fácil, mas Juraci foi enfático: “Convençam seus eleitores a mudar o voto em favor da Luizianne”. Isto foi feito e ela passou Inácio para trás, indo para o segundo turno com o candidato da direita, Moroni Torgan, do PFL.

A campanha petista contra Inácio Arruda foi a mais sórdida e anticomunista dos últimos tempos. O presidente Lula continuou apoiando a candidatura do PCdoB, inclusive gravando para a propaganda eleitoral no rádio e televisão, mas Luizianne, com o apoio de Juraci Magalhães, conseguiu que o TRE proibisse.

O candidato do Partido Comunista Operário (PCO), Antonio Vidal, usou todo o seu tempo no rádio e TV para atacar Inácio Arruda. A direção nacional do PCO tentou anular a convenção que homologou o nome de Vidal, porém mais uma vez o prestígio de Juraci junto ao TRE funcionou, conseguindo manter essa candidatura.

Após a posse de Luizianne, Antonio Vidal publicou um manifesto e declarou à imprensa ter sido usado como laranja pela candidatura petista para atacar Inácio Arruda. Tudo em troca de cargos para ele e sua família, o que acabou não acontecendo. “Fui traído”, desabafou Vidal. Mesmo carregando um pote cheio de mágoas, Inácio Arruda e o seu PCdoB, para não ver Fortaleza ser governada por Moroni Torgan, um político do direitista PFL, foram à luta defendendo a eleição de Luizianne.

Para colaborar com a administração petista, o PCdoB cedeu alguns dos seus melhores quadros para dirigirem a Secretaria Executiva Regional I. O médico Mariano de Freitas, como secretário, revolucionou a SER I, inclusive concluindo o único CUCA da administração.

É oportuno lembrar que em 2008 Cid Gomes apoiou Luizianne, contrariando toda sua família, pois Patrícia Saboia, ex-mulher do ex-deputado Ciro Gomes disputava a Prefeitura pelo PDT. Cid havia se comprometido com a reeleição da petista e cumpriu a palavra, mesmo enfrentando e contrariando seus familiares, inclusive sua mãe, dona Maria José.

Agora, Luizianne Lins passou a afrontar também a direção nacional petista ao afirmar que não aceitará ingerência da direção nacional do seu partido. No entanto deseja que o deputado Rui Falcão, presidente nacional, busque junto ao governador Cid o apoio do PSB ao seu candidato, que ela quer que  seja o secretário municipal de Educação, Elmano Freitas. Ela fez questão de lembrar a campanha de 2004, mas esqueceu que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar.

A realidade de hoje é bem diferente de 2004 e 2008. Na sua eleição ela contou com os erros crassos da campanha de Inácio Arruda (PCdoB) e com o decisivo apoio do então prefeito Juraci Magalhães, inclusive financeiro. Juraci declarou após o primeiro turno que havia feito acordo com Tasso para que este derrotasse o “Grandão” (Moroni) que  ele derrotaria o “Dentuço” (Inácio). “Eu cumpri a minha parte”, salientou Juraci.

Para ter o apoio do então prefeito ela fez um acordo dos mais espúrios. A primeira grande incoerência para quem se dizia de esquerda. A segunda foi usar um elemento desqualificado (Antonio Vidal, do PCO) para caluniar Inácio Arruda. Agora explicita a última ao ameaçar levar o PT para a oposição se não tiver o apoio do PSB.

Lamentável!

* Messias Pontes,

Jornalista e Radialista.

Emprego na indústria registra queda. Ceará entre as maiores baixas

60 1

“O emprego na indústria brasileira registrou queda de 0,3% em janeiro deste ano, em relação ao mês anterior. O resultado negativo foi observado após uma leve alta de 0,1% em dezembro de 2011 e uma queda acumulada de 1% entre setembro e novembro daquele ano. Os dados constam na Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (Pimes), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número de horas pagas também caiu na comparação de janeiro deste ano com dezembro do ano passado: -0,2%. Apesar disso, o valor da folha de pagamento real cresceu 5,1% na comparação entre os dois meses.

Em relação a janeiro de 2011, o emprego na indústria teve queda de 0,5%, a quarta taxa negativa nesse tipo de comparação. Oito dos 14 locais pesquisados apresentaram queda na taxa de emprego na comparação de janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado, com destaque para São Paulo, que teve uma redução de 3%, influenciada principalmente pelas quedas em setores como produtos de metal, metalurgia básica, calçados e vestuário.

Também apresentaram queda acentuada no emprego industrial os estados de Santa Catarina (-1,5%) e do Ceará (-2,8%), além da Região Nordeste (-0,4%). Já entre os seis locais com contribuição positiva destacam-se o Paraná (4,6%), Minas Gerais (2,5%), as regiões Norte e Centro-Oeste (1,7%) e Pernambuco (4,2%).

O IBGE também observou que a queda no emprego atingiu metade dos 18 setores pesquisados, na comparação entre janeiro de 2012 e janeiro de 2011. As principais influências para o resultado vieram dos setores de calçados e couro (-8,6%), vestuário (-5,3%), produtos de metal (-4,9%), madeira (-11,3%), borracha e plástico (-4,8%) e têxtil (-4,5%).

Já as principais contribuições positivas vieram dos setores de alimentos e bebidas (5,1%), meios de transporte (2,8%), máquinas e equipamentos (2,1%), máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (2,2%) e indústrias extrativas (4,5%). A taxa de crescimento do emprego industrial acumula alta de 0,8% no período de 12 meses.”

(Agência Brasil)

VAMOS NÓS – Cadê a política de geração de empregos e atração de investimentos do atual Governo do Estado?