Blog do Eliomar

Últimos posts

O olho de quem banca

Da coluna Vertical, do O POVO, neste sábado (17):

O diretor do Banco Mundial para o Brasil, Makhtar Diop, cumprirá agenda neste sábado (17) em Fortaleza. Tendo como cicerone o governador Cid Gomes (PSB), ele visitará, a partir das 13h30min, o canteiro das obras de reforma e modernização do estádio Castelão e, em seguida, obras do Centro de Eventos e Feiras do Ceará.

Cid quer expor ao dirigente da instituição a importância desses dois equipamentos – que não têm verba do banco. Quer cativar Makhtar para futuros empreendimentos de um estado que é um dos clientes do Banco Mundial, em grandes projetos, desde a Era Tasso Jereissati.

O Banco Mundial financia, por exemplo, projetos como o São José. Makhtar estará em Canindé na segunda-feira, ao lado do ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) e de Cid em ações desse e de outros programas.

Indústria do fumo diz que fim dos cigarros com sabor vai aumentar contrabando do produto

A Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo) divulgou nesta sexta-feira (16) nota contra a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de proibir a fabricação e venda de cigarros com sabor artificial no país, como mentolados e de cravo. Para a associação, a decisão da agência reguladora foi “equivocada e excessiva” e contribui para aumentar o contrabando desses produtos.

“A Abifumo reitera sua posição contrária à proibição de substâncias que não aumentem os riscos associados aos cigarros e manifesta a sua preocupação de que essa medida afetará toda a cadeia produtiva do tabaco e deixará espaço para o crescimento do mercado ilegal de cigarros no Brasil, com todos os malefícios e prejuízos trazidos por ele”.

No último dia 13, a Anvisa proibiu a adição de substâncias que dão sabor e aroma aos cigarros e a outros produtos derivados do tabaco. Os cigarros com sabor devem ser retirados do mercado dentro de dois anos. A decisão foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

“É importante destacar que a proibição por ela [Anvisa] estabelecida vai além dos chamados cigarros com sabor, pois também proibiu o uso de ingredientes fundamentais para a fabricação de praticamente todos os produtos hoje existentes no mercado brasileiro, no qual predominam os cigarros do tipo american blend. Na prática, a nova regulamentação banirá, em 18 meses, 99% dos cigarros comercializados atualmente”, diz ainda a nota da Abifumo.

A associação informou que avalia a adoção de “medidas cabíveis para proteger os direitos de suas associadas e de todos os demais segmentos da cadeia produtiva do tabaco”.

Ao proibir os cigarros com sabor, a Anvisa alega que eles servem como atrativo para jovens e adolescentes iniciarem o hábito de fumar, pois os aditivos mascaram o gosto amargo do tabaco e reduzem a irritação da fumaça.

Divulgada esta semana, pesquisa da Escola Nacional de Saúde Pública, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), constatou que mais de 30% dos jovens de 13 a 15 anos de idade experimentaram cigarros com sabor, sendo a maioria meninas. Grande parte dos entrevistados disse que usou o produto por causa do gosto. A pesquisa ouviu estudantes em 13 capitais, entre 2005 e 2009.

A mesma pesquisa constatou que o comércio ilegal de cigarros representa 30% do consumo total no país, com uma média de 310 cigarros anuais por adulto. O consumo legal é aproximadamente 850 cigarros por adulto a cada ano.

(Agência Brasil)

Juiz federal nega denúncia contra major Curió e critica Ministério Público por tentar driblar Lei de Anistia

A Justiça Federal no Pará negou nesta sexta-feira (16) pedido do Ministério Público Federal para processar o oficial da reserva Sebastião Curió Rodrigues de Moura, conhecido como major Curió, pelo desaparecimento de pessoas que participaram da Guerrilha do Araguaia na década de 1970. Segundo a decisão, a Lei de Anistia deve ser aplicada e, mesmo que não houvesse essa opção, o crime está prescrito. O juiz João Cesar Otoni de Matos, da Vara Federal de Marabá, criticou a iniciativa do MPF.

Nesta semana, procuradores decidiram entrar com a ação na Justiça Federal no Pará alegando que o caso não se encaixava na Lei de Anistia, que foi validada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2010. Segundo a denúncia, Curió deveria ser responsabilizado pelo sequestro de cinco militantes políticos. Como estão desaparecidos até hoje, os procuradores consideram esse um crime permanente.

Ao negar a denúncia, o juiz João Cesar Otoni de Matos considerou que o MPF cometeu um equívoco ao entrar com a ação. “Depois de mais de três décadas, esquivar-se da Lei da Anistia para reabrir a discussão sobre crimes praticados no período da ditadura militar é equívoco que, além de desprovido de suporte legal, desconsidera as circunstâncias históricas que, num grande esforço de reconciliação nacional, levaram à sua edição”.

Sobre a possibilidade de prescrição do crime, o juiz afirma que a morte dos cinco opositores do regime militar deve ser presumida nesses casos, “diante do contexto em que se deram os fatos”. Ainda cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Ao comentar o caso nesta semana, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, preferiu não tomar partido em relação à iniciativa dos colegas, limitando-se a destacar que se trata de uma tese diferente. Ele também reafirmou seu ponto de vista em defesa da Lei de Anistia e disse que o assunto deveria chegar ao STF.

(Agência Brasil)

Sensor apresenta expectativa de geração de empregos

A primeira edição do Sensor Econômico de 2012 será divulgada nesta segunda-feira (19), em São Paulo. Os resultados da pesquisa serão apresentados pelo presidente do Instituto, Marcio Pochmann.

O indicador traz as projeções bimestrais das entidades associativas do setor produtivo sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, a taxa de juros projetada pelo mercado para o fim do ano corrente, taxa de câmbio e investimento, além de valores para exportações e importações brasileiras. O destaque desta edição fica por conta dos empregos gerados no ano, de acordo com a perspectiva das entidades associativas.

O Sensor Econômico é uma pesquisa mensal realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em todo território nacional com o objetivo de captar as expectativas econômicas e sociais do setor produtivo brasileiro. Nesse conjunto estão incluídas entidades empresariais da agricultura, da indústria e do comércio e serviços e de trabalhadores.

(Ipea)

Comissão do Senado e FGV definem data para novas provas de concurso público

A Comissão do Concurso Público do Senado Federal divulgou nota a respeito dos problemas ocorridos durante a aplicação das provas no último dia 11. A comissão também informa que as provas para especialidade Enfermagem e para as subáreas de Análise de Sistemas e de Análise de Suporte de Sistemas serão reaplicadas no dia 15 de abril. Leia a nota:

“A Comissão do Concurso Público do Senado Federal esteve reunida no dia 14 de março com a Fundação Getúlio Vargas – FGV. Todas as explicações oferecidas para os fatos ocorridos no último domingo foram consideradas satisfatórias, assim como as medidas adotadas para contornar os problemas, preservar a isonomia entre os candidatos e garantir a transparência do concurso público.

É importante frisar que o certame transcorreu normalmente para mais de 147 mil candidatos. Pela primeira vez na história do Senado Federal, as provas foram aplicadas nas 27 unidades da Federação, que abrigaram 5.030 salas. Todas as ocorrências registradas têm sido apuradas pela FGV e acompanhadas de perto pela Comissão do Concurso Público, que norteia seus trabalhos pela preservação dos legítimos interesses de todos os candidatos e da instituição Senado Federal.

A Comissão do Concurso Público, em comum acordo com a FGV, definiu o dia 15 de abril de 2012, domingo, como data de reaplicação das provas para a especialidade Enfermagem e para as subáreas de Análise de Sistemas e de Análise de Suporte de Sistemas. Edital de Convocação para as provas será publicado no Diário Oficial da União do dia 20 de março de 2012 contendo todas as informações necessárias aos candidatos, que serão ainda contatados individualmente pela FGV.

(Agência Senado)

Fifa volta a intimidar o Brasil com “boato” da Copa 2014 ser na Inglaterra

52 1

Depois de afirmar que o Brasil precisa levar “um chute no traseiro”, a Fifa voltou a intimidar a organização da Copa 2014. Durante encontro com a presidente Dilma Rousseff, nesta sexta-feira (16), em Brasília, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, 76, disse que a há boatos da Copa 2014 ser sediada na Inglaterra.

A declaração do dirigente pegou a todos de surpresa, pois sequer ninguém havia abordado o assunto. Para amenizar as suas palavras, Blatter disse que a Inglaterra inventou o futebol, mas o Brasil é o país do futebol.

O presidente da Fifa também se negou a comentar a declaração do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, que há cerca de três semanas sugeriu um chute no traseiro do Brasil.

Joseph Blatter, no entanto, elogiou o Brasil em relação à disposição do Congresso Nacional em oferecer condições para a realização da Copa em solo brasileiro. Apesar do elogio do dirigente da Fifa, a Lei Geral da Copa ainda não definiu a questão que envolve a venda de bebidas alcoólicas, que sofre forte pressão da bancada evangélica na Câmara Federal.

(das agências)

Saúde da Família ganha mais de 800 profissionais

Para ampliar o acesso da população à atenção básica no SUS, o Ministério da Saúde publicou, nesta sexta-feira (16), portarias que autorizam municípios a contratarem profissionais para a estratégia Saúde da Família. As autorizações prevêem 730 novos Agentes Comunitários de Saúde e o credenciamento de 76 Equipes de Saúde da Família e 58 Equipes de Saúde Bucal. Além disso, 31 secretarias municipais de saúde poderão implementar Núcleos de Apoio ao Saúde da Família (NASFs). Ao todo, 107 municípios de 19 estados foram beneficiados com recursos financeiros do governo federal destinados ao custeio das novas equipes e estruturas de assistência básica à população.

Os estados contemplados foram Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Os valores repassados aos municípios integram o chamado Piso da Atenção Básica (PAB) Variável. O incentivo anual por Equipe de Saúde da Família varia de R$ 80,4 mil a R$ 120,6 mil e por Equipe de Saúde Bucal, de R$ 25,2 mil a R$ 33,6 mil – dependendo da modalidade de equipe que o município adotar. Já o incentivo financeiro federal destinado a cada Agente Comunitário de Saúde é de R$ R$ 11,3 mil. Esses recursos podem ser superiores caso os gestores locais do SUS participem da estratégia Saúde Mais Perto de Você/Controle e Qualidade, que prevê o repasse de maior incentivo financeiro federal mediante o cumprimento de metas de qualidade na assistência prestada aos usuários do Sistema Único de Saúde.

Atualmente, o país conta com 32.498 equipes de Saúde da Família atuando em 5.288 municípios, o que representa um percentual de 95% dos municípios brasileiros com cobertura pelo Saúde da Família. A execução da estratégia é compartilhada pelos estados, Distrito Federal e municípios e coordenada pelo Ministério da Saúde.

Reajuste salarial

O Ministério da Saúde aumentou o incentivo financeiro que repassa mensalmente aos municípios, por meio do Piso da Atenção Básica (PAB) variável, para os 250.903 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) que atuam na estratégia Saúde da Família. O reajuste é de 16,3%, retroativo ao último mês de janeiro, e eleva o valor do incentivo de R$ 750 para R$ 871. Para garantir este benefício, o investimento do ministério será de R$ 403 milhões por ano, recursos que poderão ser ainda maiores, uma vez que a quantidade de ACSs tem sido crescente.

Os Agentes Comunitários de Saúde são profissionais vinculados às Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Eles realizam ações individuais ou coletivas de prevenção a doenças e promoção de saúde por meio de ações educativas nos domicílios e na comunidade.

 (Ministério da Saúde)

Protógenes quer apurar ligação de bicheiro Cachoeira e Demóstenes Torres

77 2

A coluna Informe JB, do Jornal do Brasil Online, informa, nesta sexta-feira, que o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) vem se esforçando para conseguir reunir assinaturas de seus colegas em Brasília para abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a ligação do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos, entre eles o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), acusado de manter íntimas ligações com o contraventor.

As últimas informações sobre a investigação da Polícia Federal (PF), da qual Protógenes foi delegado, dão conta de que Cachoeira teria comprado 15 rádiotransmissores em Miami, para falar com interlocutores sem o risco de ser interceptado pelas autoridades brasileiras. Um desses aparelhos teria sido dado a Torres, que o usaria apenas para falar com o bicheiro em segurança. Contudo, a PF teria conseguido grampear, com autorização judicial, mais de 300 conversas entre os dois.

(Foto – Agência Câmara)

Poder Judiciário em regime de plantão neste feriadão de São José

“O Poder Judiciário estadual funciona em regime de plantão neste fim de semana e na segunda-feira (19/03), Feriado de São José. O atendimento será feito no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no Fórum Clóvis Beviláqua e nos 20 Núcleos Regionais que abrangem todas as Comarcas do Interior.

Na sede do TJCE, no Cambeba, os plantonistas serão os desembargadores Francisco Pedrosa Teixeira, Emanuel Leite Albuquerque e João Byron de Figueirêdo Frota. Eles atendem, respectivamente, no sábado (17/03), domingo (18/03) e segunda-feira, das 12h às 18h.

No Fórum da Capital, o serviço ficará a cargo da 1ª, 2ª, 3ª e 5ª Varas da Infância e da Juventude, 3ª Vara Cível, 1ª e 2ª Varas de Delitos de Tráfico de Drogas, além da 1ª, 2ª e 3ª Varas de Execuções Penais e Corregedoria de Presídios. Os juízes estarão disponíveis das 6h de sábado às 6h de terça-feira (20/03).

No Interior, o atendimento será das 8h às 14h nas Comarcas de Juazeiro do Norte, Barbalha, Araripe, Aurora, Acopiara, Porteiras, Solonópole, Baixio, Piquet Carneiro, Mulungu, Tabuleiro do Norte, Senador Pompeu, Itapiúna, Russas, Cascavel, Maranguape, Eusébio, Paracuru, Paraipaba, Morrinhos, Barroquinha, Ibiapina, Carnaubal, Marco, Sobral, Acaraú, Frecheirinha, São Benedito, Crateús, Mombaça, Independência e Canindé.”

(Site do TJ-CE)

PTC/CE promove seminário sobre Legislação Eleitoral

72 3

O PTC do Ceará vai promover neste sábado, a partir das 8 horas, no auditório da Câmara Municipal de Fortaleza, um seminário com seus filiados e destinado, principalmente, àqueles que estão na condição de pré-candidatos.

O seminário abordará o tema Legislação Eleitoral, Ficha Limpa e Campanha Eleitoral com a presença de especialistas nesses assuntos, informa o presidente estadual do PTC, vereador Marcelo Mendes.

Bom destacar que Mendes está como pré-candidato a prefeito de Fortaleza. Ele já decidiu não postular reeleição à Câmara Municipal.

Sindicato rebate nota da Expresso Guanabara

Do diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Intermunicipais e Interestaduais do Ceará, Altino Júnior, recebemos nota em que ele lamenta postura da Expresso Guanabara com relação às reivindicações da categoria que acabou fazendo protesto nessa quinta-feira, em f rente à garagem da empresa. Confira:

Prezado Eliomar de Lima,

É hilario que a Expresso Guanabara diga, em nota, que cumpre as leis trabalhistas se seus motoristas e funcionários trabalham em regime extraordinário, sem receber por suas horas extras e outros direitos que a CCT determina. A consequência disso são os decorrentes acidentes nos quais ela tem se envolvido.

As manifestações ora realizadas por nosso sindicato, não são nada menos que o reflexo dos interesses de todos os colaboradores que, na mesma (Guanabara), não têm direito de reenvindicar por si. É para isso que nos existimos: para fazer valer os direitos dos TRABALHADORES!!!

Segue em anexo uma cópia do acerto que foi realizado no dia da paralização, pois precisamos que seje divulgado por todos o eios decomunicação, seu blog hoje é um dos mais reseitado do nosso estado.

Ateniosamente
Altino Junior
Diretor SINTETI

Geração de empregos atinge pior mês de fevereiro dos últimos três anos

“O Brasil criou em fevereiro 150,6 mil empregos formais, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados hoje (16) pelo Ministério do Trabalho. Se, por um lado, o número supera o resultado de janeiro, quando foram criados 118,9 mil empregos, por outro representa menos da metade dos empregos criados no mesmo mês de 2011 (347 mil).

Na estatística do ministério, foi o pior mês de fevereiro nos últimos três anos. Somando os dois primeiros meses do ano, foram abertas 293.987 vagas, bem menos do que os quase 500 mil empregos criados no primeiro bimestre de 2011.”

(Agência Brasil)

Deputado manda nota para Blog em resposta a artigo de ambientalista

98 4

O deputado federal Danilo Forte (PMDB) mandou nota para o Blog rebatendo artigo do ambientalista Paulo Sombra, que lamentou o parlamentar cearense ter adotado postura pela exclusão de apicuns em áreas de preservação durante discussões sobre o Novo Código Florestal. Danilo assim se manifesta:

Para discutir meio ambiente é preciso estudar o tema e ir além de pertencer a associações de defesa das matas ou dos animais. Diferentemente do que diz o artigo, a  resolução CONAMA 312/2002, que trata especificamente de criação de camarões, traz em seu conteúdo todas as garantias ao Mangue e as populações que dele dependem. Estas garantias foram transportadas para o Código Florestal, no trabalho primoroso do relator Aldo Rebelo, discutido democraticamente com todos os interessados, Brasil afora, em centenas de audiências públicas durante mais de um ano.

Trabalho realizado pelo nosso cientificamente inquestionável LABOMAR,  da UFC,  aponta a evolução de 36,1% da cobertura de manguezais dos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, mesmo depois da implantação da carcinicultura, em 1978, nesses Estados, responsáveis por 90% da  produção de camarão de cativeiro.  Igualmente, projeto de Mestrado do Prof Adam Zitello, da Universidade de Utah-EUA, analisando o impacto da aquicultura do camarão no Nordeste do Brasil, concluiu que essa atividade não é responsável pela remoção dos manguezais da Região. A tese do Prof. Adam afirma que “para sua surpresa, as florestas de mangue do Nordeste do Brasil exibem uma estabilidade sem precedentes, numa região em que crescem os viveiros de camarão”.

Causam-me perplexidade e tristeza, agressões como estas, sem fundamento científico, fazendo uso pela metade do ordenamento legislativo existente (que é vasto) sobre o tema. Não creio ser o caso de Paulo Sombra, mas não posso deixar de alertar que tal posição atende a inconfessáveis interesses internacionais na disputa do mercado pesqueiro. Não defendemos a destruição da natureza. Defendemos, sim, a geração de empregos no Brasil, o que não acontece quando importamos pescados da China, Tailândia e Vietnam que só no ano passado atingiu a cifra de 1,2 bilhões de dólares.

Estamos lutando para salvar empregos, melhorar as condições de vida do povo cearense, erradicar a miséria que ainda obriga nossos pescadores a receberem bolsa família e seguro defeso pela falta de condições dignas de trabalho e renda.

As comunidades litorâneas tradicionais são nosso foco principal e com certeza estarão melhores se conseguirmos implantar alternativas sustentáveis ao modelo de subsistência escravocrata que perdura há mais de 500 anos no Brasil.

* Danilo Fofrte

Deputado federal do PMDB.

Morre Aziz Nacib, um dos maiores especialistas em geografia física do País

93 1

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)) informou, nesta sexta-feira, a morte do pesquisador Aziz Nacib Ab’Sáber, um dos maiores especialistas em geografia física do País.Ele morreu na manhã desta sexta-feira, às 10h20, em São Paulo. Tinha 87 anos e nasceu em São Luís (MA), nod ai24 de outubro de 1924. Seu pai era libanês.

De 1993 a 1995, Aziz presidiu a SBPC. Segundo informações do departamento de geografia da USP, Ab’Sáber morreu em casa. A causa da morte ainda não foi identificada.

Deputada destaca Dia Nacional sobre Mudanças Climáticas e cobra projeto de educação ambiental

102 1
Neste Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas, a deputada estadual Eliane Novais(PSB) ocupou a tribuna da Assembleia para divulgar a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em junho próximo, além de cobrar do governador Cid Gomes (PSB) uma política de educação ambiental mais contundente. Durante seu discurso, ela citou o pensador e teólogo da libertação, Leonardo Boff, e também utilizou dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas (IPCC – ONU).

“Se continuarmos a tratar o planeta como um armazém de recursos, expressão bem colocada pelo pensador Leonardo Boff, até o final do século a temperatura da Terra deverá subir entre 1,8 e 4 graus celcius, o que causaria inúmeras catástrofes naturais, dente elas, o aumento da intensidade de tufões e furacões, secas, derretimento das massas de gelo e demais fenômenos da natureza´´, observou a parlamentar.

Utilizando-se de outro relatório da ONU, a socialista ressaltou o fenômeno dos “refugiados ambientais´´. O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – PNUMA – afirma que 40% da população mundial poderá ser afetadas com as mudanças climáticas. O derretimento das camadas polares poderá fazer com que os oceanos se elevem entre 18 e 58 cm até 2100. Caso isso aconteça, acompanharemos o desaparecimento de pequenas ilhas, o que obrigaria milhares de pessoas a engrossar o fluxo dos chamados “refugiados ambientais” . Indivíduos e famílias obrigadas a deixar o local onde vivem em conseqüência do meio ambiente´´, frisou Novais em tom de preocupação.

Ela encerrou fala pedindo ao governador Cid Gomes que apoie seu Projeto de Indicação nº 27/11, que dispõe sobre a criação das Escolas de Formação e Educação Ambiental do Ceará.

Governo isenta de IOF operações feitas por exportações

“O governo anunciou medidas para desonerar as exportações e socorrer o setor que enfrenta cada vez mais dificuldades diante da crise internacional. Decreto publicado hoje (16) no Diário Oficial da União isenta do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) as operações de hedge cambial com derivativos realizadas pelos exportadores. O hedge é uma espécie de seguro utilizado por pessoas ou empresas para proteger uma operação contra a desvalorização excessiva do dólar, por exemplo. Antes, a alíquota era 1%.

Só em março, o governo tomou duas medidas para proteger o real que elevaram o valor do dólar no mercado interno para patamares próximos a R$ 1,80. A moeda norte-americana vinha se desvalorizando em relação ao real desde o início da crise internacional com prejuízos para os exportadores brasileiros. O real valorizado eleva o preço dos produtos nacionais que acabam em desvantagem ante os produtos estrangeiros no mercado interno e no exterior.

“A alíquota zero está limitada à exposição total de até 1,2 vez o valor exportado no ano anterior. O que ultrapassar esse valor, se for operação de hedge, ele poderá compensar. Paga o imposto relativo e depois compensa”, disse o secretário executivo adjunto do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira.

O decreto referente a operações com derivativos foi publicado em julho de 2011, com a incidência do IOF em 1%, mas passou a vigorar apenas em setembro depois de uma série de ajustes.

Dyogo Oliveira descartou que o novo decreto tenha o intuito de corrigir equívocos da equipe econômica ao adotar de forma abrangente a medida no ano passado. “Quando se adota uma medida, é importante que não se criem portas que deem margem à burla. Naquele momento, era fundamental que se adotasse a medida de forma horizontal”, destacou.”

(Agência Brasil)

Sebrae-CE vai investir na ampliação do número de microempreendedores individuais

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1w46E-dM0_0&feature=plcp&context=C472563bVDvjVQa1PpcFOowEIgYChP62hibBKl0pq9jcanNt9meqA%3D[/youtube]

O Sebra-Ceará vai apostar na ampliação do número de microempreendedores individuais no Estado. Segundo o superintendente do órgão, Carlos Cruz, esse número chegou a 80 mil profissionais regulamentados, mas a meta deste ano é mais ousada.