Blog do Eliomar

Últimos posts

DNOCS libera portaria que beneficia irrigantes

O diretor-geral interino do DNOCS, Ramon Rodrigues, assinou a Portaria nº 43/DG/CRH, que permite os irrigantes dos perímetros – sob a jurisdição do órgão, darem como garantia os seus lotes, na ocasião de contraírem empréstimos e financiamento junto as instituições financeiras.

Essa portaria vem atender às reivindicações dos produtores, que agora terão mais condições de melhorar suas infraestruturas, adquirindo máquinas, tratores e implementos agrícolas. Com a aquisição desses equipamentos, eles podem ter um aumento substancial na produção.

(Site do DNOCS)

Rejeição de nome para ANTT pode atrasar licitação de linhas interestaduais

“A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pretende publicar o edital de leilão para linhas de ônibus interestaduais em abril, mas depende da aprovação da diretoria colegiada do órgão, que está sem dois dos quatro diretores e sem o diretor-geral, que teve a recondução rejeitada ontem (7) pelo Senado. Os dois indicados para completar a diretoria ainda aguardam aprovação dos respectivos nomes pela Comissão de Infraestrutura do Senado e, depois, pelo plenário.

“Se não tiver diretoria colegiada com a formação [mínima] para que se possa valiar a aprovação do edital, vamos ter que alterar o cronograma [da licitação] em função disso. Mas, em princípio, o cronograma anda, esse é um projeto de governo e a área técnica, até o momento, não foi impactada pelas medidas”, disse hoje (8) a superintendente de Serviços de Transporte de Passageiros da ANTT, Sonia Haddad.

Depois da homologação do resultado do leilão, previsto para outubro, as empresas vencedoras terão seis meses para iniciar a oferta do serviço. Serão leiloados 60 lotes distribuídos em 80 grupos.

Entre as 800 sugestões apresentadas no período de consulta pública, a ANTT deverá acatar o pleito dos trabalhadores do setor, que temem o desemprego com as mudanças do modelo. Será exigido no edital que as empresas vencedoras contratem 80% da mão de obra com experiência mínima de 90 dias de trabalho na área no último ano. O objetivo é que as empresas novas busquem no mercado pessoal que já trabalha no setor.”

(Agência Brasil)

Copa 2014 – Um debate sobre eficiência energética

O Instituto da Cidade promove nesta sexta-feira, a partir das 8h30min, no auditório do Crea-CE, o evento “Copa 2014 e a Eficiência Energética para o Desenvolvimento de Fortaleza”. A palestra de abertura será proferida por Adão Linhares, presidente da Câmara Setorial de Energia Eólica do Ceará.

A programação vai até o meio-dia e contará com a presença de técnicos da área e do senador Inácio Arruda (PCdoB), além do professor Osvaldo Carioca (UFC).

SERVIÇO

Inscrições para o evento no: www.institutodacidade.org.br

Mais informações (85) – 3253 3441.

Cinco pessoas são apontadas pelo MPF como responsáveis pelo vazamento de questões do Enem

“Cinco pessoas podem ser responsabilizadas pelo vazamento das questões do Exame Nacional do Ensino Médio de 2011. A denúncia foi feita pela procuradora responsável do inquérito da Polícia Federal, Maria Cadelária Di Ciero, e encaminhada para a Justiça Federal. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira, 8, pelo promotor do Ministério Público Federal no Cerará (MPF-CE), Oscar Costa Filho.

De acordo com os relatórios da Polícia Federal, os culpados seriam um representante da Fundação Cesgranrio, um do Inep e dois do colégio Christus, sendo um professor e um coordenador. As questões constavam em uma apostila distribuída pela escola, e os alunos tiveram acesso antecipado a 14 questões que foram cobradas na prova de outubro de 2011. O inquérito concluído pela PF confirmou que os funcionários estavam envolvidos no caso.

Os dois funcionários do Inep, segundo a denúncia do MPF, serão indiciados por falsidade ideológica, pois negaram oficialmente não haver a possibilidade de os cadernos de provas serem visualizados. Segundo o órgão: “com o objetivo evidente de acobertar a extensão do vazamento da prova”.

Já os representantes da Cesgranrio serão responsabilizados por disponibilizar os cadernos do pré-teste aos coordenadores do Christus. “Eles não dispunham de autorização legal de acesso ao material”, explica o MPF.

Os servidores do colégio envolvido são apontados como sendo um professor e um coordenador e são acusados de ter utilizado e divulgado o material sigiloso de forma ilegal. Além disto, o resultado das investigações mostra que o vazamento não se limitou aos cadernos três e sete, comprovadamente distribuídos, mas estendeu-se aos demais 30 aplicados. “A tabela apresentada pelo Inep demonstra a coincidência de itens do pré-teste e da prova do Enem em 2011”.

Segundo Maria Candelária Di Ciero, se condenados, os denunciados podem ser punidos com restrição de direitos, multa ou prestação de serviço público. Mas atenta: “detenção eu acho difícil, pelo fato de eles serem réus primários”.

Segurança em novos testes
O promotor Oscar Costa Filho questiona a capacidade do MEC de promover uma prova segura. Segundo ele, não há como garantir a segurança do próximo exame do Enem. “O exame de abril foi adiado por isso. O MEC já sabia. A prova foi adiada, porque eles não têm condições de fazer”, defende.

A eficácia da segurança é posta à prova e o MPF conclui que o vazamento ocorreu pela “vulnerabilidade” do sistema e pela deficiência da composição do Banco Nacional de Itens (BNI), violando a metodologia que regulamenta a aplicação do exame.”

(O POVO Online)

Ceará e Fortaleza desembarcam juntos. Um com vitória, outro com frustração

As equipes do Ceará e do Fortaleza desembarcaram, nesta tarde de quinta-feira, do mesmo voo da TAM. O alvinegro trazia na bagagem a classificação antecipada para a próxima fase da Copa do Brasil, pois derrotou pelo placar de 2 a 0 o Gama, em Brasília. Já o tricolor não escondeu certa ponta de frustração. Vencia pelo placar de 3 a 0 em Teresina, mas permitiu que o Comercial fizesse dois gols, trzendo a decisão para a próxima partida no estádio Presidente Vargas.

Entre os atletas, clima dos mais amistosos, segundo o zagueiro Gilmack. “A gente é profissional e sabe se respeitar”, disse o atleta, indagado sobre a coincidência de voo. O técnico do Fortaleza, no entanto, Nedo Xavier, não escondia descontentamento. Prometeu conversar com o grupo para evitar novas surpresas como a da última partida.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cYf3sFW96Bw&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=2&feature=plcp[/youtube]

O goleiro Fernando Henrique avaliou a vitória contra o Gama, mas lembrou que tem clássico domingo. O alvinegro pega o Ferroviário.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=kAC5diNw5Ic&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

Em defesa da Comissão da Verdade e contra a Direita

153 13
Como título “A Direita brasileira, a Democracia e a Comissão da Verdade”, eis artigo do professor e advogado Pedro Albuquerque. Ele analisa a postura da direita brasileira, que “camufla seus apetites autoritários em falsos discursos de defesa da democracia”. Ele defende a Comissão da Verdade, alvo preferencial da direita no momento. Confira:

A direita brasileira é diferente das direitas do Chile, da Argentina, da Europa e dos EUA. Essas direitas assumem suas bandeiras, aceitam a disputa do jogo eleitoral democrático, organizam-se em partidos políticos, tornam transparentes seus pleitos, mesmo os que pedem a deflagração de guerras ou tratamento cruel para presos comuns e políticos. A direita brasileira não tem essa tradição. Aqui ela não participa do jogo democrático, dos partidos políticos, camufla seus apetites autoritários em falsos discursos de defesa da democracia. A direita brasileira age nas sombras, nos vácuos de poder, é carpideira de apoios fardados, infiltra-se nos partidos e nos movimentos sociais não para fazer política, mas para praticar a antipolítica com incentivos a ações de provocação.
A direita brasileira é uma força social provocadora de crises para delas tirar proveito. Ela está fortemente presente nos clubes de militares das forças armadas, entidades que são por ela circunstancialmente aparelhadas e instrumentalizadas com o fim de criar tumultos políticos, o enfraquecimento e a desmoralização de governos democráticos, sejam esses governos de liberais, do centro, do centro-direita ou de esquerda. Ela não está parada. Está agindo. Está conspirando. Não é difícil identificar por onde andam a pousar essas aves de rapina. São grupos formados, no seu braço mais ativo, por ex-militares e ex-policiais que participaram da repressão, que torturaram e comandaram torturas, que praticaram assassinatos de adversários da ditadura e deram respaldo aos grupos de extermínio de brasileiros pobres infratores da lei, e por seus cúmplices, militares e civis.
Atualmente, essa direita se articula em torno da bandeira contra a Comissão da Verdade e constrói seu discurso nos velhos moldes do pseudomoralismo. É um grande erro político estratégico localizar essa direita nas forças políticas institucionalizadas que fazem oposição ao governo federal, como são os casos do PSDB, do DEM, do PPS. Essa direita a qual me refiro se lixa para a institucionalidade democrática. O que ela busca é a institucionalidade sem legitimidade popular, é a homogeneização da política em torno de um projeto único e autoritário, a eliminação das políticas sociais e culturais que dão conta do avançado estágio em que o Brasil se encontra, no reconhecimento dos direitos das minorias sociais, cujos exemplos mais marcantes são o direito reconhecido para as relações homoafetivas, para as populações indígenas, as ações afirmativas, a função social da propriedade privada, o ativismo judiciário que atualiza direitos sem necessidade da existência de leis positivadas, mas com esteio nos desígnios principiológicos da nossa Carta Magna, a possibilidade da existência de governos comprometidos com a igualdade social, a efetivação dos direitos humanos e da livre expressão do pensamento e do direito cidadão de se organizar social e politicamente. Enfim, essa direita é contra a Constituição de 1988 e o estado democrático e de direito. Essa direita tem verdadeiro pavor a disputas eleitorais quer por razões de ordem prática (não é boa de urna), quer por razões ideológicas (para ela, disputa eleitoral é fator de desestabilização da ordem).
Não devemos entrar em seu jogo provocador. Não se deve dar resposta política a suas notas e manifestos, pois qualquer posição reativa significa dar legitimidade a quem só quer solapar a institucionalidade democrática. Mas, isso não significa passividade e omissão. Pelo contrario, é preciso fazer o que não se tem feito. Tomemos como exemplo a Comissão da Verdade. É preciso tirar essa Comissão do gueto, trazê-la para o seio da sociedade. Nossa ação deve ser afirmativa e protagônica. É chegado o momento de mobilizar intelectuais, estudantes, trabalhadores, religiosos, empresários, organizações do campo democrático como sindicatos, OAB, Ongs e tantas outras, para o apoio à instalação e funcionamento da Comissão da Verdade. Levar os objetivos para os quais foi criada para as universidades e locais de trabalho a fim de que se transformem em objetivos da sociedade, em esteios da efetivação da democracia e em barreira para qualquer aventura política não democrática.
O produto dessa Comissão, para além de recuperar a memória e encontrar a verdade sobre as mortes, as torturas e seus perpetradores, os locais onde esses crimes foram cometidos, as fontes de financiamento dos centros de terror, deve produzir recomendações politicamente imperativas que levem a uma profunda mudança institucional das nossas Forças Armadas. Mudanças que implicam o seu mais radical ajustamento institucional aos ditames da Constituição de 1988, desde a doutrina que é professada nas escolas de formação de oficiais e praças, à incorporação do espírito de subordinação ao poder civil como valor a ser cultuado. Não são as Forças Armadas a «nação em armas» como soem dizer certos militares. Elas são brasileiros(as) em armas, institucionalmente organizados a serviço da nação e, por isso, subordinados ao poder legitimado pelo voto popular e legalmente representado e condensado na figura de seu/sua comandante em chefe, o(a) Presidente(a) da República.
* Pedro Albuquerque,
Advogado e professor.

PSD promove encontro regional no Cedro

93 1
O Partido Social Democrático realizará encontro regional, a partir das 18 horas desta sexta-feira, na cidade do Cedro. O encontro ocorrerá no Cedro Tênis Clube.
O presidente regional da legenda, Almicir Pinto, abrirá os trabalhos que contarão com as presenças também do deputado federal Manoel Salviano e do secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Eduardo Diogo.

O objetivo, segundo Almicir Pinto, é discutir as próximas eleições.

Dívida pública federal pode chegar a R$ 2,05 trilhões

“A dívida pública federal (DPF) poderá crescer até R$ 183,65 bilhões e chegar a R$ 2,05 trilhões este ano. Em 2011, a dívida somou R$ 1,866 trilhão. Os valores estão no Plano Anual de Financiamento (PAF) 2012, divulgado hoje (8) pelo Tesouro Nacional. De acordo com o PAF, a dívida em 2012 poderá variar entre R$ 1,95 trilhão e R$ 2,05 trilhão.

Na composição da dívida, os títulos prefixados, que definem a correção no momento da negociação de papéis, poderão atingir no máximo 41% e no mínimo 37%. Em 2011, o percentual máximo ficou em 37,2%. Os títulos corrigidos pela inflação poderão variar entre 30% e 34%, ante os 28,3% de 2011. No caso da taxa flutuante, a estimativa varia de 22% a 26%, enquanto em 2011 o percentual ficou em 30,1%. Os papéis corrigidos pelo câmbio devem variar de 3% a 5%, ante os 4,4% do ano passado.

Segundo diretrizes da DPF, o Tesouro deverá substituir gradualmente os títulos remunerados pela taxa de juros flutuantes por títulos prefixados ou vinculados à inflação. O Tesouro prevê ainda um aumento médio do estoque da dívida e especial atenção para a dívida que vence no curto prazo. Entre outras metas, o governo pretende ainda aumentar a base de investidores e melhorar a dívida pública externa (DPFe).

O prazo médio dos papéis deve variar entre 3,6 a 3,8 anos, ante 3,6 em 2011. Já o percentual dos papéis que deverão vencer em 12 meses poderão variar de 22% a 26%, ante os 21,9% de 2011. Em instantes, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, dará detalhes sobre o Plano Anual de Financiamento 2012.”

(Agência Brasil)

Vice-presidente do PR torce por Cid e Luizianne juntinhos na sucessão municipal

85 5

Se depender da vice-presidente estadual do Partido da República, deputada federal Gorete Pereira, seu partido não terá candidato a prefeito de Fortaleza e acabará reforçando a aliança que o governador Cid Gomes (PSB) e a prefeita Luizianne Lins (PT) fecharem para a disputa na Capital.

Ela deixou claro que essa opinião é “pessoal”, mas avalia que o PR, por estar integrado à base de apoio político da presidente Dilma, deveria dar respaldo aos postulantes que fossem de patidos da base dilmista.

Para Gorete Pereira, o que deve contar é o projeto nacional, que vem abrindo perspectivas melhores para o País em todos os sentidos.

(Foto – Paulo Moska)

UFC inaugura Núcleo de Práticas Jurídicas

A Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC) inaugurou, nesta manhã de quinta-feira, seu Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) e novo prédio administrativo. A solenidade foi presidida pelo reitor Jesualdo Farias e pela defensora-pública geral do Estado, Andrea Coelho.

O Núcleo tem convênio com a Defensoria Pública e será espaço para estágios supervisionados dos estudantes dos últimos semestres de Direito.

Uma equipe do Núcleo estará no próximo dia 15 no Shopping Benfica levando informações para a sociedade sobre seus direitos, das 13 às 19 horas. Integrarão a equipe estudantes, defensores públicos e professores.

(Com UFC)

CGU fará concurso público para 250 vagas

“A Controladoria-Geral da União (CGU) está autorizada a realizar concurso público para o preenchimento de 250 vagas de Analistas de Finanças e Controle (AFC), que tem por exigência o nível superior completo, em nível de graduação. A remuneração inicial é de R$ 12.960,77.

O edital de abertura das inscrições tem publicação prevista para os próximos 30 dias. Já a aplicação das provas tem data estimada para 45 dias após a publicação do edital de abertura. O provimento dos cargos deve ocorrer a partir do mês de setembro de 2012. O concurso será organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf).

As vagas serão distribuídas pelos sete Estados da Região Norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) e o Distrito Federal, onde funciona a sede da Controladoria.

O último concurso da CGU para Analista foi realizado em janeiro de 2008. Na época, foram oferecidas 220 vagas. No total, 19.391 candidatos se inscreveram. A seleção foi constituída de duas etapas. A primeira abrangia provas de conhecimentos básicos, específicos e especializados, além de prova discursiva. A segunda parte do processo incluía Sindicância de Vida Pregressa e Curso de Formação.”

(Com CGU)

Heitor Férrer: Um pastor à procura de rebanho

75 4

Com o título “Um pastor à procura de rebanho”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. Ele aborda a decisão do PDT de lançar a pré-candidatura do deputado estadual Heitor Férrer a prefeito de Fortaleza. Para ele, um nome solitário, pois faz a pregação em favor da cidadania, sem alianças com grupos. Confira:

O PDT anunciou que irá indicar o deputado Heitor Férrer para a disputa pela prefeitura de Fortaleza neste ano. A pouco mais de cem dias do prazo final para a escolha de candidatos, é o primeiro a ser confirmado.

Médico, foi no serviço público que conseguiu desenvolver as condições para se dedicar à sua vocação política, construindo uma carreira até aqui exclusivamente dedicada ao exercício de mandatos parlamentares.

Heitor priva do respeito da cidade. De vida privada discreta, nunca teve seu nome relacionado a atos contrários às responsabilidades que a população lhe confiou. E sempre foi visto trabalhando. Para o que se tem por aí, já é muito.

Sua trajetória política pode ser definida por três aspectos principais de sua atuação: no que lhe é mais constante, Heitor se move com baixa identidade ideológica, independência de pensamento e foco na defesa do bem comum.

Baixa identidade ideológica porque Heitor construiu sua identificação com o interesse popular sem servir a nenhuma linha doutrinária mais específica e sem alinhamento com as razões corporativas do movimento sindical.

No fundo, Heitor é um solitário. Espírito independente, dentro do seu PDT, onde cumpre rara carreira de muitos anos, nem sempre esteve, como agora não está, alinhado com as posições defendidas pelo seu comando partidário.

O deputado não se posiciona como aliado incondicional de nenhum setor específico da sociedade – produtores, liberais ou assalariados. Sempre quis estar onde lhe parecia estar o interesse comum. Sua causa? O cidadão.

Das características mencionadas acima decorre sua força e fragilidade: o patrimônio político da boa imagem que sempre cultivou não lhe garantiu uma rede consistente de articulação. Heitor pertence a todos e a ninguém.

Seu eleitor potencial é um progressista desmobilizado, aquele cidadão que sabe o que está se passando, mas não comparece nem a reunião de condomínio. Um tipo que, apesar do perfil crítico, não pratica militâncias.

Gente de muita opinião e poucas atitudes, tão cética com a integridade dos homens públicos quanto com a sinceridade e isenção dos seus fiscais. É um tipo de perfil difuso, mas, ninguém se engane: bem fácil de encontrar por aí.

Uma adiantada articulação partidária pretende garantir ao candidato um generoso tempo de propaganda eleitoral na mídia – pouco mais de quatro minutos de programa eleitoral. Que tenha muito a dizer, é tempo suficiente.

Se o seu partido souber compartilhar com tais forças a construção da candidatura, tanto quanto elas deverão compreender as contingências conjunturais da articulação, ele ocupará espaço relevante na disputa.

Dele, hoje não se pode ainda dizer que esteja entre os favoritos – nem mesmo seus adversários foram já indicados. Mais tolo seria, no entanto, tomá-lo como figurante. Somente o será se muitos erros forem cometidos.

* Ricardo Alcântara,
Publicitário e poeta.

Fateci e Coelce ofertam educação musical

Cordas da Cidadania é o nome do projeto, fruto da parceria entre Faculdade de Tecnologia Intensiva (Fateci) e Coelce. Fundamentado nas diversas bem sucedidas formas de utilização da arte como ferramenta de educação e desenvolvimento profissional e humano, o Cordas da Cidadania assistirá cerca 50 jovens e adolescentes de 13 a 17 anos, ensinando música teórica, prática, ética e cidadania com carga horária de 12 horas semanais e nenhum custo para o futuro músico.

“Esses 50 estudantes que precisam, obrigatoriamente, da comprovação de matricula em escola pública regular de Fortaleza terão que fazer uma inscrição para uma prova de seleção. O projeto durará um ano e no final dele teremos uma orquestra de cordas”, revela o Produtor Cultural e Coordenador do projeto, João de Deus.

Além da Fateci e Coelce, a Fundação El-Shaddai e o Governo do Estado do Ceará, também são  apoiadores dessa iniciativa. Para o Mantenedor da Fateci, Clauder Ciarlini, que também é músico, esse era um sonho antigo. “Há anos sonhei em plantar a semente da educação musical de qualidade aqui para profissionalizar aqueles que têm aptidão musical, mas só agora deu certo”, comenta Clauder.

João de Deus também explica que o projeto se propõe a formar multiplicadores e professores de música. A orquestra terá 25 violões, 10 violinos, 5 cavacos, 5 bandolins, 5 violoncelos, 5 guitarras, 1 conjunto de percussão, além dos equipamentos de sonorização, caixas e outros aparatos técnicos. Quem tem aptidão musical e vontade de aprender essa milenar forma de expressão artística, ou conhece alguém que se encaixe no perfil: 13 a 17  anos, regularmente matriculado em escola pública, que goste de música; deve ligar para 3533.5070 e saiba como participar de um curso de alta qualidade e totalmente gratuito.

SERVIÇO

* Interessados devem ligar para Fateci no 3533.7050.

Secretária-geral do PSDB condena “politicagem” com Hospital da Mulher

A secretária-geral do PSDB de Fortaleza,  Kamyla Castro, mandou artigo para o Blog abordando discriminações ainda enfrentadas pela mulher brasileira. Porque esta quina-feira é o Dia Internacional da mulher. Confira:

Concordo quando falam que nós mulheres não temos apenas um dia para comemorarmos e sim o ano inteiro, pois nossa força e sensibilidade são imensamente transformadoras no atual contexto humano. Algumas mulheres ainda enfrentam a discriminação daqueles que, atrasados, acham que nosso lugar é só no fogão, cuidando da casa e dos filhos. Talvez esqueçam que nossas formas de participação evoluíram desde o simples ato de votar, com a inserção cada vez mais crescente no mercado de trabalho, como também em áreas da sociedade que nos conferem direitos, valores econômicos, sociais e políticos. A covarde violência doméstica, por exemplo, é enfrentada atualmente de forma vigilante e corajosa através da Lei Maria da Penha.

Nossa intuição, competência e habilidade foram e são cada vez mais capazes de ultrapassar limites, quebrar barreiras. Para tanto, não precisamos ser feministas radicais, pois já somos femininas pela essência. Representamos quase 52% do eleitorado brasileiro e somos capazes de disputar e conquistar postos decisivos, como a ministra Cármen Lúcia, que acaba de ser eleita primeira mulher presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Temos ainda uma presidente da República mulher e, em Fortaleza, a Prefeita também é mulher.

No entanto, não basta apenas multiplicarmos nossa participação nesses espaços, precisamos acima de tudo ter competência, credibilidade e estar preparadas para enfrentar, combater e concretizar os anseios do nosso povo!

Todavia, não é o que constatamos na Saúde, por exemplo, que clama por uma atenção mais criteriosa. É lamentável ver nossa Capital atingir o status de quinta cidade brasileira que oferece o pior atendimento do País pelo Serviço Único de Saúde (SUS) e o 2º pior do Nordeste. A dengue continua a nos deixar em alerta e a prevenção e combate ao Câncer de Mama estão entre os nossos maiores problemas.

Mas como resolver esses dilemas se os atuais postos de atendimento, quando funcionam, atuam de forma precária – sem infraestrutura e material básico, sem valorização dos profissionais da área – e quando prometidos não saem do papel ou viram obras inacabadas?

Exemplo concreto é o Hospital da Mulher, que há 7 anos serve como instrumento de politicagem, figurando como personagem fictício de  propagandas produzidas para ludibriar os fortalezenses e tentar garantir alguma popularidade à arranhada imagem incrédula da falsa gerente que nos envergonha com sua inoperância e péssima qualidade de gestão.

Infelizmente esse modo de fazer “política”, associada ao abuso de poder, acaba por macular a imagem das verdadeiras guerreiras que, com honestidade, comprometimento e competência, honram os cargos que lhe são confiados na sociedade e consolidam os valores familiares que formam cidadãos. É por essas mulheres, que constroem o futuro, que o PSDB-Mulher no Ceará trabalha e reforça o seu compromisso de luta por um Estado e País melhores.

* Kamyla Castro – Secretária Geral do PSDB de Fortaleza.

Professores de todo o País vão cruzar os braços na próxima semana

89 1

“Na próxima semana, professores de todo o país planejam uma paralisação de três dias para cobrar de governos estaduais e prefeituras o pagamento do piso nacional do magistério. A lei que instituiu uma remuneração mínima para profissionais da rede pública foi aprovada em 2008, mas ainda hoje causa polêmica. Estados e municípios alegam não ter recursos para pagar o piso, especialmente agora que o Ministério da Educação (MEC) anunciou o valor para 2012 – R$ 1.451 – , com um reajuste de 22%.

A categoria irá cruzar os braços entre os dias 13 e 16 de março (de quarta a sexta-feira). Para o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão, o fato de alguns estados ainda não cumprirem a lei reforça a necessidade de um “movimento forte” por parte da categoria para reivindicar melhorias na remuneração.

“Eles [gestores públicos] entendem que a lei precisa ser cumprida a partir do enfrentamento, da mobilização. Chega de brincar que estão valorizando o professor”, reclama Leão. Nos estados e municípios em que a Lei do Piso já é cumprida, o presidente da CNTE avalia que a mobilização deverá ser menos intensa, com foco nas reivindicações locais, inclusive a construção de planos de carreira. “Nosso intuito não é a paralisação pela paralisação, mas onde houver necessidade”, explicou. As atividades são organizadas pelos sindicatos locais e incluirão manifestações nas sedes dos governos, passeatas e outros atos públicos.”

(Agência Brasil)

No Dia Internacional da Mulher, mãe da prefeita faz show em Fortaleza

96 2
A professora Luiza Lins, também pesquisadora da MPB, fará show nesta quinta-feira, a partir das 20 horas, no Teatro Emiliano Queiroz do Sesc.
O repertório, promete, será bem animado e com canções de vários artistas que falam do universo feminino. Luiza é mãe da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), que deverá ocupar a primeira fila.
SERVIÇO
Teatro SESC Emiliano Queiroz  – Av. Duque de Caxias, 1701 – em frente ao DNOCS.
Entrada Gratuita.